Página inicial

Salões & Prêmios

 


agosto 2017
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
dezembro 2016
novembro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
maio 2016
abril 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

setembro 17, 2007

Selecionados Prêmio Funarte Projéteis de Arte Contemporânea

Selecionados Prêmio Funarte Projéteis de Arte Contemporânea
Adriana Maciel (RJ), Aline Maria Dias (SC), Amanda Melo da Mota Silveira (PE), Ana Lúcia Muglia Pereira (RJ), Beatriz Pimenta (RJ), Cristiano Hoeher Lenhardt (PE), Diego Rayck da Costa (SC), Fernanda Bulegon Gassen (RS), Floriano Carvalho de Araújo (RJ), Francisco Coutinho Togni (SP), Gustavo Moreira Speridião (RJ), Izabela Pucú (RJ), Laerte Gomes de Cunha Ramos, Lais Myrrha (MG), Lívia Flores (RJ), Luiz Maurício Pereira Brandão (SP), Marcone José Moreira (PA), Marcos Olegário Pessoa Gondim de Matos (BA), Maria Beatriz de Medeiros (DF), Maria Nepomuceno Taborda (RJ), Newton Rocha Filho (PR), Rafael Xavier Ferreira Carneiro (SP), Rommulo Vieira Conceição (RS), Teresa de Campos Viana (SP)

Comissão de seleção: Jeanine Toledo, Mariza Veloso, Viviane Matesco

Galerias da Funarte - Palácio Gustavo Capanema
Rua da Imprensa 16, Castelo, Rio de Janeiro - RJ
21-2279-8092 ou cav@funarte.gov.br


Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea divulga lista dos selecionados do edital 2007

Processo de execução das obras farão parte das mostras, que ocuparão as galerias do Palácio Gustavo Capanema, no Rio

A Funarte divulgou a relação dos 24 projetos selecionados para o Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea 2007 - veja a lista abaixo. Cada um dos artistas ou grupos contemplados vai receber R$ 6.250 para a execução dos projetos. Como o tema desta segunda edição do Prêmio é Work in progress, ou Arte em processo, as exposições no Palácio Gustavo Capanema, no Rio de Janeiro, serão abertas ao público ainda em fase de montagem.

A comissão julgadora foi formada por Viviane Matesco, crítica de arte e professora do Parque Lage (RJ); Jeanine Toledo, coordenadora de artes visuais da Fundação Joaquim Nabuco, Recife (PE); e Mariza Veloso, professora de Antropologia e Cultura Brasileira da UNB (DF). A edição 2007 do Projéteis recebeu 372 inscrições.

Nelson Ricardo Martins, diretor interino do Centro de Artes Visuais da Funarte, revela uma novidade para a edição 2007 do Projéteis. "A Funarte vai convidar ONGs, associações de moradores e escolas a participar de um programa de monitoria das visitas às mostras", explica Martins.

Projetos selecionados para o Prêmio Projéteis de Arte Contemporânea

1-JARDINS SUSPENSOS, de Ana Lúcia Muglia Pereira (RJ)
Um grande painel em madeira pintada, recortada nos moldes de tapumes, ocupando toda a extensão da parede externa da primeira galeria do Palácio Gustavo Capanema. O painel é dividido em módulos que se juntam e é pregado em uma estrutura de madeira como suporte.

2 - SEM TÍTULO, de Maria Nepomuceno Taborda (RJ)
O projeto é a continuação de um trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2003. Uma escultura gigantesca - feita cordas, colares costurados e palha trançada por artesãs do Ceará - que se espalha pelo chão e paredes. A escultura foi criada especialmente para o espaço da Galeria Funarte e sua composição foi pensada ao longo de sua feitura.

3 - GUARDA-CHUVAS ASSASSINOS, de Luiz Maurício Pereira Brandão (SP)
A obra é composta de guarda-chuvas aos quais serão anexadas peças como socos-ingleses, setas, ponteiras e lanças. A cobertura dos guarda-chuvas será de material sintético imitando couro natural.

4 - UAI2, de Maria Beatriz de Medeiros (DF)
Obra que faz parte da nova linha de pesquisa do Grupo Corpos Informáticos que visa retirar, através da interação, o espectador de sua passividade costumeira e torná-lo indivíduo em busca de sua singularidade.

5 - SALA DE ESPERA - Beatriz Pimenta Velloso (RJ)
Nesta intervenção, a artista reúne uma fila de cadeiras dispostas em forma de "U" entre as colunas de madeira de uma das Galerias da Funarte. Em frente às cadeiras, uma TV e um aparelho de DVD reproduzindo um vídeo.

6 - SEM TÍTULO, de Diego Rayck da Costa (SC)
Uma intervenção gráfica constituída de pequenos desenhos em nanquim diretamente sobre as paredes brancas. As situações arquitetônicas específicas são determinantes na concepção das figuras, no distanciamento entre elas e na relações das figuras com o observador.

7 - SEM TÍTULO, de Rafael Xavier Ferreira Carneiro (SP)
Pintura em óleo sobre tela, mostrando detalhes em perspectiva de interiores.

8 - SEM TÍTULO, de Francisco Coutinho Togni (SP)
Uma grande caixa sugerindo um fechamento das galerias. O objeto transforma o espaço normal da Funarte em uma grande sala de exposições. Leva o espectador a reflexões além do espaço narrativo dos outros trabalhos expostos, envolvendo toda a arquitetura do prédio.
No outro trabalho, serão construídas duas colunas em tamanho proporcional aos espaços utilizados no mezanino montadas como caixas cartonadas. As colunas finalizadas transformam o espaço expositivo e leva o objeto de reflexão para todo o espaço bem como arquitetura do prédio.

9 - GRÁFICA UTÓPICA ou CIRCO DOS SONHOS, de Gustavo Moreira Speridião (RJ)
Duas salas escuras para projetar vídeos sobre um trabalho de intervenção nos pilares do viaduto da Av. Perimetral, Cais do Porto do Rio de Janeiro.

10 - TRAJETÓRIA, de Adriana Alves Magalhães Maciel (RJ)
Serão 80 objetos - feitos com acrílica sobre madeira com a representação de um buraco no centro - dispostos linearmente formando, em seu conjunto, uma trajetória. A idéia é formar uma passagem virtual através da seqüência das pinturas dos buracos. A visão do espectador será conduzida pela perspectiva interna dos buracos, que induzirá a idéia seqüencial de movimento.

11 - S.W.O.L. - Sample Way of Life, de Floriano Carvalho de Araújo (RJ)
Na abertura do evento, o artista promove um desfile de moda com roupas compradas no camelódromo da cidade. As modelos são profissionais da moda convidadas para uma performance relâmpago. Serão fotografadas para produzir um editorial de moda que ficará exposto a partir do segundo dia.

12 - DESLIGARE, de Newton Rocha Filho (PR)
Uma vídeo-instalação constituída de 115 situações de desligamento de TV, gravadas com mais de cem participantes nas cidades brasileiras de Curitiba, Rio de Janeiro, São Paulo e Londrina.

13 - "ACESSO NEGADO E ACESSO NEGRADO" / "S.O.L.D.A.", de Laerte Gomes de Cunha Ramos
"Acesso Negado e Acesso Negrado" é uma série de esculturas em cerâmica esmaltada branca e negra. As esculturas, com formas parecidas às de utilitários domésticos, enganam o olhar do espectador.
"S.o.l.d.a" é uma proposta que tira o quadro e a moldura da parede, posicionando-os em planos horizontais assentados em cubos. Na superfície e ao redor dos cubos, soldados de chumbo cru em posições de guerra.

14 - TELAS, de Lívia Flores Lopes (RJ)
O projeto, cujo título se remete tanto ao formato tradicional da pintura quanto a superfície de reprodução do cinema, ocupa a parede frontal das galerias com dois tipos de "telas". O primeiro são telas esticadas sobre chassis coladas com papel de presente. O segundo é formado por espelhos impressos em serigrafia.

15 - CUBO DE POEIRA, de Aline Maria Dias (SC)
A instalação "Cubo de Poeira" é composta por um cubo formado por poeira doméstica. Ao redor, de 260 casulos de traças fixos nas paredes.

16 - 1 MINUTO (OU CADA INSTANTE É DIFERENTE) / UNIDADES MATERIAIS DO TEMPO, de Izabela Vasconcellos Pucú (RJ)
No projeto 1 minuto (ou cada instante é diferente) a artista tenta acompanhar a passagem do tempo escrevendo sobre uma folha de papel, diante de uma câmera filmadora, os números referentes aos segundos que vão passando. A imagem capturada será exibida em looping, em um monitor.
Unidades Materiais de Tempo é vídeo-escultura, Peças de argila idênticas são construídas diante de uma câmera filmadora, em turnos de oito horas. A imagem capturada será exibida em looping em um televisor. As unidades resultantes dessas jornadas estarão dispostas em grupos regulares no chão ao longo do espaço

17 - VÍDEO EM LUZ, VÍDEO EM ÁGUA / VÍDEO EM CURSO / O SENTINELA, de Cristiano Hoeher Lenhardt (PE)
Vídeo em luz vídeo em água são dois vídeos exibidos em looping em aparelhos de TV diferentes.
Vídeo em curso retrata o entorno. São dois vídeos, passados um após o outro, em looping em uma TV de 21".
O Sentinela é uma filmagem realizada em Recife. Mostra um sentinela aquático cuja tarefa é proteger o reino que habita.

18 - SEM TÍTULO, de Teresa de Campos Viana (SP)
Uma grande colagem com entretela colorida, conjugando planos e volumes, com a intenção de interferir e transformar o espaço real da sala de exposição.

19 - FACHADA SUBTRAÍDA Nº2, de Lais Myrrha (MG)
Será eleita uma fachada na cidade do Rio de Janeiro, com um acúmulo aleatório de alterações: marcas do tempo, interferências provocadas por transeuntes. Em frente ela será construída uma fachada de madeira que mimetize a fachada original. Por um tempo determinado, esse muro cenográfico irá se sobrepor ao de alvenaria e, como ele, ficará exposto às mais diversas alterações. Meses após a sua instalação, a fachada será retirada da rua e, em seguida, transportada para uma das galerias da Funarte.

20 - ESPAÇONAVE, A CIDADE NÃO MORA MAIS AQUI, de Marcos Olegário Pessoa Gondim de Matos (BA)
Ao abordar a construção do espaço, o projeto propõe uma reflexão sobre a relação entre o homem, a cidade contemporânea e o espaço público. De maneira sutil, o trabalho aponta para uma política habitacional desigual, deficitária e de exclusão.

21 - FORÇA TAREFA / PROJÉTEIS, de Fernanda Bulegon Gassen (RS)
Dois artistas que elaboram uma espécie de diálogo de imagens a partir de seu cotidiano. O Projéteis receberá imagens produzidas a partir do encontro desses dois olhares vindos de locais distintos. Cristiano (Recife) e Fernanda (Porto Alegre).

22 - COZINHA / BANHEIRO Nº 7, de Rommulo Vieira Conceição (RS)
A instalação consiste na superposição de dois espaços: uma cozinha e um banheiro, criando um espaço novo e híbrido

23 - MARGEM, de Marcone José Moreira (PA)
Instalação montada a partir de uma estrutura de madeira que é usada dentro das canoas como contra-piso.

24 - ENREDOS, de Amanda Melo da Mota Silveira (PE)
Vídeos onde a artista encena ou registra imagens oníricas e profundamente carregadas de simbolismos.

Posted by João Domingues at 3:03 PM