Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

julho 30, 2009

Oficinas do Segundo Semestre na Oswald de Andrade, São Paulo

Oficina de desenho e pintura figurativa com Hildebrando de Castro; Ciclo de estudos “A história da arte brasileira e suas influências” com Izabel Rocha; Oficina de gravura expandida “Do papel ao pixel” com Saulo di Tarso; Oficina de performance “Performance via topos-cênico” com Vicente Martos; Oficina de gravura em metal com Kika Levy; Oficina de gravura em relevo com Francisco Maringelli; Oficina “desenho: construção e reflexão” com Adalgisa Campos; Oficina “Fundamentos do desenho e da pintura” com Carlito Contini; Formação de público “Exposição de artes visuais ‘Reticências’ e Oficina de prática artística” com Gilda Morassutti; Formação de público “Exposição de artes visuais ‘Reticências’ e Ciclo de palestras com os artistas” com Márcia Gadioli, Rafaela Jemmene, Adriana Affortunati

agosto a novembro de 2009

Oficina Cultural Oswald de Andrade
Rua Três Rios 363, Bom Retiro, São Paulo - SP
11-3221-5558 / 3222-2662 ou oswalddeandrade@assaoc.org.br
www.oficinasculturais.org.br
www.cultura.sp.gov.br
Segunda a sexta, 8-22h; sábado, 10-18h; domingo, 14-18h

Oficina de desenho e pintura figurativa com Hildebrando de Castro

15 vagas

18/8 a 24/11 - terças-feiras - 14h30 às 17h30

Público-alvo: iniciantes na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições: 27/7 a 17/8

Ciclo de estudos “A história da arte brasileira e suas influências” com Izabel Rocha

30 vagas

22/8 a 28/11 - sábados - 10h às 13h

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adultos

Seleção: questionário

Inscrições: 27/7 a 19/8

Oficina de gravura expandida “do papel ao pixel” com Saulo di Tarso

25 vagas

31/8 a 27/11 - segundas e sextas-feiras - 18h30 às 21h30

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adultos

Seleção: entrevista dia 28/8 das 18h30 às 21h30

Inscrições: 27/7 a 27/8

Oficina de performance “Performance via topos-cênico” com Vicente Martos

25 vagas

1/9 a 22/10 - terças e quintas-feiras - 18h30 às 21h30

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: carta de interesse

Inscrições: 27/7 a 25/8

Oficina de gravura em metal com Kika Levy

20 vagas

1/9 a 18/11 - terças e quartas-feiras - 18h30 às 21h30

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário e avançado na área

Faixa etária: a partir de 16 anos

Seleção: carta de interesse

Inscrições: 27/7 a 25/8

Oficina de gravura em relevo com Francisco Maringelli

20 vagas

3/9 a 25/11 - quartas e quintas-feiras - 18h30 às 21h30

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adulto

Seleção: carta de inscritos
Inscrições: 27/7 a 28/8

Oficina “desenho: construção e reflexão” com Adalgisa Campos

30 vagas

9/9 a 23/11 - segundas e quartas-feiras - 18h30 às 21h30

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: carta de interesse - 18h30 às 21h30

Inscrições: 27/7 a 2/9

Oficina “Fundamentos do desenho e da pintura” com Carlito Contini

20 vagas

10/9 a 24/11 - terças e quintas-feiras - 18h30 às 21h30

Público-alvo: interessados com conhecimento intermediário na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: carta de interesse e aula teste dia 3/9 - 18h30 às 21h30

Inscrições: 27/7 a 9/9

Formação de público “Exposição de artes visuais ‘Reticências’ e Oficina de prática artística” com Gilda Morassutti

20 vagas

Exposição: 3 a 26/11 - segundas a sextas-feiras - 10h às 21h

Oficina: 3 a 26/11 - terças e quintas-feiras - 14h30 às 17h30

Público-alvo: iniciantes na área

Faixa etária: crianças e adolescentes

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições: 27/7 a 30/10

Formação de público “Exposição de artes visuais ‘Reticências’ e Ciclo de palestras com os artistas” com Márcia Gadioli, Rafaela Jemmene, Adriana Affortunati

40 vagas por palestra

Coordenação Geral: Márcia Gadioli

Exposição: 3 a 26/11 - segundas a sextas-feiras - 10h às 21h

Ciclo de Palestras: 10,17 e 24/11 - terças-feiras - 19h às 21h

10/11 - Rafaela Jemmene

17/11 - Adriana Affortunati

24/11 - Márcia Gadioli

Público-alvo: iniciantes na área

Faixa etária: adolescentes e adultos

Seleção: primeiros inscritos

Inscrições até a data das palestras

Posted by Ananda Carvalho at 5:36 PM

julho 29, 2009

Curso de Imersão sobre as obras de Michel Foucault com Pedro de Souza no Museu Victor Meirelles

Em setembro de 2009, o Museu Victor Meirelles realizará a segunda edição do Curso de Imersão. O objetivo da atividade é o aprofundamento acerca de um pensador ou artista relevante para o universo das artes visuais. Desta vez, a obra de Michel Foucault (1926-1984) será o foco do curso ministrado pelo professor Pedro de Souza (CCE-UFSC). Sua tese de pós-doutorado, defendida em 2007 na École Normale Supérieur em Lyon, pesquisou a performance vocal nos ditos e escritos do pensador francês.

O programa prevê uma abordagem do pensamento de Michel Foucault a partir de sua relação com o domínio das artes, sobretudo o das artes visuais. O ponto de partida será a análise de algumas regiões de seus ditos e escritos – prefácios, capítulos de livro, artigos, ensaios, entrevistas, etc – a relevância do universo das artes visuais para a elaboração de seu pensamento. Tratar-se-á de observar como Michel Foucault observava a arte de Velásquez, Manet, Magritte, entre outros, para dali retirar um savoir-faire, um modelo de ateliê de trabalho que permanentemente alimentava seu trabalho de escritura e pensamento.

9, 16, 23 e 30 de setembro, 9-12h - Pré-inscrição até 31 de agosto de 2009 pelo museu.victor.meirelles@iphan.gov.br

Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles 59, Centro, Florianópolis - SC
48-3222-0692 ou museu.victor.meirelles@iphan.gov.br
www.museuvictormeirelles.org.br

A oficina é gratuita e tem como público-alvo estudantes, historiadores, artistas visuais, professores, entre outros interessados. Serão 40 vagas disponibilizadas, respeitando o seguinte critério de seleção: 10 vagas para membros da Associação dos Amigos do MVM, 10 vagas para professores, 10 vagas para estudantes e 10 vagas para o público em geral. O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 1º de setembro.

Proposta:

Primeiro encontro (9 de setembro, 9h)

Dispositivos de enunciação-sujeito, espaço, linguagem: Velásquez, Manet e Magritte no ato de representar.

Segundo encontro (16 de setembro, 9h)

A escritura pictorial em Michel Foucault: subtrair o sujeito e a obra, abstrair o discurso.

Terceiro encontro (23 de setembro, 9h)

A estética do pensamento em ato.

Quarto encontro (30 de setembro, 9h)

A vida como beleza possível e a ausência de obra: a inspiração cínica.

Bibliografia Básica para os encontros (será necessária a leitura prévia dos textos abaixo):

FOUCAULT, M. “Isto não é um cachimbo”. In Estética: literatura e pintura, Música e Cinema. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 247-263

FOUCAULT, M. “A pintura Fotogênica”. In Estética: literatura e pintura, Música e Cinema. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 346-355

FOUCAULT, M. “As damas de companhia”. In Estética: literatura e pintura, Música e Cinema. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 194-209

FOUCAULT, M. “Sobre D. Byzantios”. In Estética: literatura e pintura, Música e Cinema. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 326-328

FOUCAULT, M. “Pierre Boulez: a Tela Atravessada”. In Estética: literatura e pintura, Música e Cinema. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 387-390

FOUCAULT, M. “As palavras e as imagens”. In arqueologia das ciências e história dos Sistemas do pensamento. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Elisa Monteiro. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 78-81

FOUCAULT, M. “Com o que sonham os filósofos”. In arqueologia das ciências e história dos Sistemas do pensamento. Organização e seleção de textos Manoel Barros da Motta; Tradução Elisa Monteiro. Rio de Janeiro, Forense universitária, 2001 pp. 296-298

Sobre o ministrante:

Pedro de Souza possui graduação pela Universidade Metodista de São Paulo (1979), mestrado em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987) e doutorado em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1993). Em 2007, realizou pós-doutorado na École Normale Supérieur, Lyon. Possui em andamento ainda o projeto sobre voz e subjetivação nas cantoras de rádio do final dos anos de 1950. Atualmente é professor da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Teoria e Análise Lingüística, Análise de Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: discurso, enunciação, subjetividade, seguindo a perspectiva de Michel Foucault. Nessa mesma linha temática, é orientador no Curso de Pós-Graduação em Literatura, na linha de pesquisa Textualidades Contemporãneas e Literatura e Memória. É bolsista de produtividade em pesquisa do Cnpq – Nível 2.

Inscrição

Interessados em participar devem encaminhar até o dia 31 de agosto de 2009 seu pedido de inscrição com os dados abaixo para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br.

Título da Oficina:

Nome completo:

Telefone:

E-mail:

Formação:

Área de atuação profissional:

Instituição:

É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?

Por que tem interesse em participar desta oficina?

Posted by Ananda Carvalho at 6:08 PM

Dynamic Encounters New York / Philadelphia

Professores: Charles Watson - professor da EAV Parque Lage; Denise Gadelha - artista plastico e professor da Arena; Frederico Carvalho - professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Jailton Moreira - artista plástico e coordenador do Espaço Torreão; Luiz Alberto Oliveira - físico, cosmólogo, professor e pesquisador do CBPF; Pedro França - artista e professor da EAV - Parque Lage.

O Projeto Dynamic Encounters, desde 1992, já realizou 35 viagens internacionais e 27 nacionais, reunindo professores, curadores, e artistas com pessoas interessadas em ampliar seus conhecimentos em arte. A 36ª edição do projeto vai acontecer nas cidades de New York e Philadelphia, serão dez dias de visitas, palestras e discussões sobre arte e arquitetura, nos principais museus, galerias e ateliês das duas cidades, com ênfase na arte moderna e contemporânea. Instituições: MoMA, Solomon Guggenhein Museum, Whitney Museum, Philadelphia Museum of Art, New Museum of Contemporary Art, Dia Center Beacon, Metropolitan Museum, PS1 Contemporary Art Center, Chelsea Art Museum e Drawing Center.

13 a 25 de novembro de 2009

Dynamic Encounters
21-2553-3748 / 2553-9224 / 3259-3748 / 2223-0710
wats352@attglobal.net

Posted by Ananda Carvalho at 5:40 PM | Comentários (1)

Cursos do Segundo Semestre no b_arco, São Paulo

Pintura, acompanhamento, discussão e ateliê com Fábio Miguez; Pintura realista a óleo com Hildebrando de Castro; Oficina da Cor com Tereza Viana; Pintura contemporânea com Paulo Monteiro; A Poética da Cidade com Renata Pedrosa; Livro-objeto com Edith Derdyk; Escrituras do olhar: O espaço entre a palavra e a imagem com Edith Derdyk.

Agosto a dezembro de 2009 - início em 10 de agosto

Centro Cultural b_arco
R. Dr. Virgílio de Carvalho Pinto 426, Pinheiros, São Paulo - SP
11-3081-6986
www.obarco.com.br

Pintura, acompanhamento, discussão e ateliê com Fábio Miguez

10 de agosto a 14 de dezembro, 15-18h

Conteúdo do curso (resumo):

O curso é de natureza prática e visa preparar o aluno a intervir com sua produção no sistema de arte com autonomia crítica e criatividade, valorizando a singularidade dos projetos. Tem como objetivo desenvolver e discutir projetos em qualquer área das artes visuais através de reflexões sobre questões da arte contemporânea.

Currículo do professor:

Formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, Fábio Miguez é artista plástico. Desde o início da década de 80, com a formação do grupo Casa 7 e depois individualmente, participou de diversas exposições coletivas, produziu mais de vinte exposições individuais e expôs em diversas exposições Bienais. Além de seu trabalho de artista plástico, desenvolve a atividade de artista gráfico. Colaborou com vários títulos para editoras como Cosac Naify (onde se destacam as coleções Espaços da Arte Brasileira e Prosa do Mundo), Publifolha, Ática, Discurso Editorial, Universal Music, Cebrap, etc. Tem também seu trabalho de artista plástico reproduzido em diversas publicações da editora Companhia das Letras, Folha de São Paulo, etc.

Pintura realista a óleo com Hildebrando de Castro

início em 13 de agosto, quintas feira, 10h30-13h30

Público-alvo : Artistas, estudantes de artes e interessados em pintura figurativa realista

Conteúdo do Curso (resumo):

O objetivo deste curso é instrumentalizar tecnicamente o aluno de forma que ele tenha um domínio cada vez maior da técnica da pintura realista a óleo.
Ao longo do curso, a prática deste método será desenvolvida através da escolha de uma referência fotográfica, feita pelo próprio, que será estudada e reproduzida, dando ao aluno a capacidade de desenhar e pintar já nos primeiros meses de pratica.

Currículo do professor:

Exposições individuais:

2008-Galeria Laura Marsiaj (Rio de Janeiro); 2006-Galeria Laura Marsiaj (Rio de Janeiro); 2005-Galeria Léo Bahia (Belo Horizonte); 2004-Galeria Casa Triangulo (Sao Paulo-Brasil); 2004-Galeria Laura Marsiaj (Rio de Janeiro ); 2003-Fay Gold Gallery-(Atlanta-USA); 2OO1-Galeria Casa Triangulo (Sao Paulo-Brasil); 1998-Paço Imperial (Rio de Janeiro-Brasil; 1997-Galeria Camargo Vilaça (Sao Paulo-Brasil); 1995-Centro Cultural Banco do Brasil (Rio de Janeiro-Brasil); 1994-Galeria Camargo Vilaça( Sao Paulo-Brasil); 1989-Hard Art Gallery (Zurich-Switzerland); 1988-Irene Madder Gallery (Munich-Germany)

Exposições coletivas:

2007-Casa de Espanha-(Rosario-Argentina); 2006 - Galeria Leo Bahia; 2006- galeria Thomas Cohn; 2006-Palacio das Artes-(Belo Horizonte-MG); 2005- Galeria Thomas Cohn (Såo Paulo); 2003-Espaço Itau’ Cultural (Såo Paulo ); 2002-Paralela- (Sao Paulo-Brasil); 1998-Haus Der Kulturen Der Welf (Berlin-Germany); 1996-Earl McGrath Galery (New York-USA); 1991-Faygold Gallery (Atlanta-GA-USA); 1990-Pindar Gallery (New York-USA); 1988-Nuremberg Museum (Nuremberg-Germany);1986-Museum of Modern Art (Linz-Austria).

Oficina da Cor com Tereza Viana

13 de agosto a 17 de dezembro, 14h30-18h30

Conteúdo do curso (resumo):

O workshop visa estimular a sensibilidade da construção, misturas e relações cromáticas, exercitando o olhar e seu diálogo com a cor no seu fazer artístico. O curso tem como objetivo atrair o público iniciante em arte, estudantes e interessados em ter maior contato com a cor na pintura e na colagem contemporânea.
O aluno poderá trabalhar as cores com a tinta – pintura -, ou com papéis, acetatos e fotos coloridos – colagem, ou com a mistura dos dois. O objetivo é a construção do pensamento com as cores.

Programa:

- aula 1 – exercício: misturas a partir das cores primárias;

- aula 2 – aula livre com o foco nas relações cromáticas, tendo como fio condutor do processo de pensar com as cores;

- aula 3 e 4 – livre com o foco nas relações cromáticas;

Currículo de Tereza Viana:

Tereza Viana é artista plástica. Exposições Individuais: Site Specific - Prêmio Projéteis Funarte de Arte Contemporânea, 2007/2008; Pinturas - Espaço Cultural Sérgio Porto - RJ, 2005; Pintura Expandida - Paço das Artes de SP, 2005; Colagem - Centro Universitário Mariantonia, USP - SP, 2002; Galeria Baró Senna - SP, 2001; Projeto Residência - Oficina Cultural Oswald de Andrade, 2000. Exposições coletivas Internacionais; Art Santa Fé, Feira internacional de arte contemporânea - México, 2008; 9º Festival Estúdio Abierto, Buenos Aires, AR; Art Miami Fair - EUA, 2002; Arco 2002, Madrid; L.A. International Biennial Art Invitational, 1997.

Pintura contemporânea com Paulo Monteiro

início em 12 de agosto, 19-22h

Conteúdo do curso (resumo):

O curso procura, através de aulas práticas, iniciar o aluno na reflexão das recentes transformações da pintura, a sua eficácia como meio de comunicação abordando questões como a fragmentação do plano pictórico, a crise do retângulo e a multiplicação das técnicas e dos suportes da pintura.

Currículo do professor:

Exposições coletivas

1985 18ª Bienal Internacional de São Paulo; 1987 Modernidade , Arte Brasileira do século XX; 1991 Brasil, La Nueva Generacion, Fundação Museu de Belas Artes, Caracas, Venezuela; 1994 22ª Bienal de São Paulo, Bienal Brasil século XX; 2000 Bienal Brasil 500 anos; 2001 Lucio Fontana, a ótica do invisível fundação Lucio Fontana, Centro Cultural do Brasil, Rio de Janeiro; 2003 2080, Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo; 2004 Onde está você, geração 80? Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro

Exposições individuais

1987 Esculturas, Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo; 1990 Esculturas e desenhos, Paulo Figueiredo Galeria de Arte, São Paulo; 1993 Paulo Figueiredo Galeria de Arte, São Paulo; 1998 Galeria Marília Razuk, São Paulo; 2003 Lisboa Vinte, Arte Contemporânea, Lisboa, Portugal; 2002 Alpendre, Fortaleza; 2005 Galeria Marilia Razuk, São Paulo; 2006 Centro Cultural Maria Antonia, São Paulo, Projeto Parede, Museu de Arte Moderna de São Paulo.

A Poética da Cidade com Renata Pedrosa

13 de agosto a 17 de dezembro, 19-22h

Conteúdo do curso (resumo):

Os centros urbanos contemporâneos se caracterizam pela abundância de situações e imagens que se sobrepõem à paisagem e arquitetura da cidade. Esta profusão de elementos acaba por colocar tudo aquilo que aparece diante dos olhos em uma equivalência de desinteresse, diminuindo a possibilidade de se surpreender com o que acontece no entorno.

Partindo desta constatação, este curso busca oferecer uma orientação para aqueles que já produzem qualquer tipo de poética visual, por um viés da cidade. Por meio da exposição de obras de artistas contemporâneos e de textos teóricos chamar para uma reflexão sobre as características e peculiaridades das cidades contemporâneas e sua influência na produção de arte.

A produção prática é de importância central para esta oficina; os trabalhos produzidos no curso e fora dele serão analisados e discutidos em grupo, durante as aulas. Este procedimento permitirá o desenvolvimento de uma postura mais crítica em relação à percepção e às produções que usam a cidade como ponto de partida. Permitirá também uma desmistificação da criação artística enquanto atividade reservada a alguns “eleitos”, pois evidenciará a relação entre os estímulos visuais do dia-a-dia e a construção de um discurso pessoal obtido através de um processo de trabalho.

Currículo:

Renata Pedrosa é artista visual e em 2002 começou a fazer intervenções públicas em cidades como São Paulo, Blumenau e Brande na Dinamarca. Em 1999 recebeu uma bolsa da Fundação Pollock-Krasner-NY. Atualmente pesquisa as possibilidades de uso do desenho em mídias eletrônicas e acaba de lançar uma publicação com 100 exemplares onde apresenta suas intervenções.

É doutoranda em Poéticas Visuais na ECA-USP e leciona em cursos livres desde 1998. Em 2005 foi orientadora no “Laboratório de Artes Visuais” – encontros experimentais de estudo, produção e discussão de artes visuais, no Depto. De Artes Plásticas da ECA-USP, SP. Entre 2007 e 2008 lecionou o curso “Produção de Imagens à partir do Cotidiano”, no Collegio das Artes, SP e ministrou oficinas de Intervenção Urbana na UFG, Goiânia e em São Paulo.

Livro-objeto com Edith Derdyk

11 de agosto a 24 de novembro, terça feira, 19-22h

Conteúdo do curso:
Os encontros pretendem investigar a poética que utiliza o livro como suporte: livro-objeto, livro de artista, obra-livro.
As possibilidades formais que se entreabrem a partir desta investigação desenham um arco extenso de experimentações:
1. conjugar o conhecimento artesanal aos processos industriais;
2. potencializar a mixagem de várias linguagens e modalidades de registros visuais (fotografia, xerox, desenho, gravura, procedimentos gráficos) e literários (poesia visual, textos autorais);
3. pesquisar estruturas narrativas dadas pelos entrelaçamentos inusitados entre a palavra e a imagem.


Escrituras do olhar: O espaço entre a palavra e a imagem com Edith Derdyk

12 de agosto a 25 de novembro, quarta feira, 19-22h

Conteúdo do curso:
Estes encontros terão como foco a observação de um olhar que opera entre a palavra e a imagem, estimulando a criação de uma poética pessoal. O ponto de partida para o encontro será a leitura de alguns fragmentos de livros,tais como: Palomar de Ítalo Calvino, A paixão segundo G.H. de Clarice Lispector e O partido das coisas de Francis Ponge, Livro de Areia de J.L.Borges e alguns poemas de João Cabral de Melo Neto. São textos que estimulam algumas motivações e formulações poéticas ao anunciar possibilidades da construção do olhar como gerador de múltiplos significados. O encontro pretende proporcionar um trânsito entre distintas técnicas, linguagens, recursos e procedimentos gráficos: desenho, fotografia, poesia visual, Xerox, colagem, vídeo, livro-objeto.

Currículo de Edith Derdyk
Artista plástica, ilustradora, educadora. Tem participado de exposições no Brasil em Instituições tais como MAM-RJ, SP e BA, Pinacoteca do Estado de SP, CCBB-RJ, MAC, Instituto Tomie Ohtake, MASP, Paço das Artes, Paço Imperial, Palácio das Artes entre outras e no exterior (Alemanha, EUA, Colômbia, Espanha, México, Suíça, Dinamarca). Autora dos livros: Formas de Pensar o Desenho e O Desenho da Figura Humana, (Ed.Scipione,1988/1989); Linha de Costura (Ed.Iluminuras/1997);Linha de Horizonte (Editora Escuta/2001). Escreveu e ilustrou alguns livros infantis tais como: Estória sem fimmm (Summus Editorial, 1980); A sombra da Sandra assanhada e O Colecionador de Palavras (Ed. Salesianas, 1986 e 1987); Rato e Ora Bolas (Cosac Naify/selo Palavra Cantada/2003). Foi contemplada pelos seguintes Prêmios e Bolsas: Bolsa como artista residente, The Banff Centre, Canadá (2007); Prêmio Porto Seguro Fotografia – Revelação (2004); Prêmio APCA – Tridimensional e Bolsa Vitae de Artes. Fundação Vitae (2002);Bolsa como Artista-Residente/Bellagio.Center/Itália.The Rockefeller Foundation (1999); Programa de Intercâmbio USIA/MAC/Vermont Studio Center.USA (1993); FIAT – Artes Visuais (1990). Atualmente ministra cursos no Instituto Tomie Ohtake. Em 2007 fez individuais na Pinacoteca do Estado de São Paulo, sala especial no lançamento do prêmio Porto Seguro Fotografia e Marília Razuk Galeria de Arte.

Posted by Ananda Carvalho at 5:17 PM

julho 27, 2009

O Processo Criativo - Módulo II com Charles Watson no Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

De natureza interdisciplinar, o curso aborda vários aspectos do processo de criativo e como se manifestam nas mais diversas disciplinas. Amplamente ilustrado com textos e vídeos, o curso mostra que a semelhança entre as dinâmicas criativas em áreas diversas supera freqüentemente a diferença entre as linguagens. Entendendo mecanismos que podem limitar nossas possibilidades criativas, podemos pensar e discutir estratégias que, ludicamente, podem contornar essas tendências.

Apesar de ser uma continuação do primeiro curso ministrado pelo professor no primeiro semestre deste ano, o workshop aborda novos assuntos, podendo funcionar também como produto isolado e completo para quem entrar somente agora. O Workshop é dirigido a todos que se interessam pelo processo criativo, tais como designers, arquitetos, decoradores, artistas, publicitários, empresários e outros para quem a geração de novas idéias é fundamental, seja a nível profissional ou pessoal.

20 a 23 agosto 2009, quinta e sexta, 19-23h; sábado e domingo, 10-15h

Instituto Tomie Ohtake
Av Faria Lima 2100, Pinheiros, São Paulo - SP
11-2245-1937
www.institutotomieohtake.org.br

Número de vagas: 50

CHARLES WATSON: professor e palestrante em assuntos relacionados ao Pensamento Criativo / Problem Solving e História da Arte. Formado pela Bath Academy of Art na Inglaterra em Arte e Literatura. Desde 1982 integra o quadro de professores da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde, de 1987 a 1993 foi coordenador do núcleo de pintura e desde 2002 ministra um projeto interdisciplinar, “Estratégias Criativas”. Mentor do Dynamic Encounters International Art Workshop, projeto que, desde 1995, realiza viagens educacionais de visitas à instituições, museus de arte e estúdios de alguns dos mais atuantes artistas no cenário mundial em cidades como Nova Iorque, Chicago, Londres, Amsterdam, Berlin, Düsseldorf, Colônia, Veneza, Paris, Madrid, Filadéfia, Barcelona (36 até hoje). No Centro de Arte Hélio Oiticica/RJ foi curador das exposições de Daniel Burren, Lygia Pape, Sean Scully e Tehching Hsieh entre outros. Palestrante sobre O Processo Criativo para diversas empresas, entre elas Globosat/RJ, Oi telefonia, Santander Cultural/RS, SESC/RJ, Escala Comunicação e Marketing/RS, Canal Futura/RJ, PUC RJ - depto de Design, Instituto Tomie Ohtake/SP, Ecco Espaço Cultural Contemporâneo/DF, D’Cult Marketing Cultural/MG, Bauhaus Educação Cultura e Arte / ES, Escola Superior de Propaganda e Marketing/RS, Dufry do Brasil – Duty Free Shop, Coca-Cola, TV Globo, entre outros.

Curso recomendado desde 2004 pela University of the Arts London e suas escolas de arte afiliadas, Camberwell College of Arts, Central St. Martins College of Art and Design, Chelsea School of Art and Design, The London College of Fashion, The London College of Communications, como um curso de preparação para bacharelado/mestrado em arte.

Posted by Ananda Carvalho at 4:27 PM

Estúdios - programa de visitas a artistas com Lucia Koch na Escola São Paulo, São Paulo

Estúdios são espaços de invenção frequentados diariamente, em atividade contínua de ação e pensamento. Quando um artista recebe em seu estúdio, nos mostra o ambiente que construiu/adaptou para o seu trabalho, ambos sempre em processo. Podemos então ampliar à compreensão de seu universo, no lugar que é a fonte geradora das relações de seus trabalhos com o mundo. O programa prevê 10 visitas a estúdios de artistas de diferentes gerações, vivendo em São Paulo. O primeiro encontro será a apresentação do programa, com calendário de visitas e uma introdução ao trabalho de cada artista a ser visitado. As visitas serão sempre conduzidas pela coordenadora.

16 de setembro a 25 de novembro, quarta-feira, 15-18h

Escola São Paulo
Rua Augusta 2239, São Paulo - SP
11-3060-3636 ou info@escolasaopaulo.org
Segunda a sexta, 10-22h; sábados 10-19h

R$ 275 + 3 parcelas de R$ 275 | Aula avulsa: R$ 120
10 aulas | 30 horas

Sobre Lucia Koch

Desde o principio dos anos 90, seu trabalho explora as relações entre arte e arquitetura produzindo alterações na luz ambiente de espaços institucionais ou domésticos. Participou das Bienais de Pontevedra (2000), Porto Alegre (1999 e 2005), Istambul (2003), Göteborg (2005) e São Paulo (2006). Individuais recentes: Casa Acesa, La Casa Encendida, Madrid, 2008; Two todays, Starkwhite Gallery, Auckland, NZ; Matemática Espontânea, 2006, na Torre Malakoff em Recife e Matemática Moderna, -2005, na Galeria Casa Triângulo, São Paulo.

Posted by Ananda Carvalho at 4:03 PM

Colecionismo com Maria Alice Milliet, Márcia Fortes e Eliana Finkelstein na Escola São Paulo, São Paulo

Em duas aulas, Maria Alice Milliet, tomando como paradigma a Coleção Nemirovsky, colocará o colecionismo no contexto sociocultural de meados do século XX, em São Paulo, mostrando a dialética existente entre a subjetividade do colecionador e o ambiente em que vive. Mostrará a contribuição do colecionismo para a história da arte, a preservação de obras e a formação de acervos.

Eliana Finkelstein abordará questão da venda de obras de arte que necessitam de um projeto de montagem e manutenção, como instalações, pois tais tipos de obras dependem de orientações detalhadas para continuarem a exercer seu papel sem a presença do artista.

Já Márcia Fortes, em uma conversa, vai expor sua experiência com a Galeria Fortes Vilaça.

1 a 22 de setembro de 2009, terça-feira, 19-22h

Escola São Paulo
Rua Augusta 2239, São Paulo - SP
11-3060-3636 ou info@escolasaopaulo.org
Segunda a sexta, 10-22h; sábado 10-19h

R$ 210 + 1 parcela de R$ 210 - Aula avulsa: R$ 130
4 aulas | 12 horas

1°/set – Maria Alice Milliet
08/set - Eliana Finkelstein
15/set - Maria Alice Milliet
22/set – Márcia Fortes

Maria Alice Milliet

É historiadora da arte, crítica e curadora. Mestre em História da Arte pela ECA/USP e Doutora pela FAU/USP. Diretora Técnica da Pinacoteca do Estado de São Paulo de 1989 a 1992 e do Museu de Arte Moderna de São Paulo de 1993 a 94, dirige, atualmente, a Fundação José e Paulina Nemirovsky, em São Paulo. Como curadora independente tem realizado exposições em inúmeras instituições, dentre elas, o MASP, o MAC-USP, o MAM - SP e o MAM - RJ e em inúmeras galerias. Autora dos livros “Lygia Clark: obra-trajeto”, 1992; “Tiradentes, o corpo do herói”, 2001; “Lothar Charoux, a poética da linha”, 2005 e de ensaios críticos em catálogos e periódicos.

Eliana Finkelstein

Formada em publicidade – atuou em algumas galerias como: Futura e DM9; Depois como coordenadora do estúdio do Rafic Farah. Atualmente sócia da Vermelho, e trabalhou como assistente de montagem da Bienal de 2000 e na bienal dos 50 anos.

Márcia Fortes

Formada em Literatura Inglesa e Americana na New York University. Já trabalhou como jornalista, tradutora, crítica e curadora de arte ao longo dos 11 anos que residiu em Nova York. Foi correspondente cultural do Jornal do Brasil, contribuiu para as revistas Frieze, Poliester, Vogue/Brasil e para o caderno Ilustrada da Folha de S.Paulo. Em 2000, atuou como diretora da Galeria Camargo Vilaça e, em agosto de 2001, fundou a Galeria Fortes Vilaça com a sócia Alessandra Ragazzo d'Aloia.

Posted by Ananda Carvalho at 3:53 PM

julho 24, 2009

Encontros de agosto Balanço da modernidade: de Kant a Benjamin no Maria Antonia, São Paulo

Raízes da crítica à modernidade: Kant, Marx, Nietzsche e Weber com José Carlos Bruni; Adorno e o lado sombrio da razão moderna com Gabriel Cohn; Brecht, Kafka e Schnitzler: a língua das cidades com Tercio Loureiro Redondo; Jornalismo cultural: dos suplementos aos blogs com Marcos Augusto Gonçalves.

A crítica contemporânea da tradição moderna na filosofia, através da obra de pensadores que procuram avaliar as ambiguidades do legado iluminista em reflexões pautadas pela experiência histórica. Consultoria de Franklin Leopoldo e Silva.

Agosto de 2009 – início em 11 de agosto

Centro Universitário Maria Antonia
Rua Maria Antonia 294, Vila Vuarque
11-3255-7182 r. 32 e 33 ou cursosma@usp.br
www.usp.br/mariantonia
Segunda a sexta, 10-18h

Raízes da crítica à modernidade: Kant, Marx, Nietzsche e Weber com José Carlos Bruni

A trajetória da crítica à modernidade, passando pela razão especulativa, a economia política, a moral, pela Escola de Frankfurt e pelos estudos de Max Weber sobre a perda do sentido da existência e a burocratização da vida social e psíquica.

Programa
13 de agosto — Raízes do procedimento crítico: Kant, Marx, Nietzsche.
20 de agosto — Max Weber e o desencantamento do mundo.

José Carlos Bruni é professor de filosofia da UNESP. Publicou o artigo “O tempo da cultura em Nietzsche”, na Revista da SBPC (2002) e organizou o livro Decifrando o tempo presente (Ed. da UNESP, 2007).

Adorno e o lado sombrio da razão moderna com Gabriel Cohn

A crítica da razão, a exposição dos limites de sua autorreferência e de sua pretensão de ocupar todos os espaços, na análise das condições da vida mal realizada, conforme exposto por Adorno em Minima moralia.

Programa
27 de agosto — A crítica do mundo administrado.
3 de setembro — A decifração da vida falsa: Minima Moralia.

Gabriel Cohn é professor da FFLCH — USP. É autor de Sociologia para ler os clássicos (Azougue, 2005), Crítica e resignação (Martins Fontes, 2003) e organizador de Theodor Adorno (Ática, 1986), entre outros.

Brecht, Kafka, Schnitzler: a língua das cidades com Tercio Redondo

A literatura de expressão alemã e suas relações com o universo sócio-cultural de cidades como Berlim e Viena e sua vinculação às grandes inovações artísticas ocorridas nessas metrópoles, do final do século XIX até os anos que antecederam o surgimento do nazismo.

Programa
12 de agosto – Arthur Schnitzler: profundidade psicológica e inovação formal.
19 de agosto – Franz Kafka: a plácida normalidade de um mundo totalitário.
26 de agosto – Alfred Döblin: Berlin Alexanderplatz, metrópole e modernidade no romance.
2 de setembro – Walter Benjamin: sociologia e interpretação literária nos desvãos da cidade. Bertolt Brecht: a poesia como relato.

Tercio Redondo é ensaísta e tradutor, com doutorado em literatura alemã pela USP. Traduziu, entre outros, o romance Nos penhascos de mármore (Cosac Naify, 2008), de Ernst Jünger.

Jornalismo cultural: dos suplementos aos blogs com Marcos Augusto Gonçalves

Um panorama do jornalismo cultural no Brasil, desde meados do século XX até a era da internet, analisando suas diferentes fases e as implicações de fatores técnicos e ideológicos, com destaque para questões relativas ao modo como a imprensa interage com o ambiente cultural em diferentes momentos históricos.

Programa
11 de agosto — Imprensa e cultura: a relação dos jornais com o mundo intelectual e o surgimento dos suplementos do Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil.
18 de agosto — O universo das variedades no país em modernização, o jornalismo cultural sob a ditadura e a época do Caderno B.
25 de agosto — Da redemocratização ao mundo dos blogs, o caso da Ilustrada e o jornalismo cultural na era da web.

Marcos Augusto Gonçalves é jornalista e editor do caderno Ilustrada, do jornal Folha de São Paulo. Organizou o livro Pós-tudo: 50 anos de cultura na Ilustrada (Publifolha, 2008).

Posted by Ananda Carvalho at 7:28 PM

Curso de Segurança de Acervos Culturais na Pinacoteca, São Paulo

A questão da segurança é cada vez mais relevante, sobretudo no que se refere à proteção de bens culturais. O curso pretende focar a importância de medidas preventivas, avaliações de risco e treinamento específico quanto à segurança do patrimônio cultural. Objetiva conscientizar profissionais para a gestão de segurança de acervos culturais; instruir sobre questões da conservação preventiva voltada à segurança de bens culturais; incentivar estudos na área de preservação, conservação e segurança de bens culturais.

Agosto a outubro de 2009, sextas-feiras, 9-13h e 14-18h

Pinacoteca do Estado de São Paulo - Auditório
Praça da Luz 02, Luz , São Paulo - SP
11-3324-1000

Inscrições:
Associação de Arquivistas de São Paulo - ARQ-SP
Av. Prof. Lineu Prestes 338, Sala N, Cidade Universitária, São Paulo - SP
11-3091-3795 com Hilda Vieira ou jornadas@arqsp.org.br com Ana Célia Navarro de Andrade
www.arqsp.org.br

Público-alvo: conservadores, restauradores, engenheiros, arquitetos, museólogos, bibliotecários, arquivistas, dirigentes de instituições culturais, profissionais diretamente envolvidos com a preservação de acervos culturais e interessados em geral.

Carga horária: 40 horas.

Investimento:
Pessoa física (em até 3X): R$550,00 / Sócio da ARQ-SP: R$450,00
Pessoa jurídica: R$700,00 / Sócio da ARQ-SP: R$600,00
Estudante (em até 3X): R$300,00

Programa

DIA 07/08/2009 - 6ª FEIRA
09:00 às 13:00 horas (4 h/a)
Disciplina: CONTROLE DE ACERVOS
Professora: Maria Celina Soares de Mello e Silva
Arquivista do Serviço de História da Ciência / Museu de Astronomia e Ciências Afins; Mestre em Memória Social e Documento; Doutora em História Social pela USP.
EMENTA: Constituição e formação de acervos nas instituições culturais – arquivos, bibliotecas e museus. Abordagem das questões principais que devem ser levadas em consideração no planejamento de um programa de controle de acervos institucionais, tornando-os mais seguros.

14:00 às 18:00 horas (4 h/a)
Disciplina: LEGISLAÇÃO PATRIMONIAL
Professor: Nelson Lacerda Soares
Procurador Público Federal – PROJUR / RJ / IPHAN; Assessor jurídico da Direção do Pró-Documento / FNpN; Assessor Jurídico da Comissão de Inventário de bens Imóveis; Assessor Jurídico da direção do Museu Nacional de Belas Artes.
EMENTA: Da proteção constitucional e infraconstitucional (leis e decretos relevantes) / Dos crimes contra o patrimônio cultural e da competência do Estado para apurar / Organizações internacionais (UNESCO e OEA) / Documentos internacionais importantes relativos à proteção do patrimônio cultural material e imaterial / Direito à cultura e direitos humanos / Dos direitos autorais.

DIA 21/08/2009 - 6ª FEIRA
09:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 horas (8 h/a)
Disciplina: PRESERVAÇÃO DE ACERVOS
Professora: Lygia Guimarães
Conservadora Sênior do IPHAN – Especialista em Conservação de Acervos Arquivísticos e Bibliográficos e de Obras de Arte sobre papel, Camberwell School of Arts and Crafts, Londres/Inglaterra.
Vice-Presidente do Comitê Regional da América Latina e Caribe do Programa Memória do Mundo da UNESCO.
EMENTA: conceituação, contextualização e função dos acervos culturais, políticas e estratégias de preservação, elaboração de planos de preservação e de emergências.

DIA 04/09/2009 - 6ª FEIRA
09:00 às 13:00 e das 14:00 às 18:00 horas (8 h/a)
Disciplina: SEGURANÇA FÍSICA DO PRÉDIO
Professora: Cláudia Suely Rodrigues de Carvalho
Arquiteta, Doutora em Preservação Arquitetônica pela USP. Coordenadora do Núcleo de Preservação Arquitetônico e Diretora Substituta do Centro de Memória e Informação da Fundação Casa de Rui Barbosa.
EMENTA: Proteção por perímetros; normas de segurança do edifício; controle de acesso; portas e janelas; fechaduras e chaves; planos de desocupação; vigilância; instalações físicas do prédio; sistemas de alarme e detecção; sistemas de controle de acesso; CFTV (Controle Fechado de Televisão).

DIA 18/09/2009 - 6ª FEIRA
Das 09:00 às 13:00 horas (4 h/a)
Disciplina: PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO
Professor: Victor Manoel de Carvalho
Especialização em Salvatagem; especialização em situações de emergências nuclear e radiológicas; Curso de operações contra incêndios (Texas, EUA); Instrutor de Combate a Incêndio da Marinha, Instrutor de Socorro e Salvamento da Marinha; Oficial Analista de Inteligência Estratégica no Ministério da Defesa em Brasília.
EMENTA: Brigadas de incêndio; Programa de Prevenção de Riscos e Acidentes (PPRA); Programas de Fiscalização e avaliação; Equipamentos e materiais básicos de emergência; Prevenção e gerência de riscos; Planos de emergência contra incêndios; Técnicas de combate a incêndio, análises de causas de incêndios.

14:00 às 18:00 horas (4 h/a)
Disciplina: BIOSSEGURANÇA EM BIBLIOTECAS, ARQUIVOS E MUSEUS
Professora: Francelina H. Lima e Silva
Bióloga da Escola Nacional de saúde Pública / Fundação Oswaldo Cruz Mestre em Ciência da Informação, Convênio CNPq/IBICT/UFRJ-ECO; Tecnóloga Sênior do Núcleo de Biossegurança / NUBio da Vice Presidência de Serviço de Referência e Ambiente / VPSA da Fiocruz.
EMENTA: Abordará conceitos e informações básicas em Biossegurança, facilitando o despertar da percepção do profissional que atua em bibliotecas, arquivos e museus em relação aos diversos riscos inerentes ao trabalho e ao meio ambiente.

DIA 02/10/2009 – 6ª FEIRA
Das 09:00 às 13:00 horas (4 h/a)
Disciplina: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EM MEIOS ELETRÔNICOS
Professor: Luiz Fernando Sayão
Mestre e Doutor em Ciência da Informação, Convênio CNPq/IBICT/UFRJ-ECO; Chefe do Centro de Informações Nucleares (CIN) da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN); Membro da Câmara Técnica do Documento Eletrônico do CONARQ (Conselho Nacional de Arquivos); Representante brasileiro no INIS – Internacional Nuclear Information System.
EMENTA: O que é preservação digital: definições e conceitos; a obsolescência das mídias digitais: causas e conseqüências; os desafios da preservação digital; metadados para preservação digital; projetos internacionais em andamento.

14:00 às 18:00 horas (4 h/a)
Disciplina: COMBATE AO TRÁFICO ILÍCITO DE BENS CULTURAIS
Professor: Especialista da Polícia Federal - INTERPOL / DIREX / DPF.
EMENTA: Conhecer da estrutura e atuação da Interpol no combate ao comércio ilícito de bens culturais; conhecer a atuação da Interpol em parceria com o IPHAN, interpretando os fundamentos legais para a defesa e preservação do patrimônio nacional; expor e interpretar os elementos ensejadores da Política Nacional de Segurança para arquivos, bibliotecas e museus.

Posted by Ananda Carvalho at 6:58 PM

Curso de Arte moderna e contemporânea brasileira com Felipe Scovino no MNBA, Rio de Janeiro

Análise crítica, por meio de fontes primárias, da passagem do moderno ao contemporâneo no campo das artes visuais brasileiras. Serão analisadas obras, ensaios críticos e textos de artistas que relatam essa transição. Serão debatidas a questão da identidade na arte brasileira, o lugar da vanguarda na arte brasileira do século XX, arte construtiva, a relação entre arte e política, o sensório como forma de conhecimento na arte, o vazio como elemento propositivo do objeto de arte, e a discussão sobre os caminhos da crítica de arte na última década frente às novas produções artísticas. Para cada aula, serão sugeridos textos aos alunos.

“A questão dos limites entre o modernismo e a modernidade artística no Brasil; autonomia poética e os problemas da linguagem artística; a legitimidade do moderno e as tradições culturais; o problema do sistema de arte brasileiro; engajamento político e autonomia artística; a ampliação do campo artístico na contemporaneidade”.

4 a 7 de agosto de 2009, 15-17h

Museu Nacional de Belas Artes
Av. Rio Branco 199, 4º andar, Cinelândia, Rio de Janeiro – RJ
21-2215-5072 ou associacaoamigos@mnba.gov.br
www.mnba.gov.br
Segunda a sexta, 10-17h

Valor profissionais: R$ 170,00
Valor estudantes: R$ 90,00

Forma de Pagamento:
Depósito na Caixa Econômica Federal
A favor de: Pró Belas Artes
Agência 0198
C/C 791.559-7
Operação 003

Inscrição: Trazer cópia do comprovante de pagamento e ficha de inscrição preenchida, no Museu Nacional de Belas Artes, procurar Jussara ou Eliane da Pró Belas Artes, ou enviar para o email associacaoamigos@mnba.gov.br.

Programa das aulas

1a aula: Flávio de Carvalho, Volpi e Cícero Dias: qual é o lugar do moderno? Estudo sobre três artistas brasileiros que foram fundamentais para se entender a crise do moderno.

2a aula: A industrialização e o fenômeno do moderno no Brasil: o estabelecimento das vanguardas construtivas. Compreensão sobre como o momento político e econômico dialogou com uma vontade construtiva no Brasil.

3ª aula: O conceito de vanguarda no Brasil e a revisão de uma crítica de arte. Na virada dos anos 60 para os 70 no Brasil, novas práticas artísticas surgem assim como a experimentação com diferentes suportes. Paralelo a essa produção, temos a emergência de uma geração de críticos de arte e de práticas de disseminação do trabalho do artista. Nessa aula visitaremos a galeria do século XXI do Museu Nacional de Belas-Artes a fim de tomar contato com o acervo de arte contemporânea e estabelecer diálogos entre os diferentes campos de produção das artes visuais brasileiras na segunda metade do século XX.

4ª aula: Arte e invenção. O conceito de arte-vida. Continuamos sendo artistas? Após a dissolução do neoconcretismo, estudaremos como as suas propostas foram alargadas, disseminadas e re-conjugadas através das obras de Hélio Oiticica, Lygia Clark e Lygia Pape.

Currículo do professor

Felipe Scovino é doutor em Artes Visuais (UFRJ) e bolsista recém-doutor do CNPq no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais (EBA/UFRJ), onde atua como professor colaborador. No Departamento de Teoria e História da Arte da Uerj, leciona como professor substituto. Foi curador da exposição Lygia Clark: Pensamento Mudo (Dan Galeria, São Paulo 2004) e curador adjunto de Diálogo Concreto: construtivismo e design no Brasil (Caixa Cultural, Rio de Janeiro, 2008; e Caixa Cultural, São Paulo, 2009). Atualmente está organizando os livros Cildo Meireles (Azougue Editorial) e Arquivo contemporâneo (Editora 7Letras), e como curador está organizando a exposição Arquivo contemporâneo, com abertura em 12 de setembro de 2009 no MAC-Niterói. Foi ganhador da bolsa Estímulo à produção crítica em artes (região Sudeste) concedida pela Funarte em 2008.

Posted by Ananda Carvalho at 6:16 PM

Curso O Museu do Vazio com Dora Longo Bahia na Escola São Paulo, São Paulo

O curso visa a estimular a reflexão sobre o espaço pictórico contemporâneo por meio de exposições teóricas, experimentos práticos e projeções cinematográficas.

11 de agosto a 1 de dezembro de 2009, terças feiras, 19-22h

Escola São Paulo
Rua Augusta 2239, Jardins, São Paulo - SP
11-3060-3636 ou info@escolasaopaulo.org
www.escolasaopaulo.org
Segunda a sexta, 10-22, sábado, 10-19h
Inscrição: 4x R$325

Sobre Dora Longo Bahia:
É formada em artes plásticas pela FAAP, doutora em Poéticas Visuais pela ECA-USP. Participou de diversas exposições coletivas, entre elas 28° Bienal Internacional de São Paulo. Sua mais recente exposição individual aconteceu em 2007 na Galeria Leme. Leciona no curso de artes plásticas da FAAP

Obs.: Não haverá aula em 8 de setembro.

Posted by Ana Maria Maia at 3:54 PM

Noções e Polêmicas da Arte Contemporânea com Rodrigo Andrade na Escola São Paulo, São Paulo

Este curso pretende oferecer noções básicas para a compreensão da arte contemporânea, estabelecendo as linhas estruturais de sua formação desde os primórdios da arte moderna, com um aspecto de história da arte, portanto, refletindo sobre polêmicas atuais, na tentativa de remover a fumaça conceitual dominante, abrindo espaço para uma visão mais nítida da produção recente, e poder assim recuperar para a apreciação estética o mistério intrínseco da criação artística, sempre através de farta projeção de imagens sobre as quais as idéias serão baseadas.

20 de agosto a 24 de setembro de 2009, quintas feiras, 19-22h

Escola São Paulo
Rua Augusta 2239, Jardins, São Paulo - SP
11-3060-3636 ou info@escolasaopaulo.org
www.escolasaopaulo.org
Segunda a sexta, 10-22h; sábado, 10-19h
Inscrição curso: 2x R$240
Inscrição aula avulsa: R$100

Sobre Rodrigo Andrade:
Artista plástico expõe regularmente desde os anos 80, quando começou a carreira com o grupo Casa 7. Lançou um livro onde reúne sua obra pela editora CosacNaify em 2008. Deu aulas teóricas de arte contemporânea no MAM entre 2001/05, CEUMA em 2006, e escreveu artigos e críticas para catálogos e revistas.

Posted by Ana Maria Maia at 3:46 PM

julho 23, 2009

Cursos e palestras no CCSP, São Paulo

Desenho: Linha e pensamento com Ana Teixeira e Fernanda Chieco; Xilogravura: Manchete & Poesia com Otávio Zani; O Corpo na Arte - a performatividade do corpo humano com Fernanda Borges; Oficina de desenho com modelo vivo com Denise B. Brogiolo, Gisella G. Bertini e Maria Marta Keppler; Papo de artista - acompanhamento de processo em artes visuais com Débora Bolsoni; Cotidiano e Produção Social do Espaço a partir de Lefebvre: contribuições aos estudos da paisagem com Euler Sandeville Jr. e Maria Cecília Machado Angileli

Inscrições de 4 a 7 de agosto de 2009

Centro Cultural São Paulo
Divisão de Ação Cultural e Educativa
Rua Vergueira 1000, Paraíso, São Paulo - SP
11-3397-4036
www.centrocultural.sp.gov.br036
Terça a sexta, 10-19h

Programação

Desenho: Linha e pensamento com Ana Teixeira e Fernanda Chieco

Este curso propõe apresentar o desenho como uma experiência possível. Proporcionará aos participantes um contato lúdico e reflexivo com o desenho, tanto por meio da prática quanto da teoria. As aulas passarão em revista as produções de artistas como Paul Klee, René Magritte, Joseph Beuys, Willian Blake, Debret, entre outros, provocando reflexões e discussões sobre a prática do desenho na contemporaneidade. (30 vagas).

Público: interessados em geral a partir de 14 ano.

Período da oficina:de 20/8 a 15/10 - quintas, das 14h às 17h - Sala Zero e Sala de Oficinas 2

obs.: Os materiais com os quais serão realizados os trabalhos deverão ser providenciados pelos próprios participantes, de acordo com suas possibilidades.

Xilogravura: Manchete & Poesia com Otávio Zani

A partir da prática da xilogravura pretende-se promover uma reflexão crítica sobre a dinâmica da comunicação, presente nas ruas da cidade, por meio de diversos suportes impressos: jornais, revistas, outdoors, mala-direta, fôlderes, cartões, etc. Com estes impressos, previamente coletados pelos participantes da oficina, serão produzidas pequenas publicações. (25 vagas).

Público: interessados em geral a partir de 14 anos

Período da oficina: de 11/8 a 6/10 - terças, das 10h às 13h - Espaço Oficinas

obs.: Os materiais com os quais serão realizados os trabalhos deverão ser providenciados pelos próprios participantes, de acordo com suas possibilidades.

O Corpo na Arte - a performatividade do corpo humano com Fernanda Borges

O objetivo é favorecer o aluno a compreender as características performativas do corpo humano. Para tanto, serão relacionados os conceitos de performatividade e de antropofagia, em aulas teóricas com apresentação de alguns trabalhos artísticos pertinentes. (30 vagas) - Público: interessados em geral a partir de 14 anos.

Período da oficina: de 11/8 a 6/10 - terças, das 19h às 22h - Sala de Oficinas 2

Oficina de desenho com modelo vivo com Denise B. Brogiolo, Gisella G. Bertini e Maria Marta Keppler

Espaço aberto de livre expressão, usando como meio o desenho de observação da figura humana. O aluno deverá trazer seu próprio material. (40 vagas por turma).

Período da oficina: até 11/12 - quartas, das 14h30 às 16h30

Debates e palestras

13 e 27/8

Papo de artista - acompanhamento de processo em artes visuais com Débora Bolsoni (artista plástica) - No dia 27 participação de Fernanda Albuquerque (curadora de Artes Visuais do Centro Cultural) Encontros quinzenais para análise e discussão de trabalhos e processos artísticos em desenvolvimento. Destina-se a artistas em formação ou profissionais que procuram interlocução para exercer suas pesquisas em artes visuais.

Público: artistas e interessados em arte contemporânea.

Quintas, das 19h às 21h - Sala Zero - Piso Flávio de Carvalho

13/8 a 10/9

Cotidiano e Produção Social do Espaço a partir de Lefebvre: contribuições aos estudos da paisagem com Euler Sandeville Jr. (professor da FAU/USP e PROACAM/USP) e Maria Cecília Machado Angileli (doutoranda FAU/USP)

Conversas em roda sobre opções teórico-metodológicas adotadas em estudos culturais das paisagens, à luz das contribuições de Henri Lefebvre, sobre a produção social do espaço e o cotidiano. A cidade, com suas desigualdades, demanda ao pesquisador formas de conhecer-atuar que exigem o confronto de contribuições teóricas com procedimentos experienciais e tensões entre aspectos particulares da vida urbana e aspectos estruturais da sociedade. Para tanto, os participantes devem ler previamente uma seleção de textos em português indicada em www.aion.org.br. O projeto é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa - Paisagem, Cultura e Sociedade da FAU/USP, de Aion Poéticas da Paisagem, segundo a proposta Espiral da Sensibilidade e do Conhecimento (www.espiral.org.br). (20 vagas)

Público: pesquisadores de pós-graduação e graduação e profissionais interessados em uma reflexão teórico-crítica sobre os estudos da cidade.

Quintas, das 16h às 18h - Sala Zero - Piso Flávio de Carvalho (Sala de Oficinas 2), e sextas, das 14h30 às 16h30 (Espaço Oficinas)

Posted by Ananda Carvalho at 7:10 PM

Workshop Entre Percursos e Circuitos - Manobras da Arte com Marcio Harum no MUnA, Uberlândia

Dirigido a profissionais das artes visuais - pesquisadores, estudantes, artistas e galeristas, entre outros - o workshop Entre Percursos e Circuitos - Manobras da Arte coloca em debate os caminhos da arte contemporânea.

O evento faz parte da quarta edição do programa Rumos Artes Visuais e se estende a um maior número de interessados da rede de produção das artes visuais ao estimular a produção e a reflexão nos quatro cantos do país. Focado no mapeamento, no fomento e na difusão, o Rumos busca detectar a cena artística brasileira e as direções que ela tem apontado.

4 a 7 de agosto de 2009, terça a sexta, 14-18h
Inscrições até 31 de julho por telefone ou email

Museu Universitário de Arte - MUnA
Praça Cícero Macedo, Uberlândia - MG
34-3231-7708 ou muna@ufo.br

Posted by Ananda Carvalho at 2:50 PM

Encontros e mini-cursos associados à exposição Cuide de Você no Sesc Pompéia, São Paulo

Durante a temporada paulistana da exposição Cuide de Você está previsto um vigoroso projeto de curadoria educativa. Ele vai permitir que os públicos mais variados tenham acesso à obra da artista - estudantes de escolas e universidades públicas e privadas, frequentadores do SESC São Paulo e interessados nas artes em geral. Envolvendo uma equipe de educadores, pesquisadores e artistas, sob a coordenação da educadora Valquíria Prates, as atividades e percursos práticos, reflexivos e participativos têm a proposta de ampliar a experiência da exposição, qualificar sua fruição e instigar os visitantes a produzir respostas poéticas à obra. Todas as atividades da curadoria educativa, bem como a própria exposição, são gratuitas.

Agosto de 2009

Sesc Pompéia
Rua Clélia 93, Pompéia, São Paulo - SP
11- 3871-7700
www.sescsp.org.br

Programação

Percursos de mediação

Visitas mediadas por educadores para estudantes, famílias, grupos de até vinte pessoas a partir de catorze anos, pessoas com deficiência e outros. Duração: 45 minutos. Grátis. Não há necessidade de inscrição.

Formação para professores

Orientações, para professores interessados, sobre temas e conceitos presentes na exposição. Inscrições: 30 minutos antes do começo da atividade. Vagas: 15 pessoas. Datas: 1º, 8 e 15 de agosto. Horário: das 10h às 12h. Local: SESC Pompeia – Galpão. Grátis.

Minicursos

Inscrições: A partir do primeiro dia útil do mês da atividade.

Fotografia - O retrato: fotografia, registro e arte - Com Beatriz Toledo. Vagas: 15 pessoas. Datas: 2, 9 e 16 de agosto. Horário: das 11h às 13h30. Local: SESC Pompeia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Artes visuais - Inventários do eu – uma investigação autobiográfica - Com Leya Mira Brander. Vagas: 15 pessoas. Datas: 4, 5 e 6 de agosto. Horário: das 19h às 21h30. Local: SESC Pompeia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Literatura - Sophie sou eu – Termine seu relacionamento aqui - Com Andréa del Fuego. Vagas: 20 pessoas. Datas: 11, 12 e 13 de agosto. Horário: das 19h às 21h30. Local: SESC Pompéia – Espaço de Leitura. Grátis.

Vídeo - Videografias de contato – Com Andre Costa. Vagas: 20 pessoas. Datas: 14, 21 e 28 de agosto. Horário: das 19h às 21h30. Local: SESC Pompeia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Aulas Abertas

Inscrições: 30 minutos antes do início das aulas.

Literatura - Tchau, Sophie - Com Samir Mesquita. Vagas: 20 pessoas. Datas: 16 de agosto. Horário: das 15h às 17h30. Local: SESC Pompeia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Fotografia - Objeto retratado: rastros e narrativas - Com Beatriz Toledo. Vagas: 20 pessoas. Datas: 5 de agosto. Horário: das 19h às 21h30. Local: SESC Pompéia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Vídeo - Videografar para seguir em frente - Com Andre Costa. Vagas: 15 pessoas. Datas: 30 de agosto. Horário: das 15h às 17h30. Local: SESC Pompéia – Oficinas de criatividade. Grátis.

Encontros

Inscrições: a partir do primeiro dia útil do mês da atividade, na bilheteria do SESC Pompeia.

Uma carta? Muitas de nós teríamos adorado – com Carla Rodrigues. Vagas: 60 pessoas. Data: 2 de agosto. Horário: das 15h às 17h30. Local: SESC Pompéia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Relatos verdadeiros de histórias inventadas – com Ronaldo Entler. Vagas: 60 pessoas. Data: 22 de agosto. Horário: das 15h às 17h30. Local: SESC Pompeia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

O vídeo e Sophie Calle – com Solange Oliveira Farkas. Data: 29 de agosto. Horário: das 15h às 17h30. Vagas: 60 pessoas. Local: SESC Pompeia – Oficinas de Criatividade. Grátis.

Posted by Ananda Carvalho at 2:26 PM

julho 17, 2009

Curso Produção da arte contemporânea brasileira na Casa do Saber, Rio de Janeiro

Mediador: Fernando Cocchiarale
Debatedores: Waltercio Caldas, Anna Bella Geiger, Nuno ramos e Anna Maria Maiolino

Importantes artistas da atualidade debatem a sua arte, a Arte brasileira e a internacional junto com o crítico e curador Fernando Cocchiarale, em encontros que vão produzir um verdadeiro panorama da Arte brasileira contemporânea.

14, 21 e 28 de agosto e 4 de setembro, sextas-feiras, 19h30

Casa do Saber
Av. Epitácio Pessoa 1164, Lagoa, Rio de Janeiro - RJ
21-2227-2237
www.casadosaber.com.br
Segunda a sexta, 11h-20h

Posted by Ana Maria Maia at 2:43 PM

Dynamic Encounters Inhotim 2009: Novas Exposições no Inhotim, Brumadinho

Professores: Charles Watson, Fernando Cocchiarale, Frederico Carvalho

O Museu do Inhotim, complexo museológico que possui um acervo de arte contemporânea de importância internacional, apresenta novas exposições, com novos recortes do acervo em três galerias. A atual mostra está organizada sob dois diferentes recortes: Lugares e Pontos de Vista – num total de 25 novos trabalhos de 19 artistas entre eles Helio Oiticica, Victor Grippo, Iran do Espírito Santo, Cildo Meireles, Tunga, Adriana Varejão, Alessandro Pessoli, Allora & Calzadilla, Anri Sala, Jorge Macchi, Marepe, Rivane Neuenschwander e Cao Guimarães, Steve Mc Queen e Matthew Barney.

O Dynamic Encounters promove o contato com a produção desses artistas e seus processos de trabalho. Visando sempre estimular a reflexão sobre os trabalhos vistos através de uma abordagem especulativa, o grupo é acompanhado por professores e curadores de arte.

11 a 13 de setembro de 2009, sexta a domingo

Dynamic Encounters
21-2553-3748/9224 ou wats352@attglobal.net

Museu do Inhotim
Rua b 20, Brumadinho - MG
31-3227-0001 ou info@inhotim.org.br
www.inhotim.org.br

Sobre os professores*:
Charles Watson – Professor da escola de artes visuais Fernando Cocchiarale - Professor da Universidade Candido Mendes e da Escola de Artes Visuais-Parque Lage. Frederico Carvalho – Professor da Universidade Federal do RJ Pedro França – Artista e professor da Escola de artes visuais-Parque Lage RJ

* sujeito a alteração


Posted by Ana Maria Maia at 1:19 PM

julho 16, 2009

Oficina Ação educativa: aspectos da inclusão sociocultural em museus de arte com Gabriela Aidar no Museu Victor Meirelles, Florianópolis

A oficina abordará questões relacionadas à inclusão sociocultural em museus de arte na atualidade, a fim de promover discussões sobre ações educativas voltadas a não-públicos de museus, mais notadamente a grupos em situação de vulnerabilidade social. Para isto, serão abordados temas como padrões de consumo cultural e frequência a museus; conceitos de exclusão e inclusão social e sua aplicabilidade nos museus; construção de percursos educativos para grupos em situação de vulnerabilidade social em museus de arte, e alguns indicadores de avaliação para ações socioeducativas nessas instituições. Serão ainda apresentadas, a título de estudo de caso, as ações desenvolvidas pelo Programa de Inclusão Sociocultural do Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

20 e 21 de agosto, quinta e sexta, 14-18h - Pré-inscrição até 12 de agosto de 2009 pelo museu.victor.meirelles@iphan.gov.br

Sala Multiuso do Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles 59, Centro, Florianópolis - SC
48-3222-0692 ou museu.victor.meirelles@iphan.gov.br
www.museuvictormeirelles.org.br

Público-alvo: funcionários de museus e centros culturais, professores, estudantes, membros membros da Associação dos Amigos do MVM
Vagas: 30 vagas (5 vagas para membros da Associação dos Amigos do MVM, 5 vagas para professores, 5 vagas para estudantes e 15 vagas para funcionários de museus e centros culturais)


Programa

Primeiro encontro (20 de agosto, 14h)
- Discussão sobre consumo cultural e frequência a museus, por meio da apresentação de dados da Coleção Cadernos de Políticas Culturais, do IPEA/MinC, e de pesquisas de perfil de público realizadas pelo Observatório de Museus e Centros Culturais;
- Apresentação dos pressupostos teóricos e ações do Programa de Inclusão Sociocultural do Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca do Estado de São Paulo;

Segundo encontro (21 de agosto, 14h)
- Aspectos da construção de percursos educativos para grupos em situação de vulnerabilidade social em museus de arte;
- Indicadores de avaliação para ações socioeducativas em museus;
- Exercício de elaboração de percursos educativos por parte do grupo (atividade prática).

Sobre a ministrante

Gabriela Aidar é graduada em História pela Universidade de São Paulo, especialista em Estudos de Museus de Arte pelo Museu de Arte Contemporânea, e em Museologia pelo Museu de Arqueologia e Etnologia, ambos da USP. Obteve o título de Master of Arts in Museum Studies pela Universidade de Leicester, na Inglaterra. Em 2006 foi contemplada com o Prêmio Fundação Bunge Juventude na categoria Museologia. Atuou como pesquisadora em instituições como a Associação Nacional de História, Itaú Cultural, Laboratório de Políticas Públicas da UERJ e foi assistente de curadoria da Coleção Brasiliana da Fundação Estudar. Foi co-autora do projeto educativo da exposição “Vistas do Brasil, Coleção Brasiliana/Fundação Estudar na Pinacoteca do Estado”, e coordenadora da ação educativa desta exposição, em cartaz de 2003 a 2005 na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Foi consultora do projeto educativo Centro-Periferia da 27ª Bienal de São Paulo. É assessora para o desenvolvimento de projetos no Programa Museu-Comunidade da Área de Ação Educativa do Museu Lasar Segall. Desde 2002 é coordenadora do Programa de Inclusão Sociocultural do Núcleo de Ação Educativa da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

Inscrição

Envio para o museu.victor.meirelles@iphan.gov.br os seguintes dados:
Nome completo
Telefone
E-mail
Formação
Área de atuação profissional
Instituição
É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?
Por que tem interesse em participar desta oficina?

O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 13 de agosto.

Posted by Ana Maria Maia at 6:52 PM

julho 13, 2009

Curso Arte e contemporaneidade com Fernando Cocchiarale no Pop, Rio de Janeiro

O curso aborda algumas questões recorrentes da produção contemporânea. Se o modernismo circunscreveu a discussão da arte no campo especializado da forma, da cor e do espaço, a contemporaneidade suscita, inversamente, a recondução da questão da arte a outras esferas não artísticas como a política, o corpo, a sexualidade, a filosofia, a ética, o meio ambiente entre outras. Os artistas contemporâneos ampliaram os espaços, meios e suportes convencionais, transbordaram os limites dos ateliês, museus, salas de exposições e galerias e assumiram meios e materiais efêmeros por sua fragilidade ou apropriados do circuito tecnológico-industrial.

18 e 25 agosto, 1 e 8 de setembro, terças-feiras, 19h30-21h30

POP - Pólo de Pensamento Contemporâneo
Rua Conde Afonso Celso 103, Jardim Botânico, Rio de Janeiro - RJ
21-2286-3299 / 3682
www.polodepensamento.com.br

Posted by Ana Maria Maia at 4:40 PM

julho 9, 2009

Oficina A Fotografia Contemporânea Brasileira com Cristine de Bem e Canto e Denise F. Adams no Tomie Ohtake, São Paulo

A oficina “A Fotografia Contemporânea Brasileira” discutirá a relação entre arte e fotografia numa época em que a fotografia passou a desempenhar função definitiva como material de pesquisa no universo da arte.

No desenvolvimento do curso será apresentado um breve percurso histórico da fotografia, com um recorte mais aprofundado no período contemporâneo. Serão discutidos trabalhos de fotógrafos e artistas como: Rosangela Rennó, Mário Cravo Neto, Cássio Vasconcellos e Rochelle Costi que utilizam esta linguagem de uma forma mais experimental. Durante a dinâmica das aulas será proposto um exercício visual com acompanhamento individual e posterior análise dos projetos.

20 a 24 de julho de 2009, segunda a sexta, 9h30-12h30

Instituto Tomie Ohtake
Avenida Faria Lima 201, entrada pela Rua Coropés, Pinheiros, São Paulo - SP
11-2245-1937 ou instituto@institutotomieohtake.org.br
www.institutotomieohtake.org.br

Público-alvo: estudantes, artistas e interessados em fotografia
Vagas: 15
Valor: R$ 200,00
Equipamento necessário: Câmera fotográfica com ajuste manual ou câmera amadora.

Posted by Ananda Carvalho at 8:34 PM

julho 8, 2009

Oficina Atuação e crítica no circuito de arte com Roberto Moreira Junior no Museu Hassis, Florianópolis

A partir de textos de artistas e teóricos se discutirá a expansão da atuação do artista, identificando questões pertinentes para se pensar hoje a produção de arte em torno de publicações, coordenação de espaços de arte, curadoria, crítica de arte e outros projetos em colaboração e ações realizadas por artistas. Este grupo de ações e iniciativas deflagram um importante passo para uma atuação autônoma e formadora de contextos, ampliando o campo das práticas artísticas hoje.

Serão analisados projetos específicos da Europa e da América Latina que permeiam o transbordamento dos gêneros na arte hoje e também serão discutidos possíveis projetos dos participantes. Textos de Ricardo Basbaum, Carla Zaccagnini, Allan Kaprow, Marcel Broodthaers, Andréa Fraser, Helmut Batista, Ronaldo Brito, Teresa Riccardi entre outros artistas, críticos e pesquisadores, serão base para discutirmos ações referentes à atuação e crítica no circuito de arte.

20, 21 e 22 de julho de 2009, 15h30-18h30h

Museu Hassis
Rua Luis da Costa Freysleben 87, Itaguaçu, Florianópolis - SC
48-3348-7370 ou contato@fundacaohassis.org.br
Segunda a sexta, 9-18h

Inscrições: R$ 40,00

Sobre o Ministrante:

Roberto Moreira Junior (traplev) é artista e mestre em Artes Visuais pela UDESC. Coordena as ações de Traplev Agenciamentos desde 2005 na qual organiza seminários, projetos de expedições temporárias, workshops, curadorias, exposições, projetos colaborativos e a edição da Publicação RECIBO. Desde 2005 é Membro representante do Camara/Colegiado Setorial de Artes Visuais do Ministério da Cultura, Funarte, que discute as políticas públicas para o setor.
Vive e trabalha entre Florianópolis, Caçador (BR) e Berlim (DE).

Posted by Ananda Carvalho at 3:48 PM

julho 7, 2009

Processo Criativo: workshop de pensamento criativo e conceitualização na EAV – Parque Lage, Rio de Janeiro

Professor: Charles Watson
Palestrantes:Agnaldo Farias — espaço na arte, poesia e música
Alice Miceli — geração de alternativas
Cadu — sistemas
Lia Rodrigues — inteligência espacial/ corporal
Luiz Alberto Oliveira — sistemas não lineares
Fernando Cocchiarale —quem tem medo de arte contemporânea?

Curso interdisciplinar dirigido àqueles que se interessam pelo processo criativo, tais como designers, artistas, arquitetos, empresários e outros para quem a geração de novas idéias seja fundamental.

3 de agosto a 25 de novembro de 2009 - segunda e quarta, 19h30-21h30

EAV - Parque Laje
Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro - RJ
21-2553-3748 / 21-2553-9224 / 21-3257-1800 ou wats352@attglobal.net

Desde 2004 recomendado pelo University of the Arts London e suas escolas de arte afiliadas – Camberwell College of Arts, Central St.Martins College of Art and Design, Chelsea School of Art and Design, The London College of Fashion, The London College of Communications – como um curso preparatório para bacharelado/mestrado em arte.

Posted by Ananda Carvalho at 6:29 PM

Workshops On_off com D-Fuse, Laborg, Lucas Bambozzi no Itaú Cultural, São Paulo

Uma das referências internacionais do gênero, o japonês Ryoji Ikeda vem ao Brasil pela primeira vez e apresenta duas obras; outros trabalhos inéditos são as performances do brasileiro Lucas Bambozzi, que pede a participação do púbico com a luz dos diplays de seus celulares, e do coletivo brasileiro Laborg. Evento integra a programação da exposição GamePlay, em cartaz no instituto desde o início do mês de julho.

21 de julho de 2009, terça-feira, 14-18h - Workshop com Laborg (fechado para ONG´s)

22 de julho de 2009, quarta-feira, 14-18h - Workshop com Lucas Bambozzi

23 de julho de de 2009, quinta-feira, 14-18h - Workshop com D-Fuse

Inscrições pelo telefone 11-2168-1779; segunda-feira a sexta-feira, 10-18h

Vagas: 40

Itaú Cultural - Sala Vermelha
Avenida Paulista 149, Paraíso, São Paulo - SP
11-2168-1700 ou instituto@itaucultural.org.br
www.itaucultural.org.br

ON_OFF – Experiências em Live Image traz performances inéditas e experiências com mesclas sonoras e visuais

De 17 a 19 e de 21 a 25 de julho, sempre às 20h, o Itaú Cultural apresenta a quinta edição do ON_OFF – Experiências em Live Image, com a exibição de sete obras de artistas brasileiros, japoneses e ingleses que operam em tempo real música e imagens projetadas nas paredes do palco do instituto. Formas geométricas, orgânicas, desenhadas à mão ou captadas por câmeras digitais são manipuladas com o som em tempo real e criam atmosferas audiovisuais exclusivas. Os trabalhos são assinados por artistas que são referência no gênero: o japonês Ryoji Ikeda, em sua primeira visita ao Brasil, o coletivo inglês D-Fuse e os brasileiros VJ 1mpar, Lucas Bambozzi e coletivo Laborg – estes dois trazem trabalhos inéditos. Além disso, D-Fuse, Laborg e Bambozzi ministram workshops abertos ao público, em que contam mais detalhes sobre suas trajetórias, estilos e referências, além de mostrar técnicas e equipamentos em simulações das performances ao vivo.

Principal artista visual e compositor eletrônico do Japão, Ikeda abre a programação no dia 17 (para convidados) e volta a se apresentar ao público nos dias 18 e 19. Ele cria trabalhos em que a música, o tempo e o espaço são moldados por métodos matemáticos, explorando o som como sensação e reduzindo a pó suas propriedades físicas para revelar sua relação com a percepção humana.

Na abertura, para convidados, às 20h, ele apresenta a performance Datamatics [ver.2.0]. Trata-se do segundo concerto audiovisual da série de mesmo nome que impressiona pelo ritmo extremamente rápido com o qual explora o limiar das percepções do público. Às 21h, acontece um coquetel para o lançamento do catálogo do projeto. A obra contém informações sobre todas as edições do ON_OFF, desde 2005, além de textos inéditos sobre live image de Patrícia Moran, doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, Roberto Cruz, gerente do núcleo de Audiovisual do instituto e do coletivo inglês D-Fuse.

A mesma performance será reexibida por Ikeda no dia 18, também às 20h, desta vez para o público. No dia seguinte, 19, ele apresenta test pattern [live set], a sua mais recente obra ligada a esta série: uma espécie de teste de sons e imagens, processados com extrema rapidez, para dispositivos de áudio e vídeo. A obra gera formas intensas, em preto e branco, que flutuam na escuridão acompanhadas por uma trilha sonora potente e altamente sincronizada.

Hol, de Henrique Roscoe, mais conhecido como VJ 1mpar, é a performance audiovisual que toma o palco no dia 21. Nela, o VJ, artista digital, músico e designer mistura diversas composições com formas, cores e movimentos de notas, harmonias e muito ritmo. Para cada composição o artista constrói um instrumento e cada som representa uma emoção e um sentimento. Nesta obra, a mescla sonora e visual tem a mesma importância e é gerada simultaneamente.

Urbanidade, obsolescência e experiências sensorias

O coletivo brasileiro Laborg trabalha com substâncias comuns como água, óleo e pigmentos coloridos para criar atmosferas orgânicas. No dia 22, o grupo apresenta Umbra pela primeira vez ao público. Neste trabalho os artistas utilizam técnicas do teatro de sombras e trilha também inédita. Por meio da mixagem de imagens capturadas ao vivo, a obra cria cenários e pequenas histórias, com a proposta de uma experiência sensorial de contemplação e imersão.

No dia seguinte, 23, acontece a performance também inédita Da Obsolescência Programação, em 3 Atos, do paulista Lucas Bambozzi. Com a participação dos músicos Jarbas Jacome e Paulo Beto, a obra é exibida em três atos, e começa com Ilusão, em que o artista propõe ao público deixar seus aparelhos celulares ligados. No início da apresentação o artista convida as pessoas a mostrar os displays acesos virados para a parte de cima do teatro, onde uma câmera capta as luzes e as transmite para uma tela. A platéia, por sua vez, interage com o artista e sua criação à medida que movimenta os seus aparelhos e vai modificando a imagem exposta.

No segundo ato Bambozzi apresenta Organização e Consumo, na qual estabelece um diálogo progressivo entre as imagens projetadas nas telas brancas de fundo com outras exibidas numa tela preta frontal. Antes abstratas, em um determinado momento do espetáculo, as formas começam a traçar contornos mais explícitos. Em Determinação, terceira e última parte do espetáculo, é projetada a destruição, com um martelo, de produtos hoje obsoletos como fitas VHS, telefones sem fio, cartuchos de impressora, entre outros. Para o artista, o som forte desse movimento provoca uma espécie de catarse coletiva dos espectadores, que consomem esses produtos tecnológicos de pouca durabilidade.

O coletivo inglês D-Fuse já tocou ao lado de músicos diferentes como o multi-instrumentista americano Beck e, na outra ponta, a Orquestra Sinfônica de Londres. O grupo utiliza tecnologia de ponta ao criar um trabalho multidimensioinal e multissensorial, com ênfase na relação entre som e imagem. Em São Paulo, no Itaú Cultural, eles apresentam, no dia 24, o espetáculo Latitude [31°10N/121°28E, inspirado na paisagem urbana e sonora das cidades chinesas Xangai, Cantão e Chungking. O cotidiano de sua população é retratado com uma multiplicidade de fragmentos de conversas, multidões, viagens, luzes, espaços abandonados e formas arquitetônicas. O grupo fecha o evento com Particle, no sábado, dia 25. É um trabalho voltado também à temática urbana, porém em um nível mais abstrato. O foco aqui cai em detalhes do tecido urbano, revelando uma trama de ritmos, padrões e texturas que existem em um espaço entre o real e o virtual.

Posted by Ananda Carvalho at 2:12 PM

julho 6, 2009

Cursos gratuitos do Segundo Semestre na EAV - Parque Lage

Estudos do Plano com Ronaldo Macedo, Suzana Queiroga e João Magalhães; Estudos do Espaço com Cristina Salgado, João Goldberg, João Modé; Teoria e História da Arte com Franz Manata, Guilherme Bueno e Pedro França; Design de exposição, Luiz Alberto Zuñiga e Cintia Kury Souto; Iluminação para arte com Rogério Emerson; Interface com Cristina Verdade.

Público alvo: estudantes a partir de 16 anos, matriculados em instituições de ensino fundamental, médio, superior, público ou privado

Inscrições até 1 de agosto de 2009, na secretaria da EAV

Rua Jardim Botânico 414, Jardim Botânico, Rio de Janeiro - RJ
eav@eavparquelage.org.br
www.eavparquelage.org.br
Segunda à quinta, 9-21h; sexta 9-17h e sábado, 10-13h.

Documentos: Comprovante atual de matrícula em instituição de ensino e documento de identidade

Seleção: Será feita através dos formulários de inscrição e entrevista.

Entrevistas: 3 e 4 de agosto de 2009; 10-12h e 14-18h

Resultado: 10 de agosto de 2009 no site www.eavparquelage.org.br

Matrículas: 11,12 e 13 de agosto de 2009 na secretaria da EAV

Início das aulas: 17 de agosto de 2009

Término das aulas: 11 de dezembro de 2009

Cursos oferecidos

I -Fundamentação – programa de formação

Programa com três cursos de iniciação que visam fundamentar a formação do aluno: Estudos do plano, Estudos do espaço, Teoria e História da arte.

Estudos do Plano
oficina de criação bidimensional – 3 horas de aula por semana
Professores: Ronaldo Macedo, Suzana Queiroga e João Magalhães

Estudos do Espaço
oficina de criação tridimensional – 3 horas de aula por semana
Professores: Cristina Salgado, João Goldberg e João Modé

Teoria e História da Arte – 3 horas de aula por semana
Professores: Franz Manata, Guilherme Bueno e Pedro França

O programa tem duração de quatro meses. São 9 horas de aulas durante a semana e aulas especiais aos sábados com professores convidados.

Serão oferecidas 90 vagas no total, 30 por turno (manhã, tarde e noite).

II - Produção - cursos livres

Cursos livres que visam familiarizar o aluno com atividades de apoio ao sistema de arte: Interface,Iluminação para a arte e Design de exposição.

Os cursos têm duração de dois meses com carga horária de 2 horas de aula duas vezes por semana. Serão oferecidos dois módulos de cada curso por semestre.

Módulo 1 – 17 de agosto a 9 de outubro
Módulo 2 – 19 de outubro a 11 de dezembro

Serão oferecidas 150 vagas no total no semestre, 25 alunos por curso.

Curso 1: Design de exposição com Luiz Alberto Zuñiga e Cintia Kury Souto
3ª e 5ªfeira, das 17h30 às 19h30

O curso objetiva proporcionar aos alunos a experiência do projeto e da montagem de exposições. Serão apresentadas de forma dinâmica imagens, plantas e maquetes de diversos projetos, bem como as possibilidades formais e processos de beneficiamento de materiais não convencionais.

Curso 2: Iluminação para arte com Rogério Emerson
2ª e 4ªfeira, das 17h30 às 19h30

O curso objetiva proporcionar aos alunos conhecimentos básicos em iluminação cênica, de exposição, de shows e de cinema, e a compreensão das especificidades da iluminação de cada ambiente ou objeto.

Curso 3: Interface com Cristina Verdade
4ª e 6ªfeira, das 10h às 12h

O curso objetiva proporcionar aos alunos conhecimentos básicos para a organização, preparação e divulgação de trabalhos de arte utilizando as ferramentas digitais.

Posted by Ananda Carvalho at 6:29 PM