Página inicial

Salões & Prêmios

 


agosto 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
dezembro 2016
novembro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
maio 2016
abril 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

novembro 5, 2010

Prêmio Registros - vídeos sobre arte: Os Premiados

Blindagem de Andre Costa
Degrau de Coletivo GIA
Parangolé de Lourival Cuquinha
Menções Honrosas
Selecionados
Regulamento
Patrocinadores


Blindagem, 2002, 06:04
Andre Costa

Verbete biográfico
Formado em Cinema, Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela FAU-USP, professor universitário de Cinema e de Televisão na FAAP. Professor da Pós-Graduação em Criação Visual e Multimídia da USJT. Educador e pesquisador em linguagens audiovisuais. Cineasta e documentarista, É sócio da "Olhar Periférico Filmes", Foi membro do Comitê de Seleção e Programação do 16º Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil - 2007 e membro da Comissão Especial de Seleção de projetos cinematográficos da SAV/Ministério da Cultura - 2009. Recentemente, tem atuado como curador de mostras e festivais de cinema e vídeo, como a Mostravídeo do Itaú Cultural.

Ficha técnica
Direção: Andre Costa
Imagens: Andre Costa, Milena Szafir, Silvio Cordeiro
Edição: Andre Costa e Danilo Concíli
Trilha Sonora Original: Rogério Rochlitz
Realização: Regina Silveira e galeria Brito Cimino
Produção e co-realização: Olhar Periférico

Memorial da obra
Buscando representar a intervenção urbana da artista visual Regina Silveira em que um fusca "blindado" passeia pelas ruas da cidade de São Paulo, este trabalho videográfico acabou por compor a forma própria da performance ao interpelar pessoas na rua, ao fazer da câmera um elemento próprio do acontecimento artístico.

volta ao topo


Degrau, 2009, 05:22
GIA

Verbete biográfico
Aleatoriedade, humor e reflexões a respeito da vida cotidiana e suas singularidades: talvez esses sejam pontos chaves do Grupo de Interferência Ambiental - GIA, coletivo artístico que foge a qualquer tentativa de definição.

O grupo é formado por artistas visuais, designers, arte-educadores e (às vezes) músicos que têm em comum, além da amizade, uma admiração pelas linguagens artísticas contemporâneas e sua pluralidade, mais especificamente àquelas relacionadas à arte e ao espaço público. Pode-se dizer que as práticas do GIA beberam na fonte da arte conceitual, em que o estatuto da obra de arte é negado, em favor do processo e, muitas vezes, da ação efêmera, buscando uma reconfiguração da relação entre o artista e o público.

Ficha técnica
Video : GIA
Música: letras: gia músicos: adilton gomes cristiano figueiró tito fukunaga josé balbino gia coro: adilton, balbino, tininha, akim, gia, ganja, ruiz Gravado e mixado em: ArembaDub Estudios técnicos: josé balbino ricardo ruiz Ano de produção 2009 | Produzido com softwares livres selo: Amnésia Discos

Memorial da obra
Vídeo do coletivo baiano, GIA, que documenta através de imagens e música o duro cotidiano da população no embarque do transporte coletivo de Salvador.
O vídeo é parte de uma experiência do grupo, que estuda as potencialidades do registro de ações de interferência urbana e usa a música como mais um viés da documentação e expressão de experiências vividas, além de se apropriar da linguagem dos video-clipes como estratégia de atração do público.

veja mais em "sambas do GIA" : http://www.myspace.com/sambagia

volta ao topo


Parangolé, 2002-2007, 07:01
Lourival Cuquinha

Verbete biográfico
Lourival Cuquinha é artista visual e trabalha com varias mídias. Trabalho que atinge o campo político geralmente partindo de impressões estritas e pessoais. Atuou no coletivo Molusco Lama, em 1996 , realizando intervenções, ações e performances. Depois de participar de salões e exposições pernambucanas e trabalhar como artista visual para a banda Textículos de Mary, participou da Mostra Rio de Arte Contemporânea (2002) e, com Daniela Brilhante, foi premiado pelo trabalho 1° concurso mundial do Mickey Feio. Paralelamente trabalhou no atelier coletivo Submarino (2002 - 2004). Em 2003 fez pela primeira vez seu Varal, no SPA, Recife e não parou mais de fazê-lo dentro e fora do Brasil: o trabalho foi premiado no Olinda Arte em Toda Parte (2003) e no 7º Salão do Mar, (2006). Entre 2003 e 2004 ganha a Bolsa Salão Pernambucano de Artes Visuais pelo projeto Mapa do Ácaro, exposto no fim de 2004 no Rio Capibaribe. Em 2005, durante residência na Ècole Supérieure d’art de Aix en Provenc e, França, realizou uma primeira exposição individual. No fim de 2005, em Paris, expôs no Territoires Transitoires no Palais de Port Doré o trabalho Désolé. Em 2006, participou do Rumos Artes Visuais do Instituto Itaú Cultural e expôs na ACC Galerie, Weimar, Alemanha na coletiva de artistas sulamericanos Die Kunst erlöst uns von gar nichts (A arte não nos libera de absolutamente nada), com seu Artraffic. Em 2007, fez a exposição individual Costumes – minha mãe sustenta minha filha no Instituto Cultural Banco Real – Galeria Marcantônio Vilaça, Recife. Em 2008, pelo programa Conexão Contemporânea, realizou em equipe o projeto “Arte e Crime: Insubordinações” e participou ainda dos projetos 4territórios (RJ-PE), Dencidades (RN) e Galerias Subterrâneas (PR). Ainda em 2008, participou do Corpocidade em Salvador e exibiu seu filme Customs na University of Essex Collection of Latin American Art, Colchester, UK no programa Brazilian Video Art and Short film. Em 2009, participou das e xposições Novo Rosto, na Casa da Cultura da América Latina, Brasília, O Lugar Dissonante no 47º Salão de Pernambuco e do Brazilian Summer, Art & the City, no Het Domein Museum, Holanda. Dedica-se hoje a três projetos: o Macunaíma Colorau iniciado coletivamente em Pernambuco, o Ouvidoria junto com o Hrönir, e o Jack Pound Financial Art Project ou Topografia Suada de Londres realizado na Inglaterra na residência Artist Links/British Council (2009). Foi indicado ao Prêmio PIPA/2010. Ganhou o Prêmio Interações Estéticas/Funarte - 2010.Vive e trabalha entre Olinda (PE), São Paulo (BR) e Londres (UK).

Ficha técnica
Vídeo digital
Imagens de Lourival Cuquinha, David Pacheco, Karen Black,...
Edição de Pedro Urano, Karen Black, Lourival Cuquinha
Participação em ordem de lembrança: Moacir dos Anjos, Daniela Brilhante, Goto, Cabelo, Ernesto Neto, Vivi Meireles, Bruno Safadi, Tiago Rocha Pita, Ducha, Fernando Cochiarale, Hélio Oiticia...

Memorial da obra
Em 2002 eu e Daniela Brilhante tivemos um trabalho selecionado para o salão Mostra Rio de Arte Contemporânea no MAM-RJ. O 1° Concurso Mundial do Mickey Feio. Na primeira sala da exposição havia uma retrospectiva de Helio Oiticica. Estavam lá uns Parangolés que se podia usar num espaço restrito. Peguei o "Guevaluta Baby" e deixei o meu casaco no local. Fui até a sala de nossa obra. Quando estava voltando uma funcionária me disse que eu deveria ir para o terraço, onde se encontrava o coquetel, pois o museu seria fechado. Me vi do lado de fora do espaço expositivo com a obra no corpo, um Parangolé desmumificado. O resto vocês vêem no filme.

volta ao topo


logosOK_1000.jpg

volta ao topo

Posted by Marília Sales at 2:53 PM