Página inicial

Cursos e Seminários

 


julho 2019
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
As últimas:
 

junho 26, 2019

Oficinas gratuitas para crianças na Pinakotheke Cultural, Rio de Janeiro

A exposição Estética de uma amizade – Alfredo Volpi (1896-1988) e Bruno Giorgi (1905-1993), na Pinakotheke Cultural Rio de Janeiro, em Botafogo, oferece oficinas gratuitas para crianças de todas as idades. A capacidade é de 30 crianças por atividade. Não há inscrição prévia. As crianças serão direcionadas para as atividades por ordem de chegada.

29 de junho a 27 de julho de 2019, sábados, das 11h às 13h

Pinakotheke Cultural
Rua São Clemente 300, Botafogo, Rio de Janeiro, RJ
21-2537-7566

PROGRAMAÇÃO

29 de junho
Bandeirinhas | Vamos criar nossas próprias obras inspiradas nas famosas bandeirinhas de Alfredo Volpi?

6 de julho
Oficina de bijuteria | Brincando de desenhar e esculpir jóias

13 de julho
Pintando fachadas | Elementos geométricos nas fachadas de Alfredo Volpi

20 de julho
Mastros de Volpi | Criando mastros a partir de sucata

27 de julho
Árvore dos afetos | Criação a partir da amizade

Posted by Patricia Canetti at 1:23 PM

junho 25, 2019

Concurso público para professsor substituto de Teoria e História da Arte - UERJ

Concurso para Professor substituto do Departamento de Teoria e História da Arte da UERJ (de 8 a 40 horas). As provas ocorrerão entre os dias 29 e 31 de julho de 2019, nas dependências do Instituto de Artes e os selecionados já deverão atuar no próximo semestre (2019.2), a começar em agosto.

Inscrições pessoalmente ou por procuração de 15 a 18 de julho de 2019, de 11h às 16h

UERJ - Instituto de Artes
Rua São Francisco Xavier 524, 11º andar, bloco E, Rio de Janeiro, RJ
Horário: de 11h às 16h

DOS REQUISITOS PARA A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

2.1. O candidato deverá atender, cumulativamente, para a contratação temporária, aos seguintes requisitos:

a) ser aprovado e classificado no processo seletivo, na forma estabelecida neste Edital, seus anexos e suas retificações;
b) é vedada à contratação, na forma da Lei Estadual n° 6.901/2014, de servidores da Administração Direta e Indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como de empregados ou servidores de suas subsidiárias e controladas, com exceção dos servidores enquadrados nas hipóteses previstas no inciso XVI do art. 37 da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, desde que comprovada à compatibilidade de horários;
c) não ser ocupante de cargo efetivo da carreira de magistério, de que trata a Lei Estadual n° 5.343/2008;
d) ser brasileiro ou estrangeiro, quanto a este apresentar visto de acordo com a legislação em vigor ou beneficiários de acordos ou convênios internacionais;
e) ter idade mínima de 18 anos completos;
f) gozar dos direitos políticos;
g) estar quite com as obrigações eleitorais e militares;
h) apresentar atestado de aptidão física e mental;
i) não ter sofrido, no exercício da função pública e privada, penalidade incompatível com a contratação;
j) estar inscrito no respectivo órgão regulamentador da profissão, quando o setor do concurso exigir;
k) possuir diploma de graduação, em acordo com área de formação exigida pela unidade para cada área/setor, devidamente registrado e reconhecido pelo MEC ou, no caso de Diploma obtido no exterior, estar revalidado de acordo com a Legislação vigente;
l) aos demais requisitos inseridos na Lei Estadual n° 6.901/14, incluindo o art. 15.

2.2. O candidato aprovado será classificado em relação aos outros concorrentes do processo seletivo em ordem decrescente pela pontuação atingida e somente poderão ser convocados para assumir o exercício da função temporária de Professor Substituto na ordem estabelecida na classificação.

2.3. O presente processo seletivo terá validade de 2 anos, sendo permitida a prorrogação por prazo igual, mediante expressa decisão da UERJ.

2.4. A contratação decorrente da aprovação no processo seletivo contido neste Edital deverá observar o disposto no art. 5°, da Lei Estadual n° 6.901/14, quanto ao prazo de validade da contratação temporária.

Acessar a íntegra do edital do concurso

Posted by Patricia Canetti at 10:24 AM

junho 23, 2019

Laboratório de Crítica com Júlia Rebouças no CCBB, São Paulo

O CCBB São Paulo, por meio do Programa Educativo CCBB – Arte e Educação, promove um Laboratório de Crítica com a pesquisadora, curadora e crítica de arte Júlia Rebouças, sobre a Experiência da Nova Crítica, desenvolvida por Frederico Morais nos anos 1970.

26 de junho de 2019, quarta-feira, das 17 às 21 horas

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo - Teatro
Rua Álvares Penteado 112, Centro, São Paulo, SP
Todos os dias, das 9h às 21h, exceto às terças
Informações: 11-3113-3651/3652 ou ccbbsp@bb.com.br

No encontro de duas horas, a pesquisadora parte da discussão sobre a experiência de Nova Crítica, desenvolvida por Frederico Morais nos anos 1970, para pensar os meios e as formas hoje de se fazer crítica, e os papéis que esta desempenha na atuação de agentes como o curador e o mediador. Naquele momento, segundo Júlia, Morais já apontava para uma obsolescência do modelo judicativo, que ainda prevalecia nos jornais, e pensava na possibilidade do crítico colocar-se lado a lado com o artista, sendo tanto cúmplice de seu processo, quanto exercendo a crítica por meio de linguagens artísticas. Daí origina-se a exposição "A Nova Crítica", que aconteceu em julho de 1970 na Petite Galerie, no Rio de Janeiro, uma ocupação crítica de Morais à mostra inaugurada no dia anterior, intitulada "Agnus Dei", com obras de Cildo Meireles, Thereza Simões e Guilherme Vaz. Trazendo a público essas experiências históricas, a crítica especula teórica e praticamente com os participantes sobre as possibilidades da crítica no panorama contemporâneo.

Júlia Rebouças (Aracaju, Brasil, 1984) - É curadora, pesquisadora e crítica de arte. É curadora do 36o Panorama da Arte Brasileira MAM-SP, intitulado Sertão, com inauguração em agosto de 2019. Foi co-curadora da 32a Bienal de São Paulo, “Incerteza Viva” (2016). De 2007 a 2015, trabalhou na curadoria do Instituto Inhotim, Minas Gerais. Colaborou com a Associação Cultural Videobrasil, integrando a comissão curadora dos 18º e 19º Festivais Internacionais de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil, em São Paulo. Foi curadora adjunta da 9ª Bienal do Mercosul, em Porto Alegre, em 2013. Realiza diversos projetos curatoriais independentes, dentre os quais destacamos a mostra individual de Cildo Meireles no Sesc Pompeia, São Paulo, a acontecer em 2019; a exposição “Entrementes”, da artista Valeska Soares, na Estação Pinacoteca, São Paulo, de agosto a outubro de 2018, a mostra “MitoMotim”, no Galpão VB, São Paulo, de abril a julho de 2018. É doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Universidade Federal de Minas Gerais (2017).

Laboratório de Crítica é uma reflexão sobre arte, incluindo a esfera da memória e patrimônio, realizada pelo Programa CCBB Educativo – Arte e Educação a partir das exposições em cartaz no CCBB. Por meio desta plataforma, deseja-se potencializar as exposições como espaços de formação e pesquisa para estudantes de arte, jornalismo, curadoria e história.

Posted by Patricia Canetti at 10:59 AM

Lilian Maus e Rodrigo Núñez debatem sobre arte na Chico Lisboa, Porto Alegre

O segundo “Conversas sobre Arte na Chico” recebe os artistas e professores Lilian Maus e Rodrigo Núñez. Será um encontro de muitas trocas e experiências compartilhadas.

25 de junho de 2019, terça-feira, das 16h às 18h

Associação Chico Lisboa
Travessa Venezianos 19, Cidade Baixa, Porto Alegre, RS
De segunda a sexta-feira, das 14h às 18h
Inscrições gratuitas pelo 51-3224-6678 ou chicolisboa@chicolisboa.com.br

Lilian Maus é artista e professora de Pintura do Instituto de Artes/UFRGS. Nasceu em Salvador/BA, e vive entre as cidades de Porto Alegre, Osório/RS e São Paulo. É Doutora em Poéticas Visuais e Mestre em História, Teoria e Crítica da Arte – PPGAV/Instituto de Artes da UFRGS. Graduou-se no Bacharelado em Artes Plásticas e na Licenciatura em Artes Visuais pelo mesmo instituto. Como pesquisadora integra o conselho de revistas especializadas como DAPESQUISA e HIPOCAMPO, além de organizar publicações, com destaque para o livro “A Palavra está com elas: diálogos sobre a inserção da mulher nas artes visuais”, realizado em parceria com a jornalista Isabel Waquil. Foi gestora cultural do espaço artístico independente Atelier Subterrânea (Porto Alegre, 2006-2015) e vem ministrando cursos livres e palestras em âmbito nacional e internacional.

Rodrigo Núñez é Mestre em Poéticas Visuais em 2003 e graduado em Artes Visuais (Bacharelado em Cerâmica) em 1994 pela UFRGS onde é Professor Adjunto do Departamento de Artes Visuais/IA/UFRGS, atuando no Bacharelado e Licenciatura em Artes Visuais. É coordenador do projeto de extensão Objeto Identidade desde 2010. É cofundador do coletivo Bando de Barro.

Posted by Patricia Canetti at 10:43 AM

MARGS encerra o mês com debates públicos sobre arte, crítica e educação

Para última semana de junho, o Museu de Arte do Rio Grande do Sul - MARGS programou uma semana de debates sobre arte, crítica e educação, gratuitos e abertos ao público.

25, 26 e 29 de junho de 2019

MARGS - Auditório
Praça da Alfândega s/n°, Centro, Porto Alegre, RS
Entrada franca, 60 lugares

APRESENTAÇÃO

No dia 25 de junho (terça), a professora da Glória Jové, da Universidad de Lleida, Catalunha, Espanha, é a convidada especial do evento “E se o museu fosse uma escola?”, das 14h às 17h, no auditório do MARGS. A realização é uma parceria entre UFRGS, FACED, PPGEDU, ARTEVERSA, MARGS e Fundação Iberê Camargo, e as inscrições são gratuitas e limitadas a 60 lugares.

Na quarta (26), às 16h30min, ocorre a fala pública “A crítica de arte hoje: embates“, com a editora, curadora e crítica de arte Paola Fabres, no auditório do MARGS. Partindo do contexto artístico brasileiro e de sua estrutura institucional, a atividade convida o público a refletir sobre o papel da crítica de arte e a debater sobre as transformações que a disciplina tem sofrido no contexto contemporâneo. Pretende-se assim examinar seus novos modos imperativos, impasses e desafios.

Por fim, no sábado (29), das 10h às 11h, a artista Andréa Brächer convida o público a participar do “Conversas com Artistas” e para o lançamento do catálogo da exposição “Ficções de um jardim: fotografia e literatura”, também no auditório do MARGS. O evento, com entrada gratuita, terá participação da artista e da curadora da mostra, Niura Legramante Ribeiro, que falarão sobre o processo de criação da exposição.

PROGRAMA

E SE O MUSEU FOSSE UMA ESCOLA?
Com Glória Jové
Data: 25 de junho (terça-feira) de 2019, das 14hs às 17hs
Inscrição online (só para este dia)

A CRÍTICA DE ARTE HOJE: EMBATES
Fala pública com Paola Fabres
Data: 26 de junho (quarta-feira) de 2019, às 16h30

CONVERSAS COM ARTISTAS E LANÇAMENTO DO CATÁLOGO
Exposição “Ficções de um jardim: fotografia e literatura”
Participação: Andréa Brächer e da curadora Niura Legramante Ribeiro
Data: 29 de junho de 2019 (sábado)
Horário: Das 11h às 12h

Patrocínio: Banrisul, BRDE, Sulgás
Apoio: Café do MARGS, Banca do livro, Bistrô do MARGS, Arteplantas, Celulose Riograndense, Oliveira Construções, Tintas Killing, AAMARGS
Realização: Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Secretaria de Estado da Cultura do RS, Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli

Posted by Patricia Canetti at 10:22 AM

junho 22, 2019

Chamada para produção de artigos para Casa Roberto Marinho, Rio de Janeiro

A finalidade desta Chamada do ICRM é incentivar a produção crítica e acadêmica de artigos, que deverão ter como enfoque as seguintes áreas: Artes Plásticas no Brasil nos anos 1930 e 1940; A Formação da Arquitetura Brasileira; e História e Formas da Produção Cultural. Os seis (06) participantes selecionados receberão a importância total de R$ 9.000,00 (nove mil reais), em três (03) parcelas mensais.

Inscrições até 15 de julho de 2019

Instituto Casa Roberto Marinho
inscricoes@casarobertomarinho.org.br

Chamada para Produção de Artigos – Instituto Casa Roberto Marinho

1. APRESENTAÇÃO

O Instituto Casa Roberto Marinho (“ICRM”) é uma associação civil sem fins lucrativos, que tem como objetivos principais a promoção, a execução, o apoio e o incentivo de ações nos campos cultural, educacional, filantrópico, histórico e artístico, inclusive de ações voltadas para a defesa e a conservação do patrimônio artístico e histórico nacional, especialmente das artes plásticas brasileiras.

O ICRM lança a presente chamada para elaboração de artigos (“Chamada”), de acordo com as disposições e orientações abaixo.

2. FINALIDADE

A finalidade desta Chamada é incentivar a produção crítica e acadêmica de artigos, que deverão ter como enfoque as áreas e seus respectivos temas prioritários listados abaixo:

a) Área 1: Artes Plásticas no Brasil nos anos 1930 e 1940

- Temas Prioritários:
- Artistas Modernos da Coleção do Instituto Casa Roberto Marinho: textos biográficos ou críticos sobre a obra de Alberto Guignard, Anita Malfatti, Bruno Giorgi, Candido Portinari, Cícero Dias, Di Cavalcanti, Djanira da Motta e Silva, Emeric Marcier, Ismael Nery, José Pancetti, Lasar Segall, Milton Dacosta, Roberto Rodrigues, Tarsila do Amaral e/ou Victor Brecheret
- A Crítica da Arte Moderna no Brasil nos anos 1920, 1930 e 1940: Manoel Bandeira, Monteiro Lobato, Sérgio Milliet, Clarival do Prado Valadares e/ou Antonio Bento
- Professores e Artistas Estrangeiros na Formação dos Artistas Brasileiros
- Individualismo e Identidade Nacional nas Artes Plásticas no Modernismo Brasileiro

b) Área 2: A Formação da Arquitetura Brasileira

- Tema Prioritário:
- A Construção da Identidade Brasileira: o estilo neocolonial e o modernismo

c) Área 3: História e Formas da Produção Cultural

- Temas Prioritários:
- História das Casas-Museu no Brasil
- História, Conceito e Formas do Mecenato
- Colecionismo e Leilões
- História das Formas de Circulação das Artes Plásticas

3. INSCRIÇÕES

3.1. As inscrições deverão ser feitas através do e-mail inscricoes@casarobertomarinho.org.br, no período de 17/06/2019 a 15/07/2019 (podendo tais datas serem alteradas a critério do ICRM), por meio do preenchimento e envio dos documentos abaixo, em formado PDF.

1) Ficha de inscrição composta dos seguintes campos:
(A) Dados Pessoais
(B) Formação
(C) Áreas / Temas Prioritários
(D) Projeto

2) Projeto (documento consistindo dos textos inseridos nos campos do formulário organizados sequencialmente):
(A) Título
(B) Autor
(C) Apresentação da proposta (até 5.000 caracteres com espaços), contendo: i) resumo do artigo a ser elaborado; ii) exposição da tese e/ou de publicações anteriores do candidato com temas correlatos e; iii) comentário sobre a correlação entre o tema proposto para concorrer à Chamada e os trabalhos anteriores do candidato;
(D) Objetivos (até 500 caracteres com espaços);
(E) Descrição do objeto (até 5.000 caracteres com espaços);
(F) Pressupostos teóricos (até 5.000 caracteres com espaços);
(G) Metodologia (até 2.500 caracteres com espaços);
(H) Referências bibliográficas (sem limite)

3) Diploma (ou certificado de conclusão) de doutorado

4) Currículo (formato livre, sendo aceito o formato da Plataforma Lattes do CNPq)

3.2. Os participantes deverão ter o máximo de atenção durante a inscrição de seus projetos, ficando certo, desde já, que o ICRM não se responsabiliza por erros dos participantes no ato da inscrição.

3.3. Caso o participante inscreva mais de um projeto, será considerado apenas o último enviado.

3.4. Serão eliminadas as inscrições que estiverem incompletas e não enviadas até as 23h59 (vinte e três horas e cinquenta e nove minutos) do último dia de inscrição.

3.5. Reconhece o participante que sua inscrição e eventual participação na Chamada é feita de forma gratuita e não onerosa, bem como, na hipótese cabível, não constitui compromisso ou promessa de qualquer relação presente ou futura com o ICRM.

3.6. Ao se inscrever e enviar por e-mail os documentos exigidos nesta Chamada o participante estará automaticamente ratificando sua concordância com todas as regras desta Chamada e de seu Anexo I.

4. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO

4.1. Poderão se candidatar à Chamada pesquisadores doutores nas áreas das Ciências Humanas e Sociais cujo título de doutorado tenha sido obtido em data posterior a 01 de janeiro de 2010.

4.2. Será considerada, como data de obtenção do título, a data da defesa da tese.

4.3. É terminantemente proibida a realização de mais de um cadastro no site acima por participante, bem como a assunção pelo mesmo, sem autorização, da identidade de outro participante. Em ambos os casos, o ICRM se reserva o direito de bloquear o acesso sem aviso prévio ao participante.

4.4. Não poderão participar da Chamada (i) funcionários do ICRM (ii) funcionários das empresas prestadoras de serviços envolvidos na organização da Chamada e, (iii) pessoas envolvidas na análise e seleção dos projetos, e respectivos familiares de até 3º grau.

5. SELEÇÃO

5.1 Todos os projetos inscritos serão submetidos à análise técnica, quando então será feita a verificação de preenchimento dos requisitos desta Chamada e de seu Anexo.

5.2. Serão selecionados até 06 (seis) projetos, sendo que tal seleção será feita de acordo os seguintes critérios:
• Inovação narrativa;
• Adequação aos temas prioritários definidos nesta Chamada;
• Qualidade intelectual da proposta (originalidade e consistência dos objetivos e da fundamentação teórico-metodológica);
• Experiência anterior de pesquisa nas áreas contempladas nesta Chamada, tal como demonstrado na “Apresentação da Proposta” e no Currículo.

5.3. Os participantes autores dos projetos selecionados terão seus nomes divulgados no site www.casarobertomarinho.org.br a partir de 12/08/2019, podendo tal data ser alterada a exclusivo critério do ICRM.

5.4. Em razão da natureza personalíssima da Chamada, não serão aceitas substituições dos participantes. Uma lista de suplência será utilizada, a critério do ICRM. Caso o candidato selecionado esteja impossibilitado de participar por qualquer motivo, será convocado o próximo da lista, de acordo com a classificação.

5.5. A seleção dos projetos será realizada por profissionais contratados a critério exclusivo do ICRM. As decisões dos profissionais que avaliarão os projetos são soberanas e delas não caberão recursos.

6. PROJETOS SELECIONADOS

6.1. Os seis (06) participantes selecionados receberão a importância total de R$ 9.000,00 (nove mil reais), em três (03) parcelas mensais, cujo valor consiste no apoio à elaboração dos artigos que poderão vir a integrar a primeira edição da revista que será lançada pelo ICRM, ficando a exclusivo critério deste a publicação do resultado dos projetos contratados.

6.2. O Instituto Casa Roberto Marinho se reserva o direito de, com base em avaliação justificada do Conselho Editorial da revista, não publicar a versão final dos artigos produzidos.

7. CRONOGRAMA

Lançamento da Chamada: 23 de maio de 2019
Prazo de Inscrições: 17 de junho a 15 de julho de 2019
Resultado: a partir de 12 de agosto de 2019

Anexo I

REGRAS GERAIS

1. É terminantemente proibida a cópia, no todo ou em parte, do projeto inscrito por outro participante, sendo certo que, verificada a coincidência de materiais, será considerado o primeiro projeto inscrito;

2. Não serão aceitos pelo ICRM o envio de artigos pelos participantes que (i) desrespeitem a legislação brasileira, de um modo geral e, em especial, as leis de direito autoral e/ou de propriedade intelectual; (ii) contenham imagens, mensagens ou qualquer classe de conteúdo de cunho pornográfico, pedófilo, racista, violento, ou ainda ofensivo à honra, à vida privada, à imagem, à intimidade pessoal e familiar, ou de qualquer maneira ofensivo ou contrário às leis, à ordem, à moral e aos bons costumes; (iii) sejam produzidos com o intuito de cometer fraude ou estimular a prática de condutas ilícitas ou contrárias à moral; (iv) sejam produzidos sem a devida e prévia obtenção expressa e por escrito de todas as autorizações e consentimentos de terceiros que eventualmente apareçam e/ou façam parte dos artigos e/ou sejam titulares de direitos sobre as mesmas; (iv) desrespeitem a legislação eleitoral e partidária, cabendo ao participante total e exclusiva responsabilidade, isentando o ICRM de qualquer responsabilidade decorrente da violação da legislação citada.

3. Os artigos resultantes dos projetos contratados poderão ou não ser incluídos na revista pelo ICRM, a seu exclusivo critério e sem limitação de prazo.

4. O ICRM se reserva o direito de alterar quaisquer aspectos da Chamada, podendo suspender ou cancelar o mesmo, a seu exclusivo critério e a qualquer tempo, independente de aviso prévio aos participantes.

5. O ICRM se exime de toda e qualquer responsabilidade pelos danos e prejuízos de qualquer natureza que possam ser devidos em razão do acesso, interceptação, eliminação, alteração, modificação ou manipulação, por terceiros não autorizados, dos arquivos e comunicações transmitidos através da Chamada.

6. O ICRM se reserva o direito de cancelar e/ou bloquear o acesso dos participantes, a qualquer momento e sem prévio aviso, caso seja constatado que este pratique ou venha a praticar algum ato ou mantenha ou venha a manter conduta que (i) viole as leis e regulamentos federais, estaduais e/ou municipais, (ii) contrarie esta Chamada e seu Anexo I, e (iii) viole os princípios da moral e dos bons costumes.

7. O participante é considerado legalmente responsável pelo projeto inscrito.

8. Tendo em vista as características inerentes ao ambiente da Internet e ambientes de terceiros, o ICRM não tem como garantir que o acesso aos projetos esteja livre de invasões, interrupções ou suspensões, ocasionadas por casos fortuitos, internos ou externos, casos de força maior ou por outros casos não inteiramente sujeitos ao seu controle, incluindo, sem limitação, os ocorridos no ambiente dos terceiros responsáveis pelas plataformas por meio das quais os projetos estarão disponíveis, se eximindo de qualquer responsabilidade proveniente de tais fatos e/ou atos.

9. Os participantes selecionados, aceitam, desde já, a celebrar com o ICRM um Termo de Cessão de Direitos Autorais (“Termo”), cujas regras serão pautadas nos ditames da Lei 9.610/98.

10. O participante declara e garante, ainda, que: (i) o projeto encaminhado ao ICRM é original e de sua autoria, estando de acordo com as disposições legais aplicáveis; (ii) a utilização de qualquer documento protegido por direito autoral e direitos da personalidade na concepção do projeto encontra-se regularizada; (iii) o projeto não viola direitos de terceiros, incluindo, sem se limitar a, direitos autorais e direitos da personalidade.

11. Esta Chamada poderá ser alterada pelo ICRM tantas vezes forem necessárias, garantida a sua divulgação aos participantes de forma eficaz, a critério do ICRM.

12. Esta Chamada promovida pelo ICRM é estrita e exclusivamente cultural, sem qualquer modalidade de sorte ou pagamento pelos participantes, nem vinculação destes à aquisição ou uso de qualquer bem, direito ou serviço, de acordo com o artigo 3º, II da Lei nº. 5768/71, e o art. 30 do Decreto nº. 70.951/72.

13. Os casos omissos não previstos neste regulamento serão analisados e decididos pelo ICRM.

14. Em caso de dúvidas, os interessados poderão esclarecê-las pelo endereço eletrônico inscricoes@casarobertomarinho.org.br.

15. Os participantes declaram conhecer e se obrigam a seguir as normas de prevenção à corrupção, incluindo a Lei nº 12.846/2013 e seu respectivo regulamento.

16. Fica eleito o Foro Central da Comarca da Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, para dirimir quaisquer questões oriundas desta Chamada, desistindo as Partes de qualquer outro, por mais privilegiado que seja. Qualquer disputa que surja em virtude da presente Chamada será regulada pela Legislação Brasileira.

Fonte: acesso à ficha de inscrição

Posted by Patricia Canetti at 2:40 PM

junho 21, 2019

Oficina de vídeo mapping com VJ Vacão no Sesc, Palmas

Oficina de Vídeo Mapping a ser ministrada por Leandro Sousa, o ‘VJ Vacão’, as inscrições são gratuitas até o dia 28 de junho ou quando do preenchimento das vagas, estas que são limitadas.

29 de junho de 2019, sábado, das 9h30 às 12h, das 15h30 às 18h e das 21h às 22h30 - inscrições abertas

Centro de Atividades do Sesc Palmas
502 Norte, Avenida LO 16, Palmas, TO
Casa da Árvore
112 Sul, rua SR-O7, Lote 47, Palmas, TO
Informações: 63-3212-9915
Inscrições: cinemapalmas@sescto.com.br

Para participar, deverá ser colocado no assunto do e-mail o seguinte texto: Inscrição para Oficina de Vídeo Mapping. A idade mínima é de 16 anos e são apenas 15 vagas disponíveis.

Metodologia da oficina
Conceitos referentes à vídeo arte; Semiótica – (cores, tons e sobre tons); Software Arena resolume – princípios básicos; Arena resolume – input; Arena resolume – output; Arena resolume – composições – máscaras; Arena resolume – ajuste fino nas composições; e Mapeamento ao vivo com os alunos.

VJ Vacão
Leandro Servulo de Sousa, conhecido como VJ Vacão, há 10 anos é o responsável por trazer psicodelia visual nas pistas de todo Brasil, especialista em vídeo mapping, sua arte possui um nível de psicodelia mais agressiva e séria, com um sync de áudio perfeito, suas projeções contam histórias, criam atmosferas psicodélicas e macabras, tudo de acordo com temáticas sonoras, no puro improviso, cria pequenos audiovisuais para cada projeto que se apresenta. A criação de conteúdo exclusivo é seu ponto forte, pois é editor de vídeo profissional há 12 anos, trabalhou em diversas emissoras e produtoras de TV, além de ser formado em RTV, por isso seu trabalho é tão diferente dos outros, usando teorias de manipulação de vídeo e linguagem televisiva, controla a pista e a hipnotiza. Seu trabalho consiste em transformar qualquer coisa em qualquer coisa. www.facebook.com/pg/vacaovj / www.youtube.com/leandrosousavacao

Video Mapping
O video mapping, ou projeção mapeada, é uma técnica de projeção de conteúdos audiovisuais que pode ser realizada em qualquer tipo de superfície. Em ambientes abertos ou fechados, o mapping pode ser realizado em objetos pequenos ou até em estruturas maiores, como em um edifício por exemplo. Esse tipo de projeção gera efeitos de movimento e 3D na superfície.

Posted by Patricia Canetti at 7:18 PM

junho 17, 2019

Encontro sobre mídias sociais e o mercado de arte na Unibes Cultural, São Paulo

Projeto Latitude reúne especialistas em São Paulo para discutir o impacto do uso das mídias sociais na dinâmica do mercado de arte. O encontro temático “Galerias de arte e plataformas digitais: do institucional ao comercial” terá a participação de Bruna Bailune, Caio Blanco, Caroline Carrion e Lizandra Alvim. O encontro é gratuito e conta com a orientação da pesquisadora Ana Leticia Fialho e de Monica Novaes Esmanhotto.

18 de junho de 2019, terça-feira, das 10h às 13h

Unibes Cultural
Rua Oscar Freire 2500, Pinheiros, São Paulo, SP
11-3065-4333
Inscrições online

Nesta edição, a jornalista Caroline Carrion discorre sobre sua experiência na comunicação da Fundação Bienal de São Paulo. Já a galerista Bruna Bailune fala sobre sua experiência de e-commerce com a Aura Arte Contemporânea. Por fim, em formato de entrevista simultânea, a publicitária Lizandra Alvim e Caio Blanco falam, respectivamente, sobre o portal de compra e vendas de obra de arte Blombô e o novo sistema de vendas da feira SP-Arte.

A série de encontros temáticos faz parte do programa de capacitação do projeto Latitude, que prevê cinco encontros de março a julho, todos na Unibes Cultural. O último acontece em 16/07, com o tema “Especificidades e desafios das galerias de médio porte”, abordando procedimentos e práticas para a expansão de negócios.

Latitude – Platform for Brazilian Art Galleries Abroad
É um programa desenvolvido por meio de uma parceria firmada entre a Associação Brasileira de Arte Contemporânea – ABACT e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil, para promover a internacionalização do mercado brasileiro de arte contemporânea. Criado em 2007, conta hoje com 46 galerias de arte do mercado primário, localizadas em sete estados brasileiros e Distrito Federal, que representam mais de 1000 artistas contemporâneos. Seu objetivo é criar oportunidades de negócios de arte no exterior, fundamentalmente através de ações de capacitação, apoio à inserção internacional e promoção comercial e cultural.

Posted by Patricia Canetti at 1:12 PM