Página inicial

Salões & Prêmios

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
salões & prêmios:

Arquivos:
As últimas:
 

março 28, 2005

Edital da Casa da Cultura da América Latina – CAL/UnB - inscrições abertas

Edital para Arte Contemporânea
Casa da Cultura da América Latina - CAL/UnB

Inscrições até 20 de abril de 2005

Casa da Cultura da América Latina - CAL/UnB
SCS Quadra 04, Ed. Anápolis, 1º andar, sala 103, Brasília - DF
61-321-5811 ou cca@unb.br

EDITAL

A Universidade de Brasília - Decanato de Extensão - Casa da Cultura da América Latina - CAL/UnB comunicam aos artistas interessados em expor seus trabalhos nas suas galerias, que estão abertas as inscrições no período de 20 de março a 20 de abril de 2005, conforme itens a seguir:

DAS INSCRIÇÕES:

1. As inscrições, para artistas brasileiros e estrangeiros, deverão ser feitas mediante o envio do portfólio pelo artista à CASA DA CULTURA DA AMÉRICA LATINA-CAL/UnB via Correios, ou entregue "em mãos", para o seguinte endereço, durante o período de vigência das inscrições:

Casa da Cultura da América Latina - CAL/UnB
SCS Quadra 04, Ed. Anápolis, 1º andar, sala 103 - Brasília - DF
CEP - 70.300-500
E.Mail: cca@unb.br - Tel./Fax: 0XX61 - 321.5811

2. No envelope lacrado, deverá conter: o portfólio, os dados pessoais (endereço, telefone e e-.mail), Curriculum Artístico (resumido) e fotos (15x20cm) de 5 a 15 obras a serem expostas com os seus respectivos dados técnicos: título, técnica, dimensões e ano. Dados pessoais, e-.mail e telefone para contato imediato;

3. No caso de instalações, vídeo-arte, vídeo-instalação, intervenções e performances poderão ser enviados, além das fotos, o projeto descritivo detalhado e/ou vídeo formato VHS ou CD-Room/DVD, de até quatro minutos de duração;

4. Nas propostas de vídeo-arte e vídeo-instalação, o artista deverá enviar um termo de compromisso no que se refere a fornecer e dar manutenção aos equipamentos necessários a sua mostra;

5. Os proponentes deverão enviar declaração assinada informando ser de sua autoria exclusiva, ou que detêm os direitos de exposição, das obras a serem expostas;

6. Serão aceitas propostas individuais ou em grupo.

Observação: O período de exposições terá início em maio de 2005 e terminará em janeiro de 2006.

DAS CONDIÇÕES GERAIS

1. Os projetos encaminhados serão analisados por uma Comissão de Seleção e pela Coordenação de Artes Visuais da CAL. Esta mesma Comissão comporá o Conselho para toda a temporada de 2005;

2. Para a Galeria CAL serão aceitos projetos de exposição nas linguagens de instalação, pintura, desenho, escultura, vídeo, vídeo-instalação, fotografia e outros;

3. Para a Galeria de BOLSO serão aceitos, preferencialmente, projetos de instalação;

4. Cada exposição terá a duração máxima de 45 (quarenta e cinco) dias, incluindo a montagem e desmontagem. Neste item, a critério da Coordenação de Artes Visuais de comum acordo com o artista, a exposição poderá ter prazo inferior a 30 (trinta) dias;

5. As propostas poderão ser aprovadas, ou não, na íntegra. A Comissão de Seleção poderá propor exposições coletivas para a Galeria CAL;

6. O artista se responsabilizará pelo envio do material para divulgação (fotos profissionais, press release, entre outros), três semanas antes do início da montagem;

7. O artista deverá informar as condições de que precisa para que os técnicos da CAL façam um inventário sobre de que material e/ou equipamento dispõe em seu acervo que possa ser cedido ao artista no período de exposição. A CAL fornecerá apenas os materiais disponíveis no Almoxarifado Central da UnB, em quantidades específicas;

8. Todas as modificações possíveis como: pintura, marcenaria, instalações elétricas etc. feitas pelo artista, na instalação de suas obras, deverão ser removidas e as galerias deverão ser entregues nas mesmas condições em que foram encontradas. A CAL fornecerá tinta branca e mão-de-obra de pintura para a devolução original das galerias;

Observação: Toda e qualquer mão-de-obra utilizada pelo artista que não seja possível de ser realizada pela equipe técnica da CAL, será de total e exclusiva responsabilidade do artista inclusive contratação e pagamentos.


9. A CAL apoiará a confecção e envio de convites e folders (na quantidade máxima de 300 - trezentos - exemplares de cada um, por artista); assessoria de imprensa e mala direta; assistência técnica de montagem e desmontagem;

10. Aos artistas selecionados de outros estados e outros países a CAL oferece, de acordo com a disponibilidade, hospedagem em apartamento de trânsito da Universidade de Brasília. O artista se responsabilizará pelas despesas de transporte (passagens aéreas e/ou rodoviárias) de sua vinda a Brasília;

11. A CAL fornecerá transporte das obras, dentro do território nacional, dos artistas residentes no Brasil;

12. A CAL não se responsabiliza pelo seguro das obras. Este, se o artista achar necessário, correrá a suas expensas;

13. O artista, ao se inscrever, aceita todas as condições desta Convocação. Os casos omissos serão dirimidos pela Coordenação de Artes Visuais da CAL e a eles não cabem recursos;

14. A exposição será oficializada mediante assinatura do Termo de Compromisso entre a Coordenação de Artes Visuais - UnB/DEX/CAL e o artista proponente;

15. Os inscritos receberão os resultados por correspondência eletrônica. Os portfólios dos artistas selecionados farão parte dos arquivos da CAL. Os portfólios dos artistas não selecionados serão devolvidos mediante solicitação, por escrito, dos artistas;

16. Estão previstas atividades conjuntas entre a Coordenação de Arte Visual e a Coordenação Pedagógica da CAL.

Brasília, 16 de março de 2005.

Profa. Dra. Geralda Dias Aparecida
Diretora da CAL

Posted by Patricia Canetti at 6:26 PM | Comentários(2)

março 15, 2005

Salão Nacional de Arte de Goiás – 5ª Prêmio Flamboyant - inscrições abertas

Salão Nacional de Arte de Goiás - 5ª Prêmio Flamboyant

Prêmios
Selecionados - R$ 2 mil
5 Aquisições de R$ 10 mil

Inscrições até 6 de maio de 2005

Flamboyant Shopping Center
Av. Jamel Cecílio 3.300, Jardim Goiás, Goiânia-GO
62-546-2000 / 546-2257
Diariamente, das 10h às 22h
Imprima a ficha de inscrição do www.salaonacionaldeartedegoias.com.br


Regulamento do Salão Nacional de Arte de Goiás - 5ª Prêmio Flamboyant

1. DA PARTICIPAÇÃO

1.1 O SALÃO NACIONAL DE ARTE DE GOIÁS - 5º PRÊMIO FLAMBOYANT será realizado no espaço expositivo do Flamboyant Shopping Center, na cidade de Goiânia, no período de 15/07 a 07/08 de 2005, e é aberto à participação de artistas brasileiros e estrangeiros legalmente residentes no Brasil há mais de três anos.

2. DA INSCRIÇÃO

2.1 As inscrições gratuitas serão no período de 21/02 a 06/05 de 2005.
2.2 Cada artista terá direito a uma inscrição em uma categoria (DESENHO, ESCULTURA, FOTOGRAFIA, GRAVURA, INSTALAÇÃO, OBJETO, PERFORMANCE, PINTURA, VÍDEO-ARTE), podendo, no entanto, participar de um trabalho coletivo em outra categoria. Poderão ser inscritos até três trabalhos, cabendo à Comissão de Seleção determinar quais deverão participar da mostra. Dípticos, trípticos e polípticos serão sempre considerados trabalhos únicos. Para inscrição em INSTALAÇÃO, PERFORMANCE e VÍDEO serão aceitos até dois trabalhos.
2.3 A inscrição será feita em ficha própria, fotocópia ou impressão da versão divulgada na INTERNET, acompanhada de Projeto. É imprescindível o completo preenchimento da mesma, datilografada ou em letra de forma legível. Só serão aceitas fichas de inscrição assinadas pelo próprio artista ou sob procuração lavrada em cartório.
2.4 O Projeto, que deverá ser apresentado no formato A4 (21x29,7 cm), deverá conter currículo artístico, fotocópias e/ou fotografias (aconselhamos entre 18x24 e 20x25 cm.) dos trabalhos a serem apresentados e, não obrigatoriamente, texto sobre os mesmos (máximo de uma lauda). Todas as fotos e/ou fotocópias deverão conter, no verso, o nome do artista, o título e as dimensões do trabalho em centímetros, material e técnica utilizados e ano de execução. Não serão aceitos slides. Fitas de vídeo só serão aceitas para inscrições nas categorias VÍDEO e/ou PERFORMANCE, no formato VHS ou DVD. Não serão aceitos trabalhos no ato da inscrição.
2.5 As inscrições deverão ser entregues diretamente na Secretaria do Salão no Flamboyant Shopping Center ou remetidas pelos sistemas expressos de postagem (como SEDEX, VASPEX, etc.). Estas inscrições remetidas por correio deverão vir registradas. Só serão aceitas inscrições com data de postagem até o dia 06/05 de 2005. Os projetos inscritos no Salão Nacional de Arte de Goiás não serão devolvidos.
2.6 Só serão aceitas inscrições de trabalhos inéditos. Serão automaticamente desclassificados os trabalhos que tenham participado ou venham a participar de outra mostra até o término do SALÃO NACIONAL DE ARTE DE GOIÁS 5º PREMIO FLAMBOYANT.
2.7 Para trabalhos realizados em grupo, um único representante deverá assinar a ficha de inscrição e representar o grupo no caso de seleção e/ou premiação, devendo os nomes dos demais integrantes constar em anexo com os respectivos currículos.
2.8 O artista disporá das seguintes medidas máximas para apresentação dos trabalhos:
Trabalhos bidimensionais - 6,00 metros de largura e 3,00 metros de altura válidos para o
conjunto dos três trabalhos.
Trabalhos tridimensionais - 6,00 metros de largura, 3,50 metros de profundidade e 3,00
metros de altura válidos para o conjunto dos três trabalhos.
Instalações - 20 metros quadrados de área com 3,50 metros de altura máxima cada
instalação.
Instalações de parede - 6,00 metros de largura, 3,00 metros de altura e 1,50 metro de
profundidade. Trabalhos que excederem a essas especificações não serão aceitos.
Não há dimensões mínimas.
2.9 Vídeos deverão ter no máximo 05 (cinco) minutos de duração, devendo ser repetidos até o final da fita VHS ou DVD. Caso selecionado, o artista enviará obrigatoriamente 2 (duas) cópias do trabalho para apresentação. Performances deverão ter duração máxima de 15 (quinze) minutos. Todo e qualquer equipamento necessário para exibição da obra será de inteira responsabilidade do artista.
2.10 Nos projetos dos trabalhos em linguagem fotográfica deve constar a natureza do material utilizado como suporte para a apresentação da imagem.
2.11 Não serão aceitos trabalhos realizados com materiais que prejudiquem a apresentação de outros e/ou comprometam a integridade física do local, das equipes do Salão e do público em geral. No caso de trabalhos realizados com materiais perecíveis e/ou adulteráveis, o Salão se exime de responsabilidades sobre a vida útil destes materiais.
2.12 A inscrição no Salão é vetada aos membros das Comissões de Seleção e Premiação, aos coordenadores do Salão e aos funcionários do Flamboyant Shopping Center.
2.13 A Comissão Organizadora do Salão rejeitará inscrições que não estejam de pleno acordo com os termos deste Regulamento.
2.14 O ato da inscrição implica na automática e plena concordância do inscrito com as normas deste regulamento.

3. DA SELEÇÃO

3.1 Serão selecionados trabalhos de 30 (trinta) artistas para integrarem a mostra que será realizada no espaço expositivo do Flamboyant Shopping Center.
3.2 A seleção dos trabalhos será realizada em etapa única por uma Comissão convidada pela Coordenação do evento, composta por 05 (cinco) membros, quando será lavrada a ata da sessão, onde estarão fundamentados os critérios adotados.
3.3 A seleção será executada sobre a análise dos Projetos, através das fotos, fotocópias, maquetes, VTs e textos neles constantes.
3.4 O resultado da seleção será divulgado por jornais locais do Estado de Goiás, pelo site www.salaonacionaldeartedegoias.com.br. Os artistas selecionados serão comunicados nos três primeiros dias úteis após a seleção via telefone, e-mail e /ou correio.
3.5 No caso de desistência ou não localização de um selecionado no prazo de 5 dias, a Coordenação e a Comissão de Seleção examinarão a possibilidade ou não de convocação de um 31º selecionado.
3.6 O material de inscrição dos artistas selecionados não será devolvido.
3.7 Somente serão expostos os trabalhos selecionados, não sendo permitidas substituições ou modificações das mesmas após a seleção, exceto no previsto no inciso 3.5.

4. DO TRANSPORTE

4.1 Os artistas selecionados não residentes em Goiânia deverão enviar seus trabalhos por conta própria, acompanhados de nota fiscal avulsa (fornecida pela Secretaria da Fazenda de cada Estado) ao Conselho Normativo de Promoções Conjuntas do Flamboyant, CNPJ 03.294.824/0001-00, Inscrição Estadual 10.211.717-9, situado à Av. Jamel Cecílio, 3.300 Jardim Goiás - Goiânia - GO - CEP:74810-907.
4.2 A devolução dos trabalhos selecionados dos artistas não residentes em Goiânia será realizada com frete a cobrar, por transporte aéreo escolhido pela Comissão Organizadora do Salão. Caso o artista tenha uma transportadora de sua preferência, deverá informar à Secretaria do Salão e contactar a empresa para retirar os trabalhos no Flamboyant Shopping Center até 15 dias úteis após o encerramento do Salão.
4.3 Recomendamos que os trabalhos selecionados sejam acondicionados em embalagens resistentes (caixa de madeira, tubo PVC ou similares), se necessário, com instruções para reembalagem anexadas, já que sua devolução será feita com reaproveitamento das embalagens.
4.4 Os artistas residentes em Goiânia terão 15 (quinze) dias úteis, após o encerramento do Salão, para retirarem seus trabalhos. A não observância deste prazo acarretará aos mesmos, despesas com o armazenamento, a conservação e a devolução por transportadora especializada (frete a cobrar).
4.5 O Flamboyant Shopping Center oferece espaço e condições adequadas para a mostra; entretanto estará isento de quaisquer responsabilidades em caso de eventuais sinistros.

5. DA MONTAGEM

5.1 Caberá exclusivamente à Comissão Organizadora do Salão o conceito da montagem da mostra.
5.2 Os trabalhos selecionados serão montados pela equipe contratada pelo SALÃO NACIONAL DE ARTE DE GOIÁS 5° PRÊMIO FLAMBOYANT, exclusivamente no espaço expositivo construído pelo Flamboyant Shopping Center.
5.2.1 O artista selecionado arcará com quaisquer despesas de aluguel, compra e/ou reparos de equipamentos e materiais especiais necessários à apresentação de seu trabalho, sendo de sua total responsabilidade a produção e manutenção dos mesmos.
5.2.2 Trabalhos selecionados que exijam salas ou montagens especiais só serão exibidos de acordo com a disponibilidade técnica do espaço do Salão.
5.2.3Trabalhos que eventualmente tenham sido danificados durante o transporte para o Salão, só serão expostos se houver tempo hábil para sua restauração e se a devida cobertura das despesas for efetuada pelo responsável.
5.3 Os artistas selecionados na categoria performance arcarão com todas as suas despesas. Os horários de exibição serão acertados com a Comissão Organizadora.
5.4 Artistas que inscreverem instalações ou trabalhos que devam ser montados no local da exposição, deverão anexar ao seu Projeto especificações claras sobre a montagem. Estas poderão ser utilizadas, também, para reprodução em catálogo, em caso de seleção. Esse artista poderá, ainda, acompanhar a montagem de seu trabalho no local, em data a ser determinada pela Produção do Salão, desde que assuma todas as despesas.
5.5 Todos os artistas selecionados receberão a importância de R$ 2.000,00 (dois mil reais), menos os impostos, a título de prêmio de participação, pagos até a data do encerramento da mostra.

6. DA PREMIAÇÃO

6.1 O SALÃO NACIONAL DE ARTE DE GOIÁS - 5º PRÊMIO FLAMBOYANT conferirá ainda 5 (cinco) Prêmios Flamboyant de Aquisição para cinco artistas escolhidos entre os trinta selecionados, no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) cada, menos os impostos, pagos até a data do encerramento da mostra.
6.2 A premiação será realizada por uma Comissão composta por, no mínimo, 03 (três) membros, quando será lavrada a ata da sessão onde estarão fundamentados os critérios adotados.
6.3O artista premiado receberá o prêmio em agência bancária, onde seja titular de conta corrente individual ou conjunta.
6.4 O conjunto dos trabalhos premiados será integralmente incorporado como propriedade inalienável à COLEÇÃO LOURIVAL LOUZA DE ARTE, com todo o equipamento e material que o compuserem e doado ao Museu de Arte Contemporânea de Goiás.

7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1 Os trabalhos não poderão ser alterados ou retirados antes do encerramento do Salão.
7.2 A reprodução das imagens integral ou fracionária de todos os trabalhos selecionados poderá ser divulgada e/ou comercializada pelo Flamboyant Shopping Center como divulgação do SALÃO NACIONAL DE ARTE DE GOIÁS - 5º PRÊMIO FLAMBOYANT em todo tipo de mídia falada, escrita e televisiva, na produção de CD ROOM e veiculação em WEBSITE, ilustração de camisetas, souvenires e produtos diversos promocionais do Salão.
7.3 As Comissões de Seleção e Premiação estarão vigentes desde sua formação até que sejam lavradas e assinadas as respectivas atas, quando serão automaticamente extintas.
7.4 As decisões das Comissões de Seleção e Premiação serão irretratáveis e irrecorríveis.
7.5 Ficará a cargo da Comissão Organizadora qualquer deliberação posterior à extinção das Comissões de Seleção e Premiação.
7.6 Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos exclusivamente pela Comissão Organizadora.
7.7 Para dirimir eventuais dúvidas, consulte salaodearte@flamboyant.com.br ou (62) 546 2019 e 546 2041.

8. CALENDÁRIO DO SALÃO:

Inscrições: 21/02 a 06/05
Seleção: 27 a 29/05
Recepção das obras: 02 a 17/06
Premiação:08/07
Exposição no Flamboyant: 15/07 a 07/08/2005

Posted by Patricia Canetti at 9:27 PM | Comentários(7)

março 10, 2005

MARP - Programa Exposições 2005 - inscrições

MARP - Programa Exposições 2005

Inscrições até 20 de abril de 2005

MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
Inscrições e informações: www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br ou 16-635-2421, de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h

Apoio: AAMARP - Associação de Amigos do MARP

As inscrições para o Programa Exposições 2005, para complementar o calendário anual de exposições da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, nos seguintes espaços:

MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto
Centro Cultural Campos Elíseos

A Comissão de Seleção do Programa Exposições 2005 também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura (previstas para o mês de julho) e para a 8ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto (prevista para o mês de setembro).

Regulamento e Ficha de Inscrição

1. Estarão abertas de 07 de março a 20 de abril de 2005, as inscrições para o Programa Exposições 2005, da Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto, para complementar o calendário anual de exposições nos seguintes espaços: MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi; MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto; Casa da Cultura de Ribeirão Preto e Centro Cultural Campos Elíseos. A Comissão de Seleção do Programa Exposições 2005 também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura (previstas para o mês de julho), assim como, para a 8ª Semana de Fotografia de Ribeirão Preto (prevista para o mês de setembro).

2. Poderão inscrever-se gratuitamente no Programa Exposições 2005, artistas de todo o Brasil e estrangeiros residentes no país há mais de três anos, mesmo que não tenham realizado nenhuma exposição individual, com idade mínima de 18 (dezoito) anos. Também serão aceitas propostas de Instituições, Produtores e Curadores.
2.1. As inscrições poderão ser feitas de 07/03 a 20/04/05, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP, fone (16) 635 2421. Inscrições feitas pessoalmente no MARP, de terça a sexta-feira das 09:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00 horas e também pelo correio (via Sedex), atentando para data limite de postagem até o dia 20/04/05.
2.2. Serão aceitas inscrições individuais e coletivas em todos os campos das artes visuais. As inscrições de exposições para o espaço expositivo do MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi (exceto projetos de caráter histórico) deverão ser, obrigatoriamente, de cunho contemporâneo. O espaço expositivo do Centro Cultural Campos Elíseos, assim como, a seleção de projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto, são exclusivos aos artistas que residem e trabalham em Ribeirão Preto.
2.3. As obras inscritas deverão ser recentes com produção a partir de 2003.
2.4. Não serão aceitas obras originais para efeito de inscrição.

3. Os artistas interessados deverão inscrever-se mediante o envio de um único dossiê, que poderá conter mais de uma proposta, acompanhada da ficha de inscrição anexa devidamente preenchida, indicando um ou mais espaços que pretendem concorrer.
3.1. Os dossiês deverão obedecer as seguintes especificações:
3.1.1. Os dossiês deverão ser enviados em envelope ofício com o nome completo do remetente, endereçado ao MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, rua Barão do Amazonas, 323, Cep. 14010-120, Ribeirão Preto-SP. Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto deverão remeter também envelope já sobrescrito para a devolução (não-selado), bem como a ficha de inscrição em anexo devidamente preenchida e assinada.
3.1.2. Não serão aceitos dossiês maiores que o formato A4 ou ofício.
3.1.3. Os dossiês dos inscritos deverão conter fotos em cor, no tamanho igual ou acima de 13 x 18 cm de, no mínimo, 05 (cinco) trabalhos recentes do artista. As fotos deverão ser fixadas sobre uma base (formato A4 ou ofício) e as identificações necessárias, tais como: nome do autor, título, ano de produção, técnica e dimensões das obras, também fixadas na horizontal inferior das bases. As fotos deverão ser enviadas em folhas avulsas (não-encadernadas) para melhor apreciação do júri. Não serão aceitas fotocópias coloridas ou provas digitais.
3.1.4. Os dossiês da categoria instalação poderão apresentar um único projeto, que deverá conter memorial descritivo (texto, ilustrações, especificações e detalhamento da montagem ou maquete). Se o artista inscrito em instalação for selecionado, deverá montar a instalação com uma semana de antecedência da data marcada para a exposição e fornecer todo o material necessário para montagem da mesma. Na categoria performance o artista deverá apresentar uma fita de vídeo VHS com as 05 (cinco) propostas. Na categoria vídeo o artista deverá apresentar uma fita de vídeo VHS com as 05 (cinco) propostas. Caso o vídeo selecionado tenha duração menor que o tempo de duração total da fita, o mesmo deverá ser editado em looping, de maneira a preencher toda a fita.
3.1.5. Todos os dossiês deverão conter dados curriculares sucintos com a identificação do artista, formação artística e atividades culturais, endereço completo, telefone para contato e e-mail.
3.1.6. As inscrições enviadas por instituições ou produtores deverão especificar todas as necessidades físicas do espaço expositivo (climatização, segurança e outros), fichas técnicas dos profissionais envolvidos nos projetos e créditos de realizações, apoios e parcerias para análise junto à Secretaria Municipal da Cultura.
3.1.7. As propostas enviadas por curadores independentes deverão estar acompanhadas de um memorial descritivo com até 05 (cinco) laudas, onde será exposta a linha conceitual. O proponente deverá apresentar seu currículo, assim como, enviar todo material relativo a cada artista proposto (fotos, currículo e outros), como especificado anteriormente neste Edital. O curador deverá discutir junto a Coordenadoria de Artes Visuais, a quantidade de obras ou artistas da exposição proposta, de acordo com o espaço físico designado.
3.1.8. Apresentar documentação sobre a produção do artista, como catálogos, textos ou impressos em geral, não sendo este item condição obrigatória para o artista se inscrever no Programa Exposições 2005 a que se refere este Edital.
3.1.9. Caso os dossiês não correspondam às especificações anteriormente mencionadas, poderão ser recusados.

4. Os dossiês serão examinados e selecionados por uma Comissão de Seleção constituída por 03 (três) pessoas. Dois membros - entre críticos, historiadores de arte e artistas - e o Coordenador de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto. A Comissão de Seleção é soberana e autônoma nas decisões dos critérios de seleção.

5. Os resultados serão divulgados a partir de 03/05/05.

6. Os dossiês não-selecionados estarão à disposição dos artistas a partir de 03/05/05, no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, e deverão ser retirados, impreterivelmente, até o dia 31/05/05 (*Os artistas residentes fora do município de Ribeirão Preto receberão os dossiês pelo correio). Após essa data, o MARP não se responsabilizará pela guarda dos mesmos, cabendo à Coordenadoria definir o destino que lhe convier. Os dossiês selecionados só serão devolvidos após a realização das respectivas exposições.

7. Disposições gerais sobre o Programa Exposições 2005:
7.1. O Programa Exposições 2005 será organizado da seguinte maneira:
7.1.1. Os artistas selecionados participarão de exposições individuais simultâneas ou coletivas, no decorrer do ano de 2005 e primeiro semestre de 2006. A data e o período de permanência das exposições será divulgado oportunamente. Após divulgação do resultado da seleção, o MARP enviará aos selecionados um termo de compromisso a ser preenchido, assinado e enviado ao museu.
7.1.2. Os trabalhos selecionados que necessitem de equipamentos (como videocassete, DVD, monitor TV, som e outros), estes deverão ser fornecidos pelos artistas durante o período da exposição, bem como realizar a manutenção dos mesmos.
7.1.3. Ficará a cargo da Comissão de Seleção a organização dos grupos, nas datas a serem estipuladas.
7.1.4. O Programa Exposições 2005 complementará a agenda anual dos espaços da Secretaria Municipal da Cultura e a Coordenadoria de Artes Visuais poderá também convidar outros artistas que serão incorporados às mostras. A Comissão de Seleção também selecionará projetos para as Mostras Coletivas dos Artistas de Ribeirão Preto a serem realizadas no MARP e na Casa da Cultura, previstas para o mês de julho, assim como, para a 8ª Semana de Fotografia, prevista para o mês de setembro.
7.1.5. Ficará a cargo da Coordenadoria de Artes Visuais, a decisão final sobre a distribuição do espaço físico entre os artistas.
7.1.6. O número de obras de cada artista não será necessariamente o mesmo para todos os artistas selecionados.

8. Aos artistas selecionados caberão as seguintes obrigações:
8.1. Preencher corretamente e assinar o termo de compromisso da exposição para confirmação de participação, que deverá ser remetido ao MARP, num prazo máximo de 10 (dez) dias após o recebimento do termo.
8.2. Entregar as obras e material informativo, assim como, retirar as obras nas datas e prazos estabelecidos oportunamente pela Coordenadoria de Artes Visuais. Caso as obras selecionadas e enviadas não correspondam às fotos apresentadas no dossiê inscrito, poderão ser recusadas pela Coordenadoria de Artes Visuais.
8.3. Assumir as despesas referentes ao transporte de envio e retorno, embalagem e seguro das obras durante o transporte e exposição.
8.4. O participante deverá retirar as obras no prazo máximo de 20 (vinte) dias após o término da exposição ou solicitar por escrito, neste mesmo prazo, a devolução das obras com frete a cobrar. Terminado este prazo, o MARP estará isento de responsabilidade sobre as obras, dando-lhes o destino que lhe convier.
8.5. Entregar fotos e materiais necessários para divulgação, bem como fornecer uma reprodução fotográfica colorida de boa qualidade, no tamanho de, no mínimo, 10 x 15 cm, de uma obra selecionada para exposição, indicada pela Coordenadoria de Artes Visuais (com o crédito completo do fotógrafo e a respectiva autorização para reprodução em qualquer meio), para ser veiculada na peça gráfica referente à exposição (Informativo).
8.6. Os projetos apresentados no dossiê não poderão ser substituídos, ficando comprometidos com a exposição, independentemente da eventual venda das obras, pelo artista, a terceiros.
8.7. Não alterar ou retirar as obras antes do encerramento da exposição.
8.8. A eventual desistência do artista selecionado deverá ser comunicada com 60 (sessenta) dias de antecedência da data marcada, com ofício no qual deverá estar especificado e justificado o motivo.

9. À Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto caberá:
9.1. Devolver pelo correio os dossiês dos artistas não-residentes em Ribeirão Preto.
9.2. Fornecer Informativo (divulgação das exposições do mês) e postagem do mesmo, banner, divulgação através da Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal da Cultura, montagem e desmontagem da exposição. Para as mostras realizadas no MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi, poderá ser produzido um folder, não sendo este item obrigatório.
9.3. Devolver, com frete a pagar, as obras dos participantes que solicitarem a devolução, nas mesmas condições de recebimento, no prazo máximo de 40 (quarenta) dias após o término da exposição.
9.4. Enviar termo de compromisso aos selecionados, que deverá ser preenchido corretamente e assinado, para confirmação de participação.
9.5. A Secretaria Municipal da Cultura não se responsabilizará por danos que os trabalhos e equipamentos enviados sofram durante o transporte e o período de exposição, cabendo aos artistas assegurá-los contra danos e riscos de qualquer natureza.

10. Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenadoria de Artes Visuais da Secretaria Municipal da Cultura de Ribeirão Preto.

11. O ato de inscrição do artista ao Programa Exposições 2005 implica na plena e expressa aceitação das normas constantes deste Edital, assim como, autoriza automaticamente o uso de todo material enviado, textos, projetos, fotos e outros, em veículos da mídia impressa e eletrônica.

12. Caberá exclusivamente à Coordenadoria de Artes Visuais / Equipe MARP, a elaboração do plano de montagem, distribuição espacial e adequação das obras nos espaços onde serão realizadas as exposições, assim como a programação visual e projeto gráfico dos impressos.

INFORMAÇÕES
MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
Rua Barão do Amazonas, 323, Ribeirão Preto-SP, Cep 14010-120
(16) 635 2421, das 09 às 12 horas e das 14 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.
marp@cultura.pmrp.com.br
www.marp.ribeiraopreto.sp.gov.br

Realização
Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto / Secretaria Municipal da Cultura
Coordenadoria de Artes Visuais / MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi

Apoio
AAMARP - Associação de Amigos do MARP

FICHA DE INSCRIÇÃO - Programa Exposições 2005


Nome__________________________________________________________________________

Nome Artístico__________________________________________________________________

Data de Nascimento_________________ Local de Nascimento____________________________

RG________________________________ CPF________________________________________

Endereço_______________________________________________________________________

Cidade___________________________________________ UF_____ CEP__________________

DDD______ Telefone________________ Fax_________________ Celular__________________

E-mail_________________________________________________________________________


Assinale os espaços que pretende concorrer (um ou mais):

( ) MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi
( ) MARP - Unidade Centro de Convenções Ribeirão Preto
( ) Casa da Cultura de Ribeirão Preto
( ) Centro Cultural Campos Elíseos (exclusivo aos artistas de Ribeirão Preto)


Declaro para os devidos fins, que estou ciente do regulamento do Programa Exposições 2005 e comprometo-me a cumpri-lo na íntegra.


Data_______________________________ Assinatura__________________________________

Posted by Patricia Canetti at 10:05 AM | Comentários(6)

março 9, 2005

Rumos Itaú Cultural 2005 - arte contemporânea e a educação não-formal

Rumos Artes Visuais e Rumos Educação Cultura e Arte
Arte contemporânea e a educação não-formal

Curadoria de Aracy Amaral, equipe com coordenação de Lisette Lagnado, formada por Cristiana Tejo, Luisa Duarte e Marisa Mokarzel

INSCRIÇÕES PRORROGADAS

- Para Artes Visuais, até 15 de junho de 2005

- Para Educação Cultura e Arte, até 23 de julho de 2005

Itaú Cultural
Avenida Paulista 149, São Paulo - SP
Estação Brigadeiro do metrô
11-3268-1776/1777 ou atendimento@itaucultural.org.br
Ficha de inscrição: www.itaucultural.org.br


Itaú Cultural abre terceira edição do Rumos Artes Visuais e lança Rumos Educação Cultura e Arte

O programa que premia talentos vai mapear a recente produção de arte contemporânea brasileira e iniciativas de educação não-formal que colocam a cultura e a arte a serviço da inclusão social

Criado em 1997 para incentivar a criação artística brasileira, apoiando a formação de talentos emergentes e a produção e difusão de suas obras, o programa Rumos Itaú Cultural abre seu processo de seleção anual dia 7 de março. Este ano serão contempladas duas áreas: a arte contemporânea e a educação não-formal. De 7 de março a 1º de junho, o Rumos vai receber inscrições para a categoria Artes Visuais, de artistas cuja carreira tenha começado a partir dos anos 90, com produção recente ou projetos inéditos. Educadores que trabalham com cultura e arte para promover o desenvolvimento humano e a inserção social de crianças e jovens podem inscrever-se na categoria Educação Cultura e Arte, de 7 de março a 22 de junho. A ficha de inscrição está disponível a partir desta terça no site www.itaucultural.org.br

Paralelamente, ao longo de 2005, o programa realiza a difusão das categorias mapeadas no ano passado: Música, Literatura-Audioficções e Jornalismo Cultural. De 5 a 13 de março, ocorre a primeira temporada da Mostra Rumos Itaú Cultural Música, em São Paulo, com dezesseis dos 50 talentos selecionados. Ainda no primeiro semestre, será lançada a Cartografia Rumos Itaú Cultural - uma caixa de 10 CDs com duas músicas de cada artista e as audioficções premiadas em Literatura. No segundo semestre, começa a ser veiculada a produção do laboratório de estudantes selecionados na categoria Jornalismo Cultural.

Rumos Visuais Itaú Cultural

A proposta do Rumos Itaú Cultural Artes Visuais é garimpar o melhor da produção contemporânea em todo o Brasil. Com base na realidade de cada região, o programa tem o objetivo de mapear, diagnosticar e fomentar a produção visual, detectando suas direções e apresentando os resultados em exposições e um catálogo geral analítico.

Trata-se da terceira edição do programa, que iniciou o diagnóstico da produção nacional em 98 e foi a campo novamente em 2001. Em duas edições recebeu 3071 inscrições, chamando a atenção do meio artístico e da mídia para o trabalho de 153 artistas como Caio Reisewitz (SP), Caetano Dias (BA), Jorge Fonseca (MG), Juliana Stein (PR), David Cury (RJ), Adriana Boff (RS), só para citar alguns.

Serão selecionados 60 portifólios que vão compor o Mapeamento Nacional da Produção Emergente 2005/2006, a ser exibido em uma grande exposição em São Paulo, em recortes curatoriais itinerantes, em livro e no site da instituição. A premiação inclui ainda a concessão de bolsas-ateliê no Brasil e exterior para artistas que se destacarem durante o programa, em número e valor a serem definidos posteriormente.

A coordenadora curatorial desta edição é Aracy Amaral, conceituada historiadora e curadora, que supervisionará a etapa de mapeamento, seleção e palestras que ocorrerão no período das inscrições. De março a junho, a equipe formada por Lisette Lagnado (curadora-coordenadora), Cristiana Tejo, Luisa Duarte e Marisa Mokarzel visitará todas as capitais brasileiras e algumas cidades do interior. Além de investigar o cenário artístico regional, tem a missão de divulgar a oportunidade e realizar, em alguns locais, palestras e/ou debates com a participação de críticos, teóricos, curadores e o coordenador geral do programa Rumos Artes Visuais, Marcelo Monzani.

A inscrição será feita mediante preenchimento de ficha e envio de portifólio com obras produzidas a partir de 2003 ou inéditas - entre fotografias, esculturas, objetos, pinturas, gravuras, desenhos, instalações, videoinstalações, site specifics, intervenções, novas tecnologias e performances.

Rumos Itaú Cultural Educação Cultura e Arte

Desde 1990, as lacunas deixadas pela falta de investimento na formação de professores e de espaços adequados para a educação formal fizeram crescer no país um ensino que extrapola as convenções de idade, de espaço e de exigências dos órgãos reguladores. Sem a preocupação de desenvolver um currículo pré-definido, mas com o objetivo de enriquecer a biografia de crianças, adultos e idosos por meio da arte e da cultura, a chamada educação não-formal já é uma realidade no país, que vem crescendo por iniciativa de movimentos sociais e organizações não-governamentais. Neste contexto, emerge a figura de um novo educador, seja em grandes cidades ou nos confins do Brasil, ensinando e resgatando valores culturais e inserindo indivíduos carentes em uma nova dimensão social. São esses educadores que o programa pretende mapear e, posteriormente, apoiar, investindo em capacitação e difusão, e formando redes para a troca dessas experiências.

A primeira edição do programa Rumos Itaú Cultural Educação Cultura e Arte visa estimular educadores de todo o país que estão desenvolvendo trabalhos com arte e cultura em educação não-formal, a partir de 2002. Os projetos devem contribuir para a construção da cidadania por meio do ensino da arte, com estratégias criativas e didáticas, considerando o número de pessoas atendidas e o impacto que têm na comunidade.

Serão escolhidos até cinco educadores, que participarão de uma série de ações de formação - cursos, workshops e palestras - e também de ações de articulação com instituições e profissionais da área. O programa prevê também a publicação dos relatos das experiências dos selecionados na série Cadernos de Educação e Cultura e no site do Itaú Cultural, em 2006. Além disso, haverá um prêmio em dinheiro: 5 mil reais para o educador e 10 mil reais para a instituição onde trabalha.

Para participar, é necessário preencher o formulário com dados para inscrição e orientações para a descrição da experiência do educador, disponível no site do Itaú Cultural a partir de 7 de março. A avaliação será feita por um comitê de seleção e uma comissão julgadora formados por profissionais da área, ambas independentes e com critérios pré-definidos.

Histórico

O Rumos Itaú Cultural é um dos mais abrangentes programas de estímulo à produção artística e cultural do Brasil. Pioneiro no mapeamento da produção artística contemporânea, já apoiou o desenvolvimento de 457 projetos em Artes Visuais, Cinema e Vídeo, Música, Dança, Literatura, Mídia Arte, Literatura-Audioficções e Jornalismo Cultural. Desde a sua criação, em 1997, até hoje, levou a obra de mais de mais de 750 artistas a mais de 1,5 milhão de pessoas.

Em 1998, foi aberto o edital de inscrições para o Rumos Itaú Cultural Artes Visuais, uma iniciativa que estruturava o trabalho desenvolvido desde a década de 1970 com as Itaugalerias, em diversas cidades do país. Nos anos seguintes, o programa foi expandido para outras áreas: Literatura e Mídias Interativas (1999), Dança e Música (2000). Em 2001, lançou a segunda edição dedicada às artes visuais.

Rumos Artes Visuais edições 1999/2000 e 2001/2003 - estrutura, ações, produtos e selecionados

Mapeamento
Por meio de editais de\inscrição e visitas de curadores a ateliês de artistas.

Fomento
Incentivo à produção dos artistas selecionados e à elaboração de textos críticos por curadores.

Formação
Workshops, palestras e bolsas de estudo para artistas e curadores no exterior.

Difusão
Montagem de exposições em vários Estados e inserção de dados sobre os artistas pré-selecionados e selecionados no site do instituto.

Ações
27 exposições em itinerância por 33 cidades; 15 palestras; 6 workshops; 3 performances; ateliê-residência em Paris para dois artistas e viagem de pesquisa a Londres e Bilbao para um curador; e cadastro dos artistas no site da instituição, incluindo os pré-selecionados.

Produtos
2 livros com todos os trabalhos selecionados e catálogos de todas as mostras das duas edições: Abertura e Ecos; Arte e Política: Isto São Outros 500; Arte: Sistema e Redes; As Bordas do Vazio; Contra-Imagem; Desconcertos da Forma; Deslocamentos; Em Torno do Corpo; Estranhamento; Fotografia: O Espelho Infiel; Grafias do Lugar; Manifesto das Indiferenças; O Desconforto da Forma; O Discurso do Choque; O Olhar em Movimento; O Plano Ampliado; Olhar Além; Pintura: Repertórios Alternativos; Poéticas da Atitude: O Transitório e o Precário; Pupilas Dilatadas; Risíveis Humores; Rumos da Nova Arte Contemporânea Brasileira; Sobre(A)ssaltos; Tempo, Corpo, Corpo, Meio; Vertentes Contemporâneas; e Vertentes da Produção Contemporânea.

Artistas selecionados por Estado

Amapá
Arthur Leandro

Amazonas
Janaina Barros, Roosivelt Pinheiro e Sérgio Figueiredo Júnior

Bahia
Caetano Dias, Iuri Sarmento, Maxim Malhado e Paulo Pereira

Ceará
Enrico Rocha, Francisco Zanazanan, Herbert Rolim e Járed Domício

Distrito Federal
André Santangelo, Gustavo Magalhães, Julio Lopes, Loló Paiva, Luciana Crepaldi, Marcelo Feijó, Marta Penner, Milton Marques, Nazareno, Oziel Araujo, Rodrigo Paglieri e Walter Menon

Espírito Santo
Elisa Queiroz, Juliana Morgado, Roberto Banhos e Rosana Paste

Goiás
Divino Sobral, Edney Antunes, Enauro, Paulo Jordão e Rodrigo Godá

Maranhão
Val

Minas Gerais
Carla Linhares, Daniella Penna, Denilson Rugsvann, Franz Manata, Frederico Câmara, Genesco Alves, Jorge Fonseca, Laura Belém, Luiz Flávio Silva, Marta Neves e Rodrigo Borges

Pará
Cláudia Leão, Mariano Klautau Filho, Natália Coutinho

Paraíba
Fabiano Gonper, Mário Simões, Martinho Patrício

Paraná
Gabriele Gomes, Juliana Stein, Karina Marques, Laércio Redondo, Luciano Mariussi, Luiz Carlos Brugnera, Marcelo Scalzo e Marcos Jorge

Pernambuco
Carlos Mélo, Giovanna Pessoa, Ismael Portela, Jeanine Toledo, Jeims Duarte, José Patrício, Marcelo Coutinho, Marcelo Silveira, Oriana Duarte, Paulo Meira e Renata Pinheiro

Rio de Janeiro
Adriana Maciel, Adriana Varella, Alexandre Vogler, Ana Laet, Beatriz Pimenta, Bruno de Carvalho, Cinthia Marcelle e Marilá Dardot, Clarissa Campello, Daniel Whitaker, David Cury, Ducha, Edson Barrus, Eduardo Costa, Enrica Bernardelli, Fábio Carvalho, Felipe Barbosa, Frederico Dalton, Gabriela Machado, Jarbas Lopes, Leila Danziger, Lúcia Fetal, Michel Groisman, Nathalie Nery, Regina de Paula, Ricardo Ventura e Rosana Ricalde

Rio Grande do Sul
Adriana Boff, André Severo, Evermondo Guimarães, Glaucis de Morais, Helene Sacco, Hélio Fervenza, Jorge Menna Barreto, Kátia Prates, Lucas Levitan, Maria Helena Bernardes, Maria Ivone dos Santos, Mima Lunardi, Paula Krause, Rosalice Silva, Téti Waldraff, Tiago Rivaldo e Vilma Sonaglio

Roraima
Silvia Feliciano

Santa Satarina
Fabiana Wielewicki, Franzoi, Carlos Alberto, Jorge Ferro, Letícia Cardoso,Raquel Stolf

São Paulo
Amilcar Packer, Caio Machado, Caio Reisewitz , Carla Zaccagnini, Carlos Pires, Christine Liu, Débora Bolsoni, Domitília Coelho, Edouard Fraipont, Fabiano Marques, Fabio Faria, Gabriela Ficher, Giancarlo Lorenci, Gilberto Mariotti, Graziela Kunsch, Gustavo Lourenção, João Loureiro, Leya Mira Brander, Marcelo Cidade, Marcius Galan , Monica Schoenacker, Odires Mlászho, Orlando Maneschy, Paula Perissinotto, Paulo D'Alessandro, Rafael Assef, Raquel Garbelotti, Ricardo Costa, Thiago Bortolozzo, Tonico Lemos Auad, Valérie Dantas Mota, Vicente Martinez e Wagner Morales


FICHAS TÉCNICAS RUMOS ARTES VISUAIS

Edição 1999/2000

Coordenação: Maria Eugênia Saturni; Curadores-Coordenadores: Angélica de Moraes, Daniela Bousso e Fernando Cocchiarale

Edição 2001/2003

Coordenação: Marcelo Monzani e Maria Eugênia Saturni; Coordenador da Equipe Curatorial: Fernando Cocchiarale; Curadores-Coordenadores: Cristina Freire, Jailton Moreira e Moacir dos Anjos

Edição 2005/2006

Coordenação: Marcelo Monzani; coordenador da equipe curatorial: Aracy Amaral; curador-coordenador: Lisette Lagnado; curadores: Cristiana Tejo, Luisa Duarte e Marisa Mokarzel

Posted by Patricia Canetti at 10:28 AM | Comentários(7)

março 3, 2005

UniversidArte XIII - inscrições

UniversidArte XIII

19 de maio a 9 de setembro de 2005

Inscrições até 19 de março de 2005

Universidade Estácio de Sá
Rua Dona Cecília 25, Rio Comprido, Rio de Janeiro - RJ
21-2503-7326
Maiores Informações: www.estacio.br/site/universidarte

"A convivência diária da comunidade universitária com obras de artistas brasileiros contribui para a reflexão e construção do pensamento contemporâneo. A Universidade Estácio de Sá aposta nas artes visuais como agente de transformação necessária à formação de seus alunos."

Vera Condé - Coordenadora do projeto

A partir de 18 de maio de 2005, novamente os corredores da Estácio serão transformados em galerias de arte com grande exposição de desenhos, esculturas, fotografias, gravuras, instalações, objetos e outras mídias contemporâneas. A UniversidArte XIII reunirá cerca de 400 obras de 200 artistas consagrados, conceituados representantes da arte brasileira atual, bem como de talentos emergentes, de diversas linguagens e tendências.

Estão participando da Galeria Especial os artistas: Angelo Venosa, Fernanda Junqueira, João Uchôa, Luiz Andrade, Luiz Zerbini, Mollica, Rosângela Rennó, Sante Scaldaferri, Suzana Queiroga, Victor Arruda e Walton Hoffmann

A mostra conferirá dois prêmios

Um júri formado por diretores de centros culturais, críticos e historiadores da arte indicará o ganhador do Prêmio Universidade Estácio de Sá, no valor de R$ 3,5 mil, e selecionará dez artistas para exposição individual em nossas galerias no ano de 2006. Paralelamente, o Prêmio UniversidArte, no valor de R$1,5 mil, será conferido ao artista escolhido em eleição pelos alunos, funcionários, professores e visitantes da universidade.

A UniversidArte, desde a sua inauguração em 1996, vem confirmando a sua intenção de ser muito mais que um lugar de exposição, mas um espaço de discussão acerca da produção e das idéias que configuram a contemporaneidade nas artes visuais. Uma parcela da melhor produção artística brasileira da atualidade tem participado do nosso projeto. Além de trabalhos apresentados por artistas já consagrados, temos revelado novos talentos que vêm se destacando na pesquisa da visualidade contemporânea .

Paralelamente às exposições, temos organizado, durante esse período, debates, cursos e desenvolvido subprojetos confirmando nosso objetivo de divulgar a produção e o pensamento visual assim como incentivar a formação de novas platéias"

Já participaram da galeria especial da UniversidArte os artistas: Abraham Palatnik, Adriana Varejão, Afonso Tostes, Aluísio Carvão, Amador Perez, Ana Laet, Angela Freiberger, Angelo de Aquino, Anna Bella Geiger, Antonio Dias, Arthur Omar, Beatriz Milhazes, Brígida Baltar, Cabelo, Chico Cunha, Cristina Canale, Cristina Salgado, Daniel Senise, Denise Cathilina, Dora Basílio, Eduardo Sued, Eliane Duarte, Elisabeth Jobim, Enrica Bernardelli, Ernesto Neto, Fayga Ostrower, Gabriela Machado, Hélio Oiticica, Ivens Machado, João Magalhães, João Carlos Goldberg, João Modé, João Uchôa, Jorge Duarte, Jorge Emanuel, Jorge Fonseca, José Bechara, José Maria Dias da Cruz, Katie Van Scherpenberg, Leila Danziger, Lia do Rio, Livia Flores, Luciano Figueiredo, Luiz Ernesto, Malu Fatorelli, Manfredo de Souzanetto, Mara Martins, Maria do Carmo Secco, Mario Azevedo, Maurício Ruiz, Miguel Rio Branco, Milton Machado, Monica Barki, Monica Sartori, Nelson Felix, Nicholson, Osmar Dillon, Paula Trope, Pedro Vasquez, Rosana Palazyan, Ricardo Becker, Ricardo Ventura, Rossini Perez, Rubens Gerchman, Suzi Coralli, Tatiana Grinberg, Tunga, Vicente de Mello, Xico Chaves, Wanda Pimentel, entre outros.

O Projeto UniversidArte desdobra-se nos seguintes subprojetos

Universidarte Divulga - informes diários, via e-mail, de eventos culturais, nacionais e internacionais. Com esse projeto a UniversidArte confirma seu papel de difusor da produção cultural contemporânea.

Galeria virtual - www.estacio.br/site/universidarte - galeria de arte on-line com exposição de artistas que participaram da UniversidArte.

Universidarte Apresenta - mostra individual de artistas selecionados pelo júri da UniversidArte, constituído por críticos, historiadores da arte e artistas, com o objetivo de incentivar novos talentos que vêm se destacando na pesquisa da visualidade contemporânea.

UniversidArte idéias - Série de cursos, debates, palestras e discussões com o objetivo de fomentar a reflexão sobre a importância das artes visuais na construção do pensamento contemporâneo.

2002 - Campus Ipanema
Milton Machado - Curso do Olhar
Luis Camillo Osorio - História da Arte - "Do moderno ao contemporâneo"
2003 - Campus Ipanema
Fernando Cocchiarale - Discursos de Legitimação da Arte Contemporânea
2004 - Campus Ipanema
Fernando Cocchiarale - Questões e Teorias da Arte Contemporânea

Página crítica - Coluna no sítio da Universidarte, escrita por curadores e críticos de arte contemporânea.

UniversidArte convida - Mostra individual ou coletiva na galeria Tarsila do Amaral, de artistas convidados pela Diretoria de Arte, com a intenção de dar visibilidade à produção recente de artistas participantes da UniversidArte.

Sugestão de Leitura - Coluna no sítio da UniversidArte que convida artistas, professores, críticos e historiadores da arte para contribuirem com as suas "sugestões de leitura", às pessoas que desejam ampliar seus conhecimentos sobre as questões fundamentais do universo visual e suas relações com outras áreas do conhecimento.

Exposições

Vernissage: 18 de maio de 2005, 20h
Local: Universidade Estácio de Sá
Campus Menezes Cortes
Rua São José 35 - 15º andar, Rio de Janeiro - RJ

Período de visitação: 19 de maio a 9 de setembro de 2005
Locais: Campus Nova América - Av. Pastor Martin Luther King Jr. 126
Campus Presidente Vargas - Av. Presidente Vargas 642 - 2º andar
Campus Praça Onze - Av. Presidente Vargas 2.560
Campus Nova Friburgo - Jardim Sans Souci s/nº - Braunes
Horario de Visitação: segunda a sexta, das 8h às 22h - entrada franca

Posted by Patricia Canetti at 12:00 PM

Seminário Internacional Museografia e Arquitetura de Museus

A arquitetura dos espaços museológicos do ponto de vista expográfico
26 a 29 de setembro de 2005 no Rio de Janeiro

Envio de trabalhos entre 4 de abril e 1 de maio de 2005

Chamada de trabalhos
Informações disponíveis no endereço www.arquimuseus.fau.ufrj.br

Público-alvo
Profissionais, professores e alunos de Arquitetura, Urbanismo, Design, Museologia, História, Antropologia, Sociologia, Administração, Economia e Turismo

Áreas Temáticas
Os aspectos e problemas da atual reanimação dos discursos e projetos de museus e centros culturais abrangem as áreas da História da Técnica e da Arquitetura de Museus, Conservação e Informação, Museografia e Luminotécnica, e Gestão e Marketing de Projetos Culturais.

Portanto, no Seminário Museografia e Arquitetura de Museus, as exigências da interdisciplinaridade e da promoção gerencial envolverão particularmente os seguintes tópicos:

- bases teóricas e conceituais da instituição museológica,
- formação técnica e instrumental das equipes,
- gerenciamento de museus, centros culturais e espaços expositivos.

Formas de participação

Comunicações
As comunicações apresentam projetos, temas e problemas em estudos de casos.

Pôsteres
Os pôsteres são as formas gráficas ou fotográficas que apresentam conteúdos específicos e semelhantes aos das comunicações.

Videos e páginas web
As apresentações de tipo áudio-visual e eletrônico-digitais devem possuir conteúdo variado sobre os espaços museográficos, atendo-se aos objetivos e temática proposta para o Seminário.

Envio e Seleção de Resumos

Envio
Os resumos que sintetizam as propostas de comunicações, pôsteres, vídeos e páginas da web deverão ser enviados entre os dias 04 de abril e 01 de maio de 2005. O envio deverá ser feito por correio eletrônico para o endereço seminariomuseus2005@uol.com.br, e na mesma mensagem devem seguir os seguintes dados para pré-inscrição:

Nome completo
Endereço residencial completo
Telefone
e-mail
Formação
Instituição

Formato
Os trabalhos podem ser apresentados em português, espanhol ou inglês. O arquivo deve apresentar título, autoria, informações sobre os autores (formação básica, titulação, vínculo institucional e e-mail) e resumo com no máximo 200 palavras.

Seleção
A Comissão Científica indicará os trabalhos selecionados no dia 31 de maio de 2005.

Trabalhos Completos
Prazos e Formatos para envio serão divulgados posteriormente


Organizadores
Grupo de Estudos de Arquitetura de Museus
ProArq/FAU - UFRJ

Professores convidados e confirmados
Profª PHD Ruth Ann Stewart (NYU, Nova York)
Prof. Emérito Ramiro Matos (NMAI, Washington)
Prof. Dr. Enrique Saravia (FGV, Rio de Janeiro)

Coordenação
Profª Dr. Cêça Guimaraens, (PROARQ/DPA-UFRJ)
Profª MSc. Nara Iwata, pesquisadora (PROARQ-FAU/UFRJ)
Arq. Vânia Polly da Silva, (doutoranda PROARQ/FAU)

Comissão Científica
Prof. Dr. Carlos Kessel (UERJ)
Profª Dra. Dinah Guimaraens (Universidade Estácio de Sá)
Profª Dra. Eunice Bomfim (PROARQ, FAU/UFRJ)
Prof. Jorge Sahione (IPHAN)
Prof. Luiz Antonio Ewbank (Presidente Abracor)
Prof. Dr. Paulo Afonso Reinghantz (PROARQ, FAU/UFRJ)

Posted by Patricia Canetti at 11:56 AM | Comentários(1)

The Planetary Collegium - Estados Alterados: transformações de percepção, lugar e performance

Inscrições - Call for Papers

Estados Alterados: transformações de percepção, lugar e performance
Uma Conferência Transdisciplinar, em 23/24 de julho de 2005

Altered States: transformations of perception, place, and performance
A Transdisciplinary Conference, 23/24 July 2005

Inscrições até 11 de março de 2005

The Planetary Collegium
Universidade de Plymouth, Portland Square, Plymouth, Reino Unido
www.planetary-collegium.net

Enviar propostas em documento Word, com cerca de 300 palavras para papers de 20 minutos, para: ASCR.2005@planetary-collegium.net. Os Papers não podem ter sido previamente publicados.

As propostas devem contribuir para o desenvolvimento do discurso transdisciplinar entre artistas, acadêmicos, cientistas e tecnólogos, com foco em questões sobre percepção aumentada ou paranormal; ciência cognitiva; arquiteturas virtuais, transformáveis ou esotéricas; estudos psychic; ritual; xamanismo; farmacologia e ethnobotany; consciência quântica; tecno-ética; telepresença; new media arts; literatura eletrônica; performance; música digital; net art; tecnologias interativas.

Os papers serão publicados online e distribuídos em DVD, uma seleção será apresentada no jornal Technoetic Arts
www.intellectbooks.com/journals/technoetic/index.htm

Diretor: Professor Roy Ascott

Posted by Patricia Canetti at 11:35 AM | Comentários(1)