Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

abril 29, 2009

Oficina de formação de professores: Museus, Escola e Turismo com Rosivaldo Flausino no Museu Victor Meirelles

Com o tema Museus e Turismo, a Semana Nacional de Museus 2009 dará aos museus brasileiros mais oportunidades de tornarem reconhecido seu potencial turístico, sua atratividade, pluralidade cultural e diversidade. Para tanto, o Museu Victor Meirelles dispõe ao público oficinas de formação, mesas-redondas, exibição de filmes, visitas mediadas, entre outras ações.

Um dos destaques da programação é a oficina de formação de professores, intitulada “Escola, Museus e Turismo”. O objetivo será a formação de professores tendo como foco a relação do Museu com o espaço histórico, geográfico e cultural no seu entorno e as possibilidades de interação com a prática docente. Na semana seguinte, nos dias 19, 20 e 21 de maio, os professores interessados poderão aplicar os conhecimentos abordados na oficina, já que terão a oportunidade de trazer seus alunos ao Museu Victor Meirelles – na ocasião, o Museu irá disponibilizar ônibus gratuitamente, além de mediação especializada.

12 e 13 de maio, 13-19h - inscrição até 10 de maio

Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles 59, Centro, Florianópolis - SC
48-3222-0692 ou museu.victor.meirelles@iphan.gov.br
www.museuvictormeirelles.org.br

A oficina é gratuita e tem como público-alvo estudantes, historiadores, artistas visuais, professores, entre outros interessados. Serão 20 vagas disponibilizadas. Interessados em participar devem encaminhar até o dia 10 de maio de 2009 seu pedido de inscrição com os dados abaixo para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br.

O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 11 de maio.

Nome completo:

Telefone:

E-mail:

Formação:

Área de atuação profissional:

Instituição:

É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?

Por que tem interesse em participar desta oficina?

Programa:

Primeiro dia (terça-feira, 12/05)

A cidade como espaço das relações; Museu e Turismo – Relações Complementares; Museu Victor Meirelles e sua relação com a cultura e o turismo em Santa Catarina; Imagens e representações visuais e audiovisuais da cidade.

Segundo dia (quarta-feira, 13/05)

Saída a campo; Elaboração de estratégias educativas a partir dos registro em campo e das técnicas utilizadas pelos artistas nos trabalhos observados.

Sobre o ministrante:

Rosivaldo da Silva Flausino possui graduação em Licenciatura em Educação Artística pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2002), Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduado em Arquitetura e Urbanismo na Universidade do Sul de Santa Catarina (2008). Foi professor substituto da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Artes Visuais, atuando principalmente nos seguintes temas: história da arte, linguagem visual e arte e educação.

Material que o participante deverá trazer no dia da oficina: Máquina fotográfica digital ou filmadora, com cabo USB para baixar as imagens produzidas (caso possuir).

Posted by Ananda Carvalho at 10:26 AM

abril 28, 2009

Projeto Ponto Crítico: encontros com Daniela Labra no Kreatori coletivo de arte, Rio de Janeiro

A curadora e crítica de arte Daniela Labra inicia em maio o projeto Ponto Crítico, voltado para a discussão e reflexão crítica acerca da produção de arte contemporânea. Os encontros do Ponto Crítico acontecem todas as quartas feiras, no horário das 19h às 21:30, e está aberto a profissionais, estudantes, amantes e curiosos da arte contemporânea.

A primeira fase do projeto, com duração de 2 meses, tem conteúdo historiográfico. A fase seguinte tem um formato mais livre, e cada encontro apresentará um tema diverso, podendo versar sobre um único artista, sobre um texto crítico, sobre uma única obra ou mesmo trazer um convidado para falar de seu processo artístico, de crítica ou curatorial.

Início em 20 de Maio, quarta-feira, 19h

Kreatori coletivo de arte
Rua alice 209, Laranjeiras, Rio de Janeiro - RJ
21-3734-4326 ou coletivokreatori@gmail.com

Duração: 8 Encontros

Dias/Horários: Quartas-Feiras às 19h. (20/05, 27/05, 03/06, 10/06, 17/06, 24/06, 01/07, 08/07)

Investimento: R$ 480,00 (A vista) ou 2x R$ 260,00

Conteúdo programático dos encontros:

1 – Introdução à história da Arte no Século XX;Transformações na noção de arte;Movimentos de Vanguarda pós II Guerra.

2 - A invenção do mercado de arte internacional: o museu de arte moderna, as bienais, as galerias e o crítico; O artista como profissional.

3 - Práticas artísticas e novos suportes;Relações entre arte e tempo (performance, video, som).

4 - Relações Arte e Espaço (site specific, instalações, intervenções urbanas, envoirnments)

5 - Arte, política e institucionalização da arte de ruptura.

6 - A arte na virada do século XXI: novas práticas artísticas e novas mídiasNovos paradigmas para o meio de arte na virada deste século.

7 - Velha arte e novos rótulos: web arte; toy art; sound art; street art; bio arte; nano arte e outrosarte na era da reprodução digital. A questão da autoria e o trabalho independente.

8 – Mercado, Instituição e Coletivos: lugares e possibilidades para a circulação da arte hoje.

Ministrado por: Daniela Labra - Daniela Labra (Santiago do Chile, 1974) é curadora independente e crítica de arte graduada em Teoria do Teatro na Uni-Rio, especializada em Comunicação e Arte pela Universidade Complutense de Madrid e Mestre em Artes na Unicamp. Criou com a Galeria Vermelho (SP) a mostra de performance Verbo, em 2004. Curadorias recentes (seleção): Investigações Pictóricas, MAC Niterói (2009); Performance Presente Futuro, Oi Futuro, RJ (2008); Espaços Reversíveis, Museu Histórico de Sta. Catarina, Florianópolis, SC (2008); Fabulosas Desordens, Caixa Cultural, RJ (2007); Juha Nenonen e Miklos Gaál, Centro Mariantonia, SP (2006); Urban Scapes, Galerie DNA, Berlin, (2006). Membro editorial da Revista Número (SP) desde 2003. Professora do depto. de Teoria e História da Arte do Inst. de Artes da UERJ em 2006 -2007. Curadora-residente na FRAME (Helsinki, Finlândia) em 2005 e no IASPIS - International Artists Studio Program in Sweden (Estocolmo), 2007. Mantém o site www.artesquema.com. Vive no Rio de Janeiro.

Posted by Ananda Carvalho at 9:05 PM

Conferências de comemoração dos 100 anos de Filosofia da PUC-SP

Evento que marca o primeiro curso superior do Brasil na área reunirá professores da Universidade e docentes da USP e da Unicamp para discutir a dimensão política, cultural e histórica da Filosofia no país.

O evento comemorativo terá conferências dos professores Franklin Leopoldo e Silva (Filosofia, Universidade e Memória); Oswaldo Giacóia Jr. e Salma Tannus Muchail (Filosofia e educação); Celso Fernando Favaretto e Jeanne-Marie Gagnebin de Bons (Filosofia e cultura). Também haverá duas sessões (ver abaixo a programação completa) para apresentação de trabalhos de alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado, mostrando a atual produção discente da Universidade na área.

4 a 6 de maio de 2009

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Rua Monte Alegre 984, Perdizes, São Paulo - SP
11-3670-8417 ou posfil@pucsp.br
www.pucsp.br

Programação

Dia 4/5 - Às 19h30, Tucarena

Sessão solene de abertura

Profa. Alexandra Geraldini (diretora da Faculdade de Comunicação e Filosofia); Prof. Márcio Alves da Fonseca (chefe do Departamento de Filosofia); Prof. Edélcio Gonçalves (coordenador do Pós em Filosofia) e Profa. Sônia Campaner Miguel Ferrari (coordenador da graduação em Filosofia)

Conferência de abertura: Filosofia, Universidade e Memória

Prof. Franklin Leopoldo e Silva (USP)

Coquetel no saguão do Tucarena

Dia 5/5

10h, na sala T-52B (térreo, Prédio Velho)

Sessões de comunicação de trabalhos selecionados de iniciação científica, mestrado e doutorado

19h, Tucarena

Mesa-redonda: Filosofia e educação

Profa. Salma Tannus Muchail (PUC-SP) e Prof. Oswaldo Giacóia Jr. (UNICAMP)

Dia 6/5

10h, na sala T-52B (térreo, Prédio Velho)

Sessões de comunicação de trabalhos selecionados de iniciação científica, mestrado e doutorado

19h30, Tucarena

Mesa-redonda: Filosofia e cultura

Prof. Celso Fernando Favaretto (USP) e Profa. Jeanne-Marie Gagnebin de Bons (PUC-SP e UNICAMP)

21h30, Tucarena - Sessão de encerramento

Chefia do departamento, coordenação da pós-graduação e da graduação

Posted by Ananda Carvalho at 4:12 PM

abril 27, 2009

Programa Estudos da Cultura: Cursos de Arte e Tecnologia, Teorias do Contemporâneo e História da Arte Brasileira na Fundação Joaquim Nabuco, Recife

Cursos Arte e Tecnologia com Nina Velasco, Teorias do Contemporâneo com Dacier Barros e História da Arte Brasileira com Paulo Marcondes.

A Coordenação de Capacitação e Difusão Científico - Cultural da Diretoria de Cultura da Fundação Joaquim Nabuco organiza anualmente seminários avançados coordenados por profissionais especializados que discutirão, em encontros quinzenais ao longo de 6 meses, os diversos aspectos neles envolvidos. O objetivo é estabelecer um espaço de reflexão e produção, na forma de seminário avançado, que estimule a discussão e formulação de pensamento crítico e conceitual sobre temáticas relacionadas à cultura contemporânea que gerem textos e pesquisas inéditas para serem publicadas pela Editora Massangana ou materializadas em mostras. Os cursos oferecidos irão propiciar o estudo, a pesquisa, a produção e difusão do pensamento crítico e conceitual sobre diversos aspectos da contemporaneidade, estabelecendo relações entre os diversos campos do conhecimento e as diversas linguagens utilizadas no campo da cultura.

Inscrições até 8 de maio de 2009

Fundação Joaquim Nabuco
Coordenação de Capacitação e Difusão Científico-Cultural – CGCADIF
Rua Henrique Dias 609, Derby, Recife - PE
81-3073-6659 / 3073-6715 ou cadif@fundaj.gov.br
www.fundaj.gov.br

Seleção: 11 a 15 de maio - Os pré-selecionados farão entrevistas com uma comissão.

Documentação: Ficha de inscrição preenchida e assinada (Disponível no site www.fundaj.gov.br); Currículo atualizado; Carta de intenção; 1 foto 3x4 recente.

Píblico-alvo: Estudantes da graduação e pós-graduação, artistas, jornalistas, pesquisadores, curadores, críticos e professores.

Duração: Encontro quinzenais durante 6 meses

Valor: Gratuito

Os resultados serão divulgados na página www.fundaj.gov.br

Cursos:

Arte e Tecnologia: Tem por objetivo introduzir a questão filosófica da relação entre arte e tecnologia, fazendo um panorama das principais expressões artísticas deste campo na contemporaneidade. Problematizar conceitos clássicos e modernos da arte à luz das experiências com arte e tecnologia. Apresentar a diversidade de obras que vem sendo realizadas nacionalmente e internacional que utilizam os mais diversos aparatos tecnológicos.

Professora: Nina Velasco - Doutora em Comunicação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é professora da graduação e pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco. Atua principalmente nos seguintes temas: Arte e Tecnologia, Arte e Comunicação, Arte e Ciência.

Vagas: no máximo 20 alunos

Horário: Quarta-feira, das 14h às 20h

Teorias do Contemporâneo: Tem por objetivo efetuar uma discussão filosófica sobre os principais aportes teóricos que permeiam as Ciências Sociais, subsidiando, assim, uma percepção crítica da natureza dos fenômenos sociais no mundo contemporâneo; Desenvolver uma análise crítica sobre o processo em curso denominado de globalização / (Pós) Modernidade; A partir deste eixo temático abordar questões referentes às discussões culturais, políticas e críticas, bem como as designações conceituais a respeito dos elementos contidos no discurso da (pós) modernidade.

Professor: Dacier Barros - Doutor em Sociologia do Desenvolvimento - Universitat Erlangen-Nurnberg (Friedrich-Alexander) Alemanha. É professor do Departamento de comunicação da Universidade Federal de Pernambuco. Atua principalmente nos seguintes temas: comunicação e ideologia, TIC - Tecnologia da Informação e Comunicação, Comunicação de massa e hegemonia.

Vagas: no máximo 20 alunos

Horário: Quarta-feira, das 14h às 20h

História da Arte Brasileira: Tem por objetivo criar as bases para a elaboração de um debate crítico da arte contemporânea brasileira, a partir de uma análise histórica e sociologicamente orientada que nos possibilite identificar, em tais representações artísticas, não apenas o contexto atual em que se manifestam, mas, inclusive, o diálogo estabelecido entre o presente e o passado, entre o local e o global, num momento em que já não se delimita mais na arte quaisquer tipos de fronteira. Pretende apresentar algumas chaves analíticas essenciais ao estudo da arte em suas configurações atuais: Estética, História e Sociologia da Arte: teoria e método; Instituição-Arte, formação do campo e Mundos da Arte: artistas, meios e públicos; o moderno e o pós-modernismo: das vanguardas históricas às neovanguardas e ao contemporâneo (objeto estendido e interatividade); arte e política.

Professor: Paulo Marcondes - Doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco; professor Adjunto da UFPE, publicou entre outros Classificações culturais e identidade: itinerários de debates intelectuais e artísticos em Recife (1950-70), O Recife no Mapa: análise dos manifestos do Manguebit.

Vagas: no máximo 20 alunos

Horário: Terça-feira, das 14h às 20h

Os coordenadores dos cursos formularão convites a outros profissionais especializados nos temas enfocados para que se engajem nas discussões com o grupo em sessões específicas.

Posted by Ananda Carvalho at 4:27 PM

abril 17, 2009

Programação Rumos Itaú Cultural em Teresina

Como parte integrante das atividades nacionais do programa Rumos Itaú Cultural, edição 2009 a cidade de Teresina recebe representantes do Itaú Cultural e convidados palestrantes especialistas nas modalidades dos editais Rumos para debater temas ligados a processos de criação na arte contemporânea. Os editais Rumos são nas áreas de expressões da Arte Cibernética; Cinema e Vídeo; Dança Contemporânea e Jornalismo Cultural. Todas as informações sobre conteúdos, prazos, prêmios, repercussão dos projetos selecionados e formas de envio de projetos, obras, trabalhos e pesquisas acadêmicas estão no site www.itaucultural.org.br

dia 23 abril quinta-feira

Local: Memorial Zumbi dos Palmares - Av. Miguel Rosa, 3.400, Centro/Su

oficina de reportagem em jornalismo cultural - Em Busca do Personagem: Um Olhar Singular, com o jornalista e escritor José Castelo

das 09h30 às 18h (intervalo das 12h30 às 14h)

20 vagas

As inscriçõs podem ser feitas na Fundação Cultural do Piauí ou por telefone: (86) 3221-3446 ou (86) 8851-2937

A atividade é aberta a profissionais e estudantes de jornalismo e os seus principais temas abordam a pesquisa, a escolha e a construção do personagem, técnica da entrevista e produção do texto. Os participantes podem apresentar aos oficineiros sugestões de personagens que podem ser objetos do exercício.

Castello é jornalista, escritor e curador de literatura. Carioca radicado em Curitiba, é colunista de O Globo e colaborador do jornal Valor Econômico, da revista Bravo! e do jornal literário Rascunho. Trabalhou em Veja e no jornal O Estado de São Paulo, foi editor do suplemento Idéias, do Jornal do Brasil. É autor, entre outros, de O Poeta da Paixão; Na Cobertura de Rubem Braga; João Cabral de Melo Neto: o Homem sem Alma; A Literatura na Poltrona e do romance Fantasma.

dia 23 abril quinta-feira

Local: Complexo Cultural Clube dos Diários / Sala Torquato Neto - Rua Álvaro Mendes, s/n - Tel (86) 3222-7075

19h - palestra - Processos de Criação – A Obra de Charles Darwin como Exemplo de Processo Criativo, com Nélio Bizzo

O palestrante observa que nas últimas décadas a história da ciência passou por uma profunda transformação como campo de pesquisas. Nesse sentido, o trabalho de Darwin torna-se um tema privilegiado, dada a profusão de fontes disponíveis e as modificações pelas quais as suas teorias têm passado desde os primeiro escritos, até a publicação de seu livro mais famoso, Origem das Espécies, em 1859, e mais além. Em sua palestra Bizzo trata desta questão e da possibilidade de estabelecer um paralelo entre a criação científica e a artística.

Nelio Bizzo é biólogo, com pós-graduação na área de biologia e educação. Estagiou em instituições inglesas, tendo estudado os manuscritos de Charles Darwin no Manuscripsts Room, da University of Cambridge Library, em Down House (Charles Darwin’s Memorial) e na British Library. É professor titular da USP e Fellow do Institute of Biology (Londres).

Claudiney Ferreira, gerente do Núcleo Diálogos e Marcelo Monzani, produtor executivo do Rumos, ambos representantes do Itaú Cultural, farão a mediação do evento e apresentarão os editais Rumos.

Posted by Ananda Carvalho at 7:34 PM

Palestras Rumos Itaú Cultural com Suely Rolnik, Joel Pizzini e Consuelo Lins em Belo Horizonte

Como parte integrante das atividades nacionais do programa Rumos Itaú Cultural, edição 2009 a cidade de Belo Horizonte recebe representantes do Itaú Cultural e convidados palestrantes especialistas nas modalidades dos editais Rumos para debater temas ligados a processos de criação na arte contemporânea. Os editais Rumos são nas áreas de expressões da Arte Cibernética; Cinema e Vídeo; Dança Contemporânea e Jornalismo Cultural. Todas as informações sobre conteúdos, prazos, prêmios, repercussão dos projetos selecionados e formas de envio de projetos, obras, trabalhos e pesquisas acadêmicas estão no site www.itaucultural.org.br.

22 e 23 abril, quarta-feira e quinta-feira, 19h

Fundação e Museu Inimá de Paula
Rua da Bahia 1201, Centro - Belo Horizonte - MG
31-3213-4320 ou 3222-9789
www.inima.org.br

Programa

dia 22, quarta, 19h - palestra Processos de Criação com Suely Rolnik

A palestrante baseia a sua explanação nas práticas artísticas dos anos 1960 e 70, desenvolvidas pelo mundo tendo como alvo o poder institucional e disciplinar do ‘sistema da arte’ na determinação de suas obras.

Rolnik é psicanalista, crítica de arte e cultura, e professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP);

dia 23, quinta, 19h

palestras (dois temas):

O Real Imaginado: O Documentário de Criação, de Alberto Cavalcanti a Glauber Rocha com Joel Pizzini e Processos de Criação no Documentário com Consuelo Lins.

Joel Pizzini é curador e autor de ensaios documentais. Consuelo Lins é cineasta e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

- Joana Rennó, Coordenadora do Núcleo de Audiovisual do Itaú Cultural, fará a mediação das palestras e apresentará os editais Rumos.

Posted by Ananda Carvalho at 7:09 PM

Introdução à História da Arte com Jaqueline Vojta na Casa do Saber, Rio de Janeiro

Os diferentes momentos da História da Arte e as principais transformações operadas pelos grandes gênios através dos séculos serão analisados neste curso por meio da apresentação de contextos históricos e culturais e de uma rica explanação sobre as expressões artísticas que marcaram cada período abordado. Um encontro com os principais eventos, artistas e obras da História da Arte ocidental.

Início em 5 de maio, terça-feira, 17h

6 encontros - 05/05, 12/05, 19/05, 26/05, 02/06, 09/06

Casa do Saber - Lagora
Av. Epitácio Pessoa 1.164, Rio de Janeiro - RJ
21-2227-2237
www.casadosaber.com.br
Segunda a sexta, 11-20h

Programa

05/05 - Da Antigüidade ao Pré-renascimento

Apresentação dos elementos formais de uma obra de arte. Como esses elementos se articulam para criar um conteúdo? A Antigüidade na Grécia. A figura humana nos períodos Clássico e Helenístico. O espiritual na Arte Romana e os primórdios da Arte Medieval. Arte Bizantina e ascensão do estilo Gótico.

12/05 - Renascimento e Alto Renascimento na Itália

De Giotto a Ticiano, dando especial atenção aos trabalhos de Leonardo, Rafael e Michelangelo, esta aula analisará as principais obras produzidas entre 1300 e 1530.

19/05 - Pintura Barroca na Itália, Espanha e Holanda

Ao analisar as obras desse período, serão discutidas as diferenças entre o Barroco dos países do sul da Europa, representado por Bernini, Annibale Carracci, Caravaggio e Velázquez, e o Barroco dos países do norte, presente nas obras de Rubens, Frans Hals, Rembrandt, Ruisdael e Vermeer.

26/05 - Do Neoclacissismo ao Romantismo e Realismo

As duas faces da mesma moeda: Jacques-Louis David, o mais característico representante do Neoclassicismo, e pintor oficial da corte francesa, e o Romantismo de Eugéne Delacroix, Théodore Gericault, Goya e William Turner. A representação simples e crua do cotidiano, o realismo nas obras de Gustave Courbet, Jean François Millet e Honoré Daumier.

02/06 - Manet, Impressionismo e Pós-impressionismo

As transformações na arte apontadas pelas obras de Manet. A industrialização e os impressionistas: Monet, Renoir, Pissarro, Degas, Berthe Morisot, Toulouse-Lautrec. O Pós-Impressionismo insurge-se contra o Impressionismo e sua superficialidade ilusionista. Os aprofundamentos no estudo da cor, em Van Gogh e Gauguin, e da forma, em Cézanne e Seurat.

09/06 Introdução ao novo século - a arte moderna

A nova abordagem da arte em direção à abstração no início do século XX e os diversos movimentos artísticos que movimentam a cena até 1950.

Sobre a professora

JAQUELINE VOJTA. Mestre em História da Arte no Hunter College – City University of New York. Trabalhou no P.S.1 Contemporary Art Center, o mais importante museu de Arte Contemporânea de Nova York, afi liado ao MoMA. É artista plástica.

Posted by Ananda Carvalho at 6:46 PM | Comentários (1)

Curso Arte contemporânea brasileira: a visão de artistas, críticos e curadores na Casa do Saber, Rio de Janeiro

Grandes artistas da atualidade debatem a sua arte, a arte brasileira e a internacional com importantes críticos e curadores. Tunga e Paulo Sergio Duarte abrem os encontros que seguem com Antonio Manuel e Ronaldo Brito, Luiz Camillo Osório e Carlos Vergara, Iole de Freitas e Paulo Venancio Filho.

Início em 5 de maio, terça-feira, 20h

Casa do Saber - Lagoa
Av. Epitácio Pessoa 1.164, Rio de Janeiro - RJ
21-2227-2237
www.casadosaber.com.br
Segunda a sexta, 11-20h

Valor: R$ 180,00 na inscrição + 1 parcela de R$ 200,00

Programação

05/05 - Tunga E Paulo Sergio Duarte

12/05 - Antonio Manuel E Ronaldo Brito

19/05 - Carlos Vergara E Luiz Camillo Osório

26/05 - Iole De Freitas E Paulo Venancio Filho

Sobre os palestrantes:

TUNGA. Escultor, desenhista e artista performático. Graduou-se em Arquitetura e realizou em 1974 sua primeira mostra individual, no MAM do Rio de Janeiro. Entre 1976 e 1980, foi colaborador da revista Malasartes e participou da edição do jornal A parte do fogo. Sua obra vem sendo amplamente exibida no exterior, tendo participado de diversas exposições coletivas e bienais em instituições em todo o mundo, entre elas a Bienal de Veneza (1982), Stedelijk Museum, na Holanda (1989), e MoMA, em Nova York (1993). Já realizou mostras individuais na Galeria Nacional Jeu de Paume, em Paris (2001), na Pirâmide do Louvre, também em Paris (2005), no PS1-MoMA, em Nova York (2007), entre outras. Em 1997, foi lançado o livro Tunga: 100 redes e talhas, de Roberto Moreira, e, no mesmo ano, Barroco de Lírios. Em 2007 foi publicada a Caixa de livros Tunga, reunindo uma série de publicações sobre o artista. Suas obras integram diversos acervos, como o Inhotim Instituto Cultural, em Minas Gerais.

PAULO SERGIO DUARTE. Crítico, curador, professor de História da Arte e pesquisador do Centro de Estudos Sociais Aplicados da Universidade Candido Mendes. É autor de diversos livros, entre eles Anos 60 – Transformações da arte no Brasil, Waltercio Caldas, Carlos Vergara, Da escultura à instalação e A trilha da trama.

ANTONIO MANUEL. Pintor, gravador e desenhista. Na década de 1960, estudou na Escolinha de Arte do Brasil, com Augusto Rodrigues e freqüentou o ateliê de Ivan Serpa. Nos anos de 1960 e 1970 atua na arte de maneira constestadora, chegando a propor o próprio corpo como obra, no Salão de Arte Moderna, realizado no MAM do Rio de Janeiro, em 1970. Na mesma década, produz vários filmes de curtametragem. A partir dos anos de 1980, realiza trabalhos em pintura de caráter abstrato-geométrico e a pintura passa a fazer cada vez mais parte de sua obra. Em 1984 a Funarte publica o livro Antonio Manuel, reunindo textos de destacados críticos e artistas. Participou de coletivas e realizou mostras individuais em diversas instituições no Brasil e exterior. Entre suas recentes exposições, destaca-se a mostra “Fatos” realizada em 2007 no CCBB de São Paulo em comemoração aos seus 40 anos de carreira, com curadoria de Paulo Venancio Filho.

RONALDO BRITO. Crítico de arte e professor no curso de especialização em História da Arte e Arquitetura no Brasil e no programa de pós-graduação em História Social da Cultura, ambos na PUC-Rio. Estreou como crítico de arte em 1972, no semanário Opinião, onde assinou uma coluna até 1977. Foi um dos editores da efêmera revista Malasartes, ao lado de Carlos Zílio, Tunga, Luiz Baravelli e Waltércio Caldas, e do jornal A parte do fogo. Publicou livros como Amilcar de Castro, junto com Rodrigo Naves, Experiência crítica, Neoconcretismo: vértice e ruptura do projeto construtivo brasileiro e Sergio Camargo.

CARLOS VERGARA. Gravador, pintor, fotógrafo. Estudou pintura com Iberê Camargo, seu único mestre. Participou pela primeira vez da Bienal de São Paulo em 1963 e depois de diversas mostras no Brasil e exterior, como “Opinião 65 “, “Pare: Vanguarda brasileira”, “Nova Objetividade Brasileira”, 39ª Bienal de Veneza. Recebeu diversos prêmios ao longo de sua carreira e atuou como cenógrafo de peças de teatro e desenvolveu importantes trabalhos ligados à arquitetura, projetando espaços, painéis e vitrais. Entre as diversas mostras realizadas, destaca se ainda a primeira grande retrospectiva de seu trabalho, apresentada em 2003 no Santander Cultural (Porto Alegre), no Instituto Tomie Ohtake (São Paulo) e no Museu Vale do Rio Doce, Vila Velha (Espírito Santo), com curadoria de Paulo Sergio Duarte.

LUIZ CAMILLO OSÓRIO. Doutor em Filosofia pela PUC-Rio, crítico de arte do Jornal O Globo, professor de Estética e História da Arte na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e PUC-Rio, autor dos livros Flavio de Carvalho, Abraham Palatnik e Razões da crítica.

IOLE DE FREITAS. Escultora, gravadora e artista multimídia. Estudou design na ESDI (Escola Superior de Desenho Industrial), no Rio de Janeiro. Trabalhou como designer no Corporate Image Studio, em Milão, onde desenvolveu alguns trabalhos experimentais em fotografi a e Super-8. Em 1980, começa a dedicar-se ao campo tridimensional. Em 1986, recebe Bolsa Fulbright-Capes para pesquisa no MoMA, em Nova York. Foi diretora do Instituto Nacional de Artes Plásticas da Funarte, no Rio de Janeiro. Na década de 1990, começou a realizar exposições de grandes dimensões projetados para a Capela do Morumbi, em São Paulo, e o Galpão Embra, em Belo Horizonte. Apresentou seu trabalho em diversas mostras no Brasil e exterior, tendo grande destaque na Documenta de Kassel, Alemanha, em 2007. Mais recentemente expôs suas obras na Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre. É professora de escultura na Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

PAULO VENANCIO FILHO. Curador e crítico de arte. Formado em Filosofia, mestre e doutor em Comunicação e doutor pela UFRJ. Professor titular da Escola de Belas Artes da UFRJ. É autor dos livros Waltércio Caldas: Manual da ciência popular, Marcel Duchamp: A beleza da indiferença, Milton Dacosta: A construção da pintura, Primos entre si: temas em Proust e Machado de Assis e Iberê Camargo. Publicou artigos em revistas, jornais e textos de catálogos sobre vários artistas modernos e contemporâneos brasileiros.

Posted by Ananda Carvalho at 6:21 PM

abril 15, 2009

Seminário Fotografia e Pensamento Artístico Contemporâneo: Convergências, Interrupções, Deslocamentos na Caixa Cultural RJ

O seminário Fotografia e Pensamento Artístico Contemporâneo: Convergências, Interrupções, Deslocamentos representa um espaço de reflexão e debate que busca alimentar o dialogo entre a produção da arte e da fotografia contemporânea. Cada mesa foi elaborada a fim de confrontar diferentes posicionamentos em torno de um mesmo tema, com o objetivo de atualizar questões referentes às influências recíprocas entre fotografia e pensamento artístico. A escolha dos palestrantes seguiu as abordagens teóricas e artísticas de cada um acerca dos temas propostos. Assim, foram convidados fotógrafos, filósofos, teóricos da comunicação, historiadores, críticos de arte, artistas e curadores para traçar um amplo painel de relações entre fotografia e arte contemporânea.

O presente seminário foi selecionado no edital CAIXA Cultural 2008 e é parte da programação oficial do Festival Internacional de Fotografia FotoRio 2009. O evento é uma realização do núcleo Projeto Subsolo.

5 a 8 de maio de 2009 - 18h30-21h30

Inscrições no local a partir das 18h

Caixa Cultural RJ, Cinema 2.
Avenida Almirante Barroso 25, Centro, Rio de Janeiro - RJ
21-2544-4080 / 1099 / 7666

Programação

Dia 05/05 (terça-feira) - Narrativas:

Aborda as relações entre fotografia e narrativa na história da arte, assim como as questões do registro, das estratégias de apropriação e demais usos e inserções da fotografia na arte.

Palestrantes: André Parente (ECO/UFRJ), Helouise Costa (MAC/USP), Luciano Vinhosa (UFF), Wilton Montenegro (fotógrafo)

Dia 06/05 (quarta-feira) - Tempo:

Discute aspectos da histórica caminhada da fotografia rumo ao instantâneo e qual é, hoje, a discussão do tempo nos campos da fotografia e da arte contemporânea.

Palestrantes: Luiza Interlenghi (crítica e curadora), Mauricio Lissovsky (ECO/UFRJ), Ronaldo Entler (FAAP/UNICAMP), Rosangela Rennó (artista visual)

Dia 07/05 (quinta-feira) - Movimento:

Debate em torno das artes do movimento e da fixidez, questionando fatores de contaminação e de diferenciação entre as imagens fotográfica, videográfica e cinematográfica.

Palestrantes: Antônio Fatorelli (ECO/UFRJ), Cláudio da Costa (IART/UERJ), Dirceu Maués (artista visual), Peter Pál Pelbart (PUC/SP)

Dia 08/05 (sexta-feira) - O ponto-cego:

Questiona as lacunas presentes na superfície e nas interpretações de determinadas obras; abrange ainda interrogações acerca da experiência do olhar. É a criação visual compreendida como um complexo e incerto conjunto.

Palestrantes: Adolfo Montejo Navas (curador), Cezar Bartholomeu (EBA/UFRJ), Milton Machado (EBA/UFRJ), Roberto Corrêa dos Santos (IART/UERJ)

Posted by Ananda Carvalho at 6:15 PM | Comentários (1)

Oficina teórica Viajantes franceses nos trópicos: da curiosidade seiscentista ao academicismo dos artistas franceses de 1816 com Lilia Moritz Schwarcz no Museu Victor Meirelles

Em consonância à parte do acervo do Museu Victor Meirelles, composto por obras do século XIX, a proposta desta oficina será enfocar este período a partir dos relatos dos viajantes e das artes plásticas.

No primeiro dia da oficina, Lilia Moritz Schwarcz trabalhará a partir do tema “O olhar viajante que ‘descobre’ o Brasil: entre a edenização e a detração”. No segundo encontro, o mote será “A colônia Lebreton: Nicolas-Antoine Taunay e seus trópicos difíceis”. No ano passado, Lilia publicou um livro sobre a obra de Taunay: “O Sol do Brasil: Nicolas-Antoine Taunay e as Desventuras dos Artistas Franceses na Corte de D. João (São Paulo, Companhia das Letras, 2008). Além disso, foi curadora da exposição internacional do mesmo pintor, realizada no Museu Nacional de Belas Artes e, posteriormente, na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

6 e 7 de maio de 2009, 14-18h - inscrição até 29 de abril

Museu Victor Meirelles
Rua Victor Meirelles 59, Centro, Florianópolis - SC
48-3222-0692 ou museu.victor.meirelles@iphan.gov.br
www.museuvictormeirelles.org.br

A oficina é gratuita e tem como público-alvo estudantes, historiadores, artistas visuais, professores, entre outros interessados. Serão 40 vagas disponibilizadas. Interessados em participar devem encaminhar até o dia 29 de abril de 2009 seu pedido de inscrição com os dados abaixo para museu.victor.meirelles@iphan.gov.br. O resultado da seleção será divulgado por e-mail até o dia 30 de abril.

Nome completo:

Telefone:

E-mail:

Formação:

Área de atuação profissional:

Instituição:

É membro da Associação de Amigos do Museu Victor Meirelles?

Por que tem interesse em participar desta oficina?

Sobre a ministrante:

Lilia Moritz Schwarcz é professora titular no Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo (USP). Foi professora visitante nas Universidades de Oxford e de Leiden, de Brown e Colúmbia, é fellow da Guggenheim Memorial Foundation e faz parte do comitê científico do escritório brasileiro de Harvard. É autora, entre outros, de “Retrato em branco e negro – jornais, escravos e cidadãos em São Paulo de finais do século XIX” (São Paulo, Companhia das Letras, 1987), “O espetáculo das raças – cientistas, instituições e questão racial no Brasil do século XIX” (São Paulo, Companhia das Letras, 1993 e New York, Farrar Strauss & Giroux, 1999), “Raça e diversidade” (com Renato Queiroz, São Paulo, Edusp, 1997), Negras Imagens (com Letícia Vidor Reis, São Paulo, Edusp, 1997), “As barbas do Imperador – D. Pedro II, um monarca nos trópicos” (São Paulo, Companhia das Letras, Prêmio Jabuti/ Livro do Ano e New York, Farrar Strauss & Giroux, 2004), “No tempo das certezas” (co-autoria Angela Marques da Costa, São Paulo, Companhia das Letras, 2000), “Símbolos e rituais da monarquia brasileira” (Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2000), “Racismo no Brasil” (São Paulo, Publifolha, 2001), “A longa viagem da biblioteca dos reis” (com Paulo Azevedo, São Paulo, Companhia das Letras, 2002), “O livro dos livros da Real Biblioteca” (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional/Odebrecht, 2003), “Registros escravos” (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, 2006). Coordenou o volume 4 da “História da Vida Privada no Brasil: contrastes da intimidade contemporânea” (São Paulo, Companhia das Letras, 1998). Foi curadora das exposições: “Virando vinte: política, cultura e imaginário em São Paulo, no final do século XIX” (São Paulo, Casa das Rosas, 1994-5), “Navio Negreiro: cotidiano, castigo e rebelião escrava” (São Paulo, Estação Ciência, 1994 e 1998), “A longa viagem da biblioteca dos reis” (Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, 2003-4).

Posted by Ananda Carvalho at 6:01 PM

abril 13, 2009

Curso Cultura brasileira e pensamento modernista: Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Mário de Andrade e Oswald de Andrade no POP - Pólo de Pensamento Contemporâneo

As primeiras décadas do século XX foram momentos decisivos para a formação de um pensamento crítico sobre o papel da cultura brasileira – ainda marcada por uma forte presença do mundo rural e de suas tradições – no moderno mundo urbano-industrial. O curso apresentará diferentes caminhos de reflexão crítica sobre o tema a partir de quatro olhares confluentes, porém distintos, que participaram e pensaram ativamente esse período modernista: Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Mário de Andrade e Oswald de Andrade.

Professores: Ricardo Benzaquen de Araújo, Maria Isabel Mendes de Almeida, Santuza Cambraia Naves e Júlio Diniz

início em 6 de maio de 2009

POP - Pólo de Pensamento Contemporâneo
Rua Conde Afonso Celso, 103 - Jardim Botânico, Rio de Janeiro - RJ
21-2286-3299 / 3682 ou contato@polodepensamento.com.br
www.polodepensamento.com.br

quartas-feiras - 6, 13, 20 e 27 de maio
Horário: 19h30-21h30
Valor: R$ 280,00

Currículo dos professores:

Ricardo Benzaquen de Araújo graduou-se em história na PUC-RIO e defendeu o seu Doutorado, em 1993, no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu nacional, da UFRJ. É professor assistente do Departamento de História da PUC-RIO e titular do IUPERJ-UCAM, tendo já publicado Totalitarismo e Revolução. O Integralismo de Plínio Salgado (1988) e Guerra e Paz. Casa-Grande & Senzala e a Obra de Gilberto Freyre nos Anos 30 (2005).

Maria Isabel Mendes de Almeida é Doutora em Sociologia pelo Iuperj, Professora da PUC-Rio, coordenadora e pesquisadora do Centro de Estudos Sociais Aplicados (CESAP) da Universidade Candido Mendes. Publicou entre outros livos, Culturas jovens - Novos mapas do afeto (2006, org. com Fernanda Eugênio), Comunicação, consumo e espaço urbano: novas sensibilidades nas culturas jovens. (2006, org. com Everardo Rocha e Fernanda Eugenio) e Noites Nômades – Espaço e Subjetividade nas Culturas Jovens Contemporâneas (2004, co-autoria com Kátia Maria de Almeida Tracy).

Santuza Cambraia Naves tem formação em Antropologia Social e Sociologia. Professora da PUC-Rio e coordenadora do Núcleo de Estudos Musicais da UCAM. Publicou, entre outros livros O violão azul: modernismo e música popular (1998), Da bossa nova à tropicália (2001), Do samba-canção à tropicália (2003), e A MPB em discussão – entrevista (2005, com Tatiana Bacal e Frederico Coelho) e Leituras sobre música popular – reflexões sobre sonoridade e cultura (2008, organizadora com Júlio Diniz e Emerson Giumbelli).

Júlio Diniz é Professor de Literatura Comparada e Diretor do Departamento de Letras da PUC-Rio, pesquisador do CNPq, Pós-Doutor pela Universidade de Salamanca (Espanha). Autor de livros, artigos e ensaios sobre a relação entre literatura e música, dentre os quais: O compositor e a cidade, A voz e seu dono – poética e metapoética na canção de Chico Buarque de Hollanda, Na clave do moderno (algumas considerações sobre música e cultura) e Música popular brasileira: leituras e desleituras e organizou com Santuza Naves e Emerson Giumbelli o livro Leituras sobre música popular – reflexões sobre sonoridade e cultura (2008). Foi membro do Conselho Estadual de Cultura do Rio de Janeiro.

Posted by Ananda Carvalho at 6:45 PM

Curso Deleuze e a filosofia com Roberto Machado no POP - Pólo de Pensamento Contemporâneo

Partindo da idéia de que a filosofia de Deleuze tem como questão central “o que é pensar?”, o curso tem dois objetivos principais: primeiro, esclarecer o modo como Deleuze cria um pensamento da diferença estabelecendo relações entre as filosofias, as artes e as ciências; segundo, mostrar como sua filosofia da diferença é uma forma de resistência ao pensamento da representação ou da identidade.

início em 5 de maio de 2009

POP - Pólo de Pensamento Contemporâneo
Rua Conde Afonso Celso, 103 - Jardim Botânico, Rio de Janeiro - RJ
21-2286-3299 / 3682 ou contato@polodepensamento.com.br
www.polodepensamento.com.br

terças-feiras - 5, 12, 19 e 26 de maio
Horário: 19h30-21h30
Valor: R$ 280,00

Currículo do Professor:

Roberto Machado é mestre e doutor em filosofia pela Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, e professor titular do Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É autor, entre outros, de Zaratustra, tragédia nietzschiana (1997), Nietzsche e a verdade (1999), Foucault, a filosofia e a literatura (2000), O nascimento do trágico: de Schiller a Nietzsche (2006), Foucault, a ciência e o saber (2006).

Posted by Ananda Carvalho at 6:42 PM

abril 8, 2009

Dynamic Encounters Inhotim - Novas Exposições

O Dynamic Encounters organiza nova visita ao Museu do Inhotim

O Museu do Inhotim é um espaço em contínua transformação, onde a arte convive em relação única com a natureza, um complexo museológico que possui um acervo de arte contemporânea de importância internacional.

O Museu apresenta novas exposições, com novos recortes do acervo em três galerias. A atual mostra está organizada sob dois diferentes recortes: Lugares e Pontos de Vista – num total de trabalhos de 18 artistas entre eles Helio Oiticica, Victor Grippo, Iran do Espírito Santo, Cildo Meireles, Tunga, Adriana Varejão, Alessandro Pessoli, Allora & Calzadilla, Anri Sala, Jorge Macchi, Marepe, Rivane Neuenschwander e Cao Guimarães, Steve Mc Queen e Matthew Barney.

O Dynamic Encounters promove, através de uma metodologia ímpar, contacto com a produção desses artistas e seus processos de trabalho. Visando sempre estimular a reflexão sobre os trabalhos vistos através de uma abordagem especulativa, o grupo é acompanhado por professores e curadores de arte.

17 a 19 de abril de 2009

Professores: Charles Watson, Fernando Cocchiarale e Pedro França

INFORMAÇÕES: [21] 2553-3748 / [21] 2553-9224 ou wats352@attglobal.net

O curso é direcionado àqueles que queiram familiarizar-se com o cenário da arte contemporânea.

OBRAS DA GALERIA FONTE:

A Mudança, 2005 _ Marepe (Brasil)
Air-Cushioned Ride, 2006 _ Anri Sala (Albânia)
Bruciatore, 2007 _ Alessandro Pessoli (Itália)
Caligola, 2002 _ Alessandro Pessoli
Finito, 2004 _ Alessandro Pessoli
Girl, 2007 _ Alessandro Pessoli
Il Caduto, 2006 _ Alessandro Pessoli
La ciudad luz, 2007 _ Jorge Macchi (Argentina)
Once Upon a Time, 2002 _ Steve McQueen (Reino Unido)
There’s More Than One Way To Skin a Sheep, 2007 _ Jeniffer Allora & Guillermo Calzadilla (Estados Unidos, Cuba)
Word/World, 2001 _ Rivane Neuenschwander e Cao Guimarães (Brasil)

OBRAS DA GALERIA LAGO:

Cosmococa 5 Hendrix War, 1973 _ Hélio Oiticica e Neville D’Almeida (Brasil)
O Ignoto, 1996 _ Artur Barrio (Portugal)
Samson, 1985 _ Chris Burden (Estados Unidos)
Sem título (Cities on the move), 1997 _ Navin Rawanchaikul e Rirkrit Tiravanija (Tailândia e Argentina)

OBRAS DA GALERIA PRAÇA:

Abre a Porta, 2006 _ John Ahearn e Rigoberto Torres (Estados Unidos, Porto Rico)
Forty Part Motet, 2001 _ Janet Cardiff (Canadá)
Nave Deusa, 1998 _ Ernesto Neto (Brasil)
Rodoviária de Brumadinho, 2005 _ John Ahearn e Rigoberto Torres
Swoon, 1997 _ Janine Antoni (Bahamas)
Troca-Troca, 2002 _ Jarbas Lopes (Brasil)

Posted by Ananda Carvalho at 1:54 PM | Comentários (1)