Página inicial

Salões & Prêmios

 


agosto 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
dezembro 2016
novembro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
maio 2016
abril 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

agosto 31, 2009

4º Espaço Expositivo Beco da Arte - Inscrições e informações para o artista

O 4º Espaço Expositivo é a continuação de uma atividade desenvolvida pelo Beco da Arte. Pretendem renovar os modelos de seleção das edições anteriores, e a curadoria passará a ser feita pelo público visitante da mostra. Dividida em quatro etapas, o intuito, dessa vez, é discutir e repensar coletivamente o próprio modelo de seleção do Beco da Arte, de forma a refletir este processo em salões de arte espalhados pelo país.

A primeira etapa, ‘Arrumando o Quarto’, pretende iniciar a discussão dos processos seletivos, e contará com a presença de experientes curadores nos debates. Em ‘Projetos para o Quarto’ todos os projetos inscritos ficarão expostos, sendo submetidos à votação do público. No ‘Quarto no Beco’, os projetos mais votados serão expostos no porão. A última etapa, denominada ‘Encontros no Quarto’, consiste em encontros com artistas para falarem sobre sua produção.

A seleção para a exposição 'Projetos Para o Quarto' acontecerá durante a etapa denominada 'Arrumando o Quarto'. Para isso acontecerão encontros com alguns dos curadores que participam de comissões de seleção dos mais importantes salões de arte do Brasil.
A seleção para a exposição 'Quarto no Beco' será realizada a partir da votação dos visitantes durante a exposição Projetos para o Quarto.

Inscrições até 09 de outubro. O evento 'Projetos para o Quarto' acontece entre 23 e 25 de outubro de 2009 e 'Quarto no Beco' entre 04 e 20 de dezembro.

Beco da Arte
Rua Major Maragliano 47, Vila Mariana, São Paulo - SP
CEP: 04017-030
quartonobeco.wordpress.com/
ficha de inscrição
segunda à sexta, 10-12h (exceto feriados) ou postadas via correio (recomenda-se uso de SEDEX para os últimos dias de inscrição), sendo observada da postagem.

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHO PARA SELECIONADOS:
nenhum

GANHO PARA INSCRITOS:
nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS
INSCRIÇÃO:
- A inscrição apenas será aceita e validada mediante o preenchimento correto da ficha de inscrição com a própria assinatura do inscrito, serão aceitos dossiês somente no formato A4.
- O dossiê deverá conter: ficha de inscrição, devidamente preenchida; fotos em cor da obra (no tamanho de 13cm X 18cm), coladas em papel branco tamanho A4.
- Os projetos enviados não serão devolvidos, e se tornarão parte do acervo do Beco da Arte.

Edital
1.Realização
1.1- O 4° Espaço Expositivo Beco da Arte é uma nova proposta de exposição e seleção.
1.2- Acontecerão duas exposições: Projetos para o Quarto (23 à 25/10), corresponde aos projetos inscritos conforme edital, a fim do público votar nos projetos que serão exibidos na exposição Quarto no Beco que contará com as obras finais (04 até 20/12).

2. Inscrição
2.1- Poderão inscrever-se artistas nas modalidades: desenho, pintura, gravura, objeto, escultura, instalação, vídeo, site-specific, performance e fotografia.
2.2- Inscrição de 22/08 à 09/10 de 2009. A inscrição poderá ser entregue pessoalmente no Beco da Arte na Rua Major Maragliano, nº47, Vila Mariana, São Paulo, SP, CEP: 04017-030 de segunda à sexta das 10h às 12h (exceto feriados), ou postadas via correio (recomenda-se uso de SEDEX para os últimos dias de inscrição), sendo observada a data final de postagem até 20/09 de 2009.
2.2.1- Não serão aceitos inscrições via internet.
2.3- A inscrição apenas será aceita e validada mediante o preenchimento correto da ficha de inscrição com a própria assinatura do inscrito, serão aceitos dossiês somente no formato A4. Cada artista ou coletivo poderá se inscrever apenas com um trabalho.
2.3.1- Quando se tratar de coletivo, os artistas deverão nomear um representante responsável.
2.4- O dossiê deverá conter: ficha de inscrição, devidamente preenchida; fotos em cor da obra (no tamanho de 13cm X 18cm), coladas em papel branco tamanho A4, contendo na parte frontal da folha apenas: dimensões da obra, título, materiais utilizados e ano de execução. O nome do
artista ou coletivo deverá constar SOMENTE na ficha de inscrição.
2.4.1- Ao se inscrever deve-se especificar o local onde a obra será exposta na planta baixa do espaço do Beco da Arte, em anexo a ficha de inscrição.
2.4.1.1- O projeto enviado será exposto no mesmo local que o indicado para a obra.
2.4.2- Para as modalidades instalação, site specific e performance as inscrições somente serão validadas mediante envio de memorial descritivo de no maximo 1 (uma) página digitada em tipo e tamanho legível.
2.4.2.1- Nos projetos de instalação deverá conter: foto de simulação e se julgar necessario projeto desenhado (perspectivas e vistas ortogonais). A instalação deverá respeitar as medidas máximas 2m x 2m x 2m.
2.4.2.2- Nos projetos de performance deverá conter: memorial descritivo e 2 (duas) fotos seguindo o item 2.4.
2.4.3- Nos projetos de vídeo deverá conter: sinopse e vídeo em DVD de apenas 1 (um) minuto corrido do video original.
2.4.4- As modalidades desenho, pintura, gravura e fotografia deverão respeitar a medida máxima de 2m x 2m.
2.4.5- As modalidades objeto e escultura deverão respeitar a medida máxima de 1m x 1m x 1m.
2.5- Não serão aceitos trabalhos que utilizem material perecível e que danifiquem o espaço.
2.6- Não serão aceitos trabalhos que prejudiquem a vizualização de outras obras e a circulação pelo espaço.
2.6- Fica sob responsabilidade do inscrito toda e qualquer informação constada no trabalho
2.7- O Beco da Arte rejeitará as inscrições que não estejam de acordo com os termos deste, cuja inscrição implica na automática e plena concordância com as normas nele estabelecidas.
2.8- Os projetos enviados não serão devolvidos, e se tornarão parte do acervo do Beco da Arte.

3. Seleção
3.1- Divulgação dos projetos válidos para a exposição Projetos para o Quarto será realizada em 04/10 no site www.quartonobeco.wordpress.com.
3.2- A seleção da exposição Quarto no Beco será realizada a partir da votação dos visitantes na exposição Projetos para o Quarto (23 à 25/10).
3.3- Após ser selecionado para a exposição Quarto no Beco, o artista deverá enviar as obras para Rua Major Maragliano, nº47 Vila Mariana, São Paulo, SP, CEP: 04017-030. No periodo de 10/11 até 20/11 de segunda a sexta das 10h as 18h e aos sábados das 10h as 14h.
3.3.1- As obras recebidas fora do período definido para recebimento das mesmas não serão aceitas.
3.4- Os artistas selecionados serão notificados através de comunicado no site e por e-mail.
3.5- Apenas nas modalidades de vídeo e performance terão área restrita.
3.5.1- Serão selecionados apenas quatro vídeos, que serão exibidos na sala 4 (vide planta baixa).
3.5.2- As performances serão selecionadas respeitando uma soma de quatro horas com base nas mais votadas, sendo estas apresentadas no dia 19/12, no garagem (vide planta baixa e fotos no site).

4. Deveres
4.1- Cabe ao artista selecionado fornecer todos os materiais necessários e orientações para a montagem das obras, em todas as modalidades.
4.2- Ao assinarem a ficha de inscrição os artistas selecionados autorizam a utilização da imagem de seus projetos na produção do catálogo do 4° Espaço Expositivo e a exposição de seus projetos na exposição Projetos para o Quarto, além de qualquer outro tipo de mídia relacionada
ao Beco da Arte.
4.3- Cabe aos participantes assumir com as despesas de envio das obras, embaladas e em perfeitas condições.
4.3.1- O Beco da Arte não se responsabilizará por quaisquer danos ou extravios causados as obras no
transporte.
4.4- Após o termino da exposição os artistas deverão retirar as obras pessoalmente na Rua Major Maragliano n°47 do dia 18/01 à 23/01 de 2010 de segunda a sexta das 10h
às 18h e aos sábados das 10h as 14h.
4.4.1- Se a retirada não for realizada pessoalmente, fica a cargo do artista qualquer tipo de devolutiva do trabalho.
4.4.2- Os trabalhos que não forem retirados na data estipulada se tornarão parte do acervo do Beco da Arte.
4.5- O Beco da Arte fica responsável pela produção, divulgação e preparação das exposições vigentes do evento.

5. Exposição
5.1- As exposições ocorrerão em duas datas, Projetos para o Quarto nos dias 23, 24 e 25/10/2009 e Quarto no Beco de 04/12 até 20/12/2009.
5.2- Nenhuma das obras selecionadas para a mostra poderá ser retirada antes do término da mesma.

6. Disposições Gerais
6.1- Na exposição Projetos para o Quarto, os projetos expostos não contarão com o nome de seus autores, com intenção de não influenciar na votação dos visitantes.
6.2- Todos os artistas selecionados receberão certificado de participação.
6.3- Os casos não previstos no presente regulamento serão resolvidos pela organização do Beco da Arte.

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 4:45 PM

agosto 27, 2009

8º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia divulga indicados

Comissão de seleção: Mabuse, Marcus Bastos e Yara Guasque.

Júri de premiação: Claudia Giannetti, Fernanda Takai, Moacir dos Anjos, Ricardo Oliveros e Ronaldo Lemos.

A comissão de seleção do 8º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia anuncia os 34 artistas indicados aos prêmios de 2009.

O resultado final será anunciado no próximo dia 17 de setembro.

Indicados na Categoria Início de Carreira:
Anaisa Franco
Bruno Vianna
Claudio Bueno
Desvio
Dudu Tsuda
Fernando Rabelo
Gabriel Menotti
Jarbas Jácome
Mariana Manhães
Media Sana
Michelle Agnes e Cristiano Rosa
Phila 7
Projeto Marginalia
Ricardo de Oliveira Nascimento

Indicados na Categoria Meio de Carreira:
Anna Barros
Arthur Omar
Camila Sposati
dmtr.org
Fernando Velázquez
Gisela Motta e Leandro Lima
Lucas Bambozzi
Lucia Koch
Lucio Agra
Luisa Paraguai
M. Takara
Martha Gabriel
Raimo Benedetti
Raquel Kogan
Rejane Cantoni
Ricardo Carioba
Roberto Cabot
Rodrigo Matheus
Tânia Fraga
VJ Alexis

Indicados ao prêmio Hors Concours:
Carlos Fadon Vicente
Giorgio Moscati
Guto Lacaz

Posted by Marília Sales at 4:16 PM | Comentários(2)

agosto 26, 2009

Seleção para Projeto Cultural – Edital de Convocação 2009 de fomento à cultura FUNDARPE

Funcultura 2009 será dividido em três etapas. A primeira conta com um montante de R$ 15 milhões.
A segunda será dedicada ao Audiovisual e a última a Projetos Consolidados no Estado.

Inscrições 25 de agosto a 09 de outubro de 2009

Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico
do Estado de Pernambuco - FUNDARPE
Diretoria de Gestão do FUNCULTURA
Ref: Inscrição de Projeto Cultural – Edital de Convocação 2009
Rua da Aurora, nº. 463/469, 1º andar
Boa Vista - Recife/PE – CEP 50050-000
Segunda à sexta, 8-13h, ou pelos correios, via sedex, postado até o último dia estabelecido para as inscrições.

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHO PARA SELECIONADOS:
Primeira etapa – A partir de 25 de agosto, quando estão abertas as inscrições para primeira etapa do Funcultura, qualquer pessoa cadastrada no Fundo, residente no estado há pelo menos um ano, poderá concorrer aos recursos que serão distribuídos – segundo critérios estabelecidos em edital – entre as melhores propostas nas áreas de Artes Cênicas; Fotografia; Literatura Música Artes Plásticas, Artes Gráficas e Congêneres; Cultura Popular e Artesanato; Patrimônio; Pesquisas Culturais; Artes Integradas; Formação e Capacitação e Gastronomia. O cadastramento de novos produtores fica aberto até 15 dias antes do encerramento das inscrições que terminam no dia 9 de outubro.

Segunda etapa – Acontecerá até o fim de outubro e diz respeito ao lançamento de um edital direcionado especificamente ao Audiovisual. Para essa ação serão garantidos R$ 6 milhões.

Terceira etapa: Eventos e projetos que já passaram a fazer parte do calendário cultural de Pernambuco terão espaço reservado no Funcultura 2009. Poderão concorrer aos R$ 3 milhões disponíveis para o setor.

GANHO PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS
INSCRIÇÃO:
1. Estar inscrito ou com situação regular no Cadastro de Produtores Culturais do Sistema de Incentivo à Cultura-SIC/PE, residente no estado há pelo menos um ano.

2. Limita-se a 04 (quatro) o número máximo de projetos que podem ser apresentados por produtor

3. O Edital, formulários de inscrição e documentos necessários à inscrição estão disponíveis no site da Fundação (www.fundarpe.pe.gov.br). Os projetos deverão obedecer a linhas de ação específicas, visando atender não só a municípios da Região Metropolitana do Recife, mas cidades de todas as 12 Regiões de Desenvolvimento.

4. Os projetos culturais, bem como a documentação exigida, deverão ser protocolados no período compreendido entre 25 de agosto de 2009 a 09 de outubro de 2009, no horário das 08 às 13 horas, na FUNDARPE, na Diretoria de Gestão do Funcultural - DGF, ou pelos correios, via sedex, postado até o último dia estabelecido para as inscrições.


EDITAL

Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – FUNCULTURA

O Secretário de Educação do Estado de Pernambuco, no uso de suas atribuições e nos termos da Lei nº. 12.310, de 19 de dezembro de 2002, e alterações e do Decreto nº 25.343 de 31 de março de 2003, e alterações, torna público a convocação dos Produtores Culturais inscritos no Cadastro de Produtores Culturais do Sistema de Incentivo à Cultura-SIC/PE, para apresentarem projetos culturais que pleiteiem incentivo ao Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – FUNCULTURA do Sistema de Incentivo à Cultura – SIC, para análise, julgamento e aprovação na 1ª reunião ordinária da Comissão Deliberativa no exercício de 2009, aplicando normas e exigências estabelecidas neste Edital e na Resolução CD 001/2009, que passa a ser parte integrante deste Edital, à disposição dos interessados na sede da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, situada à Rua da Aurora, 463/469, 1º andar, bairro da Boa Vista, Recife/PE - CEP. 50050-000, ou pelo endereço eletrônico www.fundarpe.pe.gov.br .

1. DO OBJETO.

Constitui objeto do presente Edital, a seleção de projetos culturais oriundos da produção independente, nas áreas culturais e linguagens abaixo especificadas, com o objetivo de incentivar as diversas formas de manifestações culturais do Estado de Pernambuco:

I - Artes Cênicas, compreendendo teatro, dança, circo, ópera;
II - Fotografia;
III - Literatura;
IV - Música;
V - Artes Plásticas, Artes Gráficas e congêneres;
VI - Cultura Popular, e Artesanato;
VII - Patrimônio;
VIII - Pesquisa Cultural.
IX - Artes Integradas;
X - Formação e Capacitação;
XI - Gastronomia.


2. DO RECURSO PARA INCENTIVO.

Para a 1ª reunião ordinária da Comissão Deliberativa do FUNCULTURA/SIC do exercício de 2009 serão disponibilizados R$ 15.000.000,00 (quinze milhões de reais).


3. DO PRAZO, FORMA E CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO.

3.1. Os projetos culturais, bem como a documentação exigida, deverão ser protocolados no período compreendido entre 25 de agosto de 2009 a 09 de outubro de 2009, no horário das 08 às 13 horas, na FUNDARPE, na Diretoria de Gestão do Funcultural - DGF, Rua da Aurora, nº 463/469 – 1º andar, Boa Vista, ou pelos correios, via sedex, postado até o último dia estabelecido para as inscrições, dirigido diretamente à Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado de Pernambuco – FUNDARPE, endereçado conforme abaixo:

Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico
do Estado de Pernambuco - FUNDARPE
Diretoria de Gestão do FUNCULTURA
Ref: Inscrição de Projeto Cultural – Edital de Convocação 2009
Rua da Aurora, nº. 463/469, 1º andar
Boa Vista - Recife/PE – CEP 50050-000

3.2. O encaminhamento dos projetos deverá ser efetuado mediante formulário, conforme modelo constante do anexo II do Decreto 25.343/03, preenchidos de acordo com o manual a que se refere o art. 15 do Decreto 25.343, e entregues em 03 (três) vias, numeradas seqüencialmente e devidamente rubricadas, juntamente com o formulário ”Plano Básico de Divulgação”, e outros documentos relacionados neste Edital e na Resoluções CD nº 001/2009.

3.2.1. Outros anexos que comporão e subsidiarão a análise do projeto, só se faz necessário sua juntada na 1ª via do projeto, devendo, também, serem rubricados.

3.3. No ato da inscrição todos os projetos receberão um número de protocolo, que passará a ser, para todos os fins, o nº do projeto.

a) No caso dos projetos entregues pessoalmente, o número do projeto ficará registrado em todas as vias do formulário de inscrição do projeto cultural, inclusive na 3ª via que será devolvida ao produtor;

b) No caso de projeto encaminhado via Correios, a comunicação da inscrição será confirmada pelo envio do número de protocolo, pela FUNDARPE, para o endereço eletrônico do proponente, informado no campo 18, página 01/09, do Formulário para Inscrição de Projeto Cultural (Anexo II do Decreto 25.343/03) enviado, no prazo máximo de 07 (sete) dias;

c) A 3ª via de projetos encaminhados via Correios, ficará disponível para os proponentes, na Secretaria Executiva do Funcultura, que, às suas expensas, poderá recolhê-las.

3.4. Para as ações a serem incentivadas pelo Funcultura, os projetos deverão apresentar previsão da data de término de execução para até um ano após sua data de início indicada.

3.5. Só poderão apresentar projetos os produtores culturais com situação regular no Cadastro de Produtores Culturais.

3.6. Limita-se a 04 (quatro) o número máximo de projetos que podem ser apresentados por produtor.

3.7. Após a entrega pelo produtor e protocolização do projeto na Secretaria Executiva do Funcultura, dar-se-á início ao processo de análise dos projetos culturais, não sendo mais possível a juntada de documentos adicionais, até a publicação oficial dos projetos aprovados pela Comissão Deliberativa.


4. DA DISTRIBUIÇÃO DE RECURSOS.

4.1. A distribuição de recursos será feita em dois módulos distintos:

Módulo I - assegura o fomento a todas as áreas culturais, no valor de R$ 11.000.000,00 (onze milhões de reais), garantindo-se a aprovação de, no mínimo, 01 (um) projeto por cada linha de ação, de cada área cultural;

Módulo II - destina os recursos para cada área cultural, correspondentes a R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais) mais o saldo remanescente resultante da diferença entre o valor total disponibilizado e o somatório dos recursos efetivamente distribuídos no módulo 1, utilizando-se os procedimentos e critérios previstos no inciso II, do Art. 26, do Decreto nº. 31.746, de 02 de maio de 2008.

4.2. Na hipótese de, no Módulo I, inexistir projeto devidamente qualificado para aprovação, em uma ou mais linhas de ação por área cultural, o recurso será remanejado para uma nova distribuição, conforme descriminado no Módulo II.


5. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS.

5.1. Os projetos apresentados deverão obedecer, além da legislação específica do FUNCULTURA, aos limites, prazos, critérios e outras definições constantes da Resolução CD Nº 001/2009 da Comissão Deliberativa do Funcultura, e outros instrumentos legais (portarias da SEFAZ e da Secretaria de Educação sobre o FUNCULTURA, assim como do Manual de Prestação de Contas Financeiras – Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura) emitidos até a data da publicação deste Edital.

5.2. Os projetos culturais serão recebidos e protocolados pela Secretaria Executiva na forma como forem apresentados pelos produtores.

5.3. O carimbo com a numeração atribuída ao projeto e a assinatura do funcionário, colocada pela Secretaria Executiva na 3ª via do projeto, registra simplesmente que as duas outras vias foram entregues, sem atestar, contudo a fidelidade, completeza e consistência das informações contidas nas duas vias recebidas.

5.4. Os produtores proponentes são os únicos responsáveis pelos ônus decorrentes da apresentação de projetos incompletos, ausência de folhas, campos não preenchidos, páginas numeradas incorretamente, alterações no formato do formulário padrão, valores ultrapassando os limites permitidos ou nomes e dados discrepantes e inconsistentes.

5.5. As falhas, omissões e inconsistências, que comprometerem a qualidade e o aspecto formal do projeto e/ou dificultarem o processo de análise, poderão constituir motivo para que os mesmos não sejam selecionados, mesmo que atendendo o item 3.2 do presente Edital.

5.6. Independente das razões mencionadas no item 5.5, acima, serão considerados motivos de exclusão de projeto culturais, qualquer um dos abaixo elencados:

a) Formulário para Inscrição de Projeto Cultural (Anexo II do Decreto 25.343/03), inadequado ou incompleto;

b) Não preenchimento ou preenchimento incompleto ou inadequado do campo 21 do Formulário para Inscrição de Projeto Cultural, “Área de Atuação Predominante do Projeto” e “linha de ação” (item B da Resolução CD 001/2009). Exemplo: Literatura – a) Fomento à leitura;

c) Valor pleiteado ao Funcultura, maior que o permitido pela linha de ação, dentro de uma determinada área cultural – (campo 39 - Fonte 006, Campo 74 e Campo 83, Total);

d) Não apresentação de currículos e cartas de anuência em participar do projeto, de todos indicados na equipe principal do projeto, conforme informada no campo 24 do Formulário para Inscrição de Projeto Cultural;

e) Não indicação dos municípios e respectivas Regiões de Desenvolvimento – RD participantes, nos projetos com linhas de ação de circulação e divulgação.

5.7. Todos os documentos encaminhados junto aos projetos que forem aprovados, referentes a este Edital, passarão a fazer parte do acervo do Funcultura para fins de pesquisa e documentação, razão pela qual não serão devolvidos aos produtores.

5.8. Os proponentes poderão retirar as 2ªs vias dos Projetos não aprovados na Diretoria de Gestão do Funcultura, situada à Rua da Aurora, nº. 463/469, 1º andar - Boa Vista - Recife/ PE – CEP 50050-000, até o final do exercício de 2010.

5.8.1. Passado esse prazo, as 2ªs vias dos Projetos não aprovados serão inutilizadas.

5.9. Caberá pedido de reconsideração das decisões da Comissão Deliberativa do Funcultura, no prazo de 05 (cinco) dias, a contar da publicação dos mesmos na imprensa oficial, ou no site da FUNDARPE, conforme disposto no Capítulo VII, artigos 38, 39 e 40, do Regimento Interno da Comissão Deliberativa do Funcultura, disponível no site da Fundarpe (www.fundarpe.pe.gov.br).

5.10. O presente Edital e a Resolução CD nº 001/2009, bem como outros documentos que subsidiarão o preenchimento dos projetos, estarão disponíveis no site da FUNDARPE (www.fundarpe.pe.gov.br).

5.11. A Comissão Deliberativa do FUNCULTURA/ SIC terá previsão de 120 (cento e vinte) dias, contados a partir da data de início do prazo de apresentação de projetos, estabelecido neste Edital, para divulgar os projetos que serão incentivados.

5.12. Os casos omissos porventura existentes ficarão a cargo da Presidência da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco – FUNDARPE.


Posted by Marília Sales at 6:28 PM

agosto 18, 2009

SPA das Artes Recife 2009 divulga Selecionados

Comissão julgadora: Bitú Cassundé, Noé Sérgio e Ricardo Resende

O Spa das Artes Recife 2009, evento realizado pela Prefeitura da Cidade do Recife, por meio de sua Secretaria e Fundação de Cultura, divulga os 14 projetos selecionados às Bolsas de Incentivo. O evento, que este ano acontece entre 13 e 19 de setembro, tem dentre seus objetivos fomentar a produção de artes visuais e estimular a formação de público.

A Casa como Convém (Recife - PE).
Ambulante (Belo Horizonte - MG)
Bruno Faria (Belo Horizonte - MG)
Carolina Érika Santos (Salvador - BA)
Clarissa Campello Ramos (Vitória - ES)
Coletivo Filé de Peixe (Rio de Janeiro - RJ)
Cris Soares (Fortaleza - CE)
Diego de Santos (Caucaia - CE)
Júlio Leite (Campina Grande - PB)
Katalina Leão (Recife - PE)
Maíra Ortins (Fortaleza - CE)
Paulo Miyada (São Paulo - SP)
Vânia Sommermeyer (Novo Amburgo - RS)
Wonder Wallace (Recife - PE)

Sobre os projetos aprovados

A Casa como Convém (Recife - PE).

A casa como convém, espaço de morada e trocas desde 2007, acolhe e reúne artistas. Cristiano Lenhardt, Silvan Kalin e Jonathas de Andrade Compartilham idéias e reflexões nesse ambiente. O projeto Volume Base surge dessas contaminações nutritivas.

Título do Projeto: Volume Base

Projeto de escultura em espaço de praça, usando como modelo/molde/matriz uma tenda de venda de panelas e formas de bolo. Dar existência a uma fabriqueta que funcionará como loja e também como escultura. Em frente ao mercado de São José operando como trabalhadores do local, usando os materiais disponíveis neste ambiente que nos alojamos, daremos inicio a produção de formas múltiplas. Essas peças geram um volume que estruturado e combinado criam uma noção de escultura que escoa na venda individual das formas.

Ambulante (Belo Horizonte - MG)

Ambulante é composto por Breno Silva e Louise Ganz, ambos artistas e arquitetos, que trabalham desde 2002 com arte, arquitetura, ações de ocupação urbana, vídeos e edição de publicações.

Título do Projeto: Calorosa Galeria

Trata-se da inauguração de nossa Galeria Ambulante. Louise Ganz e Breno Silva são sócios na galeria, que percorrerá diversas instâncias do sistema das artes. A galeria não possui sede, é apenas uma placa luminosa que se acopla a situações existentes como feiras de arte, centros culturais, galerias, comércios, vitrines, residências e outros espaços urbanos, a fim de dar visibilidade, divulgar, comercializar, expor temporariamente e inserir em um dos vários circuitos das artes o trabalho de artistas. Em Recife, pretendemos investigar ainda a situação para o acoplamento.

Bruno Faria (Belo Horizonte - MG)

Nascido em Recife – PE o artista atua em diferentes mídias e suportes como desenho, escultura, vídeo, performance e intervenções. Para cada projeto a mídia que ele usa é escolhida de acordo com as especificidades do trabalho. Seus trabalhos refletem sobre o espaço que o homem habita e suas relações com a paisagem e o cotidiano.

Título do projeto: Veneza Brasileira

Veneza Brasileira é uma performance que tem como objetivo questionar e refletir, a partir de uma posição crítica, as intervenções e alterações que o homem realiza na paisagem natural, na construção de um espaço urbano pelo uso da especulação imobiliária. O título do projeto “Veneza Brasileira” pretende retomar esse bordão, que associa a capital pernambucana com a cidade italiana Veneza, slogan esse que trata de um grande apelo turístico pela sua comparação a uma cidade européia na qual, diferentemente do Recife, existe uma preservação maior da história através da arquitetura.

Carolina Érika Santos (Salvador - BA)

Arquiteta de formação, apreciadora da dança, performer nas horas vagas e mestre pelo Programa de Pós-Graduação de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia e doutoranda pelo programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas também pela UFBA. Pesquisa performances praticadas no espaço público buscando relações entre o corpo e o performer.

Título do Projeto: Na aba do meu chapéu

Um chapéu de palha com 3 metros de raio que perambula pelas ruas do centro da cidade oferecendo carona para quem quiser se proteger do sol. Debaixo desse chapéu qualquer um pode se abrigar e dividir o espaço com performers que terão a função de sustentar a malha de palha que será tecida especialmente para o evento.

Clarissa Campello Ramos (Vitória - ES)

Integrante da dupla Lady Campello, teve seu projeto selecionado no edital “Interferências Urbanas – prêmio 2008 – Rio de Janeiro”. Foi mapeada pelo Programa Rumos Itaú Cultural das Artes Visuais 2001/2003. Atualmente faz doutorado em Linguagens Visuais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e está entre os 20 selecionados do concurso Olheiro de arte.

Título do projeto: Ainda sem título

Realizar intervenção com tinta óleo em grande formato diretamente sobre o espaço urbano da cidade, com temática relacionada à história e vida de seus habitantes.

Coletivo Filé de Peixe (Rio de Janeiro - RJ)

Formado pelos artistas Alex Topini, Felipe Cataldo e Fernanda Antoun, o Coletivo Filé de Peixe há três anos realiza projetos de intervenção urbana e ocupação de espaços artísticos não convencionais. O Filé de Peixe se destacou por realizar, inúmeras vezes nesse período, intervenções de natureza efêmera, com base no audiovisual, caracterizadas pela ocupação compulsória do espaço público, agregando ao ar livre artistas, moradores de bairro, transeuntes em geral intervindo no trânsito normal, na dinâmica cotidiana dos lugares e das pessoas. As ações realizadas pelo coletivo Filé de Peixe primam pelo hibridismo, pelas ações performáticas, poéticas e sonoras, favorecendo a expressão conjugada de diversas linguagens, proporcionando a outros artistas e grupos um momento de experimentação radical, a ser vivenciado como fase construtiva para desenvolvimento dos seus trabalhos artísticos. Além de mais de trinta ações de intervenção e ocupação de espaços artísticos não convencionais, podemos destacar como as principais incursões do coletivo Filé de Peixe: Parágrafo Zero/ Museu Maré (RJ), Desvenda – Feira de Arte Contemporânea (POA) e Viradão Carioca (RJ), em 2009. MaC Filé, ocupação artística no pátio do MAC de Niterói, em 2008. Centro de Experimentação Poética (CEP20.000)/Sérgio Porto (RJ), em 2007. E o Rede Ocupação em Sta Teresa (RJ), em 2006.

Título do projeto: Piratão

Piratear videoartes: esta é a proposta do coletivo Filé de Peixe com o projeto PIRATÃO, uma prática artística que investiga e simula a economia informal e pirata como situação para inserção, visibilidade, acesso e circulação a trabalhos de videoarte. A ação desdobra-se a partir da comercialização de um objeto do coletivo Filé de Peixe denominado ENCARTADO. Francamente inspirados nos dvds piratas comercializados informalmente nos grandes centros urbanos, os ENCARTADOS consistem numa mídia dvd + encarte + carimbo manual + vídeos apropriados.

Cris Soares (Fortaleza - CE)

Cris Soares é artista plástica cearense, mora na cidade de Fortaleza, seus trabalhos permeiam o campo do sensível usando a simplicidade como forma de expressão. Utiliza técnicas e linguagens da arte urbana como Grafite e Lambe-lambes.

Título do trabalho: Inventário

Percorrendo o universo íntimo, a intervenção está na forma de cartazes ou lambe-lambes, como comumente é conhecido este meio de comunicação direta com as pessoas que transitam nos desdobramentos da cidade. Constitui-se de 100 lambe-lambes, feitos de classificados de jornais, distribuídos em diversos pontos da cidade. Numa espécie de coleção estão catalogados corações.

Diego de Santos (Caucaia - CE)

Diego de Santos é graduando em Artes Visuais pelo IFCE. Realiza desenhos que se desdobram em instalações e intervenções utilizando papel sulfite, grafite e caneta esferográfica. Em 2004 atuou como arte educador do Memorial da Cultura Cearense e do MAC – CE. Atualmente é arte educador do Sobrado Dr. José Lourenço. Em 2008 realizou a individual Não adianta esfregar os olhos, no MAC-CE e, em 2009, Arranha-Verso, no Centro Cultural Banco do Nordeste. Expôs no 59º Salão de Abril, Adesgraçadalebre, no Alpendre, no projeto Zeitlup! Brasil/Alemanha e Hiperzoom, no Museu da Estação Antonia, PR.

Título do projeto: Não adianta esfregar os olhos

Criaturas com características familiares ao nosso cotidiano constituíram a série de desenhos Não adianta esfregar os olhos, que resultou em uma exposição homônima em 2008. A técnica com grafite e caneta esferográfica sobre papel desgasta ondula a superfície, gerando movimento nas figuras e concedendo vidas a elas. Com essa idéia, os seres saem do espaço expositivo e invadem o urbano em imagens reproduzidas e em maior dimensão. No final do SPA, as criaturas serão distribuídas ao público em geral, dando continuidade ao percurso delas.

Júlio Leite (Campina Grande - PB)

Estudou na escolinha de artes do Recife e no Museu de Arte Contemporânea de Pernambuco nos anos de 1987 e 1989. Em 2000 concluiu o curso de Comunicação Social, habilitação em jornalismo impresso. Entre 2004 e 2005 foi professor substituto do Departamento de Artes da Universidade Federal de Campina Grande. Participou de várias exposições no Brasil e no exterior, entre elas o Salão de Artes Contemporânea de Pernambuco, Salão Arte Pará, Projeto Prima Obra (Funarte / Brasília), Temporada de Exposições do Museu de Arte de Ribeirão Preto, Projeto Artista Invasor (Centro Cultural Dragão do Mar), Projeto Artes Visuais (Funarte / Brasília), além da X Bienal de Havana e da V Bienal do Vento Sul, na cidade de Curitiba. Criou em 2004 o site specific Galeria Cilindro, na cidade de Campina Grande, onde mantém mostras e intervenções com vários artistas da arte contemporânea brasileira. Vive e trabalha em Campina Grande.

Título do Projeto: CROMA

CROMA é uma obra de poesia visual que explora a metolinguistica em relação ao tema proposto. A forma de homenagear o azul, o amarelo o verde, o lilás, o vermelho, é sempre composta por duas cores que são distintas das que são representadas no enunciado.

Katalina Leão (Recife - PE)

Katalina Leão participou de uma das Exposições Coletivas Descentralizadas do SPA das Artes 2008 junto com Aslan Cabral, Ana Lu e Fabinho; da coletiva 2 x 1 (Dois Contra Um), com Carlos Melo, Fábio Santana, no Sesc Casa Amarela (Recife); da Exposição Limite Voraz, na Galeira Highlander, com Paulo Bruscky e Maurício Castro, dentre outras.

Título do Projeto: Desvio para o Branco/ Ação 1 – Guerrilha

A intervenção Desvio para o Branco/ Ação 1 – Guerrilha, propõe tratar de questões como a apropriação do espaço público, visando democratizar a utilização dele. Este trabalho é uma extensão ou um desdobramento da pesquisa Desvio para o Branco que busca a reflexão em torno da condição terrena, pressuposto contemporâneo da relação terrena, pressuposto contemporâneo da relação entre o ser humano e o lugar.

Maíra Ortins (Fortaleza - CE)

Possui Graduação em Letras – Licenciatura em Português/ Literatura em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Ceará (2006). Gravadora, escultora, desenhista, nascida em recife (PE), estudou na Escola de Arte do Recife, fez cursos de gravura no Instituto Dragão do Mar. De 2001 a 2003 foi monitora da oficina de gravura do Museu de Aril. Arte da UFC – MAUC. Participou de várias exposições no exterior. Idealiza e faz a curadoria da 1ª e 2ª Bienal Internacional Ceará de Gravura – 2003/2006. Faz curadoria do 58º e 59º Salão Nacional de Arte – Salão de Atualmente é coordenadora de Artes Visuais da Secretaria de Cultura e Fortaleza.

Título do Projeto: Um Eu Todo Encoberto

Reprodução em Fotografia, sobre adesivo leitoso, nas dimensões 2 x 2,50m (dois metros de altura por dois metros e meio de largura), um desenho que faz parte da série intitulada Um Eu Todo Encoberto, para ser fixado em um muro que faça parte do circuito de ocupação do SPA das Artes.

Paulo Miyada (São Paulo - SP)

Paulo Miyada é arquiteto, formado pela FAUUSP, desenvolve trabalhos práticos e teóricos sobre as representações audiovisuais das cidades. Entre 2006 e 2008, realizou pesquisa sobre o grupo de arquitetos ingleses Archigram. Em 2008, desenvolveu o projeto vídeoimagens em movimento, com orientação de Agnaldo Farias. Atualmente é editor assistente da revista Urbania 4, projeto artístico De Graziela Kunsch. Ricardo Miyada, estudante de Audiovisual pela ECAUSP e Escritor. Realiza curta – metragens para a Internet com câmeras de celular.

Título do Projeto: Vídeoimagens em movimento

Vídeoimagens em movimento é uma arte de fazer crônicas da cidade, ou seja, um modelo de armar feito de métodos e táticas de emprego dos mais simples instrumentos e infraestruturas para produzir e distribuir discursos audiovisuais sobre espaços determinados da cidade junto aos usuários/habitantes desses espaços. O projeto começa com uma oficina - obra de prática dessa arte de fazer; para construírem relatos sobre as práticas cotidianas dos espaços abertos da cidade. Através da interlocução – mediada por câmeras de celular – com os discursos de seus usuários. O trabalho se conclui com a circulação dos vídeos produzidos pelos espaços virtuais e reais da cidade.

Vânia Sommermeyer (Novo Amburgo - RS)

Natural de Estância Velha, RS. – reside em Novo Amburgo, RS. Formação em Educação Atística/ Feevale. Mestre em Poéticas Visuais. UFRGS, 2009. Participações nos salões da Bahia e Belém (2004), no mapeamento das Artes Visuais do RS, 2005; Rumos ao Itaú Cultural(SP,RJ,Belém),2006 Paço Municipal. Poa. RS, 2005. Pinacoteca Feevale. 2005; Espaço de Montagem. IA/UFRGS (2007); Fundarte. Montenegro, (2008); Pinacoteca Barão de Santo Ângelo. UFRGS, 2009 entre outras.

Título do Projeto: Membranas do Mundo: ressonâncias visuais

A proposta de intervenção urbana: MEMBRANAS DO MUNDO: ressonâncias visuais pretende utilizar pequenas sobras de tecidos de confecções de roupas em colagens dispostas em fachadas. Este material faz parte da trajetória da artista, que inicialmente viu o seu traçado estranho a base para a construção de peças tridimensionais em madeira e tecido. Depois passa a utilizar os recortes colados diretamente sobre superfícies, onde é exemplo, a recente colagem de 2009, disposta numa parede de 11 m, em que percebeu-se uma escrita peculiar provocada pelas silhuetas. Deste modo propomos transportar para o ambiente externo esta experiência, onde a noção de membrana tanto se refere ao uso das sobras de tecido como revestimento, como no andamento e operacionalidade do trabalho nas suas diversas formas de apresentação.

Wonder Wallace (Recife - PE)

Artista visual, plástico, cênico, escritor e músico, formado em História (UFPE), natural de Natal – RN, radicado em Recife desde 1971. Realizou diversas performances, geralmente em lugares públicos e abertos e muitas vezes acompanhado do grupo musical Hörnir. Participou de três edições do SPA das Artes (coletivo – 2005/2006; e individual 2007). Participou do Projeto Fora do Eixo (DF) com a intervenção urbana “curso” – 2008. Participou das últimas edições do Projeto Apolo-Hermilo de Dança Contemporânea com ambientes Psicológicos” - 2007, e “Clínica Contemporânea” – 2008. Concluiu o livro de ficção “Personalidade de Plástico” – 2009. Realizou exposição de desenhos/lançamento de CD de música contemporânea – 2009. Recebeu o prêmio de 3º lugar no IX Festival de Vídeo do Recife, categoria Experimental, com “Dança das Teorias Falsas”.

Título do Projeto: Brinde

A performance pretende alterar a rotina dos transeuntes com uma interferência de caráter estético-sugestivo que os estimule a pensar nos valores do Brasil, sobre o que este país tem de bom e de ruim, e especialmente refletir sobre as causas e consequencias da violência social; intervir terapeuticamente na mesmice monótona e agressiva dos cidadãos enquanto usuários de vias públicas, proporcionar à cidade uma ressignificação dos espaços públicos.

Data da Seleção: 14/08

Total de Inscritos: 89 projetos inscritos (localidades: Recife – 37, Pará – 03, Rio Grande do Sul – 07, São Paulo – 08, Rio de Janeiro – 07, Bahia – 03, Ceará – 06, Minas Gerais – 10, Argentina – 01, Chile – 01, Paraná – 01, Rio Grande do Norte – 01, Paraíba – 03, Espírito Santo – 01).

Total de selecionados: 14 projetos selecionados (localidades: Recife - 03, Bahia – 01, Ceará – 03, Paraíba – 01, Minas Gerais – 01, Rio de Janeiro – 02, Rio Grande do Sul – 01, São Paulo – 02.)


Posted by Cecília Bedê at 4:09 PM

agosto 14, 2009

Seleção de propostas para programação 2010 dos Centros Culturais do Banco do Nordeste

Propostas de exposições individuais e coletivas / IV BNB Agosto de Arte

A programação dos CCBNBs é realizada mediante interação permanente com o público e com a comunidade produtora dos bens e serviços culturais. Desta forma, com o objetivo de sistematizar e democratizar a participação dos agentes culturais, está aberto o edital para recebimento de propostas para definição da programação do ano de 2010, a ser realizada na área de atuação dos CCBNBs de Fortaleza-CE, Cariri e Sousa-PB.

Inscrições de 17 de agosto a 10 de outubro de 2009 (Prorrogação)

Centro Cultural Banco do Nordeste - Fortaleza
Rua Floriano Peixoto 941, Centro, Fortaleza - CE
85-3464-3108
Terça a sábado, 10-20h; 10-18h

Centro Cultural Banco do Nordeste - Cariri
Rua São Pedro 337, Centro, Juazeiro do Norte - CE
88-3512-2855
Terça à sábado, 13-21h

Centro Cultural Banco do Nordeste - Sousa
Rua Cel. José Gomes de Sá 07, Centro, Sousa - PB
83-3522-2980
Terça à sexta, 13-21h; sábado 14-22h

Qualquer pessoa física ou jurídica pode apresentar propostas para as três unidades do CCBNB.

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHO PARA SELECIONADOS:
Propostas de exposições individuais e coletivas:
1. Propostas apresentadas para o corredor-galeria do CCBNB Sousa, até o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais);
2. Propostas apresentadas por artista individual, até o valor de R$ 4.000
3. Propostas apresentadas por coletivos de artistas, até o valor de R$ 12.000
4. Propostas apresentadas por curadores, até o valor de R$ 15.000 incluindo também, textos críticos, designer gráfico e curadoria.

- Equipe de montagem, curadoria (quando se tratar de proposta não apresentada por curador), convite, evento de abertura e divulgação
- Apoio financeiro para produção das obras de arte e cachê do(s) artista(s), de acordo com orçamento

IV BNB Agosto de Arte:
- As ações artísticas propostas para o IV BNB Agosto da Arte, devem possibilitar preferencialmente a participação de artistas das demais regiões brasileiras em interação com os artistas locais e/ou o público em geral, beneficiando o aprendizado e a troca de experiências. O orçamento para a realização de todas as ações artísticas é de R$ 40.000

GANHO PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS
INSCRIÇÃO:
-As inscrições das propostas serão feitas mediante entrega do formulário-proposta, devidamente preenchido com letra legível ou digitado, assinado por responsável pela proposta e acompanhado dos anexos solicitados.

- Edital e formulário-proposta para inscrição estão disponíveis nos Centros Culturais Banco do Nordeste-Fortaleza, Cariri e Sousa, e disponíveis em formato eletrônico na página do Centro Cultural Banco do Nordeste, na internet www.bnb.gov.br/cultura ou pelo e-mail: cultura@bnb.gov.br.

- A entrega do formulário-proposta poderá ser feita, pessoalmente, nos endereços, dias e horários acima especificados.

- As propostas também podem ser enviadas pelos Correios, em envelope lacrado devidamente identificado com o nome e endereço completo do proponente, para o CCBNB-Fortaleza, CCBNB-Cariri ou CCBNB-Sousa (ver modelo abaixo no edital). Devem ser enviadas como correspondência registrada com Aviso de Recebimento – AR. Neste caso, o AR emitido pelos Correios será o comprovante de inscrição no edital. Será considerada a data de postagem do envelope, confirmada pelo carimbo dos Correios, que não poderá ser posterior a 18/09/2009.

EDITAL

1. Apresentação

O Banco do Nordeste atua de forma sintonizada com as diretrizes culturais do Governo Federal, principalmente no que diz respeito aos conceitos de desenvolvimento sustentável e duradouro, moldado também a partir da diversidade cultural e das aspirações mais legítimas do povo brasileiro em seu direito à produção e usufruto dos bens e serviços culturais que lhe diferenciam como um povo singular.

Os Centros Culturais Banco do Nordeste (CCBNBs) são ações concretas da política de desenvolvimento do BNB. O CCBNB-Fortaleza foi inaugurado em 17 de julho de 1998, e tem atuação na área metropolitana da capital cearense; o CCBNB-Cariri, inaugurado em 20 de maio de 2006, está localizado na cidade de Juazeiro do Norte-CE e atua em vários municípios que integram aquela região; e o CCBNB-Sousa, inaugurado em 25 de junho de 2007, tem área de atuação nos municípios que integram a região do Alto Sertão Paraibano. Os CCBNBs já se firmaram no cenário cultural do Nordeste e também do Brasil, como centros formadores de platéias e espaços de difusão e promoção da cultura nordestina e universal, feitos para despertar nos seus visitantes a sensibilidade, a valorização e o interesse pelos bens culturais, além de incentivar o desenvolvimento profissional dos agentes culturais da região.

A estratégia de ação cultural dos CCBNBs tem como objetivo promover a formação de platéias, a divulgação do acervo artístico do BNB, o desenvolvimento profissional dos agentes culturais e a difusão da arte e da cultura regional e universal. Assim, os CCBNBs incentivam a produção artística que seja capaz de garantir a boa sedimentação de tradições, práticas e inovações desenvolvidas pela comunidade artística brasileira, enquanto realiza um trabalho educativo baseado na interação contínua com o público, através da oferta de informações e eventos culturais, dentro de uma programação diária e gratuita, que contribuem para a ampliação da capacidade de percepção e sensibilidade dos freqüentadores, ajudando a promover o exercício da cidadania com a conseqüente conscientização e valorização da nossa cultura.

A programação dos CCBNBs é realizada mediante interação permanente com o público e com a comunidade produtora dos bens e serviços culturais. Desta forma, com o objetivo de sistematizar e democratizar a participação dos agentes culturais, está aberto o edital para recebimento de propostas para definição da programação do ano de 2010, a ser realizada na área de atuação dos CCBNBs de Fortaleza-CE, Cariri e Sousa-PB, em vários segmentos artístico-culturais.

2. Inscrição de Propostas

No período de 17 de agosto a 18 de setembro de 2009, estão abertas as inscrições de propostas para as programações dos CCBNBs Fortaleza-CE, Cariri e Sousa-PB, a serem realizadas durante o ano de 2010.
Qualquer pessoa física ou jurídica pode apresentar propostas para as três unidades do CCBNB.

As inscrições das propostas serão feitas mediante entrega do formulário-proposta, específico para cada uma das áreas acima citadas, devidamente preenchido com letra legível ou digitado, assinado por responsável pela proposta e acompanhado dos anexos solicitados. Material anexo com boa qualidade de visualização e/ou identificado corretamente é fundamental para a eventual seleção do proponente. No caso da opção digital para o anexo, teste-o antes de entregá-lo.

Este edital e todos os modelos de formulários-proposta para inscrição estão disponíveis nos Centros Culturais Banco do Nordeste-Fortaleza, Cariri e Sousa, e em todas as Agências do BNB. Este material também está disponível em formato eletrônico na página do Centro Cultural Banco do Nordeste, na internet (www.bnb.gov.br/cultura).
A entrega do formulário-proposta poderá ser feita, PESSOALMENTE, nos endereços, dias e horários abaixo especificados:

Centro Cultural Banco do Nordeste - Fortaleza
Rua Floriano Peixoto 941, Centro, Fortaleza - CE
85-3464-3108
Terça a sábado, 10-20h; 10-18h

Centro Cultural Banco do Nordeste - Cariri
Rua São Pedro 337, Centro, Juazeiro do Norte - CE
88-3512-2855
Terça à sábado, 13-21h

Centro Cultural Banco do Nordeste - Sousa
Rua Cel. José Gomes de Sá 07, Centro, Sousa - PB
83-3522-2980
Terça à sexta, 13-21h; sábado 14-22h

As propostas também podem ser enviadas pelos Correios, em envelope lacrado devidamente identificado com o nome e endereço completo do proponente, para o CCBNB-Fortaleza, CCBNB-Cariri ou CCBNB-Sousa (ver modelos abaixo). Devem ser enviadas como correspondência registrada com Aviso de Recebimento – AR. Neste caso, o AR emitido pelos Correios será o comprovante de inscrição no edital. Será considerada a data de postagem do envelope, confirmada pelo carimbo dos Correios, que não poderá ser posterior a 18/09/2009. Serão automaticamente excluídos os envelopes com a data da postagem posterior a este prazo, quando não mais serão aceitas inscrições sob nenhum pretexto.

CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE-FORTALEZA
Formulário-Proposta para Programação CCBNB 2010
Rua Floriano Peixoto, 941 – Centro
Fortaleza-CE - CEP 60025-130

CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE-CARIRI
Formulário-Proposta para Programação CCBNB 2010
Rua São Pedro, 337 - Centro
Juazeiro do Norte-CE – CEP 63010-010

CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE-SOUSA
Formulário-Proposta para Programação CCBNB 2010
Rua Cel. José Gomes de Sá, 07 - Centro
Sousa-PB – CEP 58800-050

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones:
CCBNB - Fortaleza: 85-3464-3108
CCBNB-Cariri: 88-3512-2855
CCBNB-Sousa: 83-3522-2980 ou pelo e-mail: cultura@bnb.gov.br.

3. Resultado da Seleção

O resultado da seleção será divulgado em 20 de novembro de 2009, pela internet, no portal do Banco do Nordeste (www.bnb.gov.br). Oportunamente, os selecionados serão contatados pelos CCBNBs para confirmação do agendamento da realização da proposta na programação mensal.

A Comissão de Seleção será composta por profissionais do BNB de notória competência e experiência em cada área cultural, sendo a mesma indicada e coordenada pelo Ambiente de Gestão da Cultura do BNB. As decisões da Comissão de Seleção serão soberanas, não cabendo qualquer tipo de recurso contra os resultados por ela definidos.

Todo o material encaminhado em anexo às propostas NÃO será devolvido ao proponente. As propostas não selecionadas serão descaracterizadas e eliminadas.

As propostas selecionadas serão prioritariamente incluídas na programação de 2010. Se, por algum motivo, isto não puder acontecer, a proposta já estará selecionada para a programação do ano seguinte.

Os CCBNBs se reservam ao direito de incluir outras propostas em sua programação, que se adequem a temas ou necessidades específicas relacionadas às suas linhas de atuação.

Por ocasião da inclusão da proposta selecionada na programação do(s) Centro(s) Cultural(is), será firmado contrato entre o Banco do Nordeste (BNB) e o responsável pela assinatura do contrato e recebimento do cachê (obrigatoriamente a pessoa física ou jurídica que consta no formulário-proposta), definindo as atribuições de cada uma das partes, as condições de execução e pagamento dos serviços a serem prestados. No contrato constará um item em que os selecionados autorizarão o uso para divulgação de imagens, sons e textos apresentados.

A comprovação de regularidade fiscal do responsável pelo recebimento do cachê nos três níveis (municipal, estadual e federal) poderá ser exigida por ocasião da assinatura do contrato.

O pagamento do cachê será feito obrigatoriamente em nome do titular do contrato, da seguinte forma:
· Pessoa Jurídica – obrigatoriamente mediante crédito em conta corrente
· Pessoa Física – crédito em conta corrente ou emissão de cheque administrativo nominal e cruzado a pessoa física em questão

Todos os selecionados deverão estar disponíveis para coletivas de imprensa, entrevistas individuais e depoimentos para vídeo institucional, site do CCBNB, catálogo, documentário e programas de rádio e TV.

4. Condições para Apresentação das Propostas:

PARA A ÁREA DE ARTES VISUAIS

As propostas para a área de ARTES VISUAIS podem contemplar o evento especial IV BNB Agosto da Arte, a ser realizado em agosto de 2010, e as exposições individuais e coletivas realizadas na programação regular, apresentadas por artistas, coletivos de artistas ou curadores, utilizando os suportes existentes para pintura, escultura, desenho, gravura, performance, instalação, interferência, fotografia, vídeo-arte, intervenção urbana, objeto e arte digital. As exposições devem valorizar a produção das artes brasileiras, privilegiando a diversidade de conceitos e estilos, com ênfase nas reflexões sobre o contexto da atualidade.


PROPOSTAS DE EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS E COLETIVAS

Para propostas de exposições individuais e coletivas na programação regular, os CCBNBs (Fortaleza, Cariri e Sousa) oferecem:

· Equipe de montagem, curadoria (quando se tratar de proposta não apresentada por curador), convite, evento de abertura e divulgação;
· Apoio financeiro para produção das obras de arte e cachê do(s) artista(s), de acordo com orçamento detalhado anexado à proposta, dentro dos seguintes parâmetros:

1. Propostas apresentadas para o corredor-galeria do CCBNB Sousa, até o valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais);
2. Propostas apresentadas por artista individual, até o valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais);
3. Propostas apresentadas por coletivos de artistas, até o valor de R$ 12.000,00 (doze mil reais);
4. Propostas apresentadas por curadores, até o valor de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) incluindo também, textos críticos, designer gráfico e curadoria.

Os proponentes deverão atentar para os espaços de exposição disponíveis em cada Centro Cultural, de acordo com planta baixa constante nos anexos e áreas totais abaixo:

- Fortaleza: 01 (um) espaço de exposição no andar térreo com 197m²;
01 (um) espaço de exposição no 2º. andar com 120m².

- Cariri: 01 (um) espaço de exposição no 4º pavimento com 90m²
01 (um) espaço de exposição no 5º pavimento com 220m².

- Sousa: 01 (um) espaço de exposição no andar térreo com 151m²;
01 (um) espaço de exposição no corredor-galeria com 29m².

Poderão ser utilizados um ou mais espaços de exposição, até o total do espaço disponível em cada Centro Cultural.

IV BNB AGOSTO DA ARTE

As propostas para o evento especial IV BNB Agosto da Arte deverão contemplar ações diversas de artes visuais, mostrando a diversidade e riqueza de expressão da arte contemporânea.

As ações artísticas propostas para o IV BNB Agosto da Arte, devem possibilitar preferencialmente a participação de artistas das demais regiões brasileiras em interação com os artistas locais e/ou o público em geral, beneficiando o aprendizado e a troca de experiências. O orçamento para a realização de todas as ações artísticas é de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais).

As propostas poderão ser parcialmente aceitas e posteriormente ajustadas (inclusive com relação aos custos), através de negociação com os proponentes, permitindo a integração de diferentes eventos.

DISPOSIÇÕES GERAIS

Não serão aceitas propostas que utilizem obras realizadas com materiais perecíveis ou adulteráveis que prejudiquem ou comprometam a integridade física do local e do público. Não serão aceitas propostas de performances ou intervenções urbanas que gerem algum tipo de risco por norma legal à comunidade ou que possam comprometer o patrimônio ou a integridade física das pessoas.

As propostas de intervenção urbana selecionadas que utilizarem outros espaços públicos ou privados, que não disponibilizados neste edital, deverão apresentar os documentos da respectiva autorização.
As exposições selecionadas poderão ter duração de até 90 dias consecutivos, em datas a serem definidas posteriormente, de acordo com as necessidades do(s) CCBNB(s) e observada a disponibilidade dos proponentes.

Dos valores citados acima, serão descontados os impostos previstos em lei. Os CCBNBs não cobrem despesas além das descritas neste edital. O pagamento das despesas será realizado diretamente aos fornecedores dos serviços ou produtos constantes do orçamento apresentado, mediante emissão de recibo e/ou nota fiscal. O cachê deverá ser pago diretamente ao artista ou a pessoa jurídica que seja seu representante legal.

Por ocasião da realização da exposição da proposta selecionada, o plano de execução e montagem das exposições, a adequação do número de obras por artista e/ou coletivo de artistas e sua disposição nos espaços da mostra (galeria e espaços externos), bem como os textos referentes às exposições e às suas obras serão definidos pelas equipes dos Centros Culturais e curadores responsáveis, em conformidade com o artista ou coletivo selecionado.

Os artistas selecionados poderão doar ao(s) CCBNBs uma ou mais obras expostas, mediante a assinatura de um termo de doação, passando esta(s) a fazer parte do acervo do Banco do Nordeste.
Os artistas selecionados deverão autorizar por escrito a reprodução do material – imagem das obras e textos da exposição - destinado à divulgação e promoção da exposição em todo e qualquer veículo de comunicação, incluindo a internet, bem como para elaboração de material educativo utilizado em programas dos CCBNBs.

Propostas de exposições em formato diferente do previsto neste edital serão analisadas e poderão ser aceitas, desde que o limite orçamentário estipulado para a área de ARTES VISUAIS seja respeitado.

Posted by Cecília Bedê at 5:03 PM

agosto 13, 2009

4a edição do Vivo arte.mov - Mostra competitiva - Inscrições e informações para o artista

Pioneiro no gênero no Brasil, o festival está em sua 4a edição. Além da atuação nacional, o Vivo arte.mov relaciona-se com outras mostras no mundo, estabelecendo conexão e interação da arte nas mídias móveis num âmbito internacional. Vencedores de edições anteriores tiveram a oportunidade de participar de festivais internacionais, dando visibilidade mundial aos seus trabalhos.

Inscrições PRORROGADAS até 25 de setembro, evento entre 12 e 15 de novembro de 2009

Vivo arte.mov
Praça Rui Barbosa 104, Belo Horizonte - MG
31-2535-3858 ou festival@artemov.net
http://www.artemov.net/
Patrocínio: Vivo
Realização: Diphusa Mídia Digital e Arte
Produção: Malab Produções

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHO PARA SELECIONADOS:
- Os realizadores das 10 obras finalistas serão convidados a participar da Mostra Competitiva em Belo Horizonte, entre os dias 12 e 15 de novembro de 2009. Se o proponente residir no Brasil e fora de Belo Horizonte/MG, as despesas de viagem e hospedagem serão garantidas pela organização do evento. Será oferecida apenas uma passagem e uma hospedagem por trabalho selecionado.

- Sete (7) trabalhos entre as obras finalistas selecionados pelo júri oficial, receberão o Prêmio especial de um aparelho celular, com capacidades multimídia. Será doado 01 (um) único aparelho celular por cada uma das obras selecionadas, independentemente da quantidade de autores e profissionais envolvidos com cada obra.

PREMIAÇÃO
- Uma comissão de especialistas – júri oficial - selecionará, dentre as 10 (dez) obras finalistas, as 03 (três) melhores (1º, 2º e 3º lugares). Os proponentes que inscreveram as obras vencedoras receberão os seguintes prêmios em dinheiro:

1º Lugar: R$ 10.000
2º Lugar: R$ 5.000
3º Lugar: R$ 3.000

- Haverá ainda duas votações, sendo uma votação online, a ser realizada por qualquer pessoa no site do Festival, entre os dias 2 de outubro a 1º de novembro de 2009, e outra por meio de júri popular, a ser realizada por qualquer pessoa presente in-loco, através de cédulas de votação distribuídas durante as sessões no Festival. O vencedor indicado em cada categoria receberá como prêmio um aparelho celular, com capacidades multimídia.

GANHO PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS
INSCRIÇÃO:
- Para efetuar a inscrição, o interessado deve acessar a ficha online, preencher todos os campos obrigatórios e encaminhar os trabalhos por envio online ou por correio, com preferência pela primeira opção.

- Para envio online: serão aceitos arquivos com menos de 9Mb, resolução de tela mínima de 128 x 96 pixels e máxima de 720 x 480 pixels. Os arquivos podem ser gerados nos formatos 3GP, AVI, MPEG 4, Quicktime, Flash ou Java. A inscrição será feita no site do Festival, através do preenchimento e da aceitação eletrônica da ficha online.

- Para envio pelo correio: serão aceitos trabalhos enviados por meio de Sedex com Aviso de Recebimento (AR), nos formatos MiniDV NTSC ou CD/DVD data (arquivos 3GP, AVI, MPEG 4, Quicktime, Flash ou Java) ou DVD vídeo NTSC. O preenchimento da ficha de inscrição online é obrigatório também para o envio de material pelo correio, que deverá ser acompanhado da ficha e do respectivo número do protocolo eletrônico gerado no ato da inscrição. O candidato deverá imprimir, assinar e enviar esta ficha como comprovante de sua inscrição, juntamente com os materiais, para o seguinte endereço:

Mostra Competitiva Vivo arte.mov
Rua Cristina, 1213 - Santo Antonio
Belo Horizonte, Minas Gerais
CEP 30330-130

- Para formatos em JAVA: Poderão ser aceitos trabalhos interativos enviados por correio ou pelo modo online, que serão avaliados quanto à sua adequação tanto para exibição, quanto para uma eventual exposição.

- Todos os materiais relativos à inscrição efetuada, tais como fitas, CD’s, DVD’s ou fotos devem ser identificados com o número de protocolo eletrônico gerado no momento da inscrição

REGULAMENTO

Mostra Competitiva

1) O Vivo arte.mov é organizado pela Diphusa Mídia Digital e Arte através de curadores e produtores associados, com patrocínio da Vivo.

2) Podem inscrever-se obras audiovisuais brasileiras, com duração de 20 (vinte) segundos a 3 (três) minutos, concluídas no período de janeiro de 2008 a outubro de 2009 e realizadas em quaisquer tipos de mídia ou suporte na captação das imagens. Cada proponente poderá inscrever quantas obras forem de seu interesse, desde que as referidas obras sejam de sua própria autoria.

No caso de diálogos, falas ou textos na tela, deverão estar preferencialmente em português para que os vídeos possam ser exibidos sem necessidade de legendas. Caso contrário, é de responsabilidade do proponente a inclusão de legendas.

3) A relação dos trabalhos selecionados pela comissão de organização do festival será divulgada nos site www.vivo.com.br/artemov até o dia 02 de outubro de 2009. Os trabalhos participarão da Mostra Competitiva Vivo arte.mov, integrante do evento Vivo arte.mov – 4º Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis, que acontecerá no período de 12 a 15 de novembro de 2008, na cidade de Belo Horizonte/MG. Dentre os trabalhos selecionados, serão eleitos pelo júri oficial do Festival até 10 (dez) finalistas, dentre os quais 7 (sete) trabalhos serão escolhidos para receber 01 (um) aparelho celular com recursos audiovisuais. Seus realizadores serão convidados ao evento – conforme especificado no item 6 abaixo - e irão concorrer aos prêmios em dinheiro previstos neste Regulamento.

4) Para efetuar a inscrição, o interessado deve acessar a ficha online, preencher todos os campos obrigatórios e encaminhar os trabalhos conforme orientação descrita no item 5 abaixo.

5) Pode-se optar pelo envio online ou por correio, com preferência pela primeira opção.

Para envio online: serão aceitos arquivos com menos de 9Mb, resolução de tela mínima de 128 x 96 pixels e máxima de 720 x 480 pixels. Os arquivos podem ser gerados nos formatos 3GP, AVI, MPEG 4, Quicktime, Flash ou Java. A inscrição será feita no site do Festival, através do preenchimento e da aceitação eletrônica da ficha online.

Para efeito de avaliação a comissão de seleção não se responsabiliza pelo uso de CODECs que não os mais conhecidos e utilizados. A utilização de códigos diferenciados pode comprometer a visualização da obra não sendo responsabilidade do Vivo arte.mov a solução de incompatibilidades técnicas decorrentes de codificações não usuais.

Para envio pelo correio: serão aceitos trabalhos enviados por meio de Sedex com Aviso de Recebimento (AR), nos formatos MiniDV NTSC ou CD/DVD data (arquivos 3GP, AVI, MPEG 4, Quicktime, Flash ou Java) ou DVD vídeo NTSC. O preenchimento da ficha de inscrição online é obrigatório também para o envio de material pelo correio, que deverá ser acompanhado da ficha e do respectivo número do protocolo eletrônico gerado no ato da inscrição. O candidato deverá imprimir, assinar e enviar esta ficha como comprovante de sua inscrição, juntamente com os materiais, para o seguinte endereço:

Para formatos em JAVA: Poderão ser aceitos trabalhos interativos enviados por correio ou pelo modo online, que serão avaliados quanto à sua adequação tanto para exibição, quanto para uma eventual exposição.

Todos os materiais relativos à inscrição efetuada, tais como fitas, CD’s, DVD’s ou fotos devem ser identificados com o número de protocolo eletrônico gerado no momento da inscrição.

Prazos/deadline:

Online: o envio dos arquivos pelo modo online deverá ser realizado até as 23:00 horas do dia 18 de setembro de 2009.

Correio: os trabalhos e a ficha de inscrição deverão ser postados até o dia 18 de setembro de 2009 para o seguinte endereço:

Mostra Competitiva Vivo arte.mov
Rua Cristina, 1213 - Santo Antonio
Belo Horizonte, Minas Gerais
CEP 30330-130
Tel/fax (31) 2535-3858

Não serão aceitos materiais e inscrições postadas após referida data. Os materiais enviados não serão devolvidos.

Estão previstas formas de acesso aos trabalhos selecionados através de dispositivos móveis, Internet (site da Vivo e no site do Festival) e redes abertas Bluetooth. Os trabalhos que não estiverem nos formatos devidos para esses circuitos serão convertidos pelo Festival Vivo arte.mov sem ônus para o realizador. Para fins de veiculação da mostra nos espaços do evento, os vídeos serão convertidos para DVD levando em consideração a resolução e os tamanhos de tela originais em que foram inscritos. Os realizadores selecionados que queiram enviar um formato com melhor resolução para as sessões de exibição devem entrar em contato com o festival após a divulgação dos selecionados, em 02 de outubro de 2009.

6) Finalistas e Premiação

Os realizadores das 10 obras finalistas serão convidados a participar da Mostra Competitiva Vivo arte.mov em Belo Horizonte, entre os dias 12 e 15 de novembro de 2009. Se o proponente residir no Brasil e fora de Belo Horizonte/MG, as despesas de viagem e hospedagem serão garantidas pela organização do evento. Será oferecida apenas uma passagem e uma hospedagem por trabalho selecionado.

Sete (7) trabalhos entre as obras finalistas selecionados pelo júri oficial, receberão o Prêmio especial de um aparelho celular, com capacidades multimídia. Será doado 01 (um) único aparelho celular por cada uma das obras selecionadas, independentemente da quantidade de autores e profissionais envolvidos com cada obra.

Premiação:

Uma comissão de especialistas – júri oficial - selecionará, dentre as 10 (dez) obras finalistas, as 03 (três) melhores (1º, 2º e 3º lugares). Os proponentes que inscreveram as obras vencedoras receberão os seguintes prêmios em dinheiro: * 1º Lugar: R$ 10.000,00 (dez mil reais) * 2º Lugar: R$ 5.000,00 (cinco mil reais) * 3º Lugar: R$ 3.000,00 (três mil reais)

Haverá ainda duas votações, sendo uma votação online, a ser realizada por qualquer pessoa no site do Festival, entre os dias 2 de outubro a 1º de novembro de 2009, e outra por meio de júri popular, a ser realizada por qualquer pessoa presente in-loco, através de cédulas de votação distribuídas durante as sessões no Festival. O vencedor indicado em cada categoria receberá como prêmio um aparelho celular, com capacidades multimídia.

7) Dos valores dos prêmios mencionados acima poderá ser descontado 30% referente ao Imposto de Renda, conforme legislação brasileira.

8) Não recairão à Organização deste Edital e/ou à Vivo, na qualidade de patrocinadora do projeto, quaisquer responsabilidades pela repartição do valor recebido como prêmio, entre a pessoa que inscreveu uma obra vencedora e terceiros detentores de direitos sobre a mesma.

9) É de responsabilidade única, exclusiva e irrestrita do proponente que inscrever a obra audiovisual na Mostra Competitiva Vivo arte.mov, a observância e regularização de toda e qualquer questão relativa aos direitos autorais, conexos e de imagem envolvidos na obra inscrita, cabendo exclusivamente ao mesmo obter o devido consentimento para utilizar, veicular e disponibilizar – para os fins previstos nos itens 12 e 13 abaixo - a obra audiovisual contendo nome, imagem, obras e interpretações de terceiros, devendo respeitar integralmente a legislação vigente e arcando com o pagamento respectivo, se for o caso.

10) Os créditos completos, com a menção do nome de todos os envolvidos (outros autores/diretores, roteiristas/argumentistas, autor da trilha sonora, animadores, elenco, pessoas retratadas), deverão estar inseridos na própria obra audiovisual inscrita e/ou ser discriminados nos campos correspondentes da ficha de inscrição.

11) O proponente que inscrever uma obra audiovisual na Mostra Competitiva arte.mov exime, desde já, a Organização e a Vivo, na qualidade de patrocinadora do projeto, de quaisquer responsabilidades relativamente aos direitos autorais – patrimoniais e morais -, conexos e de imagem envolvidos na obra audiovisual inscrita.

12) Os proponentes das obras devem acessar o Termo de Autorização, preencher e assinar, autorizando, sem direito a remuneração, que as obras finalistas sejam disponibilizadas, por prazo indeterminado para sua visualização no site do Festival e pelo prazo de 1 (um) ano no site www.vivo.com.br, bem como seu oferecimento para download gratuito em aparelhos celulares de clientes da Vivo, obedecendo-se, nesse caso, as regras normais de uso da rede da operadora. Caberá exclusivamente à Organização e à Vivo, no entanto, decidir quais obras efetivamente serão disponibilizadas nas condições previstas neste item. Para efeito do Prêmio especial de um aparelho celular - destinado às 7 (sete) obras escolhidas pelo júri oficial dentre os 10 finalistas -, a assinatura de referido Termo de Autorização pelos proponentes é condição indispensável para a entrega dos aparelhos celulares e para recebimento das premiações.

13) Além da visualização e download, como citado no item 12 deste Regulamento, os proponentes autorizam que a organização do festival e seu patrocinador façam uso de trechos das obras inscritas desde que seja para exibição sem fins comerciais e pelo período de um ano. Bem como autorizam, por prazo indeterminado, a inclusão de seus trabalhos em mostras e exibições sem fins comercias, afim de divulgação do festival e das obras em si, por parte da organização do festival, assim como seu acesso a estudos e pesquisas acadêmicas.

14) Todos os que se inscreverem e forem selecionados para a Mostra Competitiva Vivo arte.mov, independentemente de figurarem entre os 10 (dez) finalistas, podem optar por disponibilizar seus trabalhos nos termos previstos no item anterior, desde que assinalem o respectivo item da ficha de inscrição e enviem, por correio, ao endereço mencionado no item 5 deste Regulamento, o respectivo Termo de Autorização, devidamente preenchido e assinado. A Organização e a Vivo decidirão quais obras efetivamente serão disponibilizadas.

15) A Mostra Competitiva Vivo arte.mov, bem como as mostras compostas pelos curadores do evento, a partir das obras selecionadas, poderão eventualmente figurar em festivais e outros eventos no Brasil ou no exterior, o que fica autorizado por todos os autores responsáveis pelos trabalhos inscritos. Além disso, também fica autorizada a exibição dos trabalhos inscritos em programas especiais ou jornalísticos de televisão.

16) Os casos omissos desse Regulamento serão decididos pela Organização do Festival.

17) O ato de inscrição implica na concordância automática do proponente com todas as disposições do presente Regulamento.

18) Para mais esclarecimentos, os interessados deverão entrar em contato com a organização da Mostra Competitiva arte.mov, pelo e-mail festival@artemov.net ou pelo telefone (31) 2535-3858.

Belo Horizonte, 29 de junho de 2009

Posted by Cecília Bedê at 5:24 PM

Selecionados do Edital Arte e Patrimônio 2009

Comissão Julgadora: Ana Meira, Armando Sobral, Carlito Carvalhosa, Gloria Ferreira, Guilherme Wisnik, Jacqueline Medeiros, Luíza Mello, Ricardo Resende

Reunida a Comissão Julgadora no dia 06 de agosto, os 10 projetos selecionados são:

2005-510117385-5 - um livro de artista - Rio de Janeiro-RJ
Arte-Espiritualidade - São Paulo-SP
Bordas do Patrimônio: residência Artística em MG - João Maria Gusmão e Pedro Paiva
Caminho das Águas - Vitória/ES e Florianópolis/SC
EntreExtremos - projeto Árvore em Residência Parque Nacional da Serra da Capivara/PI
Futuro do Pretérito - Brasília/DF
Lencóis Esquecidos no Rio Vermelho - Goiás/GO
Pedregulho - Rio de Janeiro/RJ
(Re)Invenção de Uma cidade - Viana/ES
Via Sacra Contemporânea: arte nos muros do Museu de Arte Sacra - Cuiabá/MT

Participaram da reunião, sem direito a voto, os gestores do Edital: Adriana Martins, Afonso Luz, Lauro Cavalcanti, Luíza Mello, Silvia Finguerut

O Edital recebeu 209 projetos de 21 estados brasileiros, tanto das capitais como das cidades do interior. Os estados que mais apresentaram projetos foram: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia.

Confira outras informações

Posted by Cecília Bedê at 3:51 PM

agosto 12, 2009

Temporada de Projetos do Paço das Artes 2010 - Inscrições e informações para o artista

Programa pioneiro de incentivo às produções artísticas emergentes promoverá nove exposições individuais e um projeto de curadoria ao longo do ano de 2010; artistas contemplados que residirem em outros Estados receberão ajuda de custo

A efeméride trouxe como novidade duas mudanças significativas no programa, que passou a ser anual depois de cinco edições bienais e a disponibilizar uma ajuda de custo para artistas e curadores participantes. Além disso, pela primeira vez, está prevista a publicação de um catálogo bilíngue reunindo imagens e textos de todos os projetos apresentados ao longo de 2009.

Em sua 7ª Edição, a Temporada de Projetos 2010 realizará nove exposições individuais em espaço coletivo e um projeto de curadoria, que poderá incluir no máximo sete artistas. Paralelamente, estão previstas no programa mostras de artistas convidados pela instituição.

Inscrições prorrogadas até 9 de outubro de 2009

Os interessados deverão se inscrever pessoalmente ou pelo correio. A ficha de inscrição ficará disponível também no site da instituição.

Paço das Artes
Av da Universidade 1, Cidade Universitária, São Paulo - SP
11-3813-3627 / 3031-0682 ou pacodasartes@pacodasartes.sp.gov.br
www.pacodasartes.sp.gov.br

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHO PARA SELECIONADOS:
- Artistas selecionados - R$ 1300
- Projeto de curadoria selecionado - R$ 3500
- Os contemplados que residirem em outros Estados receberão passagem aérea (território nacional), hospedagem, traslados e ajuda de custo por cinco dias.
- Mesa redonda com o júri
- Coquetel de lançamento da Temporada 2010
- Convite, folder ou catálogo e programação visual a critério da instituição,
- Divulgação por meio de assessoria de imprensa,
- Texto crítico para exposições individuais (no caso de curadoria, o autor do texto será o próprio curador)
- Inclusão dos textos e imagens das mostras no site e livro composto por textos institucionais, imagens e verbetes, que inclui todas as mostras ocorridas.

GANHO PARA INSCRITOS: nenhum

REGULAMENTO

1. Inscrição/Regulamento

Apresentação

O Paço das Artes, órgão da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, abre inscrições para sua Temporada de Projetos 2010, abrangendo as manifestações artísticas contemporâneas em sua diversidade – pintura, gravura, desenho, escultura, objeto, instalação, fotografia, videoarte, vídeo instalação, performance, happening, arte on-line, ciberarte, Software Art, multimídia, novas mídias (eletrônicas e digitais), bem como propostas curatoriais.

O período de inscrição é de 10 de agosto a 11 de setembro de 2009

Os projetos, acompanhados de ficha de inscrição devidamente preenchida, deverão ser enviados por correio ou entregues pessoalmente na portaria do Paço das Artes até o dia 11 de setembro de 2009. No caso de inscrições realizadas diretamente no Paço das Artes, estas poderão ser feitas de segunda a sexta-feira, no período das 14h às 18h. No caso de inscrições enviadas pelo correio, considera-se a data de postagem.

O Paço das Artes não se responsabiliza por eventuais envelopes extraviados pelos correios.

Não serão aceitas inscrições de artistas que participaram das edições da Temporada de Projetos dos biênios de 2007/2008, nem da edição de 2009.

Não poderão inscrever-se membros da comissão organizadora, do júri de seleção e funcionários do Paço das Artes e MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo, além de membros do Conselho de Administração e seus parentes de até 3º grau.

O Paço das Artes não se compromete a devolver os projetos não aceitos, que permanecerão à disposição dos inscritos pelo período de três meses após a seleção.

Aqueles que desejarem ter seus projetos devolvidos pelo correio devem incluir envelope devidamente selado e com as informações do destinatário. Findo este prazo, o Paço das Artes dará aos mesmos o encaminhamento conveniente à Instituição.

Os projetos apresentados deverão ser de caráter contemporâneo, inéditos e exclusivos para a Temporada de Projetos.

OS PROJETOS PARA EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS E PARA CURADORIA DEVERÃO CONTER:

* Memorial descritivo com 1 lauda (1.400 caracteres com espaço)
* Um texto explicativo da proposta
* Currículo sucinto do artista/curador
* Material fotográfico em cores em papel ou CD identificados. Não serão consideradas imagens em slides
* Orçamento detalhado do projeto, incluindo especificações dos materiais necessários e relação dos equipamentos que serão utilizados para a montagem
* No caso de projetos em vídeo ou de performance, serão aceitos somente DVDs editados com tempo máximo de duração de 5 minutos ou demo

Observações:

* O projeto e a apresentação não deverão exceder o formato A4 (21 x 29,7 cm)
* Cabe à instituição analisar se o orçamento apresentado é viável. A produção, em consonância com a diretoria, poderá propor ao artista alterações orçamentárias sujeitas ao consenso entre ambas as partes
* O projeto de curadoria poderá incluir no máximo 7 (sete) artistas.

O material especificado deve estar contido em envelope A4 ou embalagem apropriada de mesmo tamanho, com o nome do artista, dirigido a:

Paço das Artes / Produção
Temporada de Projetos 2010
Av. da Universidade, 1 – Cidade Universitária
São Paulo-SP – CEP 05508-040

PRÊMIO

Os projetos selecionados para exposição receberão o valor de R$ 1.300,00 (um mil e trezentos reais) a título de Prêmio de Participação para Exposição.

O projeto de curadoria selecionado receberá o valor de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) a título de Prêmio de Participação para Curadoria

Os artistas selecionados, bem como o artista/crítico selecionado com o projeto de curadoria que residirem em outros Estados serão contemplados com passagem aérea (território nacional), hospedagem, traslados e ajuda de custo por 5 (cinco) dias.

Observações:

* Os artistas participantes da curadoria receberão a quantia de 1.300,00 (um mil e trezentos reais) a título de Prêmio de Participação para Exposição
* Não estão previstos custos com os artistas participantes da curadoria (passagem aérea, hospedagem, traslados), bem como custos com confecção e produção de obras participantes dos mesmos
* Casos omissos em relação ao projeto de curadoria serão analisados pelo júri e direção para verificação

O PAÇO DAS ARTES OFERECE:

* Para projetos individuais espaço expositivo de até 80 m2

* Para projeto de curadoria espaço expositivo de até 200 m2

* Proposta museográfica da mostra que será definida por arquiteto contratado pelo Paço das Artes, em diálogo com os artistas e críticos

* Mesa redonda formada pelo júri e artistas selecionados com coquetel de lançamento da Temporada 2010

* Convite, folder e/ou catálogo e programação visual (definido a critério da instituição), coquetel de abertura e divulgação por meio de assessoria de imprensa

* Texto crítico para exposições individuais. No caso de curadoria o autor do texto será o próprio curador

* Inclusão dos textos e imagens das mostras no site

* Ao final de cada ano será editado um livro incluindo todas as mostras ocorridas. O livro será composto por textos institucionais, imagens, textos e verbetes críticos

* Caso o artista consiga um apoio institucional, o Paço das Artes oferecerá inserção do logo no espaço expositivo, peças gráficas, banner externo e site

* A cada exposição o Paço das Artes promoverá, “Conversa com o Artista” e, no caso da exposição curada, a “Conversa” se dará com o curador, junto ao Setor Educativo do Paço das Artes, o que poderá ocorrer, também, no dia da abertura

Observações:

* O espaço expositivo destinado a cada projeto selecionado poderá sofrer alterações para adequar-se ao programa de exposições da Instituição

* A escolha dos autores dos textos críticos, textos institucionais e verbetes críticos ficam a critério da Instituição
* O artista se compromete a entregar material (projeto, memorial, verbetes, imagens) para que o crítico realize o texto do catálogo em tempo hábil de entrada na gráfica
* O conteúdo e formato do convite, folder e/ou catálogo fica a critério da Instituição. Qualquer material impresso específico deverá constar no projeto e orçamento

SELEÇÃO

A seleção será realizada por uma comissão composta por até 7 (sete) críticos entre renomados e críticos jovens, convidados pela Instituição.

MOSTRAS

* As mostras dos artistas selecionados serão organizadas de acordo com programação, cronograma e orçamento definido pelo Paço das Artes no decorrer do ano de 2010
* Os artistas realizarão exposições individuais em espaço coletivo

Aos artistas selecionados caberão as seguintes obrigações

- A assinatura de contrato com o Paço das Artes é obrigatória, implicando em cancelamento da exposição caso não ocorra

- O artista responsabiliza-se pelos encargos relativos à embalagem, ao transporte e ao seguro das obras a serem expostas

- Ao término do período de desmontagem da mostra, o artista deverá retirar a obra de acordo com o cronograma estipulado pela Instituição

- É responsabilidade do artista selecionado, obter as licenças de direitos de propriedade intelectual e de personalidade incidentes sobre as obras de terceiros a serem utilizadas na sua obra. O artista selecionado deverá colocar à disposição as referidas licenças, devidamente assinadas e com firma reconhecida, em favor da Instituição, conforme modelo que será disponibilizado. A não apresentação da documentação dentro do prazo solicitado poderá acarretar na desclassificação do selecionado. Em caso de contestação, o artista ficará responsável civil e criminalmente, isentando os organizadores e demais empresas e /ou Instituições vinculadas ao Paço das Artes de qualquer responsabilidade a respeito

- A Instituição solicita a presença dos selecionados no coquetel de lançamento da Temporada de Projetos 2010 e se possível, durante a montagem de seu trabalho

DIVULGAÇÃO

A divulgação dos selecionados ocorrerá durante o mês de outubro e novembro de 2009, através do site do Paço das Artes: www.pacodasartes.org.br. Os artistas serão notificados por e-mail, correio ou telefone. O resultado da seleção será divulgado para a imprensa.

DISPOSIÇÕES FINAIS

Os artistas selecionados, desde já autorizam a gravação de sua imagem e voz, bem como a posterior utilização para os fins institucionais sem limitação de prazo e território, para as finalidades a que se propõe este Edital.

Os artistas desde já autorizam a utilização das imagens das obras selecionadas para:

* Armazenamento em computador para transmissão e exibição parcial na internet, especificamente no website da Instituição, www.pacodasartes.org.br, ou outro que eventualmente o substituir, ou ainda de Instituições ligadas ao Paço das Artes

* Reprodução nos materiais informativos e de divulgação da Exposição, tais como catálogos, folders, entre outros

Os esclarecimentos referentes à Temporada de Projetos serão prestados pelo telefone 3814-4832, das 14 às 18 horas, de segunda a sexta-feira ou pelo e-mail: pacodasartes@pacodasartes.org.br.

O ato de inscrição implica na automática e plena concordância com os termos deste regulamento.

Serão rejeitadas inscrições que não atendam aos termos deste regulamento.

Casos omissos serão resolvidos pela comissão de seleção e a diretoria do Paço das Artes.

A Temporada de Projetos 2010 é uma iniciativa da Direção do Paço das Artes, Instituição administrada pela Associação dos Amigos do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho, Organização Social de Cultura, Secretaria de Estado da Cultura e Governo do Estado de São Paulo

Posted by Cecília Bedê at 2:11 PM | Comentários(1)

agosto 10, 2009

Selecionados do 63º Salão Paranaense 2009

A Secretaria de Estado da Cultura, por intermédio da direção do Museu de Arte Contemporânea, anuncia os artistas selecionados para expor na 63ª edição do Salão Paranaense.

Comissão de seleção: Fabrizio Vaz Nunes, Marcos César de Senna Hill, Marilia Panitz Silveira, Paulo Sérgio de Castro Pinto Duarte, Stephanie Dahn Batista

Artistas Selecionados

Alice Shintani (São Paulo - SP)
Amalia Giacomini (Rio de Janeiro - RJ)
André Hauck (Belo Horizonte - MG)
Andrei Thomaz (São Paulo - SP)
Angella Conte (São Paulo- SP)
Beanka Mariz (Rio de Janeiro - RJ)
C.L.Salvaro (Curitiba - PR)
Carla Vendrami (Curitiba - PR) In Memoriam
Charly Techio (Curitiba - PR)
Cristiano Lenhardt (Recife - PE)
Dach - Daniel Araújo Chaves (Curitiba - PR)
Elder Rocha (Brasília - DF)
Estevão Machado (Belo Horizonte - MG)
Fábio Magalhães (Salvador - BA)
Grupo Poro (Belo Horizonte - MG)
Laerte Ramos (São Paulo - SP)
Leonardo Tepedino (Rio de Janeiro - RJ)
Loise Rofrigues (Brasília - DF)
Marcelo Silveira (Recife - PE)
Marcus André (Rio de Janeiro - RJ)
Maria Lynch (Rio de Janeiro - RJ)
Milena Travassos (Fortaleza - CE)
Milla Jung (Curitiba - PR)
Patricia Osses (São Paulo - SP)
Paulo Almeida (São Paulo - SP)
Paulo Vivacqua (Rio de Janeiro - RJ)
Washington Silveira (Curitiba - PR)

63º SALÃO PARANAENSE - 2009
Museu de Arte Contemporânea do Paraná
Rua Des. Westphalen, 16 80010-110 Curitiba/PR
(41) 3323-5328 3323-5337
mac@pr.gov.br

Posted by Ana Maria Maia at 6:15 PM | Comentários(1)

agosto 4, 2009

Curso de Mestrado em Museologia e Patrimônio / UNIRIO e MAST/MCT - Inscrições

Curso de Mestrado em Museologia e Patrimônio / Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO e Museu de Astronomia e Ciências Afins – MAST/MCT

Comissão de Seleção: Teresa Cristina Moletta Scheiner, Marcos Luiz Cavalcanti de Miranda, Marcus Granato

Inscrições de 13 de agosto a 13 de setembro de 2009

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais
Av. Pasteur 458, Urca, Rio de Janeiro - RJ
21-2542-1283 / 1387
www.unirio.br/cch/ppg-pmus
Segunda a sexta, 10-12 e 16-20h


EDITAL 2010

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO / Museu de Astronomia e Ciências Afins – MAST, torna pública a abertura de inscrições para o preenchimento de quinze (15) vagas para o Mestrado, de acordo com a Resolução n.º 2734, de 11 de maio de 2006, que dispõe sobre a implantação do Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO, em convênio com o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), celebrado em 02 de junho de 2005 e publicado em 15 de junho de 2005, no D.O.U. no. 113 Seção 3, pág. 21.

1. DAS INSCRIÇÕES
1.1 As inscrições estarão abertas no período de 13 de agosto a 13 de setembro e serão realizadas das seguintes formas:
1.1.1 Diretamente, pelo candidato ou seu procurador oficialmente autorizado, no Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), durante os dias úteis do período acima referido, nos seguintes endereço e horário:

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais
Av. Pasteur, 458 - Urca
CEP 22290-240 – Rio de Janeiro – RJ
Tel: 55 (xx) 21.2542 12 83 / 2542 13 87
Horário: 10 às 12 e 16 às 20 horas

1.1.2 Por via postal, exclusivamente mediante correspondência Sedex, contendo a documentação exigida, encaminhada ao endereço acima, e postada até o dia 13 de setembro de 2009. O material recebido não será devolvido.
1.2 Poderão inscrever-se no processo seletivo ao Mestrado candidatos diplomados em quaisquer Cursos de Graduação oficialmente reconhecidos pelo MEC, dentro e fora do território brasileiro.
1.3 Documentos exigidos para a inscrição ao Mestrado:
1.3.1 Ficha de inscrição, a ser obtida nos sites do PPG-PMUS-UNIRIO (http://www.unirio.br/cch/ppg-pmus/) e do MAST (www.mast.br) e/ou no Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais (Anexo 1), devidamente preenchida;
1.3.2 Cópia autenticada do diploma de Graduação ou declaração atualizada de conclusão de Curso de Graduação plena, reconhecido por órgão competente do Ministério da Educação. Não serão aceitas declarações de conclusão futura. Candidatos diplomados em cursos de Graduação fora do Brasil deverão apresentar o Diploma de Graduação revalidado por instituição nacional, nos termos da legislação vigente;
1.3.3 Histórico escolar do curso de Graduação. Candidatos diplomados em cursos de Graduação fora do Brasil deverão apresentar Histórico Escolar revalidado por instituição nacional, nos termos da legislação vigente;
1.3.4 Curriculum Vitae impresso a partir do sistema Lattes do CNPq (ver Anexo 02), devidamente comprovado, ou seja – para cada informação constante do CV é preciso apresentar documento comprobatório na exata ordem das informações apresentadas no currículo
1.3.5 Cópia da carteira de identidade (passaporte, para os candidatos estrangeiros sem residência no país);
1.3.6 Cópia do CPF;
1.3.7 Cópia do título de eleitor e do(s) comprovante(s) da última votação;
1.3.8 Duas fotografias 3x4, recentes;
1.3.9 Certidão de nascimento ou casamento;
1.3.10 Certificado de Reservista, para candidatos brasileiros do sexo masculino;
1.3.11 Anteprojeto de pesquisa em três vias, no qual o candidato apresente uma reflexão sobre questão de seu interesse, delineando um possível tema de dissertação. O anteprojeto deve indicar clara e obrigatoriamente a linha de pesquisa do programa à qual se vincula (Anexo 3 – Roteiro e Anexo 4 – Ementas das Linhas de Pesquisa). O anteprojeto deverá ter a seguinte formatação:
- Mínimo de doze e máximo de vinte folhas
- Papel formato A4
- Fonte Arial, corpo 11
- Espaço de entrelinha 1,5 cm
- Margens de 3cm, nos quatro lados
- Numeração de páginas no rodapé direito
- Citações (com mais de 4 linhas) em parágrafo isolado, em Arial corpo 10, segundo as normas da ABNT (2002)
- Notas de rodapé em Arial, corpo 10 e segundo as normas da ABNT (2002)
- Referências, em espaço simples e segundo as normas da ABNT (2002).
1.4 A inscrição do candidato está condicionada à adequação do anteprojeto à temática da linha de pesquisa escolhida, ao perfil dos docentes a ela vinculados e aos projetos de pesquisa dos docentes. A atribuição de orientação acadêmica é de responsabilidade do Colegiado do Curso. O candidato deve consultar a documentação anexa a este edital, especialmente a relativa às ementas das linhas de pesquisa e às ementas dos projetos em andamento (Anexo 4), sob a responsabilidade dos professores orientadores do Mestrado.
1.5 Serão aceitas inscrições por procuração, com firma reconhecida. O procurador deverá estar habilitado e portar carteira de identidade e/ou passaporte, bem como toda a documentação exigida, referente ao candidato.
1.6 O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador no documento e no ato da inscrição.
1.7 Não serão aceitas inscrições via Internet.
1.8 Os candidatos estrangeiros concorrerão, em igualdade de condições, às vagas oferecidas aos brasileiros. Alunos estrangeiros cujo idioma nativo não seja o português deverão demonstrar capacidade de compreensão escrita e oral em língua portuguesa, submetendo-se a prova de compreensão de textos em língua estrangeira (português).
1.9 O não atendimento de qualquer um desses itens resultará no indeferimento da inscrição do candidato.

2. DA SELEÇÃO
O processo de seleção para o Curso de Mestrado em Museologia e Patrimônio compreenderá cinco (05) etapas, realizadas na seguinte ordem: exame da documentação enviada e do anteprojeto de pesquisa; prova dissertativa sobre temática do Programa; avaliação do anteprojeto; prova de língua estrangeira (inglês, francês, espanhol – para candidatos lusófonos - ou português – para os demais candidatos); prova oral (sobre o anteprojeto de pesquisa e temáticas relacionadas) e exame do Curriculum Vitae do candidato.
2.1 A primeira, a segunda, a terceira e a quinta etapas são eliminatórias; a prova de língua estrangeira tem caráter classificatório. Serão aceitos no programa os candidatos que forem aprovados nas 4 etapas eliminatórias do processo de seleção e classificados nas primeiras 15 posições.
2.2 Primeira etapa - Exame da documentação enviada e do anteprojeto. Nesta etapa, será feita a verificação da entrega de todos os documentos exigidos no Edital. A ausência de qualquer documento exigido implicará no indeferimento da inscrição do candidato e sua conseqüente eliminação do processo seletivo. Também será verificado se o anteprojeto é pertinente à proposta do Programa.
2.3 Segunda etapa – Prova Dissertativa. A prova dissertativa terá a duração de 03 (três) horas, sem consulta, e versará sobre tema pertinente ao campo da Museologia e do Patrimônio, com base na bibliografia sugerida (Anexo 5). A prova é anônima e eliminatória, sendo exigido que o candidato obtenha nota mínima de 7,0 (sete) para ser aprovado. O candidato que não obtiver nota mínima será eliminado do processo seletivo.
2.4 Terceira etapa – Avaliação do Anteprojeto de pesquisa. Esta etapa é eliminatória, sendo exigido que o candidato, para ser aprovado, obtenha nota mínima sete (7,0). A aprovação do anteprojeto está condicionada, nesta ordem:
4.1 à adequação à proposta do Programa;
2.4.2 à qualidade acadêmica;
2.4.3 aos projetos de pesquisa desenvolvidos no PPG-PMUS;
2.4.4 à disponibilidade de orientação por parte do corpo docente.
OBS: A atribuição de orientação acadêmica é de exclusiva responsabilidade e escolha do Colegiado do Mestrado
2.5 Quarta etapa – Prova de compreensão de Língua Estrangeira. A prova de compreensão de língua estrangeira é classificatória e avaliará a competência na compreensão de texto escrito. O candidato poderá escolher fazer a prova de língua inglesa, francesa, espanhola ou portuguesa (esta última, para os candidatos estrangeiros). Será permitida consulta a dicionário. A duração será de 02 (duas) horas.
2.5.1 O candidato aprovado no processo seletivo e que tiver obtido nota abaixo de sete (7,0) na prova de conhecimento de língua estrangeira deverá realizar outra prova da mesma língua, no prazo máximo de seis meses.
2.6 Quinta Etapa - Prova Oral (sobre o anteprojeto de pesquisa e temas correlatos). A prova oral é eliminatória.
2.6.1 O candidato aprovado nas três etapas eliminatórias anteriores fará uma prova oral com a Banca de Seleção, devendo estar preparado para responder, entre outras, a questões referentes a: (a) fundamentos teóricos do seu anteprojeto de pesquisa; (b) vinculação do anteprojeto aos objetivos e proposta do Programa;
2.6.2 Cada candidato deverá comparecer ao local da prova oral com trinta (30) minutos de antecedência do horário determinado, munido de sua carteira de identidade. A data da prova oral consta do calendário de seleção ao Programa; o local e horário da prova oral serão indicados no dia da divulgação da lista de aprovados na prova dissertativa;
2.7 Sexta etapa - Exame do Curriculum Vitae do candidato. Esta etapa é classificatória
2.7.1 Os critérios para pontuação do Curriculum Vitae constam do Anexo 02.
2.8 Não será permitida a entrada de candidatos após o início das provas dissertativa, oral e de língua estrangeira.
2.9 A ausência do candidato em qualquer uma das etapas o elimina do processo.
2.10 O calendário do processo seletivo será o seguinte:
- Inscrição dos candidatos – 13 de agosto a 13 de setembro de 2009;
- Análise dos documentos e homologação das inscrições – dia 14 de setembro de 2009.
- Prova dissertativa dia 17 de setembro de 2009, das quatorze às dezessete horas (14 às 17h);
- Análise do anteprojeto de pesquisa – 24 e 25 de setembro de 2009.
- Prova de compreensão de textos em Língua Estrangeira (inglês, francês, espanhol e português) dia 28 de setembro de 2009, das quatorze às dezesseis horas (14 às 16h);
- Prova Oral com os candidatos aprovados na 3a. etapa (análise de anteprojetos), entre os dias 01 e 02 de outubro de 2009 (10 às 12h e 14 às 18h);
- Exame do Curriculum Vitae dos candidatos – dia 05 de outubro de 2009
Todas as provas serão realizadas no prédio do CCH da UNIRIO.
2.11 Divulgação dos resultados:
- Lista dos candidatos aprovados na 1a etapa (documentação e pertinência do anteprojeto às linhas de pesquisa do Programa): 14 de setembro de 2009, a partir das dezoito horas (18h);
- Lista de candidatos aprovados na 2a etapa (prova dissertativa): 21 de setembro 2009, a partir das dezoito horas (18h);
- Lista dos candidatos aprovados na 3ª. etapa (análise do anteprojeto) 25 de setembro de 2009, a partir das dezoito horas (18h);
- Divulgação do resultado da prova oral: 02 de outubro de 2009, a partir das dezoito horas (18h).
- Divulgação do resultado final do processo seletivo: 08 de outubro de 2009, a partir das dezoito horas (18h).
Os resultados de todas as etapas do processo seletivo ao Mestrado em Museologia e Patrimônio serão divulgados na Secretaria do PPG-PMUS (Av. Pasteur, 458, 4o andar, sala 410) e nas páginas da UNIRIO, do PPG-PMUS e do MAST. Não haverá comunicação pessoal aos candidatos (telefonema, carta, telegrama ou e-mail). Recomenda-se que os candidatos consultem os locais acima especificados para informar-se acerca do andamento e do resultado final do processo seletivo.
2.12 Serão utilizados os seguintes critérios de avaliação:
2.12.1 - avaliação de mérito dos anteprojetos, sendo considerados: pertinência do tema ao campo da Museologia e do Patrimônio; clareza de objetivos e da justificativa; capacidade de propor ou formular uma questão sobre temas relativos ao campo da Museologia e do Patrimônio, apresentando argumentos consistentes e coerentes com a análise e a metodologia propostas; adequação das referencias ao conteúdo e ao tema; clareza, coesão e correção de escrita; viabilidade e compatibilidade com uma das linhas de pesquisa do Programa;
2.12.2- atribuição de nota, de zero a dez, para cada avaliação (prova dissertativa, anteprojeto, prova oral, avaliação de currículo e prova de língua estrangeira);
2.13 A média final será calculada da seguinte maneira:
- nota da prova dissertativa: vinte e cinco por cento da nota final
- nota do anteprojeto: vinte e cinco por cento da nota final
- nota da prova oral: vinte e cinco por cento da nota final
- nota de avaliação do currículo: quinze por cento da nota final
- nota da prova de compreensão de língua estrangeira: dez por cento da nota final
2.14 Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem média final igual ou superior a 7,0 (sete).

3. DA CLASSIFICAÇÃO
3.1 A classificação será feita por média, até o limite das vagas oferecidas.
3.2 Os candidatos aprovados serão classificados na ordem decrescente da média final.
3.3 Em caso de empate, a classificação do candidato será decidida com base nos resultados na ordem a seguir: prova dissertativa, anteprojeto, prova oral, curriculum vitae e prova de língua estrangeira.

4. DO PREENCHIMENTO DAS VAGAS
4.1 O número máximo de vagas a ser preenchido será distribuído da seguinte forma, sendo possível, a critério da banca, o remanejamento de vagas entre as Linhas de Pesquisa, no caso de uma das linhas não completar o número de vagas:
Linha de Pesquisa 1 – Museu e Museologia - 07 vagas
Linha de Pesquisa 2 – Museologia, Patrimônio Integral e Desenvolvimento - 08 vagas
O Programa se reserva o direito de não preencher todas as vagas previstas neste Edital.
4.3 Será considerado desistente o candidato selecionado que não efetuar a pré-matrícula no período determinado.
4.4 A pré-matrícula dos candidatos selecionados para a turma de 2010 ocorrerá no dia 22 de fevereiro de 2010, na sala 410 do CCH.

5. DAS INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
5.1 O anteprojeto que não obedecer aos limites de páginas e às normas contidas neste Edital não será avaliado.
5.2 Recursos sobre os resultados de quaisquer das etapas poderão ser impetrados à Coordenação do PPG-PMUS em até 48h, apresentando-se de forma objetiva as razões para tal. A solicitação formal deve dar entrada no Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), nos seguintes endereço e horário:
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Protocolo do Centro de Ciências Humanas e Sociais
Av. Pasteur, 458 - Urca
Rio de Janeiro – RJ
Horário: 10 às 12 e 16 às 20 horas.
5.3 A aprovação do candidato no processo de seleção não implicará em obtenção de bolsa.
5.4 Caberá à Banca Examinadora, aprovada e credenciada pelo Colegiado do PPG-PMUS, composta por professores doutores representantes das linhas de pesquisa do Programa, e portanto, com competência para o processo seletivo em Museologia e Patrimônio, avaliar as provas e decidir sobre as questões não previstas no presente Edital, conforme o disposto no Regimento Geral de Pós-Graduação da UNIRIO.
5.5 Outras informações poderão ser obtidas junto à Secretaria do Programa, pelos endereços eletrônicos secretariappg-pmus@unirio.br e museologiaepatrimonio@gmail.com ou no seguinte endereço: Avenida Pasteur, 458, Urca – Rio de Janeiro (prédio do CCH) sala 410; ou pelo telefone (21) 2542 10 31, de 10 às 12 e das 13 às 17 horas.
5.6 Este Edital de Seleção terá ampla divulgação, sendo publicado pelo Diário Oficial da União e disponibilizado, a partir do dia 13 de julho de 2009, nas páginas eletrônicas da UNIRIO, do PPG-PMUS e do MAST.

Rio de Janeiro, 13 de julho de 2009

Posted by Ana Maria Maia at 5:55 PM

agosto 3, 2009

Selecionados e Premiados do 34º Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional-Contemporâneo

Comissão de Seleção e Premiação: João Loureiro, Liliane Benetti e Rafael Vogt Maia Rosa

Artistas Selecionados:
Beatriz Dinelli e Geraldo Paranhos (São Paulo-SP)
Dellani Lima (Belo Horizonte-MG)
Delloiagono (Ribeirão Preto-SP)
Diogo Bueno (Campinas-SP)
Fernando Ancil (Belo Horizonte-MG)
Filipe Berndt (São Paulo-SP)
Flávia Metzler (Rio de Janeiro-RJ)
Flora Leite (São Paulo-SP)
Flora Rebollo (São Paulo-SP)
Hélio Martins (Ribeirão Preto-SP)
Jérôme Florent (São Paulo-SP)
José Mianutti (Curitiba-PR)
Karen Kabbani (São Paulo-SP)
Maura (São Paulo-SP)
Rosa Barreiros (São Paulo-SP)
Viviam Schmaichel (São Paulo-SP)
Yukie Hori (São Bernardo do Campo-SP)

Artistas Premiados:
Flora Leite (São Paulo-SP), conjunto de duas obras
Jérôme Florent (São Paulo-SP), conjunto de três obras
Yukie Hori (São Bernardo do Campo-SP), uma instalação

Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi - MARP
Rua Barão do Amazonas 323, Ribeirão Preto - SP
16-3635-2421 ou marp@cultura.pmrp.com.br
www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br
Terça a sexta, 9-12h e 14-18h

[Conforme o EDITAL 2009 do 34° SARP, como parte da premiação, os artistas premiados participarão de uma exposição (Individuais Simultâneas) no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, no primeiro semestre de 2010.]

Posted by Ana Maria Maia at 5:19 PM