Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

agosto 30, 2007

Workshop O Processo Criativo - Módulo II, com Charles Watson no ECCO, Brasília

Programa Pausa para Pensar
Workshop O Processo Criativo - Módulo II, com Charles Watson

Inscrições abertas

Espaço Cultural Contemporâneo - ECCO
SCN Quadra 3, bloco C, loja 5, Brasília - DF
61-3327-2027
www.eccobrasilia.com.br
Workshop O Processo Criativo: 13 a 16 de setembro de 2007

Posted by João Domingues at 11:22 AM

agosto 28, 2007

Curso Escrituras do olhar, com Edith Derdyk na FullFrame, São Paulo

Curso Escrituras do olhar, com Edith Derdyk

Inscrições abertas

FullFrame - Escola Definitiva de Fotografia
Av. Pedroso de Morais 99, Pinheiros, São Paulo - SP
Espaço Paparazzi
11-3097-9448 ou atendimento@fullframe.com.br
www.fullframe.com.br
Horário: segundas, 19h30-21h30h
Período: 17 de setembro até 5 de novemmbro de 2007 / 8 aulas / 16 horas
Preço: 3 x de R$185

A partir da produção e leitura de imagens fotográficas, este curso (teórico e prático) terá como eixo a investigação do olhar como gerador de múltiplos significados, estimulando a construção de uma poética pessoal.

Escrituras do olhar tem, como foco, proporcionar um trânsito entre diversas linguagens poéticas, ancoradas pela fotografia, pesquisando os lugares em que a imagem fotográfica habita: livro, objeto, instalação, colagem, pintura, entre outros.

Edith Derdyk: Artista plástica, ilustradora, educadora. Autora dos livros: Formas de Pensar o Desenho e O Desenho da Figura Humana, (Ed.Scipione,1988/1989); Linha de Costura (Ed.Iluminuras/1997);Linha de Horizonte (Editora Escuta/2001), entre outros. Foi contemplada pelos seguintes Prêmios e Bolsas: Prêmio Porto Seguro Fotografia - Revelação (2004); Prêmio APCA - Tridimensional e Bolsa Vitae de Artes. Fundação Vitae (2002); Bolsa como Artista-Residente/Bellagio.Center/Itália.The Rockefeller Foundation (1999); Programa de Intercâmbio USIA/MAC/Vermont Studio Center.USA (1993. Em 2007 fez individuais na Pinacoteca do Estado de São Paulo, sala especial no lançamento do prêmio Porto Seguro Fotografia e Marília Razuk Galeria de Arte. Ainda neste ano de 2007 irá participar de um programa de residências no The Banff Centre,Canadá, pesquisando livro-objeto .

www.canalcontemporaneo.art.br/edithderdyk

Posted by João Domingues at 12:02 PM

agosto 23, 2007

Concurso para Professor Assistente do Departamento de Educação Física e Artística do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira - CAp-UERJ

Concurso para Professor Assistente do Departamento de Educação Física e Artística do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira - CAp-UERJ
Subárea: História da Arte e Artes Visuais

Inscrições até 3 de setembro de 2007

Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira
Colégio de Aplicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Rua Santa Alexandrina 288, Rio de Janeiro - RJ
21-2504-2492 / 4004 (com Eduardo, Christiane ou Mônica),
Horário de inscrição: segunda a sexta, 9-16h
Taxa de inscrição: R$ 78,68
Remuneração: salário correspondente à função de Professor Assistente: R$ 1.573,62

Link para o edital

Documentação exigida:
Diploma do Curso de Graduação
Diploma de Mestrado
Diploma de Doutorado ou título de livre-docência
Curriculum Vitae ou memorial em 06 (seis) vias
Documentação comprobatória do curriculum vitae ou do memorial (encadernada e numerada)
Carteira de identidade (original e xerox)
Título de eleitor
Prova de quitação com a Justiça Eleitoral
Prova de estar em dia com as obrigações militares
Comprovante de pagamento da taxa de incrição
Comprovante de residência.
Carteira do Conselho Regional
Comprovante de pagamento de anuidade do Conselho Regional
Portfólio (com o mínimo de 10 imagens impressas em papel)

Posted by João Domingues at 3:04 PM

Simpósio Espaço, Aceleração e Amnésia no Paço das Artes, São Paulo

Espaço, aceleração e amnésia
[arte e pensamento na contemporaneidade]
II Simpósio Internacional de Arte Contemporânea
28, 29 e 30 de outubro de 2007

Inscrições de 17 de setembro a 17 de outubro
Chamada para submissão de trabalhos até 12 de setembro - como enviar os trabalhos no Cursos&Seminários

Para se inscrever, preencha o formulário on-line no Fórum Permanente

Paço das Artes
Av. da Universidade 1, Cidade Universitária, São Paulo - SP
11-3814-4832 ou infosimposio@gmail.com
www.pacodasartes.org.br


Espaço, aceleração e amnésia: arte e pensamento na contemporaneidade

O II Simpósio Internacional de Arte Contemporânea, realizado pelo Paço das Artes em parceria com o Fórum Permanente, busca fomentar a reflexão e difusão do conhecimento relacionado à arte contemporânea em âmbito internacional.

Com inscrições abertas ao público em geral, trata-se de uma oportunidade de discutir com artistas, críticos, curadores e profissionais de destaque do circuito nacional e mundial sobre os caminhos da produção artística na contemporaneidade. Esta edição girará em torno da questão da espacialidade e de como a arte se configura (ou reage) neste tempo de aceleração crescente e avesso à memória em que vivemos hoje.

Pensando no sistema da arte, composto pela equação produção artística, crítica e curadoria, instituições, mercado e mídia, uma questão coloca-se de saída: como vive esse sistema frente a uma situação universal em trânsito, que vê alterada a sua tradicional noção de espaço e experimenta, portanto, uma situação existencial que é feita consecutivamente de aceleração e amnésia?

Na arte a configuração destas novas espacializações corresponde à prática dos deslocamentos, às desterritorializações, ao ativismo em rede, às comunidades virtuais; enfim, às novas configurações espaciais das propostas artísticas. Configuram-se eixos de ação em espaços coletivos e colaborativos que, muitas vezes, colocam em debate as questões mais gerais da sociedade globalizada.

De um lado, vemos curadores trabalhando a partir de re-inserções no presente, promovendo movimentos antiglobalizantes, muitas vezes de teor sócio - assistencialista. De outro, vemos os artistas voltados a paradigmas do pensamento em arte que resultam em jogos entre o real e o ficcional, gerando estéticas e des-estéticas. Um terceiro aspecto é a emergência de um neo-populismo na arte sob influência direta do multi-culturalismo dos anos 80 e 90.

A decomposição do paradigma social na arte resultou no gigantismo expositivo e em estratégias corporativas na arte como supostas porta-vozes da diferença, que requerem uma reavaliação: não estaria surgindo, então, uma nova subjetividade burguesa que termina por mesclar a arte com interesses do capital privado e das instâncias públicas por meio do assistencialismo?

Paralelamente verifica-se uma modificação crescente na idéia do tempo. Da idéia de duração passamos para uma visão mais instantânea do tempo, imediata, que acompanha, obviamente, a ideologia imposta pelo consumo em tempo real.

Dentro desta aceleração constante, o esquecimento e a amnésia parecem se tornar um lócus privilegiado de discussão. Como falar em memória, em história, em uma sociedade que prega a instantaneidade? Como os artistas vêm potencializando esta discussão? Como pensar a documentação, a pesquisa, a coleção pública e sua conseqüente difusão nas instâncias da formação? Se o arquivo vivo é a fonte para a construção da memória e história da arte, como pensar o museu do futuro? Como pensar a memória do passado recente e do presente acesso à arte, a distribuição de registros e informações, o papel das instituições nos dias de hoje?

Estas entre outras questões semelhantes integram o II Simpósio Internacional de Arte Contemporânea do Paço das Artes. Esperamos que as discussões ao redor do tema "Espaço, aceleração e amnésia" possam incentivar o debate e o diálogo construtivo para o sistema das artes na contemporaneidade. Desta forma, o Paço das Artes, em conjunto com os seus parceiros, cumpre com a sua ampla missão, que é mostrar e pensar a arte contemporânea.

Estrutura do Simpósio

O Simpósio acontece nos dias 28, 29 e 30 de outubro de 2007 (na tarde de domingo, e manhãs e tardes de segunda e terça-feira) e terá uma conferência inaugural e quatro mesas de discussão.

- Cada mesa será seguida por uma rodada de debate, em que três debatedores irão propor questões aos conferencistas. Na seqüência, o debate é aberto à participação do público.
- Haverá duas sessões de comunicações - trabalhos inéditos relacionados ao tema do Simpósio, selecionados pela Comissão Científica -, que serão seguidas de debates.
- Todas as mesas terão relatos críticos publicados on-line no Fórum Permanente uma hora após o término da sessão e ainda resumos no prazo de 24 horas.
- Uma plenária de encerramento será realizada com a participação de todos os palestrantes, debatedores, mediadores, relatores e inscritos.

O Simpósio acontecerá no Paço das Artes e será transmitido em tempo real pelo Fórum Permanente (http://forumpermanente.incubadora.fapesp.br).

Idealização: Paço das Artes
Realização: Paço das Artes - Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado de São Paulo e Fórum Permanente.
Parceiro: Canal Contemporâneo
Apoio Cultural: Instituto Goethe, British Council, Consulado da França, Cultura Inglesa, Fundação Pro-Helvetia, Consulado da Suíça, Centro Cultural da Espanha em São Paulo - AECI: Agência Espanhola de Cooperação Internacional, Secretaria de Estado da Cultura, UOL, CCE-USP, Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (SEC-SP), Instituto Sergio Motta, CPFL(Transmissão TV), Pró-Reitoria de Cultura e Extensão - USP, Associação ALUMNI.
Pauta coletiva: Angela Santos, Daniela Bousso, Fórum Permanente, Kátia Maciel, André Parente, Carlos Eduardo Uchôa, Priscila Arantes, Juliana Monachesi, Fernando Oliva, Fernanda Albuquerque, Daniela Castro, Patrícia Canetti.
Colaborações: Elida Tessler, Divino Sobral, Márcio Botner, Lucas Bambozzi, Renata Motta.
Comissão Científica de Seleção:
Priscila Arantes e Ana Letícia Fialho (Coordenação), Marcus Bastos, Priscila Farias, Silvia Laurentiz, Lucia de Oliveira, Jens Baumgarten, Carlos Eduardo Uchoa, Martin Grossman.
Coordenação dos relatos: Ana Letícia Fialho
Produção: Angela Santos, Márcia Galliani

Chamada para submissão de trabalhos até 12 de setembro
Divulgação das comunicações selecionadas em 3 de outubro
Obs.: os nomes dos convidados ainda estão em fase de confirmação e consultas. Aguarde a divulgação da programação completa e de todos os integrantes do Simpósio.

Posted by João Domingues at 2:10 PM

Dynamic Encounters - International Art Workshops New York / Philadelphia 2007

Dynamic Encounters - International Art Workshops New York / Philadelphia 2007
Professores: Agnaldo Farias: Professor da USP, curador do Instituto Tomie Ohtake - SP
Charles Watson: Professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage - RJ
Denise Gadelha: Artista plástica e coordenadora do projeto Dynamic Encounters.
Fernando Cocchiarale: Curador do MAM Rio, professor da Escola de Artes do Parque Lage
Frederico Carvalho: Professor da Universidade Federal - RJ:
Irving Sandler: Curador, critico e autor.
Jailton Moreira: Artista plástico e coordenador do Espaço Torreão - RS

Inscrições abertas

Informações: 21-2553-3748 / 2553-9224 / 2554-8890 / 2223-0710 ou wats352@attglobal.net
Período: 10 a 21 de novembro de 2007
Coordenação: Charles Watson
Todas as aulas e palestras em português
Instituições: MoMA, Solomon Guggenheim Museum, Whitney Museum, Philadelphia Museum of Art, New Museum of Contemporary Art, Dia Center Beacon, Metropolitan Museum, PS1 Contemporary Arts Museum, Chelsea Art Museum

O projeto Dynamic Encounters realizará, no seu 15º ano e em sua 30ª edição, mais uma visita a New York. Dessa vez com uma novidade: iremos a Philadelphia conferir a maior coleção de obras de Marcel Duchamp. Serão 10 dias de visitas com palestras e discussões sobre arte nos principais museus, galerias e ateliês de New York, com ênfase na arte contemporânea.

Posted by João Domingues at 11:52 AM

agosto 17, 2007

Cursos Pólo de Pensamento Contemporâneo, Rio de Janeiro

Cursos Pólo de Pensamento Contemporâneo
O choque do real: estéticas do realismo e cultura contemporânea, com Beatriz Jaguaribe
Design para um mundo complexo, com Rafael Cardoso

Inscrições abertas

Pólo de Pensamento Contemporâneo - POP
Rua Conde Afonso Celso 103, Jardim Botânico, Rio de Janeiro - RJ
21-2286-3299 / 3682
www.polodepensamento.com.br
O choque do real: estéticas do realismo e cultura contemporânea: 4, 11, 18 e 25 de setembro
Design para um mundo complexo: 6, 13, 20 e 27 de setembro
Horário: 19h30-21h30
Preço: R$240 (50% na inscrição e 50% 30 dias após o início do curso)

Os programas, de quatro aulas, uma por semana, são das.

A partir de 4 de setembro, Beatriz Jaguaribe, professora da ECO-UFRJ, dá o curso "O choque do real: estéticas do realismo e cultura contemporânea" [/9], enfocando a relação entre a estética realista e as construções cotidianas da "realidade" na mídia e no imaginário das artes.

No dia 6, um dos destaques é o mundo virtual. Pensando nas transformações postas em marcha na era digital, Rafael Cardoso, escritor, historiador da arte e professor da PUC, abre o "Design para um mundo complexo" [6, 13, 20 e 27/9]. O curso aborda mudanças capitais para o design atual, influenciado pela virtualidade, a partir de uma perspectiva histórica.

Posted by João Domingues at 4:39 PM

Curso Picasso e Duchamp, com Luiz Camillo Osório na Casa do Saber, Rio de Janeiro

Curso Picasso e Duchamp, com Luiz Camillo Osório

Inscrições abertas

Casa do Saber
Av. Epitácio Pessoa 1.164, Lagoa, Rio de Janeiro - RJ
21-2227-2237
www.casadosaber.com.br
Duração: 4 encontros semanais
Horário: quartas, 20h
Início: 5 de setembro de 2007

Este curso vai analisar o desenvolvimento das obras de Picasso e Duchamp, dois artistas fundamentais para o século XX, entre os anos que vão do cubismo (1907) ao surrealismo (1924). Veremos como Picasso e Duchamp, ao transformar radicalmente os procedimentos artísticos e as formas de exposição, redefiniram nossas maneiras de compreender o que é a arte. A abstração, as colagens, as apropriações, enfim, toda a diversidade que vemos na arte contemporânea surgiu dessas duas poéticas complementares. Para dialogar de modo produtivo com a atualidade, é necessário o retorno a esses dois artistas e a esse período crucial da arte moderna.


Ementa:

5 de setembro: Os anos heróicos do Cubismo: 1907-1914

12 de setembro: A colagem cubista

19 de setembro: A novidade do Ready-Made

26 de setembro: A tradição da ruptura: a anti-arte e o museu

Luiz Camillo Osório é doutor em Filosofia pela PUC-Rio, crítico de arte do Jornal O Globo, professor de Estética e História da Arte na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e PUC-Rio, autor dos livros Flavio de Carvalho, Abraham Palatnik e Razões da crítica.

Posted by João Domingues at 3:55 PM

agosto 15, 2007

II Semana de Arte e Pesquisa na UERJ, Rio de Janeiro

II Semana de Arte e Pesquisa

27 a 31 de agosto de 2007

Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Instituto de Artes
Rua São Francisco Xavier 524, Maracanã, Rio de Janeiro - RJ
www.uerj.br


II Semana de Arte e Pesquisa na UERJ - Programação:

27 de agosto, segunda-feira,18h
Auditório 91
Palestra: Janice Caiafa
Janice Caiafa, doutora em Antroplogia pela Cornell University, é atualmente professora associada da Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisadora do CNPq e do CIEC (Coordenação Interdisciplinar de Estudos Culturais) da ECO-UFRJ.

Lançamento da revista Concinnitas n. 10


28 de agosto, terça-feira, 9-12h
Mesa: História e Confrontações
Mediador: Roberto Conduru

Rafael do Sacramento Fonseca
"Michael Angelvus Pictor" - Michelangelo Buonarroti retratado por Francisco de Holanda

Ana Angélica Teixeira Ferreira da Costa
Uma história da visualidade dos séculos XVII ao XXI: formação e desenvolvimento do olhar e da subjetividade contemporânea

Fernanda Ferreira Marinho Câmara
Discussão autográfica: uma problemática atual

Kriciane de Assumpção Ferreira
Entre o táctil e o visual - sobre a natureza da produção plástica infantil


18-21h
Mesa: Espaço e Visualidade
Mediadora: Vera Beatriz Siqueira

Inês de Araújo
Falsas pistas

Gilton Monteiro Santos Junior
Eduardo Sued: o labirinto lírico da pintura

Joana Xênia Rabelo Ferreira
A construção do espaço em Piero della Francesca, Velásquez e Picasso


29 de agosto, quarta-feira, 9-12h
Mesa: Transfigurações e Narrativas
Mediador: Aldo Victório

Gustavo Borges Corrêa
Drag-queens, travestis e transformistas: os travestimentos transgenéricos e as representações do feminino no carnaval carioca

Rafael do Sacramento Fonseca
Peter Greenaway, Frans Hals, Hironymus Bosch e a gula

Pablo Oliveira dos Santos Alves
Universo funk


18-21h
Mesa: Imagem e Sacralidade
Mediador: Ricardo Gomes Lima

Evelyne Azevedo
A arte de Amana: permanências e rupturas na arte do período de Akhenaton

Bony Braga Schachter
Taoísmo: arte e sacralidade

Analu Steffen
A estética diaspórica e a dádiva das Pêssankas


30 de agosto, quinta-feira, 9-12h
Mesa: Corpo e Processualidade
Mediadora: Regina de Paula

Kate Lane Costa de Paiva
O uso do corpo no candomblé: saber e memória

Maria Cristina Rezende de Campos
O corpo emana: elementos da plástica corporal xavante

Elena O'Neill
Fotografia performática

Roberta Schiberras Grigoletti
Processos, vivências, situações: sobre as delimitações da obra de arte
contemporânea

18-21h
Mesa: Arquivos e Monumentos
Mediador: Roberto Corrêa dos Santos

Mariana Gomes Paulse
León Ferrari: estranhamento e intensidade

Amana Carneiro da Matta
Operações anti-monumentais e o diálogo arte-sociedade a partir das obras de Jochen Gerz e Esther Shaleu-Gerz

Cristina Thorstenberg Ribas
Desarquivando o arquivo de emergência: documentos

Cátia Alves Pinto
Projeto de catálogo de desenhos infantis


31 de agosto, sexta-feira, 9-12h
Mesa: Imagem e Subjetividade
Mediadora: Malu Fatorelli

Pablo da Cunha
Reflexões sobre a Santíssima Trindade da arte: espectador, obra e espacialidade

Daniela Corrêa Seixas
Desenhos de caderno

Monica Cauhi Wanderley
O ato subjetivo

Posted by João Domingues at 12:21 PM

Seminário do Programa Rumos Pesquisa: Gestão Cultural, Cuiabá

Seminário do Programa Rumos Pesquisa: Gestão Cultural
Experiências de gestão cultural no setor público
Palestrantes: Cláudia Sousa Leitão, Enrique Saravia, João Roberto Peixe, Robério dos Santos Pereira Braga
Mediação: Mário Mazzilli

20 de agosto, segunda-feira, 19h30

Secretaria Municipal de Cultura - Espaço Clube Feminino
Rua Barão de Melgaço 3677, Cuiabá - MT
65-3025-7491
Organização: Programa Rumos Pesquisa Gestão Cultural


Seminário do Programa Rumos Pesquisa: Gestão Cultural discute experiências de administração pública no setor

O Observatório Itaú Cultural, a Secretaria Estadual de Cultura de Mato Grosso, a Secretaria Municipal de Cultura e a Associação dos Produtores Culturais do Estado de Mato Grosso promovem seminário que irá discutir experiências concretas de gestão cultural no setor público brasileiro. O encontro acontece no dia 20 de agosto, das 19h30 às 22h, no Espaço Clube Feminino, da Secretaria Municipal de Cultura de Cuiabá.

Participam do seminário o professor da FGV do Rio de Janeiro, Enrique Saravia, a ex-secretária estadual de cultura do Ceará Claudia Leitão, o designer João Roberto Peixe, atual secretário municipal de cultura de Recife e Robério Braga, secretário de estado da cultura do Amazonas. A mediação do seminário estará a cargo de Mário Mazzilli, editor da Revista Observatório Itaú Cultural.

O seminário é parte do programa Rumos Pesquisa: Gestão Cultural 2007-2008, o qual premiará pesquisadores que estejam investigando temas relativos à gestão cultural, economia da cultura, produção cultural ou políticas culturais. Lançado em março último, o programa receberá inscrições de pesquisadores até o próximo dia 31 de agosto de 2007, sempre pelo site www.itaucultural.org.br.

Rumos Pesquisa: Gestão Cultural 2007-2008
O Rumos Pesquisa: Gestão Cultural é uma das ações do Observatório Itaú Cultural, que tem entre suas atribuições a de promover a formação e o desenvolvimento de profissionais e pesquisadores atuantes nas instituiões culturais brasileiras. O programa tem abrangência nacional e irá premiar até dez trabalhos de pesquisadores que estejam investigando temas relativos à gestão cultural, economia da cultura, produção cultural ou políticas culturais. Lançado em março último, o programa receberá inscrições de pesquisadores até o próximo dia 31 de julho de 2007, sempre pelo site www.itaucultural.org.br.

Mais informações sobre o programa Rumos Itaú Cultural Pesquisa: Gestão Cultural 2007-2008 podem ser obtidas através do site www.itaucultural.org.br ou por contato através do e-mail: rumospesquisa2007@itaucultural.org.br.

Perfil dos participantes
Enrique Saravia é professor titular da EBAPE/FGV; Coordenador do Núcleo de Estudos em Regulação e do Programa de Estudos em Gestão Cultural, da EBAPE. Doutor em Direito pela Université Paris 1 - Pantheón - Sorbonne. Especialista em Administração Pública para o Desenvolvimento pela Escola Interamericana de Administração Pública - EIAP/FGV. Especialista em Direito Internacional, Americano e Comparado pela Southern Methodist University, EUA. Especialista em Regulação pela London School of Economics and Political Science. Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Córdoba.

Cláudia Sousa Leitão é professora e pesquisadora da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Coordenadora Adjunta do Curso de Mestrado Profissional em Gestão de Negócios Turísticos da mesma universidade. Foi Diretora Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial-SENAC/CE, Secretária Estadual de Cultura do Ceará, Bolsista e Parecerista do CNPq. É consultora em Cultura, Turismo e Educação, tendo publicado diversos livros e artigos em revistas especializadas. Tem mestrado em Sociologia do Direito pela Universidade de São Paulo e doutorado em Sociologia pela Université Paris V (René Descartes).

João Roberto Peixe é designer, secretário de cultura do município de Recife (PE). Desenvolve uma política cultural na prefeitura do Recife voltada para a reflexão e crítica do processo de produção da cultura, muito além da simples promoção de atividades.

Robério dos Santos Pereira Braga é professor universitário e Secretário de Estado da Cultura do Amazonas desde 1997. É Diretor Geral do Festival Amazonas de Ópera (11 edições), do Amazonas Film Festival (3 edições), do Festival Amazonas de Jazz (2 edições) e autor da Legislação de Manaus e do Estado do Amazonas de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico. Exerceu vários cargos públicos, entre os quais Secretário de Estado de Comunicação Social, Secretário Chefe da Casa Civil, Secretário do Conselho do Patrimônio Histórico do Estado do Amazonas. Bacharel em Direito, pós-graduado em Administração de Política Cultural pela UnB - Universidade de Brasília/ Organização dos Estados Americanos (OEA).

Mário Mazzilli (Mediador)
Editor da revista Observatório Itaú Cultural, é graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo e mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo. Foi Diretor de Projetos Especiais da Fundação para o Desenvolvimento da Educação, ligada à Secretaria Estadual de Educação de São Paulo.

Posted by João Domingues at 10:55 AM

agosto 13, 2007

Seminário Mutações - as novas configurações do mundo no SESC Avenida Paulista e Vila Mariana, São Paulo

Seminário Mutações - as novas configurações do mundo

Inscrições abertas

SESC Avenida Paulista
Avenida Paulista 119, Paraíso, São Paulo - SP
Informações e inscrições: 11-3179-3700 / 3716 ou seminario@avenidapaulista.sescsp.org.br
www.sescsp.org.br

SESC Vila Mariana
Rua Pelotas 141, São Paulo - SP
11-5080-3000
Seminário Mutações - as novas configurações do mundo: 22 de agosto a 5 de outubro de 2007

Taxas de inscrição: R$ 10 (trabalhador no comércio e serviços matriculado e dependentes, estudante, aposentado e professor da Rede Pública), R$ 15 (usuário matriculado), R$ 20 (demais interessados)

Formas de pagamento:
Depósito bancário
Nome: Serviço Social do Comércio - SESC Avenida Paulista
Banco: Caixa Econômica Federal
Agência: 0235
C/C: 1307-5

Rede SESC
O pagamento da taxa de inscrição pode ser feito em todas as unidades pelo Sistema Ingresso SESC.

A inscrição será validada após o envio do comprovante de pagamento da taxa de inscrição para o fax 3179-3765. O fax deve ser acompanhado da ficha de inscrição ou conter nome completo, telefone e e-mail do inscrito.


Mutações - as novas configurações do mundo

O estilo de vida e as concepções de mundo que hoje nos dominam são superficiais, e as antigas definições são insuficientes para entendê-las. A este fenômeno pode-se dar o nome de mutação

Concebido e organizado pelo filósofo Adauto Novaes, o ciclo de conferências mutações - as novas configurações do mundo encerra a trilogia pensamento e Cultura em tempos de incerteza. Os dois ciclos anteriores foram: O Silêncio dos Intelectuais e O Esquecimento da Política.

Muitos pensadores certamente estariam de acordo com a afirmação: vivemos uma época prodigiosamente vazia, na qual concepções políticas, crenças, idéias, sensibilidades, enfim, formas de existência e visões de mundo que antes pareciam dar sentido às coisas perdem valor.

Segundo o curador Adauto Novaes, "Temos tratado a questão das mudanças de forma indireta, e pela primeira vez vamos discutir diretamente o conceito de mutação nas várias áreas. As grandes mudanças têm sido trazidas pela tecnociência ou pela prática da ciência por meio das técnicas. Montamos um ciclo baseado em Nietzsche, para observar o que está acontecendo na biologia, na física, nas artes, na política, nas mentalidades, na sensibilidade".

Seminário Mutações - as novas configurações do mundo - Programação:

22 de agosto, quarta-feira, 19h
Mutação heterodoxa - José Miguel Wisnik

23 de agosto, quinta-feira, 19h
Revoluções, mutações - Francisco de Oliveira

24 de agosto, sexta-feira, 19h
Humano, pós-humano, trans-humano - implicações da desconstrução da natureza humana - Laymert Garcia dos Santos

30 de agosto, quinta-feira, 19h
Descontrole do tempo histórico e banalização da experiência - Franklin Leopoldo e Silva

5 de setembro, quarta-feira, 19h
Rebelião contra a natureza - Jean-Pierre Dupuy

6 de setembro, quinta-feira, 19h
Rupturas, mutações e continuidades na história recente - Luiz Felipe de Alencastro

12 de setembro, quarta-feira, 19h
A mutação do saber - Sérgio Paulo Rouanet

13 de setembro, quinta-feira, 19h
As mutações do poder e os limites do humano - Newton Bignotto

14 de setembro, sexta-feira, 19h
Novas afetividades eletivas - Eugène Enriquez

19 de setembro, quarta-feira, 19h
Metamorfoses do tempo - Olgária Matos

20 de setembro, quinta-feira, 19h
A depressão como negativa do novo mundo - Maria Rita Kehl

21 de setembro, sexta-feira, 19h
Sobre o caos - Luiz Alberto Oliveira

26 de setembro, quarta-feira, 19h
Fim da guerra clássica - novos estados de violência - Frédéric Gros

27 de setembro, quinta-feira, 19h
O que mantém um homem vivo: devaneios sobre algumas transfigurações do humano - Renato Lessa

28 de setembro, sexta-feira, 19h
Máquinas utópicas e distópicas - João Camillo Penna

04 de outubro, quinta-feira, 19h
Metamorfoses da visibilidade - Paulo Sérgio Duarte
(Sesc Vila Mariana)

5 de outubro, sexta-feira, 19h
As duas mutações de Nietzsche - Oswaldo Giacoia Júnior
(Sesc Vila Mariana)

Posted by João Domingues at 12:36 PM | Comentários (1)

agosto 10, 2007

Curso História das Artes Visuais Contemporâneas, com Luiz Flávio, na Casa do Artista, São Paulo

Curso História das Artes Visuais Contemporâneas, com Luiz Flávio

Inscrições abertas

Casa do Artista - Loja Jardins
Alameda Itu 1012, Jardins, São Paulo - SP
11-3088-4191
Informações: lea@arteminas.com.br
Preço; por módulo: R$ 170; curso completo (4 módulos): 4 parcelas de R$155


O curso apresentará um panorama histórico-crítico do novo regime de produção artística introduzido após a emergência da chamada "contra-cultura" e da Pop Art (segunda metade do século XX). Numa abordagem atualizada e multidisciplinar, a história — dos movimentos, obras, artistas e do próprio sistema de arte — será apresentada e analisada de forma não necessariamente cronológica, mas por proximidades temáticas e/ou conceituais, sendo problematizada e confrontada com discussões advindas de outros campos do conhecimento (como filosofia, sociologia, teoria literária, semiótica etc.). Objetiva-se focar a complexidade da arte atual como um reflexo da própria realidade contemporânea e, ao mesmo tempo, como um dos instrumentos privilegiados para a sua interpretação.


SOBRE AS AULAS

Todas as aulas serão expositivas, o que não excluirá a participação dos alunos e o debate crítico. Textos, apostilas e bibliografias serão previamente fornecidos, para leituras e discussões. As aulas se pautarão pela transmissão do conteúdo programático, apresentado com o uso de recursos audiovisuais [projetor multimídia, dvds, vídeos etc.], de acordo com o cronograma abaixo.


Programa do curso

Aula inaugural e gratuita:
4 de agosto, sábado: 15-17h30
Apresentação do curso e amostra do conteúdo programático

24 de agosto, sexta-feira, 19h30-22h30
Unidade I - Introdução à Arte Contemporânea:
1.1 Passagem do Modernismo ao Pós-Modernismo: conceituações gerais desses termos e problematização do último
1.2 Mudanças de percurso: a estrada aberta pela beat generation e a contramão da "contra-cultura" americana
1.3 Outsiders: Robert Rauschenberg, Jasper Johns, John Cage, Allan Kaprow, Merce Cunningham e o legado duchampiano


25 de agosto, sábado, 10-13h e 14-17h
Unidade II - Da Pop Art ao Hiperrealismo:
2.1 "This is Tomorrow" : a pop inglesa
2.2 Pop Art e o american way of life: banalização, seriação, celebrização e excesso
2.3 Nouveau Réalisme e a pop na Europa
2.4 Nova Figuração Brasileira: uma "pop política" no contexto ditatorial
2.5 Hiperrealismo ou a morte do real


28 de setembro sexta-feira, 19h30-22h30
Unidade III - Minimalismo, Arte Conceitual e "conceitualismos" - 1960/70
3.1 Minimal Art ou a poética da exclusão ("menos = mais")
3.2 Arte como linguagem ou a idéia de arte


29 de setembro, sábado, 10-13h e 14-17h
(Continuação da unidade anterior):
3.3 Fluxus: ações, happenings e coletividade na arte
3.4 Conceptual Art: "arte depois da filosofia e depois"
3.5 Experimentações: body art, performances, land art, earth art, etc
3.6 Arte Povera, process art e os novos media


26 de outubro sexta-feira, 19h30-22h30
Unidade IV - Pós-Modernismo e re-produção: "arte após o fim da arte"
4.1 O retorno da pintura (Neo-Expressionismo, Transvanguardia, Grafitti etc.)
4.2 "Geração 80": assimilação, hedonismo e alienação no Brasil pós-ditadura

27 de outubro, sábado, 10-13h e 14-17h
(Continuação da unidade anterior):
4.3 A morte da história, do autor e da originalidade: teorias pós-modernas
4.4 Crítica do mercado, anti-esteticismo, arte das minorias e outras questões
4.5 Exaustão: re-produção, re-leitura, citação e palinódia
4.6 A dissolução dos "movimentos" e o "fim da arte"


30 de novembro, sexta-feira, 19h30-22h30

Unidade V - Diversidade e multiplicidade de meios e discursos na arte atual:
5.1 Instalação, in situ, site specific e o campo ampliado da arte contemporânea
5.2 As novas tecnologias e meios virtuais: wireless art, computer e web-art, ambientes imersivos, interatividade e telepresença, arte transgênica, etc

1 de dezembro, sábado, 10-13h e 14-17h
(Continuação da unidade anterior):
5.3 Identidade, alteridade, hibridação: debates contemporâneos
5.4 Globalização e multiculturalismo: arte dos países periféricos x EUA/Europa
5.5 Estudos de casos: a Documenta XII e a 52ª. Bienal de Veneza (2007)
5.6 Conclusões gerais do curso


Luiz Flávio

Artista e professor universitário. Atualmente, leciona História da Arte no curso de pós-graduação "História da Arte" (PUC-Minas) e em cursos livres. Foi também professor de Estética (Filosofia da Arte) em cursos de graduação da Escola Guignard/UEMG (1999-2006) e da PUC-Minas (2005). Fez Bacharelado e Mestrado em Artes Visuais na UFMG, tendo também estudado Filosofia. Realizou diversas viagens à Europa, onde aprimorou sua formação. Vem participando, desde 1997, de diversas exposições individuais e coletivas, no Brasil e no exterior, em espaços como Itaú Cultural São Paulo, MASP, Galeria Thomas Cohn (SP), MAM-Rio, MAM-BA, MAC-PR, MASC (SC), ARCO (Espanha), Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam (Cuba), Bucksbaum Center for the Arts (Estados Unidos), dentre outros.

Posted by João Domingues at 4:16 PM

agosto 8, 2007

Terceira edição do Curso Livre Cultura e Mercado

Terceira edição do Curso Livre Cultura e Mercado

Inscrições até 17 de agosto de 2007

Instituto Pensarte - Alameda Nothmann 1029, Campos Elíseos, São Paulo - SP
11-3667-9859 ou cursos@pensarte.org.br
www.pensarte.org.br / www.culturaemercado.com.br
Horário: quartas, 19-22h, ou sábados, quinzenalmente, 9-12h e 14-17h
Preço: R$ 540 (parcelado em até 3 vezes)
Curso Livre Cultura e Mercado: 22 de agosto a 19 de dezembro de 2007


O Instituto Pensarte, organização sociocultural de interesse público, recebe até 17 de agosto inscrições para a terceira edição do Curso Livre Cultura e Mercado, que será realizado de 22 de agosto a 19 de dezembro, em São Paulo. Dividido em três eixos - cenário, conceito e práxis -, o curso abordará temas relevantes ligados à prática cultural e será ministrado por renomados profissionais do setor.

Para abrir o curso, o Pensarte promoverá a aula magna "Diversidade Cultural, Mestiçagem, o Monstro" no dia 15 de agosto, das 19h às 22h. Ela será ministrada pelo cientista político e Doutor em História Social pela Universidade de Paris I, Giuseppe Cocco. A entrada é gratuita e as inscrições deverão ser feitas antecipadamente pelo e-mail cursos@pensarte.org.br ou pelo telefone (11) 3667-9859.

"Reformulamos e ampliamos o programa desta edição do Cultura e Mercado, incluindo novos conteúdos. A proposta é que sejam abordadas questões atuais e de grande relevância do cenário cultural", explica o presidente do Instituto Pensarte, Bento Andreato. Foram selecionados 18 temas para serem discutidos durante as aulas. Entre eles, estão: diversidade cultural, culturas populares, jornalismo cultural independente, cooperação internacional e redes culturais. Estes temas serão abordados por fundadores, diretores e consultores do Instituto Pensarte, além de pesquisadores e pensadores de renome internacional.

O Coordenador de Cultura Digital do Ministério da Cultura, Cláudio Prado; a Coordenadora de Comunicação Institucional da Avon Brasil, Cida Medeiros; o especialista em incentivo fiscal à cultura e sócio do Cesnik Quintino & Salinas Advogados, Fabio Cesnik; o fundador do Pensarte, curador do Curso Livre Cultura e Mercado e presidente da Brant Associados, Leonardo Brant; o editor do Cultura e Mercado, Carta Maior e 100 canais, Eduardo Carvalho; e o Professor de Economia da Cultura da Universidade Cândido Mendes, Sérgio Sá Leitão, estão entre os profissionais que ministrarão as aulas.

Além das informações transmitidas durante o curso, os alunos terão acesso a um site exclusivo, onde encontrarão bibliografias, materiais de suporte, fóruns de discussão, além de textos complementares. Alguns conteúdos estarão disponíveis para download.

As aulas do Cultura e Mercado acontecerão às quartas-feiras, das 19h às 22h, ou aos sábados, quinzenalmente, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Cada uma destas turmas terá 60 vagas. O curso tem carga horária de 54h, ao custo de R$ 540,00 (que podem ser parcelados em até 3 vezes). O Pensarte concederá bolsas de estudos por meio de um processo seletivo. Mais informações pelo telefone (11) 3667-9859, cursos@pensarte.org.br, ou ainda pelos sites www.pensarte.org.br, www.culturaemercado.com.br

Temas - Curso Livre Cultura e Mercado

Aula Magna: Diversidade Cultural, Mestiçagem, o Monstro - Giuseppe Cocco

[Cenário] Políticas Culturais - Hamilton Faria

[Práxis] Cultura Política - Caia Fittipaldi

[Conceito] Diversidade Cultural - José Márcio Barros


[Cenário] Acesso à Cultura (A2K) - Pedro Paranaguá

[Práxis] Redes Culturais - Bento Andreato

[Conceito] Direitos e Liberdades Culturais - Marta Porto


[Cenário] Economia da Cultura - Sérgio Sá Leitão

[Práxis] Gestão Cultural - Minom Pinho

[Conceito] Cultura Digital - Claudio Prado


[Cenário] Cultura de Vida - Cida Medeiros

[Práxis] Arquitetura Cultural - Leonardo Brant

[Conceito] Jornalismo Cultural Independente - Eduardo Carvalho


[Cenário] Financiamento à Cultura - Fábio Cesnik

[Práxis] Leis de Incentivo à Cultura - José Maurício Fittipaldi

[Cenário] Culturas Populares - Marcelo Manzzati


[Cenário] Cooperação Internacional - Lala Deheinzelin

[Conceito] Democracia Cultural - André Martinez

[Práxis] Democracia Cultural - André Martinez

Posted by João Domingues at 12:10 PM | Comentários (1)

Cursos Collegio das Artes, São Paulo

Cursos Collegio das Artes
Professores: Edith Derdyk, Ester Grinspum, Fábio Miguez, Hildebrando de Castro, João Carlos de Souza, Marco Giannotti, Nazareth Pacheco, Paulo Whitaker, Renata Pedrosa e João Paulo Leite, Teresa Viana

Inscrições abertas

Cursos Collegio das Artes
Rua Francisco Leitão 265, Pinheiros, São Paulo - SP
Inscrições: 11-3064-4740 ou cursos@collegiodasartes.art.br
www.collegiodasartes.art.br
Matrícula: R$ 100

Programação dos cursos:

Edith Derdyk
Entre Ser Um e Ser Mil: O Livro Objeto e Suas Possibilidades Poéticas

As possibilidades formais que se entreabrem a partir da investigação do livro como objeto poético desenham um arco extenso de experimentações, congregando o conhecimento artesanal aos processos industriais, potencializando a mixagem de várias linguagens e modalidades de registros visuais e literários, multiplicando a descoberta de estruturas narrativas dadas pelos entrelaçamentos inusitados entre a palavra e a imagem. O enunciado entre ser um e ser mil presentifica igualmente uma reflexão sobre o modo de produção do livro-objeto, que originariamente se apresenta como objeto único e, simultaneamente, quando posto em perspectiva de escala industrial, contém a possibilidade da multiplicação sem perder a natureza singular de sua poética. A partir de exemplos de alguns artistas que ingressaram neste campo de experiências, tais como Artur Barrio, Waltércio Caldas, Mira Schendel Julio Plaza, Flavia Ribeiro, Artur Matuck Lygia Pape, Anna Maria Maiolino, Marcel Duchamp, Joseph Beuys Sol Le Witt, Anselm Kiefer e outros, poderemos então folhear, desfolhar e entreabrir um leque de possibilidades poéticas.

Horário: quintas, 10h30-13h30
Vagas: 12
Mensalidade: R$ 236


Ester Grinspum
Desenhar o Real e Desenhar o Desenho

O curso pretende explorar a linguagem do desenho nas suas especificidades e aplicações. A dinâmica do curso se estrutura no exercício com a linha, o espaço, o lugar e as aplicações que daí surgirem. O desenho tem a qualidade de ser um produto plástico de resolução rápida, o que cria uma dinâmica com o tempo, que instaura uma realidade imediata.

Horário: quartas, 15-18h.

Vagas: 10

Mensalidade: R$ 236

EURICO LOPESAcompanhamento de Projetos em Pintura - prática de ateliê

Este curso pretende exercitar o desenho, seja através da observação do real, com modelo vivo e natureza morta, seja através da prática do aluno em redesenhar o seu próprio trabalho, para que se perceba as nuances das formas e a relação entre elas. Visamos aqui desenvolver um modo de aprender a observar, com o intuito de melhor conhecer as linhas principais e os arranjos das formas.

Horário: 2as ou 3as feiras, 15-18h
Vagas: 10 para cada turma
Mensalidade: R$ 256


Fábio Miguez
Pintura: ateliê orientado

O curso se propõe a acompanhar e discutir projetos em artes plásticas. Focado na produção dos alunos, as discussões terão como pano de fundo questões da arte contemporânea e da arte em geral.

Horário: segundas, 19h30-22h30.
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 286


Hildebrando de Castro
Pintura a Óleo Figurativa

O aluno entrará em contato com estratégias de individualização das figuras, exercitando o olhar observador do retrato e da paisagem, estabelecendo um diálogo entre a contemporaneidade da arte e a técnica figurativa a óleo.

Horário: quintas, 10h30-13h30.
Vagas: 8
Mensalidade: R$ 236


João Carlos de Souza
Educando o Olhar

Curso de desenho, pintura e escultura para criança e adolescente.

Este curso visa incentivar o fazer artístico, apresentando as técnicas do desenho, da pintura e da escultura a partir de suas necessidades. As aulas se desenvolvem a partir da expectativa de cada aluno, apontando o que pode ser melhorado na sua arte, como fazer, o que representar, como representar e que material utilizar. E, ainda, propomos a observação de obras de artistas históricos e contemporâneos, com a intenção de conhecer e investigar como esses artistas realizaram suas obras: como a fizeram, o que representaram, como representaram e que materiais utilizaram.

Horário: sextas, 14-16h30
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 156


Marco Giannotti
Curso Teórico: Arte Moderna de Giulio Carlo Argan e Acompanhamento de Projetos

Neste ano de 2007 pretendemos desenvolver um trabalho crítico sobre a pintura em dois momentos. Na primeira parte da aula, das 19:30 às 21 horas, discutiremos os trabalhos realizados pelos alunos; na segunda metade da aula, das 21:00 às 22:30 horas, faremos um seminário sobre a arte moderna de Giulio Carlo Argan.

Horário: quintas, 19-22h.
Vagas: 15
Mensalidade: R$ 286


Nazareth Pacheco
Ateliê Orientado: Objeto e Instalação.

Voltado para estudantes e artistas em formação, a orientação é dirigida a reflexão e ao acompanhamento de projetos. Pesquisa de novos suportes, técnicas e materiais para explorar novas possibilidades de expressão, amplia o conceito na pintura, escultura, objeto, instalação, fotografia e adequa essas descobertas ao trabalho que se pretende realizar.

Horário: quartas, 14-17h.
Vagas: 8
Mensalidade: R$ 276


Paulo Whitaker
Pintura Contemporânea.

Este curso visa o desenvolvimento da expressividade através das técnicas de pintura em óleo e acrílica sobre tela.

Horário: quintas, 14h30-17h30
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 256


Renata Pedrosa e João Paulo Leite
Produção de Imagens a partir do Cotidiano

Esta oficina busca oferecer um conjunto de exercícios práticos precedidos de explanação teórica que despertem o interesse do público para uma reflexão sobre a abundância de imagens no cotidiano contemporâneo. Por meio da exposição de produções de diversas procedências (imagens jornalísticas, artísticas, publicitárias, científicas, etc) os participantes terão a oportunidade de discutir aspectos como recepção, manipulação, simulação, credibilidade etc, objetivando a compreensão das especificidades da construção de imagens na atualidade.

Horário: segundas, 19h30-22h30
Vagas: 12
Mensalidade: R$ 276


Teresa Viana
Iniciação à Pintura

O curso visa estimular a sensibilidade da construção, misturas e relações cromáticas, exercitando o olhar e seu diálogo com a cor no seu fazer artístico.

Horário: quartas, 10h30-13h30.
Vagas: 12
Mensalidade: R$ 256

Posted by João Domingues at 10:56 AM

agosto 7, 2007

Curso Arte e Mundo Contemporâneo, com Fernando Cocchiarale na Estácio de Sá, Rio de Janeiro

Universidarte Idéias
Curso Arte e Mundo Contemporâneo, com Fernando Cocchiarale

Inscrições abertas

Casa das Artes da Universidade Estácio de Sá
Av Vitor Konder 124, Barrinha, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro - RK
21-2495-0552 / 5994
Inscrições on-line: www.estacio.br/extensao
Período: 3 de setembro a 3 de dezembro de 2007
Horário: segundas, 17-19h
Preço: 3 parcelas de R$ 160; desconto de 20% para alunos e funcionários da Estácio

Arte e Mundo Contemporâneo

A arte contemporânea não pode ser pensada, estudada e compreendida da mesma maneira do que a arte moderna. Se o modernismo circunscreveu a discussão da arte no campo especializado da forma, da cor e do espaço, a contemporaneidade suscita, inversamente, a recondução da questão da arte à outras esferas não artísticas como a política, o corpo, a sexualidade, a filosofia, a ética e demais interfaces estabelecidas pela produção cultural de nossos dias.

O curso pretende pois apresentar alguns temas e questões ligados não somente à esfera da produção artística, mas à vida contemporânea num sentido amplo e abrangente, única maneira de compreendermos o sentido e os caminhos que a arte hoje anuncia. Por meio da leitura de textos de autores seminais do pensamento filosófico e da teoria da arte das últimas décadas poderemos subsidiar a compreensão de conceitos tais como o de modernismo e pós-modernismo, de multiculturalismo e até mesmo daquilo que alguns autores chamaram de fim da arte.

Fernando Cocchiaralle

Leciona filosofia da arte e no Curso de Especialização em história da Arte e Arquitetura no Brasil na PUC-RJ; na Escola de Artes visuais do Parque Lage; crítico de arte e curador do Museu de Arte moderna do Rio de Janeiro.

Posted by João Domingues at 12:24 PM

agosto 6, 2007

Inscrições Programa de residências Residência lugar a Dudas /CAPACETE em Cali, Colômbia

Programa de residências Residência lugar a Dudas /CAPACETE em Cali, Colômbia

Inscrições até 31 de agosto de 2007

lugar a dudas / calle 15N # 8N-41/ tel 6682335, cali / colombia
convocatoriaslad@gmail.com ou residencia@capacete.net
Informações: capacete@capacete.net ou www.capacete.net
Duração da residência: 2 meses
Organização: lugar a dudas, Colômbia
Apoio: Triangle Arts Trust de Londres, KISOKO Bolivia, CAPACETE Brasil, EL BASILSICO Argentina

Condições gerais:
1 - Ter tempo para o diálogo, intercâmbio de ideias e trabalho coletivo
2 - Enviar seu endereço, telefone e correio eletrónico
3 - Uma descrição do seu trabalho e imagens de obras recentes

A residência inclui transporte aéreo de ida e volta até Cali, um espaço para moradia e trabalho e 1000 USD para gastos gerais

A seleção será feita por Lugar a Dudas e CAPACETE

Posted by João Domingues at 12:20 PM

Curso de Olhar: Arte em Nova Iorque, com Milton Machado

Curso de Olhar: Arte em Nova Iorque, com Milton Machado

Inscrições abertas

Informações e inscrições : 2286 2043 / 2225 0884 ou nenarache@terra.com.br
Datas: Saída do Rio de Janeiro dia 3 de dezembro e retorno no dia 12 de dezembro

Dando continuidade ao curso "ARTE DE COLHER", realizado no Espaço Cultural Maurice Valansi, surgiu a idéia de organizar uma ida à NY com o privilégio de poder compartilhar o olhar atento, emocionado e apaixonado do Milton Machado.

Serão 8 dias de visitas guiadas aos principais museus e galerias de Manhattan, além de um dia inteiro dedicado ao DIA:Beacon, impressionante coleção de arte contemporânea, instalada desde 2003 em uma antiga fábrica de 28000 m2, às margens do Rio Hudson.

Orientação e programação de Milton Machado - artista plástico, PhD em Artes Visuais pelo Goldsmiths College University of London, professor de História e Teoria da Arte da Escola de Belas Artes e do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais, PPGAV-EBA-UFRJ, e pesquisador do CNPq.

Posted by João Domingues at 11:36 AM

agosto 3, 2007

Seminário performático Fetichismos visuais: metrópole comunicacional, mercadoria digital, corpos panoramas no SESC Avenida Paulista, São Paulo

Seminário performático Fetichismos visuais: metrópole comunicacional, mercadoria digital, corpos panoramas

15 a 17 de agosto, quarta a sexta, 14-22h

SESC Avenida Paulista
Avenida Paulista 119, Paraíso, São Paulo - SP
Informações e inscrições: 11-3179-3700 / 3716 ou seminario@avenidapaulista.sescsp.org.br
www.sescsp.org.br
Taxas de inscrição: R$ 10 (trabalhador no comércio e serviços matriculado e dependentes, estudante, aposentado e professor da Rede Pública), R$ 15 (usuário matriculado), R$ 20 (demais interessados)

Formas de pagamento:
Depósito bancário
Nome: Serviço Social do Comércio - SESC Avenida Paulista
Banco: Caixa Econômica Federal
Agência: 0235
C/C: 1307-5

Rede SESC
O pagamento da taxa de inscrição pode ser feito em todas as unidades pelo Sistema Ingresso SESC.

A inscrição será validada após o envio do comprovante de pagamento da taxa de inscrição para o fax 3179-3765. O fax deve ser acompanhado da ficha de inscrição ou conter nome completo, telefone e e-mail do inscrito.


Este seminário performático e interdisciplinar manifesta uma urgência desejante - ao mesmo tempo crítica e sensorial - que cruza, mistura e inova linguagens perceptivas: por penetrar e ser penetrado pelos fetichismos visuais.

O objetivo é que tenha uma disjunção entre o tradicional conceito de fetiche e a crescente proliferação de diversificados fetichismos visuais. Nesta perspectiva, a matriz "colonial" da palavra fetiche, aquela "alienada" de Marx ou "perversa" de Freud não conseguem dar o sentido desta mutação. As dimensões visuais dos novos fetichismos são ligadas a processos que, em grande parte, têm as novas tecnologias digitais como força propulsora junto a uma subjetividade mais fluida num contexto comunicacional trans-urbano.

Um panorama sempre mais denso de códigos mutantes e aberturas sensoriais se incorpora entre arquitetura, arte, publicidade, cinema, design, música, moda, cirurgia. Todas estas dimensões são incompreensíveis sem relações corporalizadas da comunicação visual-digital. O contexto policêntrico desde difusão fetichista não é mais o tradicional conceito de sociedade industrial, mas sim das áreas híbridas das metrópoles comunicacionais, da mercadoria digital, do corpo como panorama.

O seminário se apresenta como uma composição interdisciplinar, com diversas tanto quanto dissonantes vozes polifônicas postas em cena. Antropólogos, filósofos, arquitetos, coreógrafas, psicanalistas, semióticos, estilistas, informáticos, publicitários, artistas, músicos, cirurgiões expõem suas visões sobre os Fetichismos Visuais.

Enfim, propõe-se, seja uma metodologia compositiva, baseada no estupor que incorpora, atravessa e força o poder dos fetichismos visuais; seja uma exposição performática, que mistura linguagens e percepções. Neste sentido, a citação de Vivienne Westwood antecipa filosofia e antropologia, música e psicanálise, coreografia e arquitetura.


Fetichismos visuais: metrópole comunicacional, mercadoria digital, corpos panoramas - Programação:

15 de agosto, quarta-feira, 19h

O estupor do fetichismo - palestra performática de Massimo Canevacci

O conceito de fetichismo, seu nascimento e desenvolvimento na cultura ocidental desde o colonialismo. Isso se modifica profundamente quando o fetichismo se cruza com a comunicação visual, em particular na digital, e se difunde mais no consumo do que na produção. O desafio reside na elaboração de uma metodologia diferente, baseada no "estupor", que incorpore e atravesse os fetichismos visuais.


16 de agosto, quinta-feira
16h
Painel Códigos Fetichizados
Sérgio Bairon (PUC-SP)
Pedro Fiori Arantes - arquiteto
Clotilde Perez (ECA-USP e PUC-SP)
Gal Oppido - fotógrafo
Mediação: Pollyana Ferrari (PUC-SP)

Este painel pesquisa o âmbito do hipermídia aplicados na semiótica, nas construções da arquitetura, design, fotografia e publicidade. Assim se indaga também como celulares, internet, Orkut e You tube elaboram novos ideogramas e videogramas que nas mesmas formas gráficas incorporam códigos fetichizados além do tradicional alfabeto.


19h
Corpos flexíveis e práticas disciplinares
Conferência de Vladimir Safatle (USP)

Uma reflexão sobre como a flexibilização contemporânea da imagem do corpo e da noção de identidade de si é um dispositivo fundamental de funcionamento dos procedimentos disciplinares. Isto pode nos explicar porque o corpo se transformou em elemento central da política.

21h
Sandmann - O Homem de Areia
Coreografia-etnografia-musicografia, com Sheila Ribeiro, Massimo Canevacci e Arrigo Barnabé

Penetrando os novos fetiches visuais contemporâneos, este seminário-performático apóia-se no conto de E.T.A. Hoffmann, Der Sandmann, na arte e na publicidade, para habitar as relações entre corpo, metrópole e comunicação visual. Em um tecido performático múltiplo, a etnografia de Massimo Canevacci, a coreografia de Sheila Ribeiro e a música de Arrigo Barnabé, evocam Freud, Rilke e Hans Bellmer, entrelaçando fetichismo metodológico, hipertextual e coreográfico.

17 de agosto, sexta-feira
16h
Painel Corpos Digitais
Alexandre Herchcovitch - estilista
Olgária Matos (USP)
Paulo Jatene - cirurgião plástico
Oscar Cesarotto (PUC-SP)
Lucia Santaella (PUC-SP)
Mediação: Ilana Feldman (UFF)

A percepção do corpo contemporâneo na cultura "ocidental" é um "centro decentrado", fluido que modifica o tradicional conceito de corpo monista (só material) ou dualista (corpo-alma ou corpo-mente). A introdução do digital no "corpo-a-corpo" pluraliza uma condição sempre menos "natural" e mais cultural e comunicacional. Esta visão fetichista e mutante do corpo digital é difundida e problematizada pela moda, cirurgia, arte, filosofia e pela psicanálise a partir do sex-appeal do inorgânico (W. Benjamin) até o Videodrome de David Cronenberg.


19h
Painel Second Life
Abel Reis (Agência Click)
Laura Graziela Gomes (UFF)
Romero Tori (POLI-USP)
Mediação: Edu Almeida (FIEO)

A comunidade virtual Second Life é exemplo claro da proliferação dos fetichismos visuais através da comunicação digital. O SL envolve economia imaterial, psiquê multi-identitária, corpo expandido e design digital, de maneira crescente e normatizadora. O avatar é confinado em uma visão dualista (a segunda vida), ainda que o conceito nasça associado à comunicação digital, posto que desenvolve uma multiplicidade dos "eus". O SL é parte dos conflitos comunicacionais contemporâneos, nos quais o corpo-fetiche é uma presença-ausência perturbativa.


21h
Experimento Portátil - uma ação sob encomenda
performance de Letícia Sekito
Proposta de dança-experimento que tocará na relação entre corpo, desejo, comunicação, escolha e cultura.

Posted by João Domingues at 4:33 PM

agosto 2, 2007

Oficinas de arte - 2º semestre - E.D.E.Nº343, São Paulo

Oficinas de arte - 2º semestre
A Ilustração de Livros; Arte Contemporânea: Conservação e Prevenção; Discussões sobre curadoria e montagem de exposições; Grupos de acompanhamento de processos artísticos; Jornalismo cultural: percepção e proposição; O curso do texto - Da escrita cotidiana à criação literária; Teoria da Arte: Moderno & Contemporâneo

Inscrições abertas

Espaço de Experimentação Nº 343 - E.D.E.Nº343
Rua Mario Amaral, 343, Paraíso, São Paulo - SP
11-3885-0440 ou eden343@uol.com.br
www.eden343.com.br
Coordenação: Tania Rivitti e Juliana Monachesi

Oficinas de arte - 2º semestre: Programas

Jornalismo cultural: percepção e proposição
Angélica de Moraes - jornalista e curadora

Em diálogo estreito com os participantes do curso, serão abordadas questões teóricas e práticas fundamentais para o exercício do jornalismo cultural, tanto no dia-a-dia das redações quanto na atividade do colaborador, seja em coberturas nacionais ou internacionais. Cada aula terá leitura e análise de textos de jornalistas brasileiros e estrangeiros, em paralelo à produção e análise, pelos alunos, de vários gêneros de texto como a reportagem, redação de notícia, crítica, entre outros.

Início: 8 de agosto
Duração: 2 meses
Horário: quartas, 20-22h
Público: jornalistas e interessados em comunicação
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 200/ mês


Angélica de Moraes - repórter cultural e crítica de artes visuais, é formada em Jornalismo pela PUC-RS (Porto Alegre) e mestranda em Comunicação pela PUC-SP. Radicada em São Paulo desde 1986, trabalhou para o jornal O Estado de S. Paulo por quase uma década, realizando muitas coberturas de mostras internacionais (Kassel, Veneza, Tóquio, Madri, Nova York, Washington). Organizou exposições individuais e coletivas para o Museu de Arte de São Paulo (Masp), Pinacoteca do Estado (SP), Museu de Arte Moderna de São Paulo, Paço Imperial (Rio), Paço das Artes (SP) e Santander Cultural (Porto Alegre), entre outros. Foi curadora-coordenadora do primeiro Rumos Visuais Itaú Cultural (1999-2000). Organizou e fez textos para o livro "Regina Silveira: Cartografias da Sombra" (Edusp, 1996). Atualmente colabora na revista mensal de cultura Bravo!, prepara exposição individual do pintor Thomaz Ianelli para a Pinacoteca do Estado (setembrode 2007) e escreve livro sobre o artista multimeios Alex Flemming para a editora Cosac&Naify. Escreveu blog sobre a Bienal de Veneza e a Documenta de Kassel (2007) para o site da revista Bravo.


A Ilustração de Livros
Odilon Moraes - ilustrador

O curso aborda a ilustração de livros em aulas teóricas e práticas, partindo de uma introdução à ilustração e sua história, o processo de escrita da imagem e um panorama da ilustração no Brasil. Durante o curso, os alunos desenvolvem trabalhos de criação de imagens e de produção de imagem e texto com supervisão do professor, que serão apresentados e discutidos em sala de aula.

Início: 9 de agosto
Duração: 2 meses
Dias: quintas, 15-17h30
Público: ilustradores, designers, professores ou interessados em história da ilustração de livros e no processo de criação e discussão do trabalho de ilustrar.
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 200

Odilon Moraes recebeu o prêmio Jabuti de Ilustração, em 1993, pelo livro "A Saga de Siegfried" (Companhia das Letras) e, em 2002, o Prêmio Ofélia Fontes de Melhor Livro e Melhor Ilustração para Crianças com "A Princesinha Medrosa" (Companhia das Letras), sua publicação de estréia como escritor. Em 2005, recebeu o Prêmio Abril de Jornalismo pelo seu trabalho de ilustração em revistas e, pela segunda vez, o Prêmio Ofélia Fontes com "Pedro e Lua" (Cosac & Naify).


Teoria da Arte: Moderno & Contemporâneo
José Bento Ferreira - filósofo

O curso promove reflexões sobre arte moderna e contemporânea a partir da visão de diversos autores. São quatro aulas expositivas temáticas: Roger Fry e Clemment Greenberg: uma visão formalista da arte moderna; Lyotard e a "estética do sublime"; Filosofia e arte segundo Danto; e Gran finale: a idéia de "fim" da História da Arte.

Início: 9 de agosto
Duração: 1 mês
Dias: quintas, 20-22h
Público: artistas e estudantes de artes
Vagas: 10
Preço: R$ 200

José Bento Ferreira é formado em Filosofia pela USP, professor de filosofia do Centro Universitário SENAC, autor de textos críticos sobre arte contemporânea para revistas e catálogos de exposições, sobretudo O Trabalho do Olhar, publicado no livro "Raquel Arnaud - o olhar contemporâneo" e Através dos Tempos, no livro "Paulo Pasta".


Grupos de acompanhamento de processos artísticos
Guy Amado e Juliana Monachesi - críticos de arte

Os críticos de arte Guy Amado e Juliana Monachesi coordenam e orientam grupos de artistas em encontros semanais para discussão de trabalhos e questões que permeiam o ideário da produção contemporânea. O foco é o acompanhamento sistemático dos desdobramentos da produção dos artistas participantes - estejam eles em início de trajetória ou já com uma linguagem estabelecida -, com orientação e debate em grupo. Também são propostos exercícios periódicos, a serem trabalhados individualmente, bem como visitas comentadas a exposições e indicação de textos de apoio. A dinâmica procura se desenvolver de modo intensivo e intimista, procurando localizar questões e estabelecer afinidades e contrapontos a partir da poética de cada participante.

O formato surge de uma lacuna que se identifica em iniciativas, cada vez mais presentes nos últimos anos, como a formação de coletivos de artistas e grupos de auto-gestão que buscam espaços de exposição e difusão para seus trabalhos, bem como a partir de grupos de estudos formados por artistas e outras pessoas do meio de arte.

Início: 13 e 15 de setembro, segunda-feira e sábado
Dias: segundas, 17-20h para grupos independentes; e sábados, 10-13h
Público: artistas e interessados em arte
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 300


Discussões sobre curadoria e montagem de exposições
Rejane Cintrão - curadora-executiva e produtora

Série de quatro encontros em que a curadora-executiva e produtora Rejane Cintrão discute as diferentes etapas que envolvem uma curadoria, desde a sua concepção, a questão do espaço onde ela é apresentada até questões práticas de organização, acompanhamento e montagem de exposições. Durante o curso, os alunos são instados a desenvolver um projeto de curadoria analisar utilizando-se do instrumental apresentado durante o curso e analisar as, montagens, iluminação e catálogos de diferentes mostras previamente visitadas.

Início: 13 de agosto
Duração: 1 mês
Dias: segundas, 20-22h (dias 13, 20, 27 de agosto e 3 de setembro)
Público: artistas, curadores e interessados em artes
Vagas: 10
Preço: R$ 200

Rejane Cintrão trabalha na área cultural há mais de 20 anos. Foi curadora-executiva do Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM SP de 1993 a 2005 e também reponsável pela organização das exposições temporárias no MAC-USP de 1984 a 1991. Participou do Grupo de Estudos de Curadoria do MAM SP e foi curadora, das exposições "Fotografia não Fotografia" (apresentada no Museo de las Artes de Guadalajara, México, durante a mostra América Foto Latina, em 2000 e no MAM SP, em 2001), "Figuras Quase Figuras" e "Arte Concreta Paulista - Grupo Ruptura" (apresentada no Centro Maria Antonia, São Paulo, em 2002), entre outras. Atualmente coordena a Expomus Contemporânea, um dos núcleos da Expomus, produtora cultural especializada em museologia, e realização de exposições.


O curso do texto - Da escrita cotidiana à criação literária
Bruno Zeni - jornalista e escritor

A oficina de escrita dirigida pelo escritor Bruno Zeni, realizada em oito encontros, propõe aos participantes leituras, discussões e atividades de criação literária. Parte da análise de gêneros textuais cotidianos que estão na fronteira da escrita artística, como a carta, o diário, o relato de viagem, a reportagem e o bilhete, para alcançar gêneros literários como a crônica, a poesia e a narrativa. A partir da leitura de grandes autores (brasileiros e estrangeiros, clássicos e contemporâneos) e de atividades práticas, a oficina pretende ser um laboratório de exprimentação literária.

Início: 29 de agosto
Duração: 2 meses
Dias: quartas, 15-17h
Público: interessados por escrita e literatura
Vagas: 10
Mensalidade: R$ 200

Bruno Zeni é jornalista, escritor e mestre em teoria literária pela USP. Trabalhou em veículos jornalísticos como o jornal "Folha de S. Paulo" e as revistas "CULT" e "Mente&Cérebro". Começou sua atividade literária na revista "Azougue". É autor do livro O fluxo silencioso das máquinas (Ateliê Editorial). Desde 2002, dá oficinas de criação literária em instituições como MAM-SP, Centro Cultural São Paulo e Oficinas Culturais Oswald de Andrade. Atualmente, colabora com empresas da área editorial e jornalística. É professor de Jornalismo da Facamp (Faculdades de Campinas), onde leciona Teoria do Jornalismo. Recentemente, participou da primeira comissão julgadora do Prêmio Portugal Telecom de Literatura e teve seu romance Corpo-a-corpo com o concreto (em elaboração) selecionado no programa cultural da Petrobras.


Arte Contemporânea: Conservação e Prevenção
Magali Melleu Sehn - conservadora e restauradora

O ciclo de palestras pretende introduzir algumas questões relacionadas à preservação da arte moderna e contemporânea, abordando a problemática dos materiais que compõem a produção artística contemporânea. O objetivo é apresentar principais fatores de risco e métodos de prevenção tais como: condições de exibição, manuseio, transporte, armazenamento e condições ambientais.

Início: 14 de setembro
Duração: 1 mês
Dias: sextas-feiras, dias 14, 21, 28 de setembro e 5 de outubro, 19-21h
Público: profissionais que trabalham com acervos de arte
Preço: R$ 200
Vagas: 10

Magali Melleu Sehn é bacharel em pintura pela UFPEL-RS com especialização em Conservação e Restauração em Bens Móveis pelo CECOR (UFMG-BH). Possui especialização em Conservação de Arte Contemporânea pelo Museo Reina Sofia, Madrid, Mestrado (ECA-USP) 1999-2002. É doutoranda pela ECA-USP. Desenvolveu atividades como conservadora e restauradora no Museu de Arte Contemporânea da USP (1989 -2001). Atualmente é conservadora / restauradora privada e professora da Faculdade Santa Marcelina em São Paulo.

Posted by João Domingues at 12:19 PM