Página inicial

Quebra de Padrão

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Quebra de Padrão:
Arquivos:
As últimas:
 

janeiro 31, 2011

CANAL NO TUBO - Canal Contemporâneo entrevista Marina Abramovic

Canal Contemporâneo entrevista Marina Abramovic

CANAL NO TUBO - www.canalcontemporaneo.tv

Entrevista com Marina Abramovic, durante a exposição "Back to Simplicity" na Luciana Brito Galeria, São Paulo - SP

Entrevistada: Marina Abramovic

Entrevista: Marília Sales e Fábio Tremonte

Tradução: Julia Goldman Grillo

Imagens e edição: Paula Dalgalarrondo

Agradecimentos: Luciana Brito Galeria

Veja informações sobre a mostra na Agenda de Eventos:
Marina Abramovic - Back to Simplicity, Luciana Brito Galeria, São Paulo - SP, 19/11/2010 a 12/02/2011

Posted by Paula Dalgalarrondo at 1:26 PM

janeiro 21, 2011

Você me ensina e eu te ensino por Adriana Maciel

Você me ensina e eu te ensino

ADRANA MACIEL

Projeto selecionado pelo Programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais
Oficina de pintura realizada no Ponto de Cultura Casa da Arte, em Maceió-1 a 7 de dezembro de 2010.


Projeto: Você me ensina e eu te ensino
Programa Rede Nacional FUNARTE ARTES VISUAIS- 7ª Edição

A oficina aconteceu entre os dias 1 a 7 de dezembro de 2010, das 14:00 às 18:00 no Ponto de Cultura: Casa da Arte, em Garça-Torta, periferia de Maceió- Al. Estiveram presentes até 30 participantes: adultos, jovens e crianças. O espaço cultural, dirigido por Edna Constant, funciona a dez anos , atendendo especialmente o público infanto-juvenil, incluindo-os no processo de auto-estima com criatividade. As atividades da Casa da Arte abordam várias manifestações como a música, o teatro e artes visuais. A oficina se beneficiou do prestígio conquistado junto a comunidade local, facilitando atrair alunos para o projeto além de ser um ambiente adequado para as atividades.

A Casa da Arte é dividida em três partes: a galeria que inclui uma biblioteca, a casa da Edna e o seu jardim. São lugares muito criativos, ornados com objetos e criações, propiciando recantos inusitados e estimulantes. Edna fala de sua casa com se fosse um palco , um cenário construído por ela com muita dedicação ... Toda esta informação que ali encontrei foi meu ponto de partida como base para a minha oficina, que teve como objetivo reunir em livros individuais dos alunos as obras desenvolvidas durante a semana.

Foi pedido a cada aluno que escolhesse na casa da Edna algum local e olhasse atentamente os objetos e espaços: como nichos, cantos , tetos , jardim... Escolhessem o local ou objetos que mais lhes impressionassem e ficassem por um tempo contemplando-os , pensando em quais personagens ou sentimentos surgiriam deste cenário. A partir destas sugestões, os alunos foram estimulados à livre criação , que podiam ser bidimensional ou tridimensional.

Foram disponibilizados diversos materiais para os participantes, como: papéis, tintas, pincéis, lápis de cor e lápis de cera, sobras de madeiras (recolhidas de uma marcenaria local), materiais vegetais abundantes na região como espatas, cocos secos, talos, raízes, ou lixos como garrafas plásticas e etc.. Foram realizados vários objetos com estes materiais. Os objetos produzidos foram fotografados, impressos e incluídos nas páginas dos livros .

Ao longo da oficina foram transmitidas algumas técnicas como: utilizar o lápis de cera ou vela sob a tinta acrílica , raspando-a depois de seca; assim como o guache lavado, a utilização de texturas e volumes pictóricos, através da preparação das tintas com gesso e a serragem e a frotagem como meio de obter texturas. Expliquei o círculo de cores e suas propriedades, noções espaciais, e etc... A cada trabalho apresentado eram indicadas suas características principais e era estimulado a utilização de uma nova técnica, ampliando o vocabulário de maneira individualizada. Como o grupo era heterogêneo nos aspectos referentes as idades e capacitações, o acompanhamento individual foi um fator importante.

O resultado foi uma produção intensa e criativa. As obras foram reunidas e costuradas como livros individuais e coletivos, ficando expostos em mesas e incluídos como patrimônio da Biblioteca da Casa da Arte. Estes objetos constituem um modo de preservação do trabalho, permanecendo no local para visitação pública.

No encerramento da oficina, a partir das 18:00, organizamos uma manifestação artística com o grupo de Coco-de-Roda Tradição com 11 participantes, entre dançarinos e a banda de música. Esta manifestação cultural de intensa beleza visual e rítmica, com suas vestimentas típicas e adereços, música e dança, representa uma genuína manifestação da cultura popular regional.

A cada final do dia da oficina era servido um lanche , como um momento de fortalecimento do grupo e confraternização.

Para mim foi um momento de rico relacionamento, o que justifica o título da oficina Você me ensina,e eu te ensino, pois ao final todos saímos engrandecidos pelo o que aconteceu


Adriana Maciel -20/12/2010

Posted by Marília Sales at 2:53 PM

janeiro 18, 2011

CANAL NO TUBO Ações&Associações - Vídeos sobre a 29ª Bienal de São Paulo - 2 TEMPOS 2 ESPAÇOS de Marina de Botas

CANAL NO TUBO - www.canalcontemporaneo.tv
Ações&Associações - Vídeos sobre a 29ª Bienal de São Paulo
2 TEMPOS 2 ESPAÇOS

A artista Marina de Botas foi a 29ª Bienal de São Paulo e em parceria com o Canal produziu o vídeo 2 Tempos 2 Espaços. Um trabalho que marca a entrada de um novo formato nos vídeos do Canal no Tubo: vídeoarte + registro.

Vídeo de Marina de Botas

Direção: Marina de Botas

Roteiro: Marina de Botas e Silvia de Botas

Edição: Diego David e Mariana Smith

Fotografia: Cecília Bedê, Silvia de Botas, Eduardo Escarpineli e Marina de Botas

O Ações&Associações - Vídeos sobre a 29ª Bienal de São Paulo foi criado para arrecadar novas assinaturas para o Canal e assim possibiltar a produção de vídeos sobre a 29ª Bienal.

Posted by Cecília Bedê at 11:07 AM