Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:
Arquivos:
As últimas:
 

maio 25, 2006

Seminário: O que é arte contemporânea? na UFRJ, Rio de Janeiro

Seminário: O que é arte contemporânea?
Palestra de Lívia Flores

26 de maio, sexta-feira, 13h

Universidade Federal do Rio de Janeiro - Fórum de Ciência e Cultura
Av Pasteur 250 fundos, Urca, Rio de Janeiro - RJ
Realização: Núcleo de Tecnologia da Imagem do Programa da Pós-Graduação da Escola de Comunicação da UFRJ
Apoio: Fórum de Ciência e Cultura
Programação: 9 de junho de 2006, palestra de Waltércio Caldas

Posted by João Domingues at 10:35 AM | Comentários (2)

maio 19, 2006

Inscrições: Dynamic Encounters - International Art Workshops Londres 2006

Dynamic Encounters - International Art Workshops
Londres 2006

Agnaldo Farias: professor da USP, curador do Instituto Tomie Ohtake - SP
Charles Watson: professor da Escola de Artes Visuais do Parque Laje - RJ
Fernando Cocchiarale: curador do MAM - RJ e professor da EAV Parque Lage
Frederico Carvalho: Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Stella Gambling: Palestrante do National e Tate Gallery, PHD em História da Arte
Jens Hoffmann: diretor de exposições ICA

Inscrições abertas

Informações: 21-2553-3748 / 2553-9224 / 2554-8890 / 2223-0710
wats352@attglobal.net
Período: 12 a 24 de junho 2006
Coordenação: Charles Watson
Instituições: National Gallery, Tate Modern, Tate Britain, Institute of Contemporary Art, Hayward Gallery, Courtauld Institute, entre outros
Todas as aulas e palestras em português

O projeto Dynamic Encounters, realizará em sua 24ª edição, mais um International Art Workshop. Serão 10 dias de visitas com palestras e discussões sobre arte e arquitetura, nos principais museus, galerias e ateliers de Londres, com ênfase na arte moderna e contemporânea.

Posted by João Domingues at 1:53 PM

maio 16, 2006

Inscrições: Workshop O Processo Criativo - 2006, com Charles Watson no Memorial de Rio Grande do Sul, Porto Alegre

Workshop O Processo Criativo - módulo 1
Professor Charles Watson

Inscrições abertas

Memorial de Rio Grande do Sul
Praça da Alfândega s/n°, Centro, Porto Alegre - RS
Informações: wats352@attglobal.net
Inscrições:
Loja do MARGS: 51-3228-8533
Livraria do Arvoredo: 51-3268-6535
Palavraria: 51-3268-4260
Preço: R$ 350
Horário: quinta e sexta, 18-22h; sábado e domingo, 14h30-18h30
Período do curso: 25 a 28 de maio 2006

Workshop O Processo Criativo - 2006

De natureza interdisciplinar, o curso tem o objetivo de demonstrar vários aspectos do processo criativo e como se manifestam nas mais diversas disciplinas. Amplamente ilustrado com textos e vídeos, o curso mostra que a semelhança entre as dinâmicas criativas em áreas diversas supera frequentemente a diferença entre as linguagens. Entendendo mecanismos que podem limitar nossas possibilidades criativas, podemos pensar e discutir estratégias que, ludicamente, podem contornar essas tendências.

O Workshop é dirigido a todos que se interessam pelo processo criativo e para quem a geração de novas idéias se tornou fundamental, seja em nível profissional ou simplesmente pessoal.

Posted by João Domingues at 4:10 PM

maio 15, 2006

Inscrições: Curso Matisse e o Fauvismo, de Paulo Pasta, no Maria Antonia, São Paulo

Ciclo Ler os Clássicos
Curso Matisse e o Fauvismo, de Paulo Pasta

Inscrições abertas

Centro Universitário Maria Antonia - 2° andar - sala de cursos
Rua Maria Antonia 294, São Paulo - SP
11-3255-7182 - r: 32 e 33 ou cursosma@usp.br
www.usp.br/mariantonia
Período: 1º, 8 e 14 de junho de 2006
Horário: quintas-feiras, 16-18h
Preço: R$ 90

Matisse e o Fauvismo na MariAntonia

O Ciclo Ler os Clássicos apresenta o curso Matisse e o Fauvismo com o professor Paulo Pasta. As aulas acontecem de 1 a 15 de junho, às quintas-feiras, das 16 às 18h.

Matisse é o fauvismo. Partindo dessa premissa, o pintor Paulo Pasta propõe-se apresentar o fauvismo, os artistas que ajudaram a forjá-lo e a sua dissolução. A análise da produção de H. Matisse, mostra como ele é o pintor central desse movimento, mesmo porque, nos desdobramentos de sua obra é que o artista encontra a sua definição. A cor como elemento fundamental para a compreensão da sua obra. Haverá uma visita ao acervo do MASP, com análise e comentário das obras de Matisse, uma pintura tardia de Vlaminck, as de Van Gogh e Gauguin - importantes na formação do fauvismo -, e outras que serviram de base e influência para o movimento.

Paulo Pasta é artista plástico, ilustrador, fez mestrado em poéticas visuais pela ECA-USP. Professor da FAAP, é tema de um livro publicado pela Edusp e de outro no prelo pela Cosac Naify.

Curso Matisse e o Fauvismo - Programação:
1 de junho - Fauvismo: a origem, os artistas, as obras
8 de junho - Matisse é o Fauvismo
14 de junho - visita ao acervo do MASP, com enfoque à escola fauvista

Posted by João Domingues at 2:15 PM

Inscrições: Reconstrução - Seminário Internacional da 27ª Bienal de São Paulo

Reconstrução - Seminário Internacional da 27ª Bienal de São Paulo
Palestrantes: Jean-Marc Poinsot (França), João Frayze-Pereira (Brasil), Minerva Cuevas (México), Renato Janine Ribeiro (Brasil), Tony Chakar (Líbano), Viktor Misiano (Rússia)

Coordenação: Cristina Freire, co-curadora da 27ª Bienal de São Paulo

Inscrições abertas

Fundação Bienal de São Paulo
Parque Ibirapuera, Portão 3 - Pavilhão da Bienal, São Paulo - SP
Inscrições e informações: 11-5574-5922 ramal 257 / F: 11-5549-0230 ou seminarios27bsp@bienalsaopaulo.org.br
Preço: inteira R$ 52, meia R$ 27
Vagas limitadas

Reconstrução - Seminário Internacional da 27ª Bienal de São Paulo: 9 e 10 de junho de 2006

Reconstrução - Seminário Internacional da 27ª Bienal de São Paulo

A 27ª Bienal de São Paulo reúne conferencistas em torno do tema "Reconstrução". Coordenado pela co-curadora Cristina Freire, este é mais um seminário do ciclo de encontros que apresenta ao público os conceitos que guiam a produção artística desta edição. Depois de "Marcel, 30" e "Arquitetura", é a vez de focar o debate em mais um tema ligado à idéia central da Bienal 2006: "Como viver junto".

"A reconstrução, assim como o trabalho da memória, aglutina passado e futuro, permanente e transitório no projeto de um permanente devir", diz Cristina Freire. Na arte contemporânea, o processo se torna mais importante que o objeto, o tempo é material de criação. "No fundamento de todo viver-junto, há um conglomerado de sentimentos partilhados em constante recriação na vida cotidiana. A reconstrução é um instrumento de prospecção do presente, uma perspectiva para a observação do mundo contemporâneo", completa Freire.

Para a curadora geral, Lisette Lagnado, a 'reconstrução' permeia debates de toda sorte: reconstrução de uma cidade, de um ideal de esquerda, de territórios novos ou, ao contrário, de fronteiras, separações, muros. O seminário marca uma mudança no discurso de artistas, curadores, filósofos, arquitetos e historiadores da arte, que passam a tratar o que sobrou das promessas não cumpridas no caminhar da história e das artes.

A vida coletiva na contemporaneidade, a tentativa de restauração da subjetividade, a arte como ferramenta prática de mudança social, o debate sobre a materialidade da obra artística e a nova organização social de comunidades no leste europeu pós-reformas neoliberais estão entre os temas de discussão. Participam das mesas os brasileiros Renato Janine Ribeiro e João Frayze-Pereira, o francês Jean-Marc Poinsot, o libanês Tony Chakar, o russo Viktor Misiano e a mexicana Minerva Cuevas. O encontro acontece nos dias 09 e 10 de junho.

Estão programados ainda mais quatro seminários da 27ª Bienal. Nos dias 4 e 5 de agosto, a curadora geral Lisette Lagnado coordena o encontro "Vida Coletiva". Em outubro, é a vez de "Trocas", sob o comando da co-curadora Rosa Martinez; em novembro, José Roca coordena o seminário "Acre" e "Cinema", coordenado por Esther Hamburger e Rubens Machado, encerra a série nos dias 21 e 22 de novembro.


Reconstrução - Seminário Internacional da 27ª Bienal de São Paulo - Programação:

9 de junho
18h
Credenciamento

19h
Conferência: A separação construtiva
Renato Janine Ribeiro

20h45
Conferência: S/K/N (SaKaNa)
Tony Chakar

10 junho
10h
Conferência: Restauração da subjetividade
João Frayze-Pereira

11h
Conferência: Criatividade coletiva: um case da Europa Oriental
Viktor Misiano

11h45
debate

15h
Conferência: Uma companhia para a memória
Jean-Marc Poinsot

16h
Conferência: Arte e mudança social
Minerva Cuevas

16h45
Debate

18h00
Encerramento do seminário

Conferencistas e temas do seminário Reconstrução:

Jean-Marc Poinsot
É professor de história da arte contemporânea. Em 1989, fundou os Archives de la critique d'art, em Rennes, e atualmente dirige o Departamento de Pesquisa do Instituto Nacional de História da Arte (INHA), em Paris. Sua exposição "Uma companhia para a memória" trata a materialidade da obra de arte e o período em que artistas passaram a conceber ou construir obras de materialidade intermitente como forma de crítica ao mercado e aos museus. Poinsot apresenta um novo sistema de memória baseado em uma nova fé e na comunidade.

Viktor Misiano
Nascido em Moscou, foi curador de arte contemporânea do Museu Nacional Pushkin de Belas Artes. Hoje é editor-chefe da Moscow Art Magazine, que ele mesmo fundou em 1993. Com "Criatividade coletiva: um case da Europa Oriental: de comunidades confidenciais a comunidades operacionais", Misiano discute a evolução de conceitos estéticos e sociais no leste europeu após as reformas neoliberais. Desde então, as comunidades da região se baseiam não mais na amizade, mas na solidariedade.

João Frayze-Pereira
É professor do Instituto de Psicologia da USP, onde defendeu seu doutorado. Fez pós-doutorado em estética na École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris. A exposição "Restauração da subjetividade" que ele apresenta trabalha a possibilidade de resgatar a sensibilidade na era das ilusões perdidas. Como a banalização do mal torna a sociedade mais cética? É possível ao espectador ser sensibilizado por tais questões e pensá-las sem a realização de um trabalho subjetivo de restauração de si?

Minerva Cuevas
É artista plástica nascida na Cidade do México. Sua obra parte da intervenção social em diversos espaços, que vão desde o virtual, da Internet, até o urbano e os museus. Já expôs nas bienais de Sidney (2004) e Istambul (2003). A apresentação "Arte e mudança social" explora o modo como experiências estéticas voltadas criticamente para ambientes sociais e políticos podem contribuir para a mudança social. Trata-se de uma reflexão sobre arte pública, campanhas gráficas, intervenções e eventos como exemplos do uso de um fazer artístico que serve para a construção de vínculos como forma de reconstrução social.

Renato Janine Ribeiro
É professor titular de Ética e Filosofia Política na Universidade de São Paulo, onde defendeu seu doutorado. Ribeiro traz ao seminário a exposição "A separação construtiva". Ele discute a gestão da economia e sociedade modernas que, ao reduzir o excesso, provocam uma ruptura de laços sociais e afetivos. Os ganhos econômicos justificam o custo social? Saberemos engendrar uma ética da separação, que a torne respeitosa e permita guardar a lembrança do que foi bom?

Tony Chakar
O arquiteto libanês é professor de História da Arte e História da Arquitetura na Academia Libanesa de Belas Artes (ALBA), em Beirute. A exposição "S/K/N (SaKaNa)" discute a natureza da moradia ou sobre o significado de viver, amar, sofrer e morrer em uma cidade como Beiture - ou talvez qualquer outra cidade neste planeta. É uma investigação sobre o que foi omitido, preterido, forçado a uma condição de resíduo pelas promessas passadas e não cumpridas da modernidade.

Posted by João Domingues at 11:49 AM

maio 12, 2006

Inscrições: Curso Caminhos da Dança Contemporânea, de Inês Bogéa, no Maria Antonia, São Paulo

Encontros de Arte e Cultura
Curso Caminhos da Dança Contemporânea, de Inês Bogéa

Inscrições até 6 de junho de 2006

Centro Universitário Maria Antonia - 2° andar - sala de cursos
Rua Maria Antonia 294, São Paulo - SP
11-3255-7182 - r: 32 e 33 ou cursosma@usp.br
www.usp.br/mariantonia
Período: 6, 13, 20 e 27 de junho de 2006
Horário: terças-feiras, 20-22h
Preço: R$ 120

O curso oferece uma visão da dança no contexto mais amplo das outras artes, tendo como horizonte algumas vertentes do pensamento crítico contemporâneo. As grandes escolas do séc. XX - a dança de expressão alemã, a dança moderna americana, a nova dança européia e o butô - servem de base para a discussão da arte da dança hoje, em suas características mais marcantes, com o apoio de vídeos de coreografias de Pina Bausch, Merce Cunningham, Kazuo Ohno, Anne Teresa de Keersmaeker, entre outros.

Inês Bogéa é crítica de dança da Folha de S. Paulo e autora de O Livro da Dança (Publifolha, 2002) e Kazuo Ohno (Cosac Naify, 2003). Em 2005, fez a assistência de direção do espetáculo Milágrimas, de Ivaldo Bertazzo, e dirigiu os filmes Movimento Expressivo - Klauss Vianna e Renée Gumiel - A Vida na Pele.

Programa:

6 de junho - Dança moderna americana
13 de junho - Dança de expressão alemã e butô
20 de junho - Nova Dança
27 de junho - Panorama da Dança no Brasil

Posted by João Domingues at 5:15 PM

Seminário Internacional Poéticas do inventário na Casa de Rui Barbosa, Rio de Janeiro

Seminário Internacional Poéticas do inventário - Coleções, listas, séries e arquivos na cultura contemporânea

29 de maio a 2 de junho de 2006

Fundação Casa de Rui Barbosa
Rua São Clemente 134, Botafogo, Rio de Janeiro - RJ
21-3289-4600 ou fcrb@rb.gov.br
www.casaruibarbosa.gov.br
Realização: Fundação Casa de Rui Barbosa, Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade de Stanford
Organização: Flora Süssekind (FCRB/UNIRIO), Jeffrey Schnapp (Stanford), Maria Esther Maciel (UFMG), Tânia Dias (FCRB)
Apoio: CNPQ; Consulado da França; Conselho Britânico


Seminário Internacional Poéticas do inventário - Programação:

29 de maio, Segunda-feira
9h - Abertura.
Início da performance Ocupações no jardim da Casa de Rui Barbosa. Participantes: Sylvia Heller (Unirio), Francine Jallageas (Unirio), Daniela Alves (Ufrj), Carolina Fadini (Unirio) e Manoel Friques (Unirio). Duração: 60 horas. De 9 até as 21h, de segunda a sexta, durante todo o seminário

9h30
Palestra: Museu de Anatomia: O Corpo, a Morte e a Exposição
Elizabeth Hallam (Universidade de Aberdeen)

10h30
Mesa-redonda: Teorias do Arquivo: Benjamin, Malraux, Foucault

Walter Benjamin e a coleção - Ângela Materno de Carvalho (UNIRIO).
Michel Foucault e o inventário - Andréa Daher (IFCS-UFRJ)
O Museu Imaginário de André Malraux - Edson Rosa (UFRJ)

14h
Palestra: Coleções de espíritos e outros temas de antropologia serial
Eduardo Viveiros de Castro (Museu Nacional - UFRJ)

15h
Mesa-redonda: Coleções
Coleções Científicas no Museu de História Natural - Jaime Aranha (IFCS - UFRJ)
Etnografando Documentos - Adriana Vianna (Museu Nacional/ UFRJ)
D. Pedro II e o colecionismo fotográfico - Joaquim Marçal (Biblioteca
Nacional e PUC-RJ).
Antropologia dos Objetos: Coleções, Museus e Patrimônios - José Reginaldo Gonçalves (IFCS-UFRJ).

17h
Mesa-redonda: Bibliotecas públicas, patrimônio pessoal
Imaginação Filológica e Arquivo no Século XIX: Grimm, Nodier, Merimée, Michelet - Catherine Witt (Reed).
Um colecionador da elite paulistana: Couto de Barros (1896-1966) - Maria Eugênia Boaventura (UNICAMP).
Bibliotecas portuguesas no século XIX - Márcia de Arruda Franco (USP).
Propriedade, assinatura: a imaginação do patrimônio em José de Alencar e Machado de Assis - Jussara Quadros (Princeton).

19h
Concerto de Daniel Teruggi (Instituto Nacional do Audiovisual - França)

30 de maio, terça-feira,

9h
Palestra: A poética da lista
Michael Sheringham (All Souls College - Oxford)

10h
Mesa-redonda: Cartografias
Representações Espaciais nos Engenhos de Cana de Açúcar - Dale Tomich (Binghamton)
Na estrada de novo: do inventário ao itinerário - Charles Burrough (Case Western Reserve University/EUA).
Cartografias de uma viagem - Tânia Dias (FCRB)
Cartografias Literárias contemporâneas - Luís Alberto Brandão (UFMG)

14h
Palestra: Fónografos Nervosos e Memória Muscular
Haun Saussy (YALE)


15h
Mesa-redonda: Imagem e Memória
Representações Espaciais em Vieira - Ana Lúcia Oliveira (UERJ)
Arquivo Naturalista, fotografia e dinheiro - Natália Brizuela (Berkeley).
Usos das imagens de Arquivo por Rogério Sganzerla - Cláudio da Costa (UERJ/ UNESA)
História(s) do Cinema, de Godard - Ivana Bentes (UFRJ).

18h
Mesa-redonda: Música e Arquivo
Memória e congestionamento: o império dos mamutes - Silvio Ferraz (UNICAMP)
Catalogação de documentação musical - José Augusto Mannis (UNICAMP)
Arquivos Musicais eletroacústicos: como salvar o insalvável - Daniel Teruggi (Instituto Nacional do Audiovisual - França)
Produção e renovação da mídia e do suporte das obras musicais de pioneiros no uso da tecnologia: caso Gilberto Mendes - Denise Garcia (UNICAMP).

31 de maio, QUARTA-feira,
9h
Palestra: Uma nota de rodapé. Arquivo - o problema político
Silviano Santiago (UFF)

10h
Mesa-redonda: Enumeração, Proliferação.
Enumeração na escrita das memórias - Myriam Ávila (UFMG)
A Insônia das Almas a Insônia dos Espíritos: uma leitura leibniziana do Chefe - Zequiel e de Funes, El Memorioso - Deborah Danowski (PUC-RJ)
Cadernos de Glauber e Guimarães Rosa: aproximações - Marilia Rothier Cardoso (PUC-RJ)
Urupês, peroba, mata-pau: o vegetal e o humano - Gláucia Soares Bastos (PUC-RJ/Colégio Pedro II).

14h
Palestra: Inventário e Poética
Jeffrey Schnapp (Stanford/EUA)

15h
Mesa-redonda: Literatura e Inventário
Ponge - Júlio Castañon Guimarães (FCRB).
Os arquivos de Ítalo Calvino - Wander Melo Miranda (UFMG).
Ouro Preto em Bandeira e Drummond - Augusto Massi (USP).
Arquivo e vida na poesia de Ana Cristina Cesar - Florência Garramuño (Universidade de Buenos Aires).

17h
Mesa-redonda: O Arquivo e a Cena Contemporânea
Escrita Teatral como Edição e Manipulação de Arquivo - José da Costa (UNIRIO)
Mimesis Teatral e Memória - Luiz Fernando Ramos (USP)
O Travelling Cabinet de Mariana Abramovic - Ana Bernstein (NYU)
Poética da Cena Contemporânea: Breve Inventário de um léxico - Silvia Fernandes (USP)

19h
Apresentação de Tato Taborda.

1º de junho, quinta-feira,
9h
Palestra: Montaigne: as transformações da enciclopédia medieval
Luiz Costa Lima (UERJ/PUC-RJ)

10h
Mesa-redonda: Enciclopédias
Enciclopédias do mundo antigo - Jacyntho Lins Brandão (UFMG)
O verbete Borges - Eneida Maria de Sousa (UFMG)
A enciclopédia em Cage - Sérgio Medeiros (UFSC)
Poéticas do inclassificável - Maria Esther Maciel (UFMG).

14h
Palestra: O Efeito CSI
Mark Seltzer (Universidade da Califórnia)

15h
Mesa-redonda: Colecionadores
As coleções na adolescência e nas psicoses - Maria Rita Kehl (USP)
Artistas 'Catadores', Arquivistas, Copistas, Etc. - Evando Nascimento (UFJF).
Coletando ruínas: a queda do Império em V.S. Naipaul - Eliana Lourenço Lima Reis (UFMG).
A instalação Reino dos Céus de Márcia X. - Alex Hamburger

17h
Mesa-redonda Dicionários.
Tipografias, Palavras e Nação no Dicionário da Língua Brasileira, Ouro Preto, 1832 -Ivana Stolze Lima (FCRB)
Palavras de Purpurina: incidência vocabular no samba de enredo (1972 a 1978) - Rachel Teixeira Valença (FCRB)
O vocabulário de Guimarães Rosa - Nilce Santana Martins (USP)
Coleções e descoleções comparadas: Notas a partir do Dicionário do Folclore Brasileiro de Luis da Câmara Cascudo - Álvaro Fernández Bravo (Universidade de Buenos Aires).

19h
Palestra: Todas as coisas dos poetas: a função dos inventários na poesia italiana contemporânea.
Antonio Riccardi

2 de junho, sexta-feira
9h
Palestra: Como começam os poemas -
Susan Stewart (Princeton)

10h
Mesa-redonda: Serialização e Práticas Artísticas
Procedimentos de seriação, acumulação e repetição na arte - Sônia Saltzstein (USP).
Os filhos de Che e da coca-cola: serialidade, ícones e práticas culturais - Gonzalo Aguilar (Univ. de Buenos Aires).
Fora de série: Eva Perón - Daniel Link (Universidade de Buenos Aires).
O trabalho, as séries, os vira-latas e as raças - Milton Machado (UFRJ).

14h
Palestra - Poesia, lista e solidão: No Arquivo.
Carolyn Steedman (Warwick)

15h
Mesa-redonda: Crise no Arquivo
Nomes dos Mortos: Proust e a Parataxe - Rebeca Comay (Universidade de Toronto)
Eco - Flora Süssekind (FCRB/ UNIRIO)
Coleções Anestésicas - Raul Antelo (UFSC)
Deletar arquivos, apagar o passado: 'ars oblivionis': entre a necessidade e a resistência - Márcio Seligmann-Silva (UNICAMP).

17h
Mesa-redonda: Arquivos Imateriais, imaginários e Virtuais.
Criação em Meio Digital - Giselle Beiguelmann (PUC-SP)
Museus Virtuais - Moacir dos Anjos (MAMAM - Recife)
As relações são o espaço - Patrícia Canetti (Canal Contemporâneo)
O Arquivo Universal e outros arquivos - Rosângela Rennó.

19h
Apresentação de Jocy de Oliveira.

21h
Encerramento do seminário

Posted by João Domingues at 10:59 AM

Fórum Conexões Tecnológicas no Senac, São Paulo

Fórum Conexões Tecnológicas

26 de maio, sexta-feira, 9-18h

Senac Lapa Scipião
Rua Sipião 67, Lapa, São Paulo - SP
Informações: 11-3866-2500
Inscrições no sitio do Senac
Preço: R$ 15 (Alunos e docentes dos cursos superiores de Audiovisual e Multimídia do Senac São Paulo têm entrada gratuita.)
Patrocínio: Telefonica, Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura
Realização: Senac, Instituto Sergio Motta, Prêmio Sergio Motta, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado de São Paulo
Apoio: Canal Contemporâneo


Conexões Tecnológicas

No dia 26 de maio, o Senac Lapa Scipião será palco do "Fórum Conexões Tecnológicas". O projeto, desenvolvido pelo Instituto Sérgio Motta, Centro Universitário Senac e Canal Contemporâneo, tem como objetivo debater o impacto e as transformações que a sociedade e o ser humano vêm sofrendo em contato com o quadro de invenções e desenvolvimento tecnológico-informacional, em seus mais diferentes aspectos.

Palestras e mesas-redondas terão a participação de nomes do cenário nacional e internacional para discutir temas relacionados ao impacto da revolução digital na sociedade contemporânea. Essas atividades irão possibilitar o encontro entre políticos, cientistas, técnicos, o setor empresarial e, principalmente, artistas que são os responsáveis por desenhar as novas perspectivas para o futuro, questionando com mais facilidade os vícios de velhos padrões na construção de novos paradigmas.

O intuito é, não somente promover o diálogo entre pessoas atuantes na área, mas também integrar as diversas personalidades provenientes de diferentes setores e possibilitar um efetivo intercâmbio entre os presentes.

Atualmente, alunos de graduação e pós-graduação em Multimídia do Senac São Paulo estão realizando debates via internet sobre políticas tecnológicas, cultura digital e comunicação digital. Essas discussões serão abertas ao público, a partir de 15 de maio, e servirão para subsidiar o fórum presencial. Para participar do fórum on-line bastar registrar-se no site http://www.canalcontemporaneo.art.br/forum/.

O objetivo do "Conexões Tecnológicas" é ser um agente catalisador, possibilitando alavancar as discussões fundamentais em torno da inovação tecnológica e a produção cultural. Propõe, também, um conceito geral de atuação no âmbito da revolução digital, por meio de um conjunto inicial de ações.

A partir das discussões nos fóruns on-line e presencial, será editada uma publicação on-line, em formato PDF, que será amplamente distribuída pelo Instituto Sérgio Motta. A ação visa difundir o conteúdo e resultado do I Fórum Conexões Tecnológicas.

Para os interessados em participar, o valor do investimento é de R$ 15,00. Alunos e docentes dos cursos superiores de Audiovisual e Multimídia do Senac São Paulo têm entrada gratuita. Saiba mais informações pelo telefone (11) 3866-2500.

Conexões Tecnológicas - Programação:
26 de maio, sexta-feira
9h
Abertura: Mesa-redonda Desenvolvimento tecnológico e mercado
Mediadora: Priscila Arantes, do Centro Universitário Senac

9h30
Tema: Linhas de pesquisa e investigação em centros de arte e mídia
Karin Ohlenschläger, da Medialab Madrid

10h
Tema: Convergência Tecnológica e a oferta de serviços de telecomunicações
Maurício Giusti, Telefônica - Brasil

10h30
Tema: Academia e desenvolvimento tecnológico
João Antônio Zuffo, Laboratório de Sistemas Integráveis da USP

11h
Tema: Pesquisas e produção em interfaces emergentes
Daniela Kutschat, do Centro Universitário Senac e Rejane Cantoni, artista multimídia

Debatedores: Daniela Bousso (Paço das Artes), Eduardo Brandão (Galeria Vermelho), Giselle Beiguelman (USP), Romero Tori (Centro Universitário Senac) e Solange Farkas (Associação Vídeo Brasil).

13h30
Mesa-redonda Democratização da informação e sociedade
Mediadora: Patricia Canetti, Canal Contemporâneo

Tema: Arte e política
Brian Holmes, crítico cultural e ativista da rede

14h
Tema: Arte e netativismo
Lucas Bambozzi, do Centro Universitário Senac

14h30
Tema: Cultura hacker e mercado
Hernani Dimantas, pesquisador em Cibercultura e autor do livro "Marketing hacker"

15h
Tema: Software livre e globalização contra-hegemônica
André Lemos, diretor do Centro Ciberpesquisa da UFBa

Debatedores: Guilherme Kujawski (Jornalista), Lucia Leão (Centro Universitário Senac), Lucio Agra (Centro Universitário Senac), Marcus Bastos (PUC-SP) e Ricardo Rosas (Escritor e Midiativista)

Posted by João Domingues at 10:20 AM

maio 2, 2006

Seminário: Museu e Juventude: Reinventando Diálogos

Seminário: Museu e Juventude: Reinventando Diálogos

16 a 18 de maio de 2006

Museu Histórico Nacional
Praça Marechal Âncora s/nº, Centro, Rio de Janeiro - RJl
(dias 16 e 17 de maio)

Palácio Gustavo Capanema - Auditório Gilberto Freire
Rua da Imprensa 16 1º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ
(dia 18 de maio)
Pré-inscrições: 21-2220-8485 ou ct.demu@iphan.gov.br
Vagas: 200
Preço: R$ 20; estudantes terão isenção mediante apresentação da carteira ou outro documento de comprovação
Realização: Departamento de Museus e Centros Culturais / IPHAN; Museu Histórico Nacional

Museu e Juventude: Reinventando Diálogos

O ano de 2006 foi consagrado como o Ano Nacional dos Museus. Este é um gesto de reconhecimento e afirmação das instituições museais como agentes de desenvolvimento social e econômico por meio do trabalho constante com o patrimônio cultural. O tema escolhido pelo ICOM (Conselho Internacional de Museus) para este ano, Museus e Público Jovem, estimula o debate. O seminário Museu e Juventude: reinventando diálogos é um espaço para instigar profissionais de diversas áreas a tomar parte na discussão e um momento de refletir sobre a atuação dos museus e de celebrar as possibilidades de diálogo com novos públicos e novas gerações de museus.

Museu e Juventude: Reinventando Diálogos - Programação:

16 de maio - terça-feira
Museu Histórico Nacional
Tema: Museu e juventude: um mundo de possibilidades
8h - Inscrições

10h - Políticas públicas para museus e jovens
Participantes: Regina Novaes (Secretária-adjunta Nacional de Juventude e Presidenta do Conselho Nacional de Juventude); José do Nascimento Jr. (Diretor do Departamento de Museus e Centros Culturais / IPHAN); Morgana Eneile (Coordenadora da Rede Nacional de Estudantes de Museologia / UNIRIO)
Mediadora: Vera Lúcia Bottrel Tostes (Diretora do Museu Histórico Nacional)

11h30 - Debate

12h - Intervalo para almoço

14h - Alô, Alô, Rapaziada! Olha o Museu aí, gente!
Participantes: Rita de Cássia Oliveira Valle (Representante da Associação de Museólogos da Bahia); Cláudia Rose Ribeiro da Silva (Representante do Museu da Maré); Odalice Miranda Priosti (Representante do Ecomuseu Comunitário de Santa Cruz)
Mediador: Mário de Souza Chagas (Coordenador Técnico do Departamento de Museus e Centros Culturais / IPHAN)

16h - Debate

16h30 - Intervalo para Café

17h - Apresentação Cultural
▪ Corpo de Dança da Maré (Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré)

17 de maio, quarta-feira
Museu Histórico Nacional
Tema: A gente quer comida, diversão e arte

9h30 - Os museus são bons para pensar
Participantes: Miguel Angel Barrenechea (Filósofo e Professor da UNIRIO); Martha Niklaus (Artista plástica e técnica do Museu da República); Ernesto Neto (Artista plástico e co-gestor do espaço artístico A Gentil Carioca)
Mediador: Cícero de Almeida (Museólogo e Professor da UNIRIO)

11h30 - Debate

12h - Intervalo para almoço

14h - Museu, juventude e imaginação política
Participantes: Lindberg Faria (Prefeito de Nova Iguaçu); Regina Novaes (Secretária-adjunta Nacional de Juventude e Presidenta do Conselho Nacional de Juventude); Paulo Carrano (Representante do Observatório Jovem do Rio de Janeiro e Professor da UFF)
Mediadora: Aline Montenegro Magalhães (Representante do Centro de Referência Luso-Brasileira / MHN)

16h - Debate

16h30 - Intervalo para café

17h - Apresentação Cultural
▪ Francisco Gregório da Silva Filho (Contador de histórias e técnico do Setor Educativo do Paço Imperial)

18 de maio, quinta-feira
Palácio Gustavo Capanema
Tema: Museus e jovens em mudança: a fila anda!

9h30 - Museu: a fila andou!
Participantes: Sibele Cazelli (Pesquisadora do Museu de Astronomia e Ciências Afins); Maria Arlete Gonçalves (Diretora do Centro Cultural Telemar e do Museu das Telecomunicações); Maria Tornaghi (Coordenadora do Setor Educativo do Museu de Arte Moderna / RJ)
Mediadora: Regina Abreu (Professora do Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Documento / UNIRIO)

11h30 - Debate

12h - Intervalo para almoço

14h - Línguas e linguagens
Participantes: José Ribamar Bessa Freire (Doutor em Literatura Comparada, Coordenador do Programa de Estudos dos Povos Indígenas / UERJ e Professor do Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Documento / UNIRIO); Marcelo Mattos Araujo (Diretor da Pinacoteca do Estado / SP); Otaviano Di Fiori (Diretor de Pesquisa do Museu da Língua Portuguesa)
Mediadora: Sarah Fassa Benchetrit (Socióloga e Assessora de projetos do Museu Histórico Nacional)

16h - Debate

16h30 - Balanço
Joana Regattieri, Maria De Simone, Rita Gama e Sonia Alice Caldas (Programa de Especialização em Patrimônio PEP / IPHAN / UNESCO 2005 e 2006)
Mário de Souza Chagas (Coordenador Técnico do Departamento de Museus e Centros Culturais / IPHAN)

17h - Apresentação Cultural
▪ Hélio Leites (Artista performático e criador do Museu do Botão)

Posted by João Domingues at 3:14 PM

Seminário: Paradigmas para as Artes Visuais no Século XXI no CCBB, Rio de Janeiro

Seminário Internacional de Artes Visuais
Paradigmas para as Artes Visuais no Século XXI

17 a 21 de maio de 2006

Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Primeiro de Março 66, Centro, Rio de Janeiro - RJ
21-3808-2020 ou ccbbrio@bb.com.br
www.uff.br/paradigmas
Inscrições: R$ 30, estudantes pagam meia entrada
Realização: Alunos do Curso de Graduação em Produção Cultural - UFF
Coordenação: Programa de Pós-graduação em Ciência da Arte - UFF
Apoio: Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, Instituto de Artes e Comunicação Social da UFF, Fundação Euclides da Cunha, Centro de Estudos Gerais da UFF, Consulado da França, Aliança Francesa, Agência Espanhola de Cooperação Internacional, Ateliê da Imagem

Paradigmas para as Artes Visuais no Século XXI

"O que é arte hoje", "Crítica e curadoria" e "Novas tecnologias, mídias e arte" são alguns dos temas que estarão em debate no seminário internacional "Paradigmas para as Artes Visuais no Século XXI", que a Universidade Federal Fluminense realiza, de 17 a 21 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Primeiro de Março, 66, Centro). Com dez mesas-redondas, o seminário irá reunir cerca de 50 profissionais das áreas de artes, educação e cultura, como artistas, críticos, curadores, pesquisadores, gestores e administradores culturais. Entre os palestrantes, estão o poeta Ferreira Goulart, o diretor da Funarte, Francisco Chaves, e os professores Franz Manata (Parque Lage) e André Rouillé (Université Paris VIII).

Produzido por alunos do Curso de Graduação em Produção Cultural, o seminário é coordenado pelo Programa de Pós-graduação em Ciência da Arte, em parceria com o CCBB. Marco na abertura da discussão dos paradigmas atuais da arte, o seminário tem o objetivo de refletir sobre as novas linguagens, propostas artísticas e modalidades de espaços para a arte contemporânea. Nesse contexto, inclui a relação do público e das culturas periféricas com a arte e a tecnologia, entre outras questões, envolvendo atores, agentes, políticas culturais e experiências estéticas.

O evento conta com os apoios da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, Instituto de Artes e Comunicação Social, Fundação Euclides da Cunha, Centro de Estudos Gerais da UFF, Consulado da França, Aliança Francesa, Agência Espanhola de Cooperação Internacional e Ateliê da Imagem.

Programação:

17 de maio, quarta-feira, 18h
O que é arte hoje?
Glória Ferreira - (EBA/UFRJ)
Ferreira Goulart
Mediador: Isaías Latuf Mucci (UFF)

18 de maio, quinta-feira
16h - Arte contemporânea e espaços formais - crise, fragmentação, novas configurações
Ricardo Basbaum (artista, professor, crítico)
Zalinda Cartaxo (Uni-Rio)
Mediador: Sônia Ferraz (PPGCA/UFF)

18h30min - Crítica e curadoria para a arte contemporânea
Adolfo Montejo Navas (Crítico/curador)
Angélica de Moraes (Crítica/curadora)
André Rouillé (Université Paris VIII / França)
Mediador: Ued Maluf (PPGCA/UFF)

19 de maio, sexta-feira
16h - Visualidade e territórios - Arte contemporânea no espaço público, urbano e no meio ambiente
Luiz Sérgio de Oliveira (UFF/ UFRJ)
Brígida Campbell (Grupo Poro/ BH)
Marcelo Terça-Nada (Grupo Poro/ BH)
Mediador: Luiz Augusto Rodrigues (UFF)

18h30min - Matérias, materiais e o imaterial
Fernanda Magalhães (artista performer/UEL-PR)
Christophe Bident (Université Paris VII /França)
Clarissa Alcântara (artista performer/UFSC)
Mediador: Fabiana de Moraes (ECO/UFRJ)

20 de maio, sábado
14h -Ciência da Arte: problematizando a arte e a cena contemporânea
Bianca de Souza Leão (PPGCA/UFF)
Ana Flávia Santos (PPGCA /UFF)
Anita Fiszon (PPGCA/UFF)
Ricardo Pimenta (PPGCA/UFF)
Mediador: Wallace de Deus Barbosa (PPGCA/UFF)

16h30min - Arte contemporânea e culturas periféricas
Edilene Capanema (EBA/UFRJ)
Paulina Varas (Universidad de Playa Ancha/Chile)
Hélio Branco (Imaginário Periférico)
Ericson Pires (Hapax/PUC/RJ)
Mediador: Wallace de Deus Barbosa (PPGCA/UFF)

18h30min - Novas tecnologias, mídias e arte
André Parente (ECO/UFRJ)
Simone Michelin (Artista digital)
Diana Domingues (UCS/RS)
Arlindo Machado (PUC/SP)
Mediador: Nina Velasco e Cruz (UFPE)

21 de maio, domingo
14h - Formação do público para a arte contemporânea
Alayde Mariani (Setor educativo/Paço Imperial)
Daniele Nunes Henrique Silva (UCAM/Unicamp)
Ana Elisabete Lopes (PUC/RJ)
Eduardo Telles Viana (PPGCA/UFF)
Mediador: Ivan Albuquerque (PPGCA/UFF)

16h30min - Políticas culturais, ações, intervenções
Daniela Labra (Crítica/curadora)
Francisco Chaves (Funarte)
Franz Manata (EAV Parque Lage/MAM)
Priscila Porto (PPGCA/UFF)
Mediador: José Maurício Alvarez (PPGCA/UFF)

Posted by João Domingues at 12:26 PM