março 2012
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Pesquise no blog:
Arquivos:
As últimas:




patrocínio_

    





apoio_











Powered by
Movable Type 4.01

 

junho 25, 2006

Princípios de Cooperação para Revistas Participantes

documenta 12 magazines
Princípios de Cooperação para Revistas Participantes

1. Informação

Durante os próximos meses, documenta 12 magazines trabalhará em parceria com mais de 70 periódicos impressos e on-line, rádios e outras mídias por todo o mundo. Estes jornais e revistas discutirão os principais temas e discursos teóricos por trás da documenta 12 dando uma ênfase especial à reflexão dos interestes e conhecimentos específicos de seus respectivos contextos locais.

Como parte deste projeto, uma plataforma de internet (i.e.: um sistema de gerenciamento de conteúdo) para as revistas participantes será estabelecido com o intuito de permitir que todas as revistas participantes tenham acesso, compartilhem e republiquem textos, imagens, arquivos de áudio e vídeo que forem disponibilizadas pelas revistas participantes e editores.

Todas as contribuições serão publicadas na revista on-line da documenta 12. Uma seleção destes debates será compilada e publicada em uma série de publicações impressas. Este "jornal de jornais", por assim dizer, representará um fórum para o discurso estético contemporâneo.

O Canal Contemporâneo (Rio de Janeiro) foi convidado para participar do projeto documenta 12 magazines devido às suas excelentes contribuições ao discurso cultural contemporâneo. A documenta 12 magazines e as Revistas Participantes compartilham a missão de aprofundar a cooperação e a colaboração transnacional. Dada a complexidade do projeto e sua elevada visibilidade internacional, os parceiros sentem a necessidade de documentar seu acordo em relação aos princípios básicos desse empreendimento em comum.

Este documento especifica a natureza dessa cooperação e serve como a base de um acordo de colaboração mútua. Às revistas participantes está sendo cordialmente requisitado que assinem este documento e o retornem à documenta 12 magazines por fax ou correio até o dia 19 de junho, 2006.


2. Participação

As revistas participantes concordam em contribuir com o projeto documenta 12 magazines produzindo e/ou encomendando contribuições de escritores, artistas, fotógrafos ou outros autores pertinentes aos temas centrais e discursos teóricos da documenta 12. Essas contribuições serão originalmente publicadas na Revista Participante. É permitido à Revista Participante informar seus leitores sobre sua participação no projeto documenta 12 magazines de uma forma adequada (i.e.: editorial, boletim informativo, mala direta, website). Ela também poderá usar o logotipo da documenta 12 magazines, que lhe será enviado sob demanda pela equipe editorial.

A seguinte nota deve ser publicada junto com a contribuição:

Exemplos de contribuições:

Este artigo [ou ensaio, fotografia,...] está sendo publicado como contribuição da [Nome da Revista] para a documenta 12 magazines. [Nome da Revista] foi convidada a participar da documenta 12 magazines, um projeto editorial coletivo unindo mais de 70 periódicos impressos e on-line, assim como outras mídias, espalhados pelo mundo (www.documenta.de).

Este artigo [ou ensaio, fotografia,...] está sendo publicado como contribuição da [Nome da Revista] para a documenta 12 magazines, um projeto editorial coletivo unindo mais de 70 periódicos impressos e on-line, assim como outras mídias, espalhados pelo mundo (www.documenta.de).

Exemplo de edições especiais:

Edição especial para documenta 12 magazines. [Nome da Revista] foi convidada a participar da documenta 12 magazines, um projeto editorial coletivo unindo mais de 70 periódicos impressos e on-line, assim como outras mídias, espalhados pelo mundo (www.documenta.de).

Exemplo de cólofon:

[Nome da Revista] contribui para a documenta 12 magazines
[LOGOTIPO].


3. Cessão de direitos

A Revista Participante concorda que publicará contribuições apenas depois de ter obtido as necessárias autorizações dos autores e/ou tradutores. O direito de uso deve especificar que a contribuição pode ser livremente republicada, reimpressa, traduzida ou disponibilizada on-line exclusivamente pelas outras revistas participantes e na plataforma de internet da documenta 12 magazines, assim como na revista on-line da documenta 12. Esses direitos devem ser exclusivos até o dia 31 de maio de 2007.

A Revista Participante concorda em indenizar a documenta 12 por qualquer ação legal resultante de insuficiência na cessão de direitos autorais em sua negociação com o(s) autor(es) original(is). documenta 12 informará a Revista Participante imediatamente caso uma ação deste tipo chegue ao seu conhecimento.

O direito de publicar em primeira mão o material de seus articulistas permanece com a Revista Participante, que pode disponibilizar suas contribuições para leitura apenas na plataforma das revistas participantes antes da publicação. Qualquer outro uso pelas outras revistas participantes de um material ainda não publicado deverá ser negociado diretamente com a revista de origem.


4. Contribuições compartilhadas

Baseado na compreensão mútua sobre a necessidade de uma troca aberta, as Revistas Participantes disponibilizarão suas contribuições para todas as outras revistas participantes e para a plataforma de internet da documenta 12 magazines, assim como para a revista on-line da documenta 12 em troca do direito de usar as contribuições de traduções disponíveis de todas as outras revistas participantes e da plataforma de internet da documenta 12 magazines. Para proteger os interesses de todos os participantes, as contribuições aparecerão na plataforma de internet com a seguinte nota:

Esta contribuição pode ser reimpressa ou traduzida pelas revistas participantes do projeto documenta 12 magazines. Uma lista atualizada de todas as Revistas Participantes está disponível na seção de projeto desta plataforma. A disponibilidade está sujeita às seguintes condições:

Créditos e nota de copyright devem ser feitos e dados ao(s) autor(es) / tradutor(es) / fotógrafo(s) original(is) e para a revista onde a contribuição foi originalmente publicada. Edições ou o uso de longos trechos devem ser previamente aprovadas pela revista onde a contribuição foi originalmente publicada ou seu autor(es).


5. Uso de contribuições compartilhadas

Se a Revista Participante republica e/ou traduz a contribuição de outra Revista Participante, deve estar de acordo que dará créditos e a nota de copyright para a revista onde a contribuição foi originalmente publicada desta forma:

Este artigo [ou contribuição, ensaio, fotografia,...] foi originalmente publicado no [Nome da Revista, cidade, número, ano, página] © [Nome da Revista, cidade, e/ou autor].

Esta tradução [ou verso editada, edição revisada,...] foi publicada como a contribuição de [Nome da Revista] para a documenta 12 magazines. [Nome da Revista] foi convidada a participar da documenta 12 magazines, um projeto editorial coletivo unindo mais de 70 periódicos impressos e on-line, assim como outras mídias, espalhados pelo mundo (www.documenta.de).

Por favor note que todas as traduções das contribuições devem ser disponibilizadas às outras revistas participantes assim que forem feitas, mesmo se ainda não publicadas.


6. Exemplares de cortesia

Cada Revista Participante receberá gratuitamente pelo menos cinco (5) exemplares de cada edição da versão impressa do documenta 12 magazine.

documenta 12 magazines espera ser notificada sobre a impressão de contribuições e receber dois (2) exemplares gratuitos de cada edição.

Se a contribuição for republicada ou traduzida, é desejável prover pelo menos um (1) exemplar gratuito da revista onde a contribuição foi originalmente publicada.


7. Informação importante para autores

Os autores serão informados que todas as contribuições serão publicadas na plataforma de internet da documenta 12 magazines, assim como na revista on-line da documenta 12 e poderão ser usadas por qualquer outra revista participante. Uma seleção das contribuições será publicada em três edições impressas da documenta 12 magazines, ou em outras publicações e mídias da documenta 12 e seus programas afiliados. Esta seleção será de responsabilidade apenas do Diretor Artístico da documenta 12 e do Diretor da documenta 12 magazines. Se as contribuições forem escolhidas para estas publicações impressas, um novo contrato sobre valores e direitos será feito entre o autor e a documenta 12. Nestes casos, a documenta 12 dará o crédito à revista onde a contribuição foi originalmente publicada.

documenta 12 decidirá sobre os possíveis usos das contribuições até o dia 15 de maio de 2007. Até está data é pedido às Revistas Participantes que não ofereçam as contribuições à mídias que não participam da documenta 12 magazines e devem informar os autores sobre esta limitação.

8. Apresentação do projeto na exposição documenta 12

O projeto em sua totalidade será apresentado no contexto da exposição Documenta 12 de uma forma ainda a ser estabelecida pelo Diretor Artístico da
Documenta 12 e do diretor da Documenta 12 Magazines. O modo da apresentação será discutido com as revistas participantes numa outra data.


Confirmamos nossa participação fundamentados nos princípios acima listados:

Nome da Revista Participante: Canal Contemporâneo

Representada por: Patricia Kunst Canetti

Data, Assinatura: 19 de junho de 2006


Traduzido do inglês para o português por Renato Rezende.

Posted by Patricia Canetti at 11:12 AM

O projeto documenta 12 magazines

documenta 12 magazines
Informação interna para as revistas participantes

Desde a divulgação do projeto aos participantes, houve mudanças, principalmente em relação ao cronograma, que serão em breve aqui atualizadas.

O projeto
documenta 12 está no momento iniciando um diálogo com cerca de 70 revistas, jornais e mídias eletrônicas ao redor do mundo; será criada uma rede com o objetivo de explorar e discutir tópicos de interesse e relevância atual para a documenta 12 (mas não apenas). Este diálogo será desenvolvido ao redor de três questões ou temas centrais: "É a modernidade nossa antiguidade?" "O que é a vida crua?" e "O que pode ser feito? (educação)", com especial ênfase dada à reflexão sobre os interesses e conhecimentos específicos dos respectivos contextos locais.

As revistas participantes serão convidadas a publicar contribuições independentes que reflitam este diálogo, mas também a reagir e comentar as contribuições feitas por outros participantes, iniciando desta forma um diálogo multilíngue. Como parte do projeto, uma plataforma editorial e um sistema de administração de conteúdo on-line serão estabelecidos com o objetivo de possibilitar a todas as revistas participantes o mútuo acesso, discussão e troca de suas contribuições.

Todas as contribuições serão publicadas na revista digital da documenta 12 a partir de novembro de 2006. Uma seleção será publicada em três publicações impressas (cada uma concentrando-se em um dos tópicos definidos acima) que serão lançadas antes da exposição documenta 12 em Kassel, Alemanha. As questões a serem abordadas nestes diálogos se relacionam a problemas fundamentais no âmbito da arte contemporânea: O que de fato significa transferência cultural? Qual é a linha divisória entre proposição teórica e prática estética? O que querem as imagens? Que tipos de discursos surgem nos supostos "centros" e nas áreas aparentemente periféricas? Que transformações em ênfases temáticas e mudanças paradigmáticas ocorrem entre diferentes disciplinas artísticas? Caso uma diferença de fato exista, como o conceito de trabalho artístico se difere de outros tipos de trabalho?

Antecedentes e contexto
Uma das questões fundamentais de uma exposição de arte que acontece no contexto de um mundo globalizado é o levantamento de conhecimentos locais específicos. Como conceber imagens que se originam, mas que vão além, das fronteiras de uma localização particular? Como esse conhecimento local pode ser representado na documenta 12? Como ele se manifesta? Como o processo de transferência acontece? Este é o ponto de partida do projeto documenta 12 magazines: não apenas um meio de transferência, mas uma forma de organização. Ao mesmo tempo, a criação da revista é em si mesmo um processo de comunicação que não apenas abre um sem número de temas e prioridades, mas que revela trabalhos.

Os participantes
Os periódicos e editores envolvidos no projeto documenta 12 magazines atuam como interfaces centrais entre os âmbitos da produção, discurso e crítica de arte. Eles desempenham um papel mediador fundamental, traduzindo posicionamentos discursivos em termos que possam ser compreendidos e utilizados tanto por especialistas quanto pelo público comum, incluindo a enorme mídia audiovisual. A revista de arte é uma mídia que não apenas reflete a estrutura do relacionamento entre arte e teoria e arte e público, mas que também formula questões pertinentes à teoria e prática artística. Os participantes serão selecionados não de acordo com o tamanho ou a abrangência da sua publicação, mas tendo como base os discursos que apresentam e sua específica relevância em relação aos temas acima descritos. O projeto, portanto, cobre um amplo leque de mídias diversas, desde minúsculas publicações operando primariamente num idioma de circulação restrita até enormes mídias globalizadas, incluindo todo estágio imaginável entre ambos.

Estrutura e processo de desenvolvimento
Uma equipe editorial está no momento trabalhando com especialistas e editores locais para traçar um plano de parcerias para o projeto. Cada uma das mídias parceiras irá dedicar pelo menos um dos seus números para discutir, desenvolver e explorar esses tópicos em grande profundidade, dedicando um artigo, seção ou mesmo a edição inteira para o assunto. Uma variedade de formatos pode ser utilizada: entrevistas, ensaios, reportagens ou narrativas, dependendo dos interesses específicos de cada mídia.

Estes textos e contextos, ao lado das discussões relacionadas a eles, serão publicados na revista digital da documenta 12 e serão a fonte de material para as três versões impressas das revistas documenta 12. Além disso, as próprias revistas documenta 12 estarão agindo como revistas participantes e encomendarão os textos que forem considerados definitivos dentro do contexto da documenta 12. Cada uma das três publicações, portanto, irá oferecer uma introdução à um dos temas centrais da documenta 12, numa forma acessível tanto ao especialista quanto ao leitor comum.

O primeiro número das revistas documenta 12 será publicado em outubro/novembro de 2006, numa edição bilíngüe (alemão/inglês). A revista digital também estará disponível em outros idiomas como o russo, o chinês, o espanhol, o francês e o árabe. Um sistema de impressão por demanda permitirá aos usuários a seleção da informação de acordo com seus próprios interesses. O ponto aqui não é o papel do discurso nas práticas artísticas, mas sim a arte per se: suas mídias, dialetos e transformações em diferentes papéis, regiões e realidades. O projeto almeja abrir canais para novas e independentes distribuições em rede e motivar formas flexíveis de comunicação trans-local. Maiores esforços serão feitos no sentido de alcançar o objetivo de longo prazo de construir redes de informação e banco de dados que sejam sustentáveis além do escopo da documenta 12. O projeto de rede também pretende reunir e disseminar a experiência de autores, teóricos e artistas que estão trabalhando na aplicação de discursos contemporâneos a níveis locais, e comparar seu conhecimento com aqueles gerados em outras situações e contextos. Um outro objetivo fundamental é o estabelecimento de relações de cooperação internacional que continuarão a existir para além do período de duração do projeto.

Impressão por demanda
Além da publicação das três revistas-livros e da revista digital, o objetivo é oferecer aos leitores uma solução de impressão por demanda no sentido de permitir a criação de suas próprias revistas a partir do conteúdo do material disponível. A função impressão por demanda irá permitir ao usuário fazer sua própria seleção de artigos, reuni-los em formato PDF (similar a um carrinho de compras) e imprimi-los sob demanda em formato de revista.

Desta forma as revistas documenta 12 apresentarão uma cartografia das discussões ao redor dos tópicos que se relacionam à documenta 12: o conteúdo poderá ser pré-selecionado de acordo com contextos culturais específicos, mídias parceiras ou idiomas. Subjacente à plataforma on-line haverá uma noção democrática de tecnologia; e todo o sistema estará baseado num software de Fonte Aberta.

A solução desenvolvida estará gratuitamente disponível e portanto poderá ser utilizada por outros projetos midiáticos independentes.

Edição coletiva
Um dos mais impressionantes exemplos de edição coletiva ainda é sem dúvida "Wikipedia". O projeto das revistas documenta 12 ambiciona levar esse desenvolvimento de tecnologias fundamentadas na internet um passo além e criar uma nova plataforma para projetos de revistas em rede. A rede editorial de cerca de 70 revistas trabalhará de forma descentralizada e se inserirá dentro dos respectivos contextos culturais e jornalísticos locais. Usando a plataforma editorial e o sistema de administração de conteúdo on-line do projeto das revistas, o material compilado num nível local poderá ser discutido por toda a equipe editorial e publicado numa gama de diferentes idiomas. Além de textos, a plataforma proverá também formatos de imagem e mídias audiovisuais.

Sistema Online de Administração de Conteúdo
A plataforma editorial e o sistema de administração de conteúdo online servirá como uma interface multilíngue para os editores e tradutores envolvidos no projeto e permitirá aos participantes comunicar e discutir uns com os outros internamente via fóruns e mala-diretas, fornecer contribuições (no idioma de publicação e inglês) e selecionar contribuições da plataforma para publicação em suas próprias revistas. O sistema de administração de conteúdo funcionará como espaço central onde todos os textos e suas traduções serão armazenados e disponibilizados para as revistas participantes. As revistas participantes terão a liberdade de selecionar e traduzir contribuições para suas línguas de publicação, mas deverão disponibilizar essas traduções para as outras revistas participantes através da plataforma on-line.

Formas de publicação
As contribuições serão publicadas em diferentes formas e em diversas localizações:

a) Todas as contribuições e suas traduções serão disponibilizados no espaço semi-público da plataforma editorial e do sistema de administração de conteúdo on-line, acessível apenas para as revistas participantes (de maio 2006 em diante);

b) As revistas participantes publicarão suas contribuições em sua própria mídia (de maio 2006 em diante);

c) As contribuições disponíveis na plataforma editorial on-line poderão ser escolhidas pelas revistas participantes, traduzidas (se necessário) e publicadas em suas próprias mídias (de maio 2006 em diante);

d) Todas as contribuições serão publicadas na revista digital da documenta 12 (o primeiro número será em outubro/novembro 2006) oferecendo ao leitor a possibilidade não apenas de ler on-line mas também de compilar as contribuições e criar sua própria revista individual (também em termos de línguas de preferência) com a opção de imprimi-la;

e) Uma seleção das contribuições será publicada nas três revistas impressas da documenta 12 (primeiro número em outubro/novembro 2006).

Formas de contribuição
Gostaríamos de encorajar contribuições em vários formatos e estilos: textos teóricos e artísticos, ensaios, resenhas, registros de intervenções, documentos em áudio ou vídeo, imagens, etc.

Direitos autorais
A idéia e a decisão de tornar os textos disponíveis para todas as revistas participantes, i.e, o processo de publicação coletiva, exige um certo critério em relação aos direitos autorais. A base geral para a colaboração deve ser um acordo que permita o livre uso de distribuição por parte das revistas participantes, desde que tal disseminação seja feita sem cortes e com os devidos créditos ao autor e à revista de origem. O mesmo se aplica aos direitos dos tradutores.

Existem várias possibilidades para contratos e cobertura legal que estamos pesquisando no momento, e entraremos em contato em breve com uma proposta sobre este assunto.

Os três temas principais

É a modernidade nossa antiguidade? — Muitos dos projetos utópicos da modernidade sobreviveram apenas como fragmentos e hoje aparecem "inacabados". Muitas das estruturas, formas e realizações materiais que associamos aos conceitos de modernidade parecem estar desaparecendo em meio aos processos de transformação do presente. No entanto, ao mesmo tempo, os espaços reais e conceituais da modernidade—suas idéias e estruturas estéticas e políticas—continuam a ser uma preocupação central de inúmeros projetos dentro e além do âmbito artístico, dando lugar também a projeções conflitivas. É a modernidade nossa antiguidade?

Roger M. Buergel escreve a propósito do leitmotiv da exposição (dezembro de 2005): É a modernidade nossa antiguidade? — Esta é a primeira pergunta. Parece-me bastante evidente que a modernidade, ou o destino da modernidade, exerce uma influência profunda sobre os artistas contemporâneos. Parte dessa fascinação talvez nasça do fato de que ninguém realmente saiba se a modernidade está ainda viva ou morta. Ela parece em ruínas depois das catástrofes totalitárias do século 20 (as mesmas catástrofes que ela de alguma forma originou). Ela parece profundamente comprometida pela brutal aplicação parcial de suas exigências (liberté, égalité, fraternité) e pelo simples fato de que modernidade e colonialismo caminharam, e provavelmente ainda caminham, de braços dados. Ainda assim, as imaginações das pessoas estão repletas das visões e das formas da modernidade (e não me refiro apenas à Bauhaus, mas também à estruturas mentais arqui-modernistas transformadas em jargões contemporâneos, como "identidade" e "cultura"). Em resumo, parece que estamos tanto dentro quanto fora da modernidade, ao mesmo tempo repelidos por sua violência letal e seduzidos por sua imodesta aspiração ou potencial: que talvez exista, afinal, um horizonte planetário em comum, aplicável aos mortos e aos vivos.

O que é a vida crua?— O ponto em questão aqui é "o sujeito": a natureza exposta, a impotência e a vulnerabilidade do sujeito alimenta muitas correntes filosóficas e debates estéticos, acompanhados por considerações políticas e exigências artísticas no sentido de um novo auto-empoderamento do sujeito. As formas de representação de tais considerações e questões relacionadas ao status do sujeito na arte contemporânea provêem a moldura temática para este específico tópico do projeto.

Roger M. Buergel (dezembro de 2005): "O que é a vida crua?"-- Esta segunda questão sublinha a vulnerabilidade nua e a completa exposição do ser. A vida crua se refere àquela parte de nossa existência na qual nenhum nível de segurança pode nos proteger. Mas assim como na sexualidade, a exposição absoluta está intimamente relacionada à um prazer infinito. Existe uma dimensão apocalíptica e obviamente política na vida crua (trazidas pela tortura e pelos campos de concentração). Existe nela, no entanto, também uma dimensão lírica e até mesmo extática—uma liberdade para novas e inesperadas possibilidades (em relacionamentos humanos assim como em nossa relação com a natureza ou, de uma forma mais generalizada, com o mundo no qual vivemos). Aqui e acolá, a arte dissolve a separação radical entre sujeição dolorosa e liberação prazerosa.
Mas o que isso significa para suas audiências?

O que pode ser feito (educação)? — A questão de desenvolver formas adequadas de educação e comunicação é hoje uma dos mais calorosos debates da sociedade, não apenas no mundo da arte. Práticas reconhecidas e instituições estabelecidas estão sofrendo uma crescente pressão e presentemente se encontram no meio de uma crise de definição. Instituições recém fundadas, no entanto, freqüentemente seguem o exemplo desses modelos tradicionais. Paralelamente, um vasto leque de novas formas de organização e auto-organização, novas formas de trabalhos artísticos e comunicativos têm surgido—principalmente em níveis locais. Quais entre essas iniciativas locais e espaços de atuação são capazes de assegurar o futuro de práticas funcionais avançadas, abertas e autônomas, e de prover respostas às perguntas educacionais que elas por si só representam?

Roger M. Buergel, dezembro de 2005: A última questão diz respeito à educação: "O que pode ser feito?"—Artistas se educam trabalhando forma e assunto; audiências se educam experimentando coisas esteticamente. Como mediar o conteúdo ou forma específicos dessas coisas sem sacrificar sua particularidade é um dos maiores desafios de uma exposição como a documenta. Mas ainda há mais do que isso. O complexo global de tradução cultural, que parece de alguma forma enraizado na arte e sua mediação, gera o espaço para um debate público potencialmente inclusivo (Bildung, a palavra alemã para educação também significa "geração" ou "constituição", como quando alguém fala de gerar ou constituir uma esfera pública). Hoje, a educação parece oferecer uma alternativa viável para o diabo (didaticismo, academia) e o oceano azul profundo (fetichismo mercantil).


documenta 12 magazines - Calendário (em fevereiro de 2006)

Setembro 2005 - Maio 2006
Reunião com os parceiros do projeto
Programação do sistema de administração de conteúdo e da plataforma editorial on-line

Outubro 2005 - Maio 2006
Lançamento do projeto nas revistas dos parceiros

Maio 2006
Abertura do espaço de trabalho on-line e dos fóruns de discussão interna

Outubro/Novembro 2006
documenta 12 magazines (número 1):
lançamento impresso e on-line

Fevereiro 2007
documenta 12 magazines (número 2):
lançamento impresso e on-line

Abril 2007
documenta 12 magazines (número 3):
lançamento impresso e on-line

Junho 16 - Setembro 23, 2007
Apresentação do projeto na exposição documenta 12


Traduzido do inglês para o português por Renato Rezende.

Posted by Patricia Canetti at 11:00 AM

Convite oficial do Documenta 12 Magazines

Viena, 17 de março de 2006

Re: documenta 12 magazines

Cara Patricia Kunst Canetti,
Caros editores do Canal Contemporâneo,

Muito obrigado por seu interesse pelo projeto documenta 12 magazines e pelas conversas e discussões que tivemos em São Paulo, quando definíamos o escopo do projeto.

Com esta carta, gostaríamos de oficialmente iniciar o nosso processo de colaboração. Portanto, é com grande prazer que confirmamos a participação do Canal Contemporâneo no projeto de revista da documenta 12.

Como parte deste projeto, durante os próximos dois anos a documenta 12 iniciará um diálogo entre cerca de 70 revistas, jornais e mídias eletrônicas de todo o mundo com o objetivo de criar uma rede para explorar e discutir tópicos de interesse e relevância atual, não apenas restrito ao escopo da documenta 12, que focará nas seguintes três questões: "É a modernidade nossa antiguidade?" "O que é a vida crua? (subjetivação)" e "O que pode ser feito?" (educação). Estes debates serão compilados e publicados em papel e eletronicamente, numa série de três publicações temáticas, oferecendo um fórum para o discurso estético contemporâneo. Por outro lado, o projeto documenta 12 magazines também será parte da exposição em Kassel. Como ponto de partida para o diálogo, as revistas participantes publicarão contribuições em sua própria mídia, mas também serão convidadas a discutir as contribuições de outros participantes, encorajando desta forma um diálogo multilíngue e intercultural.

Nos proporcionará grande satisfação se o Canal Contemporâneo, fundamentado em suas excelentes contribuições ao discurso cultural contemporâneo, concordar em participar e colaborar com esse projeto desafiador, e aguardamos com expectativa o início do nosso processo de trabalho.

Por favor, note em anexo informações mais detalhadas sobre o projeto e uma breve introdução às principais diretrizes para a organização de nossa colaboração: a estrutura e função da ferramenta editorial coletiva e o sistema de administração de conteúdo, as várias formas de contribuição, e os diferentes passos e possibilidades de produção, i. e., de publicação.

Temos grande interesse em conhecer melhor suas idéias sobre o projeto em geral e seus tópicos, bem como as possíveis contribuições suas e de sua revista, etc., e aguardamos ansiosamente o início de nosso diálogo.

Por favor, não hesite em contatar Cordula Daus na equipe editorial, com quem vocês já estiveram em contato, e colocar qualquer pergunta que possam vir a ter.

Muito obrigado por sua atenção. Mais uma vez, ficaríamos muito satisfeitos com a sua colaboração, e a aguardamos com interesse.

Cordialmente,
Georg Schöllhammer
Editor-chefe do documenta 12 magazines


Traduzido do inglês para o português por Renato Rezende.

Posted by Patricia Canetti at 10:46 AM