Página inicial

Salões & Prêmios

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
As últimas:
 

outubro 27, 2013

Convocatória nacional para participar da Desvenda, Feira de Arte Contemporânea - Cinco Años Sin Perder La Ternura

Desvenda, Feira de Arte Contemporânea - Cinco Años Sin Perder La Ternura

Além de comemorar o aniversário do projeto, a atual edição marca também a mudança de endereço da Feira que, a partir de agora, acontecerá bimestralmente no espaço Guarda-chuva, em São Paulo.

Curadoria de Floriana Breyer e Rodrigo Lourenço

Inscrições de de 23 de outubro a 25 de novembro de 2013

Espaço Guarda-chuva
Rua Lavradio 141, Barra Funda, São Paulo
desvenda@gmail.com
http://desvenda.net

O que é a Desvenda?

A DESVENDA, Feira de Arte Contemporânea surgiu do desejo de um grupo de artistas, por um espaço específico, onde se pudesse, de forma desburocratizada e sem intermediários, divulgar e comercializar o resultado de suas pesquisas em arte, junto a um público heterogêneo.

Sediada inicialmente na Travessa Venezianos, na Cidade Baixa/Porto Alegre, atua ininterruptamente desde dezembro de 2008. O intercâmbio, que inicialmente se dava somente entre os artistas locais, rapidamente ganhou outras proporções e a DESVENDA passou a abrigar artistas diversas regiões do país, criando assim uma inédita rede autônoma de artistas/produtores.

As feiras de Intercâmbio da Desvenda já participaram de diversos festivais, encontros e salões, tal como o SPA das Artes (Recife), Bienal do Mercosul (POA), Salão de Abril (Fortaleza), Festival Fora-do-Eixo (Brasília), Festival Cidade de Porto Alegre (POA), Desvenda no Pelourinho (Salvador), Espaço Dobradiça (Santa Maria), Casa de Cultura Mário Quintana (POA), Estação das Artes (Montenegro/RS), entre outros. Hoje participam da Desvenda mais de 200 artistas de todo país e a cada dia mais pessoas se agregam a esse movimento.

Como se dará a seleção dos trabalhos?

Os artistas interessados em participar devem preencher o formulário online. Serão informados por email os artistas selecionados, bem como os detalhes para o envio/execução/etc das propostas/obras. A curadoria será de Floriana Breyer e Rodrigo Lourenço.

Qual o prazo de envio dos trabalhos?

25 de novembro é a data limite. A divulgação da seleção será dia 2 de dezembro.

Como é a ocupação do espaço expositivo pela Desvenda?

A Desvenda tem como inspiração para sua proposta de montagem os antigos gabinetes de curiosidades. Os artistas selecionados, se desejarem, podem participar dessa montagem.

Qualquer artista pode participar? Há uma curadoria?

Sim, qualquer artista pode participar. Os critérios de seleção são: originalidade, ter uma produção recente, já ter participado de uma exposição coletiva ou individual, ter um blog ou semelhante divulgando seu trabalho, estar disposto a dividir espaço e promover uma troca intensa com variadas formas, conceitos e técnicas artísticas.

Que tipo de trabalho artístico pode participar da Desvenda?

A Desvenda não discrimina qualquer tipo de manifestação da cultura: poderão dividir espaço performers, publicações, dançarinos, vídeos, esculturas, cozinheiros, gravuras, músicos, intervenções, desenhos, fotografias, DJs, atores e todo tipo de inspiração. A curadoria terá a responsabilidade de elaborar critérios outros que visem garantir a diversidade e representatividade da seleção.

Quanto custa participar da Desvenda?

O artista tem dois custos:

1) O transporte (entrega e devolução) de sua obra.

2) A Desvenda é um projeto independente. Não está vinculado a qualquer ONG, associação, fundação ou entidade outra entidade pública ou privada. Não recebe recursos provenientes de edital, prêmio ou leis de incentivo e/ou renúncia fiscal. Para cobrir seus custos sugere aos artistas que, a título de apoio ao projeto, doem 30% do valor dos trabalhos que forem efetivamente vendidos.

As obras não estarão cobertas por qualquer tipo de seguro.

Por que e para que existe a Desvenda?

A Desvenda pretende colaborar com a expansão dos limites geográficos da arte contemporânea, muitas vezes identificado como manifestações exclusivas dos grandes centros urbanos, uma ação inovadora que busca romper com esse paradigma que em nada colabora para o desenvolvimento de uma cultura democrática e inclusiva. Essa iniciativa mostra que o artista pode encontrar o seu papel (e o de seu trabalho) na sociedade e que estes podem construir uma relação sem intervenções de instituições, curadores ou marchands. Com isso, pensamos que a feira colabora na desconstrução da equivocada ideia de que a obra de arte só pode ser consumida e apreciada por um seleto e abastado grupo de colecionadores/especuladores de arte. A organização colaborativa proposta pela DESVENDA demonstra que artistas integrados conseguem chegar ao seu público e que, coletivamente, existe a possibilidade de se propor soluções e modos para tornar o acesso, a circulação e a produção artística mais justa, democrática e solidária.

Posted by Patricia Canetti at 3:11 PM