Página inicial

Cursos e Seminários

 


fevereiro 2020
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
fevereiro 2020
janeiro 2020
dezembro 2019
novembro 2019
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

janeiro 27, 2020

Oficinas com Ana Paula Oliveira, Fernando Limberger e Daniel Caballero na Casa do Parque, São Paulo

Oficinas gratuitas com os artistas da exposição Três paisagens na Casa de Cultura do Parque: Coleta de sementes do Parque Villa-Lobos para plantio, dobraduras em papel e modelagem com argila são as atividades propostas para adultos e crianças com mais de 6 anos.

8 de fevereiro de 2020, sábado, 10h às 13h e 15h às 17h

Casa de Cultura do Parque
Av. Prof. Fonseca Rodrigues 1300, Alto de Pinheiros, São Paulo
11-3811-9264 ou ccparque.com

Como parte das ações do Núcleo Educativo da Casa de Cultura do Parque, serão oferecidas oficinas com os artistas participantes da exposição Três paisagens, em cartaz até 15 de março.

Fernando Limberger e Ana Paula Oliveira iniciam as atividades no dia 8 de fevereiro. Às 10h, Limberger recebe os participantes para uma expedição ao Parque Villa-Lobos, que fica em frente à Casa, em uma ação semelhante a que ele realizou para criar a instalação Paisagem reflexa (2019), obra que faz parte da mostra e que propõe uma relação entre paisagem e paisagismo.

Durante muitos meses, Limberger, que também é paisagista, coletou e preparou sementes do parque para então plantar sobre um desenho de inspiração modernista – que nunca vai se completar, pois algumas sementes não vão germinar e outras requerem mais tempo que o da exposição.

Na primeira parte da oficina, o artista vai orientar na localização e coleta de sementes de espécies herbáceas, arbustivas e arbóreas disponíveis no parque nesta época do ano. Na segunda etapa, de volta à Casa de Cultura do Parque, os participantes recebem noções básicas sobre secagem, identificação das espécies e preparação para o plantio.

No mesmo dia, às 15h, Ana Paula Oliveira propõe uma oficina de dobraduras em papel que está presente em Tempo hábil (2019), trabalho inédito para a exposição em cartaz. A obra é composta por seis dormentes de madeira presos por cintas para amarrar carga de caminhão, que sustentam a peças formando uma pirâmide triangular suspensa. De uma das arestas desta pirâmide, saem 5 mil dobraduras de papel na forma de cigarra invadindo o espaço.

Nesta oficina, Oliveira ensina técnicas básicas da tradicional técnica japonesa, o origami, para os participantes confeccionarem dobraduras de cigarra, pássaro tsuru, pirâmide, cubo e outras, sempre sobre quadrados perfeitos de papel.

No encerramento da mostra Três paisagens, dia 14 de março, às 15h, Daniel Caballero conta a história de São Paulo partindo da formação vegetativa da cidade para realizar a oficina Histórias da terra vermelha. Neste encontro, os participantes fazem exercícios de modelagem com argilas e com terra vermelha, uma característica dos Campos de Piratininga, local onde a cidade de São Paulo começou.

Na dinâmica da oficina, Caballero introduz a prática da modelagem, enquanto amplia o repertório imaginativo, numa relação de empatia pelo solo e senso de lugar.

Oficinas com os artistas da exposição Três paisagens

Paisagem reversa: coleta e preparação de sementes para o plantio
Com Fernando Limberger
Data: 8 de fevereiro, sábado, das 10h às 13h
Vagas: 15 pessoas (crianças a partir de 6 anos e adultos )

Tempo hábil: dobraduras em papel
Com Ana Paula Oliveira
Data: 8 de fevereiro, sábado, das 15h às 17h
Vagas: 15 pessoas (crianças a partir de 6 anos e adultos)

Histórias da terra vermelha: modelagem em argila
Com Daniel Caballero
Data: 8 de fevereiro, sábado, das 15h às 17h
Vagas: 15 pessoas (crianças a partir de 6 anos e adultos)

Inscrição pelo email contato@ccparque ou pelo whatsapp 11-99797-5058

Três Paisagens, exposição com Ana Paula Oliveira, Daniel Caballero e Fernando Limberger
Visitação: quarta a sexta, das 11h às 19h, sábados e domingos das 10h às 18h, até 15 de março de 2020

Sobre A Casa de Cultura do Parque

A Casa de Cultura do Parque, inaugurada em março de 2019, oferece oportunidades de vivências criativas e plurais no campo das artes e do conhecimento. A programação abarca exposições de arte, oficinas e apresentações musicais, além de cursos no campo artístico. São ações diversas, que se complementam, e que fazem da Casa do Parque um espaço singular no contexto cultural da cidade de São Paulo. O Núcleo Educativo oferece visitas mediadas às exposições da Casa de Cultura do Parque para grupos de escolas públicas e privadas, além de promover debates, ciclo de palestras e oficinas para diferentes públicos.

Posted by Patricia Canetti at 4:39 PM

Creativity Masterclass - A exceção é a regra com Charles Watson no Ling, Porto Alegre

Em meio a densas redes de interconectividade, alta velocidade e sobrecarga de informação, estamos experimentando alterações num ritmo nunca antes testemunhado na história humana. O paradigma reducionista da eficiência implementado por Winslow Taylor e Henry Ford no início do século XX, embora ainda seja importante, não é mais suficiente para enfrentar a complexidade desconcertante deste novo mundo que está diante de nós. Futuros imprevisíveis já não são suscetíveis aos nossos métodos de análise e sugerem a implementação de novos modelos de investigação. Como disse um ex-diretor da Intel, Andrew Grove, “Os padrões de sucesso do passado geram a complacência que leva ao fracasso futuro”. Surpreendentemente, fatores cognitivos antes associados com atividades artísticas (pensamento divergente) estão se tornando indispensáveis neste cenário mundial.

19, 20 e 21 de março de 2020

Instituto Ling
João Caetano 440, Três Figueiras, Porto Alegre, RS
Inscrições online

Metodologia: usando metáforas extraídas da evolução darwiniana, da ecologia e de sistemas adaptativos complexos – como o sistema imunológico e o comportamento de animais sociais, o curso discute a urgência da elaboração de novos instrumentos para a geração de possíveis respostas para problemas que ainda estão por vir. O MasterClass 02 / A Exceção é a Regra consiste em 5 palestras escolhidas a partir de um repertório de 11 temas disponíveis neste módulo – esta escolha será efetuada de acordo com as particularidades da composição de cada grupo.

Temas

01. THE IRIDIUM ANOMALY (Evolução como Metáfora, Exaptação, Etapas Incipientes…)
02. SERENDIPITY, CHANCE, EXAPTAÇÃO: (a necessidade do acaso no Sistema)
03. SISTEMAS COMPLEXOS ADAPTÁVEIS (a dicotomia Top Down / Bottom Up)
04. ROBUSTEZ / RESILIÊNCIA: (O declínio de um paradigma / adaptabilidade organizacional sustentado)
05. PADRÕES DE SUCESSOS PASSADOS: (Experiência é Traiçoeira)
06. EFEITO EINSTELLUNG / FUNCTIONAL FIXEDNESS / CONFIRMATION BIAS (as travas cognitivas)
07. SÍNDROME DO SEGUNDO PRODUTO: (Sucesso como Fracasso)
09. A EXCEÇÃO É A REGRA: (inserção do anárquico no sistema)
08. O EFEITO OVERVIEW (stepping back / o olhar do outro)
10. CONHECIMENTO TÁCITO (a internalização de informação)
11. OLHAR DO OUTRO / A EXPERIENCIA É TRAIÇOEIRA / METACOGNIÇÃO

Sobre o professor

Charles Watson é formado pela Bath Academy of Art, Inglaterra. É professor da EAV Parque Lage, onde foi vice-presidente, participante do conselho de direção e coordenador do núcleo de pintura. Dirigiu o Prêmio Johnnie Walker de Arte Contemporânea e foi diretor no Centro de Arte Hélio Oiticica – RJ. Foi avaliador de portfólios para Universidade das Artes de Londres (Central St. Martins, Camberwell, Chelsea, London School of Fashion, London School of Design). Instrutor e palestrante sobre O Processo Criativo para diversas empresas e instituições, incluindo Globo, Natura,Ipiranga, Dow Chemical Brasil e Vale do Rio Doce. Idealizador e diretor do projeto Dynamic Encounters International Art Workshops.

Informações gerais

Período: 19, 20 e 21 de março de 2020
Dia da semana: quinta, sexta e sábado
Duração total: 12h
Horário: quinta e sexta das 18h às 22h e sábado das 9h às 13h

Valores

Lote 01: R$ 650,00 até 16/02;
Lote 02: R$ 700,00 até 08/03;
Lote 03: R$ 800,00 até 19/03

Inscrições online. A realização dos cursos do Instituto Ling depende da obtenção do número mínimo de matrículas.

Posted by Patricia Canetti at 3:48 PM

Chamada Pública de Redistribuição de Cargos em Artes Visuais para UFU, Uberlândia

A chamada pública visa o recebimento de propostas para o preenchimento de cargo de professor do magistério superior, mediante processo de Redistribuição de Cargos de outras Universidades Federais para o Instituto de Artes, campus Santa Mônica, em Uberlândia-MG.

Inscrições por email de 4 a 8 de fevereiro de 2020 (23h59)

Universidade Federal de Uberlândia
Diretoria do Instituto de Artes
Av. João Naves de Ávila 2121, Bloco 3E, Bairro Santa Mônica, Uberlândia-MG, CEP 38400-902
34-3239-4515

Área de Conhecimento
Artes Visuais

Subárea
Tridimensional com ênfase em instalação/performance

Qualificação Mínima Exigida
Graduação nas áreas de Artes Plásticas ou Artes Visuais ou Educação Artística com Habilitação em Artes Plásticas. Mestrado e/ou Doutorado na área de Artes ou Artes Visuais, com pesquisa na subárea de instalação e/ou performance.

Regime de Trabalho
40 horas, dedicação exclusiva

Número de vagas
01 (uma)

Acessar links para edital e formulário de inscrição.

Inscrição 04/02/2020 a 08/02/2020
e-mail: secretaria@iarte.ufu.br

Resultado Preliminar 14/02/2020
internet: www.iarte.ufu.br

Pedidos de Revisão 15/02/2020 a 18/02/2020
e-mail: secretaria@iarte.ufu.br

Resultado Final 21/02/2020
internet: www.iarte.ufu.br

Posted by Patricia Canetti at 12:36 PM

janeiro 23, 2020

Cursos de férias 1º semestre de 2020 no Masp, São Paulo

MASP oferece cursos de férias a partir de janeiro, com atividades que compõem o ciclo temático de 2020 e se dedica às “Histórias da dança”; professores da rede pública têm bolsa integral.

27 de janeiro a 6 de março de 2020

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP
Av. Paulista 1578, Bela Vista, São Paulo, SP
11-3149-5958, 97202-3051 ou escola@masp.org.br

Parte do núcleo de Mediação e Programas Públicos do museu, o MASP Escola oferece, de janeiro a março de 2020, cursos de férias voltados a todos os interessados em temas gerais da história da arte, com ou sem formação na área.

Com docentes especializados, visitas às exposições temporárias, à mostra de longa duração “Acervo em transformação” e a outros equipamentos culturais da cidade, a programação do MASP Escola será pautada pelas “Histórias da dança”, ciclo temático que serve de base às atividades do museu neste ano. O tema se insere no debate atual sobre a presença de corpos em movimento em instituições de arte.

O MASP Escola tem o intuito de aproximar ainda mais os frequentadores do museu e proporcionar uma experiência de aprendizado dinâmica e crítica, em que todos possam construir seu repertório a partir de um olhar diverso e plural da arte. Para isso, o núcleo de Mediação e Programas Públicos também oferece bolsas de estudo para professores da rede pública em qualquer nível de ensino.

Cada professor pode ser contemplado com uma bolsa por semestre. O curso exige, no mínimo, 75% de presença. A inscrição demanda uma carta de intenção, que será utilizada como critério para a seleção dos bolsistas. Para concorrer a uma bolsa, preencha o cadastro disponível através da opção bolsas para professores da rede pública na página de cada curso. As vagas são limitadas.

Já quem participa do programa de sócios de museu, o Amigo MASP, tem 15% de desconto em todos os cursos.

PROGRAMA
Os títulos abaixo são links para mais informações

As donas do espaço: arquitetura, design e feminismo
Com Silvana Rubino
27, 28, 29, 30 e 31.01.2020, 19h às 21h30
(5 aulas)

As roupas que dançam: trajes de cena em movimento
Com Hanayrá Negreiros
03, 04, 05, 06 e 07.02.2020, 19h às 21h
(5 aulas)

Trajetórias extraordinárias: mulheres dos séculos 16 e 17
Com Juliana Ferrari Guide
04, 05, 06 e 07.02.2020, 16h às 18h30 (Vespertino)
(4 aulas)

Corpo, ritmo e dança: história da arte pelo acervo MASP
Com Felipe Martinez
10, 11, 12, 14 e 15.02.2020, 19h às 21h30
(5 aulas)

Leonor Antunes: visões arquitetônicas
Com Denis Joelsons
10, 11, 13 e 14.02.2020, 15h às 17h30
(4 aulas)

Trajetórias extraordinárias: mulheres dos séculos 16 e 17
Com Juliana Guide
17, 18, 19 e 20.02.2020, 19h às 21h30 (Noturno)
(4 aulas)

Uma breve história da arte no Brasil
Com Priscila Sacchettin
17, 18, 19, 20 e 21.2.2020, 15h as 17h
(5 aulas)

O lugar da imagem na literatura: moderna e contemporânea
Com Veronica Stigger
02, 03, 04, 05 e 06.03.2020, 19h as 21h30
(5 aulas)

Posted by Patricia Canetti at 9:44 AM

Palestras em torno da “Força Precisão Leveza – aço e criação artística” no IED, Rio de Janeiro

O coletivo CRIA, o designer Claudio Lamas e o arquiteto catalão Josep Ferrando fazem conversas abertas e gratuitas no IED sobre os diversos usos do aço, da indústria à arte. As palestras giram em torno da exposição Força Precisão Leveza – aço e criação artística, em cartaz no MAM Rio, e os participantes poderão integrar a visita guiada à mostra.

28, 29 e 31 de janeiro de 2020, às 19h

Istituto Europeo di Design - IED
Av. João Luis Alves 13, Urca, Rio de Janeiro, RJ
21-3683-3786
Entrada gratuita com inscrições online

O IED (IstitutoEuropeodi Design) realiza de 28 a 31 de janeiro de 2020, às 19h, uma série de palestras em torno da exposição Força Precisão Leveza – aço e criação artística, em cartaz no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro até o próximo dia 2 de fevereiro, que reúne esculturas em aço criadas por três grandes artistas – Franz Weissmann(1911-2005), Amilcar de Castro (1920-2002) e Waltercio Caldas (1946), com curadoria de Franklin Espath Pedroso. A exposição tem patrocínio da Ternium e apoio do IED.

O aço tornou-se no mundo contemporâneo um protagonista ilustre no fazer, seja na arquitetura, na engenharia, nas artes plásticas ou no design. Para discutir as diferentes formas do uso do aço como matéria-prima, lançando novos olhares e perspectivas, o IED convidou o coletivo CRIA, que abordará a expografia desenvolvida para a mostra no MAM; o designer Claudio Lamas, professor dos cursos Design de entretenimento, Design de produto e Design de mobiliário, irá destacar designs clássicos em aço; e o arquiteto catalão Josep Ferrando, mentor do curso master MA.DE.IN – Design do Espaço, mostrará projetos feitos a partir do aço.

Sugere-se aos interessados que façam inscrições prévias, e todos os inscritos nas palestras, que fizerem o check in no IED, poderão visitar a exposição no MAM no dia 1º de fevereiro, com visita guiada e gratuita.

PROGRAMAÇÃO

28 de janeiro de 2020, às 19h
Coletivo CRIA – Conceito e realização do projeto expográfico de “Força Precisão Leveza – aço e criação artística”
Inscrições online

O Coletivo CRIA é formado por quatro ex-alunas do IED Rio:Cissa Baiseredo, Mariana Albuquerque, Raffa Chinelli e Paula Costa, que atuam em projetos onde o espaço é o principal elemento. O grupo cria conceitos para exposições, cenografias e eventos. O projeto expográfico da exposição “Força Precisão Leveza – aço e criação artística”foi desenvolvido sob a responsabilidade do coletivo com apoio do IED. Neste encontro, o grupo contará sobre as experiências e como foi a jornada: da conceitualização à realização deste desafio.

29 de janeiro de 2020, às 19h
Claudio Lamas– Designs Clássicos em Aço
Inscrições online

Carioca, nascido em 1960, Claudio Lamas possui graduação em Desenho Industrial pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1982), especialização em Ergonomia pela Fundação Getúlio Vargas (1989), mestrado em Design pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2002) e doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2012). Até 2018 foi professor assistente 1 do Instituto de Artes e Design da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Desenho de Produto. Atua principalmente nos seguintes temas: história do design, história do design no Brasil e história do design aeronáutico, tendo publicado o livro “Luftwaffe Confidential– Fundamentals of Modern Aeronautical design”, publicado pela editora alemã EQIP, em 2012. Atualmente participa dos seguintes cursos do IED: Design de entretenimento, Design de produto e Design de mobiliário.

31 de janeiro de 2020, às 19h
Josep Ferrando – “Infra estructuras Habitables”
Inscrições online

Sobre Josep Ferrando: Mentor do curso Master MA.DE.IN - Design do Espaço, é arquiteto catalão que combina o design e a construção com suas atividades acadêmicas. Ministra aulas em diferentes universidades desde 1998, como: Escola Técnica Superior d’Arquitectura de Barcelona (ETSAB), La Salle Engineering y Architecture School, University of Illinois at Chicago (UIC), IED Barcelona y Escola de Disseny i Art de Barcelona (Eina). Foi professor convidado da Hochschulefür Technik Zürich (HSZT), Escola da Cidade em São Paulo, Universidade Positivo (UNICENP) em Curitiba, Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Universidad Torcuato di Tella de Buenos Aires (UTDT). Deu palestras em diversas universidades, incluindo a Harvard Graduate Schoolof Design, Cornell University, Universidad de Palermo in Buenos Aires, Universidade de Illinois em Chicago, e na conferência da União Internacional de Arquitetos (IUA) em Tokyo. Seu trabalho tem sido exibido em diversos países incluindo os Estados Unidos, Suíça, Suécia, Noruega, Portugal, e em Galerias de Arquitetura Prestigiadas, como a Aedes Berlin e eventos como a Biennale di Architettura em Veneza.

Posted by Patricia Canetti at 9:27 AM

janeiro 22, 2020

Programação de Férias na Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro

No mês de janeiro a Educação do Instituto Casa Roberto Marinho preparou uma programação especial de férias pensando nas crianças e suas famílias, assim como na participação do público jovem e adulto. A programação inclui workshops, contações de histórias, ateliês de arte e visitas temáticas nas exposições em cartaz “O Jardim” e “Duplo Olhar”.

O Instituto está situado em uma franja da Floresta da Tijuca, o jardim, projetado por Burle-Marx, faz a transição com a mata. Parte das experiências e propostas estarão em diálogo com esse espaço externo a Casa, promovendo uma vivência com a natureza e a estética pensada pelo paisagismo.

O diálogo entre o acervo em exposição, que inclui importantes obras modernistas da coleção, e os espaços externos visam proporcionar experiências de criação compartilhada, diálogo e convivência entre adultos e crianças que relacionem a arte o mundo e a particularidade de cada olhar.

Resumo da programação

> Nas quartas as visitas para público espontâneo às 16h permanecem na nossa programação (sugestão de faixa etária: a partir de 3 anos);

> Quinta a domingo, visitas às 14h e às 16h e sempre um Ateliê de Arte às 15h30 que a cada semana terá uma técnica a ser explorada (sugestão de faixa etária: a partir de 3 anos);

> Nos sábados e domingos, 18 e 19, 25 e 26 às 11h contações de histórias se inspiram em temáticas da exposição. Contadora: Tatiana Henrique (sugestão de faixa etária: a partir de 3 anos);

> Nos dias 30 e 31, workshop de fotografia “Natureza Morta | Natureza Viva” com a fotógrafa Claudia Tavares. A proposta relaciona reflexões sobre as exposições em cartaz, a partir da temática natureza morta e o jardim de Burle Marx. Com exercícios práticos de fotografia e experiências no Ateliê de Educação.

IMPORTANTE: Crianças devem estar acompanhadas de seus responsáveis em toda programação.

SEMANA 1
de 16 a 19 (de quinta a domingo)

Ateliês de arte / Experiências em gravura – sempre às 15h30
Nesta semana os ateliês terão como propósito explorar técnicas de impressão, como serigrafias, carimbos e gravuras em matrizes utilizando materiais recicláveis. A exposição “O Jardim” que conta com obras de 11 artistas com técnicas de impressões diversas será nosso ponto de partida para as experiências no Ateliê de Educação.

Visita a exposição “O jardim” - 14h

Visita a exposição “Duplo Olhar” - 16h

SEMANA 2
de 23 a 26 (de quinta a domingo)

Ateliês de arte / Experiências em técnicas mistas – sempre às 15h30
Nesta semana os ateliês terão como propósito explorar técnicas diversas na realização de um mesmo trabalho, como impressão, desenho, pintura etc. A exposição “O Jardim” e “Duplo Olhar” serão exploradas a partir da perspectiva de uma conversa sobre a diversidade técnica encontrada no processo dos trabalhos para inspirar as experiências práticas no Ateliê de Educação.

Visita a exposição “O jardim” - 14h

Visita a exposição “Duplo Olhar” - 16h

SEMANA 3
de 30 a 2 (de quinta a domingo)

Ateliês de arte / Experiências com fotografia – sempre às 15h30
Nesta semana os ateliês terão como propósito explorar técnicas fotográficas, desde exercícios de fotografar no jardim, até experiências com revelação e uso de técnicas como o fotograma, que podemos encontrar na exposição “Duplo Olhar” em algumas fotografias modernas brasileiras. O participante poderá experimentar a artesania utilizada por fotógrafos para produzir suas imagens em meados do século passado em nosso Ateliê de Educação.

Visita a exposição “O jardim” - 14h

Visita a exposição “Duplo Olhar” - 16h

Contação de Histórias – Sábados e Domingos às 11h
Dias 18 e 19, 25 e 26

As Histórias se inspiram em pontos e reflexões, que, de alguma forma, podemos encontrar nas exposições em cartaz, assim, histórias como a “A pipa e a Flor” do educador Rubem Alvez, compõe uma narrativa que nos aproxima da exposição “O Jardim”, assim como “Ecubu e o tempo dos espelhos” nos remete conceitualmente ao auto retrato, temática presente na exposição “Duplo Olhar”.

Contadora Tatiana Henrique - É atriz, contadora de histórias, educadora e diretora teatral. Desenvolve sua pesquisa na linguagem corporal em contos e mitologias ameríndias, africanas, afro-brasileiras e indianas.

> 18 de janeiro - A pipa e a flor
O amor nos faz voar...o amor nos faz pousar... mas quando é que o amor deixa de ser amar? Este conto do educador e poeta Rubem Alves nos apresenta três possíveis respostas, será que podemos criar uma quarta?

> 19 de janeiro - Como surgiu a bacaba
As aldeias viviam em paz na serra do Tumucumaque, até que alguns sinais anunciaram o que estava por vir...
Conto etiológico do Amapá, sobre o surgimento da palmeira Bacaba

> 25 de janeiro - Ecubu e o tempo dos espelhos
A menina-serpente nasceu no Tempo dos Espelhos, quando todo os seres se entendiam...
Reconto de Ilma Maria Canauna. Ecubu,

> 26 de janeiro - A devota das almas
Quando alguém promete algo que não se pode cumprir, o que se faz? Acende uma vela e apela pras almas!
Conto popular de Minas Gerais.

Workshop de fotografia “Natureza Morta | Natureza Viva”
Dia 30, quinta-feira - de 14h30 às 17h30
Dia 31, sexta-feira - de 15h30 às 17h30

A fotógrafa Claudia Tavares busca pensar as relações: vivo/ morto, dentro/ fora, cor/ preto e branco. Partindo da observação de obras fotográficas que compõem a temática natureza morta na exposição “Duplo Olhar”, e de obras da exposição “O Jardim”, além de um passeio pelo jardim da Casa Roberto Marinho, os participantes irão produzir imagens que serão impressas formando um painel coletivo de todos os inscritos.
15 vagas, com inscrições prévias por e-mail. (a partir de 15 anos)

*o workshop é continuado, para se inscrever é necessário ter disponibilidade para os dois dias. Ao final terá certificado de quem tiver presença em todo o curso.

Claudia Tavares é Doutora em Processos Artísticos Contemporâneos pelo Instituto de Artes da UERJ. Usa as linguagens da fotografia, vídeo e instalação e está interessada nas muitas relações possíveis entre arte e natureza. Seu recente projeto “Um Jardim em Floresta” foi selecionado para ser exibido no Palácio das Artes, em Belo Horizonte e no Paço Imperial, no Rio de Janeiro, ambos em 2018 e ganhou o Prêmio Chico Albuquerque de Fotografia, da SECULT do Ceará, na categoria Outras Visões.

Posted by Patricia Canetti at 5:51 PM

janeiro 19, 2020

Programa de Residências Linha 2020/01 - Inscrições

O Programa de Residência do Linha, em Porto Alegre, selecionará até 12 artistas para trabalharem nos ateliês compartilhados do prédio, sob orientação das curadoras convidadas Gabriela Motta e Fernanda Albuquerque, e da curadora geral do Linha, Luísa Kiefer. O Programa prevê uma série de encontros para discussão e acompanhamento da produção do projeto proposto, bem como saídas de campo e open studios para convidados do meio artístico. O novo formato fortalece a atuação do Linha também como espaço de formação.

Inscrições até 2 de fevereiro de 2020

Linha
Av. São Pedro 540, São Geraldo, Porto Alegre, RS

A residência tem duração de 5 meses e após a finalização estão previstas exposições coletivas que darão conta de mostrar ao público aquilo que foi produzido ao longo do primeiro semestre. Dúvidas podem ser encaminhadas para linhapoa.curadoria@gmail.com

Sobre o Linha

O Linha é um espaço independente de artes visuais, localizado em Porto Alegre. Um lugar aberto, múltiplo e inovador, que tem como principal objetivo promover o acesso de diferentes públicos à arte e aos artistas. Para isso, está organizado em três eixos centrais: ateliês de artistas, com um Programa de Residência, galeria e bar. Reúne, em um mesmo espaço, formação, produção, difusão e pesquisa em artes visuais.

No prédio de quatro andares, localizado na Av. São Pedro, no quarto distrito, há 3 ateliês compartilhados e um individual. Os artistas residentes são selecionados por meio de edital público e são acompanhados por curadores que propõem interlocuções, diálogos e orientação ao longo de sua permanência no Linha. Além dos ateliês, exposições, oficinas, workshops, exibição de filmes e outras atividades ligadas ao campo cultural tem espaço no bar e na galeria.

Instagram / Facebook

EDITAL
Programa de Residências Linha 2020/01

1. Apresentação

O LINHA é um espaço autônomo de artes visuais, localizado na Av. São Pedro, no quarto distrito, em Porto Alegre. Um lugar aberto, múltiplo e inovador, que tem como principal objetivo promover o acesso de diferentes públicos à arte e aos artistas, bem como ser um espaço de formação, produção, difusão e pesquisa em artes visuais. Para isso, está organizado em três eixos centrais: programa de residências, galeria e bar.

Este edital destina-se à ocupação dos ateliês e está aberto a todos artistas que desejem participar do Programa de Residências - Linha, ao longo do primeiro semestre de 2020. Durante cinco meses, os artistas selecionados trabalharão em um ateliê compartilhado e serão acompanhados por uma equipe curatorial. Ao longo do período, ocorrerão encontros mensais de orientação e discussão dos projetos em desenvolvimento, bem como formação de uma bibliografia comum, saídas de campo, open studio​ com participação de convidados do circuito das artes e comidas compartilhadas com discussões sobre temas e tópicos pertinentes. Nos dois meses seguintes ao término da residência, serão realizadas exposições coletivas, por grupos, para mostrar a produção realizada no período.

Como queremos manter o Linha como um espaço aberto, de constante troca e compartilhamento, para que possamos aproximar as artes do nosso dia a dia, os artistas que se candidatam ao programa deverão estar dispostos a receber, vez ou outra, o público visitante que possa querer conhecer os trabalhos em desenvolvimento.

2. Objetivo

Este edital tem como objetivo selecionar os artistas que irão participar do Programa de Residências - Linha, ao longo do primeiro semestre de 2020 (de março a julho).

3. Das vagas

São oferecidas até 12 vagas.

4. Das atribuições do Linha

4.1. O Linha oferece: Um espaço de trabalho em uma sala a ser compartilhada por até 4 artistas, com cerca de 53m 2 ; mesa de trabalho e cadeira; wifi de alta velocidade no prédio inteiro; banheiros equipados com chuveiro e tanque para limpeza de materiais; infraestrutura e limpeza das áreas comuns; divulgação do artista e de sua produção por meio das redes sociais do Linha e eventuais veículos de comunicação; possibilidade de expor e vender trabalhos no bar e em outras áreas previamente delimitadas pela equipe do Linha, conforme item 12.3 deste edital; possibilidade de realizar workshops/oficinas pagos, conforme item 12.4 deste edital.

4.2. O Programa de Residência consiste em:

- acompanhamento da produção pela equipe curatorial, com encontros mensais em grupos de até 4 artistas, para discussão e orientação a respeito da produção em desenvolvimento, visando a profissionalização do artista;
- dois encontros para partilhar uma refeição e discutir tópicos pertinentes a serem escolhidos pelo grupo;
- duas saídas de campo (ateliês de artistas, exposições, museus);
- um open studio, com a participação de críticos e curadores convidados para conhecerem a produção desenvolvida no Linha;
- participação do artista em uma exposição coletiva, organizada pela equipe curatorial, a ser realizada nos meses seguintes ao término do período de residência (agosto e setembro).

5. Das atribuições dos candidatos

Todos os candidatos se comprometem a:
- respeitar as regras da casa e do ateliê compartilhado, bem como firmar o contrato proposto pelo Linha para dar início a sua participação no Programa de Residência;
- participar das atividades propostas pela equipe de curadoria e dos encontros mensais de orientação;
- estar aberto, vez ou outra, a receber visitas em seu ateliê, uma vez que a ideia do prédio é funcionar também como ateliê aberto;
- fornecer à equipe do Linha material para divulgação da sua obra e do projeto em desenvolvimento.

6. Do investimento

A mensalidade do Programa de Residência é de R$ 650,00. Neste valor está incluído o espaço de trabalho, a infraestrutura e o acompanhamento da equipe curatorial.

6.1 Da forma de pagamento

A mensalidade será paga via depósito bancário até o dia 10 de cada mês. O não pagamento até a data estipulada implicará em multa de 2% e juros de 0,5% ao dia, conforme regras do contrato.

7. Do período de permanência

O Programa de Residência tem duração de 5 meses. Caso o artista opte por sair antes, ele deverá dar aviso prévio de 1 mês, para que a vaga possa ser preenchida por um candidato suplente. O aviso poderá ser feito de duas formas: permanência durante o mês do aviso ou o pagamento da mensalidade integral e saída do ateliê na data escolhida.

8. Das inscrições

As inscrições serão feitas exclusivamente online. O interessado em participar do Programa de Residências - Linha 2020/01 deverá preencher a ficha de inscrição disponível no link http://bit.ly/formulariolinha2020 e enviar por email (assunto: Inscrição Programa de Residências - NOME DO ARTISTA), para o endereço linhapoa.curadoria@gmail.com, em um único arquivo pdf: portfólio (cujo nome do arquivo deverá ser o nome do artista), incluindo:

- dados para contato
- minibio
- currículo /
- imagens de trabalhos, com ficha técnica das obras apresentadas (título, data, materiais, dimensões, etc.)

O arquivo final não deverá ultrapassar 10MB.

9. Da seleção

A seleção se dará por meio da avaliação do dossiê e da ficha de inscrição. Serão levados em consideração a consistência da produção e a coerência e a viabilidade do projeto proposto para ser desenvolvido ao longo da residência.

9.1. A análise dos dossiês será realizada pela mesma equipe curatorial que será responsável pelo acompanhamento dos artistas ao longo do período de residência.

9.2. A divulgação do resultado será realizada por email e pelas redes sociais do Linha.

10. Cronograma

Lançamento do edital - 19/12/2019
Encerramento das inscrições - 02/02/2020
Divulgação dos artistas selecionados - 17/02/2020
Envio da documentação - 18 a 21/02/2020
Chamada de suplentes - 27/02/2020
Início da residência - 02/03/2020

11. Da equipe curatorial

A equipe curatorial do Programa de Residência - Linha 2020, primeiro semestre, será composta por:

Fernanda Albuquerque. Curadora, pesquisadora e professora do Curso de Museologia, da Especialização em Práticas Curatoriais e do Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio, todos eles da UFRGS. É Doutora em Artes Visuais – História, Teoria e Crítica pela UFRGS (2015), com estágio na University of the Arts London (UAL). Foi Curadora Assistente da 8a Bienal do Mercosul (2011) e Curadora de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo (2008-2010). Já desenvolveu projetos para instituições como Instituto Tomie Ohtake, Bienal de São Paulo, Goethe Institut Porto Alegre, Santander Cultural, Bienal do Mercosul, Galería Gabriela Mistral, Fundação Ecarta, Museu Murillo La Greca e Centro Universitário Maria Antonia. Desde 2014, realiza, em parceria com Mônica Hoff, o Laboratório de Curadoria, Arte e Educação, com edições em Porto Alegre, Florianópolis, Rio de Janeiro, Vitória e São Paulo. Em 2010, recebeu o prêmio Estudos e pesquisas sobre arte e economia da arte no Brasil​, oferecido pela Fundação Bienal de São Paulo.

Gabriela Motta. Curadora, crítica e pesquisadora em artes visuais. Doutora em Teoria, Ensino e Aprendizagem da Arte, pela USP (2015), e mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). É bolsista do PNPD/CAPES - PPGAV-UFPEL (2016 – 2020). Entre os projetos de reconhecidas instituições nas quais atuou estão o Prêmio IP Capital Partners de Arte – PIPA 2015; Prêmio Marcantonio Vilaça CNI-SESI/2014; Rumos Itaú Artes Visuais, edição 2011/2013 e edição 2008/2010; projetos com as instituições MAC – USP, MAC Niterói e Fundação Iberê Camargo. Em 2010 foi contemplada com a Bolsa Funarte de Estímulo à Produção Crítica em Artes Visuais. É autora do livro “Entre olhares e leituras: uma abordagem da Bienal do Mercosul”, publicado pela editora ZOUK. Tem artigos publicados em diversas revistas especializadas e em catálogos sobre arte contemporânea.

Luísa Kiefer. Curadora geral do Linha. É Doutora em História, Teoria e Crítica de Arte pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS. Realizou estágio doutoral no departamento de fotografia da School of Media, Arts and Design da University of Westminster, Londres, Inglaterra. É Mestre em História, Teoria e Crítica de Arte pelo mesmo programa e jornalista formada pela PUCRS. Desde 2013, atua como curadora independente, tendo realizado exposições em diversos espaços de arte de Porto alegre, como Fundação Ecarta, Galeria Gestual, Espaço Cultural ESPM, Galeria Mamute, Sala Branca da Galeria Alice Floriano, Instituto Ling e Fundação Vera Chaves Barcellos. É proprietária do Atelier das Pedras, espaço que abriga o acervo da artista Gisela Waetge.

12. Das disposições gerais

12.1. São oferecidas até 12 vagas. O Linha não tem a obrigação de preencher todas as vagas ofertadas, ficando esta decisão a cargo da comissão de seleção.

12.2. São encorajadas e desejadas produções em diferentes técnicas para promover a multiplicidade das artes visuais.

12.3 Será permitida a comercialização de obras dentro do espaço do ateliê, ao longo do período de residência do artista no Linha. Tais vendas serão de inteira responsabilidade do artista.

12.4. O artista interessado poderá propor a realização de workshops e oficinas pagos. O Linha se ocupará da divulgação e do gerenciamento das inscrições. O Linha ficará com uma taxa de 30% sobre o valor total das inscrições.

12.5. O Linha não se responsabiliza por oferecer equipamentos eletrônicos, tais como computador, câmera fotográfica, impressora, nem demais materiais de produção, como folhas, lápis, réguas, tintas, pincéis, etc., ficando estes a cargo dos artistas residentes. No entanto, o espaço poderá contribuir para a aquisição de materiais por meio de ações e campanhas articuladas entre a equipe do Linha e o artista.

12.5.1. Materiais (eletrônicos ou não) adquiridos por meio de ações e campanhas feitas pela equipe do Linha em parceria com o artista, ao término do período de permanência do artista, serão incorporados ao patrimônio do Linha.

12.6. O artista receberá o seu espaço de trabalho limpo e organizado. Será de sua responsabilidade mantê-lo assim pelo bom convívio no espaço, já que os ateliês são compartilhados. Ao término do seu período, o artista deverá entregar o espaço nas mesmas condições em que o recebeu (salvo pintura das paredes).

12.7. O curador geral será responsável pela interlocução entre os ocupantes dos ateliês e demais integrantes da equipe do Linha. Junto aos artistas, ele auxiliará na resolução de eventuais necessidades e problemas, encontrando as soluções e as medidas cabíveis, bem como na organização da programação de outros eventos.

12.8. A equipe curatorial, formada por 2 curadores convidados e o curador geral, será responsável por conduzir o Programa de Residências, organizando os encontros mensais de orientação, bem como as demais atividades.

12.9. No início da vigência do Programa de Residência, será firmado um contrato entre o Linha e o artista, no qual constarão todas as regras da casa e as atribuições de cada parte. Este contrato regerá a permanência do artista no Linha.

12.10. Cada artista receberá uma chave do prédio – para uso pessoal e intransferível – e poderá usar o espaço do ateliê diariamente. É expressamente vedado o pernoite.

12.11. O Linha não se responsabilizará por itens individuais, tais como materiais e obras. O cuidado com os pertences pessoais e trabalhos é de inteira responsabilidade do ocupante. O Linha oferece armários que poderão ser fechados com cadeado.

12.12. Dúvidas deverão ser enviadas por email para linhapoa.curadoria@gmail.com, com o assunto “Dúvida edital”.

Linha
Av. São Pedro, 540 - São Geraldo Porto Alegre - RS

FONTE
Edital completo
Formulário de inscrição

Posted by Patricia Canetti at 4:29 PM

Creativity MasterClass - Visualização com Charles Watson no Tomie Ohtake, São Paulo

O termo visualização refere-se ao processo de pensar através de imagens ao invés de palavras. Apesar de ser uma poderosa ferramenta para a conceitualização criativa, tem sido sistematicamente negligenciada nas estruturas educativas existentes. Incluindo entrevistas com dezenas de profissionais de várias áreas de atuação, o workshop abrange todos os aspectos de visualização considerados fundamentais para um desempenho criativo otimizado. São ao todo 4 palestras – Percepção, Thinking, Seeing e Doing. E o mais autônomo e prático de todos os workshops da série, com diversos exercícios destinados a consolidação da informação.

5 a 8 de março de 2020

Instituto Tomie Ohtake
Rua Coropé 88, Pinheiros, São Paulo, SP
Formas de pagamento e inscrição online

Horários
Quinta e sexta-feira: 19h às 23h
Sábado e domingo: 14h às 18h

Investimento: R$ 800,00

Charles Watson é educador e palestrante, especializado no Processo Criativo / Problem Finding e Desempenho Otimizado. Formado pela Bath University / Inglaterra, ministra o workshop O Processo Criativo, na EAV Parque Lage / Rio. De centros culturais pelo Brasil à empresas como Coca-Cola, Natura, Procter&Gamble, Globo, Vale, 3M, Concremat, realiza palestras desde a década de 90. Sua pesquisa interdisciplinar, constantemente atualizada, investiga fatores que influenciam processos de inovação e criação.
Diretor do workshop Dynamic Encounters, há 27 anos proporciona viagens nacionais (80) e internacionais (57), com visitas à museus, galerias, eventos de arte e ateliês de artistas, resultando em um acervo audiovisual de aproximadamente 1.500 horas de entrevistas com profissionais da indústria criativa.
Seu workshop intensivo de desenho e conceitualização Procedência & Propriedade é um marco em educação visual e o Grupo de Estudos uma referência de produção prática e análise crítica. Além dessas atividades educacionais, Charles é construtor de barcos e ensina physical thinking através do workshop de marcenaria e construção naval Wet Dream.
A abrangência de suas experiências tem resultado em palestras únicas, provocativas e às vezes desconcertantes, abordando temas aparentemente tão distintos quanto evolução, sistemas complexos, ecologia, arte contemporânea e esportes radicais, sempre com uma pitada de humor britânico.

Posted by Patricia Canetti at 4:13 PM

janeiro 15, 2020

Creativity MasterClass com Charles Watson na EAV Parque Lage, Rio de Janeiro

Pesquisas das últimas décadas têm modificado expressivamente o que entendemos como criatividade e inovação, e sugerem que talento (a habilidade inata para uma atividade), se é que existe, não é um fator significante na construção de uma vida de contribuições criativas. Ao contrário do que o senso comum afirma, criatividade não é uma qualidade livre e autônoma, pois não pode ser dissociada do investimento vertical em uma atividade ou linguagem específica. Pessoas são potencialmente criativas, mas para desenvolverem conhecimento tácito são necessários fatores como uma relação passional com o assunto, intensa curiosidade, persistência e a coragem necessária para identificar e enfrentar as dificuldades que sempre vão surgir ao longo de um processo. No mundo real, não é a inspiração que produz o trabalho, é o trabalho o que produz inspiração. Ter uma ideia na cabeça não é o suficiente, é preciso concretizá- la: “Poesia não é feita de ideias, é feita de palavras”, diz Mallarmé a Degas.

Professor: Charles Watson

31 de janeiro, 1 e 2 de fevereiro de 2020

Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, RJ
21-2334-4088 ou 2553-3748/9224 (Dynamic Encounters)
Matricular online

Conteúdo
1. CRIATIVIDADE DEFINIÇÃO: (convergent / divergent, tolerância e ambiguidade, sim e não)
2. CRIATIVIDADE E LIMITES: (o campo semântico / necessidade da restrição no sistema)
3. O MENTOR: (Os Ombros de Gigantes)
4. PAIXÃO, MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA: (O Sol na Barriga)
5. TALENTO / TRABALHO INTENSO
6. A REGRA DE 10: (10 anos / 10.000 horas)
7. UM LEÃO POR DIA: (Prática Deliberada)
8. PROCESSO PURO: (O melhor lugar no mundo / Síndrome do segundo produto)
9. CURIOSIDADE: (Mistério e Espanto)
10. PERSISTÊNCIA: (Penso, logo desisto)
11. A PLATEIA: (Um mal necessário?)
12. ABDICAÇÃO DO “EU”: (Flow)
13. A CRACK IN EVERYTHING: (a engenharia do erro / risco, erro, medo de errar)
14. DINHEIRO, SUCESSO, ÉTICA CRIATIVA: (Sucesso como fracasso)
15. ROBUSTEZ / RESILIÊNCIA: (O declínio de um Paradigma / Adaptabilidade Organizacional Sustentada)

Horário
Sexta, 19-22h,
Sábado e domingo, 14-18h

Investimento
R$ 700,00

Dinâmica
Investigando fatores culturais, históricos, psicológicos e neurocientíficos, os encontros mostram como novas tecnologias de pesquisa nestas áreas estão esclarecendo os mecanismos envolvidos em processos de inovação e pensamento criativo. Amplamente ilustrado com textos, imagens e entrevistas, o workshop traça a relação entre altos níveis de motivação e desempenho criativo otimizado. O MasterClass 01 (Sol na Barriga) consiste em até 5 palestras escolhidas a partir de um repertório de 14 temas disponíveis neste módulo – esta escolha será efetuada de acordo com as particularidades da composição de cada grupo.

REFERÊNCIAS

Vídeos
Muhammad Ali – Aos Olhos do Mundo (2001). Dir: Phil Grabsky
Chuck Close – A Portrait in Progress (1997). Dir: Marion Cajori
No Ordinary Genius: The Illustrated Richard Feynman (1994). Dir: Christopher Sykes
I’m Your Man (1988). Dir: Leonard Cohen

Livros
DAWKINS, Richard. The Blind Watchmaker. New York: Norton and Company, 1986.
DAWKINS, Richard. The Selfish Gene. Londres: Penguin, 1976.
HOFSTADTER, Douglas. Metamagical Themas. New York: Basic Books, 1986.
KOESTLER, Arthur. The Act of Creation. Reino Unido: Hutchinson, Macmillan Inc. 1964.
CSIKSZENTMIHALYI, Isabella; Csikszentmihalyi, Mihaly. Optimal Experience. Cambridge University, 1988.

Charles Watson é educador e palestrante, especializado no Processo Criativo / Problem Finding e Desempenho Otimizado. Formado pela Bath University / Inglaterra, ministra o workshop O Processo Criativo, na EAV Parque Lage / Rio. De centros culturais pelo Brasil à empresas como Coca-Cola, Natura, Procter&Gamble, Globo, Vale, 3M, Concremat, realiza palestras desde a década de 90. Sua pesquisa interdisciplinar, constantemente atualizada, investiga fatores que influenciam processos de inovação e criação.
Diretor do workshop Dynamic Encounters, há 27 anos proporciona viagens nacionais (80) e internacionais (57), com visitas à museus, galerias, eventos de arte e ateliês de artistas, resultando em um acervo audiovisual de aproximadamente 1.500 horas de entrevistas com profissionais da indústria criativa.
Seu workshop intensivo de desenho e conceitualização Procedência & Propriedade é um marco em educação visual e o Grupo de Estudos uma referência de produção prática e análise crítica. Além dessas atividades educacionais, Charles é construtor de barcos e ensina physical thinking através do workshop de marcenaria e construção naval Wet Dream.
A abrangência de suas experiências tem resultado em palestras únicas, provocativas e às vezes desconcertantes, abordando temas aparentemente tão distintos quanto evolução, sistemas complexos, ecologia, arte contemporânea e esportes radicais, sempre com uma pitada de humor britânico.

FONTE: Creativity MasterClass 01

Posted by Patricia Canetti at 12:09 PM

janeiro 9, 2020

Concurso público para professor de Desenho e Gravura - UFRJ

Concurso para a Escola de Belas Artes (Dedicação Exclusiva) para Professor Adjunto A, em Desenho e Projeto de Paisagismo, e para Professor Assistente A, em Gravura e Geometria Descritiva, para Doutor em Artes Visuais / História da Arte; Doutor em Arquitetura e Urbanismo; Mestrado; Licenciatura em Educação Artística - Desenho, Arquiteturas, ou em Desenho Industrial e Mestrado; respectivamente.

Inscrições pela Internet de 4 de fevereiro a 17 de março de 2020 (23h59)

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Informações pelo 21-3938-3196 (segunda a sexta, de 10h às 15h) ou por email

Edital nº 953, de 20 de dezembro de 2019 - Acesso ao edital e anexos: Quadro de Remuneração, Taxa de Inscrição e Quadro de Opções de Vagas
- Publicado no DOU nº 248, de 24 de dezembro de 2019

Posted by Patricia Canetti at 1:21 PM

Chamada para colaborações: Arte&Ensaios n. 39

Chamada para colaborações: Revista Arte & Ensaios n. 39

Chamada para colaborações 39 - artes e política – políticas e arte - até 5 de março de 2020

A revista arte e ensaios propõe para o número 39 a temática artes e política – políticas e arte. Na atualidade, temas urgentes, que pautam modos de vida e expressões, atravessam os sistemas e as esferas organizadas do plano sócio-político. A fricção entre artes e políticas oferece importante chave de leitura para a produção de discursos e práticas artísticas. Cabe salientar que tal lógica evidencia o papel dos Programas de Pós-graduação - pesquisa e sua divulgação em periódicos científicos - na premência e na necessidade de dispor espaços para as abordagens que envolvam e aprofundem as artes e suas políticas. Trata-se especialmente de instigar reflexões sobre histórias, teorias, visualidades e sistemas artísticos de modo a compreender os vetores artes e política – políticas e arte.

A revista arte e ensaios indica os seguintes eixos e problematizações:

1) micropolíticas: dimensão das organizações coletivas, núcleos de resistência, agenciamentos poéticos;

2) sistemas e contra-sistemas de arte: circulação da produção artística no regime de visualidade, saberes e práticas como dispositivos poéticos; instituições de artes;

3) escritas não subalternas: produção e reflexão das estruturas narrativas históricas que acentuam a percepção sócio-cultural e os atravessamentos entre objeto/trabalho artístico e política;

4) políticas aquisitoriais de formação de acervos e coleções específicas.

Informe aos autores e avaliadores sobre exigência da Capes em informar seu registro no ORCID

Call for papers 39 - arts and politics – politics and art - until March 5th, 2020

Issue number 39 of the journal arte e ensaios will be a special issue on arts and politics – politics and art. Compelling topics in current times that address ways of life and expression, they cut through the different systems and spheres organized on the socio-political plane. The friction between arts and politics offers an important key to understanding the production of art practices and discourses. It is worth noting that this logic lays bare the role of graduate programs – research and its communication in scientific journals – in the imperative to provide spaces forapproaches that involve and dive deep into arts and their policies/politics. In particular, the aim is to spark reflections on histories, theories, visualities, and art systems so as to understand the vectors arts and politics – politics and art.

The journal arte e ensaios invites contributions on the following topics and issues:

1) micropolitics: on the scale of collective organizations, resistance groups, poetic agency;

2) art systems and counter-systems: circulation of art production in the regime of visuality, knowledge, and practices as poetic devices; art institutions;

3) non-subaltern writings: production and reflection of historical narrative structures that accentuate social-cultural perceptions and the intersectionsbetween art object / art practices and politics;

4) acquisition policies when it comes to forming institutional and specific collections.

Llamada 39 - artes y política – políticas e arte - hasta el 5 de marzo de 2020

La revista arte e ensaios propone para el número 39 la temática artes y política – políticas y arte. En la actualidad, temas urgentes, que orientan modos de vida y expresiones, atraviesan los sistemas y las esferas organizadas en el plano sociopolítico. La fricción entre artes y políticas ofrece una clave de lectura importante para la producción de discursos y prácticas artísticas. Cabe destacar que tal lógica evidencia el papel de los Programas de Posgrado --de investigación y su divulgación en revistas científicas-- en la urgente necesidad de disponer de espacios para los abordajes que impliquen y profundicen las artes y sus políticas. Se trata especialmente de instigar reflexiones sobre historias, teorías, visualidades y sistemas artísticos para comprender los vectores artes y política – políticas y arte.

La revista arte e ensaios indica los siguientes ejes y problematizaciones:

1) micropolíticas: dimensión de las organizaciones colectivas, núcleos de resistencia, agenciamientos poéticos;

2) sistemas y contrasistemas de arte: circulación de la producción artística en régimen de visualidad, saberes y prácticas como dispositivos poéticos; instituciones de artes;

3) escrituras no subalternas: producción y reflexión de las estructuras narrativas históricas que acentúan la percepción sociocultural y los cruzamientos entre objeto/trabajo artístico y política;

4) políticas adquisitivas de formación de acervos y colecciones específicas.

Arte & Ensaios - arte.ensaios@gmail.com

Posted by Patricia Canetti at 11:07 AM

janeiro 7, 2020

Fundação Iberê retoma atividades educativas na trilha ecológica, Porto Alegre

Neste verão, a Fundação Iberê promove uma série de atividades em sua trilha ecológica.

11 e 26 de janeiro de 2020, sábados e domingos, às 16h

Fundação Iberê Camargo
Avenida Padre Cacique 2000, Porto Alegre, RS
Entrada franca

A trilha, batizada de "Trilhando o Iberê", é assinada pelo ambientalista José Lutzenberger. São aproximadamente 200 metros de vegetação localizada atrás do centro cultural. A proposta é promover encontros que estimulem a preservação ambiental, além de despertar no público o interesse pelas artes e ampliar o conhecimento sobre a obra de Iberê Camargo.

PROGRAMAÇÃO

11 de janeiro, sábado, 16h
Oficina Da cor da árvore
Classificação: jovens e adultos
Inscrições gratuitas online
Sinopse: Elementos como terra, folhas, verduras e temperos, são utilizados para criar diferentes pigmentos. Tendo como paleta as cores da natureza, o público será convidado a desenhar detalhes da paisagem em uma prática de observação e atenção.

19 de janeiro, domingo, 16h
Oficina Da cor da árvore
Classificação: 6 a 10 anos
Inscrições gratuitas online
Sinopse: Elementos como terra, folhas, verduras e temperos, são utilizados para criar diferentes pigmentos. Tendo como paleta as cores da natureza, o público será convidado a desenhar detalhes da paisagem em uma prática de observação e atenção.

12 e 25 de janeiro, domingo e sábado, 17h
Visita mediada à exposição Os Quatro - Grupo de Bagé
Classificação Livre
Inscrições no local

18 de janeiro, sábado, 16h
Oficina de Monotipia na Trilha
Classificação: jovens e adultos
Inscrições gratuitas online
Sinopse: A monotipia é uma técnica de gravura que possibilita a criação de uma imagem no papel a partir de elementos coletados da natureza.

26 de janeiro, domingo, 16h
Oficina de Monotipia na Trilha
Classificação: jovens e adultos
Inscrições gratuitas online
Sinopse: A monotipia é uma técnica de gravura que possibilita a criação de uma imagem no papel a partir de elementos coletados da natureza.

Posted by Patricia Canetti at 12:40 PM