Página inicial

Salões & Prêmios

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
As últimas:
 

novembro 27, 2008

Prêmio HttpSom 2008 - Vencedores do HttpSom 2008 se apresentam no Itaú Cultural

Prêmio HttpSom 2008 - Vencedores do HttpSom 2008 se apresentam no Itaú Cultural

Vencedores: Passeando, Bruno Morais
Keep Cooler, Nancy
Flutune, FLU
Teta, Wado

Comissão de seleção: Chico Correa, Giselle Beiguelman, Israel do Vale, Jan Fjeld, Lalai Santos

Parceria do Instituto Sergio Motta com a Secretaria de Estado da Cultura e o Itaú Cultural, festival de música online termina com show dos premiados nos dias 29 e 30 de novembro

O samba futurista Passeando, de Bruno Morais; a melancólica Keep Cooler, composta via Internet pelo sexteto brasiliense Nancy; a faixa heavy-eletrônica Flutune, de FLU, ex-integrante do Defalla; e Teta, de Wado, músico catarinense radicado em Alagoas, são as músicas vencedoras do festival on-line HttpSom 2008, que teve como plataforma de inscrições a comunidade MySpace. O evento é uma realização do Instituto Sergio Motta e Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, em parceria com o Itaú Cultural, onde os premiados se apresentam nos dias 29 e 30 de novembro.

O canal do HttpSom 2008 no My Space recebeu quase 500 inscrições em dez dias. O júri foi formado por Chico Correa, produtor musical e autor de trilhas sonoras; o jornalista Israel do Vale, gerente-executivo de conteúdo da TV Brasil; a artista Giselle Beiguelman, curadora do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia; Jan Fjeld, jornalista e diretor da UOL Megastore; e Lalai Santos, publicitária e autora do blog lalai loaded.


Alinhado à estratégia do Instituto Sergio Mota de multiplicar canais de prospecção on-line, o HttpSom fecha uma programação de três festivais on-line e celebra as novas condições de circulação de conteúdo musical na rede.

A participação do Itaú Cultural no festival reforça a vocação da instituição de atuar sistematicamente na divulgação e no desenvolvimento e apoio à criação da produção artística com suporte digital, sempre a par com as possibilidades proporcionadas pelas novas tecnologias.

Os premiados

Bruno Morais
Passeando, 2006
http://myspace.com/brunomorais
Cantor de voz suave e compositor de tradições modernas, nasceu em Londrina, em 1978. Lançou seu álbum de estréia, Volume Zero, em 2005. Convidado a participar do disputado Red Bull Music Academy, em Seattle, conheceu e formou parceria com músicos como XXXChange (produtor e DJ do rapper-electro Spank Rock), Tony Chang (do cultuado grupo neo-zelandês de dub moderno Fat Freddy’s Drop) e Leon Ware (produtor do álbum I Want You, de Marvin Gaye). Prepara-se para lançar seu segundo álbum, A Vontade Superstar.

FLU
Fluetune, 2001
http://myspace.com/flufli
Nascido em 1962, começou tocando em bandas de garagem em Porto Alegre. Em 1986, ingressou na banda Defalla, com quem gravou seis discos, excursionou por todo o Brasil todo e se apresentou no Hollywood Rock de 1993. Em 1999, lançou pela Trama seu primeiro disco solo, ...e a alegria continua, fazendo fusões de música eletrônica, bossa nova, psicodelismo e rock. Em 2003, lançou No Flu do Mundo. Criou remixes para Otto, Bidê ou Balde, Nervoso e para a trilha do filme Cidade de Deus. Em 2007, montou a banda Leme com o rapper Deleve e o guitarrista Luciano Granja. Prepara um disco novo com parcerias com Dado Villa Lobos e Gordo Miranda.

Nancy
Keep Cooler, 2008
http://www.myspace.com/lixorama
O sexteto brasiliense chamou a atenção da imprensa brasileira e internacional de ao lançar duas músicas online, elogiadas por The Guardian, USA Today, Uncut e BBC. Tocou em festivais como o Motomix (SP) e Porão do Rock (DF). O primeiro disco foi composto via internet. Keep Cooler é uma parceria do guitarrista Praxis, que vive no Rio de Janeiro, com a vocalista Camila Zamith, residente em Londres. Os dois trocaram rascunhos gravados em seus laptops pela Internet para chegar à canção.

Wado
Teta, 2008
http://www.myspace.com/wwwado
Seu primeiro CD, O Manifesto da Arte Periférica (2001), recebeu elogios da crítica pelos timbres ousados e letras marcantes. Vieram Cinema Auditivo e uma participação no Tim Festival. Foi selecionado pela FUNARTE para o Projeto Pixinguinha e se apresentou na Europa nas comemorações do ano do Brasil na França e no projeto Copa da Cultura / Música do Brasil. Sua música circula no mercado europeu através da Coletânea Brazil Luaka Bop, de David Byrne. Em 2008, sua banda Fino Coletivo foi eleita Grupo Revelação pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA). Em 2008, lançou Terceiro Mundo Festivo

HttpSom 2008 - Programação

29 de novembro, sábado
19h30
FLU e Wado

30 de novembro, domingo
19h30
Nancy e Bruno Morais

Itaú Cultural
Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô
Fones: 11. 2168-1776/1777
www.itaucultural.org.br
atendimento@itaucultural.org.br

Sala Itaú Cultural (195 lugares)
Entrada franca (ingressos distribuídos com meia hora de antecedência)
Censura:14 anos
Duração: 1h30
Estacionamento com manobrista: R$ 8,00 a primeira hora; R$ 4,00 a segunda hora; e
R$ 2,00 por hora adicional
Estacionamento gratuito para bicicletas
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado

Informações sobre os premiados e o HttpSom

blog.premiosergiomotta.org.br
www.myspace.com/premiosergiomotta
www.premiosergiomotta.org.br

Posted by Gabriela Miranda at 9:21 AM

novembro 24, 2008

Programa de residências: Artist Links - Inscrições e Informações para o artista

Programa de residências: Artist Links - Inscrições e Informações para o artista

Comissão de seleção: A equipe de seleção é composta por membros do British Council Brasil e Reino Unido, membros do Arts Council England e consultores externos ainda não definidos

Programa de residências: Artist Links
Modalidades: Música, Artes Cênicas e Dramaturgia, Live Art, Literatura, Artes Visuais, Escultura, Novas Mídias e Artes Digitais, Dança e outras práticas artísticas

Quarta rodada de inscrições até dia 23 de janeiro de 2009

Artist Links Programme
British Council
Rua Ferreira de Araújo 741 3º andar, Pinheiros, São Paulo – SP
05428 002
artistlinks@britishcouncil.org.br
www.artistlinks.org.br

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais

As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

PRÊMIOS: £3.000 a £ 8.000 para realizar a residência no Brasil ou no Reino Unido

GANHO PARA SELECIONADOS: £3.000 a £ 8.000 para realizar a residência no Brasil ou no Reino Unido

CONTRAPARTIDA PARA SELECIONADOS: £3.000 a £ 8.000 para realizar a residência no Brasil ou no Reino Unido

CONTRAPARTIDA PARA INSCRITOS: Nenhuma

CUSTOS OPERACIONAIS:
INSCRIÇÃO:
- apenas material digital

Devolução do Dossiê: caso o proponente envie um envelope selado, devolveremos o projeto pelo correio. (Obs.: também aceitamos inscrições por email: artistlinks@britishcouncil.org.br)

- Ítens Para Inscrição
1) Formulário de Inscrição
2) Currículo
3) Notas de orientação

- Formulário De Inscrição
Os três documentos mencionados acima devem ser baixados (em word ou rtf) do site no seguinte link http://www.artistlinks.org.br/index.asp?lg=pt&idcat=8 e enviados para o email artistlinks@britishcouncil.org.br

Resultado dos selecionados: 23 de março de 2009

Mais informações visite nosso site: www.artistlinks.org.br

Artist Links é um programa conjunto do Arts Council England e do British Council, com o apoio do Visiting Arts, cujo objetivo é o desenvolvimento e a implementação de uma rede de associações colaborativas que resultem em intercâmbios, estágios, produções conjuntas e oportunidades de desenvolvimento entre países.

O projeto ativa o direito dos artistas de transitar em busca do desenvolvimento de seu trabalho e incentiva um ambiente de culturas cruzadas entre a Grã-Bretanha e outras culturas através de períodos de residência e pesquisa.

Iniciado em 2003, o programa piloto apoiou e construiu pontes culturais entre Inglaterra e China.

Usando sua vasta experiência nos cenários das artes do Brasil e da Inglaterra e seu profundo conhecimento da diversidade cultural desses países, o Artist Links oferece a artistas que vivem na Inglaterra e no Brasil a oportunidade de passar uma temporada no outro país desenvolvendo sua prática artística. O programa conta com parcerias em ambos países com importantes instituições de arte que compartilham dos mesmos objetivos e podem oferecer apoio profissional aos artistas durante sua residência.

O Programa está aberto a artistas individuais e pequenos grupos em todos os estágios de sua vida artística e praticantes de formas de arte que incluem Música, Artes Cênicas e Dramaturgia, Live Art, Literatura, Artes Visuais, Escultura, Novas Mídias e Artes Digitais, Dança e outras práticas artísticas. A qualidade artística da proposta constitui um critério de suma importância.

A duração de uma residência dependerá do projeto - e do orçamento - proposto por cada artista. Não há um formato particular de residência, e isso dependerá do projeto - e intuito - de cada artista.

Os projetos serão selecionados através de um processo aberto e selecionados por profissionais do Arts Council England e do British Council, com base em avaliações externas de profissionais da arte do Brasil e do Reino Unido.

Posted by Gabriela Miranda at 9:08 AM

novembro 21, 2008

13º Cultura Inglesa Festival - Inscrições e Informações para o artista

13º Cultura Inglesa Festival - Inscrições e Informações para o artista

Até 17 de dezembro, artistas plásticos de 58 cidades de São Paulo, Paraná e Santa Catarina podem inscrever projetos de exposições para concorrer a patrocínio dado pelo 13º Cultura Inglesa Festival. As obras devem propor a integração com a arte britânica. Os três projetos selecionados receberão cada um R$ 25 mil. As mostras serão exibidas de 5 de maio e 12 de junho de 2009, no Centro Brasileiro Britânico, em São Paulo, dentro do festival. O autor da melhor exposição ganhará ainda um prêmio de R$ 5 mil. Além das exposições, o evento exibirá produções nas áreas de Dança, Cinema Digital e Teatro adulto e infantil. Ao todo, a Cultura Inglesa vai disponibilizar R$ 487 mil, entre patrocínios para produção e concessão de prêmios. No dia 23 de janeiro a Cultura Inglesa divulgará os nomes dos selecionados por área, em festa de premiação no Centro Brasileiro Britânico.

Inscrição até 17 de dezembro de 2008

Cultura Inglesa
Centro Brasileiro Britânico
Rua Ferreira de Araújo 741 # 3º andar,Pinheiros, São Paulo - SP
Informações: www.culturainglesasp.com.br/festival
Regulamento e Ficha de inscrição online.

IMPORTANTE: para participar, é preciso ser residente em uma das 58 cidades de São Paulo, Paraná e Santa Catarina listadas no regulamento.


Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais

As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

PRÊMIOS: prêmio para melhor exposição R$5.000,00 (cinco mil reais)

SELECIONADOS: 3 exposições de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais)

GANHO PARA INSCRITOS: NENHUM

CUSTOS OPERACIONAIS:

INSCRIÇÃO: Produção e postagem de memorial descritivo, conceito e detalhamento de materiais e forma de montagem, currículos, cliping e planilha orçamentária

PRODUÇÃO DAS OBRAS (transporte, equipamentos especiais, etc):
- Produção total da exposição, sem a possibilidade de complementação de verba por parte de outro patrocinador.
- Montagem, transporte e desmontagem
- Não há menção sobre equipamentos especiais, seguro das obras ou imagens para divulgação;

BUROCRACIA FINANCEIRA E JURÍDICA:
- Comprovante de residência do participante/representante do grupo (uma única via). Serão considerados comprovantes de residência: conta de luz; conta de telefone; conta de água; extrato bancário;
- Declaração padrão exonerando a Cultura Inglesa de qualquer responsabilidade civil ou criminal por contestação da obra, cedendo os direitos de autor e conexos para divulgação e fins institucionais, publicitários e/ou comerciais até 1 de julho de 2009;
- Para o pagamento do valor do prêmio o selecionado deverá assinar recibo e respeitar o cronograma de despesas e de produção apresentado por ele mesmo na assinatura do contrato. Desrespeitada esta diretriz, o selecionado não fará juz ao recebimento parcial e/ou total do prêmio;
- Será permitida a aquisição de bens e/ou equipamentos para a realização do projeto, desde que venham a ser utilizados no mesmo e cuja utilização esteja plenamente justificada na metodologia do projeto;
- Os participantes deverão obter autorização para utilizar, dentro da abrangência prevista neste regulamento, quaisquer obras intelectuais e artísticas de terceiros que eventualmente estejam incluídas ou adaptadas, de qualquer forma, em suas criações;
- Os selecionados são os únicos responsáveis pela utilização indevida de direitos autorais e conexos no projeto apresentado ao presente festival, respondendo por eventuais danos causados a terceiros;
- Os grupos selecionados em qualquer área deverão exibir até 1 de junho de 2010, o logo do Festival com os dizeres “Produzido originalmente pelo Cultura Inglesa Festival” em todo o material de comunicação que venha a ser produzido para divulgação e/ou informação do espetáculo/exposição/show para apresentação em qualquer teatro, institudo, entidade ou locais de apresentações artísticas.

DEVOLUÇÃO PARA NÃO-SELECIONADOS: Os projetos que não forem selecionados deverão ser retirados no Departamento Cultural da Cultura Inglesa, a partir do dia 24 de janeiro de 2009 até, impreterivelmente, 2 de março de 2009.

Posted by Patricia Canetti at 6:11 PM

novembro 20, 2008

Programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais 2008 - Resultado

Publicado online na Funarte e reproduzido abaixo.

Comissão de Seleção: Alexandre Sequeira, André Venzon, Jacqueline Medeiros, Lucas Bambozzi, Márcia Ferran


Fundação Cultural Elias Mansour (AC) - I Encontro de Artes Visuais uma reflexão sobre a arte no Acre
Associação Cultural Cuniã (RO) - Cuniã de Arte Contemporânea
Associação dos Amigos do Centro de Criatividade Odylo Costa Filho (MA) - Semana Maranhense de Artes Visuais
Fundação São Sebastião (MA) - A Rota da Ilha
Sec.a de Estado da Cultura do MA (Superintendência de Cultura Popular) - Ciclo de Debates Fotografia e Memória: História e Políticas Públicas no Maranhão
Ponto de Cultura " Projeto Calu" (Universidade Federal do Maranhão) (MA) - NEGROLHAR sobre comunidades afros descendentes na zona rural de Alcântara - MA
Espaço Cultural Casa da Ribeira (RN) - Natal Arte Contemporânea
Fundação Cultural Capitania das Artes (RN) - Prospecta_2008
Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho (PB) - NAC 30 ANOS - Sobrvivendo nas Trincheiras
Sociedade de Estudos Múltiplos Ecológica e de Artes - Sociedade Semear (SE) - Artes Visuais Sergipe: Conexões
Fundação Universitária de Desenvolvimento Extensão e Pesquisa - FUNDEPES (AL) - Artes Visuais Contemporâneas e Políticas Públicas
Associação Fotoativa (PA) - Projeto " Largo das Mercês"
Oca Brasil (GO) - "Seminário Artes VisuAis e Políticas Públicas na Chapada dos Veadeiros"
Cooperativa de Comunicação,Cultura e Arte do Estado Mato Grosso (MT) - 3º SEDA - Semana do Audiovisual
Programa de Pós - Gradução em Arte da Universidade de Brasília - UNB (DF) - Projeto Fora do Eixo -Precipitações
Associação Filmes de Quintal (MG) - Coaxar Cochanino - Imagens e Palavras
Associação Cultural dos Amigos do Museu de Arte da Pampulha (MG) - Arte Pública em Debate
Universidade Federal do Espírito Santo (ES) - Tradicional e Contemporâneo - Suas Fronteiras
Sind. Nac. dos Artistas Plásticos e Comitê Nacional Brasileiro da Assoc. Intern. de Artes Plásticas - SINAP -ESP/ AIAP - UNESCO (SP) - Projeto Artes do Fogo
Fundação Assis (SC) - Seminário Santa Catarina. Discussão sobre produção, institucionalização e espaços de produção
Fundação Cultural Badesc (SC) - Pensar o Espaço Cidade - Pensar o Espaço com arte - Santa Catarina
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Blumenau (SC) - Fórum Regional Funarte Artes Visuais
AAMISSC - Associação de Amigo do Museu da Imagem e do som de (SC) - Construindo Novas Linguagens
Fundação Vera Chaves Barcellos (RS) - Ciclo de Debates Olhos
Instituto Trocando Ideia de Tecnologia Social Integrada (RS) - XARPI Uma escrita noturna

Posted by Patricia Canetti at 12:31 AM | Comentários(2)

Programa de Bolsas FUNARTE - Resultado

Estímulo à Criação Artística

Comissão de Seleção: Paulo Brusky, Daniela Bousso, Jorge Eiró, Guilherme Bueno, Ana Maria Albani

Classificados na categoria Artes Visuais

Região Norte
Dirceu da Costa Maués (pa), Em um lugar qualquer - vídeo - Experimentações com câmeras artesanais
Armando Sampaio Sobral (PA), Traço infinito
Região Nordeste
Milena de Lima Travassos (CE), Tempo de paisagem
Jonathas de Andrade Souza (PE), Documento Latinamérica
Região Centro-Oeste
Yana Tamoyo Sotomayor (DF), Poéticas construtivas: comentários visuais sobre uma trajetória incompleta
Alexandre Rangel (DF), Quase - Cinema 2.0
Região Sudeste
Oriana Duarte (SP), Plus Ultra
Floriano Carvalho de Araujo (RJ), Lugares e Instantes
Região Sul
Rommulo Vieira Conceição (RS), Projeto sem títulos - desenvolvimento de instalações e desenhos
Eny Maria Moraes Schuch (RS), Vídeo-objetos e Objetos-sonoros

Veja os classificados nas outras categorias - Criação literária, Dança (coreografia), Dramaturgia, Fotografia, Música (composição erudita), Música (composição popular).


Estímulo à Produção Crítica

Comissão de Seleção: Almandrade, Maria Silveira, Márcio Harum, Luizan Pinheiro, Paulo Reis

Classificados na categoria Artes Visuais

Região Norte
Orlando Franco Maneschy (PA), Inscrições videográficas no Pará
Região Nordeste
Joana D'Arc de Souza Lima (PE), Nomadismos e estratégias artísticas no Recife dos anos 80 – entre a tradição e o novo
Região Centro-Oeste
Tania Cristina Rivera (DF), A arte brasileira contemporânea e o retorno do sujeito
Região Sudeste
Felipe Scovino Gomes Lima (RJ), Caminhos do objeto de arte no Brasil
Região Sul
Gaudêncio Fidelis (RS), Livro - Universos da curadoria

Veja os classificados nas outras categorias - Dança, Música, Teatro, Interfaces dos conteúdos artísticos e culturas populares, Conteúdos artísticos em mídias digitais/internet.

Posted by Patricia Canetti at 12:01 AM | Comentários(2)

novembro 19, 2008

Programa Anual de Exposições 2009 do CCSP - Inscrições e Informações para o artista

Programa Anual de Exposições 2009 do CCSP - Inscrições e Informações para o artista

O tradicional Programa de Exposições completa 20 anos e selecionará 21 artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no país. O Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo privilegia o debate sobre a produção artística contemporânea desde sua origem, em 1989, propondo um mapeamento da jovem produção artística com o objetivo de abrir espaço a artistas em início de carreira para a sua inserção no circuito de artes visuais e possibilitar o acesso do público a obras representativas das principais linhas artísticas contemporâneas.

Diferentemente dos anos anteriores, a inscrição a partir de agora só poderá ser feita pelo correio. É gratuita e deverá ser feita em duas etapas: preenchimento da ficha disponível no site e impressão e envio pelo correio do formulário de inscrição acompanhado do portfólio.

Inscrições até 30 de janeiro de 2009

Centro Cultural São Paulo - CCSP
Rua Vergueiro 1000, São Paulo - SP - 01504-000
11-3383-3452
www.centrocultural.sp.gov.br

Informações para o artista sobre o custo-benefício de editais

As informações abaixo, todas de caráter objetivo, copiadas do edital, servem para ajudar o artista iniciante a decidir sobre a sua participação no evento em questão. Leia sobre esta iniciativa do Canal no Salões&Prêmios.

PRÊMIOS: 4 prêmios aquisitivos de R$4,5 mil

CACHÊ PARA SELECIONADOS: R$ 2 mil, exposição individual, incluindo montagem, divulgação, convites e folders

GANHO PARA INSCRITOS: NENHUM

CUSTOS OPERACIONAIS:

INSCRIÇÃO: Produção e postagem de documentação fotográfica impressa, tamanho máximo em formato A4 (21,0cmx29,7cm), em cores de no mínimo 5 (cinco) e no máximo 15 (quinze) trabalhos recentes. Para obras em vídeo serão aceitos DVDs.

PRODUÇÃO DAS OBRAS (transporte, equipamentos especiais, etc):
- Os artistas proponentes assumem todos os custos de preparação e apresentação de suas propostas;
- Fornecer equipamentos e materiais especiais quando não disponíveis no CCSP;
- Entregar e retirar as obras;
- Responsabilizar-se por embalagem, transporte e seguro das obras;
- Entregar fotos e material para divulgação.

BUROCRACIA FINANCEIRA E JURÍDICA:
- Fornecer a documentação: RG ou RNE (dentro do prazo de validade) e CPF; Curriculum; Certidão de Tributos Mobiliários atualizada, caso seja inscrito no Cadastro de Contribuinte Municipal (CCM da Prefeitura);
- Ser correntista do Banco Bradesco para recebimento do prêmio;
- Cachês também poderão ser pagos por meio de Ordem de Pagamento no guichê de caixa do Banco Itaú;
IMPORTANTE:
- Não cabe ao CCSP solucionar impedimentos relativos ao pagamento do cachê ou prêmio no caso de inadimplência de documentação exigida pela Prefeitura;
- As responsabilidades civis, penais, comerciais e outras advindas de utilização de direitos autorais e/ou patrimoniais anteriores, contemporâneas ou posteriores à apresentação da proposta cabem exclusivamente ao artista selecionado.
- A Secretaria Municipal de Cultura não se responsabilizará em hipótese alguma pelos atos, contratos ou compromissos assumidos de natureza comercial, financeira, trabalhista ou outra, realizado pelo selecionado para fins quaisquer de Contrato com a Prefeitura do Município de São Paulo (Secretaria Municipal de Cultura).

DEVOLUÇÃO PARA SELECIONADOS E NÃO-SELECIONADOS: Devolução de portfólio pelo correio somente será realizada se o participante anexar envelope adequado, preenchido e selado com o correspondente valor de envio.


EDITAL (Fonte CCSP)

A Secretaria Municipal da Cultura FAZ SABER que, durante o período de 14 DE NOVEMBRO de 2008 a 30 DE JANEIRO de 2009, estarão abertas as inscrições para o Programa de Exposições 2009 do Centro Cultural São Paulo – Curadoria de Artes Visuais.

1. DO OBJETO
O presente edital visa selecionar até 21 artistas brasileiros ou estrangeiros residentes no país. O Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo privilegia o debate sobre a produção artística contemporânea desde sua origem, em 1989, propondo um mapeamento da jovem produção artística com o objetivo de abrir espaço a artistas em início de carreira para a sua inserção no circuito de artes visuais e possibilitar o acesso do público a obras representativas das principais linhas artísticas contemporâneas.

2. DAS INSCRIÇÕES
2.1. Os proponentes (interessados) deverão se inscrever mediante o envio de portafólios e preenchimento da ficha de inscrição, disponível no Centro Cultural São Paulo ou no site www.centrocultural.sp.gov.br
2.1.1. O portfólio deverá conter:
a. Documentação fotográfica impressa em cores de no mínimo 5 (cinco) e no máximo 15 (quinze) trabalhos recentes, sendo imprescindível que cada uma das fotos seja identificada (nome do artista, data, título, dimensões da obra e demais dados que se julguem necessários). Para obras em vídeo serão aceitos DVDs.
b. Curriculum Vitae (contendo identificação, formação artística e atividades culturais), com endereço, telefone e e-mail para contato.
c. Projetos específicos que o artista pretenda desenvolver no Centro Cultural São Paulo poderão ser incluídos no portfólio, não sendo este item condição obrigatória.
d. Documentação sobre a obra do artista, como catálogos, textos ou impressos em geral, também poderão integrar os portfólios, não sendo este item condição obrigatória.
2.1.2. Os portfólios não deverão exceder o formato A4 (21,0cmx29,7cm).
2.1.3. Não serão aceitas obras para efeito de inscrição.
2.2. O material especificado deve estar contido em envelope lacrado (ou embalagem apropriada lacrada) com o nome do artista, devendo ser dirigido a:
Curadoria de Artes Visuais
Centro Cultural São Paulo
Programa Anual de Exposições 2009
Rua Vergueiro, 1000
CEP 01504-000 – São Paulo – SP
2.3. Os portfólios deverão ser enviados pelo correio, com ficha de inscrição preenchida, com data de postagem até 30 de janeiro de 2009, inclusive.
2.3.1. O Centro Cultural São Paulo não se responsabiliza por eventuais envelopes extraviados pelos Correios.
2.4. Informações gerais sobre o programa de exposições poderão ser obtidas pelo telefone (11) 3383-3452 ou no site www.centrocultural.sp.gov.br.
2.6. O Centro Cultural São Paulo rejeitará as inscrições que não estejam de acordo com os termos deste edital, cuja inscrição implica na automática e plena concordância das normas nele estabelecidas.
2.7. É vedada a participação no concurso de familiares e integrantes da comissão julgadora, bem como de funcionários da Prefeitura do Município de São Paulo.

3. DA SELEÇÃO E SEUS CRITÉRIOS
3.1. Os portfólios serão examinados e selecionados por comissão designada e presidida pelo Diretor do CCSP, composta por três profissionais da área de artes visuais, que serão oportunamente contratados para tal finalidade, e por um membro da Curadoria de Artes Visuais.
3.1.1. A seleção somente será realizada por meio de fotos, projetos, DVDs, não sendo aceitas obras originais, CDs ou maquetes para esta finalidade.
3.2. O critério de avaliação do júri tem em consideração os objetivos do Programa de Exposições do CCSP e a relevância da proposta do artista inscrito no panorama da produção artística contemporânea.
3.3. Todos os artistas selecionados serão contratados e receberão um cachê de R$ 2.000,00 (dois mil reais), deduzidos os tributos previstos na legislação em vigor. Esse valor abrangerá todos os custos e despesas diretamente ou indiretamente envolvidas na exposição e será pago em 02 (duas) parcelas da seguinte maneira:
3.3.1. a primeira parcela, correspondente a 35% do valor do cachê, paga 30 dias antes da abertura da exposição, mediante a apresentação do pré-projeto e da aprovação do mesmo pela Curadoria de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo, que poderá solicitar modificações para atender às condições do espaço expositivo e aos propósitos do Programa.
3.3.2. a segunda parcela, correspondente a 65% do valor do cachê, será paga após a inauguração da respectiva exposição.
3.4 Serão concedidos 04 prêmios aquisitivos de R$4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais), deduzidos os tributos previstos na legislação em vigor, a quatro artistas dentre aqueles selecionados pelo Programa.
3.4.1. A seleção para a premiação será feita entre os trabalhos apresentados nas mostras individuais simultâneas.
3.4.2. As obras adquiridas por meio desta premiação serão incorporadas ao acervo da Coleção de Arte da Cidade.
3.4.3. A seleção para o prêmio aquisitivo será realizada por comissão composta por representantes da diretoria do CCSP, da Divisão de Acervo e Documentação do CCSP e da Curadoria de Artes Visuais do CCSP, além do júri de seleção e de um grupo de jovens críticos contratados para tal finalidade, que acompanharão a produção individual dos artistas selecionados ao longo do ano de 2009.
3.4.4. Esta votação será realizada após a inauguração da última mostra do ano.
3.4.5. O artista premiado deverá estar de acordo com o termo de aquisição e apresentar memorial poético (conceituação) e memorial técnico-descritivo da obra adquirida.
3.4.6. O Centro Cultural São Paulo terá direito de reprodução das imagens das obras adquiridas, desde que em publicações culturais.
3.4.7 Será concedido ainda, a um quinto artista selecionado, 01 prêmio em dinheiro no valor de R$
4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais), para Residência Artística com duração mínima de 1 (um) mês em Instituição Pública ou Privada Nacional ou Internacional notoriamente reconhecida a ser referendada pelo CCSP.
3.4.8 No prazo de 3 meses a contar da data da publicação da ata de seleção, o artista premiado para a bolsa Residência deverá apresentar a carta de aceitação da Instituição, bem como toda a documentação necessária para a sua viagem, incluindo vistos diplomáticos nos casos em que forem necessários, sob pena de perder o prêmio que será oferecido a um substituto indicado pela mesma Comissão Julgadora.
3.4.9 O artista premiado com Bolsa Residência terá o prazo de três meses, após o término da residência, para apresentar certificado de conclusão ou documento equivalente, expedido pela Instituição que o abrigou, comprovando o seu aproveitamento. O artista deverá ainda apresentar, dentro desse mesmo prazo, um relato de sua experiência ilustrado com fotografias, vídeos ou desenhos, para os arquivos do CCSP e publicação no site.
3.4.10. A não apresentação de certificado ou documento de conclusão de Residência implicará, obrigatoriamente, na imediata devolução integral do valor recebido à Municipalidade.
3.4.11. Em todos os casos será facultativo ao artista selecionado a aceitação do prêmio, podendo recusá-lo caso considere o valor ou as condições impróprias para aquisição de sua obra.
3.4.12. Os resultados serão divulgados na imprensa, no site do Centro Cultural São Paulo e no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, a partir de 16 de fevereiro de 2009.
3.5. A decisão da Comissão é soberana e irrecorrível.
3.6. Devolução de portfólio pelo correio somente será realizada se o participante anexar envelope adequado, preenchido e selado com o correspondente valor de envio. Caso o valor da postagem seja insuficiente, o CCSP não se responsabilizará pela devolução. Não será aceito cheque postal ou dinheiro.
3.7. Os portfólios de todos os artistas inscritos, selecionados ou não, estarão à disposição dos artistas na Curadoria de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo após a seleção em data a ser divulgada no site do CCSP e na Imprensa Oficial.

4. DAS EXPOSIÇÕES:
4.1. Os artistas selecionados serão divididos em grupos que realizarão exposições individuais simultâneas no decorrer do ano de 2009.
4.1.1. A organização dos grupos, a distribuição dos espaços de exposição, o número de obras a serem expostas por cada artista bem como os períodos de permanência das exposições são atribuições da Curadoria de Artes Visuais e serão oportunamente divulgados.
4.2. O Programa de Exposições inclui também a apresentação de 6 (seis) artistas consagrados pelo público e/ou crítica especializada a serem oportunamente escolhidos e contratados pela Curadoria de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo.
4.4. A entrega e a retirada das obras deverão ser efetuadas nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Curadoria de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo.

5. DAS OBRIGAÇÕES DO SELECIONADO:
5.1. Responder, dentro do prazo que lhe for concedido, às solicitações da Curadoria de Artes Visuais.
5.2. Fornecer equipamentos e materiais especiais eventualmente previstos para a instalação ou exibição das obras e não disponíveis no Centro Cultural São Paulo.
5.3. Entregar e retirar as obras a serem expostas nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Curadoria de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo.
5.4. Responsabilizar-se pelos encargos relativos à embalagem, ao transporte e ao seguro das obras a serem expostas.
5.5. Entregar fotos e material para divulgação e para a peça gráfica referente à exposição, segundo modelo a ser fornecido pela Curadoria de Artes Visuais.
5.5. Fornecer a documentação requerida pelo Centro Cultural São Paulo.
5.5.1. O artista selecionado, para receber o cachê e/ou o prêmio, não poderá estar em débito com a Municipalidade de São Paulo e deverá fornecer cópia simples dos seguintes documentos: RG ou RNE (dentro do prazo de validade) e CPF; Curriculum; Certidão de Tributos Mobiliários atualizada, caso seja inscrito no Cadastro de Contribuinte Municipal (CCM da Prefeitura).
5.5.2. O pagamento do prêmio será realizado obrigatoriamente mediante crédito em conta corrente mantida no banco BRADESCO S/A, na forma de depósito em conta corrente do Banco Bradesco S.A., conforme o Decreto nº 46.528, de 20/10/2005 ou legislação que lhe suceder. Somente os cachês também poderão ser pagos por meio de Ordem de Pagamento no guichê de caixa do Banco Itaú S.A., em qualquer uma de suas agências, bastando para isso identificar-se por intermédio da apresentação do original do RG e do CPF, nos termos da Portaria SF 02/2006.
5.5.3. Não cabe ao CCSP solucionar impedimentos relativos ao pagamento do cachê ou prêmio no caso de inadimplência de documentação exigida pela Prefeitura.
5.7. Assinar termo de compromisso com a Curadoria de Artes Visuais quando solicitado.

6. DAS OBRIGAÇÕES DO CCSP:
6.1. Divulgar todas as mostras previstas no Programa de Exposições.
6.2. Produzir convites e folders; postar os convites.
6.3. Montar e desmontar as exposições.
6.4. Prover as condições técnicas necessárias à produção das mostras a que se refere este Regulamento.

7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:
7.1. As responsabilidades civis, penais, comerciais e outras advindas de utilização de direitos autorais e/ou patrimoniais anteriores, contemporâneas ou posteriores à apresentação da proposta cabem exclusivamente ao artista selecionado.
7.2. A Secretaria Municipal de Cultura não se responsabilizará em hipótese alguma pelos atos, contratos ou compromissos assumidos de natureza comercial, financeira, trabalhista ou outra, realizado pelo selecionado para fins quaisquer de Contrato com a Prefeitura do Município de São Paulo (Secretaria Municipal de Cultura).
7.3. Fica assegurado ao Município de São Paulo o direito de, no interesse da Administração, anular ou revogar, a qualquer tempo, no todo ou em parte, o concurso, dando ciência aos participantes, na forma da legislação vigente.
7.4. Os artistas proponentes assumem todos os custos de preparação e apresentação de suas propostas e o Município de São Paulo não será, em nenhum caso, responsável por esses custos, independentemente da condução ou do resultado do concurso.
7.5. Os casos omissos serão resolvidos pela Direção do Centro Cultural São Paulo, ouvida a Curadoria de Artes Visuais.

Posted by Patricia Canetti at 5:25 PM | Comentários(1)

8º Salão Bienal do Mar - Resultado

8º Salão Bienal do Mar - Resultado

Intervenções artísticas vão alterar a paisagem urbana da cidade de Vitória (ES) e estreitar a proximidade das artes plásticas com o espaço público e seus usuários. A partir de 5 de dezembro, até 5 de fevereiro de 2009, 12 obras selecionadas para o 8º Salão Bienal do Mar estarão instaladas na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, situada às margens da baía, por onde entram os navios com destino ao Porto de Vitória, na região do centro histórico.

Comissão curatorial: Agnaldo Farias, José Cirillo, Maria Helena Lindenberg, Marilúcia Bottallo, Nenna, Neusa Mendes, Samira Margotto

A comissão procurou selecionar práticas de intervenções urbanas, dentre 110 trabalhos inscritos, que criam uma relação interdisciplinar com a cidade, seus espaços e habitantes. Não só artistas plásticos se interessaram pelo Salão. Arquitetos, engenheiros e cenógrafos também inscreveram trabalhos. Dos projetos selecionados, oito são de artistas capixabas, e os demais, de São Paulo e Minas Gerais. Cada selecionado receberá um prêmio de R$ 10 mil.

SELECIONADOS

Coletivo Maruípe - Vitória (ES) - Intervenção urbana: "O Retorno de Araribóia"
Fabrício da Silva Teixeira Carvalho - Belo Horizonte (MG) - Intervenção urbana: "O Silêncio do Martelo"
Heraldo Ferreira Borges - Vitória (ES) - Intervenção urbana: "Nós Vemos a Cidade como a Cidade nos Vê"
Herbert Pablo Bastos - Vitória (ES) - Intervenção urbana: "Folhetim Sereia"
José Otávio Lobo Name - Vitória (ES) - Intervenção urbana: "ATENÇÃO: ARTE"
Laerte Gomes da Cunha Ramos - São Paulo (SP) - Performance: "Do Pó ao Pó - Work in Progress"
Lucimar Bello P. Frange - São Paulo (SP) - Vídeo-instalação: "vasas.cidades.dos Alpes ao Ilha de Capri"
Marcelo Mattos Gandini - Vitória (ES) - Intervenção urbana: "grandePEQUENAcatraia"
Melina Almada Sarnaglia - Serra (ES) - Intervenção urbana: "Marí[n]timo"
Oriana Maria Duarte de Araújo - São Paulo (SP) - Performance e vídeo: "Projeto Plus Ultra"
Piatan Lube Moreira - Vitória (ES) - Intervenção urbana: "Caminho das Águas"
Wesley de Souza e Sandro de Souza Novaes - Serra (ES) - Flutuante: "Ego trip Pré-sal"

8º Salão Bienal do Mar
Local: Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes
Período: 5 de dezembro de 2008 a 5 de fevereiro de 2009
Realização: Secretaria Municipal de Cultura de Vitória
bienaldomar@vitoria.es.gov.brwww.vitoria.es.gov.br/hot-sites/bienaldomar/index.html

Posted by Patricia Canetti at 1:37 PM

novembro 18, 2008

47º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco - Resultado

47º Salão de Artes Plásticas de Pernambuco - Resultado

O Salão, que este ano homenageia o pintor Jairo Arcoverde, concede um total de 21 bolsas, entre propostas para pesquisa e produção e 24 prêmios para diversas áreas de artes visuais, como projeto de Pesquisa em Artes Plásticas, projeto de Pesquisa e Produção em Fotografia, Pesquisa sobre Artes Visuais em Pernambuco e projeto para Vídeo-documentário em Artes Visuais. O 47º Salão também chega acrescido de uma novidade: novas bolsas de residência artística e prêmios direcionados para as áreas de intercâmbio em arte/educação, ensaios teóricos e em grafitagem.

Comissão julgadora: Breno Laprovítera, Lúcia Cardoso, Luciana Padilha, Luisa Duarte, Marco Polo Guimarães, Maria do Carmo Nino, Paulo Marcondes, Rejane Coutinho, Ricardo Basbaum e Rodrigo Braga

Total de projetos por estado: AL - 03, BA - 08, CE - 06, DF - 08, MA - 01, MG - 21, PA - 03, PB - 01, PE - 94, PI - 01, PR - 02, RJ - 37, RS - 14, SC - 05, SE - 01, SP - 53.

Total de projetos por categoria: documentário (04), fotografia (60), grafitagem (07), pesquisa e produção em artes plásticas (144), residência (28), ensaio teórico (02), projeto de pesquisa sobre artes visuais em pernambuco (09), arte educação (06).


SELECIONADOS

Pesquisa e Produção em Artes Plásticas (10 bolsas no valor de R$ 15 mil cada)

Amanda Melo: Sal é Mar (MG)
O projeto é o resultado do interesse da artista em ações performáticas e suas relações com outras linguagens das artes visuais. A pesquisa culmina na realização de uma viagem de doze semanas a nove praias da costa brasileira. Durante a viagem serão produzidos três vídeos e os nove livros de aquarelas mediante a ação performática de desenhar com lápis aquarelável dentro da água do mar, permitindo assim a colaboração do meio agitado das ondas no corpo do desenho de observação.

Deyson Gilbert Silva e Souza: dos conceitos e objetos (SP)
Este projeto tem por intento analisar e esmiuçar as relações entre conceito e objeto no interior de contextos sociais determinados, atentando para o modo como a cultura e linguagem operam nos processos de inter-definição destes dois termos. O artista procurará criar situações de tensão nas quais conceitos cuja separação nos aparece como natural e óbvia confundem-se e redefinem-se continuamente a ponto da fronteira entre eles tornar-se problemática e incerta. Desse modo pensa explicitar os processos de naturalização operados tanto pela cultura e quanto pela linguagem no encontro entre subjetividade e realidade.

Elisa Pessoa e Celina Portella: 6X (RJ)
O projeto de pesquisa consiste em investigar as interfaces possíveis entre corpo, espaço e luz e produzir múltiplas projeções registradas em vídeo resultando finalmente em um vídeo com seis camadas. Ou seja, Elisa e Celina filmarão um corpo diante de uma fachada. Esse primeiro registro é o que chamarão de 1a camada. Sua projeção no mesmo lugar criará uma 2a camada, onde o intérprete entra novamente interagindo com sua própria imagem projetada. O que veremos aí são dois corpos (um real e um virtual). Essa imagem é filmada novamente e projetada criando a 3a camada e projetando-a em seguida obteremos a 4a camada. O trabalho segue assim até a 6a camada, onde veremos finalmente um corpo e fundo real e 5 corpos e fundos virtuais se sobrepondo com texturas e luminosidade diferentes. A idéia é fazer o vídeo intervenção 1 vez por mês numa fachada a ser escolhida no centro da cidade do Rio de Janeiro. Essa intervenção/performance será aberta ao público. Ao final o vídeo será exposto em Recife.

Fabiano Gonper: Desenhos em Projeção / Reconfiguração do Sujeito (SP)
O projeto visa o desenvolvimento de uma série de desenhos para exibição em mídias de projeção (como projetor de vídeo, slides, retroprojetor, luz e tv), no intuito de explorar novas visualizações do desenho e investigar a idéia de reconfiguração do sujeito contemporâneo dentro da nossa sociedade. O campo de conhecimento dessa pesquisa refere-se à arte, filosofia e antropologia; no que se refere às relações estabelecidas entre linguagem e pensamento, a partir de experiências humanas na atualidade, como: as mutações, padronizações e sistematizações das relações sociais.

Graziela Kunsch: Revista Urbânia 4 (SP)
Desenvolvimento e impressão do quarto número da revista Urbania, editada por Graziela Kunsch. O ponto de partida do projeto editorial da revista Urbânia 4 será investigar projetos de construção de cidades (realizados ou que tenham existido apenas como projeto), que Graziela fez com o arquiteto Pedro Arantes. Entre os projetos da revista ela gostaria de apresentar, por exemplo, a pesquisa do Berlage Institute Brasilia Today: city as political form, na qual eles investigam a continuidade da construção de Brasília pelos seus moradores.

Jeims Duarte: Urbólides (PE)
Urbólides (ou bólides urbanos) serão objetos móveis, construidos a partir de materiais industriais e depositados em áreas específicas da cidade do Recife, objetivando a itinerância de tais objetos, acompanhada através de monitoramento por GPS. Baseados nos bólides de Hélio Oiticica, urbólides serão incrustações errantes, no tecido urbano, de refugos dos materiais que constroem nossa realidade aparente. Tais objetos serão construídos utilizando materiais como metal, plástico, vidro, concreto e madeira, acoplados numa estrutura metálica cúbica e dotados de rodas. Os urbúlibes farão um conjunto de 9 e o monitoramento dos mesmos via satélite subsidirá a elaboração de um mapa do percurso espaço-temporal dos urbúlides, bem como o posterior registro fotográfico de seu destino final.

Jonathas de Andrade: Condução à Deriva (PE)
Jonathas porpõe fazer uma viagem de reconhecimento de território e sentimento pela América Latina, buscando assimilar até que ponto uma idéia de unidade latinamericana faz sentido. O artista usará a fotografia como suporte de apoio para criar o que viria a ser uma coleção de memórias de um personagem localizado em um passado impreciso, latinamericano. Um personagem anônimo e desconhecido. Como se, durante esta viagem, ele encontrasse ao acaso uma sacola perdida em algum matagal ou casa abandonada, e dentro dela encontrasse memorabília pessoal diversa – fotografias e pequenos objetos – e coubesse ao artista voltar desta viagem com este material tratando seus fragmentos como documentos históricos. Regra de viagem: a cada mês, ao receber o pagamento da bolsa, Jonathas deve se mudar para algum país vizinho ao que está.

Marcos Costa e Carlos Mascarenhas: Ópera Crua (PE)
Este projeto consiste na elaboração de uma ópera instalação, na qual se conjugue um diálogo entre imagens e sons, colhidos e catalogados diretamente no cenário do cotidiano informal dos trabalhadores que circulam pelas ruas do Recife. Habitualmente, estes negociam suas mercadorias e serviços através de cantigas ou pregões musicais, entre os quais pode-se citar: o vendedor de japonês (doce “quebra-queixo”), o amolador de tesouras, o cavaco chinês, o vendedor e macaxeira, a kombi do ovo, o sorvete na vasilha, etc.

Maria Eduarda N. da F. Belém e Nicolás Robbio (Grupo “33”): A Arquitetura do Símbolo na Cidade do Recife (PE)
Este projeto trata-se de uma pesquisa sobre a origem e história dos símbolos presentes nas edificações da cidade do Recife que pretende não só desvendar a estrutura e significação, como também – de posse desse repertório simbólico – construir novos símbolos, através de desenhos, pinturas e objetos que venham a ressignificar essas imagens dentro de um contexto de arte contemporânea.

Matheus Rocha Pitta: Drive Thru # 2 (RJ)
Drive Thru é uma série de vídeos que investiga a interdição de objetos, sua retirada de circulação compulsória e a inserção de sua imagem no circuito de mídia. No mundo capitalista, onde a circulação global de bens, serviços e pessoas cresce rapidamente, essas apreensões indicam tanto uma negociação desse trânsito de mercadorias quanto uma subcirculação de bens perdidos. A circulação da imagem da apreensão estabelece uma disjunção radical entre imagem e objeto. Mesmo que a coisa apreendida seja destruída, sua imagem não é, como podemos ver nos displays cuidadosamente criados pela polícia nas coletivas de imprensa. Nessa contradição, o artista acredita haver uma alegoria de nosso tempo. Para ele uma amostra dessas apreensões formam tanto um totem quanto um tabu de nossa cultura.

Pesquisa e Produção em Fotografia (5 bolsas no valor de R$ 15 mil cada)

Cia de Foto (Fernando Simões Figueroa, Rafael Ignácio Jacinto, João Moraes Kehl): Caixa de Sapato (SP)
Ter no coletivo uma Caixa de Sapato faz com que o grupo fotografe o tempo todo. Momento a momento. Uma produção sistemática onde o instante mais corriqueiro, o mais ordinário, tem uma marca fotográfica. É comum ter coleção de fotos numa caixa de sapato. As caixas de sapato são um veículo de organização coletiva. A pesquisa é expor as imagens da intimidade do grupo para permitir que cada foto tenha um repertório de histórias públicas. Catalogar as utilizações Uma amostragem de como vêem as imagens. No decorrer dos 10 meses, formarão um catálogo das histórias públicas das fotos.

Dominique Berthé: Abecedário Nordestino, exercício de estilo (PE)
A artista fará uma pesquisa fotográfica sobre suas relações com quatro “elementos” brasileiros escolhidos: humano, animais, vegetais e aquáticos, sobre suas razões visuais e sentimentais de morar no Brasil e principalmente a escolha de ficar nesse país de cultura diferente da dela, mas tão rica e fascinante. Esta pesquisa vai seguir regras pré-determinadas a serem respeitadas. Dentre elas utilizar cada letra do alfabeto brasileiro para organizar um determinado itinerário Nordestino e escolher lugares que têm o nome que faz referência à água na sua composição,origem e significado, como Água Branca, Cachoeiras de Bonito,

Fabio Okamoto: Marcas (SP)
O projeto pretende discutir a representação dos espaços urbanos pela fotografia e as relações deste meio com o desenho e a pintura. O desenvolvimento ocorrerá em duas vertentes, a primeira com a pesquisa de fotógrafos, artistas gráficos e pintores modernos/contemporâneos que circulam por essas linguagens. A segunda com uma proposta de produção de um trabalho experimental fundamentado principalmente na fotografia

João Castilho: Confluências (MG)
O artista trabalhará dentro da idéia central de frestas/suturas e da idéia da fotografia no limite entre registro/documentário e obra acabada.Castilho fotografará intervenções efêmeras realizadas por ele mesmo na natureza, na arquitetura e em objetos. Essas interferências se norteiam pelas ações de rasgar e costurar, quebrar e colar, cortar e emendar. Num ato de desconstrução e reconstrução estas frestas e suturas se colocam em relação aos movimentos da vida. Cada etapa e cada processo vivido são passagens que sempre deixam marcas e perdas e são quase processos terapêuticos de descarga e recarga onde algo sempre se perde e se recupera.

Sofia Borges: O Variável (SP)
Em 2008, houve uma mudança significativa na construção das imagens. Na tentativa de aprofundar seus questionamentos em relação à natureza da imagem fotográfica, Sofia acresceu um novo elemento: o duplo; passou a multiplicar os objetos em cena, sobretudo os sujeitos. Dessa maneira a imagem passou a ter mais de um sujeito, que na realidade era o mesmo. Essa inserção colaborou para a ampliação de sua pesquisa, que será realizada no período da bolsa.

Projeto para Residência Artística no Estado de Pernambuco (duração de 4 a 10 meses, no valor de R$ 15 mil cada)

Bianca Bernardo: Viver para Desaparecer (RJ)
Macro Região: Fernando de Noronha
A artista pretende produzir e registrar uma série de ações e intervenções em colaboração com a comunidade noronhense. Bianca Bernardo idealiza os registros através de diários, cadernos de notas, mapas, desenhos, fotografias e vídeos. Ao final da residência, irá organizar uma exposição apresentando as obras e registros de ações/intervenções realizadas neste período.

Izidorio Cavaltanti: Alhures: A Informalidade na Arte (PE)
Macro Região: Sertão do Moxotó
Izidorio pretende, através da arte, se apropriar do cotidiano do comércio e cultura do sertão do moxotó se utilizando da prática de suas poéticas. Seria uma forma de “piratear” o universo simbólico dos personagens e objetos urbanos, numa tentativa de produzir uma arte distanciada da arte formal que se encontra nos museus. Como trabalho inicial propõe aprimorar-se, trazer símbolos de objetos dessa região como a informalidade da rua juntamente com toda sua estrutura logística para o interior do museu e, por sua vez, levar objetos artísticos para essa região, igualando-os a arte contemporânea. O artista pretente ainda realizar intervenções públicas, registrando-as através de vídeos e/ou fotografias, com a finalidade de ter um material de base para a montagem de uma instalação no espaço do museu.

Perdo David: Homem Pedra (MG)
Macro Região: Sertão
Criar um “documentário imaginário”, ensaio fotográfico conceitualmente orientado, que aborde o tema da relação do homem com a natureza de forma pessoal, onde haja lugar para a interpretação sobre a subjetividade das pessoas envolvidas, sua relação íntima com seu meio, suas idéias, mitos e angústias sobre a vida.

Tatiana Devos Gentile: Mire Veja (RJ)
Macro Região: Região Metropolitana (Recife e Olinda)
Mire Veja é uma video-dança-instalação onde dentro de uma pequena caixa, numa estrutura similar a de um lambe-lambe uma pessoa poderá olhar outra que dança pra ela. O que se passa entre? Entre eu e a pessoa filmada? Entre o espectador e os filmes? Entre vidente e o visível? Entre o visível e o invisível?

Projeto para um Vídeo-Documentário sobre Artes Visuais em Pernambuco (uma bolsa no valor de R$ 15 mil)

Jura: Panorama das Artes Plásticas em Pernambuco (PE)
Produzir um curta-documentário que enfoque obras e artistas que caracterizem a evolução das artes visuais em Pernambuco, a partir de 1836 (criação do Liceu de Artes e Ofícios/ visita de Pedro II a Pernambuco) até os dias de hoje.

Prêmio para Projeto de Grafitagem (4 prêmios de R$ 5 mil cada)

Elanie Bomfim e Derlon Almeida: Conversa de Pescador (PE)
Intervenção: Ilha de Deus (Recife)
Intervenções de graffiti em espaços públicos e privados que tenham legitimidade entre os moradores da Ilha de Deus. O mote da pintura serão as histórias dessa comunidade de pescadoras e pescadores, conversas que, pela localização da ilha, estão entre o fantástico e a urbanidade.

Elvis Almeida Oliveira: Graffiti Ativo (RJ)
Intervenção: Rio de Janeiro
Graffiti Ativo visa colocar a arte do graffiti, sua história, seu processo de produção e os fazedores dessa arte junto ao expectador, sem dar importância ao seu nível de conhecimento sobre essa forma de expressão, na tentativa de aproximar mais pessoas a essa nova arte, proporcionando um crescimento conjunto entre ela e o espectador.

Galo de Souza: Oferendas (PE)
Intervenção: 5 terreiros em Recife
Intervenção de graffiti nos terreiros de cinco comunidades tradicionais da cidade do Recife. Consiste numa troca: o artista se alimentará da história dos terreiros e vai oferendar a pintura como homenagem a agradecimento à uma história contada. A idéia é que estes cinco trabalhos sejam fotografados, e esses graffitis virem postais eletrônicos, divulgando os terreiros e suas histórias em outros espaços, nacional e internacionalmente, passando adiante a oferenda.

Wagner Porto Cruz: Timbó é a terra da lua (PE)
Intervenção: Comunidade quilombola do Timbó, a 20km do centro de Garanhuns
Durante uma celebração do Samba de Côco “Mestre Juarez do Timbó e a Terra da Lua” o artista executará uma intervenção pictórica nas paredes laterais do prédio que abriga a escola da comunidade.

Projeto de Pesquisa sobre Artes Visuais em Pernambuco (uma bolsa no valor de R$ 15 mil)

Joana D`arc de Souza Lima: Nomadismos e Estratégias Artísticas no Recife dos anos 80 – Entre a tradição e o novo (PE)
O projeto de pesquisa pretende analisar a configuração e a reconfiguração do meio artístico local, por meio do procedimento de mapear os lugares de formação e de produção das artes plásticas na década de 80, por meio de depoimentos de artistas (história de vida) e da pesquisa documental – periódicos, catálogos, cartas, diários, biografias, etc.

Posted by Patricia Canetti at 6:19 PM