Página inicial

Salões & Prêmios

 


agosto 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
dezembro 2016
novembro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
maio 2016
abril 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

janeiro 29, 2010

Salão de Artes Audiovisuais do Recôncavo - Inscrições e informações para o artista

O Salão de Artes Audiovisuais do Recôncavo é um festival que pretende envolver exibições de vídeos e outras linguagens híbridas que envolvam projeções de imagens em ruas, prédios e outros espaços públicos do Recôncavo Baiano. Qualquer linguagem audiovisual ou aliada ao audioviual poderá participar, tendo como exemplos as seguintes propostas: curta, média e longa metragem, animação, documentário, vídeo-performance, vídeo-instalação, vídeo-poesia, vídeo-teatro, foto-novela, foto-clipe, etc.

Com o intuito de incentivar a livre produção audiovisual contemporânea e com o interesse em utilizar os locais públicos para a sua exibição, estimulamos a reflexão do diálogo entre o espaço "público", a arquitetura e a comunidade do Recôncavo da Bahia com a construção de situações que não fazem parte de um mercado audiovisual, na troca de conteúdos e experiências artísticas e audiovisuais.

Inscrições até 20 de fevereiro de 2010

Os projetos deverão ser enviados para o email: salaodoreconcavo@descentro.org

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais

As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões e Prêmios.

GANHO PARA SELECIONADOS:
- Serão premiados com prêmios de 1 (um mil reais) trabalhos escolhidos por três juris distintos: júri popular, júri da produção, júri dos participantes artistas

- Retornaremos com a publicação dos registros, artigos, publicações e outras possibilidades de identificação da execução do trabalho pelo festival.

GANHO PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS:
- Os vídeos selecionados deverão ser enviados entre os dias 21/03/2010 e 14/04/2010 em 5 cópias com qualidade para exibição em aparelho de DVD ou computador portátil por SEDEX ou SEDEX 10. O endereço será disponibilizado no ato da publicação do resultado, ou deverão ser entregues pessoalmente à equipe de produção.

- Não nos responsabilizamos com gastos no envio do material, problemas com a embalagem ou transporte indevido.

REGULAMENTO

PARTICIPAÇÃO

1. O Salão de artes audiovisuais do recôncavo é um festival selecionado pela Rede Nacional de Artes da FUNARTE, organizado pela única sede Bahia da associação Descentro - nó emergente de ações colaborativas. Para esse festival, chamamos públicamente propostas interessadas em participar de um processo aberto de seleção e exibição de artes audiovisuais. Uma equipe selecionada pelo Descentro - Bahia irá decidir sobre casos omissos dessa chamada pública.

1. O Salão de artes audiovisuais do recôncavo ocorrerá no perímetro urbano das cidades de Cachoeira, São Félix e Cabaceiras do Paraguaçú – BA entre os dias 15 e 30 de abril e eventualmente no mês seguinte;

2. As inscrições estarão abertas a partir do dia 22 de janeiro, para quem interessar, seja brasileiro ou estrangeiro.

3. Serão aceitos projetos já exibidos anteriormente.

CONDIÇÃO

1. Os projetos enviados para o Salão de artes audiovisuais do recôncavo automaticamente aceitarão as seguintes condições :

1.1 Ter a peça audiovisual licenciada para a livre exibição e distribuição pública, e autorizar o uso das imagens de registro da exibição, para fins não comerciais.

1.2 O projeto de arte audiovisual será exibido nas vias das cidades do Recôncavo: Cachoeira, São Félix e Cabaceiras do Paraguaçú. Poderá o proponente escolher um formato para a exibição ou deixar para que seja decidido pela equipe do festival.

1.3 Os projetos não devem causar danos à saúde física, dos organizadores e do público, nem ao patrimônio arquitetônico e urbano do recôncavo.

1.4 As linguagens híbridas que exigem a presença do proponente, deverão ser executadas pelo proponente.

INSCRIÇÃO

1.O trabalho deverá ser especificado através de projeto em formato diverso e salvo em arquivo PDF, contendo link para o vídeo na internet, juntamente com explicação em texto de até uma lauda. O projeto também poderá conter informações sobre: forma de execução, local de execução, materiais que serão utilizados, duração, mês e ano em que foi pensado e/ou imagem, ilustração, desenho, fotografia, projeto gráfico, ilustração, etc

2.Poderão ser inscritos até três trabalhos, sendo que somente um será escolhido.

3. O ato da inscrição implica na automática e plena concordância com essa chamada pública.

4. Os projetos deverão ser enviados para o email: salaodoreconcavo@descentro.org

8. Valem os projetos postados até 28/02/2010.

SELEÇÃO

1.Os trabalhos serão selecionados coletivamente entre 01/03/2010 e 20/03/2010.

2.Os projetos serão públicados a medida que forem inscritos e todos estarão disponíveis no site do festival

http://salaodoreconcavo.descentro.org até o dia 28/02/2010.

3. A partir do dia 01/03/2010 cada inscrito receberá 1 e-mail e deverá indicar 4 projetos, sendo que já terá 1 auto-indicação automática.

4. Serão convidados 5 pessoas, que moram ou trabalham na região do recôncavo, para formar uma comissão que selecionará 5 projetos, e estes se somarão aos escolhidos pelos inscritos.

4.O resultado será divulgado por e-mail e no site do festival no dia 20/03/2010.

5. Será publicado no site uma lista aberta com o resultado da votação: tanto dos inscritos quanto da comissão.

TRANSPORTE

1.Os vídeos deverão ser enviados entre os dias 21/03/2010 e 14/04/2010 em 5 cópias com qualidade para exibição em aparelho de DVD ou computador portátil por SEDEX ou SEDEX 10. O endereço será disponibilizado no ato da publicação do resultado, ou deverão entregues pessoalmente à equipe de produção.

2.Não nos responsabilizamos com gastos no envio do material, problemas com a embalagem ou transporte indevido.

3.Os vídeo não serão devolvidos e serão doados para cineclubes da região do recôncavo. Apenas retornaremos com a publicação dos registros, artigos, publicações e outras possibilidades de identificação da execução do trabalho pelo festival.

MONTAGEM

1.Os trabalhos serão executados de acordo com o proposto pelo artista, pela equipe organizadora do festival. Poderão ser executados por outros artistas convidados ou pelo próprio proponente.

2.Para montagem disponibilizaremos 1 projetor de boa luminosidade, 1 equipamento de som estereo equalizado, 1 aparelho de DVD, 1 andaime de até 4 metros (para a colocação do projetor), além de fonte de energia e outros acessórios que permitam a exibição do audiovisual;

4.Todos os detalhes da montagem devem ser especificados na bula de montagem enviada pelo artista no projeto ou junto ao trabalho.

5.O proponente poderá acompanhar ou participar da montagem e execução do trabalho em data e hora marcada pela organização ou de acordo com o especificado no projeto.

PREMIAÇÃO

Serão premiados com prêmios de 1 (um mil reais) trabalhos escolhidos por três juris distintos:

- júri popular
- júri da produção
- júri dos participantes artistas


Posted by Cecília Bedê at 5:51 PM | Comentários(4)

janeiro 26, 2010

Galeria Da FAV Divulga Edital 2010/2011 - inscrições e informações para o artista

A Galeria de Artes da Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás – Espaço Antônio Henrique Peclát FAZ SABER estão abertas as inscrições para o Programa de Exposições de 2010-2011, para artistas e curadores interessados em participar do calendário de exposições.

Inscrições de 01 de dezembro a 20 de fevereiro de 2010

As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas mediante o envio pelo artista à Galeria de Artes da FAV/UFG, da ficha de inscrição via email para: edital.galeriadafav@gmail.com, e da proposta e portfólio via correio no período de 01/12/2009 à 20/02/2010, em carta registrada ou por serviços de entrega expressa, postada dentro do período de inscrição constante do presente edital.

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHOS PARA SELECIONADOS: Impressão de convites, folders e outros materiais, nos formatos já definidos pela Galeria (criação, produção e envio);
- Divulgação junto a Comunidade Universitária, na imprensa local e na internet;
- Envio de convites virtuais;
- Montagem e desmontagem da exposição.

GANHOS PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS: As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas mediante o envio pelo artista à Galeria de Artes da FAV/UFG, da ficha de inscrição via email para: edital.galeriadafav@gmail.com, e da proposta e portfólio via correio em carta registrada ou por serviços de entrega expressa.
Os Portfólios deverão conter:
- Documentação fotográfica, em cores, de no mínimo cinco (5) trabalhos, sendo imprescindível que cada uma das fotos seja identificada (nome do artista, data, título, dimensões, técnica e demais dados necessários);
- Documentação sobre as obras do artista, com catálogos, textos ou impressos em geral, poderão integrar os portfólios, não sendo este item condição obrigatória;
- Comparecer na abertura da exposição, no encontro com o artista e/ou outras atividades programadas;


Edital

OJETIVOS
1.1. Estabelecer-se como espaço para divulgação das artes visuais;
1.2. Contribuir para a formação estética e cultural dos indivíduos;
1.3. Estimular o debate e a reflexão sobre arte e movimentos artísticos e estéticos;
1.4. Incentivar a pesquisa em artes visuais;
1.5. Promover ações educativas visando a formação em arte.

DAS INSCRIÇÕES E DAS PROPOSTAS
2.1. As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas mediante o envio pelo artista à Galeria de Artes da FAV/UFG, da ficha de inscrição via email para: edital.galeriadafav@gmail.com, e da proposta e portfólio via correio no período de 01/12/2009 à 20/02/2010, em carta registrada ou por serviços de entrega expressa, postada dentro do período de inscrição constante do presente edital.
2.2. Os Portfólios deverão conter:
2.2.1. Documentação fotográfica, em cores, de no mínimo cinco (5) trabalhos, sendo imprescindível que cada uma das fotos seja identificada (nome do artista, data, título, dimensões, técnica e demais dados necessários);
2.2.2. Documentação sobre as obras do artista, com catálogos, textos ou impressos em geral, poderão integrar os portfólios, não sendo este item condição obrigatória;
2.3. Não serão aceitas obras para efeito de inscrição;
2.4. O resultado da seleção será divulgado no site e por e-mails;
2.5. Os portfólios dos selecionados farão parte do acervo da Galeria da FAV. Os recusados serão devolvidos aos inscritos via correio ou pessoalmente na secretaria da Galeria;
2.6. A Galeria da FAV/UFG rejeitará as inscrições que não estejam de acordo com os termos deste edital, cuja inscrição implica na automática e plena concordância das normas estabelecidas;
2.7. A inscrição se efetivará mediante entrega de toda documentação constante do presente edital;
2.8. As propostas de exposição deverão conter:
2.8.1.Termo de Compromisso devidamente preenchido
e assinado;
2.8.2.Cópia de RG e CPF, currículo e dados pessoais do(s) artista(s) e/ou curador (quando for o
caso), endereço completo, telefone e e-mail para contato;
2.8.3.Portfólio (tamanho A4), contendo fotografias (5), aproximadamente, dos trabalhos no formato 15x 21 cm, fixadas sobre papel A4, documentação sobre a/as trajetória(s) artística(s) dos proponentes, cópias de catálogos, convites, textos críticos ou impressos em geral;
2.8.4.Definição, no projeto plano, de montagem, cronograma de montagem, descrição de equipamentos necessários ou de materiais específicos no caso de instalações ou obras multimídia;
2.8.5.Memorial descritivo da obra, croquis se necessário;
2.8.6.Envelope selado para devolução do portfólio
2.8.7.As propostas poderão ser entregues pessoalmente na Galeria da FAV no horário de 08 às
13 horas, de segunda à sexta-feira, ou encaminhadas por correspondência registrada e postada
dentro do prazo especificado para inscrições.
Galeria da Faculdade de Artes Visuais Universidade Federal de Goiás
Cx. Postal 131
CEP 74001-970 – Goiânia – Go
Site: www.fav.ufg.br/galeriadafav
e.mail: edital.galeriadafav@gmail.com
2.9.Nas propostas de vídeo-arte, vídeo-instalação e computação deverão constar um termo no qual o artista proponente se compromete a fornecer e dar manutenção a todos os equipamentos que for usar na sua mostra;
2.10.Os trabalhos cuja apresentação exijam fitas de vídeo (perfomance, vídeo-arte e/ou instalação)
deverão ser encaminhados em fita VHS em linguagem NTSC ou em DVD;
2.11.As propostas de performance selecioadas acontecerão na parte interna ou externa da Galeria,
dependendo da proposta e poderão ser concomitantes com a abertura das exposições ou não;
2.12.Havendo divergência entre o projeto aprovado e o apresentado, a Coordenação se reserva
o direito de aprovar ou recusar o mesmo;
2.13.Casos omissos serão analisados pelo Conselho Curatorial da Galeria

DAS EXPOSIÇÕES
3.2.As exposições serão classificadas como individuais ou coletivas;
3.3.Cada exposição terá duração máxima de 30 dias;
3.4.Na abertura das exposições individuais ou coletivas haverá encontros com artistas e/ou curadores.

DA SELEÇÃO
4.1.As propostas serão analisadas por uma comissão indicada pelo Conselho Curatorial da
Galeria (professores, artistas e críticos).
4.2. A seleção somente será realizada meio de fotos, projetos, DVDs, não sendo aceitas obras
originais ou maquetes para essa finalidade.

DA GALERIA
5.1. Da localização: A Galeria da Faculdade de Artes Visuais da UFG localiza-se no prédio da Faculdade de Artes Visuais no Campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás – Goiânia.
5.2. Espaço Físico: A Sala Expositiva tem 100 metros quadrados de área, com pé direito de 5 metros, adequadamente iluminada. A planta baixa encontra-se disponível no site da Galeria.

COMPETE A GALERIA DA FAV/UFG
6.1.Disponibilizar o espaço físico acima descrito, com paredes brancas;
6.2.Impressão de convites, folders e outros materiais, nos formatos já definidos pela Galeria
(criação, produção e envio);
6.3.Divulgação junto a Comunidade Universitária,
na imprensa local e na internet;
6.4.Envio de convites virtuais;
6.5.Montagem e desmontagem da exposição.

COMPETE AO ARTISTA
7.1.Fornecer as imagens das obras digitalizadas em 300 DPIs, textos digitados e ceder os direitos
dos mesmos para divulgação em impressos, imprensa e demais mídias;
7.2.Entregar, na Galeria, a(s) obra(s) com cinco (5) dias úteis -de antecedência, de acordo a com
proposta apresentada e retirar no prazo máximo de 15 dias após o encerramento da exposição,
respeitando o seu horário de funcionamento;
7.3.Fornecer equipamentos e materiais eventualmente previstos e não disponíveis na Galeria da
FAV/UFG;
7.4.Entregar as obras(s) embaladas, em material resistente, pois o mesmo será reutilizado para devolução;
7.5.Providenciar o seguro das obras;
7.6.Comparecer na abertura da exposição, no encontro com o artista e/ou outras atividades
programadas;
7.7.Arcar com as despesas de transporte das obras (envio e devolução), e responsabilizar-se
por deixar o espaço nas condições encontradas (limpeza, restauro e pintura);
7.8.Aceitar as condições e os termos deste Edital;
7.9.Indicar o período preferencial para realização da exposição:
Primeiro semestre de 2010 ( )
Segundo semestre de 2010 ( )
Primeiro semestre de 2011 ( )
Segundo semestre de 2011 ( )

DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
8.1. Serão aceitas propostas contemporâneas de artistas e/ou curadores brasileiros e/ou estrangeiros maiores de 18 anos, nos seguintes campos de atuação das artes visuais: Pintura,
Escultura, Desenho, Gravura, Fotografia, Objeto, Instalação, Performance, Arte Computacional,
Vídeo/Arte e outras;
8.2. Cada artista expositor terá direito a uma cota de convites e folders;
8.3. O regulamento pode ser retirado na Galeria ou no site: www.fav.ufg.br/galeriadafav
8.4. Ao realizar exposição individual o artista deverá doar uma obra de sua autoria, que será incorporada ao acervo de arte da Galeria da FAV/ UFG;
8.5. No caso de exposição coletiva o Conselho Curatorial juntamente com o Curador escolherão
a obra a ser doada ao acervo da Galeria;
8.6. A Galeria da FAV/UFG não efetua e nem se responsabiliza por transações comerciais durante
as exposições.

CONTATO
Coordenação: Profa. Selma Parreira
Secretária: Rejane Ribeiro
62-3521-1445 ou edital.galeriadafav@gmail.com
www.fav.ufg.br/galeriadafav

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 4:19 PM | Comentários(1)

Festival Internacional de Linguagem Eletrônica lança prêmio internacional: FILE PRIX LUX

Inscrições gratuitas estão abertas até 5 de março pelo site www.fileprixlux.org

Estão abertas as inscrições para o FILE PRIX LUX, prêmio internacional destinado a profissionais na área das linguagens eletrônico-digitais, até 5 de março, pelo site www.fileprixlux.org. Trata-se de uma iniciativa inédita na América Latina que valoriza a arte do século XXI, viabilizada pela primeira vez pelo Santander por meio da Lei Rouanet de incentivo à Cultura.

O Prêmio reúne as categorias: Arte Interativa, Linguagem Digital e Sonoridade Eletrônica (primeiro lugar, segundo lugar e cinco menções honrosas para cada categoria). Os 21 vencedores serão contemplados com aportes em dinheiro, no valor total de R$ 285 mil reais. Além da seleção do júri, haverá votação popular feita por meio do site do FILE PRIX LUX.

A premiação ocorrerá em 26 de julho de 2010, juntamente com a abertura da exposição, em São Paulo. Os projetos não contemplados com a premiação também poderão participar do FILE 2010 caso aceito pelo comitê julgador.

Sobre o FILE
O Festival Internacional de Linguagem Eletrônica é uma organização cultural sem fins lucrativos que tem por meta divulgar e desenvolver as artes, tecnologias e pesquisas científicas, por meio de exposição, debates, palestras e cursos. O Festival promove todos os anos um ponto de encontro no Brasil de profissionais da área das artes e das novas mídias internacionais. O FILE contribui para uma reflexão atual sobre as principais questões do universo eletrônico-digital contemporâneo, reunindo trabalhos de webart, netart, inteligência artificial, móbile art, animação computadorizada, inovação, realidade aumentada, software art, além de games, filmes interativos, instalações de arte eletrônica e robótica em salas interativas e imersivas. A primeira parceria do Santander Cultural Porto Alegre com o FILE foi em 2008, com uma grande mostra contendo 220 obras de 56 artistas de 21 países.

Atuação cultural do Grupo Santander Brasil
Com projetos que respeitam as demandas e o repertórios locais e contribuem para a transformação social, o Grupo Santander Brasil atua na área da cultura formando uma rede de parcerias que promove iniciativas multidisciplinares e contemporâneas. Essa prática potencializa a dimensão educativa, cidadã, interativa e empreendedora da cultura com foco no desenvolvimento, norteando as centenas de ações institucionais, programas e projetos realizados, além das unidades Porto Alegre e Recife do seu instituto cultural.

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 3:36 PM

MIS divulga os artistas selecionados para a Residência LABMIS 2010

O Laboratório de Novas Mídias do MIS (LABMIS) divulga os selecionados pelo edital Residência LABMIS 2010. O júri composto por Priscila Arantes, Christine Mello e Daniela Kutschat selecionou projetos que trabalham com vídeo, fotografia e instalação, com foco em arte e tecnologia

O edital Residência LABMIS 2010, segunda edição do programa, recebeu 119 projetos, dos quais quatro foram selecionados: a instalação sonora interativa Ambiente sensível, do grupo Al Revés; Feel, uma escultura em forma de vestido revestido por ventoinhas, de Ricardo Nascimento; a série de videoinstalações Movimento², de Celina Portella; e o trabalho de realidade aumentada Vista On Vista Off, de Denise Agassi.

Além de receber mais projetos (em 2009, houve cerca de 90 inscritos), a nova edição também obteve maior abrangência nacional. Os 119 projetos-candidatos à residência eram oriundos de 14 estados, distribuídos por todas as regiões do país: capital de SP (55), interior de SP (14), RJ (13), RS (12), MG (7), BA (5), PA (2), DF (2), RN (2), PR (2), MT (1), SC (1), CE (1), AM (1) e PE (1).

O programa de residência artística fomenta projetos que envolvem arte e tecnologia a serem desenvolvidos durante três meses no LABMIS. A divulgação dos ganhadores aconteceu em evento no Museu, dia 25 de janeiro de 2010; as inscrições aconteceram entre 15 de outubro e 02 de dezembro de 2009. A pré-seleção ficou a cargo de Marcelo Bressanin, Nancy Betts e Sérgio Basbaum, que indicaram 33 projetos. A comissão de seleção final foi composta por Priscila Arantes, Christine Mello e Daniela Kutschat.

Os selecionados:
1 – Ambiente sensível, do grupo Al Revés
2 – Feel, de Ricardo Nascimento
3 - Movimento², de Celina Portella
4 – Vista On Vista Off, de Denise Agassi

1 – Ambiente sensível, do grupo Al Revés
Trata-se de uma instalação sonora interativa que reproduz uma malha sonora autogerativa baseada no entorno físico da obra (temperatura, intensidade e espectros sonoros, luminosidade, umidade etc). Dessa forma, rompe com a unicidade e a previsibilidade da obra de arte a partir da introdução da lógica da interatividade e do acaso, conseguidas a partir da criação de um ambiente plurifônico (surround), no qual sensores captam a movimentação do público, além de criar uma dinâmica que traduz as relações de convivência do indivíduo com o local onde vive.

Grupo Al Revés:
- Alexandre Marino Fernandez (nome artístico: eue) nasceu em São Paulo em 07/10/1981. Graduado em Comunicação Audiovisual (2004) e pós-graduado em Composição Musical e Tecnologias Contemporâneas pela Universidad Pompeu Fabra (Barcelona, 2008). Recebeu o prêmio Beca Phonos para composição de peça sonora (Barcelona, 2008). Participou do Festival TSONAMI e do DCMT’08 en Concierto (ambos em Barcelona, 2008). Já apresentou trabalhos no Can Xalant (Barcelona, 2008), no Espaço Eureka (São Paulo, 2008), no Centro Cultural São Paulo e no SESC-SP (2007), além do FILE/Hipersônica (São Paulo, 2006).
- Bruno Hissatugu (nome artístico: Bruno Hiss) nasceu em São Paulo em 25/11/1978. Graduado (2004) e pós-graduando em Letras pela FFLCH-USP. Já realizou apresentações no Can Xalant (Barcelona, 2008), no Espaço Eureka (São Paulo, 2008), no Centro Cultural São Paulo e no SESC-SP (2007), além do FILE/Hipersônica (São Paulo, 2006), na Galeria Virgilio (São Paulo, 2004, exposição Discordâncias) e centro Maria Antonia (São Paulo, 1999, exposição Corpos Sutis).
- Rafael De Marchi Gherini Molla (nome artístico: Uessels, loop maschine) nasceu em São Paulo em 07/04/1981. Graduado em Design Digital pela Universidade Anhembi Morumbi (2004), já realizou diversos cursos, principalmente nas áreas de áudio e vídeo, em espaços como Festival Sónar (Barcelona, 2003), MACBA - Museu d’Art Contemporani de Barcelona (2002) e MAM-SP (2001). Apresentou trabalhos no Espaço Eureka (São Paulo, 2008), no Estúdio EPPA (Salvador, 2008), no Centro Cultural São Paulo e no SESC-SP (2007) e no FILE/Hipersônica (São Paulo, 2006).

2 – Feel, de Ricardo Nascimento
A obra que será desenvolvida consiste em uma escultura em forma de vestido revestido por 115 ventoinhas de diversos tamanhos, que sofrem uma mutação temporária em sua coloração quando detectam a presença de ondas eletromagnéticas. Feel busca materializar a poluição eletrônica gerada pela presença massiva de ondas eletromagnéticas emanadas de aparelhos eletrônicos.

Ricardo Nascimento nasceu em São Paulo, em 30/07/1977. Trabalha como artista, produtor e desenvolvedor multimídia no Rio de Janeiro. Investiga as relações entre corpo e ambiente com foco no desenvolvimento de interfaces interativas e ambientes híbridos. Participou em 2008 do Social fabriss ART+MEDIA+INTERCONNECTIVITY (Dalas, EUA), Bangkok Experimental Film Festival – BEFF (Tailândia), do Optical Festival (Paris, Madrid e Gijón), além do Festival Hollywould, em Los Angeles, entre outros. Em 2009, participou de festivais e exposições nos Estados Unidos, Europa e América Latina, como o II Festival de Arte Digital (Belo Horizonte), Speculum Artium 2009 (Trbovlie, Eslovênia), WRO 09 Expanded City, na 13ª Bienal de Arte de Wroclaw (Polônia), New Media Meeting (Nooköping, Suécia) etc. Em 2010, já participou da Campus Party (São Paulo) e do Japan Media Arts Festival (Tóquio, Japão). Mais informações em www.popkalab.com.

3 - Movimento², de Celina Portella
O projeto consiste na construção de duas séries de três vídeos-objetos . Na primeira série, haverá três telas de igual tamanho fixas na parede. A imagem em cada uma das telas é sempre a de um corpo. Na primeira, vídeo-objeto 1, trata-se um corpo pequeno, que anda pela parte inferior da tela. No vídeo-objeto 2, haverá um corpo de tamanho médio, que toca os quatro limites da tela. No terceiro – vídeo-objeto2 -, um corpo de dimensão grande estará comprimido no espaço da tela.

Na segunda série, assim como as imagens dos corpos, as telas das TVs que as exibem também se movimentam, criando uma relação dinâmica entre imagem e suporte. No vídeo-objeto 4, a tela fica presa sobre um trilho horizontal, deslocando-se de uma extremidade a outra, de acordo com o impulso dado pelo corpo. O mesmo princípio é seguido pelo vídeo-objeto 5, mas na vertical: o corpo pula e se agarra ao limite superior do quatro, que começa a descer; chegando ao chão, cai e começa a agarrar o limite inferior, puxando-o para que a tela suba. O vídeo-objeto 6 é uma tela que gira ao redor de um eixo fixo: o corpo fica com a cabeça no centro e o pé nas bordas; à medida que a tela gira para um lado, o corpo mexe-se para o outro. Os limites da tela funcionam como limites físicos de um corpo nela contido, que parece causar e controlar o movimento de todo o mecanismo.

Celina Portella nasceu em 06/06/1977 no Rio de Janeiro, local onde vive e trabalha. Estudou design na PUC-RJ e se formou em Artes Plásticas na Université Paris VIII. Desde 2000, investiga questões sobre a representação do corpo a partir do vídeo e da foto, realizando instalações, projeções, performances e intervenções urbanas. Durante 5 anos, integrou a Lia Rodrigues Cia de Dança como bailarina e cocriadora. Em 2008, participou do Centro de Residência de Artistas Contemporâneos CRAC Valparaiso (Chile), do 15º Salão da Bahia e foi premiada no II Concurso de Videoarte da Fundação Joaquim Nabuco (Recife). Foi contemplada, com Elisa Pessoa, pela Bolsa de Resdiência Recollets 2009, em Paris, pela bolsa de pesquisa e produção do 47º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco e pelo Rumos Itaú Cultural 2006. Já realizou exposições em galerias no Brasil e no exterior, como a Pablo’s Birthday Gallery, em NY, além de ter participado da ARCO 08, em Madrid. Atualmente, está em residência na Galeria Kiosko (Bolívia).

4 – Vista On Vista Off, de Denise Agassi
A obra trabalha com os chamados database movies (filmes de banco de dados) e consiste em um dispositivo rotativo sustentado por um tripé que exibe vídeos e fotografias. Conforme o público gira o objeto, são cruzadas informações de uma bússola digital com um banco de dados offline composto por vídeos e fotografias, criando, assim, uma narrativa de vídeo e aproximações improváveis de paisagens de lugares distintos. A obra visa à criação de um espaço híbrido, que relaciona o espaço interno da obra àquele trazido pelas imagens de fora. Ao se repensar desta forma o espaço físico, emerge a noção de realidade aumentada.

Denise Agassi nasceu em São Paulo em 11/11/1975. Artista multimídia e educadora, atua no campo da fotografia, videoarte e net art. Mestre em Artes Visuais pela Faculdade Santa Marcelina (2009) e bacharel em Artes Plásticas pela FAAP (2001). Participa do grupo de pesquisa arte&meios tecnológicos desde 2007 (CNPq/FASM). Integrante do grupo de remapeamento urbano e criação coletiva LAT-23 desde 2008.

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 3:26 PM

janeiro 20, 2010

Programa Exposições 2010, Ribeirão Preto - inscrições e informações para o artista

Inscrições para o Programa Exposições 2010, da Coordenadoria de Artes Visuais, da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, que seleciona projetos em âmbito nacional para complementar o calendário anual de exposições nos seguintes espaços: MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi; MARP – Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto e Casa da Cultura de Ribeirão Preto. A Comissão de Seleção do Programa Exposições 2010 também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, assim como, para a 13ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto.

Inscrições: 1 de dezembro de 2009 a 12 de fevereiro de 2010

As inscrições poderão ser feitas de 01/12/2009 a 12/02/2010, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, Rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP, fone (16) 3635 2421. Inscrições feitas pessoalmente no MARP, de terça a sexta-feira das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 horas e também pelo correio (via Sedex), atentando para data limite de postagem até o dia 12/02/2010.

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHOS PARA SELECIONADOS:
Os artistas selecionados participarão de exposições individuais simultâneas ou coletivas, no decorrer do ano de 2010

GANHOS PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS:
- Os dossiês deverão ser enviados em envelope ofício com o nome completo do remetente, endereçado ao MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, Rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP. Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto deverão remeter também envelope já sobrescrito para a devolução (não-selado), bem como a ficha de inscrição em anexo devidamente preenchida e assinada.

- Não serão aceitos dossiês maiores que o formato A4 ou ofício.

- Os dossiês dos inscritos deverão conter imagens de, no mínimo, 05 (cinco) trabalhos recentes do artista. As imagens deverão estar acompanhadas das identificações necessárias (informações das obras), tais como: nome do artista, título, ano de produção, técnica e dimensões das obras, localizadas na horizontal inferior das bases onde serão apresentadas as imagens. As folhas do dossiê deverão ser enviadas avulsas (não-encadernadas), para melhor apreciação, pela Comissão de Seleção. Nos dossiês, as reproduções das imagens das obras inscritas, quando executadas por processo de impressão, deverão representar o melhor possível às obras originais, para não comprometer a avaliação das mesmas.

- Os dossiês da categoria instalação poderão apresentar um único projeto, que deverá conter memorial descritivo (texto, ilustrações, especificações e detalhamento da montagem ou maquete). Se o artista inscrito em instalação for selecionado, deverá montar a instalação com uma semana de antecedência da data marcada para a exposição e fornecer todo o material necessário para montagem da mesma. Na categoria performance o artista deverá apresentar um DVD com as 05 (cinco) propostas. Na categoria vídeo o artista deverá apresentar um DVD com as 05 (cinco) propostas.

- Todos os dossiês deverão conter dados curriculares sucintos com a identificação do artista, formação artística e atividades culturais, endereço completo, telefone para contato e e-mail.

- As inscrições enviadas por instituições ou produtores deverão especificar todas as necessidades físicas do espaço expositivo (climatização, segurança e outros), fichas técnicas dos profissionais envolvidos nos projetos e créditos de realizações, apoios e parcerias para análise junto à Secretaria Municipal da Cultura.

EDITAL

Edital Programa Exposições 2010 / 8ª Edição

1. Estarão abertas de 01 de dezembro de 2009 a 12 de fevereiro de 2010, as inscrições para o Programa Exposições 2010, da Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, para complementar o calendário anual de exposições nos seguintes espaços: MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi; MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto e Casa da Cultura de Ribeirão Preto. A Comissão de Seleção do Programa Exposições 2010 também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, assim como, para a 13ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto.

2. Poderão inscrever-se gratuitamente no Programa Exposições 2010, artistas de todo o Brasil e estrangeiros residentes no país há mais de três anos, mesmo que não tenham realizado nenhuma exposição individual, com idade mínima de 18 (dezoito) anos. Também serão aceitas propostas de Instituições, Produtores e Curadores.

2.1. As inscrições poderão ser feitas de 01/12/2009 a 12/02/2010, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, Rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP, fone (16) 3635 2421. Inscrições feitas pessoalmente no MARP, de terça a sexta-feira das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 horas e também pelo correio (via Sedex), atentando para data limite de postagem até o dia 12/02/2010.

2.2. Serão aceitas inscrições individuais e coletivas em todos os campos das artes visuais. As inscrições de exposições para o espaço expositivo do MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi (exceto projetos de caráter histórico) deverão ser, obrigatoriamente, de cunho contemporâneo. A seleção de projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto, é exclusiva aos artistas que residem e trabalham em Ribeirão Preto.

2.3. As obras inscritas deverão ser recentes com produção a partir de 2008.

2.4. Não serão aceitas obras originais para efeito de inscrição.

3. Os artistas interessados deverão inscrever-se mediante o envio de um único dossiê, que poderá conter mais de uma proposta, acompanhada da ficha de inscrição anexa devidamente preenchida e assinada, indicando um ou mais espaços que pretendem concorrer.

3.1. Os dossiês deverão obedecer as seguintes especificações:

3.1.1. Os dossiês deverão ser enviados em envelope ofício com o nome completo do remetente, endereçado ao MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, Rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP. Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto deverão remeter também envelope já sobrescrito para a devolução (não-selado), bem como a ficha de inscrição em anexo devidamente preenchida e assinada.

3.1.2. Não serão aceitos dossiês maiores que o formato A4 ou ofício.

3.1.3. Os dossiês dos inscritos deverão conter imagens de, no mínimo, 05 (cinco) trabalhos recentes do artista. As imagens deverão estar acompanhadas das identificações necessárias (informações das obras), tais como: nome do artista, título, ano de produção, técnica e dimensões das obras, localizadas na horizontal inferior das bases onde serão apresentadas as imagens. As folhas do dossiê deverão ser enviadas avulsas (não-encadernadas), para melhor apreciação, pela Comissão de Seleção. Nos dossiês, as reproduções das imagens das obras inscritas, quando executadas por processo de impressão, deverão representar o melhor possível às obras originais, para não comprometer a avaliação das mesmas.

3.1.4. Os dossiês da categoria instalação poderão apresentar um único projeto, que deverá conter memorial descritivo (texto, ilustrações, especificações e detalhamento da montagem ou maquete). Se o artista inscrito em instalação for selecionado, deverá montar a instalação com uma semana de antecedência da data marcada para a exposição e fornecer todo o material necessário para montagem da mesma. Na categoria performance o artista deverá apresentar um DVD com as 05 (cinco) propostas. Na categoria vídeo o artista deverá apresentar um DVD com as 05 (cinco) propostas.

3.1.5. Todos os dossiês deverão conter dados curriculares sucintos com a identificação do artista, formação artística e atividades culturais, endereço completo, telefone para contato e e-mail.

3.1.6. As inscrições enviadas por instituições ou produtores deverão especificar todas as necessidades físicas do espaço expositivo (climatização, segurança e outros), fichas técnicas dos profissionais envolvidos nos projetos e créditos de realizações, apoios e parcerias para análise junto à Secretaria Municipal da Cultura.

3.1.7. As propostas enviadas por curadores independentes deverão estar acompanhadas de um memorial descritivo com até 05 (cinco) laudas, onde será exposta a linha conceitual. O proponente deverá apresentar seu currículo, assim como, enviar todo material relativo a cada artista proposto (fotos, currículo e outros), como especificado anteriormente neste Edital. O curador deverá discutir junto a Coordenadoria de Artes Visuais, a quantidade de obras ou artistas da exposição proposta, de acordo com o espaço físico designado.

3.1.8. Apresentar documentação sobre a produção do artista, como catálogos, textos ou impressos em geral, não sendo este item condição obrigatória para o artista se inscrever no Programa Exposições 2010 a que se refere este Edital.

3.1.9. Caso os dossiês não correspondam às especificações anteriormente mencionadas, poderão ser recusados.

4. Os dossiês serão examinados e selecionados por uma Comissão de Seleção constituída por 03 (três) pessoas. Dois membros – entre críticos, historiadores de arte e artistas – e o Coordenador de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto (com experiência comprovada em curadoria e participações em bancas examinadoras de projetos de arte). A Comissão de Seleção é soberana e autônoma nas decisões dos critérios de seleção.

5. Os resultados serão divulgados a partir de 03/03/2010.

6. Os dossiês não-selecionados estarão à disposição dos artistas a partir de 16/03/2010, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, e deverão ser retirados, impreterivelmente, até o dia 16/04/2010 (*Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto receberão os dossiês pelo correio). Após essa data, o MARP não se responsabilizará pela guarda dos mesmos, cabendo à Coordenadoria definir o destino que lhe convier. Os dossiês selecionados só serão devolvidos após a realização das respectivas exposições.

7. Disposições gerais sobre o Programa Exposições 2010:

7.1. O Programa Exposições 2010 será organizado da seguinte maneira:

7.1.1. Os artistas selecionados participarão de exposições individuais simultâneas ou coletivas, no decorrer do ano de 2010. A data e o período de permanência das exposições serão divulgados oportunamente.

7.1.2. Os trabalhos selecionados que necessitem de equipamentos (como DVD, monitor TV, som e outros), estes deverão ser fornecidos pelos artistas durante o período da exposição, bem como realizar a manutenção dos mesmos.

7.1.3. Ficará a cargo da Comissão de Seleção a organização dos grupos, nas datas a serem estipuladas.

7.1.4. O Programa Exposições 2010 complementará a agenda anual dos espaços da Secretaria Municipal da Cultura e a Coordenadoria de Artes Visuais poderá também convidar outros artistas que serão incluídos nas mostras. A Comissão de Seleção também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, assim como, para a 13ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto.

7.1.5. Ficará a cargo da Coordenadoria de Artes Visuais, a decisão final sobre a distribuição do espaço físico entre os artistas.

7.1.6. O número de obras de cada artista não será necessariamente o mesmo para todos os artistas selecionados.

8. Aos artistas selecionados caberão as seguintes obrigações:

8.1. Entregar as obras selecionadas e material informativo, assim como, retirar as obras nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Coordenadoria de Artes Visuais. Caso as obras selecionadas e enviadas não correspondam às fotos apresentadas no dossiê inscrito, poderão ser recusadas pela Coordenadoria de Artes Visuais.

8.2. Assumir as despesas referentes ao transporte de envio e retorno, embalagem e seguro das obras durante o transporte e exposição.

8.3. O participante deverá retirar as obras no prazo máximo de 20 (vinte) dias após o término da exposição ou solicitar por escrito, neste mesmo prazo, a devolução das obras com frete a cobrar. Terminado este prazo, o MARP estará isento de responsabilidade sobre as obras, dando-lhes o destino que lhe convier.

8.4. Enviar por e-mail o currículo e imagens das obras selecionadas, para divulgação, bem como fornecer uma imagem no tamanho de, no mínimo, 10 x 15 cm (300 dpi), de uma obra selecionada para a exposição, indicada pela Coordenadoria de Artes Visuais (com o crédito completo do fotógrafo e a respectiva autorização para reprodução em qualquer meio), que poderá ser veiculada na peça gráfica referente à exposição (Informativo).

8.5. Os projetos apresentados no dossiê não poderão ser substituídos, ficando comprometidos com a exposição, independentemente da eventual venda das obras, pelo artista, a terceiros.

8.6. Não alterar ou retirar as obras antes do encerramento da exposição.

8.7. A eventual desistência do artista selecionado deverá ser comunicada com 60 (sessenta) dias de antecedência da data marcada, com ofício no qual deverá estar especificado e justificado o motivo.

9. À Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto caberá:

9.1. Devolver pelo correio os dossiês dos artistas não-residentes em Ribeirão Preto.

9.2. Fornecer Informativo (divulgação das exposições do mês) e postagem do mesmo, divulgação através da Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal da Cultura, montagem e desmontagem da exposição. Para as mostras realizadas no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, poderá ser produzido um folder, não sendo este item obrigatório.

9.3. Devolver, com frete a pagar, as obras dos participantes que solicitarem a devolução, nas mesmas condições de recebimento, no prazo máximo de 40 (quarenta) dias após o término da exposição.

9.4. A Secretaria Municipal da Cultura não se responsabilizará por danos que os trabalhos e equipamentos enviados sofram durante o transporte e o período de exposição, cabendo aos artistas assegurá-los contra danos e riscos de qualquer natureza.

10. Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto.

11. O ato de inscrição do artista ao Programa Exposições 2010implica na plena e expressa aceitação das normas constantes deste Edital, assim como, autoriza automaticamente o uso de todo material enviado, textos, projetos, fotos e outros, em veículos da mídia impressa e eletrônica.

12. Caberá exclusivamente à Coordenadoria de Artes Visuais / Equipe MARP, a elaboração do plano de montagem, distribuição espacial e adequação das obras nos espaços onde serão realizadas as exposições, assim como a programação visual e projeto gráfico dos impressos.

Informações

MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
Rua Barão do Amazonas, 323, Ribeirão Preto-SP, Cep 14010-120
(16) 3635 2421, das 09 às 12 horas e das 14 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.
marp@cultura.pmrp.com.br
www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br

Realização

Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto
Secretaria Municipal da Cultura
Coordenadoria de Artes Visuais
MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi

Apoio

AAMARP - Associação de Amigos do MARP

Posted by Fábio Tremonte at 6:08 PM | Comentários(4)

Concurso para professores de arte e tecnologia da Unicamp

A Universidade Estadual de Campinas através da Secretaria Geral torna pública a abertura de inscrições para o concurso público de provas e títulos, para provimento de 01(um) cargo de Professor Titular, nível MS-6
em RTP, na área de Multimeios e Artes na disciplina CS 600 – Educação e Tecnologia, do Departamento de Multimeios, Mídia e Comunicação, do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas.

Inscrições de 6 de janeiro a 4 de fevereiro de 2010

Informações
http://www.sg.unicamp.br/dca/concursos_docentes.htm

Posted by Fábio Tremonte at 3:13 PM

janeiro 19, 2010

The 24th Prix Ars Electronica - International Competition for CyberArts is open for entries

Desde 1987, Prix Ars Electronica tem servido como uma plataforma interdisciplonar para todos aqueles que suam o computador como mídia para implemetação e design de seus projetos em interface com a arte, tecnologia e sociedade.

Inscrições: até 5 de março de 2010

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHOS PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS: nenhum

The Prix Ars Electronica, the Ars Electronica Festival, the Ars Electronica Center – Museum of the Future and the Ars Electronica Futurelab are the four divisions that comprise the Ars Electronica Linz GmbH, whose specific orientation and long-term continuity make it a unique platform for digital art and media culture.

The competition is organized by the Ars Electronica Linz GmbH and ORF’s Upper Austria Regional Studio in collaboration with the OK Center for Contemporary Art and the Brucknerhaus Linz, and the prizes are awarded during the Ars Electronica Festival each year. The Prix Ars Electronica is one of the most important awards for creativity and pioneering spirit in the field of digital media.

The event calls for entries in seven categories, including a youth competition. And since internationally renowned artists from over 70 countries also participate in the Prix Ars Electronica, it has established itself as a barometer for trends in contemporary media art.

With 42.245 entries since 1987 and prize money in 2010 totalling 117,500 Euros, the competition offers the largest cash purse for cyberarts worldwide. Each year, six Golden Nicas, twelve Awards of Distinction and approximately 70 Honorary Mentions as well as a grant for the category [the next idea] voestalpine Art and Technology Grant are presented to participants.

Since media art is such a highly dynamic field, criteria for the categories have to be constantly modified and adjusted to societal and technological developments, and so updated to meet new demands.

The Prix Ars Electronica calls for entries and awards prizes in the following seven categories:

- Computer Animation / Film / VFX
- Interactive Art
- Digital Musics & Sound Art
- Hybrid Art
- Digital Communities
- u19 – freestyle computing
- [the next idea] voestalpine Art and Technology Grant

The call for the Prix Ars Electronica goes out every year in December; submissions are accepted up into March. International juries select the winners for each category in April.

Events of the Prix Ars Electronica during the Ars Electronica Festival
During the Ars Electronica Festival in September, the Golden Nicas, Awards of Distinction and Honorary Mentions are awarded with pomp at the Ars Electronica Gala. The winners of the Golden Nicas and Awards of Distinction are also invited to present their projects at the Prix Ars Electronica Forums which are held over a number of days. Webcasts of these forums are available at www.aec.at
The Ars Electronica Festival presents the CyberArts Exhibition annually as one of its main shows at the OK Center for Contemporary Art. It showcases the winning projects of the latest Prix Ars Electronica. The Museum of the Future, on the other hand, devotes a special exhibition for an entire year to the projects from the youth competition “u19 – freestyle computing”.
Formatted specially for the Festival, the award-winning works from the category "Computer Animation / Film / VFX" are shown at the Ars Electronica Animation Festival with the Electronic Theatre. The “Digital Musics” winners present their works in the form of concerts conceived as part of the programme of Ars Electronica Nightlines.
Documentation

Information about the prize-winners and their projects as well as the jury statements are published each year in the CyberArts catalogue (which includes a DVD and CD) and is distributed worldwide by Hatje Cantz Verlag.
Details on prize-winners, winning projects and jury statements since the competition was established in 1987 can also be found in the Prix Ars Electronica’s large online archive.

Prix Ars Electronica is organized by Ars Electronica Linz GmbH and ORF Upper Austria in collaboration with Brucknerhaus Linz and OK Center for Contemporary Art. Prix Ars Electronica is supported by City of Linz, Province of Upper Austria, Liwest Kabelmedien GmbH and voestalpine. Special thanks to KulturKontakt Austria, Pöstlingberg Schlössl, Casinos Austria and Sony DADC.

Online Submission: http://prixars.aec.at
Contact: info@prixars.aec.at

Posted by Fábio Tremonte at 6:19 PM

Ateliê Aberto #2 - Inscrições e informações para o artista

A Casa Tomada abre inscrições para a seleção de projetos da residência artística Ateliê
Aberto #2, a ser realizada no período de 4 de abril de 2010 a 20 de junho de 2010.
Localizado na aclimação, região central da cidade de São Paulo, Brasil, o espaço pretende
estimular a produção e a difusão das artes visuais no âmbito do município de São Paulo e
consolidar a Casa Tomada como um espaço institucional de experimentação nas artes
visuais e de reflexão crítica sobre seus desenvolvimentos contemporâneos.

Inscrições: 19 de dezembro de 2009 a 24 de fevereiro de 2010

Podem inscrever‐se jovens artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil ou no
exterior. As inscrições serão gratuitas.As inscrições deverão necessariamente ser feitas nos idiomas português, espanhol ou inglês. As inscrições deverão ser feitas somente via email, através do endereço inscricao@casatomada.com.br.

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHOS PARA SELECIONADOS:
A Casa Tomada Oferece:
‐ espaço de convivência, incluindo salas de estar e cozinha coletiva.
‐ ateliê de 80m quadrados.
‐ biblioteca de artes com cerca de 750 títulos, entre livros, cds e dvds.
‐ laboratório fotográfico pb.
‐ vitrine para a rua disponível como espaço expositivo durante o processo de ateliê.
‐ visitas de curadores, artistas e galeristas aos artistas em ateliê.
‐ três jantares com curadores, galeristas e/ou artistas.
‐ exposição dos trabalhos produzidos na Casa durante o processo.
‐ divulgação da exposição.
‐ materiais básicos de desenho, pintura e colagem.
‐ um computador para pesquisa, trabalhos e acesso à internet.
‐ sistema wireless na maior parte dos pontos da casa.
‐ blog no site da Casa para cada artista.
‐ apresentação dos artistas participantes e do processo do Ateliê Aberto #2 na publicação Convivências, realizada pela Casa Tomada, lançada junto com a exposição final.

GANHOS PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS: nenhum

EDITAL

Inscrições

‐ Podem inscrever‐se jovens artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no Brasil ou no exterior.
‐ As inscrições serão gratuitas e estarão abertas no período de 19 de dezembro 2009 a 24 de fevereiro de 2010, levando em consideração o horário de Brasília.
‐ As inscrições deverão necessariamente ser feitas nos idiomas português, espanhol ou inglês.
‐ As inscrições deverão ser feitas somente via email, através do endereço inscricao@casatomada.com.br
‐ Requisitos para inscrição:
1‐ Ficha de inscrição preenchida (disponível para download no site da Casa Tomada (www.casatomada.com.br)
2‐ Currículo (máximo 2 páginas) em folha A4 indicando formação, exposições individuais, exposições coletivas, prêmios, publicações, etc.
3‐ Uma carta de recomendação datada e assinada.
4Portfólio do artista em pdf contendo até 15 imagens, links para vídeos, sites ou outras plataformas online que complementem o portfólio (o número de links não deve ultrapassar10). O arquivo pdf deverá estar no formato A4 e ter no máximo 2 mega.
5‐ No caso do artista ter uma produção textual, enviar até 5 textos sendo necessariamente nas línguas portuguesa, inglesa ou espanhola.
6‐ Cópia da Carteira de Identidade ou, em casos de estrangeiros, passaporte.
7‐ Todos os itens acima deverão ser anexados ao email.
8‐ As propostas que não estiverem de acordo com as exigências deste regulamento não farão parte da seleção pretendida.
‐ Não serão aceitas inscrições fora dos prazos acima mencionados.
‐ Não serão aceitas inscrições via correio.
‐ O ato de inscrição implica na automática e plena concordância das normas estabelecidas neste regulamento.

Seleção:
‐ A seleção dos artistas será realizada através da análise de dossiês. Todos os projetos serão lidos por ao menos duas pessoas de áreas variadas das artes, cabendo à equipe da Casa a escolha dessas pessoas.

‐ No processo seletivo serão avaliados:
1. Originalidade nos projetos desenvolvidos anteriormente.
2. Disponibilidade do artista durante os meses de Ateliê Aberto.

‐ Os candidatos não residentes em São Paulo realizarão sua entrevista por meio do Skype.
‐ O resultado da seleção será formalmente comunicado por email aos selecionados em 03 de
março de 2010 e publicado no site da Casa Tomada.

A aprovação do projeto implicará na aceitação das seguintes obrigações, por parte do
residente:

‐ Contratação de seguro saúde, com cobertura médico hospitalar, válido no Brasil por todo o período previsto de permanência, bem como viagem de ida e volta;
‐ O participante se responsabiliza por sua estadia e hospedagem na cidade de São Paulo, pelo período de 11 semanas, sendo 6 semanas dirigidas ao processo do ateliê, 2 semanas para a montagem da exposição e finalizações e 3 semanas de exposição.
‐ Autorização do uso institucional da imagem do artista e de todas as etapas do projeto/obra, a ser desenvolvido na Casa Tomada, em todos os tipos de mídia;
‐ Cessão pelo artista à Biblioteca da Casa Tomada de material documental (p. ex. catálogos, publicações) referentes ao seu trabalho.
‐ Os artistas devem garantir o maior tempo possível de presença no período do Ateliê Aberto #2, devendo comunicar previamente no caso de ausência necessária.
‐ O artista é responsável pelos atos do assistente, do cônjuge ou companheiro, bem como de qualquer pessoa que convide a visitar a Casa Tomada.
‐ É vedada a alteração das características do estúdio ou de outros espaços da Casa, assim como seu mobiliário.
‐ Os participantes estão na qualidade de ocupantes e não tem direito de se manter no local após o período estipulado.
‐ Materiais extra para o desenvolvimento dos projetos artísticos, deverão ser providenciados pelos próprios artistas.
‐ Responsabilizar‐se pela montagem e desmontagem de sua obra na exposição final, no período estipulado pela Casa Tomada para tais eventos.

Disposições da Casa Tomada:
A Casa Tomada Oferece:
‐ espaço de convivência, incluindo salas de estar e cozinha coletiva.
‐ ateliê de 80m quadrados.
‐ biblioteca de artes com cerca de 750 títulos, entre livros, cds e dvds.
‐ laboratório fotográfico pb.
‐ vitrine para a rua disponível como espaço expositivo durante o processo de ateliê.
‐ visitas de curadores, artistas e galeristas aos artistas em ateliê.
‐ três jantares com curadores, galeristas e/ou artistas.
‐ exposição dos trabalhos produzidos na Casa durante o processo.
‐ divulgação da exposição.
‐ materiais básicos de desenho, pintura e colagem.
‐ um computador para pesquisa, trabalhos e acesso à internet.
‐ sistema wireless na maior parte dos pontos da casa.
‐ blog no site da Casa para cada artista.
‐ apresentação dos artistas participantes e do processo do Ateliê Aberto #2 na publicação Convivências, realizada pela Casa Tomada, lançada junto com a exposição final.

Disposições finais
‐ O estúdio coletivo é dotado de bancadas para trabalhos diversos, além de armários individuais para o possível armazenamento do materiais. A Casa Tomada não se responsabiliza por qualquer material deixado na mesma.
‐ Não há aparelhos de telefones ou computadores nos estúdios.
‐ Será permitida a visitação do estúdio coletivo durante o desenvolvimento dos trabalhos, por pessoas autorizadas pela Casa Tomada.
‐ A limpeza dos estúdios por funcionário da Casa Tomada ocorrerá uma vez por semana, conforme escala a ser definida.
‐ Não serão aceitos projetos que gerem algum tipo de risco por norma legal à comunidade, ou que possam comprometer o patrimônio ou a integridade física das pessoas.
‐ Todos os custos não especificados neste regulamento ficam, como regra geral, a cargo do artista selecionado.

Posted by Fábio Tremonte at 5:23 PM

janeiro 18, 2010

Prêmio Interações Florestais – Residência Artística Terra UNA 2010 divulga selecionados

O Prêmio Interações Florestais 2010 é o segundo prêmio de residência artística da Ecovila Terra UNA e mais uma vez com o patrocínio da FUNARTE/MINC para a realização deste trabalho que desloca a produção contemporânea em artes visuais para outros espaços do país.

Foram mais de 140 projetos inscritos e 2.947 comentários trocados entre os participantes. O site recebeu 117.561 visitas (page view) feitas por 6.451 visitantes (unique visitors). Todos os projetos inscritos continuarão disponíveis para visualização no site (http://www.terrauna.org.br)

SELECIONADOS POR ORDEM (QUANTIDADE DE VOTOS RECEBIDOS)

1 - PALAVRA VIVA - Jean Sartief - RN
2 - OUTROS HABITATS – Shima - SP
3 - CAMINHAR ATÈ LIBERDADE SÒ VER ESTRELAS NO CÉU - Paulo Sérgio da Silva - MG
4 - A PALAVRA , A PÁGINA, O LIVRO / O BARRO, A PAISAGEM, O CAMINHO - Lucas Dupin - MG
5 - HOMINIDAE - Ricardo Alvarenga - PR
6 - TRANS-FORMA - Caroline Valansi - RJ
7 - CARTOGRAFIA DO INDIVÍDUO - Anna Thereza - RJ
8 - COLHER CHUVA - Mayra Martins - RS
9 - POENTE – Barbara Rodrigues - SP
10 - ESTÓRIAS DA FLORESTA - Milena Durante - SP

BOLSAS

Anciões da Liberdade - de Felipe Freitas - contemplado com a BOLSA TERRA UNA
EcoPix - animação ecologicamente correta - contemplado com a BOLSA PCS

O processo de seleção é baseado no modelo autogestionário, ou seja, é uma metodologia que se baseia na discussão e ação a partir dos próprios participantes, sendo assim, cada um dos inscritos teria que votar em 9 projetos (uma vez que o décimo voto seria para seu próprio projeto). Todos os projetos estão disponíveis no site e a interação virtual foi muito positiva com vários comentários e trocas entre os artistas. Somados a estes votos teve a votação da conselho organizador mentores do Terra Una, cujos votos tem peso 3. Assim, forma escolhidos os 10 projetos selecionados para o Terra Una, de forma participativa, democrática, aberta, horizontal e auto-curatorial.

Este ano a residência artística acontecerá em 3 períodos (fevereiro, março e abril). Durante esses meses os artistas poderão vivenciar e interagir com outros artistas, com a população local e com a ecovila e com o Ponto de Cultura.

O TERRA UNA

A ecovila Terra UNA está localizada na Serra da Mantiqueira, no sul de Minas Gerais e vem gerando novas possibilidades de assentamentos humanos e novas maneiras de se relacionar com o espaço, com a natureza e com as pessoas ao redor.

O programa de Residência Artística da Ecovila Terra UNA acontece na Serra da Mantiqueira em ambiente rural, cercado por matas, campos, rios e cachoeiras. Recebemos artistas durante todo o ano disponibilizando quartos e ateliê junto a floresta. Além disso temos o Prêmio Interações Florestais, um edital de bolsas para residência coletiva onde os artistas são selecionados em processo augotestionário (todos os inscritos selecionam os participantes) que aconteceu pela primeira vez em 2008 financiado pelo edital Conexão Artes Visuais FUNARTE/MINC/Petrobrás.

O Interações Florestais Terra Una têm inspirado muitos modelos autogeridos no Brasil, por isso é tão importante para mim essa premiação. Além disso eles subverteram o sistema fazendo com que os próprios artistas fossem os responsáveis pelo processo de seleção dos projetos. A comissão organizadora vota também, mas a cada ano, pelo número de inscritos o peso maior acaba sendo dos próprios artistas.

Mais informações - http://www.terrauna.org.br ou interacoes@terrauna.org.br

Endereço de correspondência para a sede MG:
Caixa Postal 13
Liberdade / MG - CEP 37350-000

Endereço de correspondência escritório RJ:
R. Almirante Alexandrino 356 salas 101 e 102 - Santa Teresa
Rio de Janeiro / RJ - CEP 20241-260

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 4:03 PM

janeiro 13, 2010

Fundação Victor Pinchuk inaugura primeiro prêmio Mundial de Arte, concedido através de um concurso público, em apoio de uma nova geração de artistas, Ucrânia - Inscrições e Informações para o artista


Victor Pinchuk Foundation Inaugurates First Worldwide Art Prize, Awarded through an Open Competition, in Support of a New Generation of Artists, Ukraine

The Victor Pinchuk Foundation today announced that it has inaugurated the Future Generation Art Prize, a major new international competition for artists up to 35. Established to discover and provide long-term support for a generation of emerging artists, wherever they may live and work, this unique artist-focused prize aims to make a major contribution toward the production of new work by young artists.

Inscrições: 18 de janeiro a 18 de abril de 2010, pelo site: www.futuregenerationartprize.org


Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais

As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.


GANHOS PARA SELECIONADOS:
US $ 100.000 (US $ 60.000 como um prêmio em dinheiro, e 40.000 dólares para a produção de novos trabalhos).
Um adicional de 20.000 dólares será atribuído à programas de residência para até cinco outros especiais vencedores.

GANHOS PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS: nenhum

SOBRE O CONCURSO:

Victor Pinchuk Foundation Inaugurates First Worldwide Art Prize, Awarded through an Open Competition, in Support of a New Generation of Artists $100,000 Prize, Mentorship by Renowned Artists and Exhibition at PinchukArtCentre are Among the Benefits of Major New Award

KIEV, UKRAINE, December 8, 2009
The Victor Pinchuk Foundation today announced that it has inaugurated the Future Generation Art Prize, a major new international competition for artists up to 35. Established to discover and provide long-term support for a generation of emerging artists, wherever they may live and work, this unique artist-focused prize aims to make a major contribution toward the production of new work by young
artists.

The biennial Prize is distinguished by:
* its global dimension;
* its focus on a young generation of artists;
* its open and democratic Internet application process;
* the long-term commitment of leading artists of our time;
* a distinguished Board, Jury and Selection Committee;
* an exhibition of shortlisted artists at the PinchukArtCentre in Kiev, one of the largest and most active new contemporary art institutions in Europe;
* and an award of $100,000, to be conferred by a respected international jury.

Applications for the Prize will become available online on January 18, 2010, at the competition’s website, www.futuregenerationartprize.org. The exhibition of shortlisted artists will open at the PinchukArtCentre (PAC) in October 2010. The jury will announce the winner of the main prize in December 2010, and up to
five special prizes for artists who will be provided with various forms of support.

According to
Victor Pinchuk, “This worldwide contemporary art prize will be an important contribution to the open participation of younger artists in the dynamic cultural development of societies in global transition.”

To encourage the assistance of one generation of artists to the next, a group of renowned Mentor Artists has committed its long-term participation in the Prize and will provide in-person counsel and support to the Prize winners, and one of the Mentor artists will have a parallel show at the same time as each shortlist exhibition. The Mentor Artists are
Andreas Gursky, Damien Hirst, Jeff Koons and Takashi Murakami.

A distinguished international Board oversees the Future Generation Art Prize. In addition to chairman
 Victor 
Pinchuk
and the four Mentor Artists, the Board’s membership includes Eli Broad, Dakis Joannou, Elton John, Miuccia Prada and art museum directors Richard Armstrong (Solomon R. Guggenheim Foundation and Museum), Glenn D. Lowry (The Museum of Modern Art), Alfred Pacquement (Musée nationale d’art moderne, Centre Georges Pompidou) and Sir Nicholas Serota (Tate).

Extending the reach of the Future Generation Art Prize, an invited group of approximately one hundred arts professionals from around the world will nominate artists for consideration. By combining the open application process with these nominations, PAC aspires to achieve the participation of a true global cross-section of the up-to 35 generation.

“Our first goal in establishing this Prize is to reach out to the world’s younger artists on a truly democratic basis, so that virtually everyone has the opportunity to participate,” stated Eckhard Schneider, General Director of the PinchukArtCentre. “Our second goal is to provide sustainable support for the future
generation, by bringing the most promising of these young artists into a network that includes curators, critics, educators, scholars and some of the world’s most celebrated artists.”

Speaking of his participation in the Prize, Takashi Murakami stated, “The last several years made the rising of the young generation of Japanese artists possible. This new prize wants to make this rise happen in Ukraine and the rest of the world, because now the world is expanding and at the same time shrinking. I am very happy to join this project and hopefully this prize will become every year bigger and bigger, and famous and famous-er."

Explaining his support for the Prize, Damien Hirst said, “I think art needs to be encouraged. Art prizes are really important. All children draw and paint and for some reason a lot of them stop. In the beginning they all paint—even the bank managers, accountants and the lawyers. To encourage art is a great thing.”

The launch of the Future Generation Art Prize follows the inaugural year of the PAC’s prize competition for Ukrainian artists up to the age of 35. An exhibition of the 20 shortlisted artists for this prize is on view at the PAC from October 31 through December 20, 2009.

Following the close of applications, an expert Selection Committee comprised of members chosen by the jury will review all applications and decide on a shortlist of as many as twenty artists, whose names will be announced on June 22, 2010. These artists will participate in the Prize exhibition by showing the existing works they highlighted in their applications and may also create new works specifically for the PAC galleries. The winner of the national PinchukArtCentre Prize also will participate, bringing the maximum number of artists in the exhibition to 21.

After the exhibition has been on view for two months, the international jury will gather in Kiev in December 2010 to view and discuss the artists’ works. The jury will select one main Prize winner, who will receive a total of $100,000 ($60,000 as a cash award, and $40,000 toward the production of new work). An additional
$20,000 will be allotted to fund artist-in-residency programs for up to five other special prize winners. Images of works by all the shortlisted artists will be posted on the PAC website, and members of the public will be invited to vote via the Internet for People’s Choice Prize.

Following the inaugural year, the Future Generation Art Prize will be awarded on a biennial cycle.

Victor Pinchuk Foundation

The Victor Pinchuk Foundation was established in 2006 by Ukrainian businessman and public figure Victor Pinchuk. It is the largest international, private, non-partisan, philanthropic foundation based in Ukraine. Its goal is to empower future generations to become the change makers of tomorrow. To achieve this goal, the Foundation develops projects, builds partnerships in Ukraine and worldwide and invests in three directions:
- Investing in people, to boost human capital;
- Investing in society, to promote social responsibility;
- Investing in the world, to foster a more integrated world.
www.pinchukfund.org

PinchukArtCentre

Located in the historic architectural complex of Kiev’s Besarabka quarter, which has undergone a major renovation in the past decade, the six-story, 43,000-square- foot PAC opened in September 2006 as one of the largest contemporary art institutions in Europe. Dedicated to presenting exhibitions by leading Ukrainian and international artists, PAC to date has presented solo exhibitions of artists including Damien Hirst and Sam Taylor-Wood, and group exhibitions such as 21 Russia (works created by 21 Russian artists during the first years of the 21st century), Reflection (a group exhibition with a selection of international artists), and Red Forest (works by seminal Ukrainian artists of the 1990s, shown in an exhibition named after a wooded area adjacent to the Chernobyl nuclear station).

PAC was also responsible for presenting the Ukrainian Pavilion at the Venice Biennale in 2007 and 2009 and in 2005 exhibited the first acquisitions of the Victor Pinchuk Foundation at the Venice Biennale.


Posted by Marília Sales at 6:07 PM | Comentários(1)

janeiro 6, 2010

Emoção Art.ficial 5.0 - Chamada de Trabalhos


Em sua quinta edição, a Bienal de Arte e Tecnologia do Itaú Cultural recebe inscrições de projetos de artistas brasileiros

Inscrições: 11 de dezembro de 2009 a 1º de fevereiro de 2010

Para se inscrever, o artista deverá enviar à instituição, por correio, o descritivo da obra e seu demonstrativo em suporte digital (DVD ou CD-ROM). Especificidades e necessidades de produção devem ser detalhadas no projeto. O envelope deverá estar identificado com: 1. Nome do artista; 2. Título da obra e/ou do projeto de obra; 3. Endereço; 4. E-mail e telefone.

Itaú Cultural - Itaulab
Av. Paulista 149, 6º andar São Paulo - SP CEP 01311 000
dúvidas: guilherme.ramos@itaucultural.org.br

data máxima para inscrição e postagem do projeto 1º de fevereiro de 2010 (será considerada a data carimbada pelo correio)
divulgação dos resultados 1º de março de 2010, pelo www.itaucultural.org.br

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais
As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

GANHOS PARA SELECIONADOS:
- Caso o projeto seja selecionado, o instituto poderá subvencionar integralmente a execução da obra. Além disso, desde que de acordo com a política de aquisição do Acervo de Obras de Arte do Itaú Cultural, os trabalhos participantes do evento poderão ser adquiridos para integrar a coleção.

GANHOS PARA INSCRITOS: nenhum

CUSTOS OPERACIONAIS:
- O artista deverá enviar à instituição, por correio, o descritivo da obra e seu demonstrativo em suporte digital (DVD ou CD-ROM). Especificidades e necessidades de produção devem ser detalhadas no projeto.


EDITAL

A Bienal de Arte e Tecnologia do Itaú Cultural, Emoção Art.ficial, chega à quinta edição com uma novidade: o instituto selecionará projetos de obras que poderão ser financiados integralmente e expostos. Apenas artistas brasileiros podem participar.

A análise será realizada por uma comissão autônoma, que se pautará pela relevância da proposta em relação ao tema da exposição - "autonomia" -, pelo histórico do artista e pela contribuição para a formação do olhar do público sobre esse tipo de arte.

A exposição Emoção Art.ficial 5.0 ocorrerá entre 30 de junho e 5 de setembro de 2010 e encerrará uma trilogia de exposições ligadas à pesquisa do Itaulab (laboratório de mídias interativas do Itaú Cultural), no âmbito da cibernética, que já resultou nas mostras Interface Cibernética, em 2006, e Emergência!, em 2008.

O tema
O tema para 2010 é "autonomia", que, numa obra, implica criação ou emergência de regras internas, e não apenas de comportamentos inesperados, como no caso do conceito de emergência.

Um objeto artístico com essas características deve apresentar resultados coerentes, mas os meios para atingi-los devem ser adaptáveis e virtualmente imprevisíveis. Portanto, a autonomia cibernética implica emergência de novos processos, bem como adaptabilidade a mudanças de condições ambientes, sejam elas reais ou virtuais. A pertinência de cada projeto será analisada segundo esses princípios.

Inscrição
Para se inscrever, o artista deverá enviar à instituição, por correio, o descritivo da obra e seu demonstrativo em suporte digital (DVD ou CD-ROM). Especificidades e necessidades de produção devem ser detalhadas no projeto. O envelope deverá estar identificado com: 1. Nome do artista; 2. Título da obra e/ou do projeto de obra; 3. Endereço; 4. E-mail e telefone.

Caso o projeto seja selecionado, o instituto poderá subvencionar integralmente a execução da obra. Além disso, desde que de acordo com a política de aquisição do Acervo de Obras de Arte do Itaú Cultural, os trabalhos participantes do evento poderão ser adquiridos para integrar a coleção. Dúvidas devem ser esclarecidas pelo e-mail guilherme.ramos@itaucultural.org.br.

Datas relevantes

início das inscrições 11 de dezembro de 2009
data máxima para inscrição e postagem do projeto 1º de fevereiro de 2010 (será considerada a data carimbada pelo correio)
divulgação dos resultados 1º de março de 2010, nesse site

Endereço para envio dos projetos

Itaú Cultural - Itaulab | Avenida Paulista 149 - 6º andar - São Paulo - SP - CEP 01311 000

Posted by Marília Sales at 4:35 PM

janeiro 5, 2010

Curso de Mestrado em Artes da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais - Inscrições

Inscrições de 01 a 18 de fevereiro de 2010, 8h30-11h30 e de 14-17h (presencial)
na Secretaria do Programa, e até 15 de feveiro de 2010 via sedex10.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
FACULDADE DE ARTES, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS
COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO
CURSO DE MESTRADO EM ARTES
Av. João Naves de Ávila 2121, Bairro Santa Mônica, Bloco 1V
CEP 38408-100 Uberlândia – Minas Gerais
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br
posartes@fafcs.ufu.br ou 34-3239-4522
Prof. Dr. Luiz Humberto Martins Arantes
Coordenador do programa de Pós-Graduação em Artes
Curso de Mestrado em Artes


Edital 2010

EDITAL DE SELEÇÃO - 003/2009 - TURMA 2010-1. A Coordenação do Programa de Pósgraduação
em Artes - Mestrado, da Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais - Universidade Federal
de Uberlândia, no uso de suas atribuições que lhe confere o Estatuto da Universidade, faz saber a todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que serão abertos a inscrição e o processo de seleção para a Turma 2010-1, com ingresso em março de 2010 e defesa de dissertação até fevereiro de 2012. O Colegiado também classificará, de acordo com o nível de aproveitamento obtido no processo seletivo e o número de vagas disponíveis, alunos especiais por um período máximo de 12 meses, a partir da data de divulgação dos resultados.

I – DA CARACTERIZAÇÃO
O Curso de Mestrado em Artes da Universidade Federal de Uberlândia, de caráter integral, foi aprovado pela Resolução 01/2008, de 18/01/2008, do Conselho Universitário. Em julho de 2008 foi recomendado pelo Conselho Técnico Científico da CAPES/MEC, que lhe atribuiu NOTA 3 (três).
O Programa de Pós-graduação em Artes – Curso de Mestrado encontra-se estruturado na área de
concentração intitulada Artes, contemplando pesquisas que visam a promover o desenvolvimento dos
estudos artístico-científicos em geral e de suas aplicações, contribuindo para a qualidade do ensino e para o diagnóstico e solução de problemas de interesse regional e nacional, no campo das Artes Visuais, da Música e do Teatro/Artes Cênicas.
Os estudos desenvolvidos no Mestrado em Artes estruturam-se nas duas linhas de pesquisa, assim descritas: I – Práticas e Processos em Artes; e II – Fundamentos e Reflexões em Artes.

II - DAS INSCRIÇÕES

1. Condições necessárias para as inscrições
a)Poderão se inscrever portadores de diploma de curso superior de longa duração (graduação plena) na área de Artes, devidamente reconhecido pelo MEC.
b) O colegiado poderá autorizar as inscrições de portadores de diploma de curso superior de graduação plena reconhecido pelo MEC de outras áreas tendo em vista a questão interdisciplinar. Neste caso o candidato deverá anexar justificativa detalhada da solicitação em um requerimento anexado à inscrição.
c) As inscrições estarão abertas no período compreendido entre 01/02/10 a 18/02/2010, de 8h30min às 11h30min e de 14h às 17h (presencial) na Secretaria do Programa, e até 15/02/10 via sedex10. A ficha de inscrição estará no site: www.posgrad.art.fafcs.ufu.br, desde que ativo e on-line.
d) Serão aceitas as inscrições de portadores de atestados ou certidões de conclusão de cursos de graduação, desde que a referida conclusão tenha se dado, ou se dê, até a véspera designada para matrícula no programa.
e) Os candidatos que efetuarem inscrição via internet poderão enviar a documentação exigida, via SEDEX10 desde que observada a data de postagem até 15/02/2010. Documentos, em parte ou no todo, não poderão ser postados e nem entregues na Secretaria do Programa após as datas aqui estabelecidas.
f) As inscrições somente serão deferidas após análise da documentação recebida pela Secretaria,
observado o cumprimento dos requisitos estabelecidos no edital, incluindo o recebimento de toda a
documentação pertinente, em conformidade com os prazos definidos.
g) A falta de comprovação de qualquer um dos documentos exigidos para a inscrição, não cumprimento da data de postagem ou qualquer irregularidade na documentação implicará o indeferimento automático da inscrição.
h)Os candidatos não selecionados poderão retirar seus documentos na Secretaria do Programa até
31/04/2010. Após esta data, serão descartados.
2. Documentos necessários para a inscrição ao processo seletivo
a) CERTIFICADO PROFLIN de proficiência em espanhol, francês ou inglês, com certificação válida a partir de 01/01/2008, que é realizado pelo Instituto de Letras e Lingüística da UFU, ao longo do ano, nos termos e datas definidos conforme os editais específicos do PROFLIN-ILEEL-UFU (entre em
http://www.ileel.ufu.br/proflin para inscrições). Também serão aceitos Certificados de Exame de Proficiência em língua estrangeira (Espanhol, Francês e Inglês) com certificação válida a partir de 01/01/08, emitidos por Instituições de ensino superior Federais/Estaduais e/ou Programas de Pós-Graduação de Instituições de ensino superior Federais/Estaduais. O candidato poderá, como alternativa, apresentar comprovação em pelo menos um dos exames oficiais listados a seguir e desde que a certificação esteja dentro do prazo de validade:
a) Diversos exames Cambridge, a partir do nível intermediário; (ii) Michigan; (iii) TOEFL, com o mínimo
de 500 pontos na prova impressa ou 230 na prova eletrônica; (iii) D.E.L.F/D.A.L.F. ou outros exames
equivalentes emitidos por Universidades Francesas; (iv) D.E.L.E. (Diploma Espanhol como Língua
Estrangeira) da Universidade de Salamanca. Especificamente para candidatos estrangeiros, ou
naturalizados, também será obrigatório, em caráter complementar e eliminatório, a apresentação de
certificado de aprovação no PROFLIN – língua portuguesa do ILEEL-UFU ou o Certificado CELPE –
Bras (http://www.mec.gov.br/sesu/celp.shtm), observados as mesmas condições e os mesmos prazos de validade das demais certificações de proficiência aqui descritas.
ATENÇÃO para os prazos de validade destes Exames de Proficiência. Para os exames em que não
consta nenhum prazo de validade, será considerado o período máximo de 3 anos, a partir da
realização do mesmo.
b) Preenchimento de requerimento de inscrição, disponível na Secretaria do Curso e/ou no site:
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br, desde que ativo e on-line, no qual indicará a língua estrangeira (francês, espanhol ou inglês) em que comprovará proficiência e selecionará uma linha de pesquisa e um tema de
orientação específico, em sintonia com o projeto a ser apresentado no ato da inscrição.
c) Histórico escolar do curso de graduação de longa duração concluído;
d) Versão impressa do Curriculum vitae gerado na plataforma eletrônica LATTES – http://www.cnpq.br e devidamente atualizado, acompanhado de todos os demais documentos comprobatórios impressos, com o nome do candidato destacado. Tendo em vista que o lançamento dos dados na Plataforma Eletrônica
LATTES demanda tempo e domínio da tecnologia e que o subseqüente registro pelo CNPq pode ocorrer em até 72 horas após o envio pelo usuário, o candidato deve providenciar o seu currículo LATTES com AMPLA antecedência para que evite transtornos de última hora e eventuais indeferimentos de suas inscrições;
e) Cópia xerográfica de:
(i) diploma de curso superior de longa duração, atestado ou certidão de conclusão do curso, emitida pela Instituição de origem; (ii) certidão de nascimento ou casamento; (iii) carteira de identidade; (iv) título de eleitor com comprovação de regularidade junto à Justiça Eleitoral; (v) certificado de reservista, se do sexo
masculino; (vi) cadastro de pessoa física e (vii) no caso de estrangeiro comprovante de situação regular no país e apresentação de diploma devidamente reconhecido ou de protocolo de encaminhamento de acordo com as normas brasileiras; viii) Comprovante de pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 60,00 (sessenta reais) em boletos obtidos eletronicamente por meio do site http://www.gru.ufu.br/ (no link serviços educacionais) ou https://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/gru/gru_simples.asp; ix) 4 (quatro) cópias do projeto de pesquisa na área de Artes – Artes Visuais, Música ou Teatro –, contendo no mínimo 8 e no máximo 12 páginas, de capa à capa, totalmente preenchidas, com margens de 3 cm à esquerda e superior e de 2 cm à direita e inferior, digitadas na fonte Times New Roman, tamanho 12 e espaço 1,5. O projeto deverá ter relação com uma das linhas de pesquisa i) Práticas e Processos em Artes ou ii) Fundamentos e Reflexões em Artes, e em consonância com os temas para orientação pretendidos, conforme divulgado no edital.
f) O Projeto de pesquisa, que deverá conter PELO MENOS:
CAPA: registrar nome completo do autor do projeto, título, local e data;
FOLHA DE ROSTO: identificar o projeto, indicando autoria, título, subtítulo (se houver), instituição à qual se destina (contendo a área de concentração, linha de pesquisa, tema para orientação e sugestão de nome deorientador pretendido), local e data;
SUMÁRIO: listar divisões, sessões e outras partes do projeto;
TÍTULO: escolher um título informativo, dando destaque ao tema de pesquisa de seu projeto;
INTRODUÇÃO: o texto de apresentação do projeto deverá conter justificativa, indicando “por quê” realizar a pesquisa, com delimitação clara do tema a ser estudado e referência à bibliografia fundamental relacionada ao tema proposto, situando o problema abordado, com a formulação de perguntas de pesquisa ou de hipóteses de trabalho;
OBJETIVOS: apresentar os objetivos e/ou resultados pretendidos com a pesquisa, claramente definidos, e, se necessário, distinguidos entre gerais e específicos;
REFERENCIAL TEÓRICO: apresentar a perspectiva teórica e crítica que poderá fornecer sustentação
para a investigação pretendida.
METODOLOGIA: Apresentar os procedimentos e as etapas metodológicas de execução do projeto;
CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO: apresentar cronograma, prevendo períodos para a execução de cada
etapa da pesquisa e observando o prazo máximo de 24 meses para a defesa da dissertação;
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: listar as referências bibliográficas citadas no texto do projeto,
conforme as normas da ABNT.
Os candidatos deverão seguir as normas ABNT atualizadas em diversos manuais disponíveis no mercado.
Referendamos o manual publicado pela Editora da Universidade Federal de Uberlândia (SILVA, Ângela
Maria; FREITAS, Nara Eugênia de; PINHEIRO, Maria Salete de. Guia para normalização de trabalhos
técnico-científicos: projetos de pesquisa, monografias, dissertações e teses. 4 ed. Bem. Uberlândia: EDUFU, 2004. 158 p.)
g) Portfólio (tamanho A4), contendo de 6 a 15 fotografias no formato 15 x 21 cm e/ou DVD de trabalhos
recentes ou relacionados ao projeto contendo as seguintes informações: título, técnica, data; tempo de
duração e ficha técnica para performances (e uma descrição concisa quando necessário). Exclusivo para os candidatos à linha 1 (Práticas e Processos em Artes) que apresentarem projetos para a sub-área de Artes Visuais.

III – DAS LINHAS DE PESQUISA

DESCRIÇÃO:
a)Práticas e Processos em Artes: Pesquisas ligadas à visualidade, à plástica, ao corpo, à atuação, ao texto e à musica, articulando reflexão, processos de criação, ensino e aprendizagem.
b)Fundamentos e reflexões em Artes: Pesquisas ligadas à visualidade, à plástica, ao corpo, à atuação, ao
texto e a música, abordadas através da história, da crítica e da teoria.
Observação: Maiores informações sobre linhas, docentes e seus respectivos projetos de pesquisa acessar
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br

IV - DAS AVALIAÇÕES
ETAPAS, CRITÉRIOS DE ELIMINAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO:
Todas as etapas do processo seletivo acontecerão nas dependências da Universidade, no Campus Santa
Mônica, em salas do Bloco 3M. As etapas serão avaliadas por comitê avaliativo composto por professores de cada linha de pesquisa, tomando como referência os projetos e temas para orientação especificados no edital, sendo membro(s) natura(is) o(s) docente(s) das respectivas linhas de pesquisa, nomeados para tal fim, por meio de Ordem de Serviço emitida pela Coordenação do Programa. A seleção será realizada por meio de 2 (duas) etapas ELIMINATÓRIAS e 1 (uma) etapa CLASSIFICATÓRIA, assim descritas:
1 – AVALIAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA, CURRÍCULO E PORTFÓLIO.
(De 20/02/10 a 22/02/2010)
a) Os projetos de pesquisa dos candidatos serão apreciados por membros do comitê avaliativo, que atribuirão notas de 0 a 10 correspondentes aos conceitos EXCELENTE, BOM, SATISFATÓRIO ou FRACO,
conforme a seguinte equivalência: (i) entre 9 e 10 = EXCELENTE; (ii) entre 8 e 9 = BOM; (iii) entre 7 e 8 =
SATISFATÓRIO; (iv) inferior a 7 = FRACO (Candidato NÃO recomendado). As notas serão atribuídas
conforme os seguintes parâmetros de avaliação e suas respectivas pontuações: (i) pertinência da proposta e adequação do projeto ao universo das Artes, à linha de pesquisa e ao tema pretendido. Assim, serão selecionados projetos claramente relacionados com as linhas de pesquisa e com os temas para orientação do docente, que apresentem domínio da bibliografia referente ao assunto enfocado e à capacidade do candidato em delimitar um problema na área de Artes e de formular hipóteses sobre ele – até 6,0 pontos; (ii) qualidade da redação – até 2,0 pontos; (iii) viabilidade de execução em até 24 meses – até 1,0 ponto; (iv) entre 8 e 12 páginas, formatadas e adequadas às normas vigentes da ABNT – até 1,0 ponto.
b) Projetos deslocados da linha de pesquisa ou dos temas para orientação não serão avaliados.
c) Tabela de pontuação de currículo (Anexo I).
d) Critérios de avaliação e pontuação para portfólio: i) Relação da produção com a linha de pesquisa; ii)
Aspectos visuais e plásticos; iii) Aspectos conceituais; iv) Constância na produção artística / conjunto; v)
Cada item de avaliação terá o valor de 2,5 (dois e meio) pontos perfazendo um total de 10,0 (dez) pontos,
distribuídos individualmente por cada membro da comissão a cada portfólio. A classificação geral de
portfólio(s) se fará pela média aritmética das notas atribuídas individualmente por cada membro da comissão.
A apresentação de Portfólio e sua respectiva avaliação será obrigatória apenas para os candidatos da linha de
pesquisa Práticas e Processos em Artes, sub-área Artes Visuais.
e) Adotar-se-á como critério de emissão dos resultados das análises dos projetos de pesquisa, currículo e
portfólio a média das notas atribuídas pelos examinadores, considerando os parâmetros acima mencionados.
Serão classificados nesta etapa, de acordo com a disposição de vagas estabelecidas no edital, os candidatos que obtiverem média aritmética igual ou superior a 7,0 (sete). As notas serão divulgadas ao candidato, no site do programa ou em mural específico.
2 – PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
a) Será realizada no dia: 26 de fevereiro de 2010, às 08:30 horas – Bloco 3M, Sala 01 – A prova, com
duração de três horas, constará de questões de natureza teórica, analítica e interpretativa, baseadas nos itens da bibliografia listada, por área (Artes Visuais, Música e Teatro/Artes Cênicas).
b) O Comitê Avaliativo orientar-se-á pelo gabarito oficial da prova escrita. Às provas serão atribuídas notas
de 0 (zero) a 10 (dez), conforme os seguintes parâmetros de avaliação e suas respectivas pontuações: (i) o candidato deverá demonstrar capacidade de reconhecer conceitos, princípios e noções relacionadas às teorias das artes e aos procedimentos de investigação nas modalidades Artes Visuais, Música ou Teatro, bem como de construir argumentos em torno de aspectos específicos acerca de teóricos referentes a essas áreas – até 6,0 pontos; (ii) o candidato deve demonstrar competência lingüística e um bom desempenho na redação da prova – até 4,0 pontos. Adotar-se-á como critério de emissão dos resultados da Prova Escrita a média das notas atribuídas pelos examinadores para as questões respondidas, considerando os parâmetros acima mencionados.
c) Serão classificados nesta etapa, de acordo com a disposição de vagas estabelecidas no edital, os candidatos que obtiverem média aritmética igual ou superior a 7,0 (sete). As notas serão divulgadas ao candidato, no site do programa ou em mural específico.
3 – AVALIAÇÃO ORAL: Dia: 05/03/2010 – a partir de 14:00 horas - Bloco 3M - Sala 01
a)Trata-se de uma discussão do projeto de pesquisa apresentado no ato da inscrição, observados o currículo do candidato e seu plano de intenções profissionais e acadêmicas. As avaliações orais dos candidatos serão apreciadas por membros do comitê avaliativo, que atribuirão notas de 0 a 10 correspondentes aos conceitos:
EXCELENTE, BOM, SATISFATÓRIO, conforme a seguinte equivalência: (i) entre 9 e 10 = EXCELENTE;
(ii) entre 7 e 9 = BOM; (iii) inferior a 7 = SATISFATÓRIO.
b)As notas serão atribuídas conforme os seguintes parâmetros de avaliação e suas respectivas pontuações: (i)
Domínio dos aspectos teóricos abordados no projeto de pesquisa – até 5,0 pontos; (ii) Clareza e desenvoltura na apresentação oral do projeto – até 5,0 pontos.

V – DO PERFIL DO CANDIDATO
Os candidatos selecionados deverão demonstrar capacidade para: a) leitura em língua estrangeira com
fluência, especialmente em francês, espanhol ou inglês; b) redação em língua portuguesa formal,
demonstrando domínio da linguagem do texto acadêmico; c) clareza e desenvoltura na apresentação sobre o seu projeto e tema de pesquisa, tanto na modalidade oral quanto na escrita; d) conhecimento das pesquisas em andamento, particularmente no que se refere a seu tema de interesse, apresentando domínio do conteúdo e leitura na área de Artes, com conhecimento das referências teóricas fundamentais; e) conhecimento sobre os recursos de informática disponíveis, necessários para a vida acadêmica; f) disponibilidade de tempo semanal para dedicação ao Curso, além da carga horária destinada ao cumprimento dos créditos, para: sessões de orientação; apresentação de trabalhos em eventos acadêmicos, locais, nacionais ou internacionais;
participação efetiva nos Seminários de Pesquisa e em comissões organizadoras de eventos promovidos pelo Programa; consultas a bases de dados e aos acervos bibliográficos físicos e virtuais; reuniões obrigatórias de caráter acadêmico-administrativo, tais como as assembléias do Programa; assistir a defesas de dissertações; envolver-se em grupos de pesquisa; acessar o sistema eletrônico do Programa e acompanhar o serviço de mensagens eletrônicas institucionais, bem como tempo para cumprir todas as demais atividades relevantes definidas pelo Colegiado e pela Coordenação do Programa.
VI – DA APROVAÇÃO/CLASSIFICAÇÃO
a) Serão aprovados, no MÁXIMO, 14 (quatorze) alunos regulares, de acordo com a disposição de vagas
estabelecidas no edital. Assim, os candidatos que obtiverem na avaliação do Projeto/Currículo/Portfólio, nota igual ou superior a 7,0 (sete), na Prova Escrita de Conhecimentos Específicos, nota igual ou superior a 7,0 (sete) e que obtiverem as melhores classificações na Avaliação Oral, dentro do limite de vagas estabelecido para alunos regulares e especiais poderão se matricular como tais.
b) Levando-se em conta os resultados obtidos nas etapas eliminatórias e na etapa classificatória deste
processo seletivo, o número de alunos especiais não excederá o percentual de 50% do número total de alunos regulares matriculados. Os alunos especiais serão classificados de acordo com o nível de aproveitamento obtido no processo seletivo e o número de vagas disponíveis de acordo com este ıtem do edital.
c) Após o período de matrícula, estabelecido em calendário acadêmico, havendo desistência e/ou
impedimento de algum aprovado como aluno regular em efetivar sua matrícula, os alunos especiais serão
convocados para a respectiva vaga, sempre observando número de vagas ofertado em edital, linha de
pesquisa, tema de orientação e orientador sugerido no ato da inscrição do processo seletivo.
d) Os alunos selecionados na categoria de especiais serão listados de acordo com sua média final. Os alunos especiais selecionados somente poderão cursar disciplinas, por um período máximo de 12 meses, a partir da data de divulgação dos resultados.
e) DESEMPATE: Em caso de empate, o comitê avaliativo tomará como parâmetros os seguintes critérios,
nesta ordem: (i) nota na prova de conhecimentos específicos; (ii) nota do projeto de
pesquisa/currículo/portfólio; (iii) desempenho apresentado na avaliação oral.

VII – DO NÚMERO DE VAGAS E DOS TEMAS PARA ORIENTAÇÃO
a) Será selecionado o MÁXIMO de 14 (quatorze) alunos regulares para a Turma 2010-1, de acordo com as
vagas específicas oferecidas pelo corpo docente do Programa. Considerando que o amadurecimento
acadêmico do candidato é condição necessária para seu ingresso no Programa e para a conclusão do curso em até 24 meses, o número de aprovados dependerá do desempenho apresentado nas diversas etapas do processo seletivo e, portanto, poderá, eventualmente, ser inferior ao número máximo de vagas ofertadas.
b) O candidato inscrever-se-á exclusivamente para um do(s) tema(s) para orientação, em sintonia com o seu projeto apresentado no ato da inscrição, conforme o quadro de oferta de vagas a seguir. O número de
alunos especiais selecionados obedecerá ao disposto neste edital no item DA
APROVAÇÃO/CLASSIFICAÇÃO.
Linhas de Pesquisa
ORIENTADORES TEMAS PARA ORIENTAÇÃO Vagas
Daniel Luis Barreiro a) Criação, performance e análise musical com o
uso de dispositivos tecnológicos. 01
Fernando Manoel Aleixo a) Processos, práticas e poéticas vocais.
b) Dramaturgia do corpo: processos de criação
cênica. 01
Luciana Mourão Arslan a) Arte- educação e interculturalidade; Criação
poética visual e interculturalidade; Produções Visuais fronteiriças.
b) Relação arte e público; Arte educação em
museus, instituições culturais e ensino não –
formal. 01
Narciso Laranjeira Telles da Silva
a) Processos de criação e (trans)-formação em Teatro.
b) Teatro de rua: poéticas e práticas 01
Paulo Ricardo Merísio a) Melodrama e/ ou Circo-teatro
b) Teatro infanto-juvenil 01
Práticas e Processos em Artes
Renata Bittencourt Meira
a) Processos de criação em dança
b) Artes cênicas e culturas populares 02
Sônia Tereza da Silva Ribeiro
a) Práticas e processos de aprendizagens musicais.
b) Formação inicial e continuada de professores de música. 01
Flávio Cardoso Carvalho b) História, métodos, técnicas e interpretação do
canto erudito brasileiro.
b) Musicologia histórica brasileira 01
Irlei Margarete Cruz Machado
c) O texto e a cena
d) Dramaturgia em cena 01
Isaac Antônio Camargo a) Investigação e análise de textos críticos em Arte que foquem a produção artística e medie a sua apreciação.
e) Produção e difusão de textos em Teoria e
Crítica de arte tomando por referência a Arte Contemporânea 01
Luiz Humberto Martins Arantes
a) Dramaturgia e cena teatral.
b) Memória do teatro e cultura 01
Maria do Perpétuo Socorro Calixto Marques
a) Dramaturgia, Cultura e Memória 01
Fundamentos e Reflexões Em Artes
Renato Palumbo Dória a) Imaginários periféricos: deslocamentos,
anacronismos, desvios e singularidades. 01


VIII – BIBLIOGRAFIA:
ATENÇÃO: É necessário que o candidato leia os itens bibliográficos relacionados à linha de pesquisa (ver
quadro abaixo) para a qual apresentou seu projeto no ato da inscrição, observando o(s) tema(s) de orientação do orientador sugerido, conforme indicados no quadro de oferta de vagas.
LINHA I LINHA II
SUB-ÁREA PRÁTICAS E PROCESSOS EM ARTES FUNDAMENTOS E REFLEXÕES EM ARTES
DUBOIS, Philippe. O ato fotográfico e outros ensaios. Campinas: Papirus, 1993.
ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna: do Iluminismo aos movimentos contemporâneos.
São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
GOLDBERG, Rose Lee. A Arte da performance. Ed. Martins Fontes, 2006.
CHIARELLI, Tadeu. Arte Internacional Brasileira. São Paulo: Lemos Editorial, 1999.
MELIM, Regina. Performance nas Artes Visuais. Zahar, 2008.
BELTING, Hans. O fim da história da arte: uma revisão dez anos depois. Trad. Rodnei Nascimento. São Paulo: CosacNaify, 2006, 320p.
O’DOHERTY, Brian. No interior do cubo branco. Ed. Martins Fontes, 2002.
SCHAMA, Simon. Paisagem e memória. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
KRAUSS, Rosalind. O fotográfico. Barcelona : Gustavo Gili, 2002.
WOOD, Paul [et alli]. Modernismo em disputa: a arte desde os anos quarenta. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.

ARTES VISUAIS
TASSINARI, Alberto. O Espaço moderno. São Paulo: Cosac & Naify, 2001.
ZANINI, Walter (org.) Historia geral da arte no Brasil. V.2. São Paulo: Instituto Walther Moreira Salles, 1983.
HENTSCHKE, Liane; DEL BEM, Luciana M. Ensino de música: propostas para pensar e agir em sala de aula. São Paulo: Moderna, 2003.
BROWN, Howard; SADIE, Stanley. Performance practice. New York: Norton, 1990.
HIKIJI, Rose Satiko Gitirana. Capítulo II – Música como intervenção social; Capítulo
III – Etnografia do aprendizado musical.
P.71-99 e p.101-148. In: A Música e o
risco: etnografia da performance de crianças
e jovens. São Paulo: Editora da
Universidade de São Paulo, 2006.
COLWELL, Richard; RICHARDSON, Carol. The new handbook of research on music teaching and learning. Oxford: Oxford University Press, 2002, p. 566-583; p.1159- 1175.
MULLER, Renate. Perspectives from the Sociology of Music. In: COLWELL, R.;
RICHARDSON, C. (eds.) The new handbook of research on music teaching and learning. Oxford: Oxford University Press, 2002, p. 584-603.
FREIRE, Vanda Bellard; CAVAZZOTTI, André. Música e pesquisa: novas abordagens. Belo Horizonte: Escoal de Música da UFMG, 2007.
QUEIROZ, Luis Ricardo Silva. A música como fenômeno sociocultural: perspectivas para uma educação musical abrangente. In:MARINHO; V. M.; QUEIROZ, L.R.S (orgs.) Contexturas: o ensino das artes em diferentes espaços. João Pessoa: Editora da UFPb, 2005. p. 49-65.
GROUT, Donald; PALISCA, Claude. História da música ocidental. 2ª ed.. Lisboa: Gradiva, 2001.
SMALL, Christopher. Música, sociedad, educación. Madrid: Alianza, 1989.
KRAEMER, Rudolf-Dieter. Dimensões e funções do conhecimento pedagógico – musical. Em Pauta, v. 11, n. 16/17, p. 50-73, abril/nov. 2000.

MÚSICA
SWANWICK, K. Ensinando música musicalmente. São Paulo: Ed. Moderna, 2003.
SOUZA, Jusamara. Música, cotidiano e educação. Porto Alegre: Curso de Pós- Graduação em Música, 2000.
BROOK, Peter. A porta aberta. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1999.
CARLSON, Marvin. Teorias do teatro – estudos histórico-críticos dos gregos à atualidade. São Paulo: Unesp, 1997.
FREIRE, Madalena (org.). Grupo – Indivíduo, saber e parceria: malhas do conhecimento. São Paulo: Espaço Pedagógico, 2003.
GUÉNOUN, Denis. O Teatro é necessário? São Paulo: Perspectiva, 2004.
MERISIO, Paulo. Confluências com o melodrama do circo-teatro: pantomima, commedia dell’arte e o Boulevard du Crime. Revista Sala Preta, São Paulo, n. 06, p. 45- 53, 2006.
DORT, Bernard. O Teatro e sua realidade. São Paulo: Perspectiva, 1977.
PICON-VALLIN, Béatrice. A Cena em ensaios. São Paulo: Perspectiva, 2008.
MAGALDI, Sábato. O Texto no teatro. São Paulo: Perspectiva, 2002.
REVISTA OUVIROUVER. Dossiê Corpo. V.1, n. 4, 2008, p. 12-186, Acessível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/ouvirouver
SZONDI, Peter. Teoria do drama moderno. São Paulo: Cozac & Naify, 2001.
TELLES, Narciso. Pedagogia do Teatro e o Teatro de Rua. Porto Alegre: Mediação, 2008.
UBERSFELD, Anne. Ler o teatro. São Paulo: Perspectiva, 2005.
TEATRO/ ARTES CÊNICAS

IX – CRONOGRAMA:
PERÍODO DE INSCRIÇÕES: 01/02/10 a 18/02/2010, de 8h30min às 11h30min e de 14h às 17h.
(presencial) e de 01/02/10 e 15/02/10 (via Sedex10)
Deferimento das inscrições: 19/02/2010
1ª ETAPA (Eliminatória)
Análise, pela comissão de seleção, dos
PROJETOS DE PESQUISA/
CURRÍCULO/PORTFÓLIO
De 20/02/10 a 22/02/2010
Divulgação do Resultado da 1ª Etapa 23/02/2010

2ª ETAPA (Eliminatória)
PROVA ESCRITA de conhecimentos específicos
26 de fevereiro de 2010, às 08:30 horas – Bloco 3M, Sala 01
Divulgação do Resultado da 2ª Etapa e
agendamento para a prova oral 01/03/2010
3ª ETAPA (Classificatória)
AVALIAÇÃO ORAL e discussão do
projeto de pesquisa apresentado no ato
da inscrição, observados o
currículo/portfólio e as intenções
profissionais do candidato.
05/03/2010 - a partir de 14:00 horas - Bloco 3M - Sala 01
Divulgação do Resultado final 08/03/2010
OBSERVAÇÃO: O corpo de docentes/orientadores, seus currículos e seus respectivos projetos de
pesquisa constam da página do programa e podem ser acessados no endereço:
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br

X – DO RESULTADO E DOS RECURSOS
Os resultados do processo de seleção serão divulgados por meio de listagem, em ordem de classificação e
com as respectivas médias, divulgada em quadro de avisos da Coordenação e, ainda, na homepage
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br. Eventuais recursos deverão ser interpostos, na ordem, ao Colegiado do
Programa e aos Conselhos da Unidade e de Pesquisa e Pós-graduação, em até 02 (dois) dias após a
publicação dos resultados ou dos pareceres, para cada instância em grau sucessivo, por meio de requerimento específico protocolado junto às Secretarias respectivas.

XI – DA MATRÍCULA, DOS PRAZOS E DA TITULAÇÃO:
Após a aprovação no processo seletivo, o candidato selecionado deverá apresentar os seguintes documentos
para a formalização de sua matrícula como aluno regular do Programa:
a) Certidão de nascimento ou casamento;
b) Cópia de diploma de curso superior de longa duração e para estrangeiros permanentes, prova de
revalidação do diploma de graduação ou equivalente emitido por instituição credenciada de acordo com a
legislação brasileira;
c) Titulo de eleitor com comprovação de regularidade junto à Justiça Eleitoral;
d) Certificado de reservista (se do sexo masculino);
e) Cadastro de pessoa física;
f) Duas fotos 3x4 atuais, com nome no verso.
Será conferido o título de Mestre em Artes - Área de Concentração Artes, ao aluno(a) que:
I – matricular-se em todos os semestres;
II – completar mínimo de dezesseis créditos em componentes curriculares (8 obrigatórios e 8 optativos), mais quatro créditos em Seminário de Orientação, mais vinte créditos na Defesa da Dissertação de Mestrado;
III – solicitar aproveitamento de eventuais disciplinas cursadas isoladamente, desde que os estudos sejam
realizados em outros Programas de Pós-graduação na UFU, ou instituições nacionais ou estrangeiras
devidamente reconhecidas, credenciadas ou recomendadas pela CAPES, fazendo sem trancamento de sua matrícula no Programa.
IV – protocolar 5 cópias do relatório de qualificação - até o 16º. mês após início do semestre como aluno
regular;
V – ser aprovado no exame de qualificação – por banca examinadora definida pelo Colegiado, até o 16º. mês após início do primeiro semestre como aluno regular;
VI – matricular-se em Dissertação de Mestrado - após conclusão dos 18 créditos e da formalização do projeto de pesquisa e do orientador;
VII – protocolar versão eletrônica e 5 cópias impressas da versão final da dissertação - até 45 dias antes do término do prazo regulamentar para conclusão do Curso;
VIII – defender dissertação, com aprovação - após definição de banca pelo Colegiado e até o 24º. mês após início do primeiro semestre como aluno regular, obtendo os vinte créditos correspondentes;
IX – cumprir todos os prazos regulamentares; o período mínimo para obtenção do título é de 12 (doze) meses o máximo é de 24 (vinte e quatro) meses, incluindo a defesa da dissertação;
X – satisfizer as demais exigências do Colegiado e do Regulamento do Programa, assim como das normas
gerais de funcionamento dos cursos de pós-graduação da UFU, concluindo todos os requisitos, inclusive a
defesa de dissertação, com aprovação da Banca Examinadora, até fevereiro de 2012.
XI – apresentar diploma de curso de graduação de longa duração devidamente registrado e reconhecido pelo MEC.

O aluno aprovado deverá, ainda, participar de eventos científicos, publicar textos completos em periódicos ou anais e envolver-se em atividades acadêmicas promovidas pelo Programa ou definidas pelo orientador.
Apresentar anualmente, quando solicitado a produção discente do referido período. Não há, no entanto,
garantia de bolsa de estudos ou de apoio financeiro para as participações decorrentes de seu ingresso no
Programa.

XII – DO CORPO DOCENTE
1) PERMANENTE
Beatriz Basile da Silva Rauscher
Daniel Luis Barreiro
Fernando Manoel Aleixo
Flávio Cardoso de Carvalho
Heliana Ometto Nardin
Irlei Margarete Cruz Machado
Isaac Antonio Camargo
Lília Neves Gonçalves
Luiz Humberto Martins Arantes
Marco Antonio Pasqualini de Andrade
Margarete Arroyo
Maria do Perpétuo Socorro Calixto Marques
Narciso Larangeira da Silva Telles
Renata Bittencourt Meira
Renato Palumbo Dória
Sônia Tereza da Silva Ribeiro
2) COLABORADOR
Luciana Mourão Arslan
Luciene Lehmkulh
Paulo Ricardo Merísio

XIII – DAS INFORMAÇÕES E LOCAL DE INSCRIÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
Programa de Pós-Graduação em Artes
Curso de Mestrado em Artes
Campus Santa Mônica – Bloco 1V
Av. João Naves de Ávila 2121
Uberlândia- Minas Gerais – Brasil
CEP 38408-100
Telefax: 34.3239.4522/3239-4424
Homepage: www.posgrad.art.fafcs.ufu.br
E-mail: posartes@fafcs.ufu.br
Prof. Dr. Luiz Humberto Martins Arantes
Coordenador do programa de Pós-Graduação em Artes
Curso de Mestrado em Artes

ANEXO I
MESTRADO EM ARTES/UFU
DIRETRIZES DE PONTUAÇÃO DE CURRÍCULO
Pontuação Máxima 10,0 pontos
I - Titulação Pontuação Mínima Pontuação Obtida
Máxima (1,0 ponto)
Mestrado 0.20
Especialização 0.10
Graduação na área 0.30
Outros cursos de Graduação 0.10
Formação complementar 0,05
II-Experiência Profissional Pontuação Mínima Pontuação Obtida
Máxima (2,5) pontos)
Atividade Docente em Graduação 0.50
Atividade Docente no ensino fundamental ou médio 0.30
Outras atividades docentes 0.10
Orientação de Alunos 0.10
Participação em projeto de pesquisa (coordenador) 0.20
Participação em projeto de pesquisa (membro) 0.10
Bolsa de pesquisa, estágio profissional ou monitoria 0.10
Aprovação em concurso para docente universitário 0.10
Outras atividades profissionais 0.10
III - Produção Intelectual e Artística
Pontuação Mínima Pontuação Obtida
Máxima (6,5) pontos)
Livro publicado por editora com corpo editorial 0.50
Capítulo de livro publicado por editora com corpo editorial 0.20
Publicação em revista nacional ou internacional com comissão editorial, capítulo de livro, organização de livro 0.20
Artigo completo em anais de congresso, simpósio e outros eventos científicos/artísticos 0.20
Resumo em anais congresso 0.10
Projeto de pesquisa aprovado pelas 0.10
instâncias competentes das instituições ou agências de fomento
Dissertação de mestrado 0.30
Monografia de especialização/ aperfeiçoamento/graduação 0.10
Premiações em concursos de excelência artística ou acadêmica 0.10
Participação em eventos/congressos 0,10

Para Artes Visuais
Exposição artística nacional individual. 0.20
Exposição artística nacional coletiva 0.10
Exposição artística internacional individual. 0.30
Exposição artística internacional coletiva. 0.20
Direção de vídeos e filmes. 0.20
Restauração de obras artísticas 0.20
Para Música 0.20
Apresentação/Interpretação de obra musical 0.20
Composição de obra musical 0.20
Arranjo de obra musical 0.20
Regência 0.20
Publicação de Partitura 0.20
Registro Fonográfico 0.20

Para Teatro/Artes Cênicas
Apresentação/Interpretação de espetáculo 0.20
Direção de espetáculo 0.20
Cenografia e/ou figurino e/ou iluminação de espetáculo 0.20
Performance e/ou Intervenção cênica 0.10
Publicação de texto cênico 0.20
Registro audiovisual cênico 0.20

Posted by Marília Sales at 4:51 PM