Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


novembro 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise no blog:
Arquivos:
novembro 2019
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

novembro 5, 2019

Gabi e Luciana Ferreira na CAL, Brasília

“Nada me disseram sobre a fragilidade das coisas” ocupa a galeria de Bolso da CAL a partir de 5 de novembro

A exposição Nada me disseram sobre a fragilidade das coisas resulta da colaboração em uma micro-residência artística realizada pelas artistas visuais Gabi e Luciana Ferreira na Galeria de Bolso da CAL, com acompanhamento curatorial de Yana Tamayo. Durante o período de duas semanas as artistas desenvolveram um trabalho a partir das características oferecidas pelo espaço: sua materialidade arquitetônica, as relações históricas que atravessam a existência deste espaço na cidade, a cultura e as relações sociais que se colocam a partir dele.

Em 2017, Gabi e Luciana foram alunas do 3o grupo formado pelo Laboratório da Nave - grupo de acompanhamento crítico orientado por Yana Tamayo que tem como foco a experimentação e o estudo sobre as pesquisas dos artistas participantes. Desde então – e como é comum acontecer com outros artistas que descobrem no grupo mais espaços de troca e colaboração intelectual -, elas descobriram afinidades de pesquisa sobre as quais decidiram trabalhar juntas, desde então.

Gabi traz para o espaço gestos que emergem do desenho, das superfícies planas, tratando os rígidos elementos da arquitetura como se pudessem alcançar as possibilidades das folhas de papel; Luciana observa o espaço em suas possibilidades narrativas: da matéria às histórias, das histórias da matéria, do mínimo detalhe ao maior ruído presente. A partir de procedimentos e linguagens distintas, porém aproximadas numa escuta do espaço, as duas artistas constroem juntas, nessa exposição, um diálogo entre suas poéticas e as invisibilidades guardadas pelo tempo em cada superfície, em cada parede, no chão e no teto.

Gabi é graduada em Artes Plásticas e participa de exposições coletivas, desde 2008. Desenvolve trabalhos em colagem, fotografia e instalação. Atualmente, produz seus trabalhos no ambiente expositivo utilizando a materialidade do próprio local, presentificando no processo relações com o tempo e a efemeridade, noções de paisagem e percepções sutis da obra situada no espaço. Vive e trabalha no Distrito Federal.

Luciana Ferreira é artista visual. Atualmente, faz doutorado em Artes Visuais pela Universidade de Brasília na linha de pesquisa Deslocamentos e Espacialidades da área de concentração Métodos, processos e linguagens. Seus trabalhos envolvem intervenções em livros, subversões de leituras, ações registradas em vídeos e experiências sonoras com ruídos. Todas essas frentes propõem algum tipo de desconstrução narrativa. Faz exposições de seus trabalhos, desde 2011, tendo participado também de ações de ocupação artística, intervenção urbana e residência. Integra o coletivo Espaços da Escrita.

Yana Tamayo é artista visual, educadora e curadora independente. É sócia-fundadora da Nave, espaço autônomo de arte onde desenvolve projetos de pesquisa e formação em arte, curadoria e execução de exposições. Doutora em Arte na linha de pesquisa Poéticas Contemporâneas pela UnB [2015], é mestre pela mesma instituição e linha de pesquisa [2009] e especialista pela Universidad Complutense de Madrid [2006] com o Máster de Teoría y Práctica en Artes Plásticas Contemporáneas. Desde 2010, sua prática como artista se associa, de maneira cada vez mais intrínseca, às práticas educativas e curatoriais em projetos expositivos e formativos. Desde 2015 coordena na Nave um grupo de estudos por ano fazendo acompanhamento de projetos artísticos, o Laboratório. Desde abril de 2018 é coordenadora local do Programa CCBB Educativo – Arte e Educação no CCBB Brasília, onde desenvolve a programação, gestão local do projeto e articulação institucional. Vive e trabalha em Brasília.

Posted by Patricia Canetti at 10:23 AM