A comunidade digital formada pelo Canal Contemporâneo envolve pessoas e organismos que, com diferentes níveis de participação, navegam e irrigam a nossa rede. Esta seção apresenta os integrantes com vínculos a partir de associações, apoios, parcerias e patrocínios, e permite o acesso aos seus perfis e outras áreas relacionadas.
Canal Contemporâneo
emeio_ senha_
esqueceu seu emeio? esqueceu sua senha?
Pesquise por palavras e/ou expressões (entre aspas)

Perfil_

     
Patricia Canetti   Artista / Criador
Diretora Executiva do Canal Contemporâneo
LOCALIZAÇÃO_
São Paulo   São Paulo    Brasil
CONTATO_
IDIOMAS_
português
inglês
francês
Para que servem os salões? na mostra Tudo aquilo que escapa, curadoria de Cristiana Tejo, no Museu do estado em Recife, 2005
  • Para que servem os salões? na mostra Tudo aquilo que escapa, curadoria de Cristiana Tejo, no Museu do estado em Recife, 2005
  • Para que servem os salões? na mostra Tudo aquilo que escapa, curadoria de Cristiana Tejo, no Museu do estado em Recife, 2005
  • Para que servem os salões? na mostra Tudo aquilo que escapa, curadoria de Cristiana Tejo, no Museu do estado em Recife, 2005
  • Para que servem os salões? na mostra Tudo aquilo que escapa, curadoria de Cristiana Tejo, no Museu do estado em Recife, 2005
BIOGRAFIA / APRESENTAÇÃO_
Nasci em 1960, na cidade do Rio de Janeiro e atualmente vivo e trabalho em São Paulo.

Em abril de 2015 defendi o mestrado Canal Contemporâneo: Memórias e Perspectivas, no Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital - TIDD, na PUC-SP, na Linha de Pesquisa Design Digital e Inteligência Coletiva, sob orientação da Profa. Dra. Lucia Santaella e apoio de bolsa CAPES. http://lattes.cnpq.br/5006506741939894

Atualmente pesquiso para o projeto de doutorado que pretende desenvolver o capítulo 3 do mestrado - Perspectivas - relacionado ao tema do artigo Análise e Visualização de Eventos de Arte como Rede Social, publicado no livro Futuros Possíveis: Arte, Museus e Arquivos Digitais (apresentação em prezi: http://bit.ly/T14yzl). Conceitos e metodologias da Ciência de Redes, Análise de Redes Sociais, História da Arte e Metadados vão estruturar o projeto, com um estudo de caso voltado para o acervo do Canal Contemporâneo.

Esta pesquisa tem origem em meu trabalho plástico com mosaico durante a década de 1990 em que o aprofundamento dos conceitos, seguido da criação de padrões no mosaico, e a experiência da criação coletiva com o mesmo despertaram a minha atenção para uma correlação de similitudes entre mosaico e rede, trabalhando o conceito das dinâmicas dos padrões na formação das individualidades e coletividades (leia texto em http://bit.ly/XjEBCL). Em dezembro de 2000, criei o Canal Contemporâneo, mídia de arte contemporânea brasileira, que se constitui em experimento/pesquisa de arte a partir da formação de uma comunidade digital: As relações são o espaço.

Participação em eventos: Orlândia (2001), Grande Orlândia e Inclassificados, Coletiva (2003), individual no Museu da República, Rio de Janeiro; co-organização do ciclo de debates Arte e Estado na FUNARTE e oficina sobre Arte e Comunicação na Semana de Artes Visuais do Recife, em Pernambuco (2003); hiPer> relações eletro // digitais, Santander Cultural, Porto Alegre (curadoria de Daniela Bousso); Tudo aquilo que escapa, Museu do Estado, Recife (curadoria de Cristiana Tejo); Ocupação, Paço das Artes, São Paulo; Prog:ME; Padrões aos Pedaços; Conexões Tecnológicas e, em 2007, do projeto Magazines da Documenta 12, Kassel, Alemanha.

De 2005 a 2008, fiz parte do Conselho Consultivo Internacional da Categoria de Comunidades Digitais do Prix Ars Electronica. De 2007 a 2012, fui titular da cadeira de Arte Digital no CNPC - Conselho Nacional de Política Cultural.

 



ENVIO DE CONTEÚDO_       CADASTRE-SE_       CONTATO_       SOBRE O CANAL_
Canal Contemporâneo - Todos os Direitos Reservados © 2005