Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

dezembro 18, 2009

Vilém Flusser: arte, técnica e atualidade com Rodrigo Duarte no Maria Antônia, São Paulo

Uma visão geral da filosofia da arte e da comunicação de Vilém Flusser, filósofo tcheco que morou por trinta anos no Brasil, desde suas primeiras obras até a última fase de seu pensamento, pela qual ficou mundialmente conhecido como “guru dos meios digitais”, passando por sua original concepção de “pós-história” e pela sua abordagem da fotografia, publicada em português sob o título Filosofia da Caixa Preta.

Ministrante: Rodrigo Duarte

23, 24 e 25 de fevereiro de 2010, terça a quinta, 20 às 22h30

Inscrições no Centro Universitário Maria Antonia, 3° andar, sala de cursos; segunda a sexta 10-18h

Valor: R$ 170

Centro Universitário Maria Antonia - 3º andar - salão nobre
Rua Maria Antonia 294, Vila Buarque, São Paulo - SP
11-3255-7182; r. 32 e 33 ou cursosma@usp.br
www.usp.br/mariantonia
Segunda a sexta, 10-18h

Programa

23 de fevereiro - O lugar da arte na “filosofia da língua” de Flusser

24 de fevereiro - O conceito de “pós-história” e a filosofia dos media

25 de fevereiro - A visão de Flusser sobre arte e cultura no Brasil

Sobre o ministrante:

Rodrigo Duarte é doutor em Filosofia e professor da UFMG. Presidente da Associação Brasileira de Estética, publicou, entre outros, Mímesis e racionalidade (Loyola, 1993), Teoria crítica da indústria cultural (Ed. UFMG, 2003) e Dizer o que não se deixa dizer - para uma filosofia da expressão (Argos, 2008).

Posted by Cecília Bedê at 3:16 PM

dezembro 17, 2009

PIESP - Programa Independente da Escola São Paulo

Desenvolvimento de linguagem e projetos para artistas

direção: Adriano Pedrosa

com: Adriano Pedrosa (interlocutor-diretor), Ana Paula Cohen, Beatriz Milhazes, Carla Zaccagnini, Ernesto Neto, Julieta Gonzáles, Ivo Mesquita, Leda Catunda, Marcos Moraes, Rivane Neunschwander, Rodrigo Moura e Rosângela Rennó.


2 de março a 30 de novembro de 2010

3ªs feiras,19-22h - Seminários críticos
Duas 5ªs feiras por mês - 20-22h - Palestras
Encontros individuais serão agendados no decorrer do curso

Para se inscrever o aluno deverá ser selecionado mediante envio de portfólio para análise dos professores. Receberemos esse material até dia 11 de janeiro de 2010.

Matrícula de R$ 990
Mensalidade de R$ 990

BOLSAS DE ESTUDO

Estão abertas inscrições para as bolsas Galeria Luisa Strina, Fortes d´Aloia, TF e PV, que proporcionam um abatimento de 50% na anuidade do curso.
Para concorrer, efetue normalmente a inscrição do curso*, anexe uma carta de intenção e sinalize no envelope o nome do curso e o pedido de bolsa.

Para estrangeiros, saiba quais documentos para a emissão do visto clicando aqui

English Info

Español Info

Oferecido a partir de março de 2010, o curso com duração de 1 ano é voltado para o artista em inicio de carreira. Concebido e dirigido pelo curador Adriano Pedrosa (criador da Bolsa Pampulha, em Belo Horizonte), promoverá encontros entre os artistas participantes e destacados artistas e curadores, para discussão e desenvolvimento de linguagem e de projetos, em aulas em grupo e individuais, além de palestras e seminários.

As inscrições, com número limitado de vagas, serão realizadas por meio de análise de portfólio. O publico alvo é o artista em inicio de carreira que já tenha uma linguagem ou trabalho desenvolvido.

O PIESP é estruturado em aulas semanais, que se dividem em três categorias seminário, palestra e encontro individual e são ministradas por interlocutores residentes, que acompanham a turma durante todo ano (Adriano Pedrosa, Marcos Moraes, Rodrigo Moura, Julieta Gonzales e Ivo Mesquita).


O seminário tem a estrutura semelhante a uma crit class comum nos programas de formação de artistas nos Estados Unidos e na Europa, porém inexistente no Brasil. Crit class, ou "aula critica", consiste numa sessão de debate em torno da obra de um dos artistas participantes, onde cada semana um deles apresenta seu trabalho ao resto do grupo que por sua vez o discute em profundidade, questionando suas decisões estéticas, formais e conceituais.

Os artistas terão encontros individuais com todos os professores para discussão de seu trabalho e de seus projetos. Em cada encontro individual aluno deverá mostrar seu trabalho e seus projetos, e terá a oportunidade de estabelecer uma interlocução direta com os mais destacados artistas e curadores brasileiros. O número total de encontros individuais é de 16 por semestre.

Além das aulas individuais e seminários, palestras também ocorrerão no decorrer do curso, com os professores e também convidados especiais.


* PROCESSO DE INSCRIÇÃO

Para efetivar a inscrição no processo seletivo você deve encaminhar à Escola São Paulo aos cuidados do Departamento Educativo (Rua Augusta, 2239 – CEP: 01413-000 / São Paulo – SP) um envelope sinalizado com o nome do curso, contendo:

• Currículo resumido com dados pessoais (1 página A4);

• Portfólio contendo registro fotográfico da obra do artista, apresentando, no mínimo 20 e, no máximo, 30 imagens (impressas ou em formato digital). Os trabalhos em vídeo deverão ser encaminhados em um DVD com até 15 minutos de duração;

OBS.: cada imagem ou DVD deve ser acompanhado de uma ficha técnica (autor, título da obra, data, dimensões e técnica).

MAIS INFORMAÇÕES

PARTICIPANTES:

Rodrigo Moura
Curador, jornalista cultural, editor e crítico de arte, com publicações em catálogos, livros, revistas e jornais, como Folha de São Paulo (São Paulo), Flash Art International (Milão, Itália), Arco Noticias (Madri, Espanha), Art Nexus (Bogotá, Colômbia) e Trópico (São Paulo). Desde 2004, é curador adjunto de exposições e da coleção do Centro de Arte Contemporânea Inhotim (Minas Gerais, Brasil). Foi curador do Museu de Arte da Pampulha. Nesta instituição, realiza atividades relativas ao desenvolvimento da coleção, à Bolsa Pampulha – projeto do Museu de estímulo à produção emergente – e ao programa de exposições –, para o qual organizou mostras individuais de Ernesto Neto, Fernanda Gomes, Jarbas Lopes, José Bento e Damián Ortega.

Ernesto Neto
Artista plástico, participou da 49a Bienal Internacional de Veneza (2001), da 24a Bienal Internacional de São Paulo (1998), da Bienal do Mercosul, Extreme Abstraction – Albright-Knox Art Gallery, Buffalo, Nova York, EUA, Galerie Yvon Lambert, Paris, França (solo) Koyanagi Gallery, Tókio, Japão (solo). Recentemente fez exposições individuais no 21st Century Museum of Contemporary Art, (Kanasawa, Japão), no Hirshhorn Museum and Sculpture Garden (Washington, EUA), no Kunsthalle Basel (Suíça) e no Centro Galego de Arte Contemporanea (Santiago de Compostela, Espanha). Tem obras nas seguintes coleções: Solomon R. Guggenheim Museum, Nova York, EUA, MoMA, The Museum of Modern Art, Nova York, EUA, Purchase Fund, Washington D.C., EUA, The Monsoon, Londres, Inglaterra, The American Fund for the Tate Gallery Collection, Londres, Inglaterra, entre outras.

Carla Zaccagnini
Artista plástica, crítica e curadora. Membro do corpo editorial da revista “Número” e colaboradora da “Flash Art”. Seu trabalho é representado pelas galerias Vermelho (São Paulo) e Joan Prats (Barcelona). Até março de 2009 foi diretora da Divisão de Curadoria e Programação e curadora de Artes Visuais do Centro Cultural São Paulo. Participou da 28ª Bienal de São Paulo, da Trienal Poligráfica de San Juan América Latina y el Caribe e das exposições MAM 60 anos e Cover, ambas no Museu de Arte Moderna de São Paulo. Em 2008, realizou as mostras individuais Bifurcações e Encruzilhadas (Galeria Vermelho) e No. It Is Opposition (Art Gallery of York University, Toronto).

Beatriz Milhazes
Pintora, gravadora, ilustradora e professora. Formada em Comunicação Social pela Faculdade Hélio Alonso – Rio de Janeiro e Artes Plásticas pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage – EAV/Parque Lage, onde também lecionou e coordenou atividades culturais. Fez parte das exposições da Geração 80. Em 1997, ilustrou o livro As Mil e “Uma Noites à Luz do Dia: Sherazade Conta Histórias Árabes”, de Katia Canton. Sua obra faz referências ao barroco, à obra de Tarsila do Amaral e Burle Marx, aos padrões ornamentais e à art deco. Entre 1997 e 1998, foi artista visitante em universidades dos Estados Unidos. A partir de 1990, destaca-se em mostras nos Estados Unidos e Europa e integra acervos dos museus MoMa, Guggenheim e Metropolitan, em Nova York.

Ivo Mesquita
Curador da Pinacoteca do Estado de São Paulo e professor do Center for Curatorial Studies, do Bard College, em Annadale-on-Hudson, nos Estados Unidos. Foi curador da 28ª Bienal de São Paulo.

Ana Paula Cohen
Curadora independente, editora e crítica de arte. Trabalhou como curadora adjunta da 28ª Bienal de São Paulo (2008), e como co-editora das publicações relacionadas ao projeto. Foi co-curadora do projeto “Encuentro Internacional de Medellín 2007” (Jan-Jun, Medellín, Colômbia), e criou, em colaboração com curadores e artistas, um novo centro de arte contemporânea – La Casa del Encuentro. Para o mesmo projeto, curou uma exposição do artista Cildo Meireles no Museu de Antioquia, em Medellín. Desde 2006, é co-fundadora e parte do grupo editorial do Newsletter do projeto museumuseu, da artista Mabe Bethonico. Em 2005, curou a exposição “Subversiones diarias” – Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, MALBA. Desde 2004, é co-fundadora e curadora do projeto Istmo – Arquivo Flexível, em São Paulo. Contribui para revistas de arte internacionais, como Frieze, Art Nexus ou Exit Express, e escreveu para diferentes publicações sobre o trabalho de artistas como Goldin & Senneby, Javier Penãfiel, Rosângela Rennó, Oscar Muñoz e Cildo Meireles. Organiza conferências e séries de conversas. Atualmente é curadora residente no Center for Curatorial Studies – Bard College, em New York, pelo período de um ano letivo (2009-2010).

Rosângela Rennó
Artista visual. Graduada em Artes Plásticas pela Escola Guignard e em Arquitetura pela Universidade Federal de Minas Gerais, é doutora em artes pela Escola de Comunicações da Universidade de São Paulo. Realizou diversas exposições individuais, entre elas: The Appel Foundation (Amsterdam, 1995), The Museum of Contemporary Art (Los Angeles, 1996), Australian Centre for Photography (Sydney, 1999), Museu de Arte da Pampulha (Belo Horizonte, 2002), Centro Cultural Banco do Brasil (Rio de Janeiro, 2003), Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Recife, 2006), Prefix Contemporary Art Institute (Toronto, 2008). Entre as exposições coletivas, destacam-se: Aperto93 – 45ª Bienal Internacional de Veneza (1993), 2ª Bienal de Berlim (2001), Pavilhão Brasileiro, 50ª Bienal Internacional de Veneza (2003), Histoires des Amériques – Musée d’Art Contemporain de Montréal (2004), Panorama da Arte Brasileira – Museu de Arte Moderna (São Paulo, 2005), ArtesMundi 3, Museum of Art of Wales (Cardiff, 2008), Óscar Muñoz y Rosângela Rennó. Crónicas de la ausência – Museo Rufino Tamayo (Cidade do México, 2009).

Marcos Moraes
Marcos Moraes
Curador independente e professor de história da arte; coordenador do curso de artes plásticas e do programa de Residência Artística FAAP, no Edifício Lutetia, ambos da Fundação Armando Álvares Penteado. Doutorando da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), é formado em direito e artes cênicas pela mesma universidade e possui especialização em arte e educação, museologia e administração da cultura.

Adriano Pedrosa
Curador, ensaísta e editor. Foi co-curador da 27ª Bienal de São Paulo e curador responsável do Museu de Arte da Pampulha. Entre seus projetos curatoriais, estão ”F(r)icciones” (Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, 2000-2001, com Ivo Mesquita) e “Farsites: Urban Crisis and Domestic Symptoms in Recent Contemporary Art” (InSite-05, San Diego Museum of Art, Centro Cultural Tijuana, 2005).

Rivane Neuenschwander
Artista Plástica. Formada pela escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais, obteve o título de mestre pelo Royal College of Arts, em Londres. As obras criadas por Rivane utilizam uma ampla gama de materiais, como flores secas, papel arroz, insetos, poeira, sujeira, sal e pimenta, materiais orgânicos que têm uma vida efêmera. Cria assim uma espécie de memória da vida cotidiana que se funda justamente em tudo aquilo que é corriqueiro. Dentre as várias exposições que participou, destaca-se: em 2008 Florescendo: Brasil – Japão O seu lugar. Toyota Municipal Museum of Art, The Wizard of Oz. por Jens HOFFMANN São Francisco: CCA Wattis Institute for Contemporary Arts, em 2007 Comic Abstraction, Image-Breaking, Image-Making. MoMA – Museum of Modern Art, New York, em 2003 Rivane Neuenshwander – Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM), Recife. Vive e trabalha em Belo Horizonte, Brasil.

Leda Catunda
Artista Plástica. Formou-se em Artes Plásticas pela FAAP. Expõe desde 1981 em museus e galerias no Brasil e no exterior, tendo participado de três edições da Bienal de São Paulo. É Doutora em Artes pela Escola de Comunicações e Artes da USP (2003), lecionou pintura e desenho na graduação e na pós-graduação da Faculdade de Artes Plásticas Santa Marcelina até 2005. Desenvolve trabalhos de pinturas e objetos moles, utilizando vários tipos de tecidos e materiais como base. Com procedimentos próximos aos da colagem, através da soma de materiais, recortes, sobreposições e entrelaçamentos, reestrutura a superfície das pinturas em busca de uma poética da maciez. O amolecimento de formas nos trabalhos decorre da soma de imagens não agressivas, aliada aos recortes orgânicos e da utilização da característica de moleza como propriedade dos materiais empregados. Assim as obras trazem uma influência zoomórfica, com partes que lembram corpos ou por outras vezes paisagens.

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 3:05 PM

dezembro 15, 2009

Programa de pós-graduação em artes visuais / Mestrado acadêmico, Turma 2010 - UDESC

O Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina - CEART/UDESC faz saber aos interessados que, no período de 08 de fevereiro a 05 de março de 2010, estarão abertas as inscrições para a seleção dos candidatos para o Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, PPGAV-Mestrado, 6ª turma, com início em 2010 - 2º semestre.

Inscrições: 8 de fevereiro a 05 de março, segunda a sexta, 14-18h.
no local ou via SEDEX, postadas até o último dia do período de inscrição

Secretaria do Mestrado em Artes Visuais/PPGAV - CEART - Bloco das Artes Visuais
Av. Madre Benvenuta 1907, Bairro Itacorubi, Florianópolis - SC
48-3321-8314 / 3321-8315
cep 88.035-001
ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm
16 vagas
(Serão oferecidas 02 vagas para o curso de mestrado para candidatos estrangeiros aprovados no âmbito do Programa de Estudantes Convênio de Pós-Graduação - PEC/PG da CAPES, ou provenientes de Universidades conveniadas com a UDESC, com bolsa oriunda de seu País de origem.)

I - PERFIL DO PROGRAMA

O PPGAV-Mestrado, Área de Concentração Artes Visuais, estrutura-se em torno de 03 (três) Linhas de Pesquisa, a saber:

a) Processos Artísticos Contemporâneos;

b) Teoria e História das Artes Visuais;

c) Ensino das Artes Visuais.

II - VAGAS E CLIENTELA:

1. Serão oferecidas 16 (dezesseis) vagas no PPGAV-Mestrado, destinadas a portadores de Diploma de Graduação plena outorgado por Instituição de Ensino Superior (IES) oficial ou reconhecida.

2. Todos os candidatos serão submetidos a Processo de Seleção único, regulamentado por este Edital.

3. A Coordenação do PPGAV-Mestrado reserva-se o direito de não preencher o total de vagas oferecidas.

Obs.: Serão oferecidas 02 vagas para o curso de mestrado para candidatos estrangeiros aprovados no âmbito do Programa de Estudantes Convênio de Pós-Graduação - PEC/PG da CAPES, ou provenientes de Universidades conveniadas com a UDESC, com bolsa oriunda de seu País de origem.

III - INSCRIÇÃO:

1. Período e Local das inscrições:

1.1. As inscrições serão realizadas no período de 08 de fevereiro a 05 de março, de segunda a sexta-feira, das 14:00h às 18:00h.

1.2. Local para inscrições: Secretaria do Mestrado em Artes Visuais/PPGAV - CEART, Bloco das Artes Visuais, Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi, Florianópolis, SC, CEP 88.035-001 (telefones (48) 3321 8314 e (48) 3321 8315).

1.3. As inscrições poderão ser feitas pessoalmente, por procuração ou via SEDEX (Encomenda Expressa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos), neste caso, devem ser postadas até o último dia do período de inscrição, a saber, 05 de março de 2009, e endereçada à Secretaria do PPGAV-Mestrado, constante do item III –

1.1.

2. Documentos Exigidos:

a) Formulário de Inscrição

(disponível no site http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm);

b) Uma foto 3x4 colorida, de data recente;

c) Fotocópia autenticada frente e verso do Diploma de Graduação plena devidamente registrado; ou fotocópia do certificado de conclusão do curso (ou declaração da Secretaria Acadêmica do respectivo curso atestando que o aluno estará formado até 18 de julho de 2010, com a data de colação de grau especificada.

d) Fotocópia do Histórico Escolar completo da Graduação;

e) Fotocópia da Carteira de Identidade;

f) Fotocópia do CPF;

g) Fotocópia da certidão de nascimento;

h) Fotocópia da certidão de casamento;

i) Curriculum Vitae;

j) Projeto de Pesquisa

(modelo disponível no site http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm);

k) Portfólio e/ou Ensaios Monográficos (publicados ou não);

l) Certificado de proficiência em leitura, pelo menos em uma língua estrangeira (Inglês, Francês ou Espanhol) ou em outra língua que esteja estreitamente relacionada com o projeto de pesquisa proposto.

Caso o candidato seja aprovado no Processo Seletivo, deverá apresentar o certificado de conclusão do Curso de Graduação no ato da matrícula.

Os diplomas obtidos no exterior somente serão aceitos se tiverem sido convalidados por Instituições de Ensino Superior brasileiras devidamente reconhecidas pelo MEC.

A declaração de proficiência deverá ser emitida por Instituição reconhecida pelo Programa (Cultura Inglesa, Aliança Francesa e Centro Cultural Brasil - Espanha, respectivamente) ou prova no Departamento de Línguas Estrangeiras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Aqueles que não entregarem declaração de proficiência no ato da inscrição terão, como prazo máximo para entrega, o final do segundo semestre letivo (2011/1).

Observações:

Candidatos estrangeiros deverão apresentar:

a) Cópia do Diploma de Graduação plena e do Histórico Escolar completo, com vistos consulares brasileiros e tradução feita por tradutor público juramentado no Brasil;

b) Passaporte com visto de permanência no País;

c) Certificado de proficiência de língua portuguesa, emitido por Instituição Oficial do Brasil.

d) Os alunos estrangeiros portadores de Diploma do exterior que não disponibilizam deste certificado deverão realizar, durante o primeiro ano do Mestrado, estudos de língua portuguesa em Instituição Pública de Ensino Superior, apresentando comprovante posteriormente.

IV - ETAPAS:
ETAPA I

a) Análise dos documentos exigidos no item III-2;

b) Divulgação dos deferimentos das inscrições.

ETAPA II

a) Prova Escrita, de conhecimento, com duração de 4 (quatro horas), referente ao conteúdo dos títulos específicos da Linha de Pesquisa escolhida, constantes da Bibliografia em anexo (caráter eliminatório);

b) Divulgação das notas da prova escrita.

C) divulgação dos selecionados para a etapa III.

ETAPA III

a) Análise do Curriculum Vitae, Avaliação do Projeto de Pesquisa e Portfólio e/ou Ensaios Monográficos apresentados (caráter eliminatório);

b) Divulgação das notas da Análise do Curriculum Vitae, Avaliação do Projeto de Pesquisa e Portfólio e/ou Ensaios Monográficos apresentados;

c) Divulgação dos selecionados para a Etapa IV.

ETAPA IV

a) Prova oral na qual será analisado o perfil acadêmico do candidato, levando em conta seu Curriculum Vitae, o Projeto de Pesquisa apresentado e seu Portfólio e/ou Ensaios Monográficos (caráter eliminatório);

b) Divulgação da nota da prova oral.

c) Publicação da classificação dos candidatos aprovados.

V – PROCESSOS DE SELEÇÃO:

a) Prova Escrita, de conhecimento, com duração de 4 (quatro horas), referente ao conteúdo dos títulos específicos da Linha de Pesquisa escolhida, constantes da Bibliografia em anexo (caráter eliminatório);

b) Análise do Curriculum Vitae, do Projeto de Pesquisa e do Portfólio e/ou Ensaios Monográficos (publicados ou não) atribuídos uma nota de 0 ( zero ) a 10 (dez) -caráter eliminatório;

c) Prova oral atribuída nota de 0 (zero) a 10 (dez) - caráter eliminatório;

d) Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem pontuação igual ou superior a 7 (sete) em todas as etapas do processo de Seleção;

e) O candidato poderá ser aprovado, mas não selecionado;

f) A classificação final dos candidatos será divulgada em ordem decrescente da média final obtida pelo candidato;

g) Em caso de empate entre os candidatos, a classificação será decidida com base nos seguintes critérios:

• maior nota na Prova Escrita;

• maior nota na Prova Oral.

VI - DA HOMOLOGAÇÃO E PUBLICAÇÃO DO RESULTADO DO PROCESSO DE SELEÇÃO:

1. Do resultado do Processo de Seleção cabe pedido de revisão à Banca Examinadora, desde que encaminhado até 48 horas, após a divulgação do resultado final.

2. O resultado do Processo de Seleção será homologado pela Coordenação do PPGAV-Mestrado, obedecendo à ordem de classificação dos candidatos aprovados.

VII - MATRÍCULA:

- Terão direito à matrícula os candidatos aprovados, respeitado o limite das vagas estabelecidas pelo PPGAV-Mestrado.

- No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar os originais do Diploma de Graduação, Histórico Escolar completo, CPF e Identidade, para fins de conferência junto à Coordenação do PPGAV-Mestrado.

- A matrícula dos candidatos selecionados para o PPGAV-Mestrado se realizará do dia 14 a 18 de junho de 2010, das 14:00h às 18:00h, na Secretaria do Programa, Centro de Artes, situada na Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi, Florianópolis, SC, Telefone: (48) 3321 8314 ou 3321-8315.

- Em caso de desistências de matrícula, outros candidatos aprovados poderão ser chamados, em ordem decrescente de classificação.

VIII - CALENDÁRIO:

a) INSCRIÇÕES:

Data: 08 de fevereiro a 05 de março de 2010

Horário: 14: 00 às 18:00

Local: Secretaria do PPGAV-Mestrado.

b) DIVULGAÇÃO DO DEFERIMENTO DAS INSCRIÇÕES:

Data: 05 de abril de 2010

Horário: 14:00 às 18:00

Local: Secretaria do PPGAV-Mestrado ou no site: http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm

c) PROVA ESCRITA:

Data: 17 de abril de 2010

Horário: 14:00 às 18:00

Local: Os candidatos deverão se informar sobre o local da prova na Secretaria do PPGAV-Mestrado ou no site: http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm

d) DIVULGAÇÃO DO RESULTADO DA PROVA ESCRITA E DOS SELECIONADOS PARA A ETAPA III:

Data: 30 de abril de 2010

Horário: 14:00 às 18:00

Local: Secretaria do PPGAV-Mestrado ou no site: http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm

e) DIVULGAÇÃO DO RESULTADO DA ETAPA III (ANÁLISE DO CURRÍCULUM VITAE, AVALIAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA E PORTFOLIO E/OU ENSAIOS MONOGRÁFICOS APRESENTADOS):

Data: 10 de maio de 2010

Horário: 14:00 às 18:00

Local: Secretaria do PPGAV-Mestrado ou no site http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm

f) PROVA ORAL (ENTREVISTA):

Data: 17 a 19 de maio de 2010

Horário: horários a serem definidos (manhã, tarde ou noite)

Local: Os candidatos deverão se informar sobre o local da entrevista na Secretaria do PPGAV-Mestrado ou no site http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm

g) RESULTADO FINAL DA SELEÇÃO:

Data: 07 de junho de 2010

Horário: 14:00 às 18:00

Local: Secretaria do PPGAV-Mestrado ou no site http://ppgav.ceart.udesc.br/ppgav.htm

h) MATRÍCULA NO PROGRAMA:

Data: 14 a 18 de junho de 2010

Horário: 14:00 às 18:00

Local: Secretaria do PPGAV-Mestrado.

IX - DISPOSIÇÕES GERAIS:
a) A inscrição do candidato implicará no conhecimento e na aceitação das normas e das condições estabelecidas neste Edital, não podendo haver alegação de desconhecimento.

b) O exame de seleção só terá validade para o curso que será iniciado em 2010, segundo semestre.

c) A documentação dos candidatos não selecionados no processo seletivo ficará à disposição dos respectivos interessados para retirada na Secretaria do PPGAV-Mestrado, por prazo não superior a 30 (trinta) dias, a contar da divulgação do Resultado Final da Seleção. Após esse prazo, os documentos restantes serão inutilizados.

d) Não será permitido o ingresso no local da prova após o seu início.

e) Sugerimos que os candidatos entreguem seus currículos usando a plataforma Lattes do CNPq, disponível no endereço eletrônico www.cnpq.br.

f) Endereço para correspondência e informações:

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA –UDESC

CENTRO DE ARTES - CEART
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES VISUAIS

Av. Madre Benvenuta, 1907, Bairro Itacorubi
88.035-001 - Florianópolis, SC
Telefone: (48) 3321 8314 / Fax: (48) 3321 8315
e-mail: ppgav@udesc.br
Atendimento externo: de segunda à sexta-feira, das 14:00 às 18:00
Florianópolis, 30 de novembro de 2009.

Prof. Dr. Milton de Andrade Leal Jr.
Diretor Geral do CEART

ANEXO

BIBLIOGRAFIA E CRITÉRIOS PARA A PROVA ESCRITA
1 - A bibliografia para a Prova Escrita, indicada como obrigatória, contempla aspectos teóricos das Artes Visuais e articula-se em torno de três eixos disciplinares: Ensino das Artes Visuais; Processos Artísticos Contemporâneos; Teoria e História das Artes Visuais.

2 - A Prova Escrita será feita sem consulta.

3 - A Prova Escrita constará de duas questões, referentes à Bibliografia específica da Linha de Pesquisa escolhida, as quais terão peso igual, valendo 5 pontos cada.

4 - As respostas às questões da Prova Escrita serão analisadas levando em conta os seguintes critérios:
· clareza e fluência redacional;
· argumentação e estabelecimento de correlações;
· uso da bibliografia recomendada.

5 - O candidato poderá encontrar exemplares da bibliografia na Biblioteca Central da UDESC.

Bibliografia:
a) LINHA DE PESQUISA: Processos Artísticos Contemporâneos
BEIGUELMAN, Gisele, BAMBOZZI, Lucas, BASTUS, Marcus, MINELLI, Rodrigo (orgs.). Apropriações do (In)Comum. Espaço público e privado em tempos de mobilidade. São Paulo: Instituto Sérgio Motta, 2009. E.book disponível online no endereço http://www.ism.org.br/ebooks/artemov_port.pdf
WOOD, Paul, FRASCINA, Francis, HARRIS, Jonathan e HARRISON, Charles. Modernismo em Disputa – a arte desde os anos quarenta. São Paulo: Cossac Naify Edições, 1998.

b) LINHA DE PESQUISA: Teoria e História das Artes Visuais
DELEUZE, Gilles. "Introdução - Repetição e diferença". In: DELEUZE, Gilles. Repetição e diferença. Rio de Janeiro: Graal, 2006 (2ª edição), pp. 19-54.
TASSINARI, Alberto. O espaço moderno. São Paulo: Cosac Naify Edições, 2001.

c) LINHA DE PESQUISA: Educação em Artes Visuais
BARBOSA, Ana Mae (org.). Ensino de Arte: memória e história. São Paulo: Perspectiva, 2008.
GATTI, Bernardete; BARRETTO, Elba Siqueira de Sá. Professores no Brasil: impasses e desafios. Brasília: Unesco, 2009. Disponível online no endereço http://www.brasilia.unesco.org/publicacoes/livros/professores-do-brasil
BANKS, Marcus. Dados Visuais: para pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 1:10 PM

Curso de Mestrado em Artes da Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais

A Coordenação do Programa de Pósgraduação em Artes - Mestrado, da Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais - Universidade Federal de Uberlândia, no uso de suas atribuições que lhe confere o Estatuto da Universidade, faz saber a todos quantos o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que serão abertos a inscrição e o processo de seleção para a Turma 2010-1, com ingresso em março de 2010 e defesa de dissertação até fevereiro de 2012. O Colegiado também classificará, de acordo com o nível de aproveitamento obtido no processo seletivo e o número de vagas disponíveis, alunos especiais por um período máximo de 12 meses, a partir da data de divulgação dos resultados.

Inscrições:
1 a 18 de fevereiro de 2010, 8h30 - 11h30 e 14-17h na Secretaria do Programa e,
1 a 15 de fevereiro de 2010 via sedex10.

A ficha de inscrição estará no site: www.posgrad.art.fafcs.ufu.br, desde que ativo e on-line.

Universidade Federal de Uberlândia - Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais
Coordenação do programa de pós-graduação - Curso de mestrado em artes
Av. João Naves de Ávila 2121, Bairro Santa Mônica Bloco 1V, Uberlândia - MG
34-3239-4522 ou posartes@fafcs.ufu.br
cep 38408-100
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br
03 vagas para Artes Plásticas

Edital de Seleção - 003/2009 - turma 2010-1

I – DA CARACTERIZAÇÃO
O Curso de Mestrado em Artes da Universidade Federal de Uberlândia, de caráter integral, foi aprovado pela Resolução 01/2008, de 18/01/2008, do Conselho Universitário. Em julho de 2008 foi recomendado pelo Conselho Técnico Científico da CAPES/MEC, que lhe atribuiu NOTA 3 (três). O Programa de Pós-graduação em Artes – Curso de Mestrado encontra-se estruturado na área de concentração intitulada Artes, contemplando pesquisas que visam a promover o desenvolvimento dos estudos artístico-científicos em geral e de suas aplicações, contribuindo para a qualidade do ensino e para o diagnóstico e solução de problemas de interesse regional e nacional, no campo das Artes Visuais, da Música e do Teatro/Artes Cênicas.

Os estudos desenvolvidos no Mestrado em Artes estruturam-se nas duas linhas de pesquisa, assim descritas: I
– Práticas e Processos em Artes; e II – Fundamentos e Reflexões em Artes.

II - DAS INSCRIÇÕES
1. Condições necessárias para as inscrições
a)Poderão se inscrever portadores de diploma de curso superior de longa duração (graduação plena) na área de Artes, devidamente reconhecido pelo MEC.
b) O colegiado poderá autorizar as inscrições de portadores de diploma de curso superior de graduação plena reconhecido pelo MEC de outras áreas tendo em vista a questão interdisciplinar. Neste caso o candidato deverá anexar justificativa detalhada da solicitação em um requerimento anexado à inscrição.
c) As inscrições estarão abertas no período compreendido entre 01/02/10 a 18/02/2010, de 8h30min às 11h30min e de 14h às 17h (presencial) na Secretaria do Programa, e até 15/02/10 via sedex10. A ficha de inscrição estará no site: www.posgrad.art.fafcs.ufu.br, desde que ativo e on-line.
d) Serão aceitas as inscrições de portadores de atestados ou certidões de conclusão de cursos de graduação, desde que a referida conclusão tenha se dado, ou se dê, até a véspera designada para matrícula no programa.
e) Os candidatos que efetuarem inscrição via internet poderão enviar a documentação exigida, via SEDEX 10 desde que observada a data de postagem até 15/02/2010. Documentos, em parte ou no todo, não poderão ser postados e nem entregues na Secretaria do Programa após as datas aqui estabelecidas.
f) As inscrições somente serão deferidas após análise da documentação recebida pela Secretaria, observado o cumprimento dos requisitos estabelecidos no edital, incluindo o recebimento de toda a documentação pertinente, em conformidade com os prazos definidos.
g) A falta de comprovação de qualquer um dos documentos exigidos para a inscrição, não cumprimento da data de postagem ou qualquer irregularidade na documentação implicará o indeferimento automático da inscrição.
h)Os candidatos não selecionados poderão retirar seus documentos na Secretaria do Programa até 31/04/2010. Após esta data, serão descartados.

2. Documentos necessários para a inscrição ao processo seletivo
a) CERTIFICADO PROFLIN de proficiência em espanhol, francês ou inglês, com certificação válida a partir de 01/01/2008, que é realizado pelo Instituto de Letras e Lingüística da UFU, ao longo do ano, nos termos e datas definidos conforme os editais específicos do PROFLIN-ILEEL-UFU (entre em http://www.ileel.ufu.br/proflin para inscrições). Também serão aceitos Certificados de Exame de Proficiência em língua estrangeira (Espanhol, Francês e Inglês) com certificação válida a partir de 01/01/08, emitidos por Instituições de ensino superior Federais/Estaduais e/ou Programas de Pós Graduação de Instituições de ensino superior Federais/Estaduais. O candidato poderá, como alternativa, apresentar comprovação em pelo menos um dos exames oficiais listados a seguir e desde que a certificação esteja dentro do prazo de validade:
a) Diversos exames Cambridge, a partir do nível intermediário; (ii) Michigan; (iii) TOEFL, com o mínimo de 500 pontos na prova impressa ou 230 na prova eletrônica; (iii) D.E.L.F/D.A.L.F. ou outros exames equivalentes emitidos por Universidades Francesas; (iv) D.E.L.E. (Diploma Espanhol como Língua Estrangeira) da Universidade de Salamanca. Especificamente para candidatos estrangeiros, ou naturalizados, também será obrigatório, em caráter complementar e eliminatório, a apresentação de certificado de aprovação no PROFLIN – língua portuguesa do ILEEL-UFU ou o Certificado CELPE – Bras (http://www.mec.gov.br/sesu/celp.shtm), observados as mesmas condições e os mesmos prazos de validade das demais certificações de proficiência aqui descritas. ATENÇÃO para os prazos de validade destes Exames de Proficiência. Para os exames em que não consta nenhum prazo de validade, será considerado o período máximo de 3 anos, a partir da realização do mesmo.
b) Preenchimento de requerimento de inscrição, disponível na Secretaria do Curso e/ou no site: www.posgrad.art.fafcs.ufu.br, desde que ativo e on-line, no qual indicará a língua estrangeira (francês, espanhol ou inglês) em que comprovará proficiência e selecionará uma linha de pesquisa e um tema de orientação específico, em sintonia com o projeto a ser apresentado no ato da inscrição.
c) Histórico escolar do curso de graduação de longa duração concluído;
d) Versão impressa do Curriculum vitae gerado na plataforma eletrônica LATTES – http://www.cnpq.br e devidamente atualizado, acompanhado de todos os demais documentos comprobatórios impressos, com o nome do candidato destacado. Tendo em vista que o lançamento dos dados na Plataforma Eletrônica LATTES demanda tempo e domínio da tecnologia e que o subseqüente registro pelo CNPq pode ocorrer em até 72 horas após o envio pelo usuário, o candidato deve providenciar o seu currículo LATTES com AMPLA antecedência para que evite transtornos de última hora e eventuais indeferimentos de suas inscrições;
e) Cópia xerográfica de:
(i) diploma de curso superior de longa duração, atestado ou certidão de conclusão do curso, emitida pela Instituição de origem; (ii) certidão de nascimento ou casamento; (iii) carteira de identidade; (iv) título de eleitor com comprovação de regularidade junto à Justiça Eleitoral; (v) certificado de reservista, se do sexo masculino; (vi) cadastro de pessoa física e (vii) no caso de estrangeiro comprovante de situação regular no país e apresentação de diploma devidamente reconhecido ou de protocolo de encaminhamento de acordo com as normas brasileiras; viii) Comprovante de pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 60,00 (sessenta reais) em boletos obtidos eletronicamente por meio do site http://www.gru.ufu.br/ (no link serviços educacionais) ou https://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/gru/gru_simples.asp; ix) 4 (quatro) cópias do projeto de pesquisa na área de Artes – Artes Visuais, Música ou Teatro –, contendo no mínimo 8 e no máximo 12 páginas, de capa à capa, totalmente preenchidas, com margens de 3 cm à esquerda e superior e de 2 cm à direita e inferior, digitadas na fonte Times New Roman, tamanho 12 e espaço 1,5. O projeto deverá ter relação com uma das linhas de pesquisa i) Práticas e Processos em Artes ou ii) Fundamentos e Reflexões em Artes, e em consonância com os temas para orientação pretendidos, conforme divulgado no edital.
f) O Projeto de pesquisa, que deverá conter PELO MENOS:
CAPA: registrar nome completo do autor do projeto, título, local e data;
FOLHA DE ROSTO: identificar o projeto, indicando autoria, título, subtítulo (se houver), instituição à qual se destina (contendo a área de concentração, linha de pesquisa, tema para orientação e sugestão de nome de orientador pretendido), local e data;
SUMÁRIO: listar divisões, sessões e outras partes do projeto;
TÍTULO: escolher um título informativo, dando destaque ao tema de pesquisa de seu projeto;
INTRODUÇÃO: o texto de apresentação do projeto deverá conter justificativa, indicando “por quê” realizar a pesquisa, com delimitação clara do tema a ser estudado e referência à bibliografia fundamental relacionada ao tema proposto, situando o problema abordado, com a formulação de perguntas de pesquisa ou de hipóteses de trabalho;
OBJETIVOS: apresentar os objetivos e/ou resultados pretendidos com a pesquisa, claramente definidos, e, se necessário, distinguidos entre gerais e específicos;
REFERENCIAL TEÓRICO: apresentar a perspectiva teórica e crítica que poderá fornecer sustentação para a investigação pretendida.
METODOLOGIA: Apresentar os procedimentos e as etapas metodológicas de execução do projeto;
CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO: apresentar cronograma, prevendo períodos para a execução de cada etapa da pesquisa e observando o prazo máximo de 24 meses para a defesa da dissertação;
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: listar as referências bibliográficas citadas no texto do projeto, conforme as normas da ABNT. Os candidatos deverão seguir as normas ABNT atualizadas em diversos manuais disponíveis no mercado. Referendamos o manual publicado pela Editora da Universidade Federal de Uberlândia (SILVA, Ângela Maria; FREITAS, Nara Eugênia de; PINHEIRO, Maria Salete de. Guia para normalização de trabalhos técnico-científicos: projetos de pesquisa, monografias, dissertações e teses. 4 ed. Bem. Uberlândia: EDUFU, 2004. 158 p.)
g) Portfólio (tamanho A4), contendo de 6 a 15 fotografias no formato 15 x 21 cm e/ou DVD de trabalhos recentes ou relacionados ao projeto contendo as seguintes informações: título, técnica, data; tempo de duração e ficha técnica para performances (e uma descrição concisa quando necessário). Exclusivo para os candidatos à linha 1 (Práticas e Processos em Artes) que apresentarem projetos para a subárea de Artes Visuais.

III – DAS LINHAS DE PESQUISA
DESCRIÇÃO:
a)Práticas e Processos em Artes: Pesquisas ligadas à visualidade, à plástica, ao corpo, à atuação, ao texto e à musica, articulando reflexão, processos de criação, ensino e aprendizagem.
b)Fundamentos e reflexões em Artes: Pesquisas ligadas à visualidade, à plástica, ao corpo, à atuação, ao texto e a música, abordadas através da história, da crítica e da teoria. Observação: Maiores informações sobre linhas, docentes e seus respectivos projetos de pesquisa acessar www.posgrad.art.fafcs.ufu.br

IV - DAS AVALIAÇÕES
ETAPAS, CRITÉRIOS DE ELIMINAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO:
Todas as etapas do processo seletivo acontecerão nas dependências da Universidade, no Campus Santa Mônica, em salas do Bloco 3M. As etapas serão avaliadas por comitê avaliativo composto por professores de cada linha de pesquisa, tomando como referência os projetos e temas para orientação especificados no edital, sendo membro(s) natura(is) o(s) docente(s) das respectivas linhas de pesquisa, nomeados para tal fim, por meio de Ordem de Serviço emitida pela Coordenação do Programa. A seleção será realizada por meio de 2 (duas) etapas ELIMINATÓRIAS e 1 (uma) etapa CLASSIFICATÓRIA, assim descritas:
1 – AVALIAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA, CURRÍCULO E PORTFÓLIO.
(De 20/02/10 a 22/02/2010)
a) Os projetos de pesquisa dos candidatos serão apreciados por membros do comitê avaliativo, que atribuirão notas de 0 a 10 correspondentes aos conceitos EXCELENTE, BOM, SATISFATÓRIO ou FRACO, conforme a seguinte equivalência: (i) entre 9 e 10 = EXCELENTE; (ii) entre 8 e 9 = BOM; (iii) entre 7 e 8 = SATISFATÓRIO; (iv) inferior a 7 = FRACO (Candidato NÃO recomendado). As notas serão atribuídas conforme os seguintes parâmetros de avaliação e suas respectivas pontuações: (i) pertinência da proposta e adequação do projeto ao universo das Artes, à linha de pesquisa e ao tema pretendido. Assim, serão selecionados projetos claramente relacionados com as linhas de pesquisa e com os temas para orientação dodocente, que apresentem domínio da bibliografia referente ao assunto enfocado e à capacidade do candidatoem delimitar um problema na área de Artes e de formular hipóteses sobre ele – até 6,0 pontos; (ii) qualidadeda redação – até 2,0 pontos; (iii) viabilidade de execução em até 24 meses – até 1,0 ponto; (iv) entre 8 e 12
páginas, formatadas e adequadas às normas vigentes da ABNT – até 1,0 ponto.
b) Projetos deslocados da linha de pesquisa ou dos temas para orientação não serãoavaliados.
c) Tabela de pontuação de currículo (Anexo I).
d) Critérios de avaliação e pontuação para portfólio: i) Relação da produção com a linha de pesquisa; ii)Aspectos visuais e plásticos; iii) Aspectos conceituais; iv) Constância na produção artística / conjunto; v)Cada item de avaliação terá o valor de 2,5 (dois e meio) pontos perfazendo um total de 10,0 (dez) pontos,
distribuídos individualmente por cada membro da comissão a cada portfólio. A classificação geral de portfólio(s) se fará pela média aritmética das notas atribuídas individualmente por cada membro da comissão. A apresentação de Portfólio e sua respectiva avaliação será obrigatória apenas para os candidatos da linha de
pesquisa Práticas e Processos em Artes, sub-área Artes Visuais.
e) Adotar-se-á como critério de emissão dos resultados das análises dos projetos de pesquisa, currículo e portfólio a média das notas atribuídas pelos examinadores, considerando os parâmetros acima mencionados.
Serão classificados nesta etapa, de acordo com a disposição de vagas estabelecidas no edital, os candidatos que obtiverem média aritmética igual ou superior a 7,0 (sete). As notas serão divulgadas ao candidato, no site
do programa ou em mural específico.
2 – PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
a) Será realizada no dia: 26 de fevereiro de 2010, às 08:30 horas – Bloco 3M, Sala 01 – A prova, com duração de três horas, constará de questões de natureza teórica, analítica e interpretativa, baseadas nos itens da bibliografia listada, por área (Artes Visuais, Música e Teatro/Artes Cênicas).
b) O Comitê Avaliativo orientar-se-á pelo gabarito oficial da prova escrita. Às provas serão atribuídas notas de 0 (zero) a 10 (dez), conforme os seguintes parâmetros de avaliação e suas respectivas pontuações: (i) o
candidato deverá demonstrar capacidade de reconhecer conceitos, princípios e noções relacionadas às teorias das artes e aos procedimentos de investigação nas modalidades Artes Visuais, Música ou Teatro, bem como de construir argumentos em torno de aspectos específicos acerca de teóricos referentes a essas áreas – até 6,0 pontos; (ii) o candidato deve demonstrar competência lingüística e um bom desempenho na redação da prova
– até 4,0 pontos. Adotar-se-á como critério de emissão dos resultados da Prova Escrita a média das notas atribuídas pelos examinadores para as questões respondidas, considerando os parâmetros acima mencionados.
c) Serão classificados nesta etapa, de acordo com a disposição de vagas estabelecidas no edital, os candidatos que obtiverem média aritmética igual ou superior a 7,0 (sete). As notas serão divulgadas ao candidato, no site do programa ou em mural específico.
3 – AVALIAÇÃO ORAL: Dia: 05/03/2010 – a partir de 14:00 horas - Bloco 3M - Sala 01
a)Trata-se de uma discussão do projeto de pesquisa apresentado no ato da inscrição, observados o currículo do candidato e seu plano de intenções profissionais e acadêmicas. As avaliações orais dos candidatos serão apreciadas por membros do comitê avaliativo, que atribuirão notas de 0 a 10 correspondentes aos conceitos:
EXCELENTE, BOM, SATISFATÓRIO, conforme a seguinte equivalência: (i) entre 9 e 10 = EXCELENTE; (ii) entre 7 e 9 = BOM; (iii) inferior a 7 = SATISFATÓRIO.
b)As notas serão atribuídas conforme os seguintes parâmetros de avaliação e suas respectivas pontuações: (i) Domínio dos aspectos teóricos abordados no projeto de pesquisa – até 5,0 pontos; (ii) Clareza e desenvoltura na apresentação oral do projeto – até 5,0 pontos.

V – DO PERFIL DO CANDIDATO
Os candidatos selecionados deverão demonstrar capacidade para: a) leitura em língua estrangeira com fluência, especialmente em francês, espanhol ou inglês; b) redação em língua portuguesa formal, demonstrando domínio da linguagem do texto acadêmico; c) clareza e desenvoltura na apresentação sobre o seu projeto e tema de pesquisa, tanto na modalidade oral quanto na escrita; d) conhecimento das pesquisas em andamento, particularmente no que se refere a seu tema de interesse, apresentando domínio do conteúdo e leitura na área de Artes, com conhecimento das referências teóricas fundamentais; e) conhecimento sobre os recursos de informática disponíveis, necessários para a vida acadêmica; f) disponibilidade de tempo semanal
para dedicação ao Curso, além da carga horária destinada ao cumprimento dos créditos, para: sessões de orientação; apresentação de trabalhos em eventos acadêmicos, locais, nacionais ou internacionais;
participação efetiva nos Seminários de Pesquisa e em comissões organizadoras de eventos promovidos pelo Programa; consultas a bases de dados e aos acervos bibliográficos físicos e virtuais; reuniões obrigatórias de caráter acadêmico-administrativo, tais como as assembléias do Programa; assistir a defesas de dissertações; envolver-se em grupos de pesquisa; acessar o sistema eletrônico do Programa e acompanhar o serviço de
mensagens eletrônicas institucionais, bem como tempo para cumprir todas as demais atividades relevantes definidas pelo Colegiado e pela Coordenação do Programa.

VI – DA APROVAÇÃO/CLASSIFICAÇÃO
a) Serão aprovados, no MÁXIMO, 14 (quatorze) alunos regulares, de acordo com a disposição de vagas estabelecidas no edital. Assim, os candidatos que obtiverem na avaliação do Projeto/Currículo/Portfólio, nota igual ou superior a 7,0 (sete), na Prova Escrita de Conhecimentos Específicos, nota igual ou superior a 7,0 (sete) e que obtiverem as melhores classificações na Avaliação Oral, dentro do limite de vagas estabelecido
para alunos regulares e especiais poderão se matricular como tais.
b) Levando-se em conta os resultados obtidos nas etapas eliminatórias e na etapa classificatória deste processo seletivo, o número de alunos especiais não excederá o percentual de 50% do número total de alunos
regulares matriculados. Os alunos especiais serão classificados de acordo com o nível de aproveitamento obtido no processo seletivo e o número de vagas disponíveis de acordo com este ıtem do edital.
c) Após o período de matrícula, estabelecido em calendário acadêmico, havendo desistência e/ou impedimento de algum aprovado como aluno regular em efetivar sua matrícula, os alunos especiais serão convocados para a respectiva vaga, sempre observando número de vagas ofertado em edital, linha de
pesquisa, tema de orientação e orientador sugerido no ato da inscrição do processo seletivo.
d) Os alunos selecionados na categoria de especiais serão listados de acordo com sua média final. Os alunos especiais selecionados somente poderão cursar disciplinas, por um período máximo de 12 meses, a partir da data de divulgação dos resultados.
e) DESEMPATE: Em caso de empate, o comitê avaliativo tomará como parâmetros os seguintes critérios, nesta ordem: (i) nota na prova de conhecimentos específicos; (ii) nota do projeto de pesquisa/currículo/portfólio; (iii) desempenho apresentado na avaliação oral.

VII – DO NÚMERO DE VAGAS E DOS TEMAS PARA ORIENTAÇÃO
a) Será selecionado o MÁXIMO de 14 (quatorze) alunos regulares para a Turma 2010-1, de acordo com as vagas específicas oferecidas pelo corpo docente do Programa. Considerando que o amadurecimento acadêmico do candidato é condição necessária para seu ingresso no Programa e para a conclusão do curso em até 24 meses, o número de aprovados dependerá do desempenho apresentado nas diversas etapas do processo seletivo e, portanto, poderá, eventualmente, ser inferior ao número máximo de vagas ofertadas.
b) O candidato inscrever-se-á exclusivamente para um do(s) tema(s) para orientação, em sintonia com o seu projeto apresentado no ato da inscrição, conforme o quadro de oferta de vagas a seguir. O número de alunos especiais selecionados obedecerá ao disposto neste edital no item DA APROVAÇÃO/CLASSIFICAÇÃO.

Linhas de Pesquisa: Práticas e Processos em Artes

Orientadores:
- Daniel Luis Barreiro
tema para orientação:
a) Criação, performance e análise musical com o uso de dispositivos tecnológicos.
vagas: 01

- Fernando Manoel Aleixo
tema para orientação:
a) Processos, práticas e poéticas vocais.
b) Dramaturgia do corpo: processos de criação cênica.
vagas: 01

- Luciana Mourão Arslan
a) Arte- educação e interculturalidade; Criação poética visual e interculturalidade; Produções Visuais fronteiriças.
b) Relação arte e público; Arte educação em museus, instituições culturais e ensino não–formal.
vagas: 01

- Narciso Laranjeira Telles da Silva
a) Processos de criação e (trans)-formação em Teatro.
b) Teatro de rua: poéticas e práticas
vagas: 01

-Paulo Ricardo Merísio
a) Melodrama e/ ou Circo-teatro
b) Teatro infanto-juvenil
vagas: 01

- Renata Bittencourt Meira
a) Processos de criação em dança
b) Artes cênicas e culturas populares
vagas: 02

Linha de Pesquisa: Fundamentos e Reflexões Em Artes

Orientadores:
- Sônia Tereza da Silva Ribeiro
a) Práticas e processos de aprendizagens musicais.
b) Formação inicial e continuada de professores de música.
vagas: 01

- Flávio Cardoso Carvalho
a) História, métodos, técnicas e interpretação do canto erudito brasileiro.
b) Musicologia histórica brasileira
vagas: 01

-Irlei Margarete Cruz Machado
a) O texto e a cena
b) Dramaturgia em cena
vagas: 01

- Isaac Antônio Camargo
a) Investigação e análise de textos críticos em arte que foquem a produção artística e medie a sua apreciação.
b) Produção e difusão de textos em Teoria e Crítica de arte tomando por referência a Arte Contemporânea
vagas: 01

- Luiz Humberto Martins Arantes
a) Dramaturgia e cena teatral.
b) Memória do teatro e cultura
vagas: 01

- Maria do Perpétuo Socorro Calixto Marques
a) Dramaturgia, Cultura e Memória
vagas: 01

- Renato Palumbo Dória
a) Imaginários periféricos: deslocamentos, anacronismos, desvios e singularidades.
vagas: 01

VIII – BIBLIOGRAFIA:
ATENÇÃO: É necessário que o candidato leia os itens bibliográficos relacionados à linha de pesquisa (ver
quadro abaixo) para a qual apresentou seu projeto no ato da inscrição, observando o(s) tema(s) de orientação
do orientador sugerido, conforme indicados no quadro de oferta de vagas.

SUB-ÁREA: ARTES VISUAIS
LINHA I: PRÁTICAS E PROCESSOS EM ARTES

DUBOIS, Philippe. O ato fotográfico e outros ensaios. Campinas: Papirus, 1993.
GOLDBERG, Rose Lee. A Arte da performance. Ed. Martins Fontes, 2006.
MELIM, Regina. Performance nas Artes Visuais. Zahar, 2008.
O’DOHERTY, Brian. No interior do cubo branco. Ed. Martins Fontes, 2002.
KRAUSS, Rosalind. O fotográfico. Barcelona : Gustavo Gili, 2002.
TASSINARI, Alberto. O Espaço moderno. São Paulo: Cosac & Naify, 2001.

LINHA II - FUNDAMENTOS E REFLEXÕES EM ARTES

ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna: do Iluminismo aos movimentos contemporâneos. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.
CHIARELLI, Tadeu. Arte Internacional Brasileira. São Paulo: Lemos Editorial, 1999.
BELTING, Hans. O fim da história da arte: uma revisão dez anos depois. Trad. Rodnei Nascimento. São Paulo: CosacNaify, 2006, 320p.
SCHAMA, Simon. Paisagem e memória. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
WOOD, Paul [et alli]. Modernismo em disputa: a arte desde os anos quarenta. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
ZANINI, Walter (org.) Historia geral da arte no Brasil. V.2. São Paulo: Instituto Walther Moreira Salles, 1983.

IX – CRONOGRAMA:
PERÍODO DE INSCRIÇÕES: 01/02/10 a 18/02/2010, de 8h30min às 11h30min e de 14h às 17h.
(presencial) e de 01/02/10 e 15/02/10 (via Sedex10)

Deferimento das inscrições: 19/02/2010

1ª ETAPA (Eliminatória): De 20/02/10 a 22/02/2010
Análise, pela comissão de seleção, dos PROJETOS DE PESQUISA/CURRÍCULO/PORTFÓLIO
Divulgação do Resultado da 1ª Etapa 23/02/2010

2ª ETAPA (Eliminatória) : 26 de fevereiro de 2010, às 08:30 horas – Bloco 3M, Sala 01
PROVA ESCRITA de conhecimentos específicos
Divulgação do Resultado da 2ª Etapa e agendamento para a prova oral 01/03/2010

3ª ETAPA (Classificatória): 05/03/2010 - a partir de 14:00 horas - Bloco 3M - Sala 01
AVALIAÇÃO ORAL e discussão do projeto de pesquisa apresentado no ato da inscrição, observados o currículo/portfólio e as intenções profissionais do candidato.
Divulgação do Resultado final 08/03/2010

OBSERVAÇÃO: O corpo de docentes/orientadores, seus currículos e seus respectivos projetos de pesquisa constam da página do programa e podem ser acessados no endereço: www.posgrad.art.fafcs.ufu.br

Artes, ao aluno(a) que:
I – matricular-se em todos os semestres;
II – completar mínimo de dezesseis créditos em componentes curriculares (8 obrigatórios e 8 optativos), mais quatro créditos em Seminário de Orientação, mais vinte créditos na Defesa da Dissertação de Mestrado;
III – solicitar aproveitamento de eventuais disciplinas cursadas isoladamente, desde que os estudos sejam realizados em outros Programas de Pós-graduação na UFU, ou instituições nacionais ou estrangeiras devidamente reconhecidas, credenciadas ou recomendadas pela CAPES, fazendo sem trancamento de sua matrícula no Programa.
IV – protocolar 5 cópias do relatório de qualificação - até o 16º. mês após início do semestre como aluno regular;
V – ser aprovado no exame de qualificação – por banca examinadora definida pelo Colegiado, até o 16º. mês
após início do primeiro semestre como aluno regular;
VI – matricular-se em Dissertação de Mestrado - após conclusão dos 18 créditos e da formalização do projeto de pesquisa e do orientador;
VII – protocolar versão eletrônica e 5 cópias impressas da versão final da dissertação - até 45 dias antes do término do prazo regulamentar para conclusão do Curso;
VIII – defender dissertação, com aprovação - após definição de banca pelo Colegiado e até o 24º. mês após início do primeiro semestre como aluno regular, obtendo os vinte créditos correspondentes;
IX – cumprir todos os prazos regulamentares; o período mínimo para obtenção do título é de 12 (doze) meses e o máximo é de 24 (vinte e quatro) meses, incluindo a defesa da dissertação;
X – satisfizer as demais exigências do Colegiado e do Regulamento do Programa, assim como das normas gerais de funcionamento dos cursos de pós-graduação da UFU, concluindo todos os requisitos, inclusive a defesa de dissertação, com aprovação da Banca Examinadora, até fevereiro de 2012.
XI – apresentar diploma de curso de graduação de longa duração devidamente registrado e reconhecido pelo MEC. O aluno aprovado deverá, ainda, participar de eventos científicos, publicar textos completos em periódicos ou anais e envolver-se em atividades acadêmicas promovidas pelo Programa ou definidas pelo orientador. Apresentar anualmente, quando solicitado a produção discente do referido período. Não há, no entanto, garantia de bolsa de estudos ou de apoio financeiro para as participações decorrentes de seu ingresso no Programa.

XII – DO CORPO DOCENTE
1) PERMANENTE
Beatriz Basile da Silva Rauscher
Daniel Luis Barreiro
Fernando Manoel Aleixo
Flávio Cardoso de Carvalho
Heliana Ometto Nardin
Irlei Margarete Cruz Machado
Isaac Antonio Camargo
Lília Neves Gonçalves
Luiz Humberto Martins Arantes
Marco Antonio Pasqualini de Andrade
Margarete Arroyo
Maria do Perpétuo Socorro Calixto Marques
Narciso Larangeira da Silva Telles
Renata Bittencourt Meira
Renato Palumbo Dória
Sônia Tereza da Silva Ribeiro
2) COLABORADOR
Luciana Mourão Arslan
Luciene Lehmkulh
Paulo Ricardo Merísio

XIII – DAS INFORMAÇÕES E LOCAL DE INSCRIÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA
Programa de Pós-Graduação em Artes
Curso de Mestrado em Artes
Campus Santa Mônica – Bloco 1V
Av. João Naves de Ávila 2121, Uberlândia MG
cep 38408-100 ou posartes@fafcs.ufu.br
34-3239-4522 / 3239-4424
www.posgrad.art.fafcs.ufu.br

Posted by Ana Elisa Carramaschi at 11:48 AM