Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


junho 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            
Pesquise no blog:
Arquivos:
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

junho 29, 2019

Athos etc na Athos Bulcão, Brasília

Estudantes da UnB são os curadores da nova exposição na AB Galeria, da Fundação Athos Bulcão, que é composta por obras do acervo da instituição e propõe ampliar ampliar o olhar do público para a obra do artista

A atual exposição em cartaz na AB Galeria, na Fundação Athos Bulcão, foi montada por alunos do curso Teoria, Crítica e História da Arte, da Universidade de Brasília (UnB). Os estudantes Victor Zaiden e Renata Reis, com a assistência de Letícia Braga, são os responsáveis pela curadoria da mostra Athos Etc, com obras de Athos Bulcão que integram o acervo da instituição. O trabalho do grupo foi coordenado pela curadora e professora da UnB, Ana Avelar, em parceria com a equipe da Fundação. “É a oportunidade dos estudantes da universidade pública colocarem em prática os conhecimentos aprendidos na academia em uma ação voltada para a sociedade”, destaca Valéria Cabral, secretária executiva da instituição.

Durante o processo de preparação, os estudantes se reuniram diversas vezes com a equipe da Fundação, para conhecer mais a obra de Bulcão e apresentar os eixos de curadoria que guiaram a seleção das obras e a montagem da mostra.

Mergulho no acervo e seleção de obras

Grande parte dos trabalhos presentes no acervo da Fundação foi doada pelo próprio artista no momento da criação da instituição. Algumas foram doadas por colecionadores, além das adquiridas ao longo dos anos. Os 3 figurinos para a ópera ‘Amahl e os visitantes da noite’ de Gian Carlo Menotti, que faziam parte do acervo da senhora Asta-Rose Alcaide e integraram a exposição "100 Anos de Athos Bulcão" foram gentilmente doados por Janete Dornellas.

Todas as etapas foram realizadas sob orientação da professora Ana Avelar, respeitando a autonomia e as escolhas dos estudantes. “A proposta era que os alunos, a partir de questões contemporâneas da arte, olhassem de maneira renovada para esse acervo”, afirma Ana.

O plano curatorial foi discutido e aprovado, a lista de obras definida e a montagem agendada. “Elencamos obras que evidenciam outros aspectos da prática do artista, no sentido de expandir o conhecimento sobre seus trabalhos”, conta Victor Zaiden.

A pesquisa dos curadores enfatizou também aspectos que aproximam Athos a outros artistas modernos, como Paul Klee e Kandinsky, “que buscaram explorar os limites do espaço, expandir as barreiras das diferentes linguagens artísticas e propor intercâmbios e construções”, como lembra Renata Reis. A ideia é que o olhar dos jovens estudantes sobre as obras de Athos Bulcão não se restrinja à ocupação da galeria, mas que se estenda, também, às redes sociais da Fundação.

A mostra faz parte do conjunto de ações do projeto Atos para Preservar Athos Bulcão,que tem patrocínio do FAC - Fundo de Apoio à Cultura, da Secretaria de Cultura do GDF, edital de 2017, e prevê ações de acessibilidade e a realização de exposições, oficinas, palestras e visitas mediadas pelas obras do artista para estudantes do Ensino Fundamental da rede pública e público em geral.

Professora coordenadora
Ana Avelar é professora de Teoria, Crítica e História da Arte na Universidade de Brasília (UnB) e curadora da Casa Niemeyer (UnB). Em 2017, foi finalista do prêmio Marcantonio Vilaça na categoria curadoria e, este ano, júri do mesmo prêmio. Foi membro do comitê de indicação do Prêmio Pipa em 2017 e 2019 e de seleção do Programa Rumos Itaú Cultural 2017-18. Este ano foi selecionada pelo Programa Intercâmbio de Curadores 2018-2019, promovido pela plataforma Latitude.

Curadores
Renata Reis, 23 anos, é aluna do oitavo semestre do curso de Bacharelado em Teoria, Crítica e História da Arte da Universidade de Brasília. Membro da equipe de produção e curadoria da exposição Galeria Sem Muros (VIS-UnB, 2018). Membro da equipe de organização do IV Colóquio de Teoria, Crítica e História da Arte (VIS-UnB, 2018). Área de interesse: minimalismo, construtivismo, concretismo, escultura.

Victor Zaiden, 28 anos, é formado em Ciência Política pela Universidade de Brasília (2013) e é aluno do oitavo semestre do curso de Bacharelado em Teoria, Crítica e História da Arte. Atuou como mediador do programa educativo do CCBB Brasília (2018-2019). Área de interesse: curadoria e decolonialidade.

Assistente de curadoria
Leticia Braga, 21 anos, é aluna do curso de Bacharelado em Teoria, Crítica e História da Arte da Universidade de Brasília (desde 2016). Formada em Dança Clássica pela Escola Noara Beltrami. Intercambista pela Universidade de Brasília, no período de agosto a dezembro de 2018, na Universidad Alberto Hurtado, em Santiago, Chile. Atualmente atuando como mediadora no Espaço Cultural Renato Russo. Área de interesse: curadoria e mediação cultural como meio de comunicação entre a arte e o público em geral.

Posted by Patricia Canetti at 11:08 AM