Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

novembro 13, 2018

Fundação Bienal de São Paulo promove o simpósio internacional Práticas de atenção

Com programa idealizado pelo historiador D. Graham Burnett (EUA) e pela curadora e escritora Stefanie Hessler (Reino Unido/Grécia), evento interdisciplinar reúne artistas e pesquisadores no Sesc Vila Mariana (16 de novembro) e Pavilhão da Bienal (16, 17 e 18 de novembro) para conversas públicas, palestras e oficinas, além da apresentação de performances e exibição de filmes com base em trabalhos teóricos recentes, resgates históricos e investigações experimentais. A entrada é gratuita

A Fundação Bienal de São Paulo promove, nos dias 16, 17 e 18 de novembro, em parceria com o Sesc SP, o simpósio internacional Práticas de atenção, reunindo artistas, cientistas, críticos, autores e acadêmicos para discutir uma importante questão contemporânea: a atenção. O evento conta com participantes de 13 países: Brasil, Canadá, Espanha, EUA, França, Grécia, Israel, Japão, Lituânia, Polônia, Reino Unido, República Dominicana e Turquia.

Ancorado na proposta da 33ª Bienal Afinidades afetivas, que tem como premissa “reafirmar o poder da arte como lugar único para concentrar a atenção no mundo e em favor do mundo”, conforme explica seu curador-geral, Gabriel Pérez-Barreiro, o programa do simpósio foi idealizado pelo professor de história D. Graham Burnett e pela curadora e escritora Stefanie Hessler, a partir de uma pesquisa variada e interdisciplinar sobre o tema.

O simpósio busca colocar as economias da atenção no centro da nossa relação com as obras de arte, pautado pela urgência da questão da atenção nos dias de hoje, em que ela é constantemente bombardeada com todo o tipo de informação e mensagens.

A abertura do evento no dia 16 ocorre no auditório do Sesc Vila Mariana, com introdução de Gabriel Pérez-Barreiro, D. Graham Burnett e Stefanie Hessler. No mesmo local, serão realizadas as palestras de Katarzyna Kasia (Varsóvia), Virginia Kastrup (Rio de Janeiro) e Maria Cristina Franco Ferraz (Rio de Janeiro); Hessler conduz a conversa performativa A atenção como ferramenta curatorial e a política da atenção.

Tamar Guimarães, artista brasileira radicada em Copenhague, apresenta a performance O ensaio, baseada na leitura crítica de Machado de Assis sobre a sociedade brasileira. A artista Aki Sasamoto (Japão/EUA) apresenta o filme Delicate Cycle, registro da performance/instalação homônima, envolvendo máquinas de lavar roupa modificadas, uma bola gigante de lençóis, caixas de sapato contendo esculturas de luz, trabalhos em vídeo conectados a sistemas de TV em circuito fechado e nichos móveis de madeira com paredes magnetizadas. O trabalho propõe uma reflexão sobre tarefas rotineiras e objetos de uso corriqueiro que demarcam nossos dias.

No fim da tarde, as atividades se deslocam para o Pavilhão da Bienal, onde será realizada a oficina Todos os sentidos sobre o Qui Vive, da sociedade ESTAR (SER) – The Esthetical Society for Transcendental and Applied Realization.

Nos dias 17 e 18, o Simpósio será realizado na Fundação Bienal, com oficinas, palestras, conversas com artistas, exibição de filmes e videoinstalações contínuas, conversas performativas e performances.

No sábado, 17, Helen Singh-Miller (EUA) promove a oficina de movimento baseada no método Feldenkrais, Uma memória, que pode sempre ser descoberta, e em seguida apresenta a instalação de vídeo Grand Union. Raimunda Malasauskas (Lituânia) e Marcos Lutyens (Reino Unido/EUA) realizam a instalação O show hipnótico. Kapwani Kiwanga (Canadá) apresenta a palestra-performance Pergaminhos do espaço profundo.

Yasemin Nur (Turquia) leva ao pavilhão Kat'ı: O artesanato do corte do papel no período otomano, onde o público será convidado a experimentar a arte de de cortar papel que teve seu auge no século 15, um procedimento que requer tempo, ritmo e atenção Yael Geller (Israel) apresenta a palestra Obsessão como um fenômeno de atenção. Catherine Hensen (Japão) e Joana Fiduccia (EUA) promovem a conversa performativa Duas variedades de atenção surrealista. Uma conversa colaborativa. D. Graham Burnett e freira ecofeminista Ivone Gebara (Brasil) também proferem palestras nesse dia, e Thiago Rocha Pitta (Brasil) e Rafael Sánchez-Mateos Paniagua, da Autoescola Insular de Atenta (Espanha) participam de conversas com o público.

Ainda no dia 17, às 20h, Isabel Lewis (República Dominicana) realiza a performance Occasions, onde, em um ambiente decorado para uma reunião comemorativa de pessoas, coisas, plantas, danças e aromas, os visitantes podem entrar e sair quando quiserem. A artista desenvolve uma dramaturgia específica em sintonia com seus convidados, fazendo uso de coreografia, música, discursos e narração de histórias que propiciem conversa, contemplação, dança e escuta.

No dia 18, Jeff Doven (EUA) trata da nossa intuição de que só é possível prestar atenção a uma coisa de cada vez, na palestra Tudo de uma vez agora. Helen Singh-Miller (EUA) e Sal Randolph (EUA) realizam performances, e Vivian Caccuri (Brasil) apresenta uma palestra performativa. Ainda são exibidos filmes de Tamara Henderson (Canadá) e Luiza Crosman (Brasil), e há uma conversa aberta com o artista Bruno Moreschi (Brasil). Para o encerramento, Pérez-Barreiro, Burnett e Hessler fazem comentários finais.

Veja a programação e inscreva-se

SERVIÇO

16/11
Horário: 9h - 16h30
Local: SESC Vila Mariana
Rua Pelotas 141, Vila Mariana

Horário: 17h30 - 19h
Local: Pavilhão da Bienal
Parque do Ibirapuera, Portão 3, Pavilhão Ciccillo Matarazzo

17/11
Horário: 9h - 22h30
Local: Auditório da Fundação Bienal de São Paulo (Antigo MAC)
Parque do Ibirapuera, Portão 3, Pavilhão Ciccillo Matarazzo - 3º andar

18/11
Horário: 9h - 19h
Local: Auditório da Fundação Bienal de São Paulo (Antigo MAC)
Parque do Ibirapuera, Portão 3, Pavilhão Ciccillo Matarazzo - 3º andar

Participantes

Dr. Graham Burnett, professor de História e História da Ciência na Universidade de Princeton (EUA); Stefanie Hessler, curadora e escritora (UK/GRE); Aki Sasamoto, artista (JAP/EUA); Bruno Moreschi, artista (BRA); Catherine Hansen, professora de Literatura Comparada na Universidade de Tóquio (JAP); ESTAR(SER) — The Esthetical Society for Transcendental and Applied Realization, coletivo internacional de pesquisa; Gabriel Pérez-Barreiro, curador (ESP/EUA); Helen Singh-Miller, praticante certificada do Método Feldenkrais e Associada ao Centro de Estudos Cinematográficos da Universidade de Harvard (EUA); Isabel Lewis, artista (DOM); Ivone Gebara, freira católica, ecofeminista (BRA); Jeff Dolven, poeta e professor de Inglês na Universidade de Princeton (EUA); Joanna Fiduccia, professora de História da Arte no Reed College (EUA); Kapwani Kiwanga, artista (CAN); Katarzyna Kasia, professora de Filosofia na Academia de Belas Artes de Varsóvia (POL); Luiza Crosman, artista (BRA); Marcos Lutyens, artista (UK/EUA); Maria Cristina Franco Ferraz, professora de Tecnologia da Comunição e Estética na UFRJ (BRA); Rafael Sánchez-Mateos Paniagua, artista (ESP); Raimundas Malašauskas, artista e curador (LIT); Sal Randolph, artista (EUA); Tamar Guimarães, artista (BRA); Tamara Henderson, artista (CAN); Thiago Rocha Pitta, artista (BRA); Virginia Kastrup, professora de Psicologia na UFRJ (BRA); Vivian Caccuri, artista (BRA); Yael Geller, escritora (ISR); Yasemin Nur, artista (TUR).

Publicado por Patricia Canetti às 4:15 PM


novembro 11, 2018

FVCB promove palestras Apropriação em Artes na UFRGS, Porto Alegre

A Fundação Vera Chaves Barcellos promove o segundo encontro do "Ciclo de Palestras - Apropriação em Artes", atividade paralela à exposição Apropriações, Variações e Neopalimpsestos. O objetivo do ciclo é abordar o conceito de apropriação aplicado em distintas áreas de atuação cultural e ao todo serão três encontros. Entrada gratuita e será fornecido certificado aos participantes.

14 de novembro de 2018, quarta-feira, das 14h30 às 17h

UFRGS - Salão de festas da Reitoria
Rua Paulo Gama 110, Porto Alegre, RS

PROGRAMAÇÃO

Design e Artesanato: uma via de mão dupla? com Maria do Carmo Curtis

A natureza impura do cinema: de Bazin aos dias atuais com Daniela Strack

SOBRE AS PALESTRANTES

Maria do Carmo Curtis (UFRGS): Doutora em Design pela UFRGS. Bacharel em Artes Plásticas - Desenho pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1991), licenciada em Educação Artística - Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1985) e mestre em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997). Tem interesse em Design Social, História do Design e Ensino em Design.

Daniela Strack: Graduada em Produção Audiovisual na PUCRS, trabalhou na produtora Rainer Cine, de 2012 à 2014. Atualmente, trabalha como montadora e assistente de direção para cinema e televisão. Como assistente de direção, destaca o longa-metragem "Tinta Bruta" (2018), vencedor do prêmio Teddy no 68º Festival de Berlim. É membro da ACCIRS (Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul), do Coletivo Elviras de Mulheres Críticas de Cinema e uma das idealizadoras do Cineclube Academia das Musas, este último com foco no estudo de produções dirigidas por mulheres.

A Exposição "Apropriações, Variações e Neopalimpsestos" fica em cartaz na Sala dos Pomares, na FVCB, em Viamão, até o dia 15 de dezembro.

Publicado por Patricia Canetti às 11:11 AM


novembro 8, 2018

Oficina Pequenos Dados com Barbara Castro e Luiz Ludwig no Lab Oi Futuro, Rio de Janeiro

Lab Oi Futuro oferece oficina gratuita de design e visualização de dados.

9 de novembro de 2018, sexta-feira, das 17h30 às 20h

Lab Oi Futuro - Ateliê Criativo
Rua Dois de Dezembro 107, 5º andar, Flamengo, Rio de Janeiro
inscrições pelo link www.existencianumerica.art.br/oficina/

Dentro da programação da exposição “Existência Numérica”, será realizado no Lab Oi Futuro no próximo dia 9 de novembro de 2018, das 17h30 às 20h, a oficina gratuita “Pequenos Dados”, com os artistas Barbara Castro e Luiz Ludwig, baseada nos livros Dear Data e Observe Collectand Draw de Giorgia Lupi e Stefanie Posavec. Os participantes irão discutir e experimentar abordagens mais humanísticas e artísticas dos dados inspirado no método de Giorgia Lupi e Stefanie Posavec. Lupi é uma das pesquisadoras convidadas autora de um dos artigos que irá compor o livro Existência Numérica. Na oficina “Pequenos Dados” será apresentada uma introdução à métodos de representação a partir de exercício de coleta de dados realizado em uma visita à exposição e criação de cartazes/cartões de dados pessoais com os idealizadores Barbara Castro e Luiz Ludwig, ambos professores do Departamento de Artes & Design da PUC-Rio. A atividade é aberta ao público, a partir de 15 anos, com capacidade para 20 pessoas mediante inscrições pelo link: www.existencianumerica.art.br/oficina/

A exposição “Existência Numérica”, idealizada por Barbara Castro e Luiz Ludwig, com curadoria de Doris Kosminsky, reúne obras de pesquisadores e artistas que trabalham com visualização de dados, que busca tornar acessível a gigantesca massa de dados que nos envolve no mundo contemporâneo. As obras dos artistas Pedro Miguel Cruz (Portugal), Till Nagel e Christopher Pietsch (Alemanha), Alice Bodanzky, Barbara Castro, Doris Kosminsky & Claudio Esperança e Luiz Ludwig (Brasil) discutem temas atuais como fluxo migratório, mobilidade urbana nos sistemas de bicicletas de aluguel em Nova York, Londres e Rio, e investimentos em ciência e tecnologia feitos no Brasil nos últimos anos.

PROGRAMA

1h - Fundamentos da representação de dados e introdução aos pequenos dados
30min - Coleta de Dados
1h - Desenho e apresentação

MINIBIOS PARTICIPANTES

Barbara Castro (1988) é artista pesquisadora e designer. Atualmente é doutoranda em Artes Visuais na Escola de Belas Artes da UFRJ, mesma instituição em que defendeu seu mestrado em 2013 em parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Além disso, atuou como motion designer na TV Globo. Sua pesquisa e produção artística já foram apresentadas na França, Dinamarca e no Brasil em locais como Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Museu Nacional da República, em Brasília, Instituto Inhotim, em Minas, entre outros. Seus trabalhos já foram citados em revistas acadêmicas e eventos internacionais como “SiggraphAsia”, na China, na conferência “HumanBehaviorUnderstanding”, na Espanha, e na revista australiana “InternationalJournalofMultimediaandUbiquitousEngineering”. Em 2015, fundou, junto com Luiz Ludwig, o estúdio Ambos&& que une design e arte.

Luiz Ludwig (1988) é designer e professor. Mestre em Design Gráfico pela universidade Maryland InstituteCollegeofArt (MICA), em Baltimore, Estados Unidos (2001-2013) – tendo como orientadora a premiada Ellen Lupton, curadora de design contemporâneo do Cooper-Hewitt, National Design Museum, em Nova York – atualmente é professor na PUC Rio no curso de Design. Em 2011 recebeu Menção Honrosa na competição “VisualizingMarathon”, em Nova York. Recentemente foi responsável pelo design interativo da exposição “Visões na Coleção Ludwig”, no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo, e pelo design expográfico da mesma exposição no CCBB do Rio de Janeiro e no CCBB de Belo Horizonte. Com alguns de seus trabalhos interativos, Luiz foi citado em livros e publicações especializadas, como “TypeonScreen: A criticalguide for designers, writers, developers, &students”, e na revista francesa “Étapes: design graphique&culturevisuelle”. Em 2015, fundou, junto com Barbara Castro, o estúdio Ambos&& que une design, arte e tecnologia para projetos culturais e educativos.

Publicado por Patricia Canetti às 9:42 AM


Mesa-redonda com Gabriel Pérez-Barreiro, Paulo Miyada e Diego Matos no Itaú Cultural, São Paulo

Em continuidade ao lançamento da seLecT #40, os curadores de três importantes exposições que acontecem em São Paulo vão apresentar seus projetos e debater o papel de exposições de arte em contextos de turbulência política.

Participantes: Diego Matos, Gabriel Pérez-Barreiro, Paulo Miyada, com mediação de Luana Fortes

12 de novembro de 2018, segunda-feira, às 19h

Itaú Cultural - Sala Vermelha
Av. Paulista 149, Paraíso, São Paulo, SP
Entrada gratuita, sujeita à lotação da sala
Confirme sua presença até 9/11 por email

PALESTRANTES

Gabriel Pérez-Barreiro (La Coruña, Espanha, 1970) é diretor da coleção de arte latino-americana de Patricia Phelps de Cisneros e é o curador-geral da 33ª Bienal de São Paulo – Afinidades Afetivas, em exibição até 9/12. Vive e trabalha em Nova York.

Paulo Miyada (São Paulo-SP, 1985) é curador do Instituto Tomie Ohtake, onde coordena o Núcleo de Pesquisa e Curadoria e idealizou a exposição AI-5 50 ANOS – Ainda Não Terminou De Acabar, em cartaz até 4/11.

Diego Matos (Fortaleza-CE, 1979) é pesquisador e curador. Organizou o livro Cildo Meireles: Estudos, Espaços, Tempo. Foi curador do 20º Festival de Arte Contemporânea Sesc_Videobrasil. Com Priscila Arantes, curou a coletiva Estado(s) de Emergência, na Oficina Cultural Oswald de Andrade, aberta até 15/12.

Publicado por Patricia Canetti às 9:25 AM


novembro 3, 2018

Arte no Cinema - programação de novembro na Roberto Marinho, Rio de Janeiro

Arte no Cinema - Sessão Philos
Programação de novembro

Sempre aos SÁBADOS

O Segredo por trás do artista: a série traz uma coleção de perfis de grandes artistas estrangeiros junto a suas obras-primas.

03/11, às 16h30: Rembrandt, Da Luz À Escuridão
10/11, às 16h30: A Liberdade De Niki, de Saint Phalle
17/11, às 16h30: Pierre Bonnard, A Pintura Viva
24/11, às 16h30: Warhol, O Profeta da Pop Art

Sempre aos DOMINGOS

Arte Brasileira: documentários sobre artistas brasileiros contemporâneos

04/11, às 16h30: Tunga
11/11, às 16h30: Jonathas de Andrade
18/11, às 16h30: Beatriz Milhazes
25/11, às 16h30: Vik Muniz

SERVIÇO

Instituto Casa Roberto Marinho
Rua Cosme Velho 1105, Rio de Janeiro, RJ
21-3298-9449
Terça a domingo, das 12h às 18h

Ingressos: R$ 10 (inteira) / R$ 5 (meia entrada). Às quartas-feiras, a entrada é franca. Aos domingos, “ingresso família” a R$ 10 para grupos de quatro pessoas. A CRM respeita todas as gratuidades previstas por lei.

Estacionamento gratuito para visitantes, em frente ao local, com capacidade para 30 carros.

A Casa Roberto Marinho é acessível a portadores de deficiências físicas

Publicado por Patricia Canetti às 3:55 PM