Página inicial

Salões & Prêmios

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
As últimas:
 

novembro 30, 2005

Programa Exposições MARP 2006

Programa Exposições MARP 2006

Inscrições até 17 de janeiro de 2006

Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
Rua Barão do Amazonas 323, Ribeirão Preto-SP, 14010-120
Inscrições e informações: 16-3635 2421 ou marp@cultura.pmrp.com.br
www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br
Terça a sexta, 9-12h e 14-18h

Estarão abertas de 01/12 a 17/01/2006, as inscrições para o Programa Exposições 2006, da Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, para complementar o calendário anual de exposições nos seguintes espaços: MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi; MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto; Casa da Cultura de Ribeirão Preto e Centro Cultural Campos Elíseos. A Comissão de Seleção do Programa Exposições 2006 também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, assim como, para a 9ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto.

EDITAL

PROGRAMA EXPOSIÇÕES 2006
SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA DE RIBEIRÃO PRETO


1. Estarão abertas de 01 de dezembro de 2005 a 17 de janeiro de 2006, as inscrições para o Programa Exposições 2006, da Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, para complementar o calendário anual de exposições nos seguintes espaços: MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi; MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto; Casa da Cultura de Ribeirão Preto e Centro Cultural Campos Elíseos. A Comissão de Seleção do Programa Exposições 2006 também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, assim como, para a 9ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto.

2. Poderão inscrever-se gratuitamente no Programa Exposições 2006, artistas de todo o Brasil e estrangeiros residentes no país há mais de três anos, mesmo que não tenham realizado nenhuma exposição individual, com idade mínima de 18 (dezoito) anos. Também serão aceitas propostas de Instituições, Produtores e Curadores.
2.1. As inscrições poderão ser feitas de 01/12/2005 a 17/01/2006, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP, fone (16) 3635 2421. Inscrições feitas pessoalmente no MARP, de terça a sexta-feira das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 horas e também pelo correio (via Sedex), atentando para data limite de postagem até o dia 17/01/2006.
2.2. Serão aceitas inscrições individuais e coletivas em todos os campos das artes visuais. As inscrições de exposições para o espaço expositivo do MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi (exceto projetos de caráter histórico) deverão ser, obrigatoriamente, de cunho contemporâneo. O espaço expositivo do Centro Cultural Campos Elíseos, assim como, a seleção de projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto, são exclusivos aos artistas que residem e trabalham em Ribeirão Preto.
2.3. As obras inscritas deverão ser recentes com produção a partir de 2004.
2.4. Não serão aceitas obras originais para efeito de inscrição.

3. Os artistas interessados deverão inscrever-se mediante o envio de um único dossiê, que poderá conter mais de uma proposta, acompanhada da ficha de inscrição anexa devidamente preenchida, indicando um ou mais espaços que pretendem concorrer.
3.1. Os dossiês deverão obedecer as seguintes especificações:
3.1.1. Os dossiês deverão ser enviados em envelope ofício com o nome completo do remetente, endereçado ao MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP. Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto deverão remeter também envelope já sobrescrito para a devolução (não-selado), bem como a ficha de inscrição em anexo devidamente preenchida e assinada.
3.1.2. Não serão aceitos dossiês maiores que o formato A4 ou ofício.
3.1.3. Os dossiês dos inscritos deverão conter fotos em cor, no tamanho igual ou acima de 13 x 18 cm de, no mínimo, 05 (cinco) trabalhos recentes do artista. As fotos deverão ser fixadas sobre uma base (formato A4 ou ofício) e as identificações necessárias, tais como: nome do autor, título, ano de produção, técnica e dimensões das obras, também fixadas na horizontal inferior das bases. As fotos deverão ser enviadas em folhas avulsas (não-encadernadas) para melhor apreciação do júri. Não serão aceitas fotocópias coloridas ou provas digitais.
3.1.4. Os dossiês da categoria instalação poderão apresentar um único projeto, que deverá conter memorial descritivo (texto, ilustrações, especificações e detalhamento da montagem ou maquete). Se o artista inscrito em instalação for selecionado, deverá montar a instalação com uma semana de antecedência da data marcada para a exposição e fornecer todo o material necessário para montagem da mesma. Na categoria performance o artista deverá apresentar uma fita de vídeo VHS ou DVD com as 05 (cinco) propostas. Na categoria vídeo o artista deverá apresentar uma fita de vídeo VHS ou DVD com as 05 (cinco) propostas. Caso o vídeo selecionado tenha duração menor que o tempo de duração total da fita de vídeo VHS, o mesmo deverá ser editado em looping, de maneira a preencher toda a fita.
3.1.5. Todos os dossiês deverão conter dados curriculares sucintos com a identificação do artista, formação artística e atividades culturais, endereço completo, telefone para contato e e-mail.
3.1.6. As inscrições enviadas por instituições ou produtores deverão especificar todas as necessidades físicas do espaço expositivo (climatização, segurança e outros), fichas técnicas dos profissionais envolvidos nos projetos e créditos de realizações, apoios e parcerias para análise junto à Secretaria Municipal da Cultura.
3.1.7. As propostas enviadas por curadores independentes deverão estar acompanhadas de um memorial descritivo com até 05 (cinco) laudas, onde será exposta a linha conceitual. O proponente deverá apresentar seu currículo, assim como, enviar todo material relativo a cada artista proposto (fotos, currículo e outros), como especificado anteriormente neste Edital. O curador deverá discutir junto a Coordenadoria de Artes Visuais, a quantidade de obras ou artistas da exposição proposta, de acordo com o espaço físico designado.
3.1.8. Apresentar documentação sobre a produção do artista, como catálogos, textos ou impressos em geral, não sendo este item condição obrigatória para o artista se inscrever no Programa Exposições 2006 a que se refere este Edital.
3.1.9. Caso os dossiês não correspondam às especificações anteriormente mencionadas, poderão ser recusados.

4. Os dossiês serão examinados e selecionados por uma Comissão de Seleção constituída por 03 (três) pessoas. Dois membros - entre críticos, historiadores de arte e artistas - e o Coordenador de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto. A Comissão de Seleção é soberana e autônoma nas decisões dos critérios de seleção.

5. Os resultados serão divulgados a partir de 08/02/2006.

6. Os dossiês não-selecionados estarão à disposição dos artistas a partir de 08/02/2006, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, e deverão ser retirados, impreterivelmente, até o dia 10/03/2006 (*Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto receberão os dossiês pelo correio). Após essa data, o MARP não se responsabilizará pela guarda dos mesmos, cabendo à Coordenadoria definir o destino que lhe convier. Os dossiês selecionados só serão devolvidos após a realização das respectivas exposições.

7. Disposições gerais sobre o Programa Exposições 2006:
7.1. O Programa Exposições 2006 será organizado da seguinte maneira:
7.1.1. Os artistas selecionados participarão de exposições individuais simultâneas ou coletivas, no decorrer do ano de 2006. A data e o período de permanência das exposições será divulgado oportunamente. Após divulgação do resultado da seleção, o MARP enviará aos selecionados um termo de compromisso a ser preenchido, assinado e enviado ao museu.
7.1.2. Os trabalhos selecionados que necessitem de equipamentos (como videocassete, DVD, monitor TV, som e outros), estes deverão ser fornecidos pelos artistas durante o período da exposição, bem como realizar a manutenção dos mesmos.
7.1.3. Ficará a cargo da Comissão de Seleção a organização dos grupos, nas datas a serem estipuladas.
7.1.4. O Programa Exposições 2006 complementará a agenda anual dos espaços da Secretaria Municipal da Cultura e a Coordenadoria de Artes Visuais poderá também convidar outros artistas que serão incorporados às mostras. A Comissão de Seleção também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, assim como, para a 9ª Semana de Fotografia.
7.1.5. Ficará a cargo da Coordenadoria de Artes Visuais, a decisão final sobre a distribuição do espaço físico entre os artistas.
7.1.6. O número de obras de cada artista não será necessariamente o mesmo para todos os artistas selecionados.

8. Aos artistas selecionados caberão as seguintes obrigações:
8.1. Preencher corretamente e assinar o termo de compromisso da exposição para confirmação de participação, que deverá ser remetido ao MARP, num prazo máximo de 10 (dez) dias após o recebimento do termo.
8.2. Entregar as obras e material informativo, assim como, retirar as obras nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Coordenadoria de Artes Visuais. Caso as obras selecionadas e enviadas não correspondam às fotos apresentadas no dossiê inscrito, poderão ser recusadas pela Coordenadoria de Artes Visuais.
8.3. Assumir as despesas referentes ao transporte de envio e retorno, embalagem e seguro das obras durante o transporte e exposição.
8.4. O participante deverá retirar as obras no prazo máximo de 20 (vinte) dias após o término da exposição ou solicitar por escrito, neste mesmo prazo, a devolução das obras com frete a cobrar. Terminado este prazo, o MARP estará isento de responsabilidade sobre as obras, dando-lhes o destino que lhe convier.
8.5. Entregar fotos e materiais necessários para divulgação, bem como fornecer uma reprodução fotográfica colorida de boa qualidade, no tamanho de, no mínimo, 10 x 15 cm, de uma obra selecionada para exposição, indicada pela Coordenadoria de Artes Visuais (com o crédito completo do fotógrafo e a respectiva autorização para reprodução em qualquer meio), para ser veiculada na peça gráfica referente à exposição (Informativo).
8.6. Os projetos apresentados no dossiê não poderão ser substituídos, ficando comprometidos com a exposição, independentemente da eventual venda das obras, pelo artista, a terceiros.
8.7. Não alterar ou retirar as obras antes do encerramento da exposição.
8.8. A eventual desistência do artista selecionado deverá ser comunicada com 60 (sessenta) dias de antecedência da data marcada, com ofício no qual deverá estar especificado e justificado o motivo.

9. À Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto caberá:
9.1. Devolver pelo correio os dossiês dos artistas não-residentes em Ribeirão Preto.
9.2. Fornecer Informativo (divulgação das exposições do mês) e postagem do mesmo, banner, divulgação através da Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal da Cultura, montagem e desmontagem da exposição. Para as mostras realizadas no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, poderá ser produzido um folder, não sendo este item obrigatório.
9.3. Devolver, com frete a pagar, as obras dos participantes que solicitarem a devolução, nas mesmas condições de recebimento, no prazo máximo de 40 (quarenta) dias após o término da exposição.
9.4. Enviar termo de compromisso aos selecionados, que deverá ser preenchido corretamente e assinado, para confirmação de participação.
9.5. A Secretaria Municipal da Cultura não se responsabilizará por danos que os trabalhos e equipamentos enviados sofram durante o transporte e o período de exposição, cabendo aos artistas assegurá-los contra danos e riscos de qualquer natureza.

10. Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto.

11. O ato de inscrição do artista ao Programa Exposições 2006 implica na plena e expressa aceitação das normas constantes deste Edital, assim como, autoriza automaticamente o uso de todo material enviado, textos, projetos, fotos e outros, em veículos da mídia impressa e eletrônica.

12. Caberá exclusivamente à Coordenadoria de Artes Visuais / Equipe MARP, a elaboração do plano de montagem, distribuição espacial e adequação das obras nos espaços onde serão realizadas as exposições, assim como a programação visual e projeto gráfico dos impressos.

INFORMAÇÕES
MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
Rua Barão do Amazonas, 323, Ribeirão Preto-SP, Cep 14010-120
(16) 3635 2421, das 09 às 12 horas e das 14 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.
www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br marp@cultura.pmrp.com.br

Realização
Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto / Secretaria Municipal da Cultura
Coordenadoria de Artes Visuais / MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi

Apoio
AAMARP - Associação de Amigos do MARP

FICHA DE INSCRIÇÃO - Programa Exposições 2006


Nome__________________________________________________________________________

Nome Artístico__________________________________________________________________

Data de Nascimento_________________ Local de Nascimento____________________________

RG________________________________ CPF________________________________________

Endereço_______________________________________________________________________

Cidade___________________________________________ UF_____ CEP__________________

DDD______ Telefone________________ Fax_________________ Celular__________________

E-mail_________________________________________________________________________


Assinale os espaços que pretende concorrer (um ou mais):

( ) MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
( ) MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto
( ) Casa da Cultura de Ribeirão Preto
( ) Centro Cultural Campos Elíseos (exclusivo aos artistas de Ribeirão Preto)


Declaro para os devidos fins, que estou ciente do regulamento do Programa Exposições 2006 e comprometo-me a cumpri-lo na íntegra.


Data_______________________________ Assinatura__________________________________

Posted by João Domingues at 12:00 PM

novembro 29, 2005

Inscrições para projetos ocupação dos Espaços da Caixa Cultural

Inscrições para projetos ocupação dos Espaços da Caixa Cultural

Inscrições até 30 de dezembro de 2005

Clique aqui para ler o edital

Espaços:
Caixa Cultural Rio de Janeiro
Av. República do Chile, 230 Anexo, Centro, Rio de Janeiro - RJ 20031-170
21-2262-8152 / 5483
Segunda a sexta, 10-18h
Espaços disponíveis: Teatro Nelson Rodrigues, Camarote Café, Grande Galeria, Minigaleria, Espelho D'Água

Caixa Cultural Brasília
SBS Quadra 4, lotes 3/4, 4º andar, Anexo do Edifício Matriz Caixa, Brasília - DF 70092-900
61-3414-9450 / 9752
Segunda a sexta, 10-18h
Espaços disponíveis: Teatro da Caixa, Galeria Térreo, Galeria Pícolla I, Galeria Pícolla II, Galeria 1º andar, Jardim das Esculturas

Caixa Cultural Curitiba
Entrega do Projeto: SUPERVISÃO REGIONAL DE MARKETING
Escritório de Negócios Curitiba Norte
Rua José Loureiro, 195 6º andar, Centro, Curitiba - PR 80010-000
41-3321-1610 / 1613
Segunda a sexta, 10-16h
Espaços disponíveis: Teatro da Caixa, Galeria,

Caixa Cultural Salvador
Rua Carlos Gomes 57, Centro, Salvador - BA 40060-330
71-3322-0219 / 0228
Segunda a sexta, 9-17h
Espaços disponíveis: Hall/Foyer - térreo, Galeria Arcos - térreo, Galeria Mirante - 1º andar, Sala dos Jesuítas - 1º andar, Salão Nobre - 1º andar, Galeria do Pátio - subsolo, Pátio Externo - subsolo

Caixa Cultural São Paulo
Praça da Sé 111 8º andar, Centro, São Paulo - SP 01001-001
11-3107-0498
Segunda a sexta, 10-18h
Espaços disponíveis: Grande Salão (espaço alternativo) - térreo, Galeria Nobre - térreo, Galeria Alternativa - térreo, Espaço Octogonal 1 - térreo, Átrio do Edifício Sé - térreo, Galeria Neuter Michelon - 1º andar, Espaço Octogonal 2 - 1º andar, Galeria Betetto - 6º andar


Inscrições para projetos ocupação dos Espaços da Caixa Cultural

Estão abertas até o dia 30 de dezembro deste ano, as inscrições para a entrega de projetos culturais para as áreas de artes cênicas, música, cinema e artes plásticas para os teatros e conjuntos culturais da Caixa Econômica Federal em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Salvador.

O objetivo é proporcionar à sociedade eventos culturais de qualidade, em temporadas populares, divulgando trabalhos de artistas consagrados e novos talentos.

Os artistas ou produtores culturais interessados em apresentar projetos podem consultar e imprimir os editais via Internet, acessando o endereço www.caixa.gov.br , link Caixa, item Cultura; ou link download, item Cultura. Também podem ser retirados nos espaços culturais da Caixa em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Salvador.

Posted by João Domingues at 1:46 PM | Comentários(1)

novembro 22, 2005

Resultado da seleção para ocupação das Galeria dos Arcos e Lunara

Resultado da seleção para ocupação das Galeria dos Arcos e Lunara - Usina do Gasômetro

Galeria Lunara: Jorge Soledar e Tom Lisboa
Galeria dos Arcos: Marcelo Donadussi

Comissão de Seleção: Bernardo José de Souza, Coordenador de Cinema, Vídeo e Fotografia; Adriane Lacerda Vasquez, Fotógrafa; Guilherme Luce Lund, Fotógrafo

Centro Ciltural Usina do Gasômetro
Av. Presidente João Goulart 551, Porto Alegre - RS
51-3212-5979
www.portoalegre.rs.gov.br/smc

Posted by João Domingues at 11:31 AM

novembro 17, 2005

Curso de Pós-Graduação do Instituto de Artes / UNB - Inscrições

Curso de Pós-Graduação do Instituto de Artes / UNB - Inscrições

Inscrições até 7 de dezembro de 2005

Instituto de Artes da UnB - Prédio SG 01
Secretaria de Pós-Graduação do Departamento de Artes Visuais
Campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte, Brasília - DF, 70.910-900
Inscrições: segunda a sexta, 10-12h e 14-17h30
www.unb.br

Edital para Inscrições e Seleção de Candidatos ao Curso de Pós-Graduação do Instituto de Artes/ Universidade de Brasília do ano de 1º/2006.

1. A Coordenação do Programa de Pós-Graduação (PPG) em Arte do Departamento de Artes Visuais (VIS) do Instituto de Artes (IdA) da Universidade de Brasília (UnB), no uso de suas atribuições, considerando a aprovação da Comissão de Pós-Graduação do Programa de Pós-Graduação em Arte, na sua reunião do dia 13 de outubro de 2005 de acordo com os termos do Regulamento do Programa e as exigências da Resolução CEPE 91/2004, torna público o processo de seleção de candidatos(as) ao Curso de Pós-graduação em Arte, em nível de Mestrado, nos termos estabelecidos neste Edital.

2. Das Vagas:

Estão abertas 30 (trinta) vagas para o Curso de Mestrado na Área de concentração: Arte contemporânea.

3. Das Linhas de Pesquisa do Mestrado

Os(as) candidatos(as) deverão, no ato da inscrição, escolher uma dentre as Linhas de Pesquisa do Programa: Arte e Tecnologia, Poéticas Contemporâneas, Processos Composicionais para a Cena, Teoria e História da Arte - vinculadas à Área de Concentração: Arte Contemporânea.

4. São Professores Orientadores da Pós-Graduação em Arte:

1. Elisa de Souza Martinez
2. Elyeser Szturm
3. Fernando Antônio Pinheiro Villar de Queiroz
4. Lygia Maria M. Sabóia
5. Marcus Mota
6. Maria Beatriz de Medeiros
7. Maria Eurydice de Barros Ribeiro
8. Nelson Maravalhas Junior
9. Pedro Alvin
10. Roberta K. Matsumoto
11. Silvia Adriana Davini
12. Sílvio Perini Zamboni
13. Soraia Maria Silva
14. Suzete Venturelli
15. Tânia Fraga
16. Vicente Martinez Barrios


5. Das Inscrições

As inscrições serão feitas, em dias úteis, de 07 de novembro a 07 de dezembro de 2005, das 10h às 12h e de 14h às 17h 30min, na Secretaria de Pós-Graduação do Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da UnB, Prédio SG 01, Campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte, 70.910-900, Brasília (DF).
Todos os documentos, abaixo listados, devem ser autenticados ou acompanhados do original (que será devolvido no ato da inscrição, após confirmação de autenticidade da cópia fornecida). Ao inscrever-se na Seleção para o Mestrado em Arte, o(a) candidato(a) estará reconhecendo as normas estabelecidas neste edital. Aqueles(as) que não puderem comparecer à Secretaria da Pós-Graduação em Arte poderão inscrever-se por procuração ou por correspondência, até 07 de dezembro de 2005, via SEDEX (nesse caso, toda a documentação deverá estar autenticada). O comprovante da data da postagem será o carimbo do correio.


5.1. Da Homologação

A homologação das inscrições do Mestrado em Arte será divulgada no dia 12 de dezembro às 14 horas, na Secretaria da Pós-Graduação do VIS/IdA/UnB.


6. Dos Documentos Exigidos para a Inscrição na Seleção ao Mestrado em Arte:

a)Ficha de inscrição preenchida, obtida na Secretaria de Pós-Graduação ou no endereço eletrônico http://www.unb.br/dpp/editais.htm;
b)Projeto de Pesquisa (em cinco vias);
c)Cópia do Diploma de Graduação autenticado;
d)Currículo Lattes (disponível para download e preenchimento no endereço http://lattes.cnpq.br) em cinco vias. Recomenda-se que neste conste um endereço de e-mail válido;
e)Cópia do documento de identidade,CPF, título de eleitor e comprovante da última votação. Todos os documentos devem ser autenticados ou as cópias devem ser apresentadas com seus respectivos originais;
f)Documentação relativa à produção artística ou teórica do(a) candidato(a).

7. Da Seleção:

O Processo de Seleção constará de quatro etapas:

1ª Avaliação escrita do Conteúdo Específico da Linha de Pesquisa escolhida pelo(a) candidato(a). A bibliografia referente a esta avaliação encontra-se no item 14.
2a Prova de Interpretação e Compreensão de Texto em Língua Estrangeira: inglês ou francês. A prova consistirá de interpretação de texto da área e as respostas serão elaboradas em língua portuguesa. Será permitido o uso de dicionário por 30 minutos.
3ª Análise do Projeto e do Currículo.
4ª Argüição Oral. A argüição será realizada no período estipulado no cronograma
item 10.

8. Do Calendário e Local da Seleção

A Seleção será feita no Departamento de Artes Visuais do Instituto de Artes da Universidade de Brasília, Prédio SG-01, Campus Universitário Darcy Ribeiro, Asa Norte, Brasília (DF).

A etapa de avaliação Escrita de Conteúdo Específico será realizada no dia 13 de dezembro de 2005. A prova terá duração máxima de 2 (duas) horas. Não será permitido qualquer tipo de consulta. O resultado da prova será divulgado na Secretaria de Pós-Graduação do VIS/IdA, no dia 14 de dezembro de 2005, às 14 horas.

A Prova de Interpretação e Compreensão de Texto em Língua Estrangeira será realizada no dia 15 de dezembro de 2005, às 9 horas. A prova terá duração máxima de 2 (duas) horas. O(a) candidato(a) poderá consultar dicionário durante os primeiros 30 minutos desta. O resultado da prova será divulgado na Secretaria de Pós-Graduação do VIS/IdA, no dia 16 de dezembro de 2005, às 9 horas.

A Análise dos Projetos e dos Currículos estará condicionada à aprovação do(a) candidato(a) na Prova de Interpretação e Compreensão de Texto em Língua Estrangeira. O resultado da avaliação dos Projetos e dos Currículos será divulgado na Secretaria de Pós-Graduação doVIS/IdA, no dia 16 de dezembro de 2005, às 17 horas.

A Argüição Oral acontecerá nos dias 19 e 20 de dezembro de 2005, distribuída em diferentes horários entre 9h e 18h. Estes horários serão divulgados juntamente com o resultado da Análise de Currículos e Projetos de Pesquisa.

O resultado final será divulgado no dia 22 de dezembro de 2005 às 10 horas, e afixado na Secretaria de Pós-Graduação do VIS/IdA.

9. Da Avaliação

Todas as etapas serão eliminatórias.

Nas quatro etapas serão atribuídas notas de zero a dez, exceto à Prova de Interpretação e Compreensão de Texto em Língua Estrangeira.

A atribuição de nota inferior a 5,0 (cinco) na Prova Escrita de Conteúdo Específico elimina o(a) candidato(a), impedindo-o(a) de continuar no processo de seleção. O mesmo critério aplica-se à Análise do Projeto e do Currículo, e à Argüição Oral. O(a) candidato(a) que não comparecer às provas e à Argüição Oral será considerado(a) como tendo desistido da seleção.

A nota final do(a) candidato(a) será resultante da média ponderada das notas obtidas a partir da Análise do Projeto e do Currículo (peso 2), da Argüição Oral (peso 1), e da Prova Escrita de Conteúdo Específico (peso 1). Serão aprovados(as) os(as) candidatos(as) com as mais altas médias finais.
Para fins de desempate serão consideradas, pela ordem, a nota da Análise do Projeto e do Currículo e a nota da Argüição Oral.

A Comissão de Seleção será composta por cinco professores do Programa de Pós-Graduação em Arte.

10. Do Projeto de Pesquisa:

O projeto de pesquisa deverá respeitar rigorosamente a seguinte estrutura:
· Título;
· Introdução;
· Objetivos;
· Justificativa;
· Metodologia;
· Plano de Trabalho
· Cronograma
· Referências bibliográficas.

O Projeto deverá ser elaborado e apresentado em cinco vias, com o mínimo de 8 e o máximo de 10 laudas, fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,5, observadas as normas da ABNT. Na capa do projeto deverá ser indicado o nome do candidato e titulo do projeto. Não incluir anexos.

Cada projeto será avaliado pela Comissão de Seleção, que atribuirá uma nota entre 0 e 10.

11. Da Avaliação escrita de Conteúdo Específico

A Prova Escrita de conteúdo específico consistirá de uma questão dissertativa relativa a Linha de Pesquisa escolhida pelo(a) candidato(a). O(a) candidato(a) deverá demonstrar conhecimento e capacidade de análise crítica no desenvolvimento da questão. No caso de candidatos estrangeiros, nesta etapa será avaliado, ainda, o domínio deste em língua portuguesa.

12. Da Prova de Interpretação e Compreensão de Texto em Língua Estrangeira

A Prova de Interpretação e Compreensão de texto em Língua Estrangeira consistirá na leitura e compreensão de um texto, nos idiomas inglês ou francês. O aspecto a ser avaliado será a capacidade de compreensão de texto, na língua estrangeira escolhida, através de respostas em língua portuguesa.

13. Da Análise de projetos, de currículos.
· O projeto deverá ser apresentado conforme item 9 deste edital. Serão avaliados os seguintes aspectos: apresentação, formulação de objetivos, metodologia, coerência e relação com a proposta acadêmica do programa; plano de trabalho e cronograma.

O(a) Candidato(a) deverá apresentar um currículo que será avaliado segundo os seguintes critérios:
· Formação Acadêmica;
· Experiência Profissional;
· Produção Intelectual ou Artística.

14. Da Argüição Oral

O(a) Candidato(a) deverá ser argüido oralmente pela Comissão de Seleção composta por cinco professores do Programa de Pós-Graduação em Arte.
Na arguição, o(a) Candidato(a) deverá destacar a compatibilidade do Projeto com uma das Linhas de Pesquisa do Programa, bem como suas qualidades e condições teóricas e práticas para a concretizá-lo.

15. Bibliografia

15.1. Arte e Tecnologia

BURREAUD, Annick e MAGNAN, Nathalie. Connexions. Art, réseaux, media. Paris: ed. Ëcole Nationale Supérieure des Beaux-arts, 2002.
DOMINGUES, Diana. (Org.) A arte do século XXI: a humanização das tecnologias. São Paulo: Editora UNESP, 1997.
---------- Arte e vida no século XXI. São Paulo: ed. UNESP, 2003.
LEMOS, André. "Cyborgização da Cultura Contemporânea". In: http://www.facom.ufba.br/pesq./cyber/lemos/cyborg.html (05/01/2004).
LÉVY, Pierre. O que é o virtual?. São Paulo: EDUSP, 1993.
MCLUHAN, Marshall. Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix, 1974.
PARENTE, André. (Org.). Imagem-Máquina: A era das tecnologias do virtual. Rio de Janeiro: Editora 34, 1996.
VENTURELLI, Suzete. Arte. Espaço_tempo_imagem. Brasília: ed. UnB, 2004.
VIRILIO, Paul, A máquina de visão. Do fotograma à videografia, holografia e infografia(computação eletrônica): a humanidade na "era da lógica paradoxal". Ed. José Olympio, Rio de Janeiro, 1994 (1988).
WIENER, Norbert. Cibernética e Sociedade: O uso humano dos seres humanos. São Paulo: Cultrix, 1954.

15.2. Poéticas Contemporâneas

BAUDRILLARD, Jean, "Photography, or the writing of light 1", CTHEORY, vol.23, no 1-2, article 83 04/12/2000. www.ctheory.com
BOURRIAUD, Nicalos. Esthétique relationnelle. Paris: ed. Lês presses du réel, 1998.
CABANNE, Pierre. Duchamp & Co. Paris: Terrail, 1997.
CALVINO, Ítalo. Seis propostas para o próximo milênio. São Paulo: Cia das Letras, 1990.
GUATTARI, Félix. As três ecologias. Campinas: Papirus. 1990.
HALL, Doug, FIFER, Sally Jo, Illuminating Video. An essential guide to video art, Aperture/BAVC, 1990. Capítulos : 51-70: história; 153-167 e 205-209: vídeo-instalação; 226-241: feminismo; 249-258: crítica, cultura, apropriação.
MEDEIROS, Maria Beatriz (org.) Arte e tecnologia na cultura contemporânea. Brasília: ed. Pós-graduação em Arte da UnB, 2001.
---------- A arte pesquisa, volumes 1 e 2. Brasília: ed. Pós-graduação em Arte da UnB, 2003.
---------- Arte em pesquisa, volumes 1 e 2. Brasília: ed. Pós-graduação em Arte da UnB, 2004.
---------- revista COMA 1. Brasília: ed. Pós-graduação em Arte da UnB, 2004.
TADEU, Tomaz. Deleuze o o currículo. Goiânia: FAV-UFG. 2004.

15.3. Processos Composicionais para a Cena

CARLSON, M. Teorias do teatro: estudo histórico-crítico, dos gregos à atualidade. São Paulo: UNESP, 1997.
---------- Performance: a critical introduction. Londres & New York: Routledge, 1996
CARREIRA, A.L.A., VILLAR, F., GRAMMONT, G. ROJO, S. Mediações performáticas latino-americanas II. Belo Horizonte: UFMG, 2004.
CANCLINI, N. G. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. São Paulo: EDUSP, 2003.
COHEN, Renato. Performance como linguagem. São Paulo: ed. Perspectiva, 2002.
FERNANDES, Ciane. Pina Bausch. Dança-teatro. Repetição e transformação. São Paulo: ed. Huicitec, 2000.
GOLDBERG, Roselee. Performance art. Londres, New York: Thames & Hudson, 1988.
PAVIS, P. A análise dos espetáculos. São Paulo: Perspectiva, 1999.
---------- Dicionário de teatro. São Paulo: Perspectiva, 1999.
SPANGHERO, Maíra. A dança dos encéfalos acesos. São Paulo: Itaú Cultural, 2003.

15.4. Teoria e História da Arte:

AMARAL, A Arte para quê: a preocupação social na arte brasileira, 1930/1970. São Paulo: Nobel,1984.
ARGAN, G.C. Arte Moderna. São Paulo: Cia das Letras, 1992.
BAZIN, G. História da história da arte. São Paulo: Martins Fontes, 1989.
FRANCASTEL, P. Pintura e Sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1990.
GOMBRICH, E. H. Norma e forma. São Paulo: Martins Fontes, 1990.
HAUSER, A. Arte e sociedade. Lisboa: Presença, 1984.
NAVES, R. A. A forma difícil: ensaios sobre a arte brasileira. São Paulo: Ed. Ática, 1996.
PANOFSKY, E. Significado nas artes visuais. São Paulo: Perspectiva,1979.
WÖLFFLIN, H. Conceitos fundamentais da História da arte. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
ZANINI, Walter (org.) História geral da arte no Brasil. São Paulo: Instituto Walter Moreira Salles, 1983,2v.

15.5. A bibliografia deve constituir uma referência do conhecimento que a Banca Examinadora espera do(a) candidato(a). A Banca Examinadora não é obrigada a retirar a questão dissertativa da Prova Escrita literalmente da referida bibliografia. A questão pode ser correlata à bibliografia supra citada.

16. Disposições Finais

A inscrição na Seleção somente será efetivada após o atendimento, pelo(a) candidato(a), das exigências do item 3 deste Edital. Todos(as) os(as) candidatos(as), no ato da inscrição, devem tomar ciência e aceitar por escrito todos os itens deste Edital.

A divulgação dos resultados de todas as etapas será afixada no quadro de avisos da secretaria de Pós-Graduação.

Será desclassificado e automaticamente excluído do processo seletivo, o candidato que:
· Prestar declarações ou apresentar documentos falsos em quaisquer das etapas da seleção.
· Não apresentar toda a documentação requerida nos prazos e condições estipuladas neste edital.
· Não confirmar a sua participação no programa, em caso de aprovação.
· Não comparecer a quaisquer das etapas do processo seletivo nas datas e horários previstos.

A documentação dos candidatos não aprovados permanecerá na Secretaria do Programa por um período de até 3(três) meses após divulgação do resultado final. Findo este período, a documentação será inutilizada, salvo se o candidato providenciar envelope, endereçado e pagamento das taxas postais para sua devolução via correio.

Dos(as) candidatos(as) portadores(as) de documentos expedidos por instituições estrangeiras será exigida, a critério da Comissão, a tradução dos mesmos para a língua portuguesa feita por tradutor juramentado.

À luz do presente edital, pedidos de reconsideração e recursos podem ser interpostos em um prazo de 2(dois) dias úteis a partir da divulgação do resultado final. São cabíveis pedidos de consideração à Comissão de Seleção, além de recursos ao o Colegiado de Pós-Graduação e á Câmara de Pesquisa de Pós-Graduação. Ao Colegiado do Programa e somente serão cabíveis recursos por vício de forma.

O Programa oferece bolsas da CAPES cuja concessão se efetuará em função da disponibilidade das mesmas e segundo critérios definidos pelas agências de fomento e pela Comissão de Pós-Graduação do Programa.

O registro dos(as) candidatos(as) junto à Diretoria de Assuntos Acadêmicos (DAA) será feito de acordo com o calendário afixado pela mesma.

O registro de alunos(as) que tenham qualquer matrícula ativa na UnB só será efetivado se o(a) mesmo(a) solicitar desligamento do curso ao qual se encontre vinculado(a).

Os casos omissos ou situações não previstas neste Edital serão resolvidos pela Comissão de Pós-Graduação do Mestrado em Arte do Instituto de Artes da Universidade de Brasília, ouvida a Comissão de Seleção.


UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE
FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO


Nome:
Data de Nascimento: Naturalidade:
Identidade: CPF: Estado Civil:
Endereço:
CEP: Cidade: Estado
Telefone: Fax: E-Mail:
Estudos Superiores:
Universidade ou Escola Curso Início Término Grau obtido:


_______________, ______ de _____________ de 2005.

Declaro conhecer e aceitar p edital de seleção de alunos da Pós-graduação em Arte/UnB para o primeiro semestre de 2006.


Assinatura: ______________________________________________

PARA INSCRIÇÃO À SELEÇÃO NO MESTRADO EM ARTE, APRESENTE EM ANEXO:

( ) Ficha de inscrição preenchida;
( ) Projeto de Pesquisa em 5 (cinco) vias;
( ) Cópia do Diploma de Graduação autenticada;
( ) Currículo em 5 (cinco) vias;
( ) Cópia do documento de identidade e do CPF com apresentação do original, ou autenticados;
( ) Carta do candidato ao Programa, contendo o tempo e os meios de que dispõe para cursar a Pós-Graduação;Apresentação imagética relativa à produção artística;

Posted by João Domingues at 3:29 PM | Comentários(1)

Programa Petrobras Cultural 2005/2006 - Escolha Direta

Programa Petrobras Cultural 2005/2006 - Escolha Direta

O Programa Petrobras Cultural destina 25% de sua verba total a iniciativas culturais convidadas diretamente pelo Conselho Petrobras Cultural.

São os seguintes os projetos que receberão o patrocínio da Petrobras em 2006 nesta categoria:

Afroreggae (RJ)
Cazumbá (MA)
Cena 11 (SC)
Cena Contemporânea - Brasília (DF)
Centro Interativo de Circo (RJ)
Cia dos Comuns: um teatro negro brasileiro (RJ)
Cine Ceará - Festival Nacional de Cinema e Vídeo (CE)
Cine PE - Festival do Audiovisual (PE)
Cineclube ABD&C (RJ)
CineEsquemaNovo - Festival de Cinema de Porto Alegre (RS)
Cisne Negro (SP)
Curta-SE - Festival Luso-Brasileiro de Curtas-Metragens de Sergipe (SE)
Encontrarte - Encontro de Teatro da Baixada Fluminense (RJ)
Escola Portátil de Música (RJ)
FAM - Florianópolis Audiovisual Mercosul (SC)
Femina - Festival Internacional de Cinema Feminino (RJ)
Festival Brasileiro do Cinema Universitário (RJ)
Festival de Belém do Cinema Brasileiro + Itinerância (PA)
Festival de Cinema Brasileiro de Natal (RN)
Festival de Cinema de Natal (RN)
Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá (MT)
Festival de Dança Conexão Sul (PR, SC e RS)
Festival de Dança de Joinville (SC)
Festival de Dança de Recife (PE)
Festival de Inverno de Campina Grande (PB)
Festival de Recife do Teatro Nacional (PE)
Festival do Cinema Infantil de Florianópolis (SC)
Festival Guarnicê de Cinema (MA)
Festival Latino-Americano de Cinema e Vídeo - Cinesul (RJ)
Festival Mundial de Circo (MG)
Festival Nacional do Teatro Infantil de Blumenau (SC)
Giramundo Teatro de Bonecos (MG)
Goiânia em Cena (GO)
Goiânia Mostra Curtas (GO)
II Festival Internacional de Televisão
Intercâmbio de Linguagens (Centro de Referência do Teatro Infantil) (RJ)
Intrépida Trupe - 20 anos (RJ)
Jornada Internacional de Cinema da Bahia (BA)
Jornada Nacional de Cineclubes (NAC)
Mix Brasil - Festival da Diversidade Sexual (SP)
Mostra "Juventude, transformando com arte" (NAC)
Mostra Corumbá (Moinho Cultural) - dança e música (MS)
Mostra de Cinema de Ouro Preto (MG)
Mostra de Cinema de Tiradentes (MG)
Mostra Internacional do Filme Etnográfico (RJ)
Ói nóis aqui traveiz (RS)
Panorama RioDança (RJ)
Quasar Cia de Dança (GO)
Recine - Mostra de Cinema de Arquivo (RJ)
Restauração cinema / Nelson Pereira dos Santos (RJ)
Restauro do Museu Nacional de Belas Artes (RJ)
Revelando Brasis (circulação) (NAC)
Samba de Roda do Recôncavo Baiano / candidato a Patr. Imaterial UNESCO (BA)
Teatro de Anônimo (RJ)
Teatro Oficina (SP)
VideoBrasil - Festival Internacional de Arte Eletrônica (SP)
Vitória Cine Vídeo (ES)

A relação acima é complementada pelos projetos que são patrocinados pela Petrobras como projetos de Continuidade:

Anima Mundi (RJ/SP/DF)
Bienal de Arte de S. Paulo (SP)
Canal Contemporâneo (NET)
Casa do Pontal - visitas guiadas para escolas públicas (RJ)
Centro Cultural Mangueira 2006 (RJ)
Cia Armazém de Teatro (PR)
Cia Deborah Colker de Dança (RJ)
Cine BR em Movimento (NAC)
Cinema Odeon BR (RJ)
Curta Petrobras às 6 (NAC)
Dançando para não dançar 2006 (RJ)
É Tudo Verdade (RJ/SP/DF)
Encontro de Culturas Populares da Chapada dos Veadeiros (GO)
Escola de Choro Raphael Rabello / Clube do Choro (DF)
Escola Nacional de Circo 2006 (RJ)
Festival de Brasília (DF)
Festival de Circo do Brasil (PE)
Festival de Gramado + Cinevídeo (RS)
Festival de Música Colonial e Antiga de Juiz de Fora (MG)
Festival de Teatro de Curitiba - FTC (PR)
Festival do Rio (RJ)
Festival Int de Teatro de Palco & Rua de BH - FIT/BH (MG)
Festival Internacional de Curtas de SP (SP)
Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro - Curta Cinema 2006
Festival Internacional de Londrina - Filo (PR)
Festival Internacional de São José do Rio Preto (SP)
Flautistas da Pro-Arte (RJ)
Grupo Corpo (MG)
Grupo Galpão (MG)
Ivaldo Bertazzo (SP)
Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (SP)
Museu Arqueológico do Xingó (SE)
Oficinas Boi de Reis + Luteria - Felipe Camarão 2006 (RN)
Oficinas de hip hop + Prêmio Hutus 2006 (RJ)
Oficinas de Samba e Choro - AMC - Baixada Fluminense 2006 (RJ)
Orquestra Petrobras Sinfônica + Orquestra Escola (RJ)
Parque Nacional da Serra da Capivara (PI)
Porta Curtas Petrobras (NET)
Portal Literal (NET)
Portal Viva Favela 2006 (NET)
Porto Alegre em Cena (RS)
Projeto Joaninha 2006 (SP)
Projeto Pixinguinha 2006 (NAC) / Salas Funarte (RJ,SP,DF)
RioCenaContemporânea (RJ)
Salão do Livro para Crianças e Jovens (RJ)
Seminários Adauto Novaes (2006/ O esquecimento da Política)
Site OVERMUNDO (NAC)
Tangolomango - cultura, comunicação, cidadania 2006 (RJ)
Teatro Rival BR (RJ)
Ver Ciência (NAC)

Posted by João Domingues at 10:50 AM

Inscrições Programa Petrobras Cultural 2005/2006

Inscrições Programa Petrobras Cultural 2005/2006
Categorias: Preservação e Memória; Produção e Difusão Cinema; Música; Artes Cênicas

Clique aqui para saber mais sobre as inscrições e ler o edital

APRESENTAÇÃO

Em sintonia com o compromisso assumido pelo Governo Federal de defender e valorizar a cultura brasileira, de produzir e difundir os bens culturais, democratizando o acesso a esses bens, a Petrobras criou, em 2003, o Programa Petrobras Cultural, que baliza as ações de patrocínio em torno de uma política cultural de alcance social e de afirmação da identidade brasileira.

Garantir o acesso democrático ao patrocínio cultural, por meio do lançamento anual de seleções públicas de projetos, com processos transparentes e ampla divulgação em todo o país, é o principal compromisso do Programa Petrobras Cultural.

Embora os primeiros patrocínios culturais da Petrobras remontem ainda à década de 1980, foi a partir de 1995 que a Companhia passou a adotar uma ação mais estruturada nessa área, o que, em 2000, evoluiu para o lançamento de seleções públicas de projetos, por meio de Programas segmentados. Assim surgiram o Programa Petrobras Artes Visuais, o Programa Petrobras Cinema, o Programa Petrobras Artes Cênicas, e o Programa Petrobras Música. Em 2003, esses programas segmentados foram consolidados no Programa Petrobras Cultural, o primeiro plano integrado de patrocínio da Petrobras, ora em sua terceira edição. Na mesma ocasião, foram também integradas as ações de patrocínio cultural da Petrobras holding e da Petrobras Distribuidora.

O Programa Petrobras Cultural conta com três consultores, presentes desde seu lançamento: Jurema Machado (Patrimônio), José Miguel Wisnik (Música) e José Carlos Avellar (Cinema). A formulação das seleções públicas de projetos lançadas a cada edição do Programa Petrobras Cultural é feita em articulação com o Ministério da Cultura (MinC) e com a Subsecretaria de Comunicação Institucional da Secretaria Geral da Presidência da República (SECOM), que, juntamente com os três consultores do Programa e com os representantes da Petrobras holding e da Petrobras Distribuidora, constituem o Conselho Petrobras Cultural, responsável também pela deliberação final quanto aos projetos contemplados em cada edição.

Esta terceira edição do Programa Petrobras Cultural envolve verba total de R$ 62 milhões, sendo R$ 46,5 milhões destinados à Seleção Pública de projetos e R$ 15,5 milhões a iniciativas culturais contempladas por Escolha Direta do Conselho Petrobras Cultural.

A Seleção 2005/2006, aqui apresentada, norteará a contratação de projetos em 2006.


SELEÇÕES PÚBLICAS

Esta terceira edição do Programa Petrobras Cultural envolve verba total de R$ 62 milhões. Desse montante, R$ 46,5 milhões (75%) são destinados a seleções públicas de projetos, aí englobadas as ações apresentadas a seguir.Os Regulamentos conceituam cada área de seleção pública, bem como detalham seus procedimentos e requisitos de inscrição. Sua leitura é fundamental para a correta inscrição de projetos.

PRESERVAÇÃO E MEMÓRIA
· Memória das Artes
Verba da seleção: R$ 5 milhões (cinco milhões) Valor máximo por projeto: R$ 500 mil (quinhentos mil)
· Patrimônio Imaterial
Verba da seleção: R$ 2 milhões (dois milhões)
Valor máximo por projeto: R$ 200 mil (duzentos mil)
· Apoio a Museus, Arquivos e Bibliotecas
Verba da seleção: R$ 4 milhões (quatro milhões)
Valor máximo por projeto: R$ 400 mil (quatrocentos mil)
· Apoio à Elaboração de Projetos de Preservação de Bens Culturais
Verba da seleção: R$ 2 milhões (dois milhões)
Valor máximo por projeto: R$ 300 mil (trezentos mil)

PRODUÇÃO E DIFUSÃO CINEMA
· Produção de filmes de longa-metragem
Verba da seleção: R$ 19,6 milhões (dezenove milhões e seiscentos mil)
Valor máximo por projeto: faixas de R$ 600 mil, R$ 800 mil e R$ 1 milhão, com requisitos específicos
· Produção de filmes de curta-metragem em 35 mm para salas de cinema
Verba da seleção: R$ 1,26 milhões (um milhão, duzentos e sessenta mil)
Valor máximo por projeto: R$ 60 mil (sessenta mil)
· Produção de filmes de curta-metragem para mídias digitais
Verba da seleção: R$ 600 mil (seiscentos mil)
Valor máximo por projeto: R$ 30 mil (trinta mil)
· Difusão de filmes de longa-metragem
Verba da seleção: R$ 3 milhões (trezentos mil)
Valor máximo por projeto: R$ 300 mil (trezentos mil)
A inscrição de projetos para esta seleção só será aberta em julho de 2006.

MÚSICA
· Registro e difusão da produção musical contemporânea (popular e erudita)
Verba da seleção: R$ 5 milhões (cinco milhões)
Valor máximo por projeto: R$ 150 mil (cento e cinqüenta mil)
· Apoio a grupos musicais: bandas, corais, orquestras jovens e de música regional tradicional
Verba da seleção: R$ 940 mil (novecentos e quarenta mil)
Valor máximo por projeto: R$ 40 mil (quarenta mil)

ARTES CÊNICAS
· Circulação de Artes Cênicas, por meio de edital conjunto Funarte-Petrobras
Verba da seleção: R$ 3,1 milhões (três milhões e cem mil)
Valor máximo por projeto: diversas faixas
A inscrição de projetos para esta seleção só será aberta em julho de 2006.

Posted by João Domingues at 10:46 AM

novembro 7, 2005

Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea

Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea

Inscrições até 28 de novembro de 2005

Centro de Artes Funarte - Mezanino - Palácio Gustavo Capanema
Rua da Imprensa, 16 13º andar sala 1304, Centro, 20.030-120, Rio de Janeiro - RJ
21-2279-8089 ou cavisuais@funarte.gov.br
Segunda a sexta, 10-12h e 14-17h30

Prêmios: todos os artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais selecionados receberão um prêmio de R$ 6.250


Até o dia 28 de novembro de 2005, artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais, em todo território nacional, podem se inscrever no Edital do Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea. Serão selecionados 24 (vinte e quatro) projetos específicos, que contemplem todas as linguagens artísticas, para os espaços das galerias da Funarte situadas no Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro.

Os projetos inscritos deverão ser voltados para os espaços das galerias do
Centro de Artes da Funarte, no Rio, para o espaço máximo de uma galeria para cada proponente ou espaços externos das galerias-mezanino, como pode ser visto na planta.


EDITAL

Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea

O Presidente da Fundação Nacional de Artes - Funarte, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto n° 5.037 de 7/4/2004, publicado no DOU de 8/4/2004, torna público o presente Edital do Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea, para todo o território nacional, com inscrições abertas no período de 14 de outubro a 28 de novembro de 2005.


1 DO OBJETO

1.1 Convocar artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais, em todo território nacional, para concorrerem ao prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea, selecionando 24 (vinte e quatro) projetos específicos, que contemplem todas as linguagens artísticas, para os espaços das galerias da Funarte situadas no Palácio Gustavo Capanema, Rua da Imprensa 16, Rio de Janeiro.


2 DAS INSCRIÇÕES

Os projetos inscritos deverão ser voltados para os espaços das galerias do
Centro de Artes da Funarte, no Rio de Janeiro, e propostos para:
2.1 espaço máximo de uma galeria para cada proponente (ver planta) ou;
2.2 espaços externos das galerias-mezanino (ver planta);
2.3 o proponente que optar pelo espaço interno da Galeria não poderá utilizar o espaço externo e vice/versa;
2.4 os espaços poderão ser seccionados, não tendo o proponente a obrigação de utilizar o espaço de uma galeria por inteiro ou todo o espaço externo - mezanino;
2.5 o proponente deverá conceber seu projeto na perspectiva de uma exposição coletiva, onde todos os espaços (internos e externos) serão utilizados por vários proponentes.
OBS: não considerar os espaços externos do prédio, como Pilotis e demais áreas que não estejam delimitadas em planta.
2.6 a inscrição deverá ser enviada em envelope com nome completo do profissional e escrito: SELEÇÃO PRÊMIO PROJÉTEIS DE ARTE CONTEMPORÂNEA 2005. Os dossiês remetidos pelos Correios deverão ser registrados ou, se possível, enviados por Sedex, e incluir um envelope já sobrescrito com o endereço para devolução e com os selos referentes ao valor de carta registrada em anexo;
2.7 as inscrições são gratuitas e estarão abertas no período de 14 de outubro a 28 de novembro de 2005, de segunda a sexta-feira, de 10:00 às 12:00h ou de 14:00 às 17:30h; no Centro de Artes Visuais da Funarte - Rua da Imprensa, 16 - 13º andar - sala 1304 - Castelo, CEP. 20.030-120 - Rio de Janeiro - RJ, tel: (21) 2279-8089, ou pelo correio com data de postagem até 28 de novembro de 2005, considerando-se para esse fim a data registrada no carimbo dos Correios ou serviço de entrega.
2.8 os artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais receberão a confirmação de suas inscrições via e-mail.


3 DAS CONDIÇÕES

3.1 não serão aceitos projetos com materiais perecíveis ou adulteráveis e/ou que interfiram na integridade física do local ou do público.
3.2 para inscrição, todo proponente deverá estar com o CPF atualizado e situação fiscal regularizada, inclusive com emissão de certidão negativa conjunta (consultas no site: www.receita.fazenda.gov.br)
3.3 a Funarte, através do Centro de Artes Visuais e sua Coordenação de Artes Visuais, rejeitará as inscrições que não estejam de acordo com os termos deste edital, cuja inscrição implica a automática e plena concordância das normas estabelecidas.
3.4 poderão inscrever-se artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais de todo o Brasil e estrangeiros domiciliados no país há mais de 3 (três) anos, ainda que não tenham realizado qualquer exposição.
OBS: na hipótese de inscrição de trabalhos em grupo, apenas um membro deverá constar como responsável pela inscrição, em que ele será identificado como proponente. Os demais integrantes do grupo deverão preencher o formulário de inscrição como participantes. Caso o grupo seja selecionado, tanto o proponente quanto os participantes deverão firmar um Termo previsto no item 5.1 deste Edital.


4 DA SELEÇÃO

A seleção dos trabalhos será feita pelo exame de dossiê, em etapa única, por comissão composta por 3 (três) membros, escolhidos pela Funarte, quando será lavrada a ata da sessão.
4.1 O dossiê deve obedecer às seguintes especificações:
4.1.1 conter fotos, coloridas ou PB, no tamanho de 20 x 25cm (tamanho aconselhável, não obrigatório), DVD, em conjunto com as propostas de desenvolvimento do trabalho. Os arquitetos poderão também enviar croquis, plantas impressas, DVD, memoriais descritivos que melhor julgarem para entendimento de suas propostas;
4.1.2 indicar em todas as fotos, no verso, o nome do autor e a indicação das medidas;
4.1.3 o dossiê deve permitir entendimento claro das propostas apresentadas, através de texto com especificações de manuseio e montagem;
4.1.4 fornecer dados curriculares, restritos à sua formação e suas atividades culturais, com nome e endereço completo, telefone e e-mail;
4.1.5 apresentar relação com as informações: autor, título, data, técnica ou materiais utilizados, dimensões (medida máxima na vertical x medida máxima na horizontal x profundidade) e outros dados julgados necessários;
4.1.6 a seleção somente será feita através das fotos, projetos, DVD, não sendo aceitas obras originais ou maquetes para esta finalidade;
4.1.7 todos os artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais selecionados serão comunicados logo após a seleção das obras, através do site www.funarte.gov.br e publicação no DOU;

4.1.8 os dossiês selecionados ficarão sob a guarda da Funarte por um período de 12 meses, sendo, em seguida, devolvidos pelos Correios;
4.1.9 os artistas, grupos , arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais não selecionados, que entregarem pessoalmente seus dossiês na Coordenação de Artes Visuais, do Centro de Artes Visuais/Funarte, deverão retirá-los no mesmo local e o restante deverá recebê-los pelos Correios, desde que mandem o envelope para devolução com os selos, referentes ao valor de carta registrada, anexados separadamente (sem colar). Caso contrário, os dossiês serão mantidos pela Funarte até um ano após a data de início das inscrições, não se responsabilizando pelos mesmos após este prazo;
4.1.10 todos os artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais selecionados receberão um prêmio de R$ 6.250,00 (seis mil e duzentos e cinqüenta reais);
4.1.11 do valor do prêmio a ser conferido serão deduzidos os tributos previstos na legislação em vigor.


5 DAS OBRIGAÇÕES DOS ARTISTAS

Os artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais selecionados se obrigam a:
5.1 - assinar um Termo comprometendo-se a executar o projeto, nas galerias da Funarte no Rio de Janeiro, em período de até doze meses, a partir da divulgação do resultado da seleção, conforme data a ser fixada, caso haja interesse da Funarte;
OBS: caso a execução do projeto não se concretize neste período, o artista estará liberado para execução de seu projeto, em qualquer espaço de sua escolha, desde que insira as logomarcas MinC/Funarte/Centro de Artes Visuais/Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea, em todos os créditos ( impressos e mídias).
5.2 fica sob responsabilidade dos artistas, grupos, arquitetos e outros profissionais vinculados às artes visuais selecionados, todos os custo/encargos e operacionalização de possível execução do projeto;
5.3 a inscrição efetuada implica a plena aceitação de todas as condições estabelecidas neste Edital.


6 DAS OBRIGAÇÕES DA FUNARTE

A Funarte se obriga a:
6.1 devolver pelo correio os dossiês, em consonância com os itens 4.1.8 e 4.1.9 deste Edital;
6.2 efetuar pagamento, conforme item 4.1.10 deste Edital;
6.3 as decisões finais da Comissão de Seleção são irretratáveis e irrevogáveis;
6.4 os casos omissos e controversos serão resolvidos pela Funarte.


Antonio Carlos Grassi
Presidente

Posted by João Domingues at 12:11 PM

novembro 4, 2005

Selecionados Projeto Amplificadores

Selecionados Projeto Amplificadores
Concurso público para artistas, arte-educadores e curadores

Cursos:
Ainda é performance Arte?
Daniela Labra - RJ

A Imaginação da Imagem Técnica
Eduardo Romero Lopes Barbosa - PE

Publicação Pública - Cartão Postal
Rogério Tanizaca Nagaoka - RJ

Curadoria:
Nós amamos o Recife e nosso trabalho também!
Fabiana Éboli Santos - RJ

Em conformidade com o Art. 27°, o MMLG resolve acatar a decisão da comissão julgadora em remanejar uma vaga de projeto de exposição para contemplar mais uma proposta de curso.

Comissão de seleção: Gil Vicente, artista plástico; Joana D´arc, Historiadora da Arte, Pesquisadora das Artes Pernambucanas e Arte Educadora; Maria do Carmo Nino, Doutora em Artes Plásticas - Sorbonne Paris 1, Artista Plástica, Curadora e Prof. UFPR

Fundação de Cultura da Cidade do Recife - Museu Murilo La Greca
Rua Leonardo Bezerra Cavalcanti, 366 R11, Parnamirim, Recife - PE
81-3268-8011

Posted by João Domingues at 12:04 PM