Página inicial

Salões & Prêmios

 


agosto 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
dezembro 2016
novembro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
maio 2016
abril 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

maio 31, 2005

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade - Inscrições abertas

Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade

Inscrições abertas - até 17 de junho de 2005

Edital e ficha de inscrição: www.comprasnet.gov.br ou www.iphan.gov.br
Informações: 61-414.6199 /.6186 /.6176 ou codif@iphan.gov.br.

LEIA O EDITAL ABAIXO.

O Ministério da Cultura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional está lançando mais uma edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, para ações de preservação do patrimônio cultural brasileiro.

Prêmio para a preservação do patrimônio cultural brasileiro


EDITAL DE CONCURSO nº 001/2005O INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL - IPHAN, autarquia federal vinculada ao Ministério da Cultura, nos termos da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores, torna público aos interessados que receberá até o dia 17 de junho de 2005, em nível nacional, por meio de suas Superintendências Regionais, trabalhos representativos de ações preservacionistas relativas ao Patrimônio Cultural, para concorrerem ao "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade", do ano de 2005.

Os trabalhos serão encaminhados à Comissão Nacional de Avaliação, que proferirá o resultado final até o dia 30 de agosto de 2005, sendo conferida a premiação, em data e local a serem designados, mediante prévia divulgação, de acordo com o regulamento abaixo:

1. Poderão participar do concurso "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade", do ano de 2005, pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas (instituições públicas federais, estaduais e municipais, agentes sociais ou institucionais, entidades civis, empresas, instituições educativas e culturais e outros) que tenham desenvolvido ações voltadas para a preservação do patrimônio cultural brasileiro, em qualquer lugar do território nacional, tendo sido concluídas em 2004, mesmo que iniciadas em anos anteriores.

1.1. O "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade", de caráter nacional, é oferecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em reconhecimento a ações de preservação do patrimônio cultural brasileiro que, em razão da sua originalidade, vulto ou caráter exemplar, façam-se dignas de registro, divulgação e reconhecimento público.

2. Os trabalhos, representativos das ações preservacionistas, deverão ser entregues até o dia 17 de junho de 2005, em qualquer uma das Superintendências Regionais do Iphan, cujos endereços estão adiante indicados, observado o local do território onde as ações foram desenvolvidas:

a). Para as ações desenvolvidas no Amazonas e Roraima, na 1ª Superintendência Regional, Rua Boulevard Dr. Vivaldo Lima nºs 13/17, Centro, Manaus/AM, Cep 69.055-440. Telefone: (92) 633.2822, 633.1532 e fax: (92) 633.5695;

b). Para as ações desenvolvidas no Pará e Amapá, na 2ª Superintendência Regional, Avenida Governador José Malcher nº 563, Nazaré, Belém/PA, Cep 66.035-100. Telefone: (91) 3224.0699 e telefax: (91) 3224.1825;

c). Para as ações desenvolvidas no Maranhão, na 3ª Superintendência Regional, Rua do Giz nº 235, Centro, São Luís/MA, Cep 65.080-180. Telefone: (98) 231.1388 e fax: (98) 221.1119;

d). Para as ações desenvolvidas no Ceará, na 4ª Superintendência Regional, Rua Liberato Barroso nº 525 (Praça José de Alencar), Centro, Fortaleza/CE, Cep 60.030-160. Telefones: (85) 221.6360, 221.6263, 221.2180 e fax: (85) 252.2796;

e). Para as ações desenvolvidas em Pernambuco, na 5ª Superintendência Regional, Rua Benfica nº 1.150, Madalena, Recife/PE, Cep 50.720-001. Telefone: (81) 3228.3011 e fax: (81) 3228.3496;

f). Para as ações desenvolvidas no Rio de Janeiro, 6ª Superintendência Regional, Avenida Rio Branco nº 46 - 3º andar, Centro, Rio de Janeiro/RJ, Cep 20.090-002. Telefones: (21) 2203.3102, 2203.3113 e fax: (21) 2233.1209;

g). Para as ações desenvolvidas na Bahia, 7ª Superintendência Regional, Rua Visconde de Itaparica nº 08 (Casa Berquó), Barroquinha, Salvador/BA, Cep 40.020-080. Telefone: (71) 321.0133 e fax: (71) 243.9067;

h). Para as ações desenvolvidas em Sergipe, na 8ª Superintendência Regional, Travessa Baltazar de Góes nº 86 - 20º andar, Edifício do Estado de Sergipe, Aracaju/SE, Cep 49.010-000. Telefone: (79) 211.0755 e telefax: (79) 211.9943;

i). Para as ações desenvolvidas em São Paulo, na 9ª Superintendência Regional, Rua Baronesa de Itú nº 639, São Paulo/SP, Cep 01.231-001. Telefones: (11) 3826.0744, 3826.0905 e fax : (11) 3826.2517;

j). Para as ações desenvolvidas no Paraná, na 10ª Superintendência Regional, Rua José de Alencar nº 1.808, Juvevê, Curitiba/PR, Cep 80.040-070. Telefones: (41) 264.7971 e fax: (41) 362.5188;

k). Para as ações desenvolvidas em Santa Catarina, na 11ª Superintendência Regional, Rua Conselheiro Mafra nº 141 - 2º andar, Edifício da antiga Alfândega, Florianópolis/SC, Cep 88.010-100. Telefax: (48) 223.0883;

l). Para as ações desenvolvidas no Rio Grande do Sul, na 12ª Superintendência Regional, Avenida Independência nº 867, Porto Alegre/RS, Cep 90.035-076. Telefones: (51) 3311.1188, 3311.9351 e fax: (51) 3311.3853;

m). Para as ações desenvolvidas em Minas Gerais, na 13ª Superintendência Regional, Rua Bernardo Guimarães nº 2551, Santo Agostinho, Belo Horizonte/MG, Cep 30.140-082. Telefones: (31) 3335.0724, 3335.0528 e telefax: (31) 3335.0747;

n). Para as ações desenvolvidas em Goiás, Mato Grosso e Tocantins, na 14ª Superintendência Regional, Avenida 83 nº 643, Setor Sul, Goiânia/GO, Cep 74.083-020. Telefones: (62) 218.1600, 218.1660, 218.4003 e fax: (62) 218.1609;

o). Para as ações desenvolvidas no Distrito Federal, na 15ª Superintendência Regional, no SBN Quadra 2, Edifício Central Brasília, 1º andar, Brasília/DF, Cep 70040-904. Telefones: (61) 414.6152, 414.6154, 414.6158 e fax: (61) 326.4951;
p). Para as ações desenvolvidas em Rondônia e no Acre, a inscrição deve ser feita na 1ª Superintendência Regional, Rua Boulevard Dr. Vivaldo Lima nºs 13/17, Centro, Manaus/AM, Cep 69.055-440. Telefone: (92) 633.2822, 633.1532 e fax: (92) 633.5695;
q). Para as ações desenvolvidas em Alagoas, na 17ª Superintendência Regional, na Praça dos Palmares, S/N, Edifício Palmares, 11º andar, Maceió/AL, Cep 57020-380. Telefone: (82) 221.6073;
r). Para as ações desenvolvidas em Mato Grosso do Sul, na 18ª Superintendência Regional, na Avenida Noroeste, 5140, Centro, Campo Grande/MS, Cep 79002-010. Telefone: (67) 382.5921. 232.2701 e fax: (67) 382.5194;
s). Para as ações desenvolvidas no Piauí, na 19ª Superintendência Regional, na Praça Marechal Deodoro, 790, Centro, Teresina/PI, Cep 64000-160. Telefone: (86) 221.1404 e fax: (86) 221.5538;
t). Para as ações desenvolvidas na Paraíba e no Rio Grande do Norte, na 20ª Superintendência Regional, na Praça Venâncio Neiva, 68, Centro, João Pessoa/PB, Cep 58011-020. Telefone: (83) 241.2896 e fax: (83) 241.2959;
u) Para as ações desenvolvidas no Espírito Santo, na 21ª Superintendência Regional, na Avenida Paulino Miller S/N, Jucutuquara, Cidade Alta, Centro, Vitória/ES, Cep 29040-713. Telefax: (27) 3223.0606;

3. As ações preservacionistas aludidas no item 1 deverão ter relevância para a memória e a cultura nacionais, podendo abranger qualquer área de atividades patrimoniais, em toda a pluralidade de seus objetos, tais como: bens móveis e imóveis, patrimônio imaterial, acervos arquivísticos, bibliográficos, documentais, museológicos e arqueológicos, patrimônio natural, e outros.

3.1. O "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade" será atribuído a sete categorias assim discriminadas:

a) APOIO INSTITUCIONAL E FINANCEIRO - ações ou programas de suporte institucional, captação de recursos ou apoio financeiro à preservação e/ou promoção do patrimônio cultural;

b) DIVULGAÇÃO - ações ou programas que promoveram a divulgação do patrimônio cultural.

c) EDUCAÇÃO PATRIMONIAL - ações ou programas no campo da educação, voltados para a valorização da memória e do patrimônio cultural;

d) INVENTÁRIO DE ACERVOS E PESQUISA - ações ou programas de inventário, pesquisa e referência de acervos e processos culturais;

e) PRESERVAÇÃO DE BENS MÓVEIS E IMÓVEIS - ações ou programas de suporte à preservação material ou proteção legal administrativa de bens culturais móveis ou imóveis;

f) PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO NATURAL E ARQUEOLÓGICO - ações ou programas de gestão e desenvolvimento cultural em áreas consideradas patrimônio natural ou em sítios arqueológicos;

g) SALVAGUARDA DE BENS DE NATUREZA IMATERIAL - ações ou programas de identificação, pesquisa, tratamento de informações, registro etnográfico ou audiovisual ou de apoio às condições sociais de continuidade e sustentabilidade de bens culturais imateriais.

3.1.1. Cada ação só poderá ser inscrita em uma categoria.

3.1.2. Cada categoria terá apenas uma ação contemplada.

4. As ações deverão ser apresentadas em forma de dossiê, datilografado ou impresso em ambiente Word. O concorrente deve juntar elementos iconográficos, audiovisuais ou qualquer outra espécie de material ilustrativo ou produto, que possibilitem a plena caracterização da atividade, tais como desenhos, fotografias, slides, mapas, cartazes, folhetos, revistas, livros, fitas cassete e de vídeo, CD ROMs, CDs etc.

4.1. É obrigatória a apresentação de um resumo da ação, de no máximo duas laudas de 30 linhas, com o objetivo de facilitar a divulgação das ações junto à imprensa.

4.2. As ações serão pré-selecionadas por Comissão Regional, constituída no âmbito de cada uma das Superintendências Regionais do Iphan, composta por, no mínimo, 04 (quatro) representantes de instituições ligadas à preservação do patrimônio cultural da região e por um presidente, que será sempre o Superintendente Regional, responsável pela nomeação da Comissão.

4.2.1. Fica vedada a participação na Comissão Regional de funcionários do Iphan, inclusive aqueles cedidos a outras instituições, integrantes do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, bem como de ex-diretores do Iphan.

4.2.2. Deverá ser pré-selecionada apenas uma ação por categoria. O total de ações pré-selecionadas deve ser de no máximo sete, não podendo uma categoria contemplar mais de uma ação.

4.2.3. Fica vedada à Comissão Regional alterar a categoria na qual o concorrente se inscreveu.

4.2.4. As ações pré-selecionadas serão remetidas pelas Comissões Regionais à Coordenação-Geral de Promoção do Patrimônio Cultural do Iphan até o dia 08 de julho de 2005, que as encaminhará à Comissão Nacional de Avaliação até o dia 25 de julho de 2005.

4.2.5. As ações pré-selecionadas deverão ser encaminhadas pela Superintendência Regional, por intermédio de memorando, acompanhado de ata da reunião de pré-seleção, assinada por todos os componentes da Comissão Regional. Acompanhará, também, parecer da Comissão Regional justificando a pré-seleção das ações.

5. A Comissão Nacional de Avaliação será constituída "ad hoc" pelo Presidente do Iphan e será composta por representantes de instituições do Governo Federal e de outras ligadas à preservação do patrimônio cultural.

5.1. Fica vedada a participação na Comissão Nacional de funcionários do Iphan, inclusive aqueles cedidos a outras instituições, integrantes do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, bem como de ex-diretores do Iphan.

5.2. Recebidos os trabalhos, a Comissão Nacional de Avaliação apreciará as ações e emitirá parecer conclusivo sobre cada uma, indicando, ao final, uma vencedora por categoria.

5.3. Fica vedada à Comissão Nacional de Avaliação alterar a categoria na qual o concorrente se inscreveu.

5.4. O resultado final do concurso será proferido, no máximo, até o dia 31 de agosto de 2005, sendo o prêmio entregue aos vencedores de cada categoria, em sessão pública que se realizará em data e local a serem designados com prévia e ampla divulgação.

6. O "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade", que será atribuído a uma única ação representativa por categoria, é constituído de um troféu, um certificado e R$ 10.000,00 (dez mil reais), que serão depositados por meio de ordem bancária, na conta do vencedor.

6.1. Admite-se a hipótese de haver categoria sem vencedor, não sendo permitido o empate.

7. É vedada a participação no concurso de ações realizadas pelo Iphan em decorrência de seus próprios programas de trabalho.

7.1. Admite-se a participação de ações realizadas por instituições ou pessoas que tenham contado com o apoio expresso do Iphan, desde que o Instituto seja apenas um parceiro, e não tenha responsabilidade direta pela ação.

7.2. É vedada a participação no concurso de trabalhos realizados ou executados por servidores do quadro de pessoal ou cedidos ao Iphan, ou ainda personalidades que integram conselhos ou colegiados vinculados ao Iphan, cônjuges, ascendentes, descendentes ou colaterais.

7.2.1. É vedada, também, a participação no concurso de ações apresentadas por instituições cujos dirigentes integram conselhos ou colegiados vinculados ao Iphan.

8. As ações ou programas que tenham sido selecionados pelas Comissões Regionais, porém não premiadas pela Comissão Nacional de Avaliação, receberão um "Certificado de Participação" expedido pelo Iphan.

9. As ações vencedoras do "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade" poderão ser, total ou parcialmente, indicadas, citadas, descritas, transcritas ou utilizadas pelo Iphan em trabalhos, publicações (internas ou externas, passíveis ou não de comercialização), cartazes ou quaisquer outros meios de promoção e divulgação do patrimônio cultural, inclusive por meio da mídia, mediante a inclusão do respectivo crédito, sem que caiba ao autor da ação direito à percepção de qualquer valor, inclusive a título de direitos autorais.

9.1. As ações vencedoras serão incorporadas à Biblioteca Aloisio Magalhães, do Iphan, em Brasília.

9.2. Qualquer referência expressa às ações agraciadas com o "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade", por parte de seus autores, deverá indicar o seguinte: "Ação vencedora do "Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade", ano 2005, do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional - Iphan.

10. As dúvidas que surgirem na interpretação das disposições contidas neste edital ou ainda quanto à apresentação dos trabalhos representativos das ações preservacionistas, serão resolvidas e esclarecidas pela Coordenação-Geral de Promoção do Patrimônio Cultural do Iphan, que atende no SBN, Quadra 02, Bloco F, 2º andar, Edifício Central Brasília, na cidade de Brasília/DF, telefones (61) 414.6176, 414.6190, 414.6186 e 414.6199 - fax: (61) 414.6126 e 414.6198, de segunda a sexta feira, das 9:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 18:00 horas.

11. A cópia integral do presente edital pode ser obtida nas páginas na Internet: www.comprasnet.gov.br e www.iphan.gov.br, na Coordenação-Geral de Promoção do Patrimônio Cultural do Iphan e nas Superintendências Regionais, cujos endereços estão indicados no item 2.

Brasília, 12 de Abril de 2005.

Antonio Augusto Arantes Neto
Presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan

Posted by João Domingues at 4:37 PM | Comentários(1)

V::I::D::E Mostra de Vídeos - inscrições abertas

V::I::D::E Mostra de Vídeos

5 a 21 de agosto de 2005, Parque Lage, Rio de Janeiro

Inscrições até 31 junho de 2005

VER Arte Viva Encontro do Rio
Rua Visconde de Albuquerque 415 / S-104, Leblon, 22450-001, Rio de Janeiro, RJ
Informações: 21-9733-9267 (Domingos) ou ver2005@uol.com.br

Realizadores do V::E::R: Domingos Guimaraens (Poeta e performer, Grupo UM - RJ), Nadam Guerra (Artista visual, performer e escritor, Grupo UM - RJ), Marcela Levi (Bailarina e criadora de dança contemporânea, Coletivo Contágio - RJ), Alex Cassal (Historiador e performer, REDE-Arte em Colaboração - RJ), Daniela Labra (Pesquisadora e curadora independente, Agência de Arte Viva - SP)


De 5 a 21 de agosto de 2005 ocorrerá no Parque Lage, Rio de Janeiro, o V::E::R Arte Viva :: Encontro do Rio, reunindo performances, ações, apresentações, intervenções, debates, proposições e workshops. Arte Viva, derivado do Live Art inglês, é aqui utilizado para designar obras e artistas que já não se encaixam propriamente dentro das fronteiras de artes visuais ou dança ou teatro ou cinema ou música. V::E::R Arte Viva :: Encontro do Rio é um evento que pretende instigar o público e abrir espaço para estas formas híbridas de arte, além de promover o encontro criativo e questionador entre os profissionais envolvidos.

O evento contará com a V::I::D::E Mostra de Vídeos, enfocando trabalhos de Arte Viva do Brasil e também internacionais. O vídeo tem cerca de 50 anos de existência e já acumula uma gama infindável de experimentação. Quando se pensa na Arte Viva como espaço de integração das artes, o vídeo é uma mídia recorrente.

A V::I::D::E Mostra de Vídeos busca ampliar em sua programação a participação de artistas diversos, que utilizam o vídeo como ferramenta de realização ou via de divulgação de suas pesquisas performáticas.

A mostra se divide em duas categorias:

Registro de Performance e Videoperformance

A seleção de trabalhos para participar da V::I::D::E Mostra de Vídeos se dará através deste EDITAL.

BASES DE PARTICIPAÇÃO

a) Poderão participar da V::I::D::E Mostra de Vídeos obras realizadas em qualquer suporte audiovisual, com resultado final em VHS (NTSC) ou DVD.

b) O prazo de inscrições se estende até 31 junho de 2005 (data da postagem).

c) Serão selecionados trabalhos que se incluam nas seguintes categorias:

1. Registro de Performance: trabalhos resultantes do registro em vídeo de ação artística efêmera ou performática.

2. Vídeoperformance: trabalhos criados especialmente para o suporte audiovisual.

Para inscrever-se é necessário o seguinte material:

- Fita VHS ou DVD com o trabalho;

- Ficha de inscrição preenchida

Observações Importantes:

A Produção não se responsabiliza pelo extravio do material ou danos ocorridos ao mesmo durante a remessa;

O material enviado não será devolvido ao remetente podendo ser integrado ao acervo de vídeo Visor, gerenciado e mantido pelo Grupo UM (RJ) caso o autor esteja de acordo.

O material deve ser enviado para:

VER Arte Viva Encontro do Rio
A/C Domingos Guimaraens
Rua Visconde de Albuquerque 415 / S-104
Leblon, Rio de Janeiro, RJ
CEP 22450-001

Para maiores informações: 55 21 97339267 (Domingos)
E-mail ver2005@uol.com.br

Realizadores do V::E::R
Domingos Guimaraens (Poeta e performer, Grupo UM - RJ)
Nadam Guerra (Artista visual, performer e escritor, Grupo UM - RJ)
Marcela Levi (Bailarina e criadora de dança contemporânea, Coletivo Contágio - RJ)
Alex Cassal (Historiador e performer, REDE-Arte em Colaboração - RJ)
Daniela Labra (Pesquisadora e curadora independente, Agência de Arte Viva - SP)

V::I::D::E MOSTRA DE VÍDEO - FICHA DE INSCRIÇÃO

TÍTULO:

ARTISTA/ REALIZADOR:

ANO DE PRODUÇÃO:

DURAÇÃO:

CATEGORIA: ( ) Registro de Performance ( ) Vídeoperformance

SINOPSE:

FICHA TÉCNICA:

RESPONSÁVEL:

ENDEREÇO:

TELEFONE / FAX/ CELULAR:

E-MAIL:

WEB:

FAVOR MARCAR UMA DAS OPÇÕES ABAIXO:

[ ] Aceito doar meu vídeo para integrar o acervo da videoteca VISOR

[ ] Não aceito doar meu vídeo e me responsabilizarei por sua devolução

Posted by Patricia Canetti at 9:08 AM

maio 29, 2005

6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia - inscrições abertas

6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia

Inscrições abertas - 30 de maio a 15 de julho de 2005

Regulamento e ficha de inscrição: www.premiosergiomotta.org.br
Informações: 11-3846-3962 / 3862 ou info@premiosergiomotta.org.br

Realização: Instituto Sergio Motta, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado de São Paulo
Patrocínio: Telefonica, Odebrecht / Apoio: Goethe-Institut São Paulo, Imprensa Oficial, Novesete, Terra, TV Cultura, Santander Banespa, Lei de Incentivo à Cultura

LEIA O REGULAMENTO ABAIXO.

As inscrições para a 6ª edição do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia estão abertas de 30 de maio a 15 de julho de 2005. O regulamento e a ficha de inscrição encontram-se disponíveis no website www.premiosergiomotta.org.br. A inscrição é gratuita e aberta aos criadores, pesquisadores e estudantes brasileiros.

Criado em 2000, o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia visa estimular a produção artística e teórica de excelência cujo universo poético se caracteriza pela experimentação nos sistemas e meios eletrônicos e digitais, em diferentes áreas: artes visuais, música, dança, performance, literatura, artes interativas, arte e ciência, pesquisa e curadoria. Hoje o Prêmio é referência para as novas mídias no Brasil, contando com grande credibilidade no meio artístico-cultural.

Esta 6a edição traz algumas mudanças. O valor dos prêmios foi aumentado e serão distribuídos R$ 190.000,00, entre Prêmios Trabalhos Realizados (produzidos entre maio de 2003 e maio de 2005), Bolsas de Fomento à Produção (projetos inéditos) e o novo Prêmio Líber (sabático, para profissionais de atuação reconhecida). Serão ainda distribuídas dez Menções Honrosas.

Neste ano, o Prêmio também se transforma em bienal, possibilitando a extensão do período de desenvolvimento dos projetos (nove meses), além de ampliar a promoção de ações de difusão, como fórum de debates e exposições, estimulando a produção artística eletrônica e digital no Brasil.

REGULAMENTO | 6o PRÊMIO SERGIO MOTTA DE ARTE E TECNOLOGIA

I. Objetivo
O Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia estimula a produção artística e teórica de excelência que opera na interface entre arte e novas tecnologias. É um prêmio que apóia o criador cujo universo poético se caracteriza pela experimentação em sistemas e meios eletrônicos e digitais. Nesse sentido, fomenta e promove a produção artística e teórica experimental, que abrange a complexidade da cultura contemporânea, advinda das novas dimensões da sociedade da informação e do contexto de conectividade da cultura.

II. Da abrangência e pertinência do Prêmio
No total, serão concedidos R$ 190.000,00 (cento e noventa mil reais), distribuídos em sete prêmios: dois Prêmios Trabalhos Realizados, quatro Bolsas Fomento à Produção e um Prêmio Líber. Serão conferidas, ainda, dez menções honrosas.
. Todos os prêmios serão concedidos mediante inscrição e seleção por uma comissão de seleção designada pela organização do Prêmio.
. Para concorrer ao Prêmio Trabalhos Realizados as obras inscritas não necessitam ser inéditas. Será levado em conta o período em que foram produzidas - maio de 2003 a maio de 2005 -, bem como sua pertinência frente à arte contemporânea.
. Para concorrer à Bolsa Fomento à Produção, os projetos inscritos deverão ser inéditos. No caso de projetos já premiados anteriormente que são "work in progress", solicita-se explicitar a continuidade e diferenciação da etapa proposta em relação à(s) anterior(es).
. Será vedada a participação de projetos ou trabalhos que já tenham sido premiados anteriormente.
. O prêmio é de caráter artístico e cultural. Não será levada em conta a produção publicitária.

III. Premiação
a) Prêmios Trabalhos Realizados
Serão conferidos dois prêmios no valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) cada um, para trabalhos artísticos ou teóricos de excelência, realizados no período de maio de 2003 a maio de 2005.

b) Bolsas Fomento à Produção
Serão conferidas quatro bolsas, no valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) cada uma, para projetos artísticos ou teóricos cujo orçamento seja compatível com o valor em questão. As bolsas serão pagas em três parcelas, após assinatura de instrumento contratual competente e mediante acompanhamento e diálogo com artistas e críticos e após cumprimento do cronograma e entrega de relatórios, submetidos à aprovação da organização do Prêmio. Os projetos deverão ser desenvolvidos no período de janeiro a setembro de 2006.

c) Prêmio Líber
Será conferido um prêmio no valor de R$ 30.000,00 a artistas, pesquisadores e intelectuais que, mediante inscrição, apresentarem cinco trabalhos de relevância já realizados. O Prêmio contemplará profissionais com sólida trajetória nas áreas de abrangência do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia. Tomando como referência as licenças sabáticas, o prêmio é de caráter lúdico, ou seja, sua concessão não se vincula à apresentação de relatórios, trabalhos ou obras por parte do contemplado. Solicita-se apenas um relato formatado a critério do contemplado, ao final do ano de abrangência do Prêmio (setembro de 2006), que traga um retorno da experiência.

d) Menções Honrosas
Será conferido o valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) a dez artistas selecionados, por reconhecimento do mérito e estímulo à participação.

IV) Condições de Participação
a) Cada autor ou grupo de autores poderá concorrer apenas com uma obra ou projeto a ser desenvolvido.
b) Serão selecionados trabalhos de artistas, pesquisadores, produtores e curadores brasileiros que comprovem residência no Brasil ou residência transitória no exterior (até cinco anos), por motivo de trabalho temporário, estudos ou pesquisas.
c) Não poderão participar membros e familiares da comissão organizadora e da comissão de seleção, funcionários da Secretaria de Estado da Cultura, do Instituto Sergio Motta ou de empresas patrocinadoras.
d) Não poderão participar artistas contemplados com o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia em até três edições anteriores a do presente concurso.
e) A seleção dos trabalhos será feita por uma comissão de seleção, designada pela organização do Prêmio, constituída por até cinco titulares brasileiros e estrangeiros: críticos, artistas, dirigentes culturais e especialistas nas áreas abrangidas pelo Prêmio. Os trabalhos da comissão de seleção ocorrerão em duas etapas:
- 1a etapa: indicação dos 16 selecionados (prevista para segunda quinzena de julho);
- 2a etapa: indicação dos premiados (prevista para segunda quinzena de agosto).
f) A critério da comissão de seleção, detalhamentos da obra ou projetos poderão ser solicitados aos selecionados, como subsídios para a segunda etapa da comissão de seleção, em que serão indicados os premiados. A partir da data da solicitação - prevista para a segunda quinzena de julho de 2005 -, o artista terá dez dias corridos para enviar para o Instituto Sergio Motta, por email ou correio, as informações solicitadas.
g) Ao inscrever sua obra no 6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia, o artista concordará automaticamente com todos os termos deste Regulamento e aceita a ceder a obra inscrita para exposição e/ou exibição ao público, em eventos vinculados ao Prêmio, bem como autoriza, sem ônus para a organização, os direitos para utilização de reprodução de imagens de obras ou trechos de fonogramas (estes até 30" cada) para fins de divulgação e publicação do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia, em quaisquer suportes materiais, dinâmicos ou estáticos, sem quaisquer limitações, tais como quanto à tempo, território, meios e formas de divulgação.
h) O artista que vier a ser premiado concorda em incluir, na divulgação de sua obra créditos de premiação no Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia. Todas as obras premiadas devem incluir as logomarcas do Instituto Sergio Motta e Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia. No caso dos prêmios viabilizados por convênio com o Ministério da Cultura, também deverá ser incluída a logomarca desse Ministério.

V. Áreas de Participação
a) Artes Visuais
Serão considerados trabalhos que realizam interfaces com sistemas e meios eletrônicos ou digitais: instalação, vídeo, DVD, vídeo-instalação, fotografia, holografia, painéis eletrônicos, dispositivos móveis, animação, efeitos e simulações computacionais.

b) Música
Serão consideradas composições ou "remix" eletroacústicos, eruditos, populares ou experimentais e instalações sonoras, que realizem ou operem nas interfaces com os meios eletrônicos ou digitais.

c) Dança e Performance
Serão considerados trabalhos em que a linguagem configure a interface com o meio eletrônico ou digital: vídeo-dança, vídeo-performance, dança digital e performances ao vivo de DJs e VJs. Vídeos que são registros de dança ou performances não serão considerados.

d) Literatura, Ciberliteratura, Poesia Visual e Sonora
Serão consideradas as obras em que a linguagem configure a interface com o meio eletrônico ou digital, introduzindo novos repertórios e procedimentos de produção, apresentação e recepção.

e) Artes Interativas
Serão considerados trabalhos como: CD-Rom, DVD-Rom, ambientes imersivos e interativos, simulação computacional, Internet fixa e móvel, Net e Web-Art (games, wireless, comunidades virtuais, grupos de discussão e ativismo). No caso de computação móvel o artista deverá negociar a utilização de provedores na Internet e operadoras de telefonia celular. Serão levados em conta trabalhos ou ações voltadas ao campo da arte.

f) Arte e Ciências
Serão considerados trabalhos que lidem com vida artificial, arte transgênica, bio-arte, robótica, sistemas de visualização e nanoarte.

g) Pesquisa
Serão consideradas pesquisas que contemplem os seguintes aspectos:
- Prática: criação de interfaces, softwares, hardwares, dispositivos, efeitos e simulações computacionais, efeitos especiais e outras tecnologias digitais ou não, cuja aplicação esteja voltada a finalidades artísticas. Não serão levadas em conta pesquisas acadêmicas ou teses.
- Conceitual: que se refira às modalidades contempladas nesse regulamento.

h) Curadoria
Serão levados em conta projetos de curadoria ou curadorias já realizadas que contemplem as modalidades de participação descritas nesse regulamento.

VI. Inscrições
As inscrições deverão ser realizadas a partir de 30 de maio até o dia 15 de julho de 2005,
pela Internet, a partir do site: www.premiosergiomotta.org.br

A ficha de inscrição deve ser preenchida no site e o material deverá ser encaminhado, a seguir, exclusivamente por correio, dirigido ao:
Instituto Sergio Motta
a/c Comissão de Organização do
6o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia
R. Quatá, 807 - São Paulo-SP
CEP 04546-044
A data limite das inscrições é 15 de julho de 2005, para o envio do material, valerá a data do carimbo do correio.

VII. Documentos e formato dos trabalhos e projetos para seleção
O proponente deverá preencher a ficha de inscrição no site do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia - www.premiosergiomotta.org.br. Automaticamente após o preenchimento da ficha, será fornecido um número de inscrição. O proponente deverá enviar ao Instituto Sergio Motta, exclusivamente por correio, duas cópias impressas dos seguintes materiais, devidamente identificados (com o nome do responsável e número da inscrição indicados em todos os materiais) e acondicionados:
. Ficha de inscrição e Regulamento assinados
. Curriculum Vitae: verbete biográfico (até 700 caracteres) com dados completos para contato e memorial de carreira (até 2800 caracteres).
. Memorial Descritivo: que explicite os objetivos e características do trabalho/projeto proposto (até 7000 caracteres). Solicita-se também incluir a indicação dos equipamentos necessários para a compreensão da obra ou projeto apresentado: como montá-los, em que programa e/ou suportes devem ser abertos, suas dimensões etc.
. Apresentação dos Trabalhos: embora a estrutura temporal das obras possa ocorrer em tempo ilimitado, para efeito de apresentação ao júri, todos os trabalhos off-line (vídeos, dança, cd-rom etc.) deverão ser editados a critério do artista de modo que a sua duração não exceda 15 minutos. Isso se aplica igualmente, tanto às obras propriamente ditas, quanto àquelas que por suas características só podem ser apresentadas como registros, em vídeo, CD e DVD. Os trabalhos on-line poderão ser acessados a partir da URL especificada. A URL deve estar acessível durante o período da seleção das obras, entre os meses de julho e agosto de 2005.

Artes Visuais
. Instalação, dispositivos móveis, vídeos, animações, efeitos e simulações computacionais - duas cópias em VHS, CD ou DVD. Trabalhos que necessitarem de transcodificação serão sumariamente eliminados. A duração dos vídeos não poderá ultrapassar 15 minutos.
. Imagens fotográficas e holográficas eletrônicas ou digitais deverão ser enviadas em número não excedente a cinco. No caso de impressão sobre papel, solicita-se envio no formato aproximado de 24 x 30 cm. No caso de matrizes digitais, solicita-se envio em CD com especificação de programa a ser utilizado para correta visualização.
. Animações para painel eletrônico e dispositivos móveis - solicita-se envio em CD explicitando o programa a ser aberto em computador. As imagens deverão se limitar ao formato de até 15 frames ou "quadros" por segundo.

Artes interativas
Solicita-se envio das obras ou maquetes e material experimental em CD ou DVD. Caso suas características não permitam, solicita-se a especificação da URL. Em caso de obras para internet móvel ou celulares, solicita-se que o artista indique o sistema operacional e o equipamento a ser utilizado. Caberá ao artista negociar a utilização de provedores de internet e operadoras de telefonia celular móvel.
Os computadores a serem utilizados deverão ser os de praxe encontrados no mercado nacional de eletrônicos (PC ou MAC). O sistema operacional deverá ser especificado.
. Internet - Web-Art ou Net-Art, os trabalhos deverão ser entregues na mídia proposta pelo artista com indicações corretas dos programas em que poderão ser abertos. O tempo de duração dos trabalhos não poderá ultrapassar 15 (quinze) minutos.

Literatura, Ciberliteratura, Poesia Visual e Sonora
Solicita-se o envio de duas cópias do texto ou poema sonoro em mídia eletrônica: CD, vídeo ou DVD. Especificar programa e equipamento. A apresentação inclui ainda duas cópias impressas dos textos ou poemas.

Arte e Ciências
Solicita-se registros em saídas digitais ou documentação fotográfica adequada à compreensão da obra. Especificar programas, equipamento ou URL.

Música
Dois CDs do trabalho inscrito com duração máxima de 15 minutos.

Dança e Performance
Duas cópias de vídeos em VHS, CD ou DVD com até 15 minutos de duração.

Pesquisa
Solicita-se apresentação de pré-projeto de até 7000 caracteres, mais material visual correspondente, se houver. Apresentação em PC ou MAC. A apresentação inclui ainda duas cópias impressas dos textos.

Curadoria
No caso de projetos, solicita-se a apresentação de um projeto contendo a idéia central, a conceituação, a listagem de artistas e obras e a bibliografia básica de 10 a 20 títulos, tudo em até 7000 caracteres. É também necessária a inclusão de cartas de intenção de participação no projeto em questão, da instituição que irá abriga-lo e dos artistas participantes.
No caso de curadorias já realizadas, solicita-se apresentação do memorial descritivo (até 7000 caracteres) mais material visual correspondente, se houver. Apresentação em PC ou MAC. A apresentação inclui ainda duas cópias impressas dos textos.

VIII. Da divulgação
. A comissão de seleção selecionará até 16 trabalhos e projetos dentre os quais escolherá os seis premiados nas categorias Prêmio Trabalhos Realizados e Bolsa Fomento à Produção. Também escolherá o premiado na categoria Líber. Os nomes dos 16 selecionados serão divulgados após o término da 1a etapa dos trabalhos da comissão. O nome do premiado na categoria Líber será divulgado após o término da 2a etapa dos trabalhos da comissão.
. Os demais premiados serão conhecidos somente na cerimônia de premiação em novembro de 2005. Os trabalhos e projetos que forem selecionados poderão ser reproduzidos para divulgação a critério da comissão de organização.
. Os trabalhos selecionados e premiados serão reproduzidos para divulgação, nos veículos da imprensa, no website e no catálogo do 6º Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia.

IX. Retirada dos Trabalhos
Os trabalhos encaminhados para a seleção poderão ser retirados no Instituto Sergio Motta, à Rua Quatá 807 - São Paulo-SP, a partir de 5 de dezembro até, impreterivelmente, 17 de fevereiro de 2006.
O envio de devolução poderá também ser feito através de Sedex a cobrar para os inscritos de outras cidades e estados.
Após essa data o Instituto Sergio Motta não mais se responsabilizará pela guarda dos mesmos.
A critério do Instituto Sergio Motta, os materiais remanescentes não retirados pelos artistas, relativos aos trabalhos realizados, poderão ser destruídos ou doados a bibliotecas de instituições de ensino ou culturais para consulta no local, para retirada por usuários cadastrados ou através da disponibilização online na internet ou redes de computadores locais.

X. Resultados da premiação
O resultado será homologado pela comissão de organização.

XI. Questões Autorais
Os artistas participantes deverão obter autorização para utilizar, dentro da abrangência prevista neste regulamento, quaisquer obras intelectuais e artísticas de terceiros que eventualmente estejam incluídas ou adaptadas, de qualquer forma, em suas criações. O artista selecionado colocará à disposição da comissão organizadora do Prêmio a qual poderá solicitar as referidas autorizações a qualquer tempo. A não apresentação da documentação dentro do prazo solicitado poderá acarretar na desclassificação do candidato. Em caso de reclamações de terceiros a este título o artista ficará responsável civil e criminalmente, isentando os organizadores e demais empresas vinculadas ao Prêmio de qualquer responsabilidade a respeito.

XII. Disposições administrativas
. É imprescindível o envio da Ficha de Inscrição e Regulamento assinados. Também caberá aos inscritos enviar à produção do prêmio o material do projeto ou trabalho, no número de cópias solicitado, além do currículo e memorial descritivo, dentro dos prazos estabelecidos. Sem o recebimento da documentação completa e assinada, a inscrição não será válida.
. Os artistas, pesquisadores e intelectuais cujos trabalhos forem premiados deverão firmar instrumento contratual competente (cuja minuta se encontra disponível no Instituto Sergio Motta), com a organização do evento, no prazo de 20 dias após recebimento de comunicação. Os procedimentos administrativos para o pagamento serão efetuados após a assinatura do contrato.
. Os casos omissos serão resolvidos pela comissão de seleção e organização.
. A participação neste prêmio implica na total e absoluta concordância com os termos deste edital. O interessado poderá recorrer contra ilegalidade ou irregularidades flagrantes deste edital, em cinco dias úteis, a contar da divulgação dos resultados na imprensa, através de petição fundamentada, com indicação precisa dos fatos e fundamentos jurídicos que justifiquem a reforma da decisão administrativa. Os recursos interpostos serão encaminhados ao Instituto Sergio Motta.
. Os esclarecimentos referentes ao prêmio serão prestados pela comissão de organização do Instituto Sergio Motta, pelo telefone (11) 3846-3862 / (11) 3846-3962, das 10 às 17 horas, de segunda a sexta-feira ou pelo e-mail info@premiosergiomotta.org.br

Local e data | ______________________________________________
Nome | ___________________________________________________
Assinatura | _______________________________________________

Posted by Patricia Canetti at 8:49 PM

maio 22, 2005

Sérgio Porto 2005 - Ata final da Comissão de Seleção

Segue a divulgação da Ata com o resultado original da seleção de projetos, que foi divulgada pelo Canal Contemporâneo. O resultado dessa ata foi suprimido pelo novo curador do Espaço Cultural Sérgio Porto, Luis Cancel, para dar lugar a sua própria escolha.

No resultado original, 49 artistas foram escolhidos dos 190 que enviaram projetos. No resultado oficialmente divulgado pela Rioarte, que também está publicado nesse blog, apenas 13 foram contemplados.


Ata final das reuniões da Comissão de Seleção de projetos para o Espaço Cultural Sergio Porto


A Comissão de Seleção de projetos de exposição para o Espaço Cultural Sergio Porto, formada por Anna Bella Geiger, Claudia Saldanha e Fernando Cocchiarale, reunida nos dias 21 de dezembro de 2004 e 4 de janeiro de 2005, na sede do Instituto Municipal de Arte e Cultura - Rioarte, analisou 190 projetos encaminhados e selecionou os seguintes artistas distribuídos na programação de exposições abaixo, para o ano de 2005:

Exposição 1. Alexandre Monteiro, Leonardo Videla, Marcelo Moscheta, Ana Paula Oliveira, Cesar Fujimoto, Shirley Paes Leme;

Exposição 2. Leonor Antunes, Hugo Houayek, Rafael Alonso, Betina Guimarães, Maria Lynch;

Exposição 3. Isabel Lofgren, Albano Afonso, Regina de Paula, Matheus Rocha Pitta, Chico Fernandes, Marga Puntel;

Exposição 4. Isaque Pinheiro, Frederico Ferreira, Pedro Mourão, Ricardo Pistola, Daniel Pires, Pascal Ferreira, Rute Rosas, Margarida Mestre;

Exposição 5. Malu Fatorelli, Ana Holck, Nena Balthar, Cristina de Pádula, Amália Giancomini;

Exposição 6. Danielas Mattos, Maria Cristaldi, Mauro Espíndola, Paula Gaitán, Ana Braga, César Mogliorin;

Exposição 7. Raquel Stolf, Denise Gadelha, Bruno Vieira, Vitor César;

Exposição 8. Alex Hamburguer, Michel Groisman, Bernardo Damasceno, Julia Cseko, Ana Lana, Rosana Ricaldi;

Exposição 9. Julio Rodrigues, Lau Caminha, Mariana Manhães.


Rio de Janeiro, 4 de janeiro de 2005


Anna Bella Geiger

Fernando Cocchiarale

Claudia Saldanha

Posted by Patricia Canetti at 5:19 PM | Comentários(1)

maio 21, 2005

MARP - Programa Exposições 2005 - selecionados

MARP - Programa Exposições 2005 - selecionados

Comissão de Seleção
Albano Afonso (Artista Plástico e Professor), Fernando Oliva (Jornalista e Crítico de Arte) e Nilton Campos (Coordenador de AV da Cultura de Ribeirão Preto e Coordenador do MARP)

Selecionados
Adriana Palma Franco do Amaral (Ribeirão Preto-SP)
Alessandra Cestac (São Paulo-SP)
Aline Essenburg (Florianópolis-SC)
Ana Almeida (Campinas-SP)
Ana Biondo (São Paulo-SP)
Ana Elisa Dias Baptista (São Paulo-SP)
Ana Procopiak (Curitiba-PR)
Antonio Pinheiro (Rio de Janeiro-RJ))
Bárbara Rodrigues (Recife-PE)
Benjamin Abras (Belo Horizonte-MG)
Carlos Camargo (São Paulo-SP)
Célia Soares (Ribeirão Preto-SP)
Chico Penteado (São Paulo-SP)
Claudia Paim (Porto Alegre-RS)
Dália Rosenthal (São Paulo-SP)
Del Pilar Sallum (Campinas-SP)
Denilson Rugsvann (Belo Horizonte-MG)
Fabrício Lopez (São Paulo-SP)
Felipe Cama (São Paulo-SP)
Fernanda Assumpção (São Paulo-SP)
Fernanda Figueiredo (São Paulo-SP)
Fernando Brejão Feliciano (Americana-SP)
Francisco Nather (Ribeirão Preto-SP)
Francisco Zelesnikar (São Paulo-SP)
Giorgia Mesquita (Florianópolis-SC)
Gisela Gari (São Paulo-SP)
Isabela Goulart (Belo Horizonte-MG)
Ithamar Vugman (Ribeirão Preto-SP)
Joana França (Brasília-DF)
Juliana Cassab (Ribeirão Preto-SP)
Lissandra Carvalho (Belo Horizonte-MG)
Luciana Menz (Rio de Janeiro-RJ))
Madu Almeida (São Paulo-SP)
Marcela Rangel (São Paulo-SP)
Marcelo Catalan (São José dos Campos-SP)
Marcio Fonseca (Rio de Janeiro-RJ)
Marcos Palmeira (Belo Horizonte-MG)
Maria Antonia Brigato (Ribeirão Preto-SP)
Mariah Guazzelli (Ribeirão Preto-SP)
Markantonio Bulgarelli (Presidente Prudente-SP)
Milena Travassos (Fortaleza-CE)
Neusa Dagani (Rio de Janeiro-RJ)
Osvaldo Carvalho (Niterói-RJ)
Paulo Mendes (Petrópolis-RJ)
Quico Soares (Ribeirão Preto-SP)
Rick Castro (São Paulo-SP)
Rodrigo Athie (Rio de Janeiro-RJ)
Rogério Nagaoka (São Paulo-SP)
Sarah (Ribeirão Preto-SP)
Sebastião Miguel (Belo Horizonte-MG)
Sergio Bonilha (São Paulo-SP)
Simone Cruz (Jaboatão-PE)
Sonia Guggisberg (São Paulo-SP)
Sonia Meilman (Rio de Janeiro-RJ)
Thamara Rossi (São Paulo-SP)
Willy Reuter (Rio de Janeiro-RJ)
Wilson César (Belo Horizonte-MG)

MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
Rua Barão do Amazonas 323, Ribeirão Preto - SP
16-635 2421 ou marp@cultura.pmrp.com.br
www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br
Terça a sexta-feira, 9-12h e 14-18h

Apoio: AAMARP - Associação de Amigos do MARP

Posted by Patricia Canetti at 12:58 PM

maio 5, 2005

Prog:ME - Programa de Mídia Eletrônica - inscrições abertas

Prog:ME
Programa de Mídia Eletrônica

10 prêmios de R$ 3 mil cada, sendo cinco destinados a artistas nacionais e cinco para estrangeiros

19 de julho a 18 de setembro de 2005

Inscrições até até 15 de junho de 2005

Centro Cultural Telemar
Rua Dois de Dezembro 63, Flamengo, Rio de Janeiro - RJ
21-3131-1227
www.institutotelemar.org.br
Informações e inscrições: www.progme.org
Mais informações: info@progme.org

Organização: Carlo Sansolo e Érika Fraenkel
Realização: Centro Cultural Telemar / Patrocínio: Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei de Incentivo à Cultura

Prog:ME - Programa de Mídia Eletrônica é o primeiro Festival de Mídia Eletrônica do Rio de Janeiro. Realizado pelo Centro Cultural Telemar e patrocinado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, com organização de Carlo Sansolo e Érika Fraenkel, o festival acontece de 19 de julho a 18 de setembro de 2005 no Centro Cultural Telemar no Rio de Janeiro, e vai distribuir 30 mil reais em prêmios. As inscrições deverão ser feitas on line, www.progme.org, até 15 de junho de 2005.

O evento pretende fazer um mapeamento dos artistas que desenvolvem trabalhos de arte e tecnologia, contribuindo para o estímulo da produção nacional e para a exibição de novos artistas, como também de artistas reconhecidos no circuito internacional. Paralelamente, haverá a participação de curadores estrangeiros, que apresentarão artistas de vídeo-arte de diversas localidades do globo.

Neste festival, estaremos recebendo inscrições para trabalhos de net-art, cd-roms interativos e de vídeo-arte. Também serão mostrados trabalhos de performance e interferência urbana usando meios eletrônicos. Haverá palestras com teóricos em arte eletrônica, workshops, shows de música eletrônica com djs e vjs, e conversas com artistas selecionados, que estarão apresentando os seus trabalhos.

Dentre as centenas de trabalhos selecionados para o festival, 10 serão premiados com prêmios no valor de 3 mil reais cada; sendo cinco destinados a artistas nacionais e cinco para estrangeiros, distribuídos nas categorias de net-art, cd-rom interativo e vídeo-arte.

O catálogo do evento terá versões impressa e on line, www.progme.org. Serão publicados on line os dados sobre artistas e trabalhos, como também os trabalhos selecionados de net-art. Este site estará atualizando a programação do evento diariamente.

Posted by Patricia Canetti at 5:38 PM

maio 1, 2005

Padrões aos Pedaços: o pensamento contemporâneo na arte - chamada para submissão de artigos

Padrões aos Pedaços: o pensamento contemporâneo na arte
Chamada para submissão de artigos

De 7 a 10 de agosto de 2005, Paço das Artes, São Paulo

Inscrições até 10 de junho de 2005

Envio de trabalhos para comunicacoes@forumpermanente.org
Informações on line no Fórum Permanente e pelo padroes_pedacos@forumpermanente.org

Iniciativa do Paço da Artes em parceria com o Fórum Permanente / Apoio: Canal Contemporâneo

Sobre o evento e como enviar os artigos

O simpósio Padrões aos Pedaços: o pensamento contemporâneo na arte reunirá no início de agosto conferencistas internacionais e os mais destacados pensadores da arte atuantes no Brasil.

Buscando revelar reflexões originais sobre a arte contemporânea e incentivando a participação no simpósio das novas gerações de estudiosos da arte, o Paço das Artes convida críticos, pesquisadores, artistas e estudantes a enviarem artigos para a sessão de comunicações. Serão selecionados oito trabalhos inéditos que discutam o estado da arte contemporânea ao refletirem sobre:

- o entrelaçamento entre produção artística e políticas culturais,
- simbioses, conflitos, contradições entre arte e mercado
- independentes, coletivos e organismos
- as instituições e a arte contemporânea
- instituições e agentes do sistema da arte: entre o público e o privado
- aspectos poéticos das linguagens artísticas da produção contemporânea,
- arte e tecnologia,
- arte, mídia e comunicação
- arte e política,
- a arte contemporânea e a História da Arte
- o lugar e a função da crítica de arte hoje,
- apropriações, hibridizações de suportes, esfacelamento das fronteiras entre os gêneros das artes
- arte brasileira: nacional, internacional?
ou outras reflexões instigantes que sinalizem uma resposta à questão: como vai a arte contemporânea?

Cada comunicação durará 20 minutos e deverá referir-se a um texto de aproximadamente 1500 palavras (cerca de seis páginas em Times New Roman, 12pt, com espaçamento duplo entre as linhas).

A seleção de trabalhos será baseada na íntegra do texto, que deve ser enviado em formato .doc, .pdf ou .rtf, acompanhado de breve currículo do autor e resumo do trabalho (abstract), para o endereço comunicacoes@forumpermanente.org

Cronograma de Submissão:

Data máxima para submissão de textos: 10/06/2005
Divulgação da seleção de textos: 17/06/2005
Datas das apresentações no simpósio: dias 08 e 09/08/2005
Local: Paço das Artes, Cidade Universitária, São Paulo

Comissão Científica

Martin Grossmann e Miguel Chaia (coordenação)
Maria Beatriz Medeiros
Priscila Arantes
Daniela Kutschat
Paula Braga

Contato: padroes_pedacos@forumpermanente.org

OBS.: A programação geral do simpósio e nomes dos conferencistas serão anunciados em breve após as confirmações dos palestrantes internacionais.

Posted by Patricia Canetti at 2:45 PM