Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

fevereiro 26, 2009

Mestrado em Curadoria de Arte, Suécia - Inscrições

International Master Programme in Curating Art including Management and Law - Stockholm University

Inscrições até 15 de abril de 2009
Aulas a partir de agosto de 2009

Dept. of Art History
Stockholm University
SE-106 91, Stockholm, Sweden
curator@arthistory.su.se
www.arthistory.su.se

Sobre o programa (em inglês):

Curating Art specialises in the combination of art management, art history, law and practical curatorial work in a composition that is unusual in comparison to similar courses internationally. The academic level of the education is in keeping with the university environment. We encourage applications from persons within the academic field as well as with curatorial and artistic experience.

Curating Art is a full time Master programme offered by the Department of Art History in collaboration with the School of Business and the Department of Law at Stockholm University. The course faculty consists of representatives of these departments, as well as directors and curators at leading art institutions in Stockholm. Guest lecturers include practising artists, critics, curators and scholars practising in Sweden and internationally.

The programme spans over a 2 year period and consists of theoretical courses, including the writing of a thesis, a ten week internship in Sweden or abroad, and work on an exhibition project. The teaching takes many forms: lectures, seminars, and supervised work both individually and in groups. Furthermore, each student has a personal tutor from the course faculty.

We aim at an education that encourages creativity and innovation as well as an awareness of traditions and a responsibility for museum collections. In other words, we envision a field that bridges institutional and alternative environments. We are attentive to the student's individual focus and students are encouraged to develop their own profiles.

Upon completing the Curating Art Master Programme at Stockholm University, the student receives a course diploma. Students who previously hold a Bachelor's degree fulfil the criteria for a Master's degree.

The program has no tutorial fee, however please note that no scholarships to cover living costs etc. are offered. International students are recommended to obtain general information as well as financial requirements for visiting students in Sweden from the web site: http://www.su.se/english

Special eligibility requirements:
Prerequisites and other conditions for admission to the programme University education on a basic level of at least 180 higher education credits, corresponding to the equivalent of a Bachelor´s degree, or relevant work experience, as well as skills in English documented by an international proficiency test, advanced level (TOEFL, IELTS or Cambridge First Certificate) unless English is native language. Applications should be sent directly to the department. See our web site for directions.

Posted by Ana Maria Maia at 5:32 PM | Comentários (2)

Curso à distância História das Políticas Culturais no Brasil

Professores: Albino Rubim, Claudia Leitão, Diego Ribeiro, Alexandre Barbalho, Humberto Cunha, Isaura Botelho, Lia Calabre, Paulo Miguez, Taiane Fernandes

O curso tem como objetivo apresentar um panorama da Política Cultural do Brasil desde a época da colonização até os dias atuais, passando por períodos importantes como a era Vargas, a ditadura militar e os governos Sarney, Collor, Itamar, Fernando Henrique e Lula. Nos vários módulos, os alunos poderão acompanhar o desenvolvimento das diversas políticas públicas para o setor cultural, de acordo com os contextos históricos, político e econômico de cada momento.

De 23 de março a 20 de junho de 2009
Inscrições online até 13 de março

Aulas à distância - 160 vagas
Público-alvo: dirigentes públicos, privados e do terceiro setor, gestores e produtores culturais e profissionais que atuem ou tenham interesse pela área cultural
Carga horária: mínimo de 85 horas
Investimento: 1x R$540 ou 2x R$300

EAD-DUO
31-3224-6700 ou curso@duo.inf.br
www.duo.inf.br
Realização: Rede de Estudos em Políticas Culturais - REDEPCULT e DUO Informação e Cultura
Coordenação: Albino Rubim (UFBA)


Programação:

Nos primeiros dias do curso, será ministrada a disciplina Adaptação e Ambientação em EAD (Ensino a distância), com o objetivo de quebrar uma possível resistência dos alunos em relação à aprendizagem virtual, otimizar a utilização dos recursos da plataforma do curso e explicitar a metodologia adotada.

Nas aulas seguintes, serão abordados os temas: Políticas culturais no Brasil: Primórdios (1500-1930); A inauguração das políticas culturais no Brasil: Mário de Andrade e o Departamento de Cultura da Prefeitura de São Paulo; Políticas Culturais nos tempo de Getúlio 1930- 1945; Democracia limitada e políticas culturais no Brasil: 1945 / 1964; Ditadura militar e políticas culturais no Brasil: 1964-1985; Os percalços e guinadas nos primeiros governos pós-ditadura: Sarney, Collor e Itamar; Neo-liberalismo e políticas culturais no Brasil: FHC e Francisco Weffort; e Políticas culturais no governo Lula.

Além das disciplinas, que envolvem textos e debates, os alunos poderão participar de chats que contarão com a mediação dos professores ou de profissionais da área convidados.


Currículos dos professores:

Alexandre Barbalho é professor e pesquisador dos mestrados em Políticas Públicas e Sociedade da UECE e em Comunicação da UFC. Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela UFBA. Foi presidente da Fundação de Cultura, Esporte e Turismo de Fortaleza (2005). Autor, entre outros, de: Relações entre Estado e cultura no Brasil (1998); A modernização da cultura (2005) e Textos Nômades: Política, cultura e mídia (2008). É co-organizador das coletâneas Comunicação e cultura das minorias (2005) e Políticas Culturais no Brasil (2007) e organizador de Brasil, brasis: Identidades, cultura e mídia.
Filiação Institucional: Professor do Mestrado em Políticas Públicas da UECE

Isaura Botelho é doutora em Ação Cultural pela Universidade de São Paulo, tendo feito um pós-doutorado na França. É autora de livros, artigos e ensaios sobre política cultural. Coordenou a pesquisa sobre “O Uso do tempo livre e as práticas culturais na Região Metropolitana de São Paulo” no Centro de Estudos da Metrópole, em São Paulo, organismo ligado ao CEBRAP – Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.
Filiação Institucional: Fundação Biblioteca Nacional e Centro Brasileiro de Análise e Planejamento – CEBRAP

Lia Calabre é doutora em história pela Universidade Federal Fluminense, pesquisadora da Fundação Casa de Rui Barbosa, chefe do setor de estudos de política cultural, professora de Políticas Culturais do MBA de Gestão Cultural da UCAM. Autora dos livros O rádio na sintonia do tempo: radionovelas e cotidiano (1940-1946). Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2006 e A Era do Rádio (Zahar,2002), Organizadora do livro Políticas Culturais: Diálogo Indispensável. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2005 e co-organizadora de Diversidade Cultural Brasileira. Rio de Janeiro : Edições Casa de Rui Barbosa, 2005 ; Políticas Públicas de Cultura do Estado do Rio de Janeiro –2003-2005. Rio de Janeiro: UERJ, 2007 e Políticas Públicas de Cultura do Estado do Rio de Janeiro – 2006. Rio de Janeiro; UERJ, 2007.
Filiação Institucional: Pesquisadora Chefe do Setor de Estudos de Política Cultural Fundação Casa de Rui Barbosa

Paulo Miguez é doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas (UFBA), professor do Centro de Artes, Humanidades e Letras da UFRB e do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da UFBA. Pesquisador associado do CULT - Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura da UFBA, atua no campo dos estudos sócio-econômicos da cultura, particularmente nas áreas de carnaval, economia da festa e políticas culturais. Integra o High-Level Experts Group on Creative Industries da Unidade Especial para a Cooperação Sul-Sul do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Entre 2003 e 2005 foi Secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura.
Filiação Institucional: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB

Albino Rubim é professor Titular da UFBA. Docente do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade e do Curso de Gradução em Produção em Cultura e Comunicação. Coordenador do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT). Pesquisador I - A do CNPq. Presidente do Conselho Estadual de Cultura da Bahia. Autor de pesquisas, artigos e livros sobre políticas culturais no Brasil e na Ibero-América; cultura e política e mídia e política. Ex-diretor da Faculdade de Comunicação da UFBA e da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação - COMPÓS.


Posted by Ana Maria Maia at 4:59 PM | Comentários (2)

Cursos de Extensão Cultural no MAC, São Paulo

MAC-USP
Degas Escultor como Paradigma para a Arte Moderna e Contemporânea, com Ana Gonçalves Magalhães

MAC-Ibirapuera
A Queda do Modernismo em 1942: a Discussão da Morte do Modernismo Através do Paralelo entre a Arte e a Crítica na Era Vargas, com Naum Simão de Santana; Discutindo a Anti-Aesthetic Contemporânea, com Silvia Meira; Desenho e Cor com a Figura Humana, Maria Isabel Azevedo da Silva

Inscrições abertas
Aulas de março e junho de 2009

Museu de Arte Contemporânea (MAC)
Rua da Reitoria 160, Cidade Universitária, São Paulo - SP
Terça a sexta, 10-18h; sábado, domingo e feriado, 10-16h
11-3091-3039/3812-0218 (fax)
Pavilhão Ciccillo Matarazzo, 3° piso, Parque Ibirapuera, São Paulo - SP
Terça a domingo, 10-18h
11-5573-9932

www.mac.usp.br

Inscrições
Local: Secretaria acadêmica do MAC-USP
Rua da Reitoria 109A, Cidade Universitária, São Paulo - SP
Horários: segunda, quarta, quinta e sábado, 10h30-12h, 14h30-17h
Documentos necessários: ficha de inscrição, cópias de RG e CPF e comprovante de pagamento
Informações: 11-3091-3559 ou ceema@usp.br


Sobre os cursos:

A Queda do Modernismo em 1942: a Discussão da Morte do Modernismo Através do Paralelo entre a Arte e a Crítica na Era Vargas, com Naum Simão de Santana - Crítico de arte e Doutor em história da Arte (Escola de Comunicações e Artes / ECA USP)
4 a 27 de março - quartas e sextas, 14-16h

O ano de 1942 é um ano singular para o modernismo brasileiro. Em meio à Segunda Guerra Mundial e à ditadura Vargas, a comemoração dos vinte anos da Semana de Arte Moderna adquire uma tonalidade baixa, motivando diversos críticos, artistas e escritores a uma revisão angustiante das conquistas e fracassos do movimento. Com base nesse momento limite da cultura brasileira, o curso pretende desenvolver um contraponto entre a arte e a crítica ao redor da hipótese lançada da morte do modernismo no Brasil em 1942.

Inscrições até 3 de março
Valor: R$ 50,00 (isenção para professores da rede pública)

Discutindo a Anti-Aesthetic Contemporânea, com Silvia Meira - Pesquisadora MAC USP - Dra. em História da Arte no Século XX / Universidade Paris IV
19 de março a 2 de julho - quintas, 9-12h

A arte do pós-movimento, ou a arte pós-moderna, deixou para trás os esforços coletivos de trabalho caracterizados pelos movimentos artísticos e procurou a idéia de uma imagem de liberdade pessoal, de múltiplas ações, opções, com escolhas abertas para os artistas. Se havia alguma uma unidade não era pela noção tradicional de estilo: cada artista caminhou, com seu valor estratégico e analisando a si próprio posteriormente, para uma desmaterialização da arte. Como essas idéias se refletem na arte contemporânea?

Inscrições até 18 de março
Valor: R$ 100,00 (isenção para professores da rede pública – 10 vagas)

Desenho e Cor com a Figura Humana, com Maria Isabel Azevedo da Silva - doutora e mestre em Artes / USP
12 de março a 28 de maio - quintas, 14h30-16h

Curso prático de desenho a partir de modelo vivo e uso de diversos materiais e suportes, que pretende estabelecer discussões interdisciplinares - publicidade, moda, design, artes visuais, arquitetura, educação. Entre alguns dos temas abordados estão as possibilidades técnicas através do uso do lápis; mudanças de cores e valores (perspectiva); relações/oposição entre fundo e figura; relações entre o gráfico e o pictórico; paralelos entre sombra, claro/escuro e técnicas artísticas na figura humana e procedimentos para a realização de montagens com cores. A realização da linha a partir do uso de grafite é alvo de atenção especial.

Inscrições até 6 de março
Valor: R$ 220,00 (em uma única parcela – não inclui material)
15 vagas

Posted by Ana Maria Maia at 4:35 PM | Comentários (1)

fevereiro 19, 2009

Curso e workshops 1º semestre 2009 na EAV-Parque Lage, Rio de Janeiro

CURSOS
Arte Contemporânea e Arte Moderna, com Pedro França; Laboratório de Pesquisas Gráficas e Digitais e Observação e Desenho, com Bia Amaral; Composição: experiência estética, com Gianguido Bonfanti; Foto-Matriz: uma história cultural da imagem técnica, com Simone Rodrigues; Da observação à criação, com Maria do Carmo Secco; Da observação à expressão: desenho e introdução à pintura, com Orlando Mollica; Gravura: teoria, prática e experimentação, com João Atanásio; Modelo Vivo, com Gianguido Bonfanti; Imagem: do desenho aos outros meios, com Carli Portella; Pensar e fazer arte - plataforma 1, com Cristina de Pádula; A prática da pintura, Chico Cunha; Serigrafia, Evany Cardoso; Fazendo arte no Parque, Jacqueline Siano, Lúcia Vignoli e Nena Balthar; Questões fundamentais da pintura, Luiz Ernesto; Ciberfólio, Joy Till; Conversando sobre escultura, objeto, etc e tal (com ênfase no etc e tal), João Carlos Goldberg; A arte da pintura, Ronaldo do Rego Macedo; Espaços, Lia do Rio; Imagem, tempo e movimento, João Velho; Matriz digital, Tina Velho; Imagens de superfície, Luiz Ernesto; Em torno da pintura: linguagem e imagem na arte contemporânea, Malu Fatorelli; A pintura e os espaços da pintura e Módulo avançado de pintura, Suzana Queiroga; Arte: reflexão e ação, Anna Bella Geiger e Fernando Cocchiarale; Antiformas de intervenção, David Cury; Análise e inserção da produção contemporânea, Iole de Freitas; Cotidiano e mobilidade, Giodana Holanda; Desenho, imagem e texto: impressões e transferências, Lena Bergstein; Desenvolvimento de projetos, Franz Manata; Fotografia: projetos, Denise Cathilina; Dynamic encounters - vídeos, Charles Watson; Pintura, João Magalhães; Fotografia expandida, Denise Cathilina; Arte no Brasil: do moderno ao contemporâneo, Guilherme Bueno; O processo criativo, Charles Watson; Das Cores, Bob N e José Maria Dias da Cruz

WORKSHOPS
Imagens do Cinema, Paula Gaitan; Workshop de materiais em pintura, Katie van Scherpenberg; SoundArt@NAT, Franz Manata e Saulo Laudares; Arte Pública Agora, Simone Michelin

Início do primeiro curso em 2 de março de 2009
Inscrições abertas durante o semestre

Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Rua Jardim Botânico 414, Rio de Janeiro - RJ
21-2538-1091/1879
www.eavparquelage.org.br


CURSOS

Arte Contemporânea
Pedro França
9 de março a 29 de junho
2ª feira, 19h30-21h30
1x R$540 ou 4x R$150
(ingresso após 4ª aula sob consulta)

O curso oferece um panorama de questões que permeiam a arte contemporânea desde os anos 1960 até hoje. As aulas são teóricas e abordam importantes movimentos históricos, como Pop Art, Expressionismo Abstrato, Nouveau Réalisme, Minimalismo, Land Art, Arte Conceitual, linguagens tais como performances e happenings, e temas como arte e política, o problema da imagem, as novas tecnologias, entre outros.

Arte Moderna
Pedro França
4 de março a 24 de junho
Turma1: 4ª feira / 19h30-21h30
Turma 2: 4ª feira/ 10-12h
1x R$540 ou 4x R$150
(ingresso após a 4ª aula sob consulta)

O curso apresenta e discute os problemas fundamentais da arte moderna, desde sua origem no século XIX. Analisa também o surgimento das vanguardas no início do século XX, até sua crise, a partir dos anos 1950, e seu legado na atualidade, além das relações e diferenças entre as noções de Espaço Moderno e Espaço Renascentista; Neoclássico e Romântico; Impressionismo e Pós-Impressionismo, entre outros temas.

Laboratório de Pesquisas Gráficas e Digitais
Bia Amaral
5 de março a 25 de junho
5ª feira, 19h30-21h30
1x R$720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso propõe a experimentação de diversos meios gráficos, desde os tradicionais, como guache, nanquim, giz de cera, grafites, até outras ferramentas, como a copiadora, o scanner e o computador. Os exercícios serão propostos a partir da identificação dos interesses de cada aluno.

Composição: experiência estética
Gianguido Bonfanti
3 de março a 28 de julho
3ª feira, 10h30-12h30
1x R$ 675 ou 5x R$150
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso propõe exercícios de composição, pensados a partir do livro Ponto, Linha e Plano, de Wassily Kandinsky, visando apresentar as relações de tensão entre as formas e, destas, com a superfície do suporte (papel, tela etc). Os exercícios serão trabalhados em casa e, posteriormente, discutidos coletivamente em sala de aula. Como complementação teórica, o curso discute temas como a ética do processo criador, a experiência estética e suas implicações na história da arte.

Foto-Matriz: uma história cultural da imagem técnica
Simone Rodrigues
20 de março a 26 de junho
6ª feira, 10-13h
1x R$ 720 ou 4x R$200
(ingresso após a 4a aula sob consulta)

O curso apresenta um panorama da história da fotografia, da camara obscura renascentista à sua prática expandida no contexto da arte contemporânea. As tradições artística-experimental e científica-documental e seus entrelaçamentos na cultura visual da modernidade e pós-modernidade. A fotografia como matriz das imagens técnicas e sua força transgressora dos paradigmas da representação. Análise de obras, artistas e tendências que problematizam, através da fotografia, conceitos relacionados a tempo, espaço, percepção, objetividade, subjetividade, memória, ficção, narrativa, autoria, etc. O curso também visa fornecer aos alunos apoio e referências para o desenvolvimento de projetos relacionados à fotografia.

Da observação à criação
Maria do Carmo Secco
2 de março a 29 de julho
2ª e 4ª feira, 9-12h
1x R$1.080 ou 5X R$ 240
(curso contínuo, o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Este curso tem como objetivo proporcionar ao aluno um aprendizado do olhar sobre a natureza dos objetos e seres. Utilizando diferentes linguagens, em especial o desenho, capacita o aluno a transformar idéias em expressão gráfica. Os exercícios propostos em séries exploram a potencialidade das linhas, planos, volume, cor, material serão realizados em sala, acompanhados de permanents avaliações em grupo ou individuais.

Da observação à expressão: desenho e introdução à pintura
Orlando Mollica
Turma 1: 2ª e 4ª feira, 14h30-17h30
2 de março 29 de julho
1x R$1.080 ou 5x R$ 240
Turma 2: 5ª feira, 19h30-22h30
5 de março a 30 de julho
1x R$675 ou 5x R$150
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Este curso tem como objetivo desenvolver as potencialidades expressivas e criativas de cada aluno, por meio de prática orientada, inicialmente do desenho, e posteriormente da pintura. A Turma 1 trabalhará com objetos e imagens impressas e, a Turma 2, com modelos vivos. Haverá exercícios baseados na observação de objetos, bem como análise individual da produção do aluno.

Gravura: teoria, prática e experimentação.
João Atanásio
2 de março a 29 de junho
2ª e 4ª feira, 15-18h
1x R$ 864 ou 4x R$240
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso é aberto a iniciantes e enfatiza o aprendizado prático. A partir da apresentação das técnicas tradicionais da xilogravura e da gravura em metal, tais como água-tinta, água-forte e buril, os alunos serão incentivados a explorar os limites da técnica, buscando novos recursos gráficos e resultados plásticos.

Modelo Vivo
Gianguido Bonfanti
Turma 1: 4ª feira, 20-22h30
4 de março a 29 de julho
Turma 2: 5ª feira, 10-12h30
5 de março a 30 de julho
1x R$675 ou 5x R$150
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Este curso pretende desenvolver a percepção visual do aluno, a partir da observação do corpo humano, no intuito de propiciar uma intimidade com a forma. A idéia é trabalhar o campo expressivo, tendo como meta principal o desenho. Para este fim, serão propostos exercícios que enfoquem a habilidade, a quebra de vícios e o desenvolvimento de uma linguagem gráfica pessoal. O custo dos modelos será dividido mensalmente pelos alunos.

Imagem: do desenho aos outros meios
Carli Portella
Turma 1: 3ª e 5ª feira, 14-17h
3 de março a 30 de julho
1x R$1.080 ou 5x R$240
Turma 2: 3ª feira, 17-19h30
3 de março a 30 de julho
1x R$ 810 ou 5x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

A prática da pintura
Chico Cunha
2 de março a 29 de julho
Turma 1: 2ª e 4ª feira, 14-17h
Turma 2: 2ª e 4ª feira, 19h30-22h30
1x R$ 1.080 ou 5x R$240
Turma 3: Sábado, 10-13h
7 de março a 25 de julho
1x R$ 810 ou 5x R$180
(cursos contínuos, o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso pretende fomentar no aluno o pensamento sobre a pintura, por meio de exercícios que problematizem o processo implicado na criação da imagem pictórica, como a composição, o uso da cor etc e, assim, estimular o aluno a perceber que as soluções plásticas se constroem a partir do entendimento da pintura como forma de pensamento. Cada aluno, com a orientação do professor, poderá traçar sua estratégia de trabalho.

Serigrafia
Evany Cardoso
Turma 1: 2ª feira, 14-17h
2 de março a 29 de junho
Turma 2: 4ª feira, 14-17h
4 de março a 24 de junho
Turma 3: 3ª feira, 19h-22h
3 de março a 30 de junho
Turma 4: 5ª feira, 19h-22h
5 de março a 25 de junho
1x R$ 648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

As turmas 1 e 2 são dirigidas a iniciantes e baseadas na serigrafia de recorte, experimentada de modo a propiciar a compreensão de conceitos gerais da gravura, tais como impressão, repetição, permutação, etc, sobre diversos suportes. Já nas Turmas 3 e 4 é necessário que o aluno possua alguma experiência, pois será utilizada a matriz fotográfica. O curso pretende apresentar a serigrafia, como processo de desenvolvimento do pensamento plástico, e a noção de reprodutibilidade, fundamental para a compreensão da imagem no mundo contemporâneo.

Fazendo arte no Parque
Jacqueline Siano, Lúcia Vignoli e Nena Balthar
Turma 1: 2ª, 3ª, 4ª, 5ª ou 6ª feira, 9-11h
Turma 2: 2ª, 3ª, 4ª, 5ª ou 6ª feira, 15h30-17h30
Turmas: 4ªfeiras, 15h30-17h30, 6ª feiras 9-11h e 15h30-17h30h e sábados 10-12
1x R$ 540 ou 4x R$150
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso tem como objetivo oferecer a crianças acima de 4 anos - em turmas organizadas por faixas etárias - um contato cada vez maior com as artes visuais. As turmas são pequenas, com mínimo de 4 e máximo de 10 alunos, para atender as características específicas da proposta pedagógica que prevê o desenvolvimento de projetos individuais.

Questões fundamentais da pintura
Luiz Ernesto
2 de março a 29 de julho
2ª e 4ª feira, 14-17h
1x R$1.080 ou 5x R$240
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso prático de introdução à pintura, orientado a partir de um conjunto de práticas, bem como de debates sobre os procedimentos técnicos e conceituais de pintura. Após esta etapa, o aluno será convidado a desenvolver um trabalho pessoal com acompanhamento e análise crítica do professor.

A proposta do curso é proporcionar ao aluno o acesso a diversas formas de expressão artística, por intermédio de exercícios que envolvam a utilização de materiais e procedimentos tais como pintura, desenho, colagem, entre outros. Com a intenção de estimular sua visão crítica, a produção de cada aluno será debatida coletivamente, de modo a ampliar seu universo visual, possibilitando assim o desenvolvimento de uma linguagem individual.

Pensar e fazer arte - plataforma 1
Cristina de Pádula
2 de março a 29 de junho
2ª e 4ª feira, 9-12h
1x R$864 ou 4x R$240
(ingresso após a 4a aula sob consulta)

Este curso é prático e destinado ao aluno com pouca ou nenhuma formação artística. Sua meta é proporcionar uma introdução às questões e procedimentos da arte contemporânea. As atividades incluem exercícios de desenho, pintura, gravura, escultura e a apresentação de alguns de seus materiais e elementos técnicos. A prática é complementada com visitas a exposições, bem como a leitura e discussão de textos sobre a história da arte moderna e contemporânea.

Observação e Desenho
Bia Amaral
3 de março a 30 de junho
Turma 1: 3ª feira, 17h30-19h30
Turma 2: 3ª feira, 19h30-21h30
1x R$ 540 ou 4x R$150
(para alunos de 13 a 18 anos, ingresso a qualquer momento)

O curso tem como objetivo desenvolver a percepção visual, o olhar sobre o espaço e a habilidade para resolver questões por meio do desenho. Durante as aulas serão sugeridos trabalhos individuais ou coletivos, com ênfase na observação e no estímulo da construção de uma linguagem visual própria.

Ciberfólio
Joy Till
4 de março a 24 de junho
4ª feira, 19h30-21h30
1x R$ 720 ou 4x R$200
(ingresso após a 4a aula sob consulta)

O curso pretende auxiliar o aluno na apresentação de seus trabalhos no ambiente Web, refletindo sobre as possibilidades geradas pela linguagem da hipermídia, tais como, hipertextualidade, utilização de elementos audiovisuais simultâneos, não-linearidade, interatividade e navegabilidade.

Conversando sobre escultura, objeto, etc e tal (com ênfase no etc e tal)
João Carlos Goldberg
4 de março a 24 de junho
4ª feira, 14-17h
1x R$648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso prático-teórico que enfoca os aspectos da produção da arte no campo tridimensional com base na análise das técnicas, métodos e materiais, além do próprio processo criativo de artistas modernos e contemporâneos (idéia ou talento?). Os alunos poderão utilizar o ateliê-oficina e receber a orientação do professor para o desenvolvimento dos seus trabalhos.

A arte da pintura
Ronaldo do Rego Macedo
3 de março 30 de junho
3ª feira, 14-17h
1x R$ 720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso avalia, por meio da análise de trabalhos trazidos pelos alunos, novas possibilidades para a pintura na contemporaneidade. Em aulas expositivas, serão apresentadas as diversas técnicas e materiais implicados no processo de criação da pintura, bem como os modos de construção da dinâmica da cor.

Espaços
Lia do Rio
2 de março a 29 de junho
2ª e 6ª, 9h30-12h30
1x R$ 864 ou 4x R$240
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso objetiva o contato do aluno com a discussão acerca do conceito de espaço: espaço arquitet�?nico, espaço público, espaço urbano, espaço natural - e sua articulação com a idéia de ação. O aluno será orientado no sentido de desativar seus condicionamentos e dar lugar a novas abordagens, descobrindo possíveis processos de trabalho.

Imagem, tempo e movimento
João Velho
3 de março a 30 de junho
3ª feira, 19h30-21h30
1x R$720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso é prático-teórico e visa desenvolver, a partir das técnicas de motion graphics, possibilidades de articulação entre imagem, tempo e movimento. É necessário o prévio conhecimento de computação gráfica, pois a principal ferramenta do curso será o software Adobe After Effects (Macintosh), para o qual os alunos serão treinados ao longo dos encontros. Além das aulas práticas, haverá discussão de textos e trabalhos de artistas. A turma 1 é de nível avançado, e a turma 2 direcionada para iniciantes.

Matriz digital
Tina Velho
4 de março a 24 de junho
Turma 1: 2ª feira, 15-17h
Turma 2 : 4ª feira, 15-17h
1x R$720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso prático-teórico que utiliza o a imagem digital (mapa de bits) como suporte. O estudo da matriz digital em seus diversos aspectos proporcionará aos alunos uma base teórica e conceitual para investigar novas formas de percepção e desenvolver novas idéias neste meio, estimulando a experimentação das possibilidades oferecidas, como: movimento, interatividade e troca. O aluno receberá orientação específica para seu projeto.

Imagens de superfície
Luiz Ernesto
4 de março a 24 de junho
4ª feira, 19h30-22h30
1x R$648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso voltado para alunos que almejam o aprofundamento dos aspectos teóricos e práticos de seu trabalho. Por intermédio de doze temas, tais como tempo e temporalidade, corpo, palavra e imagem etc, serão debatidas questões gerais em torno da arte contemporânea. Os trabalhos práticos serão desenvolvidos a partir desses temas que, por serem independentes e tratados mensalmente, permitem que o aluno matricule-se a qualquer momento.

Em torno da pintura: linguagem e imagem na arte contemporânea
Malu Fatorelli
2 de março a 29 de junho
2ª feira, 14-17h
1x R$ 648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Tendo a pintura como referência, este curso objetiva a experiência prática e reflexiva em torno da imagem e propõe exercícios de desenho, pintura, gravura, entre outros. Utilizando o audiovisual como suporte às aulas, será proposto o debate sobre processos de trabalho de artistas brasileiros e internacionais e questões como, o suporte da pintura para além da tela tradicional, os diferentes meios de criação da imagem - artesanal, fotográfico, digital - e a sua articulação.

A pintura e os espaços da pintura
Suzana Queiroga
3 de março a 30 de junho
3ª e 5ª feira, 9h30-12h30
1x R$ 864 ou 4x R$240
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso dirigido para iniciantes no estudo da arte contemporânea e em suas estratégias críticas a partir da pintura, sem, no entanto, limitar-se a esta. Por meio de exercícios práticos, alternados com leitura de textos e análise de trabalhos, o aluno terá a oportunidade de compreender o processo como uma reflexão sobre a própria arte.

Arte: reflexão e ação
Anna Bella Geiger e Fernando Cocchiarale
5 de março a 25 de junho
5ª feira, 19h30-22h30
1x R$ 720 ou 4x R$200
(ingresso após a 4a aula sob consulta)

Trata-se de um curso sobre a arte e sua prática, entre a reflexão e o fazer, entre o pensamento e a ação artística. A cada mês, nas três (3) primeiras aulas serão levantadas questões para uma reflexão sobre tópicos da arte contemporânea e sobre a relação entre arte e filosofia. Na quarta aula, os trabalhos realizados pelos alunos serão comentados e avaliados pelos professores. Pede-se um comparecimento assíduo dos alunos ao longo de todo o semestre para que o acompanhamento dos seus projetos resulte produtivo. É realizada entrevista de seleção na primeira aula.

Antiformas de intervenção
David Cury
3 de março a 30 de junho
3ª feira, 19h30-22h30
1x R$ 720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso pretende fortalecer a experiência crítica e autocrítica de artistas em formação, a partir da análise de seus trabalhos e do trabalho de outros artistas, brasileiros e estrangeiros, tendo em vista a diversidade de meios e conhecimentos implicados na arte contemporânea (história da arte, filosofia, psicanálise, sociologia, antropologia, entre outros). Desta maneira, visa o "descondicionamento" de práticas assimiladas e aradicalização de pesquisas em arte.

Análise e inserção da produção contemporânea
Iole de Freitas
5 de março a 25 de junho
5ª feira, 10-13h
1x R$ 648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso se desenvolve por meio da discussão em torno dos projetos dos alunos, tendo em vista as possibilidades da linguagem plástica na atualidade. O curso enfoca, também, a possibilidade de inserção dessa produção no meio cultural, em exposições, publicações e debates.

Cotidiano e mobilidade
Giodana Holanda
3 de março a 30 de junho
3ª feira, 15-17h
1x R$ 720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso explora interseções entre cotidiano, tecnologia e arte, por meio da vivência em espaços físicos e virtuais. O objetivo é encontrar formas de ver e revelar o cotidiano atual, através de derivas pela cidade e navegações pelas redes, usando telefone celular, câmera digital e a Internet. Serão analisados textos e trabalhos de artistas.

Desenho, imagem e texto: impressões e transferências
Lena Bergstein
2 de março a 29 de junho
2ª feira, 18-21h
1x R$ 648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso almeja o desenvolvimento de uma linguagem plástica por meio de exercícios a partir de elementos formais, como ponto, linha, plano, forma e espaço, articulando desenhos, monotipias, xerox, "livros de artista" etc. Referências teóricas serão apresentadas com a finalidade de ampliar a compreensão das relações entre imagem e texto.

Desenvolvimento de projetos
Franz Manata
2 de março a 29 de junho
2ª feira, 19h30-22h30
1x R$720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

A partir da análise das propostas e trabalhos realizados pelos artistas, em discussões com o grupo, abordaremos temas referentes às várias etapas da produção artística: da conceituação e elaboração, passando pela realização, até a sua inserção no circuito. Os encontros serão permeados por debates sobre questões históricas e relações com obras e artistas brasileiros e internacionais.

Fotografia: projetos
Denise Cathilina
4 de março a 24 de junho
4ª feira, 19h30-22h30
1x R$ 648 ou 4x R$180
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso que oferece fundamento teórico aos alunos, com base na análise de seus projetos e trabalhos. Serão apresentadas as etapas envolvidas na produção de imagens, com a intenção de se pensar a fotografia como instrumento de investigação plástica e conceitual. Como complemento teórico, haverá a discussão da obra de artistas e fotógrafos renomados, como também de textos específicos.

Dynamic encounters - vídeos
Charles Watson
3 de março a 26 de maio
3ª feira, 19h30-21h30
1x R$ 990 ou 4x R$275
(ingresso após a 4a aula sob consulta)

Por meio de vídeos e posterior discussão sobre a obra, vida e processo criativo de artistas e cientistas de notável contribuição para o pensamento humano, este curso tem o propósito de revelar semelhanças entre dinâmicas utilizadas por criadores, em diferentes disciplinas. Para este fim, haverá a exibição de vídeos sobre Richard Serra, Sean Scully, Cristian Boltanski, Mona Hatoum, Rebecca Horn, Robert Irwin, Jackson Pollock, entre outros, procurando abranger todo o período entre o início do século XX até nossos dias.

Pintura
João Magalhães
Turma 1: 3ª e 5ª feira, 14-17h
3 de março a 30 de julho
1x R$ 1.080 ou 5x R$ 240
Turma 2: 2ª feira, 17-19h30
2 de março a 27 de julho
Turma 3: 5ª feira, 19h30-22h30
5 de março a 28 de julho
1x R$675 ou 5x R$150
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

Curso aberto tanto para iniciantes quanto para alunos cujo trabalho já atingiu um nível avançado de desenvolvimento. Tem por objetivo aprofundar a prática e o pensamento sobre a pintura, tomando como referência condições históricas e contemporâneas. Será desenvolvido por meio da análise dos trabalhos produzidos pelos alunos de acordo com suas próprias opções, ou seja, não serão propostos exercícios. Na turma 3, o professor Walter Goldfarb também participa dos encontros.

Fotografia expandida
Denise Cathilina
2 de março a 29 de junho
Turma 1: 2ª feira, 14h30-17h30
Turma 2: 2ª feira, 19h30-22h30
1x R$ 540 ou 4x R$150
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso pretende discutir, a partir das idéias de Villem Flusser, a fotografia para além das questões técnicas e estimular o desenvolvimento de uma linguagem pessoal. Serão propostos exercícios de interferência no processo fotográfico convencional, tais como técnicas de impressão alternativas, negativo construído, pinhole etc, visando a ampliação do conceito de fotografia. Não é obrigatório que o aluno traga câmera fotográfica.

Módulo avançado de pintura
Suzana Queiroga
4 de março a 24 de junho
4ª feira, 10-13h
1x R$ 648 ou 4x R$180

Curso voltado para a orientação de projetos individuais de pintura, em fase avançada de desenvolvimento. Antes do início de cada semestre é realizada entrevista para seleção dos alunos participantes. As turmas serão integradas por, no máximo, 20 alunos.

Arte no Brasil: do moderno ao contemporâneo
Guilherme Bueno
3 de março a 30 de junho
3ª feira, 10-12h
R$ 540 ou 4x R$150
(ingresso após a 4a aula sob consulta)

O curso apresenta um panorama da história da arte brasileira, seus principais movimentos e artistas, desde o final do século XIX até a atualidade. O curso é teórico e abrange diferentes campos, tais como artes plásticas, arquitetura e design. As aulas incluem leitura de textos, projeção de vídeos, bem como visitas comentadas a exposições e monumentos. O objetivo é possibilitar ao aluno, além do trabalho em sala de aula, uma experiência direta com o contexto estudado.

O processo criativo
Charles Watson
2 de março a 24 de junho
2ª e 4ª feira, 19h30-21h30
1x R$1.404 ou 4x R$390
(ingresso após a 3a aula sob consulta)

Curso direcionado a arquitetos, artistas, empresários e designers. Será dividido em duas etapas: na primeira, serão apresentadas questões gerais implicadas na experiência artística, tais como processos de percepção, emocionais, culturais; na segunda, a discussão de estratégias envolvidas no processo criativo. Apoiados pela leitura de textos e exibição de vídeos, os exercícios propostos têm como objetivo demonstrar a semelhança entre as dinâmicas criativas nas diversas áreas. Palestrantes convidados: Agnaldo Farias, Cadu, Fernando Cocchiarale, Lia Rodriguez, e Luiz Alberto Oliveira.

Das Cores
Bob N e José Maria Dias da Cruz
3 de março a 30 de junho
3ª feira, 14-17h
1x R$ 720 ou 4x R$200
(o aluno pode ingressar a qualquer momento)

O curso propõe um outro olhar para a cor que possibilite o desenvolvimento de um pensamento plástico. Compõe-se de exercícios práticos, de observação e considerações conceituais no sentido de possibilitar ao aluno uma leitura de diversos artistas ao longo da história e habilitá-lo a um posicionamento abrangente e conscientemente crítico em relação aos seus usos e possibilidades na contemporaneidade.


WORKSHOPS

Imagens do Cinema
Paula Gaitan
9 a 12 de março
2ª, 3ª e 4ª feira, 9-12h e 14-18h
5ª feira, 9-12h e 15-18h
1 x R$300
(número mínimo de 6 participantes)

A oficina será composta de aulas teóricas e práticas visando realização coletiva ou individual de filmes utilizando diversos suportes, materiais, mecanismos técnicos e criativos.Serão investigados os mecanismos (meios e processos) e os suportes próprios para a elaboração de um ensaio audiovisual de acordo com conceitos e hibridizações que o aluno/artista propõe para a realização dessa obra.

Workshop de materiais em pintura
Katie van Scherpenberg
24 a 28 de maio
10-13h (5 aulas)
R$ 300,00
(mínimo de 10 e máximo de 25 participantes)

Curso intensivo, enfocando os materiais usados em pintura e sua aplicação prática, tendo o papel como suporte.

As aulas abrangem a feitura de bases com papéis e seu prepare com gesso e cola; a feitura de tintas; noções sobre pigmentos orgânicos e inorgânicos.

SoundArt@NAT
Franz Manata e Saulo Laudares
23 de maio a 27 de junho
Sábado, 11-13h (6 aulas)
2x R$135
(mínimo de 6 participantes)

Trata-se de uma prática artística na forma de workshop. Durante seis encontros serão discutidos: Sound Art, Som & Imagem, Música no Século XX e música eletr�?nica, produção e sobre os trabalhos dos participantes.

Arte Pública Agora
Simone Michelin
17 de abril a 18 de junho
5ª feira, 16-19h (8 aulas)
2x R$200
(mínimo de 6 e máximo de 10 participantes)

Oficina dedicada à orientação crítica no desenvolvimento de trabalhos inscritos no território contemporâneo da arte pública, focalizando os procedimentos híbridos que envolvem a utilização de diferentes meios e estratégias da performance às tecnologias de ponta. Visa o acompanhamento e a discussão da produção dos participantes.

Posted by Gabriela Miranda at 10:33 AM | Comentários (2)

fevereiro 18, 2009

Expressões através da argila com Christina Machado no Museu Murillo La Greca, Recife

Curso semestral para iniciantes e iniciados, divididos em duas turmas, com exercícios de observação, criação e diálogos sobre projetos, dando continuidade a um processo iniciado em 2008 de relação mais íntima com a argila, suas plasticidades e sensações. Os grupos serão trabalhados simultaneamente nos horários oferecidos pela instituição. Durante o percurso do curso algumas atividades dirigidas reunirão os dois grupos.

Inscrições até 6 de março de 2009
Aulas de março a junho de 2009

TURMA 1: Curso aberto para quem já tem experiência com modelagem - exercícios de observação, criação e diálogo sobre projetos.
segunda-feira, 19h15-22h00

TURMA 2: Curso aberto para iniciantes - iniciação a criação e técnica de modelagem .
terça-feira, 14h30-17h15

Mensalidade: R$ 120
Reservas: 50% do valor da mensalidade

Museu Murillo La Greca
Rua Leonardo Cavalcanti 366, Parnamirim, Recife - PE
81-3232-4276/4467 ou murillolagreca@gmail.com
Segunda a sexta, 9-12h e 14-17h

Posted by Ana Maria Maia at 6:25 PM

fevereiro 17, 2009

Desenho no Parque com Teresa Berlinck no MAM, São Paulo

Desenho de diferentes pontos de vista, plantas e recantos do Parque do Ibirapuera. No ano do centenário de nascimento de Roberto Burle Marx, paisagista colaborador do Parque do Ibirapuera, o curso propõe uma reflexão sobre alguns aspectos da relação arte/natureza. Os encontros serão alternados entre o ateliê do MAM e locais como o Córrego do Sapateiro, o Pavilhão Japonês, o Viveiro Manequinho Lopes, os bosques do Parque. Livros e catálogos de arte serão utilizados na apresentação de obras e artistas que abordam o tema. O curso contará também com uma aula especial sobre jardins ministrada por Felipe Chaimovich, crítico de arte e curador do MAM.

Início em 10 de março, 8h30 - Inscrições abertas
Aulas até 30 de junho; terças, 8h80-10h30

Público: Adulto
Vagas: 15
Mensalidade: R$ 190

Museu de Arte Moderna - MAM-SP
Parque do Ibirapuera portão 3 s/nº, São Paulo - SP
11-5085-1312 ou cursos@mam.org.br
www.mam.org.br

Programação:
10/03 – Apresentação; desenho no bosque – olhar macro: troncos, galhos e folhas secas
17/03 – Paisagem construída – o Lago e o Córrego do Sapateiro
24/03 – Aula especial sobre jardins ministrada por Felipe Chaimovich
31/03 – Jardim de ervas, canteiros de flores – Viveiro Manequinho Lopes
07/03 – Mostra de produção, conversas, referências
28/03 – Olhar para as árvores - bosque da Casa da leitura
05/03 – Olhar para as flores - Viveiro Manequinho Lopes
12/03 – Olhar para as copas - bosque de piquenique
19/03 – Mostra da produção, conversas, reflexão; apresentação do documentário Rivers and Tides sobre a obra de Andy Goldsworthy
26/03 – O Jardim japonês – Pavilhão Japonês
02/03 – Natureza classificada – estufas, canteiros, pergolados – Praça Burle Marx e Viveiro Manequinho Lopes
09/03 – O parque e a cidade - paisagem – vista geral - Pavilhão da Bienal
16/03 – Linhas verticais – bosque da pista de Cooper
23/03 – Oscar e o jardim – as linhas de Niemeyer e as formas da natureza Marquise
30/03 – Mostra da produção, conversas, avaliação final


Sobre Teresa Berlinck
São Paulo, SP, 1962. Formação 2006 Mestrado em Artes Visuais, FASM Faculdade Santa Marcelina, São Paulo 1999 Bacharelado em Artes Plásticas, FAAP Fundação Armando Álvares Penteado. Principais individuais e projetos especiais 2007 Rolando Escada Abaixo projeto parede Museu de Arte de Ribeirão Preto; Memórias, Sonhos e Segredos Virada Cultural Paulista, Bauru; Cozinha Cultural VERBO galeria Vermelho, São Paulo 2006 Insônia performance com Thelma Bonavitta VERBO Galeria Vermelho, São Paulo; Palma Mater fachada galeria Vermelho, São Paulo; Segredos com Célia Cymbalista Sítio da Ressaca São Paulo; Desenhos do sono x segredos com o público - Museu de Arte de Belém 2001 Galeria Millan, São Paulo 1998 21 Budas Galeria Millan, São Paulo 1995 Pinturas Museu Guido Viaro, Curitiba; Colagens Galeria do Instituto de Artes da Unicamp, Campinas / Galeria da Aliança Francesa, São Paulo. Principais coletivas 2008 Prova de Contato galeria Tijuana/Vermelho, São Paulo 2007 MARP 15 anos, MARP Ribeirão Preto; TRÂNSITO / Bola de Fogo Mostra SESC de Artes Circulações, São Paulo; Herança Museu Murillo La Greca, Recife 2006 Gravura Contemporânea Brasileira Museu de Arte Contemporânea do Ceará, Fortaleza; Projeto Pari: 30 artistas na biblioteca Biblioteca Adelpha Figueiredo, São Paulo; Doações Recentes II. MACCE, Fortaleza; Bola de Fogo Adesiva Casa da Cultura, Ribeirão Preto; Bola de Fogo Gravura IAC UFPE, Recife; Bola de Fogo Gravura Museu da Gravura - Fundação Cultural de Curitiba, Curitiba 2005 Bola de Fogo no MAC Americana Museu de Arte Contemporânea de Americana, Americana 2004 Bola de Fogo Galeria SESC Av. Paulista São Paulo 2003 México Imaginário Casa das Rosas, São Paulo; Ópera Aberta Casa das Rosas, São Paulo 1999 Transcendência, Casa das Rosas São Paulo 1997 Anual de Artes FAAP, São Paulo 1996 Anual de Artes, FAAP, São Paulo, 1994 Novos Noventa Paço Imperial, Rio de Janeiro RJ 1991 Circuito Ateliê Aberto, São Paulo 1990 Painel Passagem Consolação São Paulo 1986 Salão Nacional FUNARTE, Palácio das Artes Belo Horizonte 1985 SP3 Petite Galerie, Rio de Janeiro. Docência 2008 Desenho da figura humana MAM São Paulo; Desenho e aquarela, Ateliê Bricolleur, São Paulo; Oficina currículo e portofólio Faculdade Santa Marcelina, São Paulo 2007 Instalação em sítio específico Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo; Terças com Arte para crianças, Escola São Paulo; Desenho e Pintura MAM São Paulo; Desenho e aquarela, Atelier Bricoleur, São Paulo, SP; Pintura no escuro para crianças, Escola São Paulo, São Paulo; Oficina currículo e portofólio, FASM São Paulo, SP; 2006 Oficina curto-circuito portofólio, Faculdade Santa Marcelina, São Paulo; Laboratório de criação, MAM São Paulo; 2005 Laboratório de criação MAM São Paulo; Laboratório de criação SESC Ipiranga, São Paulo;1999 a 2008 Desenho MAM São Paulo; 1999 a 2004 Desenho. Ateliê da artista, São Paulo.

Posted by Ana Maria Maia at 4:46 PM

Contextualizando a arte contemporânea com Leda Catunda no Collegio das Artes, São Paulo

Pretende-se abordar no curso questões pertinentes à produção em arte contemporânea, bem como o modo como a atitude contemporânea se relaciona com o período moderno. Para tanto serão propostas leituras e discussões de textos específicos, escolhidos dentro de uma bibliografia recém publicada em português. Paralelamente serão debatidas as produções dos participantes, através dos próprios trabalhos ou de registro fotográfico dos mesmos. Serão propostos ainda exercícios práticos visando aquecer a discussão sobre parâmetros, limites e o alcance poético na produção contemporânea.

Início em 4 de março, 20h - Incrições abertas

Público-alvo: artistas iniciantes e em formação
Horário: quartas-feiras, 20-22h30, até 27 de maio de 2009
Vagas: 16
Valor: 4 parcelas de R$ 260 (mais matrícula para novos alunos de R$ 100)

Collegio das Artes
Rua Cônego Eugênio Leite 273, Pinheiros, São Paulo - SP
11-3064-4740 ou cursos@collegiodasartes.art.br
www.collegiodasartes.art.br


Sobre Leda Catunda

Exposições Individuais: 2008: Pinacoteca do Estado, São Paulo, Brasil; Dragão do Mar, Museu de Arte Contemporânea, Ceará, Brasil. 2007: Galeira Bagnai, Florença, Itália; Galeria Arte 21, Rio de Janeiro, Brasil. 2006: Galeira Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil; Galeira Marina Potrich, Goiânia, Brasil. 2005: Galeria Alberto Sendrós, Buenos Aires, Argentina; Leda Catunda - Colagens e Pinturas, Spart Cultural, Presidente Prudente; Museo de Arte de Ribeirão Preto, São Paulo. 2004: Galeria Ramis Barquet, Nova York, EUA Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil. 2003: Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil; Fundación Centro de Estudos Brasileiros, Vuenos Aires, Argentina; Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo, Brasil. 2002: Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil. 2001: Museo Alfredo Andersen, Curitiba, Brasil; Galeria Ramis Barquet, New York, USA. 2000: Galeria Kalil&Lauar, Belo Horizonte, Brasil; Galeria de Arte Marina Potrich, Goiânia, Brasil: Museu Ferroviário Vale do Rio Doce, Vitória, Brasil. 1999: Paço das Artes, São Paulo, Brasil. 1998: Galeria Casa da Imagem, Curitiba, Brasil; Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil. 1997: Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil; Galeria Luis Adelantado, Valencia, Spain; Galeria Marina Potrich, Goiânia, Brasil. 1996: Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil; Funarte, Brasília, Brasil.

Exposições Coletivas: 2004: Natureza Morta/Still Life, Galeria de Arte do Centro Cultural FIESP, São Paulo, Brasil; Onde está você, Geração 80?, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro e Brasília, Brasil; Heterodoxia: edição latino-americana, Galeria Marta Traba; Memorial da América Latina, São Paulo; Paralela 2004, curadoria Moacir dos Anjos, São Paulo; Bazar de Verão, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo. 2003: 2080, Museu de Arte Moderna de São Paulo/SP; Marcantonio Vilaça - Passaporte Contemporâneo, MAC USP, São Paulo, Brasil; Leda Catunda, Marco Giannotti e Rodrigo Andrade, Espaço Área, Recife, Brasil; Pele e Alma, Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, Brasil. 2002: Paralela, São Paulo, Brasil; Rotativa Fase 2, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil; Coleção Metrópolis de Arte Contemporânea, Pinacoteca do Estado de São Paulo/SP, Pinacoteca Benedicto Calixto,Santos, Brasil; Mapa do Agora, Instituto Tomie Otake, São Paulo, Brasil; Ares&pensares, Sesc Belenzinho, São Paulo, Brasil. 2001: Trajetória da Luz na Arte Brasileira, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil; Sings of life, Galeria Ramis Barquet, New York, USA; Inventário Poético, Galeria Casa da Imagem, Curitiba, Brasil; O Espírito da Nossa Época, Museu de Arte Moderna de São Paulo, Brasil; Trajetória da Luz, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil; Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil. 2000: Mostra do Redescobrimento: Brasil +500 Anos, Associação Brasil 500 Anos Artes Visuais, São Paulo, Brasil; III Semana Fernando Furlaneto, São João da Boa Vista, Sao Paulo, Brasil; O Século das Mulheres, Algumas Artistas, Casa de Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil; Obra Nova, Museu de Arte Contemporânea da USP, São Paulo /SP.

Posted by Ana Maria Maia at 3:48 PM

fevereiro 12, 2009

Seminário Internacional Criação & Crítica no Museu Vale, Vila Velha

Inscrições: a partir de 15 de fevereiro de 2009

Realização: 11 a 15 de março

Museu Vale
Antiga Estação Pedro Nolasco, s/n, Argolas, Vila Velha - ES
27-3333-2484
www.museuvale.com
www.seminariosmv.org.br
Coordenação: Fernando Pessoa e Glória Ferreira

Pensar o processo de criação artística é o objetivo da quarta edição dos Seminários Internacionais Museu Vale, que será realizada de 11 a 15 de março, com a participação de 16 palestrantes nacionais e internacionais, abrindo as atividades do museu em 2009. Criação & Crítica propõe uma reflexão sobre a arte tanto na perspectiva de quem a produz, quanto na de quem a interpreta, através da realização de um grande fórum de discussões entre artistas e críticos ao longo de cinco dias no Museu Vale, em Vila Velha - ES. Na abertura, será lançado o livro Criação & Crítica, com textos de todos os palestrantes. As inscrições serão abertas no dia 15 de fevereiro, e deverão ser feitas exclusivamente através do site www.seminariosmv.org.br.

Programação:

11 de março, quarta-feira
Abertura
9-21h - Mônica Zielinsky

Lançamento do livro: Criação & Crítica

12 de março, quinta-feira
Mesa 1
15-18h - José Damasceno e Tânia Rivera

Mesa 2
19-22h: Jean-Claude Lebensztejn

13 de março, Sexta-feira
Mesa 3
15-18h: Rodrigo Braga e Clarissa Diniz

Mesa 4
19-22h: Ana Maria Machado e Eduardo Coutinho

14 de março, sábado
Mesa 5
11-14h: Marilá Dardot e Luisa Duarte

Mesa 6
15-18h: Nelson Félix e Glória Ferreira

15 de março, domingo
Mesa 7
11-14h: Ricardo Basbaum e Waltércio Caldas

Encerramento
15-18h: Jacinto Lagueira e Thierry De Duve


A coordenação de Criação & Crítica está a cargo do filósofo Dr. Fernando Pessoa, Professor de Filosofia da Universidade Federal do Espírito Santo, e Glória Ferreira, Crítica de arte e curadora independente. Segundo Fernando Pessoa, organizador do evento desde a primeira edição, a proposta dos Seminários é refletir a relação existente entre arte e pensamento. “Não há mais fronteiras entre a arte e a filosofia, uma vez que a arte contemporânea se torna cada vez mais reflexiva do seu próprio papel.” Ele destaca ainda a importância dessa iniciativa no país: “Ao reunir filósofos, críticos, artistas e historiadores, os Seminários Museu Vale democratizam o saber para além de cada uma das áreas, propiciando trocas muito ricas de conhecimento universal. Pelo sucesso que o evento vem registrando a cada ano, com um número cada vez maior de interessados de todo o Brasil, percebe-se que existe uma demanda crescente de gente interessada em refletir o nosso tempo”.

Palestrantes

Três palestrantes internacionais participarão das discussões: Thierry De Duve (Crítico de arte - historiador, filósofo da arte, professor da Universidade de Lille 3), Jean-Claude Lebensztejn (Crítico de arte - professor emérito de história da arte da Universidade Paris), e Jacinto Lagueira (Crítico de arte - professor de Estética na Universidade de Paris 1 Panthéon-Sorbonne).

Entre os conferencistas brasileiros há artistas, críticos de arte, dirigentes de instituições culturais e curadores independentes, muitos dos quais também professores de universidades do Rio de Janeiro e São Paulo. São eles: Mônica Zielinsky, (Diretora do Museu Iberê Camargo), Waltércio Caldas (artista plástico), José Damasceno (artista plástico), Rodrigo Braga (artista plástico), Clarissa Diniz (artista plástica), Ana Maria Machado (escritora), Eduardo Coutinho (crítico literário), Marilá Dardot (artista plástica), Luisa Duarte (crítica de arte), Nelson Félix (artista plástico), Glória Ferreira (crítica de artes e curadora) e Ricardo Basbaum (artista plástico).

Os Seminários Internacionais Museu Vale tiveram início em 2006. Na primeira edição, o tema foi “Arte no Pensamento”, que tratou da importância da arte nas filosofias antiga, moderna e contemporânea. O ano seguinte, com o tema “Sentidos na/da arte”, o questionamento teve como foco os sentidos tanto na arte contemporânea, a sua elaboração teórica, quanto da arte contemporânea, a reflexão de sua prática concreta. Em 2008, a discussão partiu da questão formulada pelo poeta Friedrich Hölderlin, em sua elegia Pão e Vinho: “... e para que poetas em tempo indigente?”. Sempre com as 450 vagas disponibilizadas ao público totalmente preenchidas em poucas horas de inscrição. O público participante tem sido predominantemente de estudantes e professores do ensino fundamental ao universitário, com destaque para os formados em artes, arquitetura, filosofia, história, letras e comunicação, além de dirigentes e funcionários de instituições culturais.

O encontro faz parte do calendário oficial dos eventos culturais realizados anualmente no país, sendo reconhecido como um dos mais importantes palcos de reflexão sobre o papel da arte no século XXI. Direcionados ao público de diferentes faixas etárias, níveis socioeconômicos, formações e experiências, promovem conhecimentos artísticos e filosóficos, possibilitando a compreensão do trabalho de artistas e pensadores. A intenção é pensar a arte como uma produção indispensável à existência, como um processo por meio do qual os homens interrogam as discrepâncias sociais e procuram descobrir possíveis caminhos que conduzam a uma superação das questões que assombram o mundo atual.

Museu Vale

O Museu Vale tem como objetivo proporcionar à população um espaço de excelência em arte contemporânea, incentivar os jovens a usar a criatividade na busca do conhecimento e preservar a memória da centenária Estrada de Ferro Vitória a Minas - EFMV. Inaugurado em 15 de outubro de 1998, já recebeu mais de 700 mil visitantes, dos quais, cerca de 230 mil estudantes. Sediou 30 importantes exposições, entre as quais se destacam: “Babel”, de Cildo Meireles, realizada pelo Museu Vale na Estação Pinacoteca do Estado de São Paulo, premiada com o Troféu da Associação Paulista de Críticos de Arte como a melhor exposição de 2006; além de exposições que contaram com artistas como Tunga, Ernesto Neto, Carlos Vergara, Iole de Freitas, Hilal Sami Hilal, Eduardo Sued, Regina Silveira, Nelson Felix e Nelson Leirner.

Uma das iniciativas mais notáveis do Museu Vale é seu Programa Educativo, que, entre outras ações, capacita jovens aprendizes em ofícios relativos à montagem e desmontagem das exposições. Em cada mostra, um grupo de jovens de comunidades vizinhas ao Museu participa da montagem e desmontagem, em conjunto com as equipes de profissionais especializados em áreas como iluminação, marcenaria, serralheria, pintura, comunicação visual e cenografia. Entre os principais objetivos do programa estão: oferecer conhecimentos teóricos e práticos sobre montagem e desmontagem de exposições de arte; formar novos profissionais, capacitando-os para este mercado de trabalho específico; e despertar o interesse dos jovens para atividades ligadas a museus, galerias e centros de arte, de modo muito especial no que diz respeito à preservação, atuação, responsabilidade e desenvolvimento das instituições museológicas.

Através de suas ações educativas de caráter interdisciplinar, a instituição busca uma interação que propicia novas percepções e posições diante das obras e do mundo. Para cada uma das exposições temporárias do Museu Vale há uma abordagem educativa específica, a partir das obras e conceitos em questão, envolvendo pesquisa, leitura, elaboração de materiais de estudo e treinamento de equipes. Esse trabalho, mediador entre as obras expostas e o espectador, facilita o diálogo, a compreensão e a formação do público. O Museu Vale promove ainda workshops sobre as exposições de arte contemporânea para universitários, que posteriormente ministram oficinas para professores e estudantes da rede de ensino da Grande Vitória.

Posted by Gabriela Miranda at 4:17 PM

fevereiro 11, 2009

O GEAP promove o 1° Seminário Internacional sobre Arte Pública na América Latina, Buenos Aires

5, 6 e 7 de agosto de 2009

Prazo de envio das súmulas para apresentação de trabalhos: 27 fevereiro de 2009

Prazo de envio da redação final do trabalho/apresentação: 30 abril de 2009

Coordenação Geral do GEAP/ Grupo de Estudos sobre Arte Pública na América Latina
Universidad de Buenos Aires
Teresa Espantoso Rodríguez
José Francisco Alves, colaborador do GEAP/Brasil
Informações: geaplatinoamerica@gmail.com
54-11-4431-4115

Tema central

Alcances da arte pública nas celebrações do primeiro centenário das independências em território latino-americano.

Demais mesas de trabalho (temas)

- Arte pública e memória.

- Perspectivas da arte pública na celebração dos bicentenários das independências dos países latino-americanos.

- A arte no espaço urbano: relações e realizações.

- A arte pública como patrimônio cultural: Projetos e realizações.

- Problemáticas e questões metodológicas no campo da conservação e restauração da arte pública.

Sobre o GEAP

Grupo de Estudios sobre Arte Pública na Latinoamérica

O Grupo reúne a pesquisadores de distintos países da América Latina dedicados ao estudo, interpretação, valorização e proteção da arte pública em seus respectivos âmbitos e a partir de diversas perspectivas, considerando este conceito em sua dimensão mais ampla e abrangente: toda expressão e/ou ação levada a cabo no espaço urbano com um sentido significativo, comunicacional e/ou estético.

Grupo de Estudio sobre Arte Público en Latinoamérica lança 1ª Convocatoria sobre Arte Público en Latinoamérica, Buenos Aires

GEAP - Latinoamérica

5, 6 e 7 de agosto de 2009

1ª Convocatoria

El Grupo de Estudios sobre Arte Público en Latinoamérica (GEAP-Latinoamérica) reúne a investigadores de distintos países de América Latina dedicados al estudio, interpretación, puesta en valor y protección del arte público. Con el objetivo de profundizar y poner en relación los estudios que sobre este tema se realizan actualmente, el grupo convoca al Ier. Seminario Internacional sobre Arte Público en Latinoamérica, con sede en Buenos Aires, Argentina.

Teniendo en cuenta que el arte público, especialmente los monumentos conmemorativos y las arquitecturas efímeras, desempeñó un papel fundamental en la construcción de las identidades nacionales en Latinoamérica y que este proceso tuvo su punto culminante con motivo de las respectivas celebraciones del primer centenario de la Independencia, el GEAP-Latinoamérica seleccionó en esta ocasión como tema convocante: Alcances del arte público en las celebraciones del primer centenario de las independencias en territorio latinoamericano, con la intención de conocer, debatir y comprender los procesos y objetivos con los que las jóvenes naciones de América del Sur festejaron sus primeros cien años de vida independiente, cómo ello fue expresado en el espacio público y qué recepción tuvieron en el seno de las sociedades en que las mismas se desarrollaron.

Con el objeto de permitir la participación de colegas enfocados en otras perspectivas del estudio del arte público, y dado que este primer encuentro es fundamental para la formación de una red de profesionales dedicados al tema, se han establecido otras mesas de trabajo a fin de permitir su participación:

- Arte público y memoria.
- Perspectivas del arte público en la celebración de los bicentenarios de las independencias latinoamericanas.
- El arte en el espacio urbano: relaciones y realizaciones.
- El arte público como patrimonio cultural: su puesta en valor. Proyectos y realizaciones.
- Problemáticas y cuestiones metodológicas en el campo de la conservación y restauración del arte público.

I-Normas para la presentación de los trabajos

1. REsumen: debe tener un mínimo de 200 palabras y un máximo de 250. En el mismo deberá estar planteado el eje de la investigación, las cuestiones metodológicas y los ejemplos utilizados.
La aceptación del resumen por el comité evaluador no implica la aceptación de la ponencia, sino que determinará la pertinencia o no del trabajo propuesto.

Normas para la presentación del resumen
Titulo de la ponencia: TIMES NEW ROMAN 12, mayúscula, negrita.
Subtitulo: Times New Roman 12, negrita.
Nombre del autor: Times New Roman 10, negrita
Institución: Times New Roman 10, normal
Dirección electrónica: Times New Roman 10, normal
Texto: Times New Roman 11, normal

Se enviará vía correo electrónico, con el nombre del archivo formado por letras RE seguidas del apellido e iniciales de los nombres del/de los autores:

José María Rosales: RErosalesjm.doc

La fecha límite para el envío del resumen será el viernes 27 de febrero de 2009.

2. Curriculum Vitae: junto con el resumen se enviará, en documento separado, un curriculum vitae breve, en el que se consignen –además de los antecedentes académicos- los datos personales del/de los autores, incluyendo: apellido, nombre, documento de identidad, domicilio postal, teléfono, institución a la que pertenece y dirección electrónica.
Se enviará vía correo electrónico, con el nombre del archivo formado por letras CV seguidas del apellido e iniciales de los nombres del autor:

3. POnencias.
Los trabajos de investigación deben ser inéditos y proponer un aporte original. No podrán superar las las 5.000 palabras de extensión (incluidas notas, bibliografía y un máximo de cuatro (4) imágenes). La presentación debe estar realizada para DIN A4, con 3cm de márgenes por lado, interlineado 1½, en letra Times New Roman 12.
La aceptación de la ponencia por parte del comité evaluador será la única instancia que determine la participación en el encuentro.
Se enviará en documento adjunto vía correo electrónico, con el nombre del archivo formado por letras PO seguido del apellido e iniciales de los nombres del/de los autores:

POrosalesjm.doc

Los párrafos se iniciarán sin sangría.
Las citas textuales deben ir entre comillas si se incluyen en el cuerpo del texto. Cuando exceden las cuatro líneas de extensión irán a un espacio y con márgenes distintos de los del texto principal.
Las referencias bibliográficas dentro del texto se harán entre paréntesis, apellido del autor, año de edición y, luego de dos puntos, el número de página o páginas. Por ejemplo, (Ucelay da Cal, 1995:52). Se citan hasta dos autores, si son más de dos se cita el primer autor y se agrega et al.

Por ejemplo, (Mases et al. 1998). Autores diferentes citados en un mismo paréntesis deben ordenarse cronológicamente y no alfabéticamente.

Todas las referencias bibliográficas citadas en el texto principal o en las notas deben incluirse al final del trabajo en orden alfabético por apellido de los autores observando el siguiente orden:
Libros: a) apellido y nombre del autor en letra normal y minúscula; b) título de la obra en letra cursiva; c) lugar de edición, d) casa editorial, e) fecha o año de publicación, f) página (p.) o páginas (pp.) si correspondiera. Todos estos datos deben separarse entre sí por comas.
Artículos: a) nombre y apellido del autor en letra normal y minúscula; b) título del artículo en letra normal, minúscula y entre comillas, c) en: nombre de la revista o publicación que lo incluye (en letra cursiva); d) lugar de edición; e) tomo (t.), volumen (vol.), número (n°), f) fecha o año de edición, g) página (p.) o páginas (pp.) si correspondiera. Todos estos datos deben separarse entre sí por comas. Si es un diario (nombre en bastardilla), día, mes y año de la publicación y página o páginas citadas.

Si hay varios trabajos de un mismo autor publicados en el mismo año, la distinción entre ellos se hará utilizando letras.

Si el autor lo considera importante el año de la edición original debe ir entre corchetes.

Todos los trabajos incluidos en la lista bibliográfica deben estar referenciados en el texto.

Las notas deben ubicarse a pie de página, con números correlativos.

Los autores son responsables del contenido de sus contribuciones, de la exactitud de sus citas y referencias bibliográficas.

Se solicita a los autores que acepten el principio de autorizar correcciones estilísticas que faciliten la lectura de los artículos sin alterar su contenido.

La fecha límite para el envío de las Ponencias es el día jueves 30 de abril de 2009.

4. IMágenes y EPígrafes

Las IMágenes se entregarán fuera del texto. Se pueden incluir hasta 4 fotografías, tamaño máximo de 10 x 15 cm, digitalizadas a tamaño natural, 300 dpi.

Se enviarán en documentos adjuntos vía correo electrónico, con el nombre del archivo formado por letras IM seguido del apellido e iniciales de los nombres del/ de los autores, y Nº de la imagen:

IMrosalesjm1.jpg IMrosalesjm2.jpg IMrosalesjm3.jpg IMrosalesjm4.jpg

Todas las imágenes deberán estar identificadas con su fuente de origen, y un número correlativo de 1 a 4, según su ubicación en el texto.

Se enviará un archivo con los EPígrafes de las imágenes, vía correo electrónico, con nombre formado por letras EP seguido del apellido e iniciales de los nombres del/ de los autores, y Nº de la imagen

EProsalesjm1.doc Eprosalesjm2.doc Eprosalesjm3.doc Eprosalesjm4.doc

Las IMágenes y los EPígrafes deben ser enviados junto con la POnencia.

II. Comité de Lectura
Los trabajos que se incluyan en las Jornadas serán seleccionados por un comité de lectura integrado por especialistas en diferentes áreas. El día 01 de junio de 2009 se notificará por correo electrónico a los expositores cuyos trabajos hayan sido aceptados. La decisión del Comité Evaluador será inapelable.

III. Idioma
Los idiomas oficiales del congreso son el español y el portugués. Se aceptarán ponencias en inglés, francés e italiano, aunque no se garantiza la traducción simultánea

IV. Exposición
Los expositores dispondrán de un tiempo máximo de quince minutos. Cuando se opte por la lectura de las ponencias, éstas deberán reducirse a un máximo de seis páginas. Los medios técnicos necesarios para la exposición (tipo de proyector, reproductor de video, audio, etc) deberán consignarse al pie del resumen.

V. Publicación
Los trabajos seleccionados serán publicados, por lo cual es imperativo respetar los plazos y modos de presentación, aunque aún no se ha decidido el medio por el que se realizará.

VI. Aranceles de inscripción

-Investigadores latinoamericanos: $ 150
-Investigadores de países no latinoamericanos: U$S 150
-Asistentes con certificado: $ 50
-Estudiantes con certificado:$ 20

Consultas y envíos de trabajos
Remitirse a geaplatinoamerica@gmail.com

Posted by Gabriela Miranda at 12:12 PM

fevereiro 10, 2009

Curso de Desenho Contemporâneo I com Mauro Bandeira - Ateliê da Imagem, Rio de Janeiro

Inscrições abertas
Início 11 de março de 2009

Av. Pasteur 453, Urca, Rio de Janeiro - RJ
21-25413314 | 22445660 | 25416930
www.ateliedaimagem.com.br

Carga horária: 24 h (8 aulas de 3 horas)
Horário: quarta-feira, 10-13h
Custo: 2x R$230
Orientador: Mauro Bandeira

Pré-requisito

O curso é voltado para artistas e estudantes de arte que queiram aprofundar seus conhecimentos e desenvolver projetos que usem o desenho como uma das ferramentas de trabalho.

Objetivos

Foco no estudo da composição, conhecimento fundamental para se trabalhar com imagens. Inclui as formas, linhas e suas expressões, equilibrio e proporção, traçados reguladores, seção áurea, Fibonacci, etc. A composição estabelece regras inerentes à nossa visão e trabalhar com esse conhecimento é um diferencial que ajuda o artista a ter uma maior consciência estética. O desenho é utilizado como ferramenta para desenvolvimento de projetos.O curso não se limita ao desenho com lápis e papel, outras mídias podem ser utilizadas.

Os exercícios teóricos e práticos visam capacitar o aluno a desenvolver uma reflexão sobre questões relacionadas à criação por meio do estudo de artistas e pensadores da arte, como fator potencializador da expressão pessoal. Os trabalhos desenvolvidos pelos alunos serão acompanhados em sala de aula e discutidos individualmente e em grupo.

1 - Estudo dos elementos formais e das relações espaciais. (forma, plano, volume, espaço positivo e negativo, etc)

2 - Exercícios teóricos e práticos

3 - Identificação e utilização do desenho em outras mídias : fotografia, instalação, recortes, objetos, etc

4 - O desenho como projeto e o projeto como desenho

Equipamento e material necessário

Papel, lápis (2B, 4B,6B) e borracha branca. Durante o desenvolvimento do curso, outros materiais e suportes, além do papel, poderão ser utilizados de acordo com a preferência de cada um, como fotografia, objetos, etc.

Mauro Bandeira

Mauro Bandeira é carioca, formado em Engenharia pela UFRJ. Artista Visual e Designer, é professor de pintura e desenho contemporâneo. Trabalha com instalação, desenho, pintura, objeto e arte digital. Frequentou cursos e oficinas na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, SESC, e Espaço Hélio Oticica, Rio de Janeiro, e com artistas como Ana Bella Geiger, Lena Bernstein, Regina Silveira, João Magalhães,Nelson Leirner e Marcos Bonisson. Entre as exposições mais recentes destacam-se a individual no Espaços Funarte São Paulo (2008), o qual foi um dos vencedores; individual no Ateliê da Imagem, 2008; ArtBO, feira internacional de artes, Bogotá, Colômbia (2008); Verdadeira Grandeza, no Ateliê da Imagem, RJ (2008); Nubes, na galeria Meninos de Luz, RJ e Formato Polaroid na mesma galeria(2008); MACFilé, no Museu de Arte Contemporânea Niterói, RJ (2008); Fake, na galeria 90 Arte Contemporânea, RJ, 2006; nanoexposição (itinerante, pelo Brasil e exterior), 2005/2006; “Mostra o seu que eu mostro o meu”, na Casa França-Brasil (2004), RJ; Teoria do Erro, Galeria 90 Arte Contemporânea, RJ (2004).
Mauro Bandeira possui obras nas galerias 90 arte Contemporânea (RJ); OÁ Gabinete de Arte ( Vitória, ES); Murilo Castro (BH) e Galeria 3 (RJ). Integra o acervo do Grupo Votorantim; Warner Brothers; Dell’arte Promoções Artísticas; SENAC (RJ); Mediamania (RJ);Grupo Monteiro Aranha (RJ).

Posted by Gabriela Miranda at 10:12 AM

fevereiro 6, 2009

Cursos Livres 1º semestre 2009, na Escola Guignard/UEMG

Pintura, com Patrícia Leite; Aquarela, com Maria José Fonseca; Desenho I (desenho de figura humana), com Solange Botelho; Desenho II (desenho de observação e criação), com Sérgio Vaz; Desenho III (introdução), com Laura Belém; Cerâmica, com Lorena D’arc; Fotografia, com Cuia Guimarães; História da Arte I ("Arte e Moda: (des)conexões reais e possíveis"), com José Paulo das Neves; História da Arte II ("A Expressão do Feminino nas Artes Plásticas"), com Zahira Souki; Cinema de Animação: História e contemporaneidade, com Sávio Leite.

inscrições até 2 de março de 2009
aulas de março a junho de 2009

Escola Guignard/UEMG
Rua Ascânio Burlamarque 540, Belo Horizonte - MG
Informações: 3282-1283 com Cláudia Etrusco ou extensaoguignard@uemg.br
Inscrições no Centro de Extensão da Escola Guignard de 09:00 às 16:00 h
http://www.uemg.br/unidade_guignard.php

Pintura
Professora: Patrícia Leite
Quarta-feira, 8-12h, Módulo I, 60 h/a

Aprofundamento do trabalha de pintura, a partir da experimentação de técnicas pictórias proporcionando uma reflexão sobre questões que envolvem a arte moderna e contemporânea.

Aquarela
Professora: Maria José Fonseca
Segunda-feira, 14-18h, 60 h/a

Introdução à técnica da aquarela. O curso promove o desenvolvimento da percepção, do manuseio do material e de procedimentos técnicos, a mistura de cores, criação de texturas, aplicação de luz e sombra. Também transmite informações sobre os materiais e as diversas técnicas utilizadas.

Desenho I (desenho de figura humana)
Professora: Solange Botelho
Quinta-feira, 14-18h, 60 h/a

Desenvolvimento da sensibilidade, harmonia e das potencialidades básicas dos alunos, enfatizando o desenho de figura humana.

Desenho II (desenho de observação e criação)
Professor: Sérgio Vaz
Quarta-feira, 14-18h, 60 h/a

O curso compreende oficinas de desenho de figura humana, objeto e criação, além de experimentação de diversas técnicas e materiais. Inclui também aulas de observação e estudo de produções artísticas relacionadas ao tema do curso.

Desenho III (introdução)
Professora: Laura Belém
Quinta-feira, 14-18h, 60 h/a

O curso destina-se a pessoas interessadas em se familiarizar com a linguagem do desenho e com algumas de suas principais técnicas. Serão trabalhados métodos de observação, representação e composição, e estimulados processos de criação.

Cerâmica
Professora: Lorena D’arc
Segunda-feira, 8-12h, 60 h/a

Aprendizado das técnicas da cerâmica, num processo onde a afinidade com o material, o prazer do manuseio e a criatividade vão caminhar juntos para o desenvolvimento da capacidade de expressão individual dessa atividade.

Fotografia
Professora: Cuia Guimarães
Terça-feira, 8-12h, 60 h/a

Destina-se a pessoas interessadas em se envolverem no universo da fotografia. Apresentará o conhecimento e prática do processo artesanal da fotografia Pinholi, prática fotográfica, os campos de atuação e ênfase ao desenvolvimento do projeto fotográfico individual.

História da Arte I ("Arte e Moda: (des)conexões reais e possíveis")
Professor: José Paulo das Neves
Segunda-feira, 14-16h , 30 h/a

Destina-se a qualquer interessado nas proximidades da arte e da moda. O curso é um estudo comparado da arte e da moda. Identifica as possíveis contribuições de uma para a outra, localiza os momentos em que as linguagens se sobrepõem e aponta o intercâmbio de seus procedimentos. Destina-se aos estudantes de arte e de moda, aos designers, pessoas envolvidas no sistema de arte e no sistema de moda. Interessados em geral em conhecer melhor estas duas atividades: arte e moda.

História da Arte II ("A Expressão do Feminino nas Artes Plásticas")
Professor: Zahira Souki
Sexta-feira, 14-16h , 30 h/a

O curso visa trazer ao aluno a obra e a vida de algumas mulheres que influenciaram de maneira decisiva à história e a arte de seu tempo. Reconhecer o olhar feminino é procurar a inserção de aspectos humanos na história da arte que poderiam passar despercebidos numa análise estética convencional.

Cinema de Animação: História e contemporaneidade.
Professor: Sávio Leite
Quinta-feira, 18-22h , 60 h/a

O curso destina-se a estudantes de arte, artistas plásticos e profissionais de áreas afins interessados em investigar o cinema de animação, seus princípios, suas técnicas e os autores de referencia. O curso combinará aulas expositivas e práticas com a realização de alguns trabalhos de curta-metragem. Aplicar os conceitos em animação se necessário for, como enriquecimento visual de qualquer trabalho em multimídia.

Posted by Ananda Carvalho at 6:53 PM

Workshop Vídeo Experimental, com Raimo Benedett no MIS, São Paulo

início em 3 de março de 2009, 19h
inscrições abertas

Organizada pelo artista paulistano Raimo Benedetti, a oficina tem como objetivo investigar o universo videográfico de modo reflexivo e criativo e expandir os elementos da cultura digital. Em debate, a linguagem cinematográfica pautada por obras cuja plasticidade e elaboração visual são características relevantes. Uma produção experimental analisada por meio de filmes antigos a novíssimos.

Os exercícios de aula são baseados em processos de criação coletiva, podendo produzir trabalhos em diversos formatos ou categorizações como o curta-metragem, a videoinstalação ou vijing. O processo de edição de imagens parte de um invento criado pelo artista, a “trakitana” um potente mecanismo artesanal de processamento e manipulação de imagens.

Museu da Imagem e do Som - Laboratório de novas mídias do Brasil
Av Europa 158, Jardim Europa, São Paulo - SP
Informações: 11-2117-4777 ou mis@mis-sp.org.br
www.mis-sp.org.br

Período: 3, 5, 10, 12, 17, 19, 21 de março de 2009
Horário: 19 h
Vagas: 12
Público alvo: Interessados nas matérias audiovisuais como vídeo, cinema, artes-plásticas. Indicado para iniciantes e iniciados.
Para se inscrever, clique aqui

Sobre o professor

O artista Raimo Benedetti começou dar aulas em 2000 e a partir de então seu trabalho tem sido visto em instituições artísticas como MAM de São Paulo, Fundació La Caixa, ERTZ, Itaú Cultural e Galeria Vermelho e em instituições acadêmicas como ECA-USP, Faculdades Santa Marcelina, UFsCAR e UNESP de Baurú.
Participou de festivais ligados a vídeo, dança e artes-plásticas como Animac (Lleida, ES), Cube (Pamplona, ES) Motomix, Condança (Porto Alegre), Festival de Cine de São Luís, entre outros.

Posted by Ananda Carvalho at 5:51 PM

Workshop Circuit Bending - O que é, o que faz e como se faz, com Cristiano Rosa no MIS, São Paulo

inicio em 17 de fevereiro de 2009, 16h
inscrições abertas

A oficina apresenta os aspectos técnicos, filosóficos e teóricos do Circuit Bending. São realizados projetos e trabalhos práticos por parte dos participantes. Ao final, cada participante terá construído seu próprio instrumento (ou conjunto de instrumentos), e todos poderão tocar juntos em uma jam de finalização do curso.

Museu da Imagem e do Som - Laboratório de novas mídias do Brasil
Av Europa 158, Jardim Europa, São Paulo - SP
Informações: 11-2117-4777 ou mis@mis-sp.org.br
www.mis-sp.org.br

Período: 17, 18, 19, 20, 26 e 27 de fevereiro de 2009
Horário: 16h
Vagas: 20
Para se inscrever, clique aqui

Sobre Circuit Bending
O Circuit Bending pode ser entendido como uma técnica acessível para a criação e modificação de instrumentos musicais eletrônicos. Por meio de procedimentos simples, com a utilização de brinquedos, teclados baratos e componentes eletrônicos básicos, são criadas sonoridades novas e inesperadas.

Material necessário:
- ao menos um dispositivo eletrônico que emita sons funcionando, alimentado por bateria ou pilhas tal como: rádio, brinquedo, teclado, pedal de efeito etc.
- alicates de qualquer tipo (atenção que vamos trabalhar com componentes pequenos)
- chaves variadas (fenda, philips, estrela pequenas)

Sobre o professor:
Cristiano Rosa trabalha com instrumentos eletrônicos em seu projeto pan&tone, através de brinquedos antigos modificados pela técnica de Circuit Bending e outros. Produtor de música experimental desde 1989, participou de diversos espetáculos com músicos como: Zbigniew Karkowski (Polônia), Cristof Kurzmann (Áustria), La Kut (Chile), Bernhard Gal (Áustria), Duplexx, Henrique Iwao, Mário Del Nunzio e Colorir (Brasil). Outras informações: http://panetone.net

Posted by Ananda Carvalho at 4:06 PM

A construção do moderno na pintura brasileira (1860 – 1960), com Letícia Squeff na Estação Pinacoteca, São Paulo

início em 07 de março de 2009
inscrições abertas

O curso pretende mostrar como a pintura foi um dos eixos da transformação de valores e padrões de gosto no Brasil entre os séculos XIX e XX. Foram selecionadas obras importantes da história arte brasileira, sendo algumas do próprio acervo da Pinacoteca. As aulas cobrem um período de cerca de 100 anos: da Primeira Missa no Brasil e a consolidação da pintura histórica, até Bicho: Caranguejo Duplo e o fim da pintura de cavalete.

Cada aula terá como ponto de partida o estudo de uma obra específica, com destaque para o impacto que ela teve sobre os contemporâneos. Serão apresentadas outras realizações, do mesmo artista ou de outros, que ajudem a compreender os problemas artísticos, históricos ou filosóficos que ela propõe. Também serão discutidos eventos históricos, de modo a inserir a produção artística, particularmente a pintura, na perspectiva da história cultural.

Fugindo de esquemas interpretativos consagrados, o curso oferece um panorama das principais mudanças que ocorreram na arte brasileira até os anos 60.

Estação Pinacoteca
Lg. General Osório, 66
Informações: 11- 3337-0185
Horário: Sábado das 15hs às 17hs
Valor: R$ 70,00
Inscrição pelo site www.pinacoteca.org.br

Programa do curso

7/3 - A Primeira missa no Brasil (1860), de Vitor Meireles de Lima: a consolidação da pintura histórica no Rio de Janeiro

21/3 - Estudo de Mulher ou Nu com ventarola (1884), de Rodolfo Amoedo : a Olympia brasileira

4/4 - Caipira picando o fumo (1893), de Almeida Júnior: regionalismo e nação

25/4- Tropical (1917), de Anita Malfatti: a semana de 22 e o rompimento com a “arte acadêmica”

9/5- O Abapuru (1928), de Tarsila do Amaral: a antropofagia e a reconfiguração das relações entre cultura brasileira e modelo europeu

23/5- O mestiço (1934), de Candido Portinari: a arte sob o Estado Novo

6/6-Idéia Visível (1957), de Waldemar Cordeiro: novos rumos para a arte: museus, bienal e abstração

20/6- Bicho: caranguejo duplo (1961), de Lygia Clark: o fim da pintura de cavalete, propostas para a arte contemporânea

Responsável: Leticia Squeff é mestre em história social (FFLCH/USP) e doutora em Arquitetura (FAU/USP). É autora de O Brasil nas Letras de um Pintor (Editora da Unicamp, 2004) e de diversos artigos sobre arte brasileira. Atualmente faz pós-doutorado no Instituto de Artes da Unicamp (IA/ Unicamp).

Posted by Ananda Carvalho at 11:41 AM

Curso livre de Arte Contemporânea, com Rafael Vogt Maia Rosa no Collegio das Artes, São Paulo

2 de março a 18 de maio de 2009
inscrições abertas

O objetivo do curso é realizar uma aproximação com a arte contemporânea a partir da leitura, produção de textos e, principalmente, discussão de propostas livres a serem feitas pelos participantes. Parte-se da idéia de que a arte, hoje, se estabeleceu como um campo de diálogo em que a reflexão se mistura e depende de práticas inespecíficas - que podem abranger tanto a pintura como a experimentação com vídeo, instalação e performance.

Collegio das Artes
Rua Cônego Eugênio Leite, 273 - Pinheiros
Informações: 11- 3064-4740 ou cursos@collegiodasartes.art.br
www.collegiodasartes.art.br

Público-alvo: estudantes de arte e comunicação.
Período: segundas-feiras, 2 de março a 18 de maio de 2009
Horário: das 20:00 às 22:00
Vagas: 15
Valor: R$ 257,00

Rafael Vogt Maia Rosa - Breve currículo:

Rafael Vogt Maia Rosa (São Paulo, SP, 1974) crítico de arte e curador. É mestre e doutorando em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP, autor, entre outros, dos ensaios "A Freqüência Imaginária", em Artur Lescher (Ed. Cosac & Naify, 2003), "O Espetáculo Cotidiano", em Sem título - Rochelle Costi (Ed. Metalivros, 2005) e “Até onde se pode ir muito longe?”, Revista Ars 9 (ECA-USP, 2008). Foi professor do Bacharelado em Artes Plásticas da Faculdade Santa Marcelina, entre 2002 e 2006, e ministrou cursos livres de arte em instituições como o MAM-SP, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Centro Cultural São Paulo, Instituto Tomie Ohtake, SESC, entre outros.

Posted by Ananda Carvalho at 11:28 AM

Ciclo de encontros: Estética, Política e Filosofia na Escola São Paulo, São Paulo

Participantes: Annita Malufe, Fernando Marques, Naira Ciotti, Rosane Preciosa e Suely Rolnik

26 de março a 25 de junho de 2009
inscrições abertas

No momento contemporâneo em que a vida nos escapa pelos dedos, parece-nos cada vez mais difícil vivê-la, significá-la, pensar sobre ela. Prevalece a sensação de que estamos mergulhados em tempos incertos, desordenados, paradoxais, e que nos faltam os instrumentos adequados para interpretá-la.

Este ciclo de encontros pretende convocar todos nós a pensar a existência, incorporando o desafio de abordá-la pelo viés do experimento na poesia, na performance, na moda e em diversas manifestações artísticas, políticas e filosóficas.

Escola São Paulo
Rua Augusta 2239, São Paulo - SP
Informações: 11- 3081-0364 / 3060-3636 ou info@escolasaopaulo.org
www.escolasaopaulo.org

4 aulas mensais às quintas- feiras
Horário: das 19h30 às 21h30
Preço: R$ 450,00 em até 2 parcelas

Annita Malufe

Annita Malufe é poeta e pesquisadora. É doutora em Teoria Literária pela Unicamp, autora do ensaio Territórios Dispersos: a Poética de Ana Cristina Cesar (Annablume/Fapesp, 2006) e dos livros de poemas: Fundos para Dias de Chuva (Ed.7Letras, 2004), Nesta Cidade e Abaixo de Teus Olhos.

Fernando Marques Penteado

Fernando Marques Penteado é artista visual com trabalhos em desenho, impressões e bordados majoritariamente sobre superfícies têxteis. Desenvolve produtos têxteis, colabora com a educação universitária como palestrante e orientador em bacharelados e pós-graduações de artes, têxteis e moda e tem uma coluna na revista trimestral de teoria e moda dObra(s), onde escreve sobre o têxtil at large. Cronista, curador, oficineiro e fotógrafo clandestino.

Naira Ciotti

Naira Ciotti é professora-performer com formação em História pela USP e pós-graduada pelo Programa de Comunicação e Semiótica da PUC/SP, onde atualmente é coordenadora pedagógica no Curso de Comunicação e Artes do Corpo no qual ministra a disciplina Teoria da Performance.

Suely Rolnik

Suely Rolnik é psicanalista, crítica de arte e de cultura e curadora. Professora titular da PUC-SP (fundadora do Núcleo de Estudos da Subjetividade no curso de pós-graduação de Psicologia Clínica). Com formação em Psicologia, Filosofia e Ciências Sociais (Sorbonne, Paris), seu principal campo de pesquisa são as políticas de subjetivação na atualidade, tratadas de uma perspectiva transdisciplinar. Autora, entre outros, de Cartografia Sentimental.

Rosane Preciosa

é professora e ensaísta. Doutora em Psicologia Clínica (PUC/SP), pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas da Subjetividade Contemporânea. É docente da Universidade Anhembi Morumbi, onde atua na graduação em Moda( Negócios e Design) e no Programa de Pós-Graduação em Design. É autora do livro “Produção Estética: notas sobre roupas, sujeitos e modos de vida”, e Colunista da Revista DOBRAS.

Posted by Ananda Carvalho at 10:27 AM

fevereiro 3, 2009

Oficina Desmodelando: objeto penetrável, com Yuri Firmeza no Energisa

Arte em Fluxo: Nordeste - Brasil - Oficina Desmodelando: objeto penetrável, com Yuri Firmeza no Energisa
Bate-papo com: Bitu Cassundé, Bruno Faria, Waléria Américo

9, 10 e 11 de fevereiro de 2009
Inscrições abertas - 25 vagas

Usina Cultural Energisa
Av. Juarez Távora 243, Torre, João Pessoa - PB
83-3221-5346/6343
usina@energisa.com.br

Oficina teórico-prática a partir dos temas da exposição Cartas/Trajetos, com curadoria de Bitu Cassundé, na Usina Cultural Energisa, em João Pessoa (PB). Os encontros serão orientados em cima de textos relacionados a temas da curadoria, como o não-lugar e os nomadismos. Também fazem parte do programa bate-papos com artistas participantes de exposição e uma apresentação final de ações artísticas pensadas individual e coletivamente pelos alunos. A oficina termina no dia da abertura da exposição.

Programação


Encontro 1 - 9 de fevereiro, segunda-feira, 14-18h
Apresentação da oficina, papo com o curador Bitu Cassundé e leitura de textos teóricos

Encontro 2 - 10 de fevereiro, terça-feira, 14-18h
Papo com a artista Waléria Américo e apresentação de propostas de ações artísticas pelos participantes

Encontro 3 - 11 de fevereiro, quarta-feira, 14-18h
Papo com o artista Bruno Farias, discussão sobre os resultados das ações e encerramento

Posted by Ananda Carvalho at 5:17 PM