Página inicial

Salões & Prêmios

 


agosto 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
dezembro 2016
novembro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
maio 2016
abril 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

outubro 26, 2005

Thiago Honório é vencedor Vencedor da etapa nacional do Prêmio Internacional União Latina Jovem Artista Plástico

Prêmio Internacional União Latina Jovem Artista Plástico
Vencedor da etapa nacional: Thiago Honório

Thiago Honório, 26, autor de desenhos e experimentos com objetos em grande formato, foi o vencedor da etapa nacional do Prêmio Internacional União Latina Jovem Artista Plástico.

O Prêmio, bienal, é promovido pela organização internacional intergovernamental União Latina. O júri, composto pela gravadora e curadora Dora Basílio, o crítico e curador Luiz Camillo Osório e o crítico e curador Adolfo Montejo, examinou 65 candidaturas de todo o Brasil e declarou: "Escolhemos Thiago Honório pela aposta e diversidade de sua poética. Apesar de jovem, ele mostra uma consistência estética, não isenta de risco".

Nascido em Minas Gerais e vivendo em São Paulo desde os 15 anos, Thiago Honório é graduado em Artes Plásticas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e faz o mestrado em Teoria e História da Arte na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA). Realizou sua primeira exposição individual em 2001, no Centro Cultural São Paulo. Em 2004 participou, graças ao Prêmio Chamex de Arte Jovem, de exposições itinerantes por diversas cidades brasileiras, incluindo o Instituto Tomie Otake, São Paulo, com sua obra "Balcão de Informações". Sua obra "Plano de Saúde e Casa Própria" faz parte do acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Escritório da União Latina no Brasil
Av. Marechal Floriano, 196 sala 119, Centro, Palácio do Itamaraty, Rio de Janeiro - RJ
21-2518-3254 ou uniaolatina@uol.com.br

Posted by João Domingues at 3:04 PM | Comentários(2)

outubro 19, 2005

Inscrições Telemar - Patrocínio de Projetos Culturais 2006

Inscrições Telemar - Patrocínio de Projetos Culturais 2006

Inscrições até 18 de novembro de 2005

Inscrições: www.telemar.com.br
Mais informações: 21-3131-3086

O Grupo Telemar recebe inscrições para o Programa Telemar de Patrocínios Culturais Incentivados 2006, que destinará cerca de R$ 12 milhões ao apoio a projetos selecionados. Por meio do site www.telemar.com.br, artistas e produtores culturais podem inscrever projetos das mais variadas manifestações artísticas, desde que estejam inseridos em uma das Leis de Incentivo à Cultura.

Grupo Telemar abre inscrições para programa de patrocínios a projetos culturais em 2006

Operadora destinará cerca de R$ 12 milhões ao apoio aos projetos escolhidos. Para participarem do processo de seleção, artistas e produtores culturais devem estar inseridos em Leis de Incentivo à Cultura.

A partir do próximo dia 17 de outubro até 18 de novembro, O Grupo Telemar recebe inscrições para o Programa Telemar de Patrocínios Culturais Incentivados 2006, que destinará cerca de R$ 12 milhões ao apoio a projetos selecionados. Por meio do site www.telemar.com.br, artistas e produtores culturais podem inscrever projetos das mais variadas manifestações artísticas, desde que estejam inseridos em uma das Leis de Incentivo à Cultura.

"A presença da Telemar nas mais diversificadas regiões do Brasil nos deu a visão da imensa riqueza cultural que possuímos, o que estimulou o nosso compromisso em apoiar e desenvolver estas iniciativas. O programa de incentivos culturais é um dos pilares do foco de atuação dos patrocínios desenvolvidos pela companhia e pelo Instituto Telemar, que também prioriza investimentos nas áreas de educação e inclusão digital", afirma o presidente do Grupo Telemar, Ronaldo Iabrudi.

Os projetos inscritos no Programa Telemar de Patrocínios Culturais Incentivados 2006 serão avaliados por uma comissão especializada em diversas áreas da Cultura e a seleção final será divulgada no início do próximo ano. O Programa valoriza iniciativas originais, de novos talentos e de grupos e companhias com trajetórias reconhecidas, incentivando a realização de projetos que apostam na interseção de linguagens, na valorização da diversidade brasileira e na democratização do acesso à agenda cultural.

Em 2005, a Telemar investiu um total de R$ 12 milhões em 61 projetos (selecionados entre 2.470 inscrições) de 10 estados brasileiros. Em 2006, o valor investido nos projetos selecionados deve continuar em torno de R$ 12 milhões. Seguindo o mesmo critério das últimas edições, o Instituto Telemar, organização sem fins lucrativos que atua na área de responsabilidade social, é o responsável pela gestão do Programa Telemar de Patrocínios Culturais Incentivados.

Dentre os selecionados no ano passado, estão o "Cinema no Rio", projeto de cinema itinerante que percorreu, em agosto de 2005, o Rio São Francisco, e montou uma sala de cinema ao ar livre em 14 cidades de Minas Gerais e 12 do estado da Bahia; o "III Intercâmbio de Linguagens para crianças", realizado em julho e outubro, no Jockey Clube do Rio de Janeiro, que ofereceu ao público infantil contato com diversas linguagens cênicas; e o "XV Festival de Cinema e Vídeo de Natal", que acontece entre os dias 1º e 15 de dezembro, com a exibição de filmes em salas de cinema e praças públicas, além da realização de seminários, oficinas e exposições.

"Quando elaborei o projeto, muita gente achava que eu não conseguiria captar recursos, que ninguém estava interessado nesta região do estado. Mesmo assim, acreditei e inscrevi o "Cinema no Rio" no site da Telemar. E hoje, quando ouço os depoimentos da população ribeirinha, que participa das sessões, vejo o quanto ele é importante. E a Telemar é uma grande parceira na realização deste sonho", diz o produtor Inácio Ribeiro Neves.

Sobre o Grupo Telemar

O Grupo Telemar é a maior empresa privada do país. Focada na oferta de soluções integradas, a Telemar presta serviços de voz local, longa distância, mobilidade, comunicação de dados, atendimento e Internet. A companhia detém a concessão para operação de telefonia fixa local e autorização para serviço de mobilidade com a Oi na Região I, que abrange 16 estados do Norte, Nordeste e Sudeste.

Além disso, a empresa atua também em todo o território nacional com a prestação de serviço de comunicação de dados e longa distância desde junho de 2002, quando antecipou as metas de universalização e recebeu autorização para atuar em todo o Brasil com o código 31, que foi lançado regionalmente em 1999.

O Grupo Telemar também consolida uma marca única nos segmentos de internet e mobilidade com o provedor próprio Oi Internet, lançado em fevereiro de 2005.

Criado em 2001 para potencializar as ações de responsabilidade social da Telemar, o Instituto Telemar tem como objetivo promover o desenvolvimento da cidadania por meio da democratização do conhecimento e da valorização da diversidade cultural brasileira. Sua atuação está fundamentada em seis projetos: o Projeto Telemar Educação, o Comunidade Digital Telemar, o Centro Cultural Telemar, a Kabum! Escolas Telemar de Arte e Tecnologia, o Programa Novos Brasis e o Prêmio Telemar de Inclusão Digital.

Posted by João Domingues at 11:44 AM

outubro 6, 2005

Inscrições Projeto Amplificadores

Inscrições Projeto Amplificadores
Concurso público para artistas, arte-educadores e curadores

Inscrições até 13 de outubro de 2005

Comissão de seleção: Gil Vicente, artista plástico; Joana D´arc, Historiadora da Arte, Pesquisadora das Artes pernambucanas e Arte Educadora; Maria do Carmo Nino, Doutora em Artes Plásticas - Sorbonne Paris 1, Artista Plástica, Curadora e Prof. UFPR

Fundação de Cultura da Cidade do Recife - Museu Murilo La Greca
Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366 R11, Parnamirim, Recife - PE
81-32688011
Inscrições no museu:segunda a sexta-feira, 9-12h e 14-17h
Seleção dos projetos: 19 e 20 de outubro
Divulgação do resultado: 24 de outubro

Veja o edital abaixo

Projeto Amplificadores

A Fundação de Cultura da Cidade do Recife, através do Museu Murillo La Greca, realizará o concurso público para artistas, arte educadores e curadores que queiram participar do Projeto Amplificadores de artes visuais e teóricas, com cursos ministrados no próprio museu e exposições coletivas através de seleção de curadorias a serem realizadas nas salas de exposições temporárias, bem como nos espaços externos ao Museu Murillo LaGreca.

O concurso pretende a constituição da programação anual (setembro2005/abril2006) do MMLG que constará de 02 (duas) exposições coletivas e 02 (dois) cursos. Contudo, tal programação poderá ser complementada por projetos especiais, escolhidos pela Diretoria do Museu Murillo La Greca.

Edital Projeto Amplificadores

Art. 1º Podem inscrever-se artistas, arte-educadores e curadores brasileiros e estrangeiros, desde que residentes no Brasil.

Art. 2º As inscrições poderão ser feitas de segunda a sexta-feira, no horário das 9h às 12h e das 14h às 17h, no Museu Murilo La Greca, ( rua. Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366 - Parnamirim. CEP 52060-030, Recife-PE. Tel/fax (81) 32688011), ou pelo correio com data de postagem até 13/10/2005.

Art. 3º O artista, arte educador ou curador deverá apresentar sua proposta especificando o conceito ou abordagem da exposição coletiva e no caso de curso teórico e/ou prático, um detalhamento do conteúdo programático.

Art. 4º Os artistas, arte educadores e curadores poderão inscrever 01 (um) projeto de exposição coletiva ou curso teórico e/ou prático que se adeque aos espaços oferecidos.

Art. 5º A inscrição implica na automática e plena concordância das normas estabelecidas neste regulamento.

Seleção

Art. 6º A seleção dos trabalhos será feita pelo exame de dossiê, por comissão composta por 05 membros, designados pelo Departamento de Artes Visuais e Museu Murillo La Greca, sendo soberanas as suas decisões.

Proposta de Curadoria

Art. 7º O dossiê para PROPOSTA DE CURADORIA deve seguir as seguintes especificações:
I - ter formato máximo de 21 x 33 cm (ofício);
II - enviar todo material em envelope com o nome completo do proponente (Projeto Amplificadores 2005/2006);
III - conter fotos, coloridas ou P/B, indicando o nome do autor, título da obra ( quando houver), data técnica ou materiais utilizados, dimensões e outros dados considerados necessários pelo proponente;
IV - apresentar uma proposta de curadoria em até três laudas;
V - no caso de instalações ou obras não convencionais, o dossiê deve permitir o entendimento claro das propostas apresentadas, através de texto do curador com especificações de manuseio e montagem;
VII - conter um resumo curricular de cada artista selecionado;
VIII - conter dados curriculares, identificação e dados pessoais com endereço completo, telefone, fax e e-mail;
IVX - ficha de inscrição preenchida e assinada.

Art. 8º A seleção será feita através das fotos e projetos. Não serão aceitas obras no ato da inscrição.

Art. 9º Os proponentes selecionados serão comunicados até 1 (um) semana após a seleção.

Art. 10º A seleção do projeto de curadoria, implica na automática concordância com as condições estabelecidas pelo Museu Murilo LaGreca.

Propostas para cursos teóricos e/ou práticos

Art. 11º O dossiê para PROPOSTAS DE CURSOS TEÓRICOS E/OU PRÁTICOS deve seguir as seguintes especificações:
I - ter formato máximo de 21 x 33 cm (ofício);
II - enviar todo material em envelope com o nome completo do proponente. (Projeto Amplificadores 2005/2006).
III - apresentar uma relação com as informações técnicas sobre o curso definindo o conteúdo programático, plano de aula com duração mínima de 40h/aula bem como materiais a serem utilizados (caso necessário).
IV - no caso de propostas não convencionais, o dossiê deve permitir o entendimento claro das propostas apresentadas, através de texto com especificações detalhadas.
V - conter dados curriculares, identificação e dados pessoais com endereço completo, telefone, fax e e-mail;
VI - ficha de inscrição preenchida e assinada.

Art.12º Os projetos selecionados de curadorias e cursos receberão um cachê de R$ 1.800,00 (hum mil e oitocentos reais), sendo deduzidos os impostos cabíveis.

Art.13º O Museu Murilo LaGreca - MMLG, oferece, auxílio da montagem e desmontagem das obras e um trabalho de Mediação Cultural, de origem educativa, realizada durante toda a mostra.
Parágrafo único. Todos os custos aqui não especificados ficam, como regra geral, a cargo do artista e/ou grupo expositor. A Diretoria do MMLG não se responsabiliza pela comercialização das obras expostas.

Art. 14º Os dossiês não classificados serão devolvidos apenas se fornecido envelope pré-selado com o mesmo valor da encomenda enviada. Os dossiês dos proponentes selecionados não serão devolvidos e ficarão arquivados no Museu Murillo La Greca.

Exposições e cursos

Art. 15º As exposições serão realizadas no decorrer de 2005/2006, com datas a serem definidas juntamente com os selecionados, após a divulgação da seleção.
§ Caberá à Coordenação do Museu Murillo La Greca - MMLG, de comum acordo com os proponentes selecionados, o plano de execução e montagem das exposições (sala de exposições temporárias e espaços externos), assim como a adequação dos cursos nas salas determinadas do MMLG.

Transporte

Art. 16º Os trabalhos deverão chegar ao Museu Murillo LaGreca com uma antecedência mínima de 07 (sete) dias para residentes em Recife e 10 (dez) dias para os selecionados de outros estados, antes da abertura da exposição.

Art. 17º As propostas selecionadas deverão retirar seus trabalhos até 07 (sete) dias após o término da exposição. A não observância deste prazo permitirá ao Museu Murillo La Greca, adotar as providências que melhor lhe aprouver.
Parágrafo único. O Museu Murillo La Greca não assumirá custos com o transporte, hospedagem e alimentação, devendo estes ficar a cargo do selecionado, quando e se necessário.

Art. 18º O Museu Murillo La Greca não se responsabiliza por eventuais danos causados às obras, durante o percurso do transporte, cabendo ao curador providenciar o seguro, se for de seu interesse.

Montagem exposição coletiva -curadoria

Art. 19º A montagem será feita pela equipe do Museu Murillo La Greca, em conjunto com o curador, que, sendo residente em Recife, deverá acompanhar a montagem. Os projetos selecionados de exposições dos curadores que não residirem em Recife serão montadas de acordo com os projetos enviados pelos mesmos. Sendo permitido, porém, a sua participação e acompanhamento na montagem. Trabalhos que exijam salas, instalações e montagens especiais só serão exibidos de acordo com a disponibilidade técnica dos locais.

Art. 20º Equipamentos especiais necessários à apresentação deverão ser fornecidos pelos curadores, sendo de sua total responsabilidade a operacionalização e manutenção dos mesmos.

Obrigações dos curadores

Art. 21º Cabe aos curadores selecionados:
I - assinar o Termo de Compromisso da exposição da qual é responsável;
II - comunicar, por escrito, eventuais mudanças de endereço à Coordenação do Museu Murillo LaGreca, em Recife;
III - entregar, nos prazos estipulados pelo MMLG, logo após a seleção, o material destinado à produção das peças gráficas (banner e convite) e divulgação, como fotos coloridas ou P/B já digitalizadas em alta resolução, que garantam melhor reprodutibilidade. Especificar as fotos que serão destinadas ao material para divulgação, acompanhadas de ficha técnica completa (nome, título, técnica, dimensões, ano), currículo resumido de cada artista, e texto sobre o conjunto de trabalho que serão apresentados;
IV - autorizar por escrito (cada artista envolvido na exposição) a reprodução do material destinado à produção das peças gráficas para divulgação e promoção do projeto em todo e qualquer veículo de comunicação, bem como autorizar as imagens das obras expostas e textos via Internet;
V - enviar, para as exposições, os trabalhos apresentados no dossiê que foram indicados pela Comissão de Seleção, não sendo permitido substituí-los por obras com características diferentes;
VI - pagar as despesas de moldura, embalagem e transporte das obras (ida e volta) e fornecer equipamentos especiais (TV, DVD, VHS e outros), permanecendo o curador e/ou grupo responsável pelos mesmos;
VII - cumprir os prazos estipulados para a entrega das obras;
VIII - os curadores e artistas selecionados não poderão retirar os trabalhos antes do encerramento do evento;

Obrigações dos proponentes - cursos teóricos e/ou práticos

Art.23º Cabe ao selecionado:
I - assinar o Termo de Compromisso do edital;
II - comunicar, por escrito, eventuais mudanças de endereço à Coordenação do Museu Murillo LaGreca, em Recife
III - entregar, nos prazos estipulados pelo MMLG, logo após a seleção, o material destinado à produção das peças gráficas;
IV - oferecer um plano de aula com conteúdo programático, duração (a carga horária não deverá ser inferior à 40h/aula) com antecedência para ser divulgado nos meios de comunicação na cidade do Recife.
V - pagar as despesas e fornecer equipamentos especiais (TV, DVD, VHS e outros), se necessário;

Art. 24º. A inscrição efetuada implica a plena aceitação de todas as condições nos termos deste regulamento.

Obrigações do Museu Murillo Lagreca -Mmlg

Art. 25º Cabe ao Museu Murilo LaGreca - MMLG
I - fornecer material gráfico de divulgação (convite e banner);
II - fornecer coquetel de abertura(exclusivo para a abertura da mostra coletiva);
III - fornecer trabalho de Mediação Cultural durante toda a mostra;
IV - disponibilizar o espaço físico para as mostras e cursos selecionados;
V - promover a divulgação da programação na imprensa local, na internet, na Agenda Cultural da Cidade do Recife bem como através de outras estratégias de divulgação ao alcance da PCR

Art. 26º As decisões finais da Comissão de Seleção são irretratáveis e irrevogáveis.

Art. 27º Os casos omissos e controversos serão resolvidos pelo Departamento de Artes Visuais da Fundação de Cultura da Cidade do Recife e Museu Murillo LaGreca.

Posted by João Domingues at 1:03 PM

outubro 4, 2005

Selecionados do 6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia

Selecionados do 6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia
Prêmio Líber: Lúcia Santaella

Menção Honrosa (Categoria Líber): Annateresa Fabris

Bolsas de Fomento à Produção (4 prêmios):
Adams Carvalho e Olívia Brenga, Dez capítulos na parede
Alice Miceli, Chernobyl project
Anaisa Franco, Spiderrrbot 2.0
Camila Sposati, Colagem digital
Grupo Poéticas Digitais, Cozinheiro das almas
Kátia Maciel, Ondas
Luiz Duva, Concerto para células em (de) movimento
Marcus Bastos, Dez ou mais minutos de liberdade

Prêmio Trabalhos Realizados (2 prêmios):
Cao Guimarães, Da janela do meu quarto
Joel Pizzini, Dormente
Kiko Goifman, 33 (Filme digital, diário on-line, site e totem eletrônico)
Raquel Kogan, Reflexão e suas inflexões
Sandro Canavezzi De Abreu, VOID: uma estéreo-endoscopia em uma caixa-preta
Sciarts-Equipe Interdisciplinar e Edson Zampronha, Atrator poético
Simone Michelin, LILLIPUT

Júri de Seleção: Arlindo Machado (professor da USP e PUC-SP); Benjamin Taubkin (músico, consultor, criador do selo Núcleo Contemporâneo); Daniela Kutschat (artista, pesquisadora, professora do SENAC); Maria Alice Milliet (historiadora da arte, crítica, curadora, diretora da Fundação José e Paulina Nemirovsky); Ricardo Resende (curador, diretor do Museu de Arte Contemporânea do Ceará)
Coordenação: Daniela Bousso (curadora do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia e diretora do Paço das Artes)

Júri de Premiação: André Lemos (professor da UFBa, diretor do Centro Internacional de Estudos e Pesquisa em Cibercultura - Ciberpesquisa); Arlindo Machado (professor da USP e PUC-SP); Daniela Kutschat (artista, pesquisadora, professora SENAC); Dominika Szope (curadora, assistente científico de Peter Weibel, diretor do ZKM|Zentrum fur Kunst und Medientechnologie, Alemanha)
Coordenação: Daniela Bousso (curadora do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia e diretora do Paço das Artes)

Instituto Sergio Motta
11-3846-3962 / 3044-1110
www.premiosergiomotta.org.br

Realização: Instituto Sergio Motta, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado de São Paulo
Patrocínio: Telefônica, Odebrecht
Apoio: Goethe-Institut São Paulo, Imprensa Oficial, Novesete, Terra, TV Cultura, Santander Banespa, Lei de Incentivo à Cultura.

Dentre os 568 inscritos de todo o Brasil, o júri selecionou 15 trabalhos e definiu o Prêmio Líber para a teórica Lúcia Santaella e a menção honrosa dessa categoria para a professora Annateresa Fabris. Os premiados das categorias Prêmios Trabalhos Realizados e Bolsas de Fomento à Produção só serão conhecidos na festa de premiação que ocorrerá no dia 23 de novembro na Sala São Paulo.

Posted by João Domingues at 3:51 PM

Vencedores 15º Videobrasil

Vencedores 15º Videobrasil

Cao Guimarães, Concerto para Clorofila
Prêmio Estado da Arte e Prêmio Videobrasil de Residência no Gasworks

Graciela Taquini, Argentina, Lo Sublime/Banal
Prêmio Estado da Arte

Federico Lamas, Argentina, Roger
Prêmio Investigações Contemporâneas

Luiz Duva, Tríptico: Estudo para Auto-Retrato 1
Prêmio de Criação Audiovisual Le Fresnoy - França

Daniel Lisboa, O Fim do Homem Cordial
Prêmio Novos Vetores

Ali Cherri, Líbano, Un Cercle Autour du Soleiln
Prêmio FAAP de Artes Digitais

www.sescsp.org.br/sesc/videobrasil

Quase 15 mil pessoas assistiram à programação do 15º Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil, que terminou dia 25 no SESC Pompéia. Com curadoria de Solange Oliveira Farkas, foco na produção artística do circuito sul e três semanas de duração, o Festival mostrou 282 obras em vídeo, oito performances e uma intervenção urbana - realizada pela artista norte-americana Coco Fusco em frente ao Consulado Geral dos Estados Unidos. Também promoveu dez encontros com artistas, três noites de live-image, seis debates, três lançamentos e um workshop de performance coordenado por Marco Paulo Rolla e Marcos Hill, do Centro de Experimentação e Informação de Arte (MG), que resultou em uma série de 20 exercícios performáticos. O Festival contou com uma ágil estrutura de cobertura e geração de conteúdo em vídeo ao vivo e recebeu 114 convidados, entre realizadores e curadores do Brasil e do exterior.

Das 130 obras selecionadas para os três eixos da mostra competitiva Panoramas do Sul (Estado da Arte, Investigações Contemporâneas e Novos Vetores), foram premiadas seis: "Concerto para Clorofila", de Cao Guimarães, Brasil (Prêmio Estado da Arte e Prêmio Videobrasil de Residência no Gasworks); "Lo Sublime/Banal", de Graciela Taquini, Argentina (Prêmio Estado da Arte); "Roger", de Federico Lamas, Argentina (Prêmio Investigações Contemporâneas); "Tríptico: Estudo para Auto-Retrato 1", de Luiz Duva, Brasil (Prêmio de Criação Audiovisual Le Fresnoy - França); "O Fim do Homem Cordial", de Daniel Lisboa, Brasil (Prêmio Novos Vetores); e "Un Cercle Autour du Soleil", de Ali Cherri, Líbano (Prêmio FAAP de Artes Digitais).

Acesse o site do 15º Videobrasil para ver imagens da programação e do público do Festival, saber mais sobre as obras premiadas e as que receberam menções honrosas, e conhecer o conteúdo das performances e mostras retrospectivas e competitivas.

O Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil é uma realização do SESC São Paulo e da Associação Cultural Videobrasil. Os realizadores agradecem, pela parceria, à FAAP/Fundação Armando Alvares Penteado, ao Senac São Paulo, ao Gasworks, ao Le Fresnoy - Studio National Des Arts Contemporains, ao Consulado Geral da França em São Paulo, à Aliança Francesa e ao British Council; pelo apoio, ao Ministério da Cultura, à Petrobras, à ON Projeções, à Livraria da Vila e à MTV; e, pela colaboração, ao Australian Film Commission, ao Consulado Geral do México e ao Instituto Goethe, entre tantas instituições internacionais parceiras. A Associação Cultural Videobrasil agradece, ainda, a parceria e o apoio contínuos do Prince Claus Fund e da Electrica Cinema e Vídeo

15TH Videobrasil Awards six works - website features images of the festival

Nearly 15,000 people attended the 15th Videobrasil International Electronic Art Festival, which ended on September 25 at SESC Pompéia. Curated by Solange Oliveira Farkas the three-week-long Festival highlighted the southern scene artistic output and featured 282 video works, eight performances, and one urban intervention-carried out by American artist Coco Fusco in front of the Consulate General of the United States in São Paulo. The event also featured ten meetings with artists, three live-image evenings, six debates, three releases and a performance workshop coordinated by Marco Paulo Rolla and Marcos Hill from the Centro de Experimentação e Informação em Arte - Minas Gerais (Art Information and Experimentation Center), that resulted in a series of 20 performance exercises. The Festival had a dynamic coverage structure, that produced live video feeds, and received 114 guests, including artists and curators from Brazil and abroad.

Out of the 130 works selected for the Southern Panoramas competitive exhibition's three sections (State of the Art, Contemporary Investigations, and New Vectors), six videos were awarded: "Concerto para Clorofila," by Cao Guimarães, Brazil (State of the Art Award and Videobrasil Residency Award Hosted by Gasworks); "Lo Sublime/Banal," by Graciela Taquini, Argentina (State of the Art Award); "Roger," by Federico Lamas, Argentina (Contemporary Investigations Award); "Tríptico: Estudo para Auto-Retrato 1," by Luiz Duva, Brazil (Le Fresnoy Audiovisual Creation Award - France); "O Fim do Homem Cordial," by Daniel Lisboa, Brazil (New Vectors Award); and "Un Cercle Autour du Soleil," by Ali Cherri, Lebanon (FAAP Digital Arts Prize).

Access the 15th Videobrasil website to view images of the Festival programme and of the audience, to get additional information on the awarded works and those which received honorable mentions, and to check the content of the performances and screenings, both the retrospective and the competitive ones.

Videobrasil International Electronic Art Festival is promoted by SESC São Paulo and by Associação Cultural Videobrasil. The promoters would like to thank FAAP/Fundação Armando Alvares Penteado, Senac São Paulo, Gasworks, Le Fresnoy - Studio National Des Arts Contemporains, the Consulate General of France in São Paulo, Aliança Francesa, and the British Council, for their partnership; the Brazilian Ministry of Culture, Petrobras, ON Projeções, Livraria da Vila, and MTV Brasil, for their support; and the Australian Film Commission, the Consulate General of Mexico in Brazil, and the Goethe Institute, among many other international partnering institutions, for their collaboration. Associação Cultural Videobrasil would also like to thank Prince Claus Fund and Electrica Cinema e Vídeo for their ongoing partnership and support.

Posted by João Domingues at 3:49 PM

Selecionados 12º Salão da Bahia

Selecionados 12º Salão da Bahia

Antonio Claudio Carvalho / RJ / Rio de Janeiro / Pintura
Bettina Vaz Guimarães / SP / São Paulo / Desenho
Christina Meirelles / SP / São Paulo / Fotografia
Danielle Fonseca / PA / Belém / Escultura
Dora Longo Bahia / SP / São Paulo / Pintura
Edouard Fraipont / SP / São Paulo / Fotografia
Érika Fraenkel / RJ / Rio de Janeiro / Fotografia
Ding Musa / SP / São Paulo / Fotografia
Franz Manata / RJ / Rio de Janeiro / Fotografia
Gaio / BA / Salvador / / Instalação
Hugo Houayek / RJ / Niterói / Pintura
Joana Traub Czekö / RJ / Rio de Janeiro / Instalação
Jorge Fonseca / MG / Conselheiro Lafaiete / Objeto
Carlos Melo / PE / Recife / Instalação
Luiz Cláudio Campos / BA / Salvador / / Instalação
Luiz Flávio Silva / MG / Belo Horizonte / Instalação
Marcelo Moscheta / SP / Campinas / Desenho
Marcos Coga / PR / Curitiba / Instalação
Mariana Manhães / RJ / Niterói / Vídeo
Mariannita Luzzati / SP / São Paulo / Pintura
Milena Travassos / CE /Fortaleza / Instalação
Oriana Duarte / PE / Recife / Instalação
Otavio Schipper / RJ / Rio de Janeiro / Fotografia
Paula Gaitán / RJ / Rio de Janeiro / Fotografia
Paulo Pereira / BA / Salvador / / Instalação
Paulo Vivacqua / RJ / Rio de Janeiro / Instalação
Ricardo Carioba / SP / São Paulo / Fotografia
Rogério Canella / SP / São Paulo / Fotografia
Salete Goldfinger / SP / São Paulo / Instalação
Zau Pimentel / BA / Salvador / Instalação

Júri de Seleção: Fernando Cocchiarale, crítico de arte, curador do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; Franklin Pedroso, crítico de arte; Heitor Reis, diretor do Museu de Arte Moderna da Bahia; Gilberto Chateaubriand, colecionador, membro do conselho curador do MOMA - Nova Iorque, MAM-RJ, MAM-SP e MASP; Marcus Lontra, crítico de arte

Museu de Arte Moderna da Bahia
Av. Contorno s/nº, Solar do Unhão, Salvador - BA
71-329-0660 ou salao@mam.ba.gov.br
www.mam.ba.gov.br

12º Salão da Bahia: 2 de dezembro de 2005 a 20 de fevereiro de 2006

Posted by João Domingues at 11:40 AM | Comentários(6)

Programa Anual de Exposições CCSP 2006

Programa Anual de Exposições CCSP 2006

Inscrições até 11 de novembro de 2005

Centro Cultural São Paulo
Divisão de Artes Plástica
Rua Vergueiro 1000, 01504-000, Paraíso, São Paulo - SP
11-3277-3611-ramal 257 ou imprensaccsp@prefeitura.sp.gov.br
Edital e ficha de inscrição: www.centrocultural.sp.gov.br
Segunda a sexta, das 10h às 12h e das 14h às 17h
Pró-labore: R$ 1,2 mil
Quatro prêmios aquisitivos de R$ 4 mil

Veja o edital abaixo

A Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo recebe, até 11 de novembro, inscrições para o Programa de Exposições 2006, tradicional projeto da instituição que tem por objetivo proporcionar a jovens artistas a visibilidade de seus trabalhos ao grande público. Os artistas interessados deverão inscrever-se mediante o envio de portafólios e preenchimento da ficha de inscrição, disponível no Centro Cultural São Paulo ou no site www.centrocultural.sp.gov.br

Os portafólios deverão conter documentação fotográfica (suporte em papel) em cores de no mínimo cinco trabalhos recentes, devidamente identificadas com nome do artista, data, título, dimensões da obra e demais dados que se julguem necessários, além de documentação sobre a obra do artista, como catálogos, textos ou impressos em geral, não sendo este item condição obrigatória para o artista inscrever-se no programa de exposições, e Curriculum Vitae (restrito à identificação, formação artística e atividades culturais), com endereço, telefone e e-mail para contato. Os portafólios não deverão exceder o formato A3 (30cmx42cm) e não serão aceitas obras para efeito de inscrição. O material especificado deve ser endereçado a:

Os portafólios poderão ser enviados pelo correio, com ficha de inscrição preenchida, com data de postagem até 11 de novembro de 2005, ou entregues pessoalmente à Divisão de Artes Plásticas do CCSP, de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, à Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - São Paulo. Informações gerais sobre o programa de exposições poderão ser obtidas pelo telefone 3277-3611-ramal 257 e 256, ou no site www.centrocultural.sp.gov.br

Os trabalhos serão examinados e selecionados por comissão composta por três profissionais convidados da área de artes visuais e pela Diretoria da Divisão de Artes Plásticas. O critério de avaliação do júri tem em consideração a relevância da proposta do artista inscrito, no quadro da produção artística contemporânea. Os resultados serão divulgados no site do Centro Cultural São Paulo e no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, a partir de 9 de janeiro de 2006.

SOBRE O PROGRAMA DE EXPOSIÇÕES:

Os artistas selecionados participarão, inicialmente, de uma coletiva envolvendo todos os selecionados do programa 2006. Em seguida serão divididos em grupos, que realizarão exposições individuais simultâneas, no decorrer do ano de 2006. O programa de exposições poderá ser complementado com a apresentação de artistas convidados pela Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo.

No período de realização das mostras individuais, cada artista selecionado participante receberá um cachê de R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais). Desta quantia são descontados os impostos devidos. O Centro Cultural São Paulo concederá, ainda, quatro prêmios aquisitivos no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) cada, para quatro artistas selecionados do Programa de Exposições 2006. Desta quantia são descontados os impostos devidos. Será facultativo ao artista a aceitação do prêmio.

A seleção dos premiados será realizada pela diretoria da Divisão de Artes Plásticas e pelo grupo de críticos que acompanharão a produção individual dos artistas selecionados ao longo do ano de 2006. As obras adquiridas através da premiação serão incorporadas ao acervo da Pinacoteca Municipal.


EDITAL

PROGRAMA ANUAL DE EXPOSIÇÕES 2006

1. Estarão abertas, de 19 de setembro a 11 de novembro de 2005, as inscrições para o programa de exposições 2006, da Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo.

2. Os artistas interessados deverão inscrever-se mediante o envio de portafólios e
preenchimento da ficha de inscrição, disponível no Centro Cultural São Paulo ou no site
www.centrocultural.sp.gov.br

2.1 Os portafólios deverão conter:
2.1.1. Documentação fotográfica (suporte em papel) em cores de no mínimo 5 (cinco) trabalhos recentes, sendo imprescindível que cada uma das fotos seja identificada (nome do artista, data, título, dimensões da obra e demais dados que se julguem necessários).

2.1.2. Documentação sobre a obra do artista, como catálogos, textos ou impressos em geral, não sendo este item condição obrigatória para o artista inscrever-se no programa de exposições a que se refere este Regulamento.

2.1.3. Curriculum Vitae (restrito à identificação, formação artística e atividades culturais), com endereço, telefone e e-mail para contato.

2.2. Os portafólios não deverão exceder o formato A3 (30cmx42cm)

2.3. Não serão aceitas obras para efeito de inscrição.

2.4. O material especificado deve estar contido em envelope ou embalagem apropriada com o nome do artista, devendo ser dirigido a:
Divisão de Artes Plásticas
Centro Cultural São Paulo
Programa Anual de Exposições 2006
Rua Vergueiro, 1000
CEP 01504-000 São Paulo SP

2.5. Os portafólios poderão ser enviados pelo correio, com ficha de inscrição preenchida, com data de postagem até 11 de novembro de 2005, inclusive.

2.6. Os artistas que queiram inscrever-se diretamente na Divisão de Artes Plásticas, deverão se dirigir ao Centro Cultural São Paulo, de segunda a sexta-feira no horário das 14h às 17h, no endereço especificado no item 2.4.

2.7. Informações gerais sobre o programa de exposições a que se refere este Regulamento poderão ser obtidas no mesmo horário e local, pelo telefone 3277-3611-ramal 257 e 256, ou no site www.centrocultural.sp.gov.br

2.8. Os portafólios de todos os artistas inscritos, selecionados ou não, estarão à disposição dos artistas na Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo a partir de 9 de janeiro de 2006, e deverão ser retirados, impreterivelmente, até 30 de junho de 2006. Após essa data a Divisão não se responsabiliza pela guarda dos mesmos.

2.9. Caso desejar a devolução do portafólio pelo correio, anexar envelope adequado, preenchido e selado com o valor correspondente ao envio ( O Centro Cultural São Paulo não se responsabiliza por eventuais diferenças de valor do frete)

3. Os portafólios serão examinados e selecionados por comissão designada, devendo ser composta por três profissionais convidados da área de artes visuais e pela Diretoria da Divisão de Artes Plásticas.

3.1. O critério de avaliação do júri tem em consideração a relevância, da proposta do artista inscrito, no quadro da produção artística contemporânea.

4. Os resultados serão divulgados - na imprensa, no site do Centro Cultural São Paulo e no Diário Oficial da Cidade de São Paulo - a partir de 9 de janeiro de 2006.

5. Disposições gerais sobre o programa de exposições:
5.1. O programa 2006 será organizado da seguinte maneira:

5.1.1. Os artistas selecionados participarão, inicialmente, de uma coletiva envolvendo todos os selecionados do programa 2006. Em seguida serão divididos em grupos, que realizarão exposições individuais simultâneas, no decorrer do ano de 2006. O período de permanência das exposições de cada grupo será divulgado oportunamente.

5.1.2. Ficará a cargo da Divisão de Artes Plásticas a organização dos grupos, nas datas a serem estipuladas.

5.2. O programa de exposições poderá ser complementado com a apresentação de artistas convidados pela Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo

5.3. Ficará a cargo da Divisão de Artes Plásticas a decisão final sobre a distribuição do espaço entre os artistas.

5.4. O número de obras a serem expostas de cada artista não será necessariamente o mesmo nas exposições.

5.5. A entrega e a retirada das obras deverão ser efetuadas nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo.

6. Aos artistas selecionados caberão as seguintes obrigações:

6.1. Fornecer equipamentos e materiais especiais, eventualmente previstos e não disponíveis no Centro Cultural São Paulo.

6.2. Entregar e retirar as obras a serem expostas nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo.

6.3. Responsabilizar-se pelos encargos relativos à embalagem, transporte e seguro das obras a serem expostas.

6.4. Entregar fotos e material para divulgação e para a peça gráfica referente à exposição, estipulados e segundo modelo a ser fornecido pela Divisão de Artes Plásticas.

6.5. Assinar termo de compromisso com a Divisão de Artes Plásticas quando for por ela solicitado.

7. À Divisão de Artes Plásticas do Centro Cultural São Paulo caberá:

7.1. A divulgação de todas as mostras previstas no Programa de Exposições.

7.2. A produção do convite e postagem do mesmo e produção de folder para cada artista.

7.3. A montagem e desmontagem das exposições.

7.4. Prover as condições técnicas necessárias à produção das mostras a que se refere este Regulamento.

7.5. No período de realização das mostras individuais, a ser definido pela Divisão de Artes Plásticas, cada artista selecionado participante receberá um cachê de R$ 1.200,00 (um mil e duzentos reais). Desta quantia são descontados os impostos devidos.

8. O Centro Cultural São Paulo concederá quatro prêmios aquisitivos no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) cada, totalizando R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais), a serem distribuídos a quatro artistas selecionados do Programa de Exposições 2006.Desta quantia são descontados os impostos devidos.

8.1. A seleção para a premiação será feita entre os trabalhos apresentados na Coletiva do Programa de Exposições 2006 e nas mostras individuais simultâneas

8.2. A seleção dos premiados será realizada pela diretoria da Divisão de Artes Plásticas e pelo grupo de críticos que acompanharão a produção individual dos artistas selecionados ao longo do ano de 2006.

8.3. A votação deverá ser realizada após a inauguração da última mostra do ano, quando tiverem sido apresentados todos os trabalhos dos artistas.

8.4. Será facultativo ao artista a aceitação do prêmio, podendo recusá-lo se considerar o valor ou as condições impróprias para aquisição de sua obra. Nesse caso será premiado o artista suplente.

8.5. O artista premiado deverá estar de acordo com o termo de aquisição e apresentar memorial poético (conceituação) e memorial técnico - descritivo.

8.6. O Centro Cultural São Paulo terá direito de reprodução sobre as imagens das obras adquiridas, desde que em publicações culturais. Reproduções em produtos comerciais deverão ser autorizadas pelos artistas, oportunamente.

8.7. As obras adquiridas, através da premiação serão incorporadas ao acervo da Pinacoteca Municipal.

9. Os valores dos cachês aos artistas selecionados e dos prêmios aquisitivos, de que tratam os itens 7.5 e 8. será pago durante o ano de vigência do referido programa - 2006.

10. O Centro Cultural São Paulo não se responsabiliza por eventuais furtos ou danos verificados nas obras durante o período de sua permanência no Centro Cultural São Paulo.

11. Os casos omissos serão resolvidos pela Direção do Centro Cultural São Paulo, ouvida a Divisão de Artes Plásticas.

12. O ato de inscrição do artista ao programa de exposições implica em plena e expressa aceitação das normas constantes deste Regulamento.

Observação: O edital completo nos termos da lei, está publicado no Diário Oficial e disponível no site www.centrocultural.sp.gov.br.

Posted by João Domingues at 11:20 AM