Página inicial

Quebra de Padrão

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Quebra de Padrão:

Arquivos:
As últimas:
 

junho 11, 2005

A Ocupação na Quebra de Padrão ou A Quebra de Padrão na Ocupação

ocupacao.jpg

Ocupação

Adriana Peliano, Ana Amélia Genioli, Ana Teixeira,Augusto Citrângulo, Beth Moysés, Bruno Vilela, Caetano Dias, Camila Sposati, Canal Contemporâneo,Carlos Miele, Casa Blindada, Claudia Jaguaribe, Daniel Nogueira de Lima, Daniel Salum, Del Pilar Sallum, Domitíla Coelho, Eduardo Verderame, Eide Feldon, Eduardo Salvino, Eva Castiel, Fábio Flaks, Fábio Torres, Fábio Tremonte, Fanny Feigenson, Fernanda Chieco, Geraldo Souza Dias, Gisele Freyberger, Giselle Beiguelman, Graciela Rodriguez, Guto Lacaz, Helga Stein, Ingrid Koudela, Jean Pierre Isnard, Jorge Menna Barreto, Juliana Pikel, Jum Nakao, Kika Nicolela, Lali Krotosznski, Lucila Meireles, Marcus Bastos, Lenora de Barros, Marga Puntel, Mariana Lima, Mariana Meloni, Marina Reis, Marília Fernandes, Mídia Tática, Mirtes Marins, Neide Jallageas, Nino Cais, Niura Bellavinha, Oficina da Luz, Paulo D'Alessandro, Paulo Gaiad, Paulo Lima Buenoz, Paulo Nenflídio, Paulo Telles, Patrícia Osses, Pedro Palhares, Rafael Marchetti, Raquel Kogan, Rachel Zuanon, Renata Barros, Renata Padovan, Renato Dib, Regina Carmona, Regina Johas, Ricardo Hage, Ricardo Carioba, Ricardo Ribenboim, Roger Barnabé, Sheila Mann Hara, Sonia Guggisberg, Stela Fisher, Teresa Viana, Vera Bighetti, Vera Martins, Vera Sanovicz e Walton Hoffmann

6 de junho a 16 de julho de 2005 no Paço das Artes, Av. da Universidade 1, Cidade Universitária, São Paulo


A Ocupação na Quebra de Padrão ou A Quebra de Padrão na Ocupação

A Ocupação do Paço das Artes em São Paulo, evento que ocorre de 6 de junho a 16 de julho de 2005, é a oportunidade perfeita para retomarmos essa ação virótica, que busca quebrar o padrão da comunicação dos eventos artísticos.

Primeiro, porque não havia nada ali antes do evento de fato começar. Sua abertura não foi um vernissage, pois não havia obras prontas para serem envernizadas...

A Ocupação reforça a necessidade do contato entre obra e público para que a arte contemporânea "aconteça". E vai além. Ao permitir a troca entre os artistas e a interação do público com essa experiência, promove um coletivo que reúne artistas, críticos, instituição e público na ocupação desse espaço.

O segundo ponto se relaciona com as questões do que é público e privado, com a diluição dessas fronteiras na contemporaneidade. Ao mudarem seus ateliês (e galerias, já que temos uma funcionando na Ocupação nesse primeiro turno) para uma instituição pública, artistas expõem mais do que obras, mais do que processos de trabalho: uma espécie de intimidade que se mostra nas relações de convívio, tão raras atualmente, devido a nossa falta de tempo crônica. Em plena São Paulo, o tempo interno da Ocupação é de uma cidade do interior, aonde podemos prosear à vontade...

O paralelo que se faz entre a Ocupação - seus encontros, conversas e parcerias - e o uso de um blog (que na sua essência nada mais é do que um diário tornado público) estabelece a simbiose necessária para a Quebra de padrão que desejamos.

Falar de arte, escrever, mostrar imagens, comentar, discutir, compartilhá-la e vivê-la, ser contaminado e contaminar, ampliando o seu diálogo para além do espaço e do tempo que acolhem um evento, são algumas das questões que esse trabalho quer tratar.

Posted by Patricia Canetti at 10:36 PM | Comentários(2)
Comments

o estado,o estado,o estado, as verbas públicas para a arte e suas vertentes, e as vezes as suas qualquer coisa é arte e deve ser expostas para assustar e causar revolta desses próprios contribuinte que financiam os centros culturais com a linhagem comteporanea expondo,ISSO É ARTE,é o que o contribuinte pergunta,é o que voces pretendem passar como arte e cultura ou estão só tentando se prestigiar através desse orgão e outros que fazem e fizeram com verbas públicas, que são grandes curadores,artistas renomados,e tantos outros que se fizeram às custas do estado.

Posted by: jorge at julho 11, 2005 11:58 AM

Me admira a presença de Sonia Guggisberg no "manifesto de ocupação blablabla"... depois da demonstração de vã elitismo na Virada Cultural... para outras informações, vide: http://www.cabezamarginal.org/cabezas/

Posted by: Angélica at novembro 22, 2005 4:55 PM
Post a comment









Remember personal info?