Esta seção mostra a programação que circula no Canal. A nova agenda de Eventos, relacionada a um banco de dados, permite um acesso rápido e objetivo, e, junto com as Plataformas Associadas, os blogs Salões & Prêmios e Cursos & Seminários, cobre o circuito brasileiro e internacional de arte contemporânea brasileira.
Canal Contemporâneo
emeio_ senha_
esqueceu seu emeio? esqueceu sua senha?
Pesquise por palavras e/ou expressões (entre aspas)

Busca_

período_ palavras-chave_ profissional_ organismo_
a

Filtro Geográfico_

países_ estados / províncias_   cidades_
filtre por país e/ou estado e/ou cidade procure por estados e cidades pelos seus nomes locais
Foram encontrados 5 eventos

Eventos em andamento_

 

Panmela Castro - Ostentar é estar viva


Curadoria de Daniela Labra

exposição_ 26/10/2021 a 29/01/2022

A primeira exposição individual da artista e ativista Panmela Castro, reunindo obras produzidas no último ano e que vão da performance à pintura, passando por suportes tradicionais e mídias pouco ortodoxas. Autora de uma obra confessional e autobiográfica, Panmela começou sua trajetória nas quebradas do subúrbio carioca. Nos últimos anos, seu trabalho alcaçou repercussão internacional não apenas no sistema da arte, como também meio a setores que lutam pelos direitos humanos de grupos historicamente marginalizados e periféricos - o que diz respeito a sua própria biografia.

segmento_ vídeo, pintura, objeto, múltiplos

local_
Galeria Luisa Strina
Rua Padre João Manuel 755 loja 2 - Cerqueira César
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3088-2471
info@galerialuisastrina.com.br
www.galerialuisastrina.com.br

horários_
Segunda a sábado, das 11h às 17h

matéria enviada por_ Marina Mantoan

Ademar Marinho - da série Vigília , 2021, Panmela Castro (Edouard Fraipont)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Tomie Ohtake - Os sons dos sins


Curadoria de Paulo Miyada

exposição_ 12/06/2021 a 23/01/2022

A sala especial dedicada à Tomie com mostras de longa duração, traz novo recorte de sua produção, desta vez acompanhado de composição musical (Cântico Béradêro, de Chico César). O curador Paulo Miyada concebeu Tomie Ohtake - Os sons dos sins a partir de um gênero chamado jisei, poema que reconhece a transitoriedade da vida e acolhe a inevitabilidade da morte; associado à sabedoria zen budista, evoca silêncio e transformação.

segmento_ pintura, gravura

local_
Instituto Tomie Ohtake
Avenida Faria Lima 201 entrada pela Rua Coropés - Pinheiros
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-22451937
55-11-22451902
55-11-22451900
instituto@institutotomieohtake.org.br
www.institutotomieohtake.org.br

horários_
Terça a domingo, das 12h às 17h – entrada franca

matéria enviada por_ Martim Pelisson

Sem título, 2008 - gravura em metal, Tomie Ohtake (Coleção particular)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 
Histórias brasileiras

Conceição dos Bugres - Tudo é da natureza do mundo


Curadoria de Amanda Carneiro, Fernando Oliva

exposição_ 14/05/2021 a 30/01/2022

A mostra se encaixa em um movimento que o MASP vem fazendo desde 2016 ao apresentar obras de artistas que ficaram fora das histórias oficiais da arte com o objetivo de reposicioná-los. É o caso, por exemplo, das exposições de Agostinho Batista de Freitas (2016), Maria Auxiliadora (2018) e Djanira (2019). “A trajetória da Conceição dos Bugres sofreu um processo de apagamento como a de muitos artistas da chamada ‘arte popular brasileira’. Há uma tentativa de inserção dela nesse grande escaninho, o que nem sempre é algo positivo para o artista”, explica Oliva.

segmento_ escultura

local_
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP
Avenida Paulista 1578 - Cerqueira César
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3251-5644
atendimento@masp.art.br
www.masp.art.br

horários_
Terça e quarta (julho) grátis, 10h-18h; quinta a sexta, 12h-18h; sábado e domingo, 10h-18h

matéria enviada por_ Gabriela Valdanha de Araujo

Sem título, década de 1960-1984, Conceição dos Bugres (Eduardo Ortega - Coleção Edmar Pinto da Costa)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Acervo em movimento


Alfredo Nicolaiewsky, Andressa Cantergiani, Burle Marx, Carlos Asp, Carlos Krauz, Carlos Wladimirsky, Claudia Paim, Édouard Manet, Élcio Rossini, Fernando Duval, Gerson Reichert, Guillermo Creus, Hudinilson Júnior, Ilsa Monteiro, J. P. Madeira, Leandro Machado, Lenora de Barros, Manuel de Araújo Porto-Alegre, Maria Tomaselli, Milton Kurtz, Mona Hatoum, Renato Heuser, Romy Pocztaruk, Tomie Ohtake, Vagner Dotto e Vera Chaves Barcellos

Curadoria de Francisco Dalcol

exposição_ 08/06/2021 a 30/01/2022

Programa expositivo voltado a exibir o acervo do Museu destaca aquisições recentes, trazendo a público obras que tiveram entrada desde 2019, em diálogo com outras já pertencentes à coleção. Exposição que marcou a estreia da atual gestão opera com um modelo de rotatividade das obras expostas, com o objetivo de manter uma renovação frequente e constante do conjunto em exibição. Com o retorno de “Acervo em movimento”, o MARGS volta a ter uma mostra de longa duração dedicada à exibição do seu acervo, e de modo permanente nos espaços e na programação do Museu.

segmento_ vídeo, pintura, objeto, gravura, fotografia, escultura, desenho

local_
Museu de Arte do Rio Grande do Sul - MARGS
Praça da Alfândega s/n - Centro Histórico
Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil
55-51-3227-2311
museu@margs.rs.gov.br
www.margs.rs.gov.br

horários_
terça a domingo, 10-19h

matéria enviada por_ MARGS

Elisa, Elisius, 1986 - litografia, Roberto Burle Marx (Raul Holtz)  
textos relacionados_
saiba mais
texto curatorial
Compartilhar
                 
 
 

Três Artistas de Engenho de Dentro


Adelina Gomes, Fernando Diniz e Octávio Ignácio

Curadoria de Eurípedes Gomes da Cruz Júnior, Luiz Carlos Mello, Marco Antonio Teobaldo

lançamento_ 18/05/2021, terça, 18h30
exposição_ 19/05/2021 a 27/05/2022

O MII apresenta no Dia Internacional dos Museus e Dia Nacional da Luta Antimanicomial a exposição virtual com um recorte inédito, que reúne 90 obras muito pouco conhecidas pelo público, dos três artistas negros, de origem humilde. O formato digital permite valorizar a força de cada um dos trabalhos, que “reconta de certa forma suas trajetórias, traço característico do resultado do trabalho criado e desenvolvido pela Dra. Nise da Silveira (1905-1999)”, comenta Marco Antonio Teobaldo. Na abertura da exposição haverá uma conversa virtual com a presença dos curadores e convidados.

segmento_ pintura, desenho

local_
Museu de Imagens do Inconsciente - MII
Rua Ramiro Magalhães 521 - Engenho de Dentro
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3111-7467
educativo@mii.org.br
www.mii.org.br

horários_
Segunda a sexta, das 9 às 16 horas, para grupos mediante agendamento

matéria enviada por_ CWeA Comunicação

Óleo sobre papel, 1953, Fernando Diniz (divulgação)  
textos relacionados_
mostra virtual
saiba mais
Compartilhar
                 
 
  patrocínio_

         


ENVIO DE CONTEÚDO_       CADASTRE-SE_       CONTATO_       SOBRE O CANAL_
Canal Contemporâneo - Todos os Direitos Reservados © 2005