Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


dezembro 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
Pesquise no blog:
Arquivos:
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

dezembro 5, 2018

Denise Gadelha na FIC, Porto Alegre

Abertura terá visita guiada com a artista, no sábado, às 15h

No dia 8 de dezembro, sábado, a Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre/RS, inaugura a exposição Náufragos na Correnteza do Tempo, da artista visual Denise Gadelha. A mostra – selecionada pelo Edital para Exposições Temporárias 2018 – apresenta sete projetos de base fotográfica, incluindo três instalações de grandes dimensões. Na abertura, às 15h, a artista realiza uma visita guiada aberta ao público. A entrada é franca, sem inscrições prévias.

A exposição parte de um acidente sofrido pela artista – que perdeu suas obras em um vazamento de água devastador em seu apartamento. Entendendo que a degradação faz parte do processo de crescimento, Denise transmuta o caráter trágico do acidente ao encarar as perdas com otimismo e construir novos trabalhos a partir do que restou. As obras abordam a transformação física de imagens que sofreram desgaste pela ação da água, variação de temperatura e proliferação de mofo. A passagem do tempo sobre a matéria, mesmo aquela destinada ao registro da memória – como no caso da fotografia – é o tema desta exposição.

Apenas duas obras originais que sobreviveram ao acidente compõem a mostra. Os demais projetos, de caráter instalativo, foram na maioria especialmente concebidos para o espaço da Fundação. A exceção é a obra Espaço-tempo permeável que foi comissionada para a exposição Antilogias: o fotográfico na Pinacoteca, em 2017. Apesar de ter sido incorporada ao acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, será apresentada na Fundação em uma nova montagem.

A Fundação Iberê Camargo tem o patrocínio de Itaú, Grupo GPS, IBM, Oleoplan, Agibank, BTG Pactual, Banrisul e apoio SLC Agrícola, Sulgás e DLL Group, com realização e financiamento do Ministério da Cultura / Governo Federal. Hotel oficial: Ibis Styles Porto Alegre. Serviços de tradução: Traduzca. Patrocinador do projeto Iberê nas Praças: Corsan – Companhia Riograndense de Saneamento. Apoiador da exposição Subversão da Forma: Unisinos.

Denise Gadelha nasceu em Belém do Pará em 1980, mas viveu em Porto Alegre de 1981 a 2010. Hoje vive e trabalha em São Paulo. É mestre em Poéticas Visuais pelo Programa de Pós Graduação em Artes Visuais do Instituto de Arte da UFRGS. Atua como artista, professora, curadora e organizadora de programas culturais vinculados à arte contemporânea, fotografia e publicações independentes. Com o auxílio do Prêmio Marc Ferrez da Funarte coordenou o projeto de pesquisa entrevistando mais cem artistas de Norte a Sul do Brasil ao longo de dois anos, que culminou na exposição “Fotos contam Fatos” na Galeria Vermelho (2014-15), e a disponibilização online da catalogação dos 222 itens que compuseram a mostra. Em 2017, o desdobramento desta pesquisa intitulado “Photo-Paged” foi apresentado no Centre de la Photographie Genève, Suíça. Neste ano também organizou a Plataforma Brazil na programação da MIA-Photo em Milão, com a curadoria da exposição “TransNaturae”. Atuando como artista, em 2017 participou das mostras “Antilogias: o fotográfico na Pinacoteca” (Pina_SP), participou do coletivo Marginalia Museum, na mostra “De Rerum Natura”, no espaço Camera F em Lugano, Suíça, e, da mostra “O que a Imagem Não Revela”, no espaço independente Isla, São Paulo, SP. Ainda em 2017, foi a idealizadora e organizadora do evento “Livrotecagem + Escambo”, realizado na Galeria Vermelho como parte das atividades itinerantes da SP-Arte/Foto.

Posted by Patricia Canetti at 3:33 PM