Página inicial

Salões & Prêmios

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
As últimas:
 

setembro 24, 2004

Inscrições - Paço das Artes / Temporada de Projetos 2005-2006

Inscrições
Temporada de Projetos 2005-2006

3 de setembro até 5 de novembro de 2004

Paço das Artes
Av. da Universidade 1
Cidade Universitária São Paulo
11-3814-4832
www.pacodasartes.sp.gov.br
pacodasartes@pacodasartes.sp.gov.br
Terça a sexta, das 11h30 às 19h00; sábado e domingo, das 12h30 às 17h30


Iniciado em 1996 este programa abre espaço à produção de artistas emergentes assim como para jovens curadores e críticos de todo o Brasil. O atual formato prevê a abertura de inscrições a cada dois anos, prazo de realização das exposições dos projetos selecionados. Nesta 5° edição está prevista a realização de 20 (vinte) exposições individuais ou coletivas, selecionadas dentre os projetos inscritos. Os interessados em participar poderão acessar o site onde está disponível o edital e a ficha de inscrição e os locais de divulgação.

Posted by João Domingues at 2:51 PM | Comentários(2)

Festival Internacional de Arte Eletrônico de Rosário - Inscrições

Inscrições
Festival Internacional de Arte Eletrônica

Envio de material até 30 de setembro de 2004

I Festival internacional de Arte Electrónica
Astas Romas
Av. Pellegrini 2202
Rosario Santa fe
Argentina
Inscrições: www.404festival.com.ar

Categorias: Net-Art, Website, Imagem Estática, Animação, Vídeo, Música Electrónica, Teoría, Instalação, Performance.

Posted by João Domingues at 2:39 PM

setembro 15, 2004

Artistas Selecionados I Salão Aberto

Paralelo a XXVI Bienal Internacional de São Paulo

Adriana Daccache, Alberto Tembo, Alexandre Monteiro Gomes, Alice Miceli, Alice Yuki Shintani, Alina Cubas Fonteneau, Ana Angélica T. F. da Costa, Ana Nitzan, Andrezza Valentin, Argenide Ghini Servilha, Barbara Leary, Beto Borges, Biba Rigo, Caio Moraes, Camila Alvite, Camila Revoredo Fonseca de Oliveira, Camille Kachani, Carla Falchet Macrander, Carlo Sansolo, Claudia Gugliemino Gaws, Claudia Herszenhut, Claudio Boçon, Claudio Hideki Matsuno, Claudio Siqueira Caropreso, Cleiri Adriana Cardoso - Grupo Dragão da Gravura, Cristina Mello Meireles, Cristine Maria Albuquerque de Bem e Canto, Débora Bruno, Denise Manetti Chamoux, Eduardo Srur, Egidio Rocci dos Santos, Evandro Batista Prado, Fabiana Ferreira, Fabricio de Jesus B. Lopes, Felipe Pontone Hellmeister, Fernanda Bianco de Moraes Figueiredo, Fonthor, Francisco Fernandes, Francisco Oliveira Zelesnikar, Gabriela Pires da Costa, Grupo Projeto Zip - Clarissa Diniz, Guilherme Gadelha de Souza, Helena Maria Barroso Trindade, Iara Freiberg, Jacqueline Rocha Lima Medeiros, Janaina de Oliveira Garcia, Jennifer Schauff, José Salmo Dansa de Alencar, José Vicente da Veiga, Juliana Alves Garcia, Juliana Piccardi Kehl, Jurandy Valença, Laura Martins Belém Vieira, Lília Maria Malheiros, Luciana Figueiredo, Luciana Maas, Lucrécia Couso, Luiz Flávio Silva, Lygia Ferreira Rocco, M. Claudia Marchetti Berna Petrarca de Araujo, Maíra Moraes Coelho Dale Caiuby, Marcelo Edmilson Moscheta, Marcelo Paciornik, Marco Antonio Portela de Mezo, Marco Willians Rosa da Silva, Mariana Palma Perosa, Maurício Pinto Adinolfi, Maurizio Mancioli, Melissa Caravieri, Milena Szafir - Grupo mm não é confete, Monica Bez Blatter, Monica Vendramini Reis, Patricia M. Vicentini Bigarelli, Patricia Maria Pomerantzeff, Paula Dip, Paulino Fernandes Marques, Pedro Rogério Aires Torres, Rachel Soares Mascarenhas, Regina de Barros, Renata Scovino, Renato de Cara, Rian Costa Godoy, Rosa Ines de Luca, Rosa Moncaio, Rubens Pontes Rocha, Setsuko Katayama, Silvio Tavares, Suiá Burger Ferlauto, Suzana M. A. Silva Marques da Fonseca, Tania Maria Vidal Nitrini, Tomás Marcelo Vega, Vera Lucia Marcos Uberti, Vivian Martins C. de Araujo, Wagner Gil Pinheiro e Walter Javier Contreras Pizarro

Curadoria:
José Roberto Aguilar e Paulo Klein (eleitos pelos artistas da Cooperativa de Artistas Visuais do Brasil)
Thais Rivitti (indicada pela Bienal)
Antonio Peticov e Enock Sacramento (eleitos pelos artistas inscritos no I Salão Aberto)

período da exposição: 26 de setembro a 31 de novembro de 2004

Casa das Retortas
Rua Maria Domitila 79
Centro São Paulo
Diariamente, das 10h às 20h.
Realização: Cooperativa de Artistas Visuais do Brasil
Apoio: Ministério da Cultura, da Fundação Bienal de São Paulo, da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, da EMURB - Empresa Municipal de Urbanização, FUNARTE.

I Salão Aberto

Idealizado com características que permeiam particularidades inovadoras no cenário contemporâneo, como a participação de artistas visuais, no desenvolvimento e na implementação da iniciativa, o I Salão Aberto pretende estabelecer um diálogo democrático junto às Bienais, iniciando um processo que visa aumentar a representatividade de artistas brasileiros nestes eventos e tornar mais democrática sua curadoria, que será feita através de seleção e não de convite.

Para um dos curadores eleitos e Presidente da Cooperativa Antônio Peticov, "hoje para que o artista tenha espaço, ele deve se adaptar ao conceito de arte dos críticos e curadores, correndo o risco de ficar preso aos rótulos. A idéia do I Salão Aberto é de oferecer uma radiografia da produção brasileira sem interferência externa"
 
 
Conselho do I Salão Aberto Paralelo à 26a Bienal Internacional de São Paulo
 
Criado com o objetivo de apoiar a realização do I Salão, na construção das condições para sua implementação, o Conselho, tem a participação de renomados artistas, que apoiam essa iniciativa: Aldemir Martins, Antonietta Tordino - Presidente do SINAPESP, Antônio Henrique Amaral, Bené Fonteles, Caciporé Torres, Claudio Tozzi,  Fang, Fernando Durão - Presidente da APAP, Gal Oppido, Gontran Guanaes Netto, Guto Lacaz, Haron Cohen, José Roberto Aguilar, José Roberto Leonel Barreto, Maria Bonomi, Mario Gruber, Silvio Dworecki, Tomoshige Kusuno e Vânia Toledo.
 
Este Conselho pleiteia através da realização do I Salão Aberto a reconstituição do Conselho de Arte e Cultura da Fundação Bienal de São Paulo, constituído por artistas
 
O Conselho participou de todo o processo, ao lado da Cooperativa, para garantir o cumprimento das regras estabelecidas no regulamento do I Salão, e a legitimidade dos nomes dos curadores, eleitos pela Cooperativa e pela apuração dos votos dos artistas inscritos. Para isso elegeu entre seus membros uma comissão eleitoral, que teve como representantes: a presidente do SINAPESP, Antonietta Tordino; o artista Caciporé Torres e o presidente da APAP, Fernando Durão.
 
Conselho de Curadores:
 
Composto por 5 membros, sendo 02 nomes eleitos pelos artistas inscritos, 02 eleitos entre os membros da Cooperativa de Artistas Visuais do Brasil e um indicado pela Bienal Internacional de São Paulo.
 
Curadores eleitos pela Cooperativa:
 
Nos dias 30 e 31 de agosto, a Comissão Eleitoral, realizou a votação entre os membros da Cooperativa, que até o momento conta com 106 artistas. Os nomes indicados foram o artista plástico José Roberto Aguilar e o crítico de arte Paulo Klein.
 
Apuração dos votos entre os artistas inscritos:
 
A apuração aconteceu no dia 1 de setembro, ficando a cargo da Comissão Eleitoral a abertura dos envelopes para a retirada da ficha de inscrição com os votos.

Nessa apuração foram eleitos o artista plástico Antônio Peticov e o crítico de arte Enock Sacramento.
 
Completando a mesa de curadores a crítica de arte Thais Rivitti, foi indicada pela Fundação Bienal de São Paulo.
 
José Roberto Aguilar é um artista multimídia, ex diretor da Casa das Rosas, atualmente é representante do Ministério da Cultura em São Paulo.
 
Paulo Klein é crítico de arte, curador e ainda editor do site Arte e Informação (www.pauloklein.art.br). Ganhador do Prêmio Maria Eugênio Franco, de melhor curadoria em 2002, pela ABCA - Associação Brasileira de Criticos de Arte, com a exposição " Pop Brasil" realizada no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo.
 
Antônio Peticov é artista plástico e Presidente da Cooperatica de Artistas Visuais do Brasil.
 
Enock Sacramento é crítico de arte e autor de 12 livros sobre arte brasileira. Ganhador do prêmio Gonzaga Duque, de melhor crítico de arte em 2003 pela ABCA - Associação Brasileira de Criticos de Arte.
 
Thais Rivitti é crítica e pesquisadora de arte e editora da revista Número.


Sobre a seleção:

Participaram da seleção 461 artistas, que se enquadraram em pelo menos uma das 3 normas do regulamento: ter até 35 anos, ou até 3 exposições individuais ou até 5 exposições coletivas e foram selecionados 95.
 
Montagem e projeto gráfico
O projeto arquitetônico e a concepção visual do I Salão Aberto são do arquiteto  Haron Cohen e todo o projeto gráfico do artista Guto Lacaz.
 
Este projeto nasceu a partir do lançamento do manifesto sobre a localização dos artistas no cenário das Bienais de São Paulo, do Mercosul entre outras:
 
" ...constatamos o encolhimento do número de artistas escolhidos e sentimos em nossa carne uma exclusão cada vez maior... Mas o que mais nos machuca é outro tipo de exclusão - O DA NÃO PARTICIPAÇÃO NA FORMULAÇÃO DAS NORMAS QUE REGEM CADA EVENTO. Principalmente quando esses eventos são beneficiados por leis de incentivo fiscal, com dinheiro público, com o nosso dinheiro...No Brasil estamos vivenciando este conceito de democracia cada vez mais, o direito de concordar e o de discordar.

Enfim adquirimos voz plena.

Nós artistas visuais, vimos nossas conquistas sumirem durante os anos de exceção e cabe a nós readiquirí-las...

Com a ditadura a voz se perdeu. Agora, estamos aprendendo outra vez a falar, a discutir, a dialogar. E temos uma proposta para a Bienal de São Paulo, para a Bienal do Mercosul e para todos os outros grandes eventos, onde uma representatividade de artistas brasileiros esteja presente."

Posted by João Domingues at 2:19 PM | Comentários(4)

setembro 9, 2004

Edital para projetos culturais

Edital para inscrição de projetos culturais/2005

Secretaria de Cultura de Goiânia

Inscrição: 6 a 22 de outubro de 2004 e 4 a 20 de abril de 2005

Secretaria Municipal de Cultura
Avenida 84, 535
Setor Sul Goiânia
62-524-1704/1644
Regulamento e ficha de inscrição: www.goiania.go.gov.br

Os artistas e produtores culturais de Goiânia já podem obter o edital para inscrição de projetos destinados à obtenção dos benefícios da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, em 2005. O regulamento está a disposição dos interessados na sede da Secult, Secretaria Municipal de Cultura, localizada na Avenida 84, 535, Setor Sul. Os telefones de contato são 524-1704/1644.

Nesta edição, a novidade são os dois prazos para as inscrições. O primeiro será de 6 a 22 de outubro de 2004 e o segundo, de 4 a 20 de abril de 2005. " O objetivo é oferecer condições para que o sucessor, no próximo governo, possa fazer as alterações que considere necessárias", explica Sandro di Lima, secretário de cultura.

A inscrição dos projetos será realizada em formulários próprios, fornecidos pela Secult, através da permuta de disquete ou pela Internet, no site www.goiania.go.gov.br

Segundo o regulamento, é vedada a participação de servidores públicos municipais, que exerçam cargo na função do comissionado ou função de confiança e de membros da CPC, Comissão de Projetos Culturais, titulares e suplentes, seus cônjuges ou companheiros estáveis e parentes em primeiro grau.

As propostas aprovadas serão classificadas como Especiais ou Normais, conforme o grau de interesse público para o desenvolvimento cultural.

A seleção será baseada em parâmetros como clareza e qualidade artística, experiência dos realizadores, compatibilidade do orçamento apresentado com os valores do mercado, efeito multiplicador, geração de trabalho e valorização de projeto de ação continuada, entre outros.

Os Especiais terão prioridade na alocação de recursos. Os critérios nesta categoria consideram a participação da comunidade, geração de trabalho e contrapartida social.

A documentação exigida inclui comprovantes do exercício da atividade cultural, matérias jornalísticas, certificados, fotos e materiais de divulgação.

Posted by João Domingues at 1:47 PM | Comentários(3)

Prêmio Cultura nota 10

R$ 30 mil distribuído entre os vencedores

Inscrições prorrogadas até 20 de setembro de 2004

Instituto Cultural Cidade Viva
Rua Presidente Carlos de Campos 258/201
Rio de Janeiro RJ
Informações: 21-2554-4922 /2553-0112
culturanota10@ig.com.br
Regulamento e ficha de inscrição: www.sec.rj.gov.br

O que é o prêmio?
O Prêmio Cultura Nota 10 - 2004 é voltado para área cultural e suas interfaces com outros setores de crescimento, tais como educação, turismo, meio ambiente, gastronomia, reconhecendo que as políticas culturais públicas, em parceria com a iniciativa privada, podem ser determinantes para o fortalecimento da identidade cultural e da cidadania da população, bem como para o desenvolvimento econômico de uma região. Foi elaborado pelo Instituto Cultural Cidade Viva, entidade sem fins lucrativos, criada em 1997 como instrumento de integração cultural entre os municípios do Rio de Janeiro.

O prêmio Cultura Nota 10 - 2004 é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, realizada pelo Instituto Cultural Cidade Viva, com patrocínio do Instituto 21 Embratel e apoio da UNESCO. Esta é a segunda edição do prêmio - a maior premiação destinada a projetos culturais no Rio de Janeiro - e distribuirá R$ 30 mil para os vencedores. O objetivo é incentivar iniciativas de baixo custo que valorizem ou resgatem a identidade do município ou da região.

Quem pode participar?
Instituições públicas municipais, organizações da sociedade civis, iniciativas pessoais e de grupo, formais e informais, todas com sede no Estado do Rio de Janeiro, cujas ações tenham pelo menos um ano de implementação efetiva.

Qual o objetivo do Prêmio Cultura Nota 10?
Valorizar, reconhecer publicamente, premiar e divulgar iniciativas culturais inovadoras em todo o Estado do Rio de Janeiro, capazes de gerar crescimento social, bem comum para a população local, auto-estima das comunidades, trabalho, renda, qualidade de vida, cidadania e fortalecimento da identidade cultural fluminense.

Quais as fases de seleção que meu projeto vai passar desde o momento da inscrição até a possível premiação?
Um Comitê Técnico fará uma Seleção preliminar das ações inscritas, escolhendo 21 iniciativas de destaque. Dentre estas sairão as dez ações finalistas para fase de premiação que serão divulgadas 30 dias antes da data do Evento de Premiação, no site da SEC/RJ (www.sec.rj.gov.br).

Quem pode se inscrever no Prêmio?
Poderão participar do prêmio instituições públicas; organizações da sociedade civil não governamentais; iniciativas pessoais e de grupo, formais e informais, todas com sede no Estado do Rio de Janeiro cujas ações tenham pelo menos um ano de implementação efetiva. (É vedada a participação de servidores da SEC/RJ e de pessoas físicas e jurídicas, públicas e privadas, ligadas diretamente aos membros do Comitê Técnico, da Comissão Julgadora, da organização, dos realizadores, parceiros, produtores e patrocinadores do prêmio)

Quem são os responsáveis pelo Prêmio?
O Prêmio Cultura Nota 10 é uma realização do Instituto Cultural Cidade Viva com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e com o patrocínio da Embratel

Além do prêmio meu projeto poderá receber outro tipo de incentivo?
O Instituto Cultural Cidade Viva irá divulgar os 21 pré-selecionados após o término da premiação

Quantos projetos eu posso inscrever?
O livre a escolha do número de projetos a serem escritos.

Quem analisará os projetos? Como serão feitas as inscrições? O que é necessário?
As inscrições serão gratuitas e realizadas através do preenchimento do Formulário de Inscrição padronizado do Prêmio Cultura Nota 10/2004 em uma única via e enviadas até 10 de setembro de 2004, através de correspondência registrada, para o endereço da sede do Instituto Cultural Cidade Viva. Rua Presidente Carlos de Campos, 258/201, Laranjeiras, CEP 22.231-080, Rio de Janeiro -RJ. O Formulário de Inscrição deverá ser enviado com todos os seus campos preenchidos em letra de forma, manuscrita ou digitalizada.


Posso complementar o formulário com outros materiais?
O candidato poderá anexar ao Formulário de Inscrição informações e materiais complementares tais como textos, fotos, vídeos, cd room e outros; não serão consideradas as propostas que ainda não tenham sido executadas e eventos pontuais que acontecem sem periodicidade comprovada.

Quem participou do Premio Cultura Nota 10 /2003 poderá participar do Premio Cultura Nota 10 /2004?
Com exceção das 10 (dez) finalistas, as ações inscritas no Prêmio Cultura Nota 10 em 2003, poderão inscrever-se no PRÊMIO CULTURA NOTA 10 - 2004, devendo refazer seu cadastro através do novo Formulário de Inscrição

Onde tenho acesso ao formulário?
O Formulário de Inscrição estará disponível através do site www.sec.rj.gov.br da SEC/RJ. O Formulário também poderá ser solicitado pelo e-mail culturanota10@ig.com.br. Informações pelo telefone 21 2554-4922.

(Artigo; no caso de grupos informais, seus integrantes deverão apresentar, no ato de inscrição, uma carta nominal à Comissão Organizadora do Prêmio Cultura Nota 10-2004, designada pelo ICCV, contendo:·(a) Indicação de 1 (um) representante com poder expresso e específico para inscrição e adesão ao Regulamento, bem como para o recebimento da premiação; ·b) Autorização para divulgação da iniciativa e para qualquer outro uso previsto no Regulamento, declarando-se solidariamente responsável por todos os atos concernentes ao Prêmio Cultura Nota 10 /2004; no ato de inscrição, o representante indicado, responsável pela ação, estará autorizando os realizadores e parceiros a dar ampla divulgação à mesma, caso seja selecionada entre as 21 (vinte e uma) Iniciativas de Destaque, permitindo, inclusive, a difusão do seu conteúdo através de Banco de Dados; a leitura deste Regulamento, com a devida atenção, é fundamental para o correto preenchimento do Formulário de Inscrição e conseqüente participação no Prêmio Cultura Nota 10/ 2004. Não serão considerados eventuais recursos com base no desconhecimento dos termos do presente.

Cultura Nota 10
A Secretaria Estadual de Cultura e o Instituto Cultural Cidade Viva (ICCV) realizam, este ano, a segunda edição do prêmio Cultura Nota 10. Esta é a maior premiação destinada a projetos culturais no Rio de Janeiro e distribuirá R$ 30 mil para os vencedores. O objetivo é incentivar iniciativas de baixo custo que valorizem ou resgatem a identidade do município ou da região. As inscrições vão até o dia 10 de setembro. No site www.sec.rj.gov.br encontram-se o regulamento e a ficha de inscrição, que deve ser enviada pelo correio.

Posted by Patricia Canetti at 12:10 PM | Comentários(1)