Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


junho 2021
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
Arquivos:
junho 2021
maio 2021
abril 2021
março 2021
fevereiro 2021
janeiro 2021
dezembro 2020
novembro 2020
outubro 2020
setembro 2020
agosto 2020
julho 2020
junho 2020
maio 2020
abril 2020
março 2020
fevereiro 2020
janeiro 2020
dezembro 2019
novembro 2019
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

outubro 16, 2018

Nelson Felix na Galeria Reocupa, São Paulo

Nelson Felix faz exposição de Inauguração da Galeria Reocupa

A primeira exposição da Galeria Reocupa - Esquizofrenia da forma e do êxtase - traz um grupo de obras inéditas de Nelson Felix, desenvolvidas durante a estada de 24 horas do artista na Ocupação 9 de Julho. Os trabalhos fazem parte de uma ação desenvolvida pelo artista em três locais distintos: primeiramente em dois pontos da América, atingindo geograficamente o início e o fim do Continente; o segundo, no edifício da Ocupação da 9 de Julho, no centro de São Paulo, trabalhando no espaço externo e interno da Galeria Reocupa e, por último, no prédio da Bienal de São Paulo, como parte da mostra internacional, apresentando uma série de sete esculturas.

Para Nelson, a percepção do espaço se caracteriza por um emaranhado de questões, englobando a poesia e o desenho. Nesse sentido, o artista faz uso de esculturas, objetos, fotografias, ações, coordenadas geográficas e deslocamentos para construir uma ideia de espaço que extrapola o local imediato da obra instalada, atingindo a escala do global. O trabalho apresentado parte de ações de Felix iniciadas com deslocamentos a dois lugares na América: Anchorage, no Alasca e Ushuaia, na Argentina. Os pontos seriam como ‘o início e o fim’ das cordilheiras formadas pelas Montanhas Rochosas na América do Norte, e dos Andes na América do Sul, vistas poeticamente pelo artista como a coluna vertebral do globo terrestre.

A partir daí, foram escolhidos os posicionamentos de duas partes de uma escultura no edifício da Ocupação, uma na parte externa e outra no espaço da Reocupa. A mostra na galeria é complementada por desenhos, essenciais a todo o processo de trabalho. Segundo Nelson, “o amalgama desta série de ações foi feito através do desenho, do ato de desenhar constante. Nesse exagero de elementos articulados nasce uma noção de ‘paisagem’, uma noção de espaço em que se mesclam espaço natural, operações poéticas e espaço construído. Está carregada de percepções, significados, história, sentimentos, desejos, memórias. Um esforço se faz necessário por parte do observador. A obra requer tempo para que você possa tatear e começar a ver sua estrutura”.

O artista também apresenta uma série de obras desenvolvidas nesse processo a partir do dia 20 de outubro na Galeria Milllan em São Paulo.

Sobre a Galeria Reocupa A Galeria Reocupa é um projeto artístico que visa colaborar para o posicionamento da Ocupação 9 de Julho, no centro de São Paulo, como espaço de referência para discussão e reflexão sobre cultura, cidade e sociedade contemporânea.

O projeto reativa o antigo saguão do edifício, localizado na Avenida 9 de Julho. Inativo há décadas, o espaço se oferece simultaneamente como potência e desafio aos que se propuserem a ocupá-lo. Buscando evidenciar artistas e trabalhos dentro e fora do circuito estabelecido, contará com uma programação de mostras e atividades paralelas desenvolvidas a partir de cada projeto. Sua gestão será compartilhada entre artistas, curadores, arquitetos e gestores culturais que atuam em parceria com os moradores da ocupação. A Galeria Reocupa se propõe a atuar como vetor de convergência entre os diversos atores do circuito da arte e, mais amplamente, como instrumento de construção e articulação entre o meio artístico, o corpo social da Ocupação e a população do centro de São Paulo. A ideia é desenvolver partilhas, ativações, trocas, conversas, afetos, articulações entre artistas, curadores, colecionadores, editores, galerias, coletivos, instituições, produtoras, e movimentos sociais.

Posted by Patricia Canetti at 4:31 PM