Página inicial

Cursos e Seminários

 


junho 2021
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
Arquivos:
junho 2021
maio 2021
abril 2021
fevereiro 2021
janeiro 2021
dezembro 2020
novembro 2020
outubro 2020
setembro 2020
agosto 2020
julho 2020
junho 2020
abril 2020
março 2020
fevereiro 2020
janeiro 2020
dezembro 2019
novembro 2019
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

novembro 23, 2014

EAV Parque Lage lança programa EAVerão 2015 - Inscrições

Programa piloto gratuito de estudos terá aulas-ensaios, canto, dança, oficinas, palestras e tertúlias noturnas em volta da piscina, no verão de 2015

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage lança o EAVerão 2015, programa piloto de estudos, com aulas-ensaios, canto, dança, oficinas e palestras, e tertúlias noturnas em volta da piscina. O Programa EAVerão 2015 é gratuito, e será realizado na EAV Parque Lage de 12 de janeiro a 06 de fevereiro de 2015. O programa é destinado a artistas visuais e pesquisadores brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil, com idade acima de 21 anos.

Inscrições até 30 de novembro de 2014 PRORROGADAS até 5 de dezembro de 2014

EAV Parque Lage
Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro
Diariamente, 10-17h

APRESENTAÇÃO

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage lança o EAVerão 2015, programa piloto de estudos, com aulas-ensaios, canto, dança, oficinas e palestras, e tertúlias noturnas em volta da piscina. O Programa EAVerão 2015 é gratuito, e será realizado na EAV Parque Lage de 12 de janeiro a 06 de fevereiro de 2015, com inscrições até 30 de novembro de 2014. O programa prevê uma imersão comunitária nas práticas e costumes tradicionais de heranças africanas, além de aulas de fotografia, litografia, pintura e arquitetura de exposição. Os participantes terão ainda contato com mitologias brasileiras, ecologia e novas economias. Ao longo de quatro semanas, receberão leituras críticas de sua produção. O EAVerão 2015 tem patrocínio da plataforma Geração Alpha. Mais informações estão no site www.eavparquelage.org.br ou pelos telefones (21) 3257 1821 e (21) 32571843.

O programa é destinado a artistas visuais e pesquisadores brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil, com idade acima de 21 anos. Uma comissão selecionará 25 participantes dentre os inscritos. Ao final, a Escola de Artes Visuais do Parque Lage concederá bolsas de estudos em seus cursos para três participantes, escolhidos por suas propostas desenvolvidas durante o programa.

Alguns eventos serão abertos ao público, como palestras de artistas, como o coletivo dinamarquês Superflex e de Ronaldo Lemos, especialista em mídia e propriedade intelectual. O público também poderá assistir aos saraus literários com poetas.

O EAVerão 2015 abrange as oficinas “A cultura da ecologia”, com o artista Daniel Seegmann Mangrané e Hugo França; “Arquivo em movimento”, com Paula Trope, Yuri Firmeza, Vitor Cesar, Pablo Lobato e Tina Velho; “Pinturas e mitologias”, com Thiago Martins de Melo e Daniel Jablonski.

O programa terá ainda “A transcendência como experiência de arte”, uma série de atividades corporais coordenadas por Aderbal Ashogun, sacerdote do candomblé, percussionista, gestor ambiental e articulador cultural.

INSCRIÇÕES

As informações para inscrições estão disponíveis no site www.eavparquelage.org.br, e a inscrição será efetivada com o envio, para a Coordenação de Ensino da EAV Parque Lage, até 30 de novembro, do seguinte material, em envelope A4:

• Ficha de inscrição, devidamente preenchida;
• Currículo resumido
• Carta de intenção
• Portfólio impresso em tamanho A4 (em caso de artistas visuais), contendo no mínimo dez imagens de seus trabalhos e trazendo no verso os dados técnicos das obras.
• Três textos de sua autoria, publicados ou não, em no máximo dez laudas (para escritor ou poeta)

Em caso de envio de material por correio, será considerada a data de postagem até o dia 30 de novembro de 2014.

A Coordenação de Ensino da EAV Parque Lage funciona na Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, CEP 22461-000, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Os telefones são: 21.3257.1821 e 21.3257.1843.

O resultado da seleção será publicado nos sites www.eavparquelage.org.br no dia 18 de dezembro de 2014.

Não serão aceitas inscrições de funcionários e professores da EAV Parque Lage, da Casa França-Brasil, da OS Oca Lage e da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, ou dos seus parentes diretos.

A Escola de Artes Visuais, fundada em 1975, é uma instituição da Secretaria Estadual de Cultura, e administrada pela Organização Social Oca Lage. É dirigida por Lisette Lagnado, desde agosto de 2014. A EAV de Artes Visuais se notabiliza pelo ensino livre, que abrange diversos cursos dentro dos programas Fundamentação, Concepção, Desenvolvimento e Aprofundamento. São ainda oferecidas diversas oficinas livres, também para crianças e jovens. Anualmente, a EAV Parque Lage oferece 990 bolsas de estudo para seus cursos. Além dos cursos, a EAV realiza diversos eventos, como o Cine Lage, exposições e lançamentos de publicações. Para mais informações visite o site www.eavparquelage.org.br.

A Geração Alpha é uma plataforma digital que busca a ampliação e a democratização do universo da arte, criando conexões de jovens artistas com galerias e escolas. É ainda uma comunidade virtual com o objetivo de inserir e disseminar a arte, a cultura e a informação em nosso cotidiano. O acesso ao sistema de participação é feito por uma inscrição, gratuita, no site http://www.geracaoalpha.com.br, em que a partir disto o artista poderá votar e avaliar trabalhos dos participantes do site. Os trabalhos mais votados entram em produção, em edições limitadas, em objetos do dia a dia. No projeto ALPHA T-SHIRTS, que tem o apoio de galerias, um artista cria uma camiseta, como um múltiplo, em edição limitada de 25 a 30 exemplares. O lucro obtido na venda das camisetas é revertido para o incentivo ao ensino da arte, como cursos e bolsas de estudos. “Alpha” é como estudiosos denominam as pessoas nascidas a partir de 2010, que têm maior acesso à tecnologia do que as anteriores: X, Y e Z. Queremos ampliar a “geração alpha”, independentemente da data de nascimento, através de uma comunidade virtual com o objetivo de inserir e disseminar a arte, a cultura e a informação no nosso cotidiano.

Posted by Patricia Canetti at 6:21 PM

novembro 21, 2014

Workshop: Processo Criativo - módulo 3 na EAV Parque Lage, Rio de Janeiro

Curso interdisciplinar realizado em módulos independentes dirigidos àqueles que se interessam pelo processo criativo, tais como designers, artistas, arquitetos, empresários e outros para quem a geração de novas ideias seja fundamental.

Professor: Charles Watson

27 a 29 de novembro de 2014

Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, RJ
Informações: 21-2553-3748 / 9224 ou email
Inscrições na Secretaria do Parque Lage (21-3257-1800), segunda a quinta, 9-20h30; sexta, 9-17h; sábado, 10-12h

PROGRAMA
De natureza interdisciplinar, o curso tem o objetivo de demonstrar vários aspectos do processo criativo e suas manifestações. Para isso contamos com a contribuição de profissionais de diferentes áreas como, inteligência artificial, cosmologia, física, dança e arte.

Amplamente ilustradas com textos, vídeos e exercícios, e usando fontes das mais diversas disciplinas, as palestras demonstram que a semelhança entre as dinâmicas criativas supera a diferença entre as linguagens. Entendendo os mecanismos que limitam a criatividade, podemos desenvolver estratégias que, ludicamente, contornam essas limitações.

Desenhado para grupos multidisciplinares, incluindo empresários, publicitários, arquitetos, designers, e todos que se interessam pelo processo de inovação e para quem a geração de novas ideias se tornou fundamental.

MÓDULO 3 - VISUALIZAÇÃO
percepção
modelos do mundo
a grande divisória / dicotomia esquerda direita
visualização / mind flying
imaginação
desenho
manipulação

HORÁRIO
Quinta e sexta, 19h30 às 23h; sábado, 14h às 18h

INVESTIMENTO
O valor do workshop é R$ 515

Posted by Patricia Canetti at 3:06 PM

novembro 19, 2014

Dynamic Encounters - Inhotim em dezembro 2014

Após 22 anos de atuação e 54 viagens internacionais (com um número semelhante de edições nacionais), o Dynamic Encounters considera Inhotim um dos lugares mais apropriados para suas atividades educacionais. Composto de inúmeros pavilhões, o Inhotim é um espaço onde a arte convive em relação única com a natureza. Seu acervo em constante transformação conta com obras de artistas de importância internacional. Recentemente, foram inauguradas novas exposições na galerias Praça, Fonte e Mata. Além da nova exposição na galeria Lago, que conta com obras de Geta Bratescu, Dominik Lang e David Medalla, Inhotim acaba de inaugurar uma nova galeria permanente dedicada à obra de Carroll Dunham.

Equipe: Frederico Carvalho, Ivair Reinaldim, Marcelo Campos, Paulo Miyada

11 a 14 de dezembro de 2014

Dynamic Encounters
Informações: 21-2553-3748 / 9224 ou por email

SOBRE A EQUIPE

Frederico Carvalho – Professor UFRJ e EAV Parque Lage – RJ
Ivair Reinaldim – Curador e professor EAV Parque Lage – RJ
Marcelo Campos – Curador independente e professor EAV Parque Lage – RJ
Paulo Miyada – Curador e professor do Instituto Tomie Ohtake – SP

Posted by Patricia Canetti at 8:34 PM

novembro 14, 2014

Workshop: Trajetos da arte digital com Daniela Bousso no Translab, Porto Alegre

A crítica, curadora de arte contemporânea e de novas mídias, ex-diretora do Museu de Som e Imagem de São Paulo, Daniela Bousso, ministra workshop sobre alternativas e estratégias para produção e difusão de trabalhos em arte contemporânea. Daniela vai abordar como o Brasil pode se beneficiar apoiando artistas e projetos de arte digital e de que forma buscar a inserção de trabalhos no sistema das artes.

21 e 22 de novembro de 2014, sexta e sábado, das 10 às 19h30 e das 10h às 18h

Translab
Rua Professor Duplan 146, Porto Alegre
Informações por e-mail e inscrições online
www.translab.cc

APRESENTAÇÃO

Como o Brasil pode se beneficiar apoiando artistas e projetos de arte digital? Como buscar a inserção de trabalhos inovadores no sistema das artes?

Com essas perguntas – e muito know-how – a historiadora, crítica e curadora de arte contemporânea e novas mídias Daniela Bousso vai orientar um workshop no TransLAB para quem está buscando alternativas criativas para produção e difusão de trabalhos em arte contemporânea. O workshop vai ser uma imersão teórico-vivencial na arte, serão dois dias (sexta e sábado) de atividades intercaladas entre o experimental e o teórico, somando 10 horas de trabalho intenso. O processo estimula e convida à criação de uma cena local de arte digital.

Na sexta-feira, 21, começamos com uma aula teórica aqui no TransLAB, seguida de uma caminhada criativa-produtiva até a ESPM. Os alunos caminham do TransLAB até a ESPM gravando conteúdo que lá será conversado, criticado e editado. No sábado os trabalhos vão começar pela manhã na ESPM já, com uma oficina prática de produção experimental de foto e vídeo, junto de uma contextualização histórica. À tarde rola uma discussão e orientação conceitual a partir do material produzido pelos alunos.

Os participantes estarão se capacitando para:
- Reconhecer a história da arte no contexto contemporâneo
- Entender o momento atual da arte digital no Brasil
- Ampliar criatividade nos processos e meios contemporâneos
- Refletir sobre a produção e difusão da arte
- Desenvolver pensamento crítico em relação ao mercado de arte

Vitoria Daniela Bousso é Mestre em História da Arte Brasileira pela Escola de Comunicações e Artes da USP (1992) e doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, tendo defendido em 2006 a tese “Metacorpos: a trajetória da subjetividade ao longo de um século”, sob orientação de Lucia Santaella. Foi gestora do Museu da Imagem e do Som de São Paulo, sendo responsável em 2007 pela atualização da tipologia “imagem e som” para as novas mídias. (Verbete Wikipédia)

INVESTIMENTO

Valores: R$600 (faixa mínima) / R$750 / R$900

Pague o quanto você sentir que vale. Quanto maior a faixa de valor, mais contribuição para o TransLAB você estará fazendo para investirmos em projetos da rede.

Condições de pagamento: 2 vezes

Posted by Patricia Canetti at 12:25 PM

novembro 12, 2014

Transbordamentos: Arte, Espaço e Urbanidade na Estação Pinacoteca, São Paulo

Oficinas Culturais e Pinacoteca do Estado promovem evento em conjunto

Idealizado como parte da programação das Oficinas Culturais, o evento foi criado para provocar a reflexão e produção artística instaurada no espaço urbano contemporâneo. A partir dos indícios gerados pelo processo contínuo de transformação dos centros urbanos da atualidade foram compostas as mesas de debate do Seminário que contam com a presença de estudiosos do campo da arte pública e urbana de vários estados brasileiros, professores de universidades públicas, representantes de instituições museológicas e ou do circuito artístico de São Paulo.

Participantes: Amilcar Torrão Filho (PUC SP), Cesar Fujimoto (artista), Héctor Zamora (artista visual), Iara Lis Schiavinatto (IA e IFCH Unicamp), Leandro Medrano (FAU USP), Luís Guilherme Vergara (MAC Niterói e UFF RJ), Marcelo Moscheta (artista), Paulo Knauss (UFF – RJ), Renata Marquez (EA UFMG), Sylvia Furegatti (IA Unicamp / artista), Thais Rivitti (crítica de arte e curadora), Vera Pallamin (FAU USP)

17 e 18 de novembro de 2014

Estação Pinacoteca - Sala Auditório
Largo Gen. Osório 66, Santa Ifigênia, São Paulo

APRESENTAÇÃO

As Oficinas Culturais do Estado e a Pinacoteca do Estado – instituições do Governo do Estado de São Paulo – se juntaram para promover nos dias 17 e 18 de novembro o evento Transbordamentos: Arte, Espaço e Urbanidade. O projeto combina um seminário a intervenções artísticas que acontecerão no Parque da Luz. A curadoria é de Sylvia Furegatti e o seminário acontecerá na Sala Auditório da Estação Pinacoteca, Largo Gen. Osório, 66 - Santa Ifigênia, São Paulo-SP. A entrada é franca.

Idealizado como parte da programação das Oficinas Culturais, o evento foi criado para provocar a reflexão e produção artística instaurada no espaço urbano contemporâneo. A partir dos indícios gerados pelo processo contínuo de transformação dos centros urbanos da atualidade foram compostas as mesas de debate do Seminário que contam com a presença de estudiosos do campo da arte pública e urbana de vários estados brasileiros, professores de universidades públicas, representantes de instituições museológicas e ou do circuito artístico de São Paulo.

As Mesas foram organizadas pelas perspectivas dos campos da Arte, da Arquitetura e da História. No Parque da Luz, serão realizadas duas ações artísticas temporárias que propõem a continuidade do cotidiano desse lugar potencializado pela Arte. Os artistas proponentes dessa ação no Parque são Marcelo Moscheta e Cesar Fujimoto.

Partindo de questões gerais como essas, que combinam o século XIX ao século XXI, os debates ocuparão os dias do evento promovendo revisões sobre esse campo de conhecimento que congrega o artista, o arquiteto, o historiador e os múltiplos públicos urbanos, além de convocar para perto, muitas outras áreas das ciências humanas. Durante toda a semana, duas intervenções artísticas tomarão forma no Parque da Luz problematizando esteticamente a densa relação arte e natureza que permeia um dos transbordamentos sugeridos.

Segundo Sylvia Furegatti, curadora do projeto, “a condição do transbordamento estrutura os trabalhos do evento em suas etapas interna e externa de modo a afirmar um modus operandi consonante com a velocidade da megalópole. Indica ainda sua posição de indissociabilidade entre a práxis e a pesquisa teórica. A noção de transbordamento é compreendida como condição criativa e criadora dos novos distanciamentos adotados pelos projetos artísticos elaborados para o espaço aberto e urbano. Como conceito, estabelece condição razoável para que se revise o campo da batalha travada entre o local e o global na esfera artística.”.

Assim, partindo da vascularidade desse campo de conhecimento intensificado, nas últimas décadas, por proposições artísticas instauradas em distintos lugares do planeta, bem como por estudos e por publicações pertinentes, espera-se promover um debate estético e ético sobre os enfrentamentos, acordos, destinações e revisões do dialogo, em construção, entre arte e meio urbano.

PROGRAMA

Seminário – auditório da Estação Pinacoteca de SP

17/11 – segunda-feira – manhã

9h30 credenciamento

10h Abertura
Mesa composta por autoridades e representantes da organização do evento

10h30 Conferência:
O embate da Arte no Meio Urbano Contemporâneo
Com Profa. Dra Vera Pallamin (FAU USP)

11h30 Debate
Mediação: Profa Dra Sylvia Furegatti (IA Unicamp)

17/11 – segunda-feira – tarde

Mesa: Acordos e fricções entre Arte e Fenômeno Urbano

14h30 Conferência 1
Com Sylvia Furegatti (IA Unicamp / artista visual)

15h15 Coffee break

15h45 Conferência 2
Com Héctor Zamora (artista visual)

16h30 Debate
Mediação: Thais Rivitti (crítica de arte e curadora)

17h30 Encerramento dos trabalhos do dia e convite à plateia para visitar as intervenções no Parque da Luz

18/11 – terça-feira – manhã

Mesa: As cidades que nos antecedem

10h Conferência 1
Com Prof. Dr. Paulo Knauss (UFF – RJ)

10h45 Conferência 2
Com Prof. Dr. Amilcar Torrão Filho (PUC SP)

11h30 Debate /
Mediação: Prof. Dr. Iara Lis Schiavinatto (IA e IFCH Unicamp)

18/11 – terça-feira – tarde

Mesa: Do Museu para a Cidade

14h Apresentação dos artistas Marcelo Moscheta e Cesar Fujimoto com convite à plateia para que visite suas intervenções no Parque da Luz, quando finalizado o Seminário.

15h Coffee break

15h30 Conferência 1
Com Prof. Dr. Luís Guilherme Vergara (MAC Niterói e UFF RJ)

16h15 Conferência 2
Com Prof. Dra. Renata Marquez (EA UFMG)

17h00 Debate
Mediação: Prof. Dr. Leandro Medrano (FAU USP)

18h Encerramento do evento

Intervenções artísticas no Parque da Luz / SP

17 a 21 de novembro

Artistas: Marcelo Moscheta e Cesar Fujimoto

Posted by Patricia Canetti at 8:51 AM

novembro 10, 2014

Workshop: O artista que você é e a arte que você faz no Coletivo 2E1, São Paulo

Três dias intensos de mergulho prático e crítico, a toda pessoa interessada em desenvolver ou recuperar seu processo criativo

Mais do que conceitos, que estão presentes e são importantes mas não nos levam muito além de um processo exclusivamente racional e analítico, teremos muitas e profundas atividades práticas e é com base nelas que todos serão provocados e estimulados a não só operar racionalmente mas partir para ação usando todas suas inteligências de forma crítica e problematizadora.

Público alvo: artistas e interessados em processo criativo

Professora: Carolina Paz

21, 22 e 23 de novembro de 2014 - 35 horas

Ateliê Coletivo 2E1
Rua Teixeira e Souza 252, Água Branca, São Paulo
11-2476-7472 ou atelie@doiseum.com

APRESENTAÇÃO

Todos nascemos com o impulso da criatividade sem limites porém, já nos primeiros anos de vida nossa capacidade de inventar, criar, problematizar vai sendo tolhida pela sociedade, pelo sistema educacional padronizado e até pela nossa família no decorrer da vida. Essa repressão é necessária para nossa adequação à cultura e convívio comum, no entanto também nos cobra um preço grande pago pela homogenização e conformismo de noções e ideias. Esse preço é pago sempre que precisamos ser criativos e somos contidos, até subconscientemente, por autocríticas ou pela crença falsa de que não somos criativos.

Hoje é sabido que essa “modelagem social” pode ser diferente se nos três primeiros anos de vida a criatividade for estimulada antes de ser posta em perspectiva e criticada a partir dos valores e padrões socialmente estabelecidos. Quando uma criança desenha um cavalo com calda de peixe que vive no fundo do mar é importante deixa-la viver essa fantasia antes de lhe criticar suas noções de biologia matírima (mesmo com as melhores inteções) informando-a que não há cavalos vivendo sob as águas ou que um cavalo-marinho é um animal diferente. São exemplos como esse que se perpetuam aqui e ali até nossa vida adulta.

Se hoje você é cobrado(a) para ser criativo mas tem uma enorme dificuldade em lidar com essa cobrança, ou se cria mas tem vergonha de mostrar o que faz por medo das críticas, ou é um profissional que trabalha criativamente mas muitas vezes empaca ou perde a mão etc, saiba que muitas dessas dificuldades derivam da sua formação de base, da relação com os outros e da percepção sobre você mesmo(a).

O workshop “O artista que você é e a arte que você faz”, criado e ministrado pela artista visual e educadora Carolina Paz, é um tratamento intensivo de três dias onde você acessará outras lentes e instrumentos que permitirão você iniciar, recuperar ou amadurecer sua capacidade criativa.

Mais do que conceitos, que estão presentes e são importantes mas não nos levam muito além de um processo exclusivamente racional e analítico, teremos muitas e profundas atividades práticas e é com base nelas que todos serão provocados e estimulados a não só operar racionalmente mas partir para ação usando todas suas inteligências de forma crítica e problematizadora. Sendo “crítica e problematizadora” no sentido de uma vivência consciente, presente, lúcida e aberta e não limitadora e controladora. .

PROGRAMA

Sexta-feira (das 9 às 22 horas)

Manhã – início 9 horas
. O artista que você é e a arte que você faz: uma breve apresentação do workshop
. A escrita manual: escrever, anotar, desenhar, esboçar é fundamental
. Prática

Intervalo de uma hora de almoço

Tarde – início 14 horas
. Autoconhecimento: o eu e o ego
. Vivendo o presente: ser, estar e silenciar
. Prática

Intervalo para lanche ou jantar

Noite – início 19 horas
. O que é o processo criativo e o que esperar dele
. Trocas e tira-dúvidas
. Explicação para a primeira prática do dia seguinte (ao ar livre)

Sábado (das 9 às 22 horas)

Manhã – início 9 horas
. Início das atividades no Parque da Água Branca: manhã de descobertas e criação
. Prática

Intervalo de uma hora de almoço

Tarde – início 14 horas
. Discussão sobre a atividade da manhã
. O processo criativo: comportamento, preparo e a busca por problemas
. Prática

Intervalo para lanche ou jantar

Noite – início 19 horas
. O processo criativo: interesses, pesquisa, aprofundamento
. Prática

Domingo (das 9 às 18 horas)

Manhã – início 9 horas
. O processo criativo: estímulos para “descongelar”, desenvolvimento de um problema
. Prática

Intervalo de uma hora de almoço

Tarde – início 14 horas
. Prática final no Parque da Água Branca
. Debate e comprometimento com os próximos passos

OBS: caso chova, as atividades no Parque da Água Branca, serão transferidas para um lugar fechado (a escolha deste será debatida no grupo).

INFORMAÇÕES

Carga horária total: 35 horas

Público alvo: artistas e interessados em processo criativo

Pré-requisitos: desejar iniciar, recuperar ou aprofundar sua atividade de criação

Material necessário: caderno, lápis ou caneta ou tintas etc (traga ou comece seu diário, livro de artista ou sketchbook para usar durante todo o workshop)

Venha com roupas confortáveis.

INVESTIMENTO

À vista R$ 660,00 (15% de desconto para pagamentos à vista até 11/11) através de depósito bancário.
OU
Em até 4 vezes de R$165,00 sem juros no cartão de crédito (clique aqui).

Posted by Patricia Canetti at 10:49 AM