Esta seção mostra a programação que circula no Canal. A nova agenda de Eventos, relacionada a um banco de dados, permite um acesso rápido e objetivo, e, junto com as Plataformas Associadas, os blogs Salões & Prêmios e Cursos & Seminários, cobre o circuito brasileiro e internacional de arte contemporânea brasileira.
Canal Contemporâneo
emeio_ senha_
esqueceu seu emeio? esqueceu sua senha?
Pesquise por palavras e/ou expressões (entre aspas)

Busca_

período_ palavras-chave_ profissional_ organismo_
a

Filtro Geográfico_

países_ estados / províncias_   cidades_
filtre por país e/ou estado e/ou cidade procure por estados e cidades pelos seus nomes locais
Foram encontrados 45 eventos

Eventos em andamento_

 

Marcelo Silveira - Compacto


Curadoria de Joana D'Arc

lançamento_ 17/11/2016, quinta-feira, 19h
exposição_ 18/11/2016 a 20/01/2017

Em sua segunda individual na galeria, o artista apresenta 30 obras, que se sobressaem pela delicadeza, pelo detalhe, sem deixar de ser representativas da poética desenvolvida pelo artista ao longo dos seus mais de 30 anos de trajetória artística. A mostra é um modo de tentar estabelecer conversas com instâncias do mundo da arte que, pelo menos em Pernambuco, aparentam estar muito afastadas. “Nossa ideia é que esses pactos que criamos sejam refeitos ao longo do tempo, reposicionando algumas obras, vamos gerar novas conversas, novos ruídos, nossa ideia é brincar com essa ressignificação”.

segmento_ objeto, escultura

local_
Amparo 60 Galeria de Arte
Av. Domingos Ferreira 92 A - Boa Viagem
Recife / Pernambuco / Brasil
55-81-3033-6060
galeria@amparo60.com.br
www.amparo60.com.br

horários_
Segunda a sexta, 9-13h e 14-19h; sábado, 10-14h (com agendamento)

matéria enviada por_ Mariana Oliveira

Compacto, Marcelo Silveira (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Rochelle Costi - Contabilidade

lançamento_ 21/09/2016, quarta-feira, 19h
exposição_ 22/09/2016 a 03/12/2016

A mostra ocupa todos os espaços expositivos da galeria do Baixo Gávea, na maior individual da artista na cidade, e a primeira na Anita Schwartz. Rochelle Costi optou por retomar a instalação homônima elaborada no início de 2016 para a 20ª Bienal de Arte Paiz, na Cidade de Guatemala, além de reunir um conjunto de trabalhos inéditos formado por um tríptico fotográfico, um vídeo, a ser projetado na grande parede do térreo da galeria, com onze metros de comprimento e mais de sete metros de altura, um GIF e uma instalação de parede formada por mais de 200 corações de diversos materiais e origens.

segmento_ vídeo, instalação, fotografia

local_
Anita Schwartz Galeria de Arte
Rua José Roberto Macedo Soares 30 - Gávea
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2274-3873
55-21-2540-6446
galeria@anitaschwartz.com.br
www.anitaschwartz.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-20h; sábados, 12-18h

matéria enviada por_ Lilian Diniz

Contabilidade, 2016, Rochelle Costi (Rochelle Costi)  
textos relacionados_
saiba mais
texto de Bernardo Mosqueira
Compartilhar
                 
 
 

Uma Canção para o Rio (1a parte)


Agnieszka Kurant, Ana Prvački, Anne Collier, Armando Andrade Tudela, Barbara Wagner & Benjamin de Burca, Bruce Conner, Cabelo, Cerith Evans Wyn, Chelpa Ferro, Christian Marclay, Dave Muller, Domenico Lancelotti, Doug Aitken, Ernesto Neto, Helio Oiticica & Neville D’Almeida, Jac Leirner, Kelley Walker, Los Carpinteros, Marine Hugonnier, Mark Leckey, Nuno Ramos, Paulo Garcez, Phil Collins, Rivane Neuenschwander, Sara Ramo, Susan Philipsz, Vincent Meessen e Vivian Caccuri

Curadoria de Douglas Fogle, Hanneke Skerath

lançamento_ 20/11/2016, domingo, 18h e 20h
exposição_ 22/11/2016 a 28/01/2017

A escolha de trabalhar a relação entre as artes visuais e a música na mostra inaugural ocorreu de forma quase natural. Trata-se de uma ideia que já vinha sendo acalentada pelos galeristas e cai como uma luva nos planos arquitetados para o novo espaço carioca, que tem como principal vocação ser um lugar de diálogo entre diferentes meios de expressão artística, entre artistas de diferentes procedências e gerações. Com o auxílio dos curadores independentes de Los Angeles, foram selecionados trabalhos de artistas ou grupos, que exploram as relações concretas ou simbólicas entre o som e a forma.

segmento_ performance, objeto, música, escultura, cinema, arte sonora

local_
Carpintaria
Rua Jardim Botânico 971 - Jardim Botânico
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3875-5554
info@fdag.com.br
www.fdag.com.br

horários_
Terça a sexta, das 11 às 20h; sábados, das 11 às 19h

matéria enviada por_ Mário Canivello

Pagão Apito 4, 2009, Nuno Ramos (Eduardo Ortega / Galeria Fortes Vilaça)  
textos relacionados_
Fortes Vilaça chega aos 15 anos com novidades
Inauguração da Carpintaria dá início à ocupação cultural do Jockey Club por Nani Rubin, O Globo
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Eduardo Berliner - Corpo em Muda


Curadoria de Felipe Kaiser, Priscyla Gomes

lançamento_ 05/11/2016, sábado, 12-18h
exposição_ 07/11/2016 a 23/12/2016

O título é uma homenagem ao livro “A desumanização”, do escritor português Valter Hugo Mãe, que narra a história de duas irmãs gêmeas, Sigridur e Halla. A primeira morre aos 12 anos. Halla passa a viver, portanto, sem a sua "metade", em meio a uma família desestruturada. A maneira como sua família lida com o luto é o fio condutor da publicação, rica em cenas mentais de crueldade e masoquismo. Essas imagens mentais reaparecem nas obras que Eduardo Berliner exibe nesta exposição, como membros humanos que se ligam a um balanço ou partes que confluem para formar rostos reconstruídos.

segmento_ pintura

local_
Casa Triângulo
Rua Estados Unidos 1324 - Jardim América
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-31675621
55-11-31681640
info@casatriangulo.com
www.casatriangulo.com

horários_
Terça a sábado, 11-19h

matéria enviada por_ Tiago Santos

Balanço, 2016, Eduardo Berliner (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
texto curatorial
Compartilhar
                 
 
 

Mano Penalva - Balneário

lançamento_ 26/10/2016, quarta-feira, 19-22h
exposição_ 27/10/2016 a 23/12/2016

A mostra é composta por obras inéditas que evidenciam a produção, circulação e utilização de objetos no mundo. Os trabalhos são criados a partir de artigos comuns encontrados e adquiridos na rua, mercados populares e em viagens. O trabalho de Mano nos faz refletir sobre o caráter dos objetos, como eles transitam pelo mundo, as relações de troca e acordos comerciais entre países, assim como transparece as diferentes camadas de significados que eles adquirem quando utilizados por outras culturas e o impacto na formação dos costumes de uma sociedade.

segmento_ pintura, instalação, escultura

local_
Central Galeria de Arte
Rua Mourato Coelho 751 - Vila Madalena
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-2645-4480
info@centralgaleriadearte.com
www.centralgaleriadearte.com

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábado, 10-17h

matéria enviada por_ Tiago Santos

Sem título, 2016, Mano Penalva (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Elyeser Szturm - Céus e Nós

lançamento_ 14/11/2016, segunda-feira, 19h
exposição_ 15/11/2016 a 08/01/2017

Após nove anos sem realizar exposições individuais em Brasília, o artista Elyeser Szturm apresenta ao público um recorte inédito de sua pesquisa mais recente. São monotipias em silicone e esculturas em pedra-sabão, resultado de anos de investigação poética e de uso de novas técnicas. A programação em torno da mostra conta com visitas orientadas pelo artista, assim como com monitores para estudantes e conversas com artistas, curadores, críticos, historiadores de arte, galeristas e produtores, em datas que ainda serão divulgadas.

segmento_ pintura, gravura, escultura

local_
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB DF
SCES Trecho 2 Lote 22 Asa Sul
Brasília / Distrito Federal / Brasil
55-61-3310-7087
ccbbdf@bb.com.br
www.bb.com.br/cultura

horários_
Quarta a segunda, das 9 às 21h

matéria enviada por_ Rodrigo Machado

Elyeser Szturm (André Carvalho)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 
III Mostra do Programa de Exposições 2016

Nervo Óptico: 40 anos


Carlos Asp, Carlos Pasquetti, Clovis Dariano, Mara Alvares, Telmo Lanes e Vera Chaves Barcellos

Curadoria de Ana Albani de Carvalho

lançamento_ 19/11/2016, sábado, 15h
exposição_ 20/11/2016 a 12/03/2017

Em Porto Alegre de meados dos anos 70, um grupo de jovens artistas apostou no uso experimental da fotografia, em proposições conceituais e na ironia como estratégia discursiva, crítica e poética – revolucionando a linguagem artística. Em 2016, 40 anos depois, a Fundação Vera Chaves Barcellos apresenta ao público obras de época e em versões recentes além de documentos e registros fotográficos do período de atuação do grupo. A mostra é um convite para conferir a potência artística e a contemporaneidade do projeto Nervo Óptico.

segmento_ fotografia

realização_;
Fundação Vera Chaves Barcellos
info@fvcb.com
www.fvcb.com

local_
Centro Cultural São Paulo - CCSP - Piso Caio Graco
Rua Vergueiro 1000 - Paraíso
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3397-4002
artesplasticas@prefeitura.sp.gov.br
www.centrocultural.sp.gov.br

horários_
Terça a sexta, 10-20h; sábados, domingos e feriados, 10-18h

matéria enviada por_ Comunicação FVCB

Quando o Objeto Cria Personagens Alegóricos, Clóvis Dariano (Clóvis Dariano)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Novas Aquisições - MAPA


Adir Sodré, Carlos Sena, Divino Sobral, Elder Rocha , Elyeser Szturm, Gê Orthof, Humberto Espíndola, Luiz Mauro, Marcelo Solá, Pitágoras Lopes e Rodrigo Godá

Curadoria de Paulo Henrique Silva

lançamento_ 03/09/2016, sábado, 11h
exposição_ 04/09/2016 a 04/12/2016

A exposição reúne 13 trabalhos, todos incorporados, recentemente, ao acervo do Museu de Artes Plásticas de Anápolis (MAPA). Fez-se um recorte curatorial marcado pela diversificação de linguagens abordadas por artistas de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Esses artistas, durante décadas, contribuíram para a construção da História da Arte e o aprimoramento da produção da região Centro-Oeste, e para o fortalecimento das divisas culturais geradas a partir da interação com as outras regiões do Brasil.

segmento_ pintura, instalação, desenho

local_
Centro Cultural São Paulo - CCSP
Rua Vergueiro 1000 - Paraíso
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3397-4002
artesplasticas@prefeitura.sp.gov.br
www.centrocultural.sp.gov.br

horários_
Terça a sexta, 10-20h; sábados, domingos e feriados, 10-18h

matéria enviada por_ Marcio Harum

Sem título, 2016, Pitágoras Lopes (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
texto curatorial
Compartilhar
                 
 
 

Daniela Antonelli - Telúrica


Curadoria de Fernanda Pequeno

lançamento_ 10/11/2016, quinta-feira, 18h
exposição_ 11/11/2016 a 16/12/2016

Materiais naturais dão o tom da mostra que se reportam à energia proveniente da Terra, contrastando equilíbrio, movimento, magnetismo e gravidade. “Telúricas são as correntes elétricas que ocorrem no interior do planeta. O título diz respeito à origem e ao fim: da terra extraímos o alimento que possibilita a vida e é onde somos enterrados após a morte de nossos corpos”, diz a curadora Fernanda Pequeno, coordenadora do setor de exposições do Departamento Cultural da UERJ e professora do Instituto de Artes.

segmento_ instalação, escultura, desenho

local_
Centro Cultural UERJ - Galeria Cândido Portinari
Rua São Francisco Xavier 524 - Maracanã
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2334 0114

horários_
Segunda a sexta, 9-20h

matéria enviada por_ Departamento Cultural UERJ

Daniela Antonelli (Gabi Carrera)  
Compartilhar
                 
 
 

Carmela Gross - Arte à Mão Armada


Curadoria de Douglas de Freitas

lançamento_ 03/09/2016, sábado, 15h
exposição_ 04/09/2016 a 08/01/2017

Para o curador da mostra, “em 50 anos de produção Carmela Gross tem se dedicado a trabalhos em que a presença da cidade e seus elementos de funcionamento e construção se fazem presentes, trazendo como principal característica a radicalidade com que a arte pode desafiar e questionar a normalidade das coisas, as lógicas da cidade, e sua própria lógica”. A exposição propõe um panorama de 50 anos de trabalho da artista, exibindo cerca de 15 séries de trabalhos em cerca de 50 obras, entre históricas e inéditas, além de extensa documentação nunca exposta sobre seus trabalhos e processo criativo.

segmento_ objeto, instalação, escultura, desenho

local_
Chácara Lane – Gabinete do Desenho
Rua da Consolação 1024 - Consolação
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3129-3574
www.gabinetedodesenho.sp.gov.br

horários_
terça a domingo, 9-17h

matéria enviada por_ Décio Giorgi

Carimbadas e Carimbos, 1977-1978, Carmela Gross (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

O Futuro será uma réplica


Carla Filipe, Gabriel Abrantes, Grada Kilomba, Lourdes Castro e Priscila Fernandes

Curadoria de Isabella Lenzi

lançamento_ 07/09/2016, quarta-feira, 16-20h
exposição_ 08/09/2016 a 11/12/2016

A coletiva tem o objetivo de mostrar outras obras dos artistas portugueses selecionados para participar da 32ª Bienal de São Paulo. Dentro da mostra será exibida um recorte de “Todos os Livros” de Lourdes de Castro, exposição com curadoria de Paulo Pires do Vale, realizada no ano passado na Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbekian, de Lisboa. Serão exibidos cerca de 30 livros, produzidos entre 1956 e 1984, com textos de poetas, desenhos, colagens e bordados.

segmento_ vídeo, pintura, performance, livro de artista, fotografia, desenho, colagem

local_
Consulado Geral de Portugal - Espaço cultural
Rua Canadá 324 - Jardim América
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3084-1800
gabinetecg@spaulo.dgaccp.pt
www.consuladoportugalsp.org.br/

horários_
Segunda a sábado, das 10 às 18h

matéria enviada por_ Sofia Carvalhosa

Lourdes Castro (divulgação)  
Compartilhar
                 
 
 

Helen Faganello - O Grande Gabinete das Maravilhas

lançamento_ 13/03/2014, quinta-feira, 17h
exposição_ 14/03/2014 a 31/12/2020

No interior do Brasil, uma escola nasce com a missão de formar médicos humanistas para atuarem no Sistema Único de Saúde - SUS. Se a capacidade de encantamento que a arte e a reflexão produzem são da essência da visão de mundo que proporcionamos aos nossos alunos, nada mais apropriado, neste contexto, que um Grande Gabinete das Maravilhas como pórtico da instituição que ousamos ser.

segmento_ pintura, instalação

local_
Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr Paulo Prata - FACISB
Av. Loja Maçonica Renovadora 68 100 - Aeroporto
Barretos / São Paulo / Brasil
55-17-3321-3060
www.fcsb.com.br

horários_
Permanente

matéria enviada por_ Helen Faganello

O Grande Gabinete das Maravilhas, Helen Faganello (Ding Musa)  
textos relacionados_
A nova maravilha por Juliana Monachesi
Compartilhar
                 
 
 
Projeto Respiração

Regina Silveira - Insolitus


Curadoria de Marcio Doctors

lançamento_ 27/09/2016, terça-feira, 14h
exposição_ 28/09/2016 a 29/01/2017

"Insolitus nos traz a crueza de uma realidade substantiva, que Regina Silveira explicita por meio das obras apresentadas no Respiração, que são como materializações na superfície do mundo das angústias de nossa sociedade atual. Com sua poética singular, a artista faz um raio X das incertezas e dúvidas que estamos atravessando e chama a nossa atenção para aquilo que nos incomoda hoje no mundo. São como pragas contemporâneas", diz o curador.

segmento_ intervenção

local_
Fundação Eva Klabin
Avenida Epitácio Pessoa 2480 - Lagoa
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3202-8550
cultura@evaklabin.org.br
http://www.evaklabin.org.br

horários_
Terça a domingo, visitas guiadas 14-18h

matéria enviada por_ Marcelo Cia

Insolitus, 2016, Regina Silveira (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
texto curatorial
Compartilhar
                 
 
 

Rodrigo Mogiz - Seres significantes


Curadoria de Isabel Sanson Portella

lançamento_ 21/11/2016, segunda-feira, 19h
exposição_ 22/11/2016 a 12/02/2017

Como as imagens dos sonhos que precisam ser decifradas e não decodificadas, também a arte de Rodrigo Mogiz precisa de um olhar mais profundo para que se apreenda tudo, ou quase tudo, o que o artista nos oferece. A associação do bordado com a tatuagem, utilizada com intensidade em seus últimos trabalhos, insere-se no discurso da beleza e da dor. Os desenhos de Mogiz, criados com linhas, miçangas, pérolas e tintas, nasceram do desejo de discutir o artesanal e o erudito, desvendar signos procurando novos significados pessoais para os símbolos.

segmento_ objeto, desenho

local_
Gabinete de Arte k2o
SMDB conjunto 31 lote 1B - Lago Sul
Brasília / Distrito Federal / Brasil
55-61-34681152 R:20
mk.gabinetek2o@gmail.com
www.gabinetedeartek2o.com/

horários_

matéria enviada por_ Karla Osorio

No Meu oratório brilham estrelas, 2015, Rodrigo Mogiz (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Bel Barcellos - Como somos


Curadoria de Isabel Sanson Portella

lançamento_ 21/11/2016, segunda-feira, 19h
exposição_ 22/11/2016 a 12/02/2017

Bel Barcellos traz em sua obra as delicadezas da vida, as entre linhas das relações. No desenho bordado, o olhar para o outro, a percepção das igualdades e diferenças, as palavras ditas e as guardadas. O confronto do silêncio eloquente e da imobilidade repleta de gestos, cria a vontade de interferir e, nas entre linhas, escrever nosso próprio texto. Como num jogo de tabuleiro, as escolhas se impõem, e os momentos de escuridão se alternam com a leveza e a paz da claridade.

segmento_ objeto, desenho

local_
Gabinete de Arte k2o
SMDB conjunto 31 lote 1B - Lago Sul
Brasília / Distrito Federal / Brasil
55-61-34681152 R:20
mk.gabinetek2o@gmail.com
www.gabinetedeartek2o.com/

horários_

matéria enviada por_ Karla Osorio

Solo, Bel Barcellos (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Marina Rheingantz - Terra Líquida

lançamento_ 05/11/2016, sábado, 15-18h
exposição_ 08/11/2016 a 22/12/2016

A artista apresenta pinturas inéditas de formatos variados, de muito grandes a bem pequenos, que operam no limiar da figuração. São paisagens mínimas que remetem a falésias, serras, mares, charcos, campos e terras caipiras, lugares visitados e inventados que se descolam do real e incorporam a geometria e a textura da pintura. A abertura é pontuada pelo lançamento do livro Terra Líquida (Editora Cobogó), abrangendo toda a produção da artista, com ensaio assinado pelo crítico e curador Rodrigo Moura.

segmento_ pintura

local_
Galeria Fortes Vilaça
Rua Fradique Coutinho 1500 - Vila Madalena
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3032-7066
55-11-3097-0384
galeria@fortesvilaca.com.br
www.fortesvilaca.com.br

horários_
Terça a sexta, 10-19h; sábado, 10-18h

matéria enviada por_ Tatiana Gonçales

Coral, 2016, Marina Rheingantz (Eduardo Ortega)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 
SITU

Daniel de Paula - Testemunho


Curadoria de Bruno de Almeida

lançamento_ 03/09/2015, quinta-feira, 19h
exposição_ 04/09/2015 a 31/12/2016

SITU convida o artista Daniel de Paula a conceber uma obra que se relacione simultaneamente com o edifício da galeria e com o espaço público contíguo. O projeto de Daniel articula estas escalas distintas, numa instalação que reúne inúmeros testemunhos de rocha resultantes de sondagens geotécnicas; processos de perfuração para a exploração e reconhecimento do subsolo, utilizado na engenharia civil para a obtenção de dados geológicos necessários ao dimensionamento e definição do tipo de fundações que servirão de base para a construção.

segmento_ site specific, instalação

local_
Galeria Leme
Av. Valdemar Ferreira 130 - Butantã
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3093-8184
info@galerialeme.com
www.galerialeme.com

horários_
Terça a sexta, 10-19h; sábado, 10-17h

matéria enviada por_ Galeria Leme - Produção

Testemunho, 2015, Daniel de Paula (divulgação)  
Compartilhar
                 
 
 

Pablo Accinelli - Cae la tarde

lançamento_ 22/11/2016, terça-feira, 18h
exposição_ 23/11/2016 a 28/01/2017

Cae la tarde propõe a repetição como método de ocupar as formas e a espera como modo de produção de pensamento. Um estado da mente que encontramos num bar, durante a siesta ou no trânsito lento, ali onde os signos se comprimem em geometrias e durações habitáveis e onde as opiniões se localizam nas bordas de atividades mais visíveis como sublinhar um jornal, quebrar um objeto ou jogar cartas. As obras aqui não se mostram estáticas, nem totalmente acabadas, mas abertas à orquestração dos detalhes que nelas vão aparecendo e que acabam configurando uma paisagem zenital...

segmento_ objeto, escultura

local_
Galeria Luisa Strina
Rua Padre João Manuel 755 loja 2 - Cerqueira César
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3088-2471
info@galerialuisastrina.com.br
www.galerialuisastrina.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábados, 10-17h

matéria enviada por_ Flávia França

Paciência, Pablo Accinelli (Edouard Fraipont)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Liuba

lançamento_ 19/11/2016, sábado, 14-17h
exposição_ 21/11/2016 a 21/01/2017

Em 1965, a artista búlgara naturalizada brasileira Liuba Wolf (1923 - 2005) realizou uma importante exposição no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, como parte das comemorações do quarto centenário da cidade. Na mostra, a artista apresentou 23 esculturas em bronze, que representavam animais. Agora, cinquenta e um anos depois da primeira exibição, 14 dessas obras estão reunidas novamente na Galeria em Ipanema.A exposição é acompanhada de um texto da curadora, crítica e historiadora da arte Maria Alice Milliet, feito especialmente para esta mostra.

segmento_ escultura

local_
Galeria Marcelo Guarnieri RJ
Rua Teixeira de Melo 31 Lojas C/D - Ipanema
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-99920-0985
rj@galeriamarceloguarnieri.com.br
www.galeriamarceloguarnieri.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábado, 10-16h

matéria enviada por_ Beatriz Caillaux

Liuba (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
texto de Maria Alice Milliet
Compartilhar
                 
 
 

Vanderlei Lopes - Milagre

lançamento_ 17/11/2016, quinta-feira, 19-22h
exposição_ 18/11/2016 a 11/02/2017

A mostra reúne um corpo de trabalhos que toma o próprio ato de olhar como questão. Constituída por obras em materiais como vídeo, madeira, fogo, ouro, bronze, pólvora e papel, conjuga diversos procedimentos e temporalidades que se articulam no sentido de refletir sobre a luz e o modo como a obra surge no espaço expositivo. Objetos ou situações do cotidiano, são transformados, sobretudo a partir de processos de fundição, gravação e queima. Desejam produzir visibilidade a partir do que não está à vista, por meio de espelhamentos entre matérias e simbologias, duplicações ou inversões.

segmento_ objeto, escultura

local_
Galeria Marília Razuk
Rua Jerônimo da Veiga 131b e 62 - Itaim Bibi
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-30790853
galmariliarazuk@uol.com.br
www.galeriamariliarazuk.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10h30-19h; sábados, 11h-16h

matéria enviada por_ Galeria Marília Razuk

Estudo para obra Milagre, 2016, Vanderlei Lopes (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Felipe Cohen - Ocidente

lançamento_ 22/11/2016, terça-feira, 19h
exposição_ 23/11/2016 a 20/12/2016

Em sua segunda individual na Galeria, o artista paulistano explora o gênero da paisagem a partir de elementos próprios da geometria e da luz. Na série de trabalhos “Luz Partida”, por exemplo, Cohen pinta triângulos de madeira com medidas regulares combinando-os de forma a construir paisagens elementares constituídas, em sua maioria, por mares, montanhas, sóis e céus. São pinturas “objetuais” que buscam uma relação entre a precisão da geometria e o forte caráter atmosférico das imagens, dado essencialmente pela escolha das cores e da perspectiva sugerida pelas diagonais dessas peças de madeira.

segmento_ pintura

local_
Galeria Millan
Rua Fradique Coutinho 1360 e 1416 - Vila Madalena
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3031-6007
contato@galeriamillan.com.br
www.galeriamillan.com.br

horários_
Terça a sexta, 10-19h; sábado, 11-18h

matéria enviada por_ Galeria Millan

Felipe Cohen (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
texto de Wagner Malta Tavares
Compartilhar
                 
 
 

Cromofilia vs Cromofobia: investigações da cor


Abraham Palatnik, Antonio Dias, Bruno Dunley, Cao Guimarães, Carlito Carvalhosa, Daniel Buren, Daniel Senise, Haegue Yang, Hélio Oiticica, Julio Le Parc, Karin Lambrecht, Lucia Koch, Marco Maggi, Rodolpho Parigi, Sergio Sister, Tomie Ohtake, Vik Muniz e Xavier Veilhan

lançamento_ 19/11/2016, sábado, 11-15h
exposição_ 21/11/2016 a 21/01/2017

Organizada pela diretora artística da galeria, Alexandra G. Waldman, a mostra gira em torno da batalha entre a tabela cromática e o círculo cromático. Tomando como base teórica o ensaio Chromophilia, do livro Chromophobia, de D. Batchelors, a exposição apresenta artistas contemporâneos que brincam, destroem e se deleitam com a tensão entre o uso das cores industriais pós-1960 e o advento da tabela cromática. Nas palavras do autor: “o círculo cromático estabelece relações entre cores e implica uma hierarquia quase feudal entre elas – primárias, secundárias e terciárias, puras e não tão puras”.

segmento_ pintura, objeto, fotografia

local_
Galeria Nara Roesler
Avenida Europa 655 - Jardim Europa
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-30632344
55-11-30880593
info@nararoesler.com.br
www.nararoesler.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábados, 11-15h

matéria enviada por_ Radar Nara Roesler

pictures of pigment: after yves klein, 2016, Vik Muniz (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Marcos Chaves - Perambulante


Curadoria de Luisa Duarte

lançamento_ 19/11/2016, sábado, 11-15h
exposição_ 21/11/2016 a 21/01/2017

O título descreve uma caminhada tranquila e sem rumo pelas cidades, crônicas fotográficas da vida cotidiana vista pelas lentes do artista, que retira objetos banais do contexto lógico, substituindo-o por associações mentais relacionadas ao humor e ao acaso. As obras de Marcos Chaves se revelam por dimensões distintas. Os objetos escolhidos são sempre familiares, ocultos em alianças incomuns, e o autor utiliza o mundo cotidiano como contraponto aos clichês discursivos sobre vida e arte para que o público possa criar uma narrativa original.

segmento_ vídeo, fotografia

local_
Galeria Nara Roesler
Avenida Europa 655 - Jardim Europa
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-30632344
55-11-30880593
info@nararoesler.com.br
www.nararoesler.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábados, 11-15h

matéria enviada por_ Radar Nara Roesler

Sem título, 2016, Marcos Chaves (Marcos Chaves)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Cao Guimarães - Retroatos


Curadoria de Ricardo Sardenberg

lançamento_ 17/11/2016, quinta-feira, 19-22h
exposição_ 18/11/2016 a 21/01/2017

A mostra apresenta 18 fotografias em diversas dimensões e um vídeo provenientes do arquivo do artista, concebidos ao longo de sua carreira em tempos e lugares distintos. Nesta série, com sua inesgotável originalidade, Guimarães, traz para o retrato a chave de seu vocabulário poético “ver é uma fábula”, tão bem expresso no título de uma de suas retrospectivas (Itaú Cultural, 2013). Segundo Sardenberg, neste formato artístico clássico, o artista omite justamente aquilo que primeiramente esperamos encontrar, ou seja, a representação do rosto de uma ou mais pessoas.

segmento_ vídeo, fotografia

local_
Galeria Nara Roesler Rio
Rua Redentor 241 - Ipanema
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3591-0052
galeria@nararoesler.com.br
www.nararoesler.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábado, 11-15h

matéria enviada por_ Radar Nara Roesler

retroatos #8, 2016, Cao Guimarães (Cao Guimarães)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Mayana Redin - Arquivo Escuro

lançamento_ 17/11/2016, quinta-feira, 19-22h
exposição_ 18/11/2016 a 17/12/2016

A primeira individual da artista na galeria conta com uma seleção de trabalhos feitos entre 2015 e 2016; através de objetos, vídeos, fotografias e instalação, ela propõe ao espectador uma experiência de escuridão, seja a partir de imagens apropriadas ou construídas. A pesquisa de Mayana passa pela cosmologia e as possíveis relações entre ela e a vida terrestre, o nosso cotidiano. Em trabalhos como Canhão e Sol, vídeos de fenômenos celestes como um trânsito solar e um eclipse são veiculados em televisores de tubo que servem como fonte de emissão de luz.

segmento_ vídeo, objeto, instalação, fotografia

local_
Galeria Silvia Cintra + Box 4
Rua das Acácias 104 - Gávea
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2521-0426
www.silviacintra.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábado, 12-18h

matéria enviada por_ Rita Paiva

Sol, 2016, Mayana Redin (Mayana Redin)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Akram Zaatari - Amanhã vai ficar tudo bem


Curadoria de Gabriel Bogossian, Solange Farkas

lançamento_ 03/09/2016, sábado, 16-20h
exposição_ 05/09/2016 a 03/12/2016

Primeira exposição individual no Brasil, de um dos mais importantes artistas libaneses em atividade, ocupa os 800 m² do Galpão VB e coroa uma colaboração de exatos vinte anos entre o artista e a Associação Cultural Videobrasil. Zaatari é autor de uma obra que reflete sobre as relações complexas entre acervos visuais e a política, o desejo e a memória. A mostra apresenta seis videoinstalações nas quais essas relações emergem uma vez mais e nos dão uma imagem da nossa época, tal como vista do Líbano contemporâneo.

segmento_ videoinstalação

realização_;
Associação Cultural Videobrasil
info@videobrasil.org.br
http://www.videobrasil.org.br

local_
Galpão VB
Av. Imperatriz Leopoldina 1150 - Vila Leopoldina
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3645-0516
comunicacao@videobrasil.org.br
www.videobrasil.org.br/

horários_
Segunda a sexta, 13-19h; exceto terça, 14-21h

matéria enviada por_ Ana Paula Vargas

Tomorrow everything will be allright, 2010, Akram Zaatari (Akram Zaatari)  
textos relacionados_
programas públicos
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Sacilotto - em ressonância


Alfredo Volpi, Luiz Sacilotto, Lygia Pape, Raymundo Colares, Roberto Burle Marx e Waldemar Cordeiro

Curadoria de Jacopo Crivelli

lançamento_ 30/08/2016, terça-feira, 19h
exposição_ 31/08/2016 a 10/12/2016

A mostra tem, antes de mais nada, o caráter de uma celebração, ao marcar a entrada para o fundo do IAC, de um amplo conjunto de obras, esboços e projetos de Luiz Sacilotto, dando assim continuidade ao projeto de expansão da instituição. A partir do estudo desse material, a proposta da curadoria foi de pontuar a exposição com obras de outros artistas, colocando o trabalho de Sacilotto em ressonância com o de seus contemporâneos.

segmento_ pintura, desenho

local_
Instituto de Arte Contemporânea - IAC
Rua Álvaro Alvim 76 / 90 - Vila Mariana
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3255-2009 R:46
contato@iacbrasil.org.br
http://www.iacbrasil.org.br

horários_
Segunda a sexta, 10-18h; sábado, 10-16h

matéria enviada por_ Instituto de Arte Contemporânea

Estudos, Luiz Sacilotto (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Gisela Waetge


Curadoria de Eduardo Veras, Luísa Kiefer

lançamento_ 29/11/2016, terça-feira, 20h
exposição_ 30/11/2016 a 31/03/2017

Mostra com cerca de 50 obras da artista, que faleceu precocemente em 2015, traz trabalhos representativos dos seus dois últimos anos de vida quando, em função de seu tratamento médico e das limitações físicas impostas pela doença, trocou as grandes escalas por obras de tamanho reduzido. Destacam-se os desenhos inéditos feitos com diferentes materiais - pequenos cadernos, blocos, folhas e papéis avulsos, grafites, lápis de cor, canetas nanquim e réguas - que evidenciam a sequencia do pensamento artístico de Gisela naquele momento, mais imediato, visível e com grande experimentação.

segmento_ pintura, desenho

local_
Instituto Ling - Galeria
Rua João Caetano 440 - Três Figueiras
Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil
55-51-3533-5700
instituto.ling@institutoling.org.br
www.institutoling.org.br

horários_
Segunda a sexta, 10h30-22h; sábado, 10h30-21h; domingo e feriado, 10h30-20h

matéria enviada por_ Adriana Martorano

Gisela Waetge (Fabio Del Re)  
textos relacionados_
saiba mais
texto curatorial
Compartilhar
                 
 
 

My body is a cage


Carla Chaim, Daniel Lannes, Eduardo Montelli, Elen Braga, Felipe Abdala, Gabriela Mureb, Igor Vidor, Jorge Soledar, Leandra Espírito Santo, Miro Spinelli, Obá, Raquel Nava, Rodrigo Martins, Tales Frey, Virgínia de Medeiros e Zé Carlos Garcia

Curadoria de Raphael Fonseca

lançamento_ 29/10/2016, sábado, 15-19h
exposição_ 31/10/2016 a 03/12/2016

A mostra retira seu título de uma música homônima da banda canadense Arcade Fire que traz nos seus versos: “Meu corpo é uma jaula / que me impede de dançar com quem eu amo / mas minha mente segura a chave”. Essa curadoria, portanto, pretende lançar luz sobre essa relação entre corpo, aprisionamento físico e possibilidade de libertação mental por meio de diálogos estabelecidos entre artistas que trabalham com linguagens diferentes e que advém de gerações e geografias diversas do Brasil.

segmento_ vídeo, performance, objeto, fotografia, escultura, ação

local_
Luciana Caravello Arte Contemporânea
Rua Barão de Jaguaripe 387 - Ipanema
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2523-4696
contato@lucianacaravello.com.br
www.lucianacaravello.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábado, 11-14h

matéria enviada por_ Ester lima

Escombro, 2016, Raquel Nava (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Elvis Almeida - Certezas para dobrar

lançamento_ 10/11/2016, quinta-feira, 19-22h
exposição_ 11/11/2016 a 03/12/2016

Indicado ao Prêmio PIPA 2016, o artista carioca tem apenas 31 anos e faz parte de uma turma de novos artistas que se volta para a paisagem figurativa com despudor pop e ruídos de outras linguagens, como a música, o grafite e a tatuagem. Muitas cores e formas às vezes orgânicas, às vezes lembrando objetos e paisagens cotidianas aparecem em suas obras de técnica mista sobre madeira. Há o grafismo, há manchas de cor e muito desenho. “Costumo descrever essas peças, todas e ainda inéditas, como não-paisagens, repletas de referências gráficas, de gestos e repetições”, conta Elvis Almeida.

segmento_ pintura

local_
Mercedes Viegas Arte Contemporânea
Rua João Borges 86 - Gávea
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2294-4305
galeria@mercedesviegas.com.br
www.mercedesviegas.com.br

horários_
Segunda a sexta, 11-19h; sábado, 15-19h

matéria enviada por_ Mercedes Viegas - Produção

Sem título, 2016, Elvis Almeida (divulgação)  
Compartilhar
                 
 
 

Impressões


Cristina Salgado, Inês Araújo, Malu Fatorelli e Regina de Paula

lançamento_ 23/11/2016, quarta-feira, 19h
exposição_ 24/11/2016 a 10/12/2016

Impressões é também um desdobramento de propostas desenvolvidas no laboratório de gravura da UERJ. O projeto, concebido por Inês de Araújo, recebeu o apoio da Faperj e teve como desafio, para além da reabilitação dos aspectos físicos e materiais do atelier de gravura, criar condições para a prática experimental da pesquisa em arte na universidade pública. “Este trabalho é voltado para a poesia e não para o mercado. Resolvemos abrir o nosso espaço para que possa ter outro tipo de leitura, ser visitado por outros olhares, ganhando uma escala pública”, diz Maneco Muller, consultor da Mul.ti.plo.

segmento_ múltiplos, gravura

local_
Mul.ti.plo Espaço Arte
Rua Dias Ferreira 417 sala 206 - Leblon
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2259-1952
www.multiploespacoarte.com.br

horários_
segunda a sexta, 10-18h30; sábado, 10-14h

matéria enviada por_ Angela Falcão

Malu Fatorelli (Wilton Montenegro)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Gustavo von Ha - Inventário: Arte Outra


Curadoria de Ana Cândida de Avelar

lançamento_ 03/09/2016, sábado, 11h
exposição_ 04/09/2016 a 05/02/2017

A mostra apresenta 34 trabalhos recentes e inéditos que remetem a uma visualidade inscrita a partir do segundo pós-guerra, entre os anos 1950 e 1960, comumente denominada abstração expressiva ou gestual, pintura de ação, informalismo ou pintura matérica. Quase como um falsificador, von Ha se apropria de procedimentos, modos de fazer e mesmo da imagem de outros artistas, em trabalhos que evocam de Jackson Pollock a Alberto Burri. São citações e comentários de uma imagem genérica que pautou essa pintura de grande repercussão durante o segundo pós-guerra e que é celebrizada mesmo nos dias de hoje

segmento_ vídeo, pintura, objeto

local_
Museu de Arte Contemporânea USP - Ibirapuera
Pavilhão Ciccillo Matarazzo 3º piso - Parque Ibirapuera
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-5573.9932
infomac@edu.usp.br
www.mac.usp.br

horários_
Terça a domingo das 10 às 18 horas

matéria enviada por_ Sérgio Miranda

Não Pintura 01, 2015, Gustavo von Ha (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Thiago Honório - Trabalho


Curadoria de Fernando Oliva

lançamento_ 11/08/2016, quinta-feira, 20h
exposição_ 12/08/2016 a 29/01/2017

A instalação integra o acervo do MASP e reúne uma coleção de ferramentas que pertenceram a mestres-de-obras e pedreiros envolvidos no restauro de uma antiga subestação de energia do centro de São Paulo, um edifício da década de 1920, recentemente restaurado. A partir de conversas e negociações com os trabalhadores, durante uma residência artística, Honório propôs a troca das ferramentas, entregando a eles instrumentos novos. Parte delas também foi doada espontaneamente pelos trabalhadores.

segmento_ instalação

local_
Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP
Avenida Paulista 1578 - Cerqueira César
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3251-5644
atendimento@masp.art.br
www.masp.art.br

horários_
Terça a domingo, 10-18h; quinta, 10-20h

matéria enviada por_ Vinicius Oliveira

Trabalho, 2013/2016, Thiago Honório (Edouard Fraipont)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Lucia Laguna - Enquanto bebo a água, a água me bebe


Curadoria de Cadu, Clarissa Diniz

lançamento_ 29/11/2016, terça-feira, 15h
exposição_ 30/11/2016 a 26/02/2017

A mostra apresenta obras produzidas nos anos 2000. A seleção de trabalhos conta a trajetória de Lucia, professora de português que começou a pintar nas aulas de Charles Watson no Parque Lage, após sua aposentadoria do magistério. Das pinturas figurativas, Lucia passou para o estudo de sobreposição de camadas a partir da apreciação de um quadro renascentista que condensava o espaço. A artista de Campos dos Goytacazes tinha como intenção de sua pesquisa planificar suas pinturas. Os experimentos eram realizados da janela de seu ateliê no Rio, que funcionava como moldura do que ela via.

segmento_ pintura, objeto, design, desenho

local_
Museu de Arte do Rio - MAR
Praça Mauá 5 - Centro
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3031-2741
info@museudeartedorio.org.br
www.museumar.com

horários_
Terça a domingo, 10-17h

matéria enviada por_ Priscila Antunes

Lucia Laguna (Sumara Rouff)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Alexandre Sequeira - Meu mundo teu


Curadoria de Clarissa Diniz, Janaína Melo

lançamento_ 29/11/2016, terça-feira, 16h
exposição_ 30/11/2016 a 26/02/2017

Os trabalhos do paraense Alexandre Sequeira são processos de encontro e convivência que costumam ter, na fotografia, uma potente mediação. As obras exploram a sua relação com pessoas, lugares e motivações. O museu apresenta uma retrospectiva com seus maiores projetos, incluindo o que dá nome à mostra, além de um trabalho feito, exclusivamente, para esta exposição e que apresenta uma relação com o território do museu. Em parceria com Aline Mendes, participante do Vizinhos do MAR, Alexandre explorou o acervo de Tião, que foi durante muitos anos fotógrafo do cotidiano do Morro da Providência.

segmento_ instalação, fotografia

local_
Museu de Arte do Rio - MAR
Praça Mauá 5 - Centro
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3031-2741
info@museudeartedorio.org.br
www.museumar.com

horários_
Terça a domingo, 10-17h

matéria enviada por_ Priscila Antunes

Da série Nazaré do Mocajuba, Alexandre Sequeira (Alexandre Sequeira)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

O útero do mundo


Adriana Varejão, Alair Gomes, Alex Cerveny, Alex Flemming, Almir Mavigner, Amador Perez, Amilcar Packer, Ana Maria Tavares, Anatol Wladyslaw, Anésia Pacheco Echaves, Anna Maria Maiolino, Antonio Dias, Antonio Henrique Amaral, Antônio Sérgio, Arthur Omar, Atrhur Luiz Piza, Ângelo Venosa, Bené Fonteles, Boris Kossoy, Brigída Baltar, Cabelo, Caíto, Carlito Contini, Cássio M'Boy, Cildo Meireles, Claudia Andujar, Claudia Jaguaribe, Claudio Elisabetsky, Cláudio Mubarac, Cláudio Tozzi, Cris Bierrenbach, Cristina Guerra, Cybéle Varela, Daniel Senise, Dora Longo Bahia, Edgard de Souza, Edouard Fraipont, Eduardo Ruegg, Efrain Almeida, Eliana Bordin, Eliane Prolik, Emanoel Araújo, Farnese de Andrade, Fernando Lemos, Flavio de Carvalho, Flávio Shiró, Franklin Cassaro, Frans Krajcberg, Franz Weissmann, Gal Oppido, Georgete Melhem, German Lorca, Gianguido Bonfanti, Giselda Leirner, Hans Grudzinski, Helena Martins-Costa, Hudinilson Jr, Iole de Freitas, Isabel Bakker, Ivald Granato, Jac Leirner, Jaques Faing, João Câmara, John Graz, José Leonilson, José Luiz de Pellegrin, Juarez Magno, Katia Maciel, Keila Alaver, Klaus Mitteldorf, Laura Lima, Lia Chaia, Lila Galvão de Figueiredo, Lívio Abramo, Louise Bourgeois, Luise Weiss, Luiz Carlos Felizardo, Luzia Simons, Manabu Mabe, Manfredo de Souza Netto, Marcelo Arruda, Marcelo Krasilcic, Marcelo Solá, Marco Túlio Resende, Marcos Piffer, Mario N. Ishikawa, Matheus Rocha Pitta, Maurren Bissiliat, Márcia Xavier, Mário Bueno, Medeiros de Lima, Megumi Yuasa, Michel Groisman, Miguel Rio Branco, Milton Marques, Mira Schendel, Mônica Rubinho, Nazareth Pacheco, Nelson Leirner, Nina Moraes, Niobe Xandó, Nuno Ramos, Octávio de Araújo, Olney Krüse, Orlando Azevedo, Orlando Brito, Otto Stupakoff, Paula Trope, Paulo Climachauska, Pedro Lira, Pitágoras, Rafael Assef, Regina Silveira, Regina Vater, Rodrigo Braga, Rogério Reis, Rosana Monnerat, Rosângela Rennó, Rubem Grilo, Rubens Mano, Samson Flexor, Sandra Cinto, Shirley Paes Leme, Thereza Miranda, Thiago Rocha Pitta, Tony Camargo, Tunga, Vania Toledo, Vera Chaves Barcellos, Vicente de Mello, Vik Muniz, Vilma Slomp, Walter Lewy, Wanda Meirelles e Yiftah Peled

Curadoria de Veronica Stigger

lançamento_ 05/09/2016, segunda-feira, 20h
exposição_ 06/09/2016 a 18/12/2016

A exposição reúne cerca de 280 obras pertencentes ao acervo do MAM que mostram a indomabilidade e as metamorfoses do corpo. Com curadoria da escritora e crítica de arte Veronica Stigger, as produções selecionadas - num universo de mais de cinco mil trabalhos da coleção do museu - são de variados suportes de mais de 120 artistas que revelam um corpo que não respeita a anatomia e liberto de amarras biológicas e sociais. Baseada na proposição dos surrealistas de compreender a histeria como uma forma de expressão artística, a apurada seleção da curadora faz um elogio à loucura [...]

segmento_ vídeo, pintura, performance, gravura, fotografia, escultura, desenho

local_
Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM SP - Grande Sala
Av. Pedro Álvares Cabral s/n portão 3 - Parque Ibirapuera
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-5085-1300
55-11-5085-2342
imprensamam@mam.org.br
www.mam.org.br

horários_
Terça a domingo e feriados, 10-17h30

matéria enviada por_ Ana Livia Lima

Reflexividade, 1998, Edouard Fraipont (Ding Musa)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 
Projeto Parede

François Morellet - Bandes Décimées

lançamento_ 20/06/2016, segunda-feira, 20h
exposição_ 21/06/2016 a 18/12/2016

Para ocupar o Projeto Parede do segundo semestre de 2016, o MAM apresenta a instalação de autoria do artista François Morellet, reconhecido pela atuação na arte cinética e morto no último dia 11 de maio, aos 90 anos, em Paris. Originalmente, o francês criou a obra em duas partes: em uma parede fez uma sequência repetida de sobreposição de linhas com um sistema matemático calculado e rigoroso; na outra parede, essas sequências são replicadas de forma invertida e negativa, criando formas aleatórias e abstratas. No MAM, apenas a parede de desenhos será apresentada.

segmento_ instalação

local_
Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM SP - Corredor à Grande Sala
Av. Pedro Álvares Cabral s/n portão 3 - Parque Ibirapuera
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-5085-1300
55-11-5085-2342
imprensamam@mam.org.br
www.mam.org.br

horários_
Terça a domingo e feriados, 10-17h30

matéria enviada por_ Ana Livia Lima

Bandes Décimées, François Morellet (artista e Blain Southern)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Alfredo Volpi - Volpi - pequenos formatos


Curadoria de Aracy Amaral, Paulo Portella Filho

lançamento_ 20/06/2016, segunda-feira, 20h
exposição_ 21/06/2016 a 18/12/2016

Mostrar uma faceta diferente de um artista tão aclamado e reconhecido como grande mestre da pintura brasileira do século XX: esse é um dos objetivos da mostra Volpi - pequenos formatos, que o Museu de Arte Moderna de São Paulo apresenta a partir de 20 de junho. São exibidas 74 obras de Alfredo Volpi (1896-1988), entre telas e desenhos sobre papel e azulejos feitos em menores dimensões, em média de 30x20 cm, que serviam como estudo antes que pintasse as telas maiores. Todos os trabalhos pertencem ao colecionador Ladí Biezus, que coleciona pinturas de todas as fases da carreira do artista.

segmento_ pintura, desenho

local_
Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM SP - Sala Paulo Figueiredo
Av. Pedro Álvares Cabral s/n portão 3 - Parque Ibirapuera
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-5085-1300
55-11-5085-2342
imprensamam@mam.org.br
www.mam.org.br

horários_
Terça a domingo e feriados, 10-17h30

matéria enviada por_ Ana Livia Lima

Sem título, s. d., Alfredo Volpi (Sergio Guerini)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Escola de Belas Artes: 1816-2016, 200 anos construindo a arte brasileira


Abelardo Zaluar, Adir Botelho, Alfredo Galvão, Almeida Reis, Amés de Paula Machado, Anna Maria Maiolino, Antonio Manuel, Antônio Parreiras, Arthur Luiz Pizza, Augusto Müller, Bandeira de Mello, Barbosa Júnior, Batista da Costa, Belmiro de Almeida, Bruno Miguel, Burle Marx, Carlos Contente, Cândido Portinari, Celeida Tostes, Décio Vilares, Eduardo Lima, Eliseu Visconti, Estêvão da Silva, Felipe Barbosa, Franz Weissmann, Georgina de Albuquerque, Glauco Rodrigues, Grandjean de Montigny, Henrique Cavaleiro, Hugo Houayeck, Isis Braga, Ivald Granato, Jarbas Lopes, Jean-Baptiste Debret, João Quaglia, Jorge Duarte, Kazuo Iha, Lourdes Barreto, Lygia Pape, Manfredo de Souzanetto, Marcos Cardoso, Marcos Varela, Marques Júnior, Mauricio Salgueiro, Maurício Dias & Walter Riedweg, Newton Cavalcanti, Oscar Pereira da Silva, Oswaldo Goeldi, Patrícia Freire, Paulo Houayek, Pedro Américo, Pedro Varela, Quirino Campofiorito, Renina Katz, Ricardo Newton, Roberto Magalhães, Rodolfo Amoedo, Rodolfo Chambelland, Ronald Duarte, Rui de Oliveira, Vítor Meireles e Zeferino da Costa

Curadoria de Angela Ancora da Luz

lançamento_ 10/11/2016, quinta-feira, 18h
exposição_ 11/11/2016 a 12/02/2017

Segundo a curadora da exposição, “a presença da Escola no contexto da sociedade brasileira revelou sua identidade por aspectos pouco conhecidos, mas de grande interesse social e político, além de seu princípio norteador fundamental: o ensino artístico. Uma escola de grande peso no Império e que esteve aberta a todos os que desejassem buscar o caminho das artes, sendo aceitos pelos grandes mestres dos ateliês. O que contava na hora da seleção era o talento, sem restrição ao grau cultural, à raça ou situação econômica.

segmento_ pintura, objeto, gravura, fotografia, escultura, desenho

local_
Museu Nacional de Belas Artes - MNBA
Av Rio Branco 199 - Cinelândia
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-2240-0068
55-21-2262-6067
imprensa@mnba.gov.br
www.mnba.gov.br

horários_
Terça a sexta, 10-18h; sábados, domingos e feriados, 12-17h

matéria enviada por_ Raquel Silva

Luz sobre a praça, c. 1930, Oswaldo Goeldi (acervo MNBA)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Rosângela Rennó - Espírito de tudo


Curadoria de Evangelina Seiler

lançamento_ 21/11/2016, segunda-feira, 19h30
exposição_ 22/11/2016 a 29/01/2017

Não há espera ou espaço para ansiedade na exposição. Há, sim, uma atmosfera mágica que guarda muitas surpresas e convida o espectador a examinar objetos e ideias sob ângulos particulares, próprios. Olhares que a artista apenas sugere ou desperta, por meio de obras plasmadas em questões cotidianas da existência, no espaço vasto da memória ou na reverência pelo universo do outro, que cada indivíduo recebe, percebe ou processa de maneira única.

segmento_ vídeo, instalação, fotografia

local_
Oi Futuro
Rua Dois de Dezembro 63 - Flamengo
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3131-3060
www.twitter.com/oi_futuro
www.oifuturo.org.br

horários_
Terça a domingo, 11-20h

matéria enviada por_ Meio & Imagem

Círculo Mágico, Rosângela Rennó (Rosângela Rennó)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 
32ª Bienal de São Paulo

Incerteza viva


Alia Farid, Alicia Barney, Ana Mazzei, Anawana Haloba, Antonio Malta Campos, Bárbara Wagner & Benjamin de Burca, Bené Fonteles, Carla Filipe, Carlos Motta, Carolina Caycedo, Cecilia Bengolea & Jeremy Deller, Charlotte Johannesson, Cristiano Lenhardt, Dalton Paula, Dineo Seshee Bopape, Donna Kukama, Ebony G. Patterson, Eduardo Navarro, Em’kal Eyongakpa, Erika Verzutti, Felipe Mujica, Francis Alÿs, Frans Krajcberg, Gabriel Abrantes, Gilvan Samico, Grada Kilomba, Güneş Terkol, Heather Phillipson, Henrik Olesen, Hito Steyerl, Iza Tarasewicz, Jonathas de Andrade, Jordan Belson, Jorge Menna Barreto, José Antonio Suárez Londoño, José Bento, Kathy Barry, Katia Sepúlveda, Koo Jeong A, Lais Myrrha, Leon Hirszman, Lourdes Castro, Luiz Roque, Luke Willis Thompson, Lyle Ashton Harris, Maria Thereza Alves, Mariana Castillo Deball, Maryam Jafri, Michael Linares, Michal Helfman, Misheck Masamvu, Mmakgabo Helen Sebidi, Naufus Ramírez-Figueroa, Nomeda & Gediminas Urbonas, Oficina de Imaginação Política, Opavivará!, Öyvind Fahlström, Park McArthur, Pia Lindman, Pierre Huyghe, Pilar Quinteros, Pope L., Priscila Fernandes, Rachel Rose, Rayyane Tabet, Rikke Luther, Rita Ponce de León, Rosa Barba, Ruth Ewan, Sandra Kranich, Sonia Andrade, Susan Jacobs, Till Mycha (Helen Stuhr-Rommereim & Silvia Mollicchi), Tracey Rose, Ursula Biemann & Paulo Tavares, Vivian Caccuri, Víctor Grippo, Vídeo nas Aldeias, Wilma Martins, Wlademir Dias-Pino e Xabier Salaberria

Curadoria de Gabi Ngcobo, Jochen Volz, Júlia Rebouças, Lars Bang Larsen, Sofía Olascoaga

lançamento_ 06/09/2016, terça-feira, 10-19h (convidados)
exposição_ 07/09/2016 a 11/12/2016

A mostra reúne aproximadamente 340 obras de 81 artistas e procura refletir sobre as possibilidades oferecidas pela arte contemporânea para abrigar e habitar incertezas. Assim como a arte une o pensar e o fazer, a reflexão e a ação, é apenas através do encontro dos visitantes com as obras, performances e programas públicos da Bienal ao longo dos próximos meses que a verdadeira riqueza de Incerteza viva vai aparecer. “Hoje, é papel da Bienal promover a diversidade, a liberdade e a experimentação, ao mesmo tempo exercendo o pensamento crítico e propondo outras realidades possíveis”, sugere Volz.

segmento_ vídeo, pintura, performance, objeto, instalação, fotografia, escultura, desenho, arte sonora

local_
Pavilhão Ciccillo Matarazzo
Av. Pedro Álvares Cabral s/n Portão 3 - Parque do Ibirapuera
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-5576-7600

horários_
Terça a domingo, 9-19h; quinta e sábado, até 22h

matéria enviada por_ Marcy Junqueira

Ágora: Oca Tapera Terreiro, 2016, Bené Fonteles (FBSP)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Coleções em diálogo: Museu Paulista e Pinacoteca de São Paulo


Adrien Henri Vital van Emelen, Antonio Ferrigno, Antonio Parreiras, Arcangelo Ianelli, Benedito Calixto, Dario Villares Barbosa, Elio de Giusto, Guilherme Gaensly, Henrique Bernardelli, Henrique Manzo, Joaquim Fernandez Machado, João Baptista da Costa, José Wasth Rodrigues, José Wasth Rodrigues, Luiz Carlos Peixoto, Mick Carnicelli, Raphael Galvez, Rodolfo Amoedo, Tommaso Gaudenzio Bezzi e Yuji Tamaki

Curadoria de Fernanda Pitta, Valéria Piccoli

lançamento_ 25/01/2016, segunda-feira, 11h
exposição_ 27/01/2016 a 29/01/2017

A mostra remete à origem comum de ambas as instituições e às características de suas coleções, já que a Pinacoteca nasce da transferência em 1905 de 20 obras reunidas pelo Estado de São Paulo na galeria artística do Museu Paulista, inaugurado em 1895 e conhecido também como Museu do Ipiranga. A mostra possibilita também ao público ver ou rever importantes peças do Museu Paulista, que atualmente, em função dos trabalhos de restauro e modernização do edifício-monumento, encontra-se fechado à visitação.

segmento_ pintura, objeto, escultura, desenho, arquitetura

local_
Pinacoteca do Estado
Praça da Luz 2
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-3324-1000
55-11-3324-1007
imprensa@pinacoteca.sp.gov.br
www.pinacoteca.org.br

horários_
Terça a domingo, 10-17h30

matéria enviada por_ Ana Carolina Diniz Costa

Inundação da várzea do Carmo, 1892, Benedito Calixto (Hélio Nobre & José Rosael)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Em Desalinho


Célio Celestino, Dalton Paula, Gilvan Barreto, Henrique Viudez, Ingra Rabelo, Jas-One, José de Arimatéa, Luiza Veras, Maurício Coutinho e Yuri Firmeza

Curadoria de Ana Cecília Soares, Júnior Pimenta

lançamento_ 23/09/2016, sexta-feira, 19h
exposição_ 26/09/2016 a 23/12/2016

Em Desalinho nos apresenta poéticas de artistas que se encontram pelas distintas possibilidades de olhar e pensar o corpo no contexto contemporâneo: a tensão entre a presença e a ausência, as questões de gênero, a nova tentativa de configurar a corporeidade, desfigurá-la e fazê-la ressurgir sob outra forma. Ao trazer o corpo para a discussão, precisamos, entre outros aspectos, considerá-lo pelas relações de que é capaz de gerar. Em profunda cumplicidade com a vida, o corpo salta e se desprende de sua identidade, pronto para a criação de outros contornos e modos de existir.

segmento_ gravura, fotografia, desenho, colagem

local_
Sem Título Galeria
Rua João Carvalho 66 - Aldeota
Fortaleza / Ceará / Brasil
55-85-98881-8261
semtitulogaleria@gmail.com
www.semtitulo.art.br

horários_
Segunda a sexta, das 14h30 às 19h

matéria enviada por_ Sem Título

Célio Celestino (Célio Celestino)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

A Máquina do Mundo


Anthony Goicolea, Cadu, Charlie White, Conrad Schawcross, Erwin Wurm, Henrique Oliveira, Isaque Pinheiro, João Castilho, Jorge Barata, José Bechara, Katia Wille, Leda Catunda, Marcio Atherino, Maria Lucia Fontainha, Mariana Palma, Mauro Piva, Reginaldo Pereira, Rodolpho Parigi, Rona, Sergio Mauricio, Talitha Rossi e Walmor Corrêa

Curadoria de Clara Reis, Sérgio Mauricio Manon

lançamento_ 24/09/2016, sábado, 17h
exposição_ 25/09/2016 a 18/12/2016

O nome da mostra surgiu do poema de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) e também do capítulo que leva o mesmo nome em “Os Lusíadas”, do poeta português Luís Vaz de Camões (1520-1580). “O resultado é uma narrativa poética que mescla o verbo e as imagens, na tentativa de capturar o espírito do tempo”, explicam os curadores. Há cinco meses, os artistas, os curadores e convidados se reúnem para leituras constantes dos poemas. A partir dessa experiência foi realizado um recorte curatorial, que mescla os artistas da coleção de Fabio Szwarcwald com os artistas residentes.

segmento_ pintura, instalação, fotografia, escultura

local_
Z42 Arte
Rua Filinto de Almeida 42 - Cosme Velho
Rio de Janeiro / Rio de Janeiro / Brasil
55-21-3269-3227
contato@z42arte.com.br
www.z42arte.com.br

horários_
Terça a sexta, das 11h às 19h; sábados e domingos, das 12h às 18h

matéria enviada por_ Beatriz Caillaux

Vida e morte nos jardins das máquinas desejantes, Sergio Mauricio (divulgação)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
 

Imagem-movimento


Ana Vitória Mussi, André Penteado, Felipe Cama, Felipe Russo, Graciela Sacco, Iris Helena, João Castilho, Katia Maciel, Patricia Gouvêa e Ricardo Van Steen

Curadoria de Nathalia Lavigne

lançamento_ 29/11/2016, terça-feira, 19h
exposição_ 30/11/2016 a 14/01/2017

Desde os primeiros experimentos fotográficos que a representação da imagem sempre seguiu um processo fluido quanto a seus suportes. Das primeiras experiências com o desenho fotogênico do inglês Talbot ao uso de tecnologias digitais e apropriações de imagens, o uso múltiplo dos meios esteve presente como uma característica intrínseca a esta técnica. Ao mesmo tempo, tal procedimento se relaciona intimamente e desde sempre com o registro de experiências de deslocamento. Nesta coletiva, a noção de movimento que se faz presente mesmo na imagem estática é um tema que norteia os trabalhos.

segmento_ vídeo, fotografia

local_
Zipper Galeria
Rua Estados Unidos 1494 - Jardim América
São Paulo / São Paulo / Brasil
55-11-43064306
zipper@zippergaleria.com.br
www.zippergaleria.com.br

horários_
Segunda a sexta, 10-19h; sábados, 11-17h

matéria enviada por_ Andre Larcher

Graciela Sacco (Graciela Sacco)  
textos relacionados_
saiba mais
Compartilhar
                 
 
  patrocínio_

         


ENVIO DE CONTEÚDO_       CADASTRE-SE_       CONTATO_       SOBRE O CANAL_
Canal Contemporâneo - Todos os Direitos Reservados © 2005