Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


junho 2021
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
Pesquise no blog:
Arquivos:
junho 2021
maio 2021
abril 2021
março 2021
fevereiro 2021
janeiro 2021
dezembro 2020
novembro 2020
outubro 2020
setembro 2020
agosto 2020
julho 2020
junho 2020
maio 2020
abril 2020
março 2020
fevereiro 2020
janeiro 2020
dezembro 2019
novembro 2019
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

setembro 23, 2013

Iran do Espírito Santo na Fortes Vilaça, São Paulo

Iran do Espírito Santo - Desenhos, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, SP - 27/09/2013 a 09/11/2013

[Scroll down to read in English]

Temos o prazer de apresentar Desenhos (1985 - 2013), nova exposição individual do artista Iran do Espírito Santo na Galeria Fortes Vilaça. A mostra traça um panorama histórico da produção de desenhos do artista, que vai de 1985 à produção atual, apresentando um recorte de 120 trabalhos, em sua grande maioria nunca expostos antes.

O desenho está presente em toda a produção artística de Iran do Espírito Santo. É a maneira como organiza seus pensamentos, onde o trabalho bidimensional informa a prática tridimensional e vice-versa. Sua produção sobre papel é extensa e os trabalhos selecionados para a mostra procuram abranger esta diversidade. São desenhos feitos com os mais diversos materiais, tais como carvão, caneta, pastel, aquarela e grafite.

A seleção de obras da mostra privilegia os trabalhos onde o desenho é o meio e muitas vezes o assunto. SPRD é uma série de desenhos recentes, dos quais 14 serão apresentados na exposição. O título é um termo usado em publicações para designar duas páginas abertas de um livro, aqui desenhadas pelo artista com linhas muito finas, em grafite, traçadas paralelamente umas às outras. Outra série de desenhos apresentada é a Line and Shadow [Linha e Sombra], de 2010, onde vemos apenas duas singelas linhas dispostas formando diferentes ângulos no papel. Uma mais vertical tem sua sombra projetada e assim, com economia de elementos, temos uma noção de profundidade e tridimensionalidade onde a área branca do papel se torna mais ampla.

Entre os trabalhos mais antigos da mostra, estão desenhos de observação de peças do vestuário, de 1993. Jacket [Jaqueta], Shoes [Sapatos] e Shirt [Camisa] diferem muito da maioria dos trabalhos guardando no entanto um enorme interesse pelo detalhamento das superfícies que viria a se desenvolver em obras como Untitled (Wooden Brush Stroke) [Sem Título (Pincelada de madeira)] ou CRTN.

Em Project for Corrections 2 [Projeto para Correções], de 2000, Iran desenha pedras facetadas de diferentes tamanhos que futuramente ele realizaria como esculturas, e Study for “Extension” [Estudo para “Extensões”] é um projeto realizado em 1997 para uma pintura na parede do SFMOMA.

Um livro inteiramente dedicado aos desenhos de Iran do Espírito Santo está em produção e será lançado no início de 2014. Todos os desenhos presentes na exposição estarão inclusos nesta publicação.

Iran do Espírito Santo nasceu Mococa em 1963 e vive e trabalha em São Paulo. Já participou de diversas exposições importantes dentre as quais destacamos: as 48ª e 52ª Bienais de Veneza, a 19ª Bienal Internacional de São Paulo, a 6ª Bienal de Istambul e a 5ª Bienal do Mercosul. Uma retrospectiva de sua obra foi exibida em 2006/2007 no MAXXI, Museo Nazionale delle Arti del XXI Secolo, Roma; no Irish Museum of Modern Art, Dublin; e na Estação Pinacoteca, São Paulo. Suas obras figuram nas coleções do MoMA, Nova York; do Museum of Contemporary Art de San Diego; do MAXXI, Roma, entre outras. Este mês o artista inaugura sua primeira escultura pública nos EUA, como parte do programa Public Art Fund; a obra ficará na praça Doris C. Freedman, na entrada do Central Park, até fevereiro de 2014.


Iran do Espírito Santo - Desenhos, Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, SP - 27/09/2013 a 09/11/2013

We are pleased to present Desenhos (1985 - 2013) [Drawings (1985 - 2013)] the new solo show by Iran do Espírito Santo at Galeria Fortes Vilaça. The show presents a historical overview of the artist’s production of drawings, spanning from 1985 to today, through a sampling of 120 artworks, most of them being shown here for the first time.

Drawing is present in all of Iran do Espírito Santo’s artistic production. It is the way he organizes his thoughts, where the bidimensional work informs the tridimensional practice and vice versa. His production on paper is extensive, and the works selected for the show seek to evidence this diversity. They are drawings made with a wide range of materials such as charcoal, pen, pastel, watercolor and graphite.

The selection of works in the show privileges those where drawing is the medium and often the subject. SPRD is a series of recent drawings, of which 14 will be presented in the exhibition. Its title is a term used in publications to designate two open pages of a book (a “spread”), here drawn by the artist with very thin lines, in graphite, traced in parallel to each other. Another series of drawings presented is that of Line and Shadow, 2010, where we see only two simple lines forming different angles on the paper. As the more vertical one casts a shadow, with this economy of elements we have a notion of depth and tridimensionality where the white area of the paper is widened.

Among the oldest works in the show, are observational drawings of pieces of clothing, from 1993. Jacket, Shoes and Shirt are very much unlike most of the other works, though evidencing an intense interest for the detailing of the surfaces, which would be developed in later works such as Untitled (Wooden Brush Stroke) or CRTN.

In Project for Corrections 2, from 2000, Iran draws faceted stones of different sizes that he would later make as sculptures, and Study for “Extension” is a project carried out in 1997 for a mural painting at SFMOMA.

A book entirely dedicated to Iran do Espírito Santo’s drawings is under production and will be released in early 2014. All of the drawings present in this show will be included in that publication.

Iran do Espírito Santo was born in Mococa in 1963 and lives and works in São Paulo. He has participated in various important exhibitions including most notably the 48th and 52nd Venice Biennale, the 19th Bienal de São Paulo, the 6th Istanbul Biennial, and the 5th Bienal do Mercosul. A retrospective of his work was held in 2006/2007 at MAXXI, Museo Nazionale delle Arti del XXI Secolo, Rome; at the Irish Museum of Modern Art, Dublin; and at the Estação Pinacoteca, São Paulo. His works figure in the collections of MoMA, New York; the Museum of Contemporary Art of San Diego; MAXXI, Rome; and others. This month the artist is inaugurating his first public sculpture in the US, as part of the Public Art Fund program; the work will be located in the Doris C. Freedman Square, at the entrance to Central Park, until February 2014.

Posted by Patricia Canetti at 8:39 AM