Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
As últimas:
 

dezembro 11, 2007

Fotografia e Artes Plásticas - História e Interações, com Marcos Bonisson no Ateliê da Imagem, Rio de Janeiro

Fotografia e Artes Plásticas - História e Interações, com Marcos Bonisson

Inscrições abertas

Ateliê da Imagem
Av Pasteur 453, Urca, Rio de Janeiro - RJ
21-2541-3314 / 2244-5660 ou info@ateliedaimagem.com.br
www.ateliedaimagem.com.br
Início: 15 de janeiro de 2008
Horário: terças, 19-22h, 8 aulas
Preço: 2 parcelas de R$170 ou R$320, à vista


A fotografia tem sido um suporte utilizado dentro do universo mais amplo das artes visuais contemporâneas. Com esse enfoque, serão trabalhadas as possibilidades de abordagem e conceituação dos trabalhos dos participantes, à luz das experiências extraídas da história da fotografia e sua interação com outras mídias.

1. Antecedentes : A invenção e evolução da fotografia

Leitura de portifólios * A camera obscura * A perspectiva unilocular * Arte x Fotografia * Daguerreótipos e cameras Kodak * A fotografia Popular * Pictorialismo * Arte abstrata * O impulso modernista * Alfred Stieglitz e Straight Photography * O grupo F64 * O artista Fotógrafo : Man Ray ? Moholy Nagy * A fotografia documental * A revolução do fotojornalismo * A fotografia moderna Brasileira- Geraldo de Barros ? José Oiticica Filho * A revista o Cruzeiro.

2. Além do documento
Arte Pop e cultura pop * Arte conceitual * Fotografia de idéias * Marcel Duchamp e os ready mades * Equivalents de Stieglitz * O pulo no nada de Yves Klein * A interação Fotografia-Artes Plásticas * Poéticas do processo e conceitos em formação * Construção e invenção * A representação revisitada * Meio e mensagem * Deslanchando idéias * O fragmento e o todo * O olho e o espírito * A importância do portifólio.

3. Idéias e Desdobramentos

Os anos 70 * Spiral Jetty de Robert Smithson * O registro fotográfico: performance, intervenção e instalações * Vito Acconci - Gordon Matta Clark ? Joseph Beuys * O cotidiano como mote * Taxonomia * Técnicas e processos fotográficos * Polaroids e Cibachromes * O documental Conceitual * Idéias x formalismo * Composição e decomposição * Estética pós moderna * Auto-retratos * Informação e conteúdo * Teoria e crítica : Roland Barthes ? John
Szarkowski ? Susan Sontag * Câmara Clara e Modos de Olhar * Fotografia e texto * Visão e transgressão ? Hélio Oiticica-Artur Barrio * O Projeto Lúcido

4. Fotografia Contemporânea Brasileira e Internacional

O trabalho autoral * A importância da edição * Estratégias visuais * Mercados emergentes * A fotografia como suporte * O acaso e a teoria das incertezas * Desapego às utopias * A linguagem pessoal e transferível * Caldeirão de Abordagens : Memória ? Corpo ? Identidade-Interculturalismo ? O Retrato ? O Documento ? A antropologia - Metáforas * O preto e branco e a Cor * Signos em Rotação * O invisível Revelado * O trabalho contínuo * Fotografia digital * Outras dimensões .

Marcos Bonisson

Vive e trabalha na cidade do Rio de Janeiro. Estudou gravura, desenho e fotografia na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (1977-1981). Desde 1978 trabalha com fotografia, Super 8 e vídeo. Participou no final dos anos 70 com intervenções urbanas no projeto Program in Progress (Kleemania no Caju. 1979 e Esquenta para o Carnaval no morro da Mangueira. 1980), organizados pelo artista Hélio Oiticica. Morou pôr 10 anos na cidade de Nova Iorque, onde trabalhou em laboratórios fotográficos e na Agência Magnum no setor de arquivo e duplicação (1990). No Brasil tem exposto seus trabalhos em galerias e espaços culturais e leciona Fotografia Contemporânea no Ateliê da Imagem desde 2000. Participou da comissão de indicação do Prêmio Nacional de Fotografia, concedido pela Funarte nos anos de 1997 e 1998.

Tem seus trabalhos em coleções como a de Gilberto Chateaubriand, Joaquim Paiva e da Fondation Cartier Pour L´art contemporain em Paris, entre outras. Foi ganhador da Bolsa Rio Arte 2000 com o projeto em vídeo Hèliophonia, que abordava o Quase-Cinema do artista Hélio Oiticica. Outros projetos em vídeo de Marcos Bonisson incluem: Desígnio sobre o artista plástico Artur Barrio, Fernanda Gomes sobre o trabalho da artista plástica e Mi Casa Su Casa com o artista Cabelo. Em 2006 foi convidado a participar da 27a. Bienal Internacional de São Paulo. Marcos Bonisson tem seu trabalho representado pela Galeria Artur Fidalgo na cidade do Rio de Janeiro.

Posted by João Domingues at 12:59 PM | Comentários(3)
Comments

Belíssimo conteúdo!!! Mas pensem em um formato condensado, por exemplo todos os dias durante uma semana(ou sexta sábado e domingo). Desta forma interessados de outros estados, desde que a divulgação seja feita com muita antecedência, poderiam participar do curso.

Posted by: Rinaldo Morelli at dezembro 20, 2007 10:18 AM

Desígnio foi apenas registrado por Marcos Bonisson.
Desígnio é um trabalho de Artur Barrio.

Posted by: Janaina Paes at novembro 3, 2009 1:04 PM

Correção:
Desígnio foi apenas registrado por Marcos Bonisson.
Desígnio é um trabalho de Artur Barrio.

Posted by: Janaina Paes at novembro 3, 2009 1:06 PM
Post a comment









Remember personal info?