Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


setembro 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30          
Pesquise no blog:
Arquivos:
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

setembro 8, 2019

Leandra Espírito Santo na Fernanda Perracini Milani, Jundiaí

No próximo dia 10 de setembro abre na Galeria de Arte Fernanda Perracini Milani (anexa ao Teatro Polytheama), em Jundiaí, a exposição individual Só existo em terceira pessoa da artista visual Leandra Espírito Santo, com curadoria da crítica de arte, curadora e pesquisadora Paola Fabres. A exposição foi uma das três contempladas no edital de chamamento de exposições individuais da galeria, realizado pela prefeitura de Jundiaí.

“Só existo em terceira pessoa” trata do tema da autorrepresentação, fazendo parte de uma pesquisa que vem sendo desenvolvida pela artista desde 2017 e aborda o tema em seus diversos aspectos. Os trabalhos partem do corpo da artista para problematizar questões de um cenário mais plural e coletivo, como as relações em meio às redes sociais, a produção excessiva de imagens de si que vem tomando os espaços virtuais, a padronização de identidades e de comportamentos. A partir de trabalhos produzidos em diversas linguagens, como foto-performance, videoarte e instalação, o conjunto de obras propõe ainda agenciar um pensamento crítico a respeito da maneira como se dá, atualmente, a relação entre corpo, imagem, e as diferentes tecnologias tais como celulares, computadores que nos cercam.

Durante a exposição, serão realizadas atividades gratuitas junto ao público: uma conversa entre a artista e a curadora - que vai tratar do processo de construção dos trabalhos e da exposição-, e uma oficina onde a artista vai ensinar uma das técnicas aplicadas em trabalhos da exposição. A participação em ambas atividades é gratuita, porém, será necessário fazer inscrição para a oficina.

Leandra Espírito Santo é artista visual e trabalha entre Rio de Janeiro, São Paulo e Jundiaí. É representada pela Galeria Simone Cadinelli no Rio de Janeiro. Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense, é mestre e doutoranda do programa de Artes Visuais da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Desenvolve seus trabalhos artísticos em diversas linguagens. A partir de sua produção artística visa provocar reflexões acerca do corpo e de suas relações com as diversas tecnologias. Em 2019, participou do programa de residência Pivô Pesquisa (SP), e recebeu o prêmio de exposição individual no edital da Galeria Fernanda Perracini. Foi indicada ao Prêmio Pipa 2016 do MAM Rio, tendo sido uma das 10 finalistas do Pipa online do mesmo ano. Recebeu o prêmio estímulo no Salão de Santo André (2014), e foi premiada na chamada Artes Visuais da Secretaria de Cultura de Niterói (2014). Desde 2010, participa de exposições, salões, eventos e prêmios dentro e fora do país, tendo seu trabalho divulgado em diversas publicações.

Paola Fabres (Natural de Porto Alegre, atualmente mora em São Paulo). Curadora e crítica de arte. É doutoranda em Artes Visuais pela ECA-USP (São Paulo, BR) e mestre em História, Teoria e Crítica de Arte pela UFRGS (Porto Alegre, BR). Atualmente, desenvolve pesquisas direcionadas ao debate sobre práticas artísticas dialógicas e sobre o estado da crítica de arte. Já colaborou com publicações como E-flux, DASartes, Select, Dardo e é co-editora da revista Arte ConTexto (2013-), junto com Talitha Motter. Foi consultora de conteúdo de arte contemporânea do Frestas: Trienal de Artes (em 2017), é coordenadora do programa de residência Comunitaria (na Argentina), integra o Grupo de Crítica do Centro Cultural São Paulo e o comitê de Acervo e Curadoria do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MAC-RS, Brasil).

Posted by Patricia Canetti at 2:59 PM