Pesquisar
Quem está on line

Entrar
Usuário:
Senha:
Permanecer Logado automaticamente em cada visita
 






Para que servem os salões?

 
Novo Tópico   Responder Mensagem    Página Principal -> Para que servem os salões?
Exibir mensagem anterior :: Exibir próxima mensagem  
Autor 
 Mensagem
Bianca



Registrado em: Sexta-Feira, 3 de Dezembro de 2004
Mensagens: 1
Localização: recife
MensagemEnviada: Sex Dez 03, 2004 10:49 am    Assunto: Para que servem os salões? Responder com Citação

Shocked pra abrir espaço para o questionamento, indagação...além de promover o incentivo à cultura
Voltar ao Topo

MSN Messenger
Juliana Monachesi



Registrado em: Domingo, 5 de Dezembro de 2004
Mensagens: 33
Localização: são paulo
MensagemEnviada: Dom Dez 05, 2004 1:35 am    Assunto: ...e por que eles não são debatidos publicamente? Responder com Citação

Question tenho dificuldade em ver nos "salões", assim genericamente, um espaço de questionamento; talvez o salão aí de recife tenha um perfil diferente do de eventos semelhantes que eu acompanho mais de perto aqui em são paulo. porque aqui não há exceção, os salões de arte (e por isto entendo exposições que resultam de um processo seletivo feito via portfólio por uma comissão julgadora cujas deliberações não são de conhecimento do público nem dos artistas, selecionados ou não) incorrem todos nos mesmos problemas: o período de seleção é curto em comparação com o número de projetos inscritos e tudo é visto e analisado muito depressa; a seleção resulta, portanto, homogênea, e a gente tende a ver quase que sempre os mesmos artistas em TODOS os salões; o enorme número de inscritos não recebe qualquer tipo de retorno da comissão julgadora (é claro que seria inviável responder um a um aos artistas, mas por que não se redige uma carta, por exemplo, em que a comissão explique os parâmetros que guiaram as escolhas e faça, brevemente, uma crítica do conjunto de trabalhos que analisou?) e não se debate publicamente o resultado do salão (a exposição em si)... Confused
Voltar ao Topo
Visitar a homepage do Usuário
Patricia Canetti



Registrado em: Terça-Feira, 9 de Novembro de 2004
Mensagens: 28

MensagemEnviada: Sex Dez 10, 2004 10:53 am    Assunto: Re: Para que servem os salões? Responder com Citação

Acho que num mundo ideal poderíamos pensar em salões promovendo questionamento e incentivo, mas a pergunta é: do modo que são realizados atualmente, eles cumprem isso?

Bianca escreveu:
Shocked pra abrir espaço para o questionamento, indagação...além de promover o incentivo à cultura
Voltar ao Topo

cjunior



Registrado em: Segunda-Feira, 13 de Dezembro de 2004
Mensagens: 1
Localização: SP
MensagemEnviada: Seg Dez 13, 2004 10:07 pm    Assunto: Responder com Citação

Como participante de uns Salões, fui convidado por João Domingues, organizador desse fórum, para responder algumas perguntas sobre o assunto. Seguem as minhas respostas, e espero que ajude no debate.

-Como o salão correspondeu as suas expectativas?
As minhas expectativas ao entrar num salão, acredito que é comum a vários inscritos: expor o trabalho numa instituição que dificilmente apresentaria um trabalho de alguém "desconhecido", e na melhor das hipóteses levar uma grana pra casa.

-Qual a visibilidade que deu para o seu trabalho?
Acho que a visibilidade é boa, sendo que os museus geralmente tem alguns veículos de divulgação garantidos. Porém nem sempre existe um registro disso. Um clipping, uma análise, uma pesquisa. No fim das contas, talvez o livrinho de assinaturas é o que sobre pra contar a história - e é claro que é pouco pra saber se o trabalho causou algum impacto ou interesse em quem visitou a exposição.
Tem o fato que, depois da exposição, você terá mais uma exposição no currículo, o que qualquer um sabe que não acrescenta nada ao trabalho e não é garantia nenhuma de evolução artística. Talvez ajude você a entrar num outro salão, e assim por diante, o que não é nada empolgante. Como artista, acho esse sistema pobre, e tenho buscado outros meios para expor meu trabalho, porém não vou dizer que esse sistema me revolta e que não vou mandar para outros salões e editais, pelos motivos explicados na resposta da primeira pergunta.

-Como o museu/espaço se preparou para apresentar seu trabalho?
No Salão da Bahia, não tenho do que reclamar da instalação física dos trabalhos. Foi muito bem recebido e montado. Porém acho que sabendo da presença dos artistas na cidade, o salão poderia ter organizado na mesma época uma mesa redonda ou algo do gênero pros artistas poderem se comuunicar com o público, ou mesmo uma discussão informal entre os artistas, curadores e organizadores. Tallvez até pela internet. Quem quiser fala, que não quiser não.
Tive que me contentar em trocar umas idéias com os poucos artistas que encontrei na vernissage, e escutar alguns comentários dos visitantes entre si.
O fato do museu oferecer uma ajuda de custo aos participantes é essencial, sendo que gastar com o transporte das obras geralmente dói na consciência e no bolso.

-Você pensa em alguma alternativa para os salões?
Acredito, já participei e pretendo participar de exposições independentes, através da organização de grupos que tenham afinidades artísticas entre si, ou entre suas obras. Nesse caso os debates, palestras e ações ficam por conta do próprio artista, e dependendo do seu empenho possa ocorrer ou não.

-Você se sentiu lesado em algum momento?
Não. Fui lesado apenas pela TAM Express, que contratei para enviar minhas fotografias a Salvador. Os profissionais me pedram para escrever uma declaração de que a embalagem não continha materiais "com valor comercial", para não ser aberta na Receita Federal. De nada adiantou a declaração: a embalagem foi aberta, a obra levemente amassada, e a chegada nela no museu se deu em 4 dias úteis, apesar do serviço se chamar "TAM Próximo Dia". A empresa alegou que a culpa é da Receita, mas como eu não quis engolir essa eu tive que levar uma reclamação por escrito para o escritório deles no Aeroporto de Congonhas e estou esperando uma resposta.

Bom, desculpem pelo texto enorme, mas quis responder as perguntas de maneira clara e sincera . Espero que o debate aqui funcione, e que outros artistas que já participaram de salões também respondam a essas perguntas..
Voltar ao Topo

João Domingues
Site Admin


Registrado em: Quarta-Feira, 24 de Novembro de 2004
Mensagens: 4

MensagemEnviada: Qua Dez 15, 2004 11:56 am    Assunto: Participação dos artistas Responder com Citação

Prezado Clayton,

Sua participação entusiasmou-nos bastante quanto das possibilidades deste trabalho. Realmente precisamos repensar em que circuito estamos inseridos e, especialmente, qual circuito queremos estar participando e como queremos estar envolvidos.

Chamo a atenção especial para alguns pontos que reparei no processo de pesquisa do Fórum e que coincidiram com sua fala: o impacto da relação obra-espectador, carência de palestras e encontros, certa omissão institucional (que vai desde o não pagamento de seguros até a estapafúrdia categorização de plataformas expositivas em “materiais especiais”), não apresentação dos critérios da curadoria, entre tantos outros.

Estaremos entrando em contato novamente com os artistas para instigá-los a participar e, mais adiante, mandaremos algumas das questões levantadas para os diretores de instituições que promovem salões, como também para críticos e curadores, que participam das comissões, para se juntarem ao debate.

Esperamos conseguir alguns resultados práticos, tanto em relação à participação política da classe, quanto em relação a transformações no sistema de salões.

João Domingues
Voltar ao Topo

Ana Luisa



Registrado em: Quinta-Feira, 16 de Dezembro de 2004
Mensagens: 1
Localização: Recife-PE
MensagemEnviada: Qui Dez 16, 2004 11:55 am    Assunto: Responder com Citação

este salão de pernambuco veio questionar-se a si proprio atraves do canal contemporaneo. penso que depois dessa reflexão, a tendencia aqui vai ser direcionar toda a atenção do salão para as bolsas. o que pode dar melhores resultados tanto para os artistas que participarem quanto ao público. a mostra dos resultados das bolsas do salão passado está muito chocante, os trabalhos são visivelmente bem pensados e pesquisados, e com a grana gasta em todo o salão, daria para abrir mais bolsas e extinguir o modo convidados, pois acaba por deixar todo o poder de decisão nas mãos de um curador.
Voltar ao Topo

MSN Messenger
Bruno Vieira



Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Fevereiro de 2005
Mensagens: 4

MensagemEnviada: Sex Fev 11, 2005 8:59 pm    Assunto: Responder com Citação

fui convidado a responder algumas questoes seguem as respostas

Como o salão correspondeu as suas expectativas?
Dois vários salões em que já participei em minha trajetória, existiram dois salões que corresponderam as minhas expectativas para o desenvolvimento de obras: o primeiro foi o 27o Salão Nacional de Belo Horizonte – Bolsa Pampulha - MAP – BH – MG no qual, estabeleci diálogos com curadores, pesquisas, trocas e dispunha de uma verba financeira para sobreviver e para produzir as obras. Meu único entrave foi durante a montagem da minha exposição individual, tive vários problemas com a encarregada de produção e com os montadores ambos se recusaram a pegar numa obra proposta para exibição (101 frascos de perfume contendo urina de artistas convidados, tais como: Cildo Meireles, Nuno Ramos, Brígida Baltar, Paulo Brusck, Gil Vicente, Milton Machado, entre outros) tive de montar e produzir a exposição praticamente sozinho contado somente com o auxilio de minha mãe que viajou de Recife a Belo Horizonte para abertura da exposição, porém foi a única pessoa que me ajudou tendo ela que carregar comigo placas de vidro, bases de ferro, escada, entre outras coisas pesadas. Tive de última hora de ligar para vidraçarias para negociar preços de prateleiras de vidro que serviam para sustentação dos frascos, ou colocando meia hora antes da abertura da mostra as etiquetas (signs) nos frascos de perfume, não contava com nenhum ajuda dos montadores, pois esses não trabalhavam no sábado, dia da abertura da exposição.
A segunda, a exposição do 46º Salão Pernambucano de Artes Plásticas - Museu do Estado – Recife – PE em que tive total apoio financeiro, da curadoria, dos produtores, da equipe de montagem, dos marceneiros, monitoria de propor situações e realizar obras, o único problema foi na aceitação da diretora desse museu (citado) que vetou apresentação de uma (01) das obras propostas, juntamente com a de outro artista convidado por não compreensão do universo da arte contemporânea, não aceitando argumentos históricos fomentados pela curadoria da exposição. Isso nos mostra uma total incapacidade de algumas pessoas de assumir cargos ou uma direção de museu tão importante em Pernambuco simplesmente por indicação política, sem haver critérios, nem domínio intelectual para tal.

Qual a visibilidade que deu para o seu trabalho?
Acho que a visibilidade do trabalho se dá no processo, quando o construo, ele se torna visível. A exposição torna possível a sua fruição e apreensão entre o púbico.

Como o museu/espaço se preparou para apresentar seu trabalho?
No caso, do museu da Pampulha já me referi na questão anterior, no caso do Museu do Estado fui muito feliz, pois fui atendido em todas as minhas expectativas desde a produção até a montagem contando com uma equipe excelente.

Você pensa em alguma alternativa para os salões?
Os salões menores poderiam se tornar bolsas de convivência criativa para produção de obras para exposição baseadas num portfofio apresentado no ato de inscrição. Essas bolsas poderiam ser oferecidas por um período mínimo de um mês, um spa e logo após esse período a montagem dos trabalhos e apresentação desses numa exposição aberta ao público. Já os grandes salões poderiam oferecer bolsas residências durante um período mínimo de seis meses a um ano. Aponto essa situação, pois não fica clara as regras colocada pelo júri da seleção na premiação dos salões. Os artistas não sabem na maioria das vezes porque não foram selecionados ou muito menos quando e porque foram selecionados ou porque foram premiados. Refiro-me aos iniciantes ou aqueles de carreira media. Isso deve explicar porque tantos artistas estão virando curadores, para entender esse jogo dos salões será?

Você se sentiu lesado em algum momento?
Sim, quando recebi de volta o material enviado para a seleção do 29° SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional – Contemporâneo - MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi. As fotografias foram dobradas ao meio e grampeadas pela organização e coordenadoria de artes visuais do salão. Pedir todo o material enviado, não podendo utiliza-lo mais, poderia tê-lo destinado ao lixo essas fotografias, mas guardo como instrumento e prova da organização desse salão. Nunca vi tanto descaso por uma organização de um salão pelo material de um artista.
Em outro momento, quando recebi de volta minhas obras de minha exposição individual do museu da Pampulha algumas delas estavam totalmente danificadas por má embalagem, e mau condicionamento. Realizei fotos e filmagem da abertura dos pacotes que me serviram como prova que e foram meus instrumentos de defesa diante ao museu. Passaram-se meses de espera mais o museu pagou finalmente os danos. Honrando seus compromissos, o que não posso falar da organização do 29° SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional - MARP - Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi.




Voltar ao Topo
Visitar a homepage do Usuário
MSN Messenger
Daviana Tenório de Barros



Registrado em: Sábado, 4 de Dezembro de 2004
Mensagens: 1
Localização: Recife
MensagemEnviada: Sáb Fev 26, 2005 4:00 pm    Assunto: Responder com Citação

Para quê servem os salões?! Uma pergunta um tanto estranha e ambigua, provocativa, melhor dito. Os salões, sendo bem direta e ampla, servem para tudo: admirar, odiar, invejar, querer ser como tal, tal vez um pouco menos, tal vez um pouco mais. Os salões são para divulgar, para omitir, esconder, analisar, ver, esquecer, lembrar. Os salões servem para isso: juntar todo tipo de sentimento - partindo do lançamento do edital ao encerramento de tal. Enfim, pra quê dizer mais? (basta apenas pensar)

Andréa Poshar - art. plástica
Henrique Peixe - músico
Heda Helleny - asses. imprensa.

ps. os três da PB - João Pessoa.
Voltar ao Topo

Yahoo Messenger MSN Messenger
Helio Eudoro Rodriguez Ju



Registrado em: Terça-Feira, 8 de Março de 2005
Mensagens: 1
Localização: Porto Alegre
MensagemEnviada: Ter Mar 08, 2005 1:58 pm    Assunto: Fama & Fortuna Responder com Citação

Já participei de diversos salões. Salão Jovem Artista/RS, Salão Porto Alegre, Salão da Camara Municipal/RS , Salão Paranaense ( premiado na última), Salão de Ribeirão Preto (SARP - também premiado) e Salão da Bahia, entre outros.
Considero esta modalidade esgotada. O formato é estagnado, não há uma anterioridade ou continuidade. A comissão julgadora é parcial e previsível. Estamos na era dos curadores e das instituições pseudo culturais. Hoje a marca dos bancos é mais importante do que os artistas. A arte é utilizada para agrear valor ao produto e o curadores, que sobrevivem deste círculo galeria-museu-coleção, utilizam sua influência para demonstrar sua erudição artística a custa de jovens e ambiciosos artistas, selecionando linhas contemporãneas, sempre "dialogando" com alguém ou com algum movimento.
Além disso, o regulamento engessa a inscrição de obras mais arrojadas, e o resultado são conjuntos pífios e desconectados.
Me parece que há uma nova perspectiva com o formato de projeto dos Salões de Minas, Pernambuco e agora do Paranaense. Desta forma, há maior controle no processo e na seleção de projetos, excluindo possiveis aventureiros e oportunistas.
Confesso : hoje só me inscrevo em salões pela grana ! A probabilidade de premiação é bem mais factível do que uma loteria e a lógica é mesma. Pura sorte.
Voltar ao Topo
Visitar a homepage do Usuário
MSN Messenger
Bruno Vieira



Registrado em: Sexta-Feira, 11 de Fevereiro de 2005
Mensagens: 4

MensagemEnviada: Dom Mar 27, 2005 4:52 pm    Assunto: Responder com Citação

Helio, voce cita o salão paranaense pergunto a você o que mudou no formato desse salão ? os salões de pernambunco e de minas gerais conheço as mudanças que são bem similares no formato porém nao tenho informações sobre o que mudou no salão paranaense
abraços
Voltar ao Topo
Visitar a homepage do Usuário
MSN Messenger
Augusto Japiá



Registrado em: Sexta-Feira, 25 de Março de 2005
Mensagens: 3
Localização: Recife
MensagemEnviada: Seg Mar 28, 2005 2:09 am    Assunto: Responder com Citação

Sobre um formato para Salão de Arte...?
Vou dar minha opinião, porque já participei de 4 salões de Arte, sendo premiado em todos eles. O que eu percebo é que não podemos nivelar todos os Salões num só patamar, colocá-los num só formato. Os Salões de Arte devem encontrar o seu perfil, o seu formato mais coerente em relação à sua dimensão e à sua proposta.

1 - Aquele ao qual deve-se mandar trabalhos prontos (por fotografias) e daí selecionar os contemplados.

2 - Aquele ao qual deve-se mandar as próprias obras, para daí selecionar os contemplados.

3 - Aquele ao qual deve-se mandar um projeto (projeto de construção de um trabalho, ainda não realizado), para ser construído a curto prazo.

4 - Aquele ao qual deve-se mandar um projeto de pesquisa (projeto de construção de um ou vários trabalhos, ainda não realizados), para serem construídos a médio ou longo prazo.

Cabe a direção de cada Salão examinar e focar o modelo que melhor lhe convém. Pois como disse antes, cada Salão tem um perfil...e acredito que os curadores e "big boss" dos Salões tem sensatez, sensibilidade e perspicácia suficiente, para definir o que melhor lhes cabe.

Desejo a todos saúde e harmonia em seus lares.

Augusto Japiá
Voltar ao Topo

MSN Messenger
Marcos Coga



Registrado em: Sexta-Feira, 10 de Fevereiro de 2006
Mensagens: 1
Localização: Parana
MensagemEnviada: Sex Fev 10, 2006 9:04 am    Assunto: Salões de Arte... Responder com Citação

Estava vendo este tópico e li sobre o Salão Paranaese...o modelo do ano passo foi simplesmente péssimo...nós artistas paranaenses fomos simplesmente excluidos do Salão por uma comissão curatorial (este nome mesmo). Uma comissão que trabalhou convidando alguns artistas brasileiros. Outros artistas do Mercosul e assim por diante. Não vi nenhum progresso nesta forma de Salão...Sou artista plastico aqui do Parana desde 1988, participo de Salões pelo Brasil. Ao todo 35 Salões com 11 premiações. Bom, é isto...Vamos continuar a mandar mais obras para Saloes...rs
Voltar ao Topo
Visitar a homepage do Usuário
MSN Messenger
Cassia Arcoverde



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969
Mensagens: 1

MensagemEnviada: Qua Fev 11, 2009 8:15 pm    Assunto: Re: Para que servem os salões? Responder com Citação

Bianca escreveu:
Shocked pra abrir espaço para o questionamento, indagação...além de promover o incentivo à cultura

já participei de vários salões, inclusive em outros estados e fora do Brasil, e fui premiada 1o vezes, acho que eles sempre são interesantes para que possamos mostrar nossos trabalhos, (principalmente quando nos acomete uma nova pesquisa ou fase) mas, não acredito que sejam indispensáveis.
Há sempre uma necessidade dos artistas de se afirmarem, somos todos muito necessitados de segurança, ganhando ou perdendo, o importante é que os salões podem em certa fase de nossa tragetória, nos incentivar a continuarmos nas nossas pesquisas.
Existem salões sérios e salões tendenciosos, e nós sabemos bem disso. Curadores, Empresas, e até mesmo Bancos, morrem, mas uma boa obra de arte muito ou pouco reconhecida permanece. Todo artista tem seu público. O que me incomoda é não poder ver os trabalhos que não foram classificados, deveriam ocorrer (ante salões), o público e o pesoal da área deve estar perdendo muita arte boa.
De uma forma ou de outra tem sempre muita gente lucrando com os artistas, e o produto que por eles é colocado no mercado, antes havia mais honra por parte dos curadores e críticos, agora a Curadoria e Patrocinadores, se tornaram mais importantes que a arte.
Voltar ao Topo

Marília Sales



Registrado em: Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969
Mensagens: 1

MensagemEnviada: Qua Mai 19, 2010 5:35 pm    Assunto: Responder com Citação

testando o novo servidor...
Voltar ao Topo

Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder Mensagem    Página Principal -> Para que servem os salões? Todos os horários são GMT - 3 Hours
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Enviar Mensagens Novas: Proibído.
Responder Tópicos Proibído
Editar Mensagens: Proibído.
Excluir Mensagens: Proibído.
Votar em Enquetes: Proibído.


Powered by phpBB © 2001, 2004 phpBB Group
Traduzido por: Suporte phpBB