Página inicial

Cursos e Seminários

 


abril 2014
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

março 30, 2014

Trilha 2e1: Programa de desenvolvimento pessoal e profissional para artistas visuais

Um programa de desenvolvimento pessoal e profissional para artistas visuais que buscam mais profundidade em seus processos criativos e direcionamento de suas carreiras com mais autonomia e respeitando suas individualidades. O programa é oferecido 100% a distância e pode ser realizado a qualquer dia/hora.

Desenvolvido por Carolina Paz

Inscrições até 13 de abril de 2014

Ateliê Coletivo 2e1
Informações atualizadas online

PROGRAMA

O TRILHA 2E1, de forma inédita no Brasil, é oferecido 100% a distância e pode ser realizado a qualquer dia/hora.

Programa assíncrono de 18 semanas, com as seguintes unidades de conteúdo:


  • Descobrindo sua(s) verdade(s)

  • Visão romântica e Medos

  • Vivendo o presente

  • O processo criativo 1

  • Assumindo a responsabilidade

  • Recursos: dinheiro, espaço, pessoas

  • Você tem tempo (o tempo é seu)?

  • O processo criativo 2

  • O processo criativo 3

  • Sendo um artista profissional

  • Você, profissional autônomo

  • Planejamento e ação

  • Circulação, comunicação e relacionamentos

  • Exibição, publicação e organização

  • Dinheiro e Manutenção do dia a dia

  • Visão sociológica/crítica sobre o(s) sistema(s) de arte

  • Cenários mundo

  • Criando sua própria TRILHA

Além disso, com o Trilha, o inscrito terá direito a participar de 4 oficinas a distância: Portfólio, Editais, Residências e Projetos Expositivos. Também haverão 3 encontros ao vivo com Carolina Paz para tira-dúvidas e outros aprofundamentos.

Sobre Carolina Paz
Artista visual, Diretora, idealizadora e fundadora do ateliê COLETIVO|2E1 mora e trabalha em São Paulo.
Formou-se em Ciências Sociais e é mestre em Mídia e Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Aprimorou seus estudos em artes visuais, entre outras instituições, na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) em São Paulo e na Central Saint Martins, em Londres. Seu trabalho é acompanhado por Albano Afonso e Sandra Cinto no Ateliê Fidalga, desde 2011.

Participa de exposições no Brasil e no exterior desde 2007, entre elas: as individuais “Porção”, na Sala Nordeste da Funarte, Recife (PE); “sem. Os dois”, na Galeria Virgilio, São Paulo (SP), 2013 e “Íntima Ação”, na Zipper Galeria, São Paulo (SP), 2012; as coletivas Bienal de Cerveira, Portugal, 2013, “Entre Comissários e Curadores”, Laboratório de Curadoria/Fábrica Asa, Guimarães, Portugal, 2012; 10ª Edição do Programa de Exposições MARP, em Ribeirão Preto (SP), 2012, “O Quarto das Maravilhas”, Galeria Emma Thomas, São Paulo, 2011, “Arsenal”, galerias Baró + Emma Thomas, São Paulo, 2010, “Olheiro da Arte”, CCJE, Rio de Janeiro, 2010; entre outros. Prêmios e residências: em 2014, residências artísticas…entre Brasil e Portugal… passando por Buenos Aires… Fábrica de Cerâmica S. Bernardo, curadoria Fátima Lambert, Alcobaça/Portugal; Residência Le Couvent, Auzits, França; Residência NARS, Brooklyn, Nova York, Estados Unidos; em 2013, 1o lugar no Prêmio Funarte de Arte Contemporânea – Sala Nordeste de Artes Visuais Recife, XI Bienal do Recôncavo; em 2012 Residência artística, Prêmio Paraty de Arte Contemporânea. Coleções públicas: Museu de Arte de Goiânia (MAG), Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS). É representada pela Galeria Virgilio, em São Paulo.

Na área da educação é docente desde 2004 quando ministrou disciplinas de Sociologia e Teoria da Comunicação em universidades do estado de Santa Catarina. Desde 2000, atua na Educação a Distância e desde 2010, orienta artistas visuais em seus projetos profissionais e processos criativos.

Posted by Patricia Canetti at 6:57 PM

março 25, 2014

Seminário Longitudes: a formação do artista contemporâneo no Brasil na Casa do Povo, São Paulo

Produzido pela Anamauê, Longitudes é um dos projetos aprovados pelo 10º Edital Redes Nacional da FUNARTE (Fundação Nacional de Artes). Ele se fundamenta na reflexão do porquê existirem hoje políticas públicas que buscam financiar e facilitar a ida de galerias brasileiras para o exterior, exemplo disso é o Projeto Latitude, enquanto a regulamentação do mercado de trabalho no setor de artes visuais no país é assunto de pouco interesse público e privado. Buscando inverter a lógica da produção com vistas para o mercado externo, sentido latitudinal, o seminário propõe uma linha longitudinal que foque nas questões nacionais e na construção de bases sólidas para nossa cultura.

Palestrantes: Amilcar Packer, Ana Luisa Lima, Ana Maria Maia, Armando Queiroz, Carla Zaccagnini, Divino Sobral, Felipe Scovino, Glόria Ferreira, Guilherme Dable, José Spaniol, Júlio Martins, Kamilla Nunes, Luciana Paiva, Mariana Fernandes, Mario Ramiro, Pedro França, Ricardo Basbaum, Traplev, Ueliton Santana dos Santos

29 e 30 de março de 2014 - sem inscrição

Casa do Povo
Ruas Três Rios 252, Bom Retiro, São Paulo, SP
http://seminariolongitudes.com/
Não é necessário se inscrever, é só chegar!

APRESENTAÇÃO

A arte contemporânea junto a outros setores da cultura – e da economia – vem recebendo um crescimento exponencial no Brasil e no mundo. Nos últimos anos surgiram novas galerias, proliferaram-se os cursos de formação de artistas e profissionais da área, além dos novos prêmios da iniciativa pública e privada. Mas como se dá a inserção do artista nesse contexto? Qual a sua formação e que tipo de inclusão e profissionalização ele experimenta no mercado de arte? Como se dá o intercâmbio entre os diferentes circuitos de arte num país em que 80% do mercado está concentrado no eixo Rio-São Paulo?

Questões como essas serão debatidas ao longo de dois dias (29 e 30 de março), em São Paulo, por artistas e pesquisadores das cinco regiões do país, no seminário Longitudes: a formação do artista contemporâneo no Brasil. O seminário acontece na Casa do Povo e tem concepção e organização da pesquisadora Mariana Fernandes, que desenvolve um mestrado em políticas culturais e formação do artista.

Voltado para estudantes de artes visuais, artistas, profissionais e pesquisadores do setor, as seis mesas do seminário discutirão um tema pouco abordado, tanto na meio universitário quanto também entre os próprios profissionais do meio, conforme observa Mariana. “Esse crescimento do mercado de arte tem gerado muito dinheiro, mas eu não vejo isso ser revertido na vida dos artistas e na cultura do país. O que está sendo trazido para a sociedade? Os artistas estão em uma situação cada vez mais frágil e precarizada.”, questiona a idealizadora do seminário.

PROGRAMAÇÃO

Sábado, 29 de março

13:30-14:00
Abertura – Como mapear os espaços de formação?
Mariana Fernandes / São Paulo, SP. Vive em São Paulo, SP.

14:00-15:45
A profissionalização do artista ou o que torna o artista um profissional
Mario Ramiro / São Paulo, SP. Vive em São Paulo, SP.
Carla Zaccagnini / Buenos Aires, Argentina. Vive em São Paulo, SP e Malmö, Suécia.
TRAPLEV / Caçador, SC. Vive em Recife, PE.

15:45-17:30
O artista e seu âmbito de atuação
Ricardo Basbaum / São Paulo, SP. Vive no Rio de Janeiro, RJ.
Armando Queiroz / Belém, PA. Vive em Belém, PA.
Ana Maria Maia / Recife, PE. Vive em São Paulo, SP.

17:30-18:00
Coffee break

18:00-19:45
O artista e a ampliação do circuito
Glόria Ferreira / Rio de Janeiro, RJ. Vive no Rio de Janeiro, RJ.
Guilherme Dable / Porto Alegre, RS. Vive em Porto Alegre, RS.
Ana Luisa Lima / Recife, PE. Vive em São Paulo, SP.

20:00-22:30
Confraternização

Domingo, 30 de março

14:00-15:45
A arte na universidade
José Spaniol / São Luiz Gonzaga, RS. Vive em São Paulo, SP.
Felipe Scovino / Rio de Janeiro, RJ. Vive no Rio de Janeiro, RJ.
Luciana Paiva / Brasília, DF. Vive em Brasília, DF.

15:45-17:30
O artista enquanto produtor de si
Divino Sobral / Goiânia, GO. Vive em Goiânia, GO.
Amilcar Packer / Santiago do Chile. Vive em São Paulo, SP.
Pedro França / Rio de Janeiro, RJ. Vive em São Paulo, SP.

17:30-18:00
Coffee Break

18:00-20:00
Disparidades regionais
Ueliton Santana dos Santos / Sena Madureira, AC. Vive em Rio Branco, AC.
Kamilla Nunes / Florianópolis, SC. Vive em Florianópolis, SC.
Júlio Martins / Belo Horizonte, MG. Vive em Belo Horizonte, MG.

LOCAL

Casa do Povo
Inaugurado em 1953 em memória aos que sucumbiram nos campos nazistas, o ICIB, conhecido como Casa do Povo, nasceu para ser um monumento vivo, em que a memória serve como base para construção do futuro. Acolheu o jornal Nossa Voz,
a escola Scholem Aleichem, e o teatro TAIB.

Por meio de iniciativas ligadas à cultura contemporânea, se afirma como lugar de memória e espaço de experimentação em diálogo constante com o seu bairro, visando alcançar relevância local e internacional.

Posted by Patricia Canetti at 10:49 AM

março 24, 2014

Seminário Entre vários olhares: da pintura à intervenção no MARCO e Ateliê Ana Ruas, Campo Grande

Projeto contemplado pelo “Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais”, discute pintura e intervenção

O projeto "Entre vários olhares: da pintura à intervenção", tendo como proponente a artista plástica Ana Ruas, de Campo Grande/MS, consiste em um seminário e tem como objetivo principal a difusão e valorização do debate crítico para a formação de público para a arte contemporânea em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Este seminário promove o conhecimento das estratégias e dos processos de criação utilizados pela arte contemporânea na constituição de seus objetos. As palestras acontecem em um museu e em um ateliê, escolha dos locais do seminário tem como proposta de criar uma relação entre lugares que produzem e lugares que abrigam obras.

Palestrantes: Aline Figueiredo (MT), Leda Catunda (SP), Lucia Koch (SP), Maria Adélia Menegazzo (MS), Marília Panitz (DF), Saleti Barreto (SP) e Sandra Tucci (SP)

8 a 10 de abril de 2014 - inscrições abertas

Ateliê Ana Ruas
Rua Inah Cesar Rosas 8, Tayamã Park, Campo Grande, MS
Inscrições gratuitas: 67-3326-1078, 9202-4095 ou contato@anaruas.com.br

MARCO- Museu de Arte Contemporânea de MS
Rua Antonio Maria Coelho 600, Campo Grande, MS
67-3326-7449 ou contato@marcovirtual.com.br

PROGRAMAÇÃO

8 de abril, terça-feira
14 às 16h - MARCO
Maria Adélia Menegazzo – Mulher, arte e beleza na arte contemporânea
19h às 21h - Ateliê Ana Ruas
Lucia Koch - Estados alterados do lugar

9 de abril, quarta-feira
14 às 16h - MARCO
Aline Figueiredo - A Descentralização da Arte Brasileira via MT/MS
19h às 21h - Ateliê Ana Ruas
Sandra Tucci e Saleti Barreto - A pintura e o desenho discutida em um Espaço Independente - Escola Livre & Incubadora de criação

10 de abril, quinta-feira
14 às 16h - MARCO
Marília Panitz - Movimento para dentro
19h às 21h - Ateliê Ana Ruas
Leda Catunda - Trajetória

Inscrições gratuitas
contato@anaruas.com.br ou 67-3326-1078 / 9202-4095

O evento inclui, ainda, a publicação de três textos críticos sobre os temas abordados e a realização de intervenções com ações interativas e compartilhadas com o público. Os textos críticos, serão publicados em um Portfólio Digital, contendo temas relacionados às palestras/seminário produzidos por Maria Adélia Menegazzo, Marília Panitz e Maysa Leite de Barros, com um texto sobre a valoração do acervo do MARCO Museu de Arte Contemporânea de MS, Instituição em que ela coordena há 11 anos.

Sobre o prêmio
O Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais tem por objetivo selecionar projetos de proponentes do sexo feminino, em âmbito nacional, que visem à prática de linguagens artísticas, à reflexão crítica e à profissionalização dos processos de gestão cultural. Realizado pela Fundação Nacional de Artes – Funarte, em parceria com o Ministério da Cultura e com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, o edital contribui para o fomento e a difusão da expressão artística considerando o reconhecimento das mulheres nas artes visuais.Ana Ruas, artista, proponente do projeto, ficou na quarta colocação entre os dez projetos selecionados, sendo a única mulher a representar o centro-oeste.

Sobre o Ateliê Ana Ruas
O ateliê Ana Ruas é um ateliê aberto, transdiscinplinar, não-acadêmico, um espaço de produção, de discussão artística e de pesquisas sobre arte-educação, idealizado e dirigido pela artista plástica Ana Ruas. Visa dialogar com artistas, críticos, professores e público em geral interessados em assuntos que permeiam a contemporaneidade. Através de parcerias com críticos de arte, professores e profissionais de outras áreas, este espaço prova que a arte dialoga com vários assuntos e que pode ser discutida juntamente com literatura, física, história, psicologia etc; onde o estímulo à apresentação de processos e deslocamentos de ideias é sempre bem vindo; onde o espaço sofre mutações constantes e, através de Intervenções e Sites Specifics, ele se transforma em outro lugar. Espaço inaugurado em agosto de 2011, frequentado por mais de 2000 pessoas realiza diversas atividades culturais, entre elas: palestras, oficinas, workshops,capacitação para professores de arte, cafés filosóficos e outros.

Sobre o MARCO – Museu de Arte Contemporânea de MS
Localizada no Parque das Nações Indígenas, extensa área verde da cidade reservada para atividades de lazer, o museu possui uma área construída de 4000m2, e dispõe de 5 salas de exposição, sendo uma com mostra permanente de obras de seu acervo, com 1.500 obras, e 4 salas para as mostras temporárias que compõem sua programação anual. Possui um auditório com capacidade para 105 pessoas e desenvolve atividades que cumprem papel educativo, democratizando o acesso à arte e aos bens culturais, posicionando-se como importante centro de formação e fomento cultural.

Posted by Patricia Canetti at 9:01 AM

março 5, 2014

Dynamic Encounters - Rio

O Dynamic Encounters realiza há vinte e dois anos workshops com foco em arte contemporânea e, em março de 2014, fará uma programação especial no Rio de Janeiro. Ao longo de 4 dias, faremos visitas a ateliês de artistas e exposições em importantes instituições culturais da cidade. Nos encontros com os artistas serão abordados seus processos de trabalho e projetos recentes.

Professores: Charles Watson, Daniela Labra, Marcelo Campos

27 a 30 de março de 2014

Dynamic Encounters
Informações: 21-2553-3748 / 9224 ou por email

PROGRAMA

Visitas aos ateliês
Carlito Carvalhosa
Nelson Felix
Otavio Schipper

Visitas às instituições
Casa Daros
Casa França-Brasil
Centro Cultura Banco do Brasil - CCBB
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM
Museu de Arte do Rio - MAR

Posted by Patricia Canetti at 9:46 AM

Processo Criativo na EAV Parque Lage, Rio de Janeiro

Curso interdisciplinar dirigidos àqueles que se interessam pelo processo criativo, tais como designers, artistas, arquitetos, empresários e outros para quem a geração de novas ideias seja fundamental.

Professor: Charles Watson; palestrantes: Bruce Henry, Músico e Steven Harper (improvisação no jazz), Eduardo Berliner (pintura), Lia Rodrigues -(inteligência espacial/corporal), Luiz Alberto Oliveira (sistemas não lineares)

10 de março a 2 de julho de 2014, segundas e quartas, 19h30-21h30

Escola de Artes Visuais do Parque Lage
Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro, RJ
Informações: 21-2553-3748 / 9224 ou contato@dynamicencounters.com.br
Inscrições diretamente na Secretaria do Parque Lage, segunda a quinta, 9-20h30; sexta, 9-17h; sábado, 10-12h

PROGRAMA

De natureza interdisciplinar, o curso tem o objetivo de demonstrar vários aspectos do processo criativo e suas manifestações. Para isso contamos com a contribuição de profissionais de diferentes áreas como, inteligência artificial, cosmologia, física, dança e arte.

Amplamente ilustradas com textos, vídeos e exercícios, e usando fontes das mais diversas disciplinas, as palestras demonstram que a semelhança entre as dinâmicas criativas supera a diferença entre as linguagens. Entendendo os mecanismos que limitam a criatividade, podemos desenvolver estratégias que, ludicamente, contornam essas limitações.

Desenhado para grupos multidisciplinares, incluindo empresários, publicitários, arquitetos, designers, e todos que se interessam pelo processo de inovação e para quem a geração de novas ideias se tornou fundamental, o workshop completo parte da análise dos seguintes tópicos:

OS FUNDAMENTOS
introdução / considerações gerais / definição
o contexto / o campo semântico
criatividade e limites
dicotomias da inovação
10,000 horas / o laboratório
talento / trabalho duro
motivação
a engenharia do erro
serendipity
etapas incipientes de estruturas úteis
modelo pós darwiniano
o gene inútil / o modelo evolutivo
o olhar do outro / bootstrapping / domesticação do anárquico
complexidade / emergence e inserção do randômico

ESTRATÉGIAS / ESTRUTURAS RECORRENTES
pedágio de pensamento
suposições inapropriadas
fragmentação
geração de alternativas
entre categorias
looping, circularidade, sistemas autorreferenciais
saturação
analogia e formação de metáfora
inversão

VISUALIZAÇÃO
percepção
modelos do mundo
a grande divisória / dicotomia esquerda direita
visualização / mind flying
imaginação
desenho
manipulação

Desde 2004 recomendado como um curso de preparação para bacharelado / mestrado em arte pela University of the Arts London e suas escolas de arte afiliadas - Camberwell College of Arts, Central St. Martins College of Art and Design, Chelsea School of Art and Design, The London College of Fashion, The London College of Communications.

Posted by Patricia Canetti at 9:32 AM