Página inicial

Livraria do Canal

 

A Livraria on line:

- como comprar

- como vender

Arquivos:
As últimas:
 

dezembro 7, 2006

Caderno Videobrasil 2 - Arte Mobilidade Sustentabilidade

CadernoVideobrasil02_capa.jpg

Caderno Videobrasil 2 - Arte Mobilidade Sustentabilidade
Autores: Daniel Hora, Grant H. Kester, Hans Dieleman, Hildegard Kurt, Marisa Mokarzel, Ricardo Rosas

Preço: R$ 20 + correio

Como comprar: clique aqui para se informar

Formato fechado: 21 x 27,5 cm
Nº páginas: 144
Impressão: cor
Peso: 600g
Organização: Associação Cultural Videobrasil
Editora: Associação Cultural Videobrasil

Sumário:
Capítulo I
COLABORAÇÕES E TROCAS

Colaboração, arte e subculturas
GRANT H. KESTER

Gambiarra — alguns pontos para se pensar uma tecnologia recombinante
RICARDO ROSAS

Residências artísticas — as múltiplas direções dos trânsitos contemporâneos
DANIEL HORA

Entre garças e urubus — a (in)sustentável arte produzida na Amazônia
MARISA MOKARZEL

Rede de bordados
MARIA ARAÚJO

Capítulo II
ARTE E SUSTENTABILIDADE

Sustentabilidade como inspiração para a arte — um pouco de teoria e uma galeria de exemplos
HANS DIELEMAN

Arte e sustentabilidade — uma relação desafiadora, mas promissora
HILDEGARD KURT

A intensificação de fenômenos como a urbanização, o acesso crescente a novas tecnologias e a formação de novos mapas político-econômico-culturais lançam desafios originais para a arte e fazem surgir paradigmas baseados num cotidiano em que a mobilidade tornou-se comum e a sustentabilidade, um importante conceito. Conhecer o outro e o espaço alheio, valorizar e preservar o regionalismo sem isolá-lo do mundo, entender as trocas com subculturas sociais e políticas são questões pertinentes num mundo ao mesmo tempo homogêneo (na concentração econômica e nas marcas transnacionais) e plural (na infinidade de canais eletrônicos de comunicação, nas relações pessoais facilitadas pela tecnologia e no convívio intensificado pela facilidade de deslocamento). Entender esse ritmo dinâmico e a interdependência entre cada decisão traz à tona o conceito de sustentabilidade como desafio também cultural — envolvendo o local em que produzimos, nossa produção, as pessoas com quem convivemos, os mercados e o mundo.

Neste segundo número, Caderno Videobrasil propõe a discussão desses novos desafios e, acima de tudo, apresenta algumas das soluções propostas pela arte em diferentes partes do mundo. Elas serão tema do eixo pensamento do 16º Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil, que acontece em setembro de 2007. Residências como trocas, trocas com o entorno, a percepção do outro, improvisos e gambiarra estão entre as ações e as estratégias aqui abordadas. Numa iniciativa pioneira, e em sintonia com a preocupação já manifestada pelo SESC em debates e seminários, Caderno Videobrasil também discute a relação entre arte e sustentabilidade. Um conceito-chave que começa a permear o discurso sócio-econômico do circuito sul, cujo impacto e a relação com a arte são naturais e necessários, e cujas conexões só agora começam a se fortalecer.

Posted by João Domingues at 11:19 AM