Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
As últimas:
 

fevereiro 15, 2013

Seminário Internacional sobre a Cor no Maria Antonia, São Paulo

O seminário organizado pelo Grupo de Estudos Cromáticos da USP e coordenado por Marco Giannotti aborda as diferenças e interações entre a tradição cromática na arte do Ocidente e do Oriente, focalizando especificamente aspectos do trabalho com a cor no Expressionismo Abstrato norte-americano (em artistas como Rothko, Pollock e Clyfford Still), assim como em artistas japoneses e italianos radicados no Brasil, entre eles Tomie Ohtake e Alfredo Volpi.

Palestrantes: Ana Magalhães, David Anfam, Emilie Tsuru, Marco Giannotti, Takashi Suzuki, Toshya Echizen

4 e 5 de março de 2013 - segunda e terça, 19h30-22h - entrada franca

Centro Universitário Maria Antonia
Rua Maria Antonia 294, Vila Buarque, São Paulo
11-3123-5200
Inscrições exclusivamente por email

APRESENTAÇÃO

Nos dias 4 e 5 de março, o Centro Universitário Maria Antonia apresenta o Seminário Internacional sobre a Cor, organizado pelo Grupo de Estudos Cromáticos da USP, coordenado por Marco Giannotti. O Seminário tem a participação dos especialistas do Brasil e do exterior David Anfam (diretor da editora Phaidon Press), Takashi Suzuki (Curador do Kawamura Museum, Japão),Toshya Echizen (que foi Curador do Hiroshima Museum of Contemporary Art, Japão), Emilie Tsuru (Kyoto University, Japão) e Ana Magalhães (Museu de Arte Contemporânea da USP).

As palestras do Seminário abordam as diferenças e interações entre a tradição cromática na arte do Ocidente e do Oriente, focalizando especificamente aspectos do trabalho com a cor no Expressionismo Abstrato norte-americano (em artistas como Rothko, Pollock e Clyfford Still), assim como em artistas japoneses e italianos radicados no Brasil, entre eles Tomie Ohtake e Alfredo Volpi. De outro lado, serão abordadas as duas vertentes principais da tradição artística no Japão, ambas de base religiosa (uma animista, outra budista), incluindo a gama do trabalho com a cor na representação de sombras na arte do país. Vale lembrar que essa tradição teve grande impacto no Ocidente desde o séc. XIX, na pintura impressionista, com diversos desdobramentos posteriores (p. ex. na pintura tachista) até a atualidade. Finalmente, o diálogo entre uso da cor e acromatismo também será tratado nessas palestras.

INSCRIÇÕES

As inscrições gratuitas para participar do seminário serão feitas exclusivamente pelo email inscricao.cor@gmail.com.

É necessário colocar como assunto da mensagem a expressão “inscrição seminário internacional sobre a cor” e enviar os seguintes dados: nome completo, profissão, data de nascimento e breve currículo e/ou carta de interesse de até um parágrafo.

PALESTRANTES

Marco Giannotti é graduado em Ciências Sociais e doutor em Artes Plásticas, ambos pela USP. Foi professor visitante na Universidade de Kyoto e na Universidade de Yale. Publicou, entre outros, Breve história da pintura contemporânea (Claridade, 2009) e Marco Giannotti (Dardo, 2011).

David Anfam é pós-graduado em História da Arte e Arquitetura pela Universidade de Londres. É curador adjunto do Clyfford Still Museum e autor dos livros Abstract Expressionism (Thames & Hudson, 1990), Mark Rothko: The Works on Canvas (Yale University Press, 1998) e Clyfford Still: The Artist’s Museum (Skira Rizzoli, 2012), entre outros.

Toshiya Echizen é mestre em Letras pela Doshisha University, onde hoje é professor associado. Foi assistente de curadoria e mais tarde curador associado no Hokkaido Museum of Modern Art, exerceu a mesma função no Hiroshima City Museum of Contemporary Art e é curador sênior do Office for Preparation of Kanazawa no 21st Century Museum of Contemporary Art.

Takashi Suzuki é mestre em Artes pela Tama Art University. Foi curador dos museus Kawamura Memorial DIC Museum of Art, Koriyama City Museum of Art e Sezon Museum of Art.

Emilie Tsuru é mestre em História da Arte e Estética pela Universidade de Kioto e doutoranda na mesma instituição. Desde o início de 2012 é intercambista na pós-graduação da ECA-USP, sob orientação do professor Marco Giannotti.

Ana Magalhães é doutora em História e Crítica da Arte pela USP, curadora e docente da divisão de Pesquisa em Arte, Teoria e Crítica do MAC-USP. Também foi curadora editorial da Fundação Bienal de São Paulo e faz parte do Comitê Brasileiro de História da Arte.

Posted by Patricia Canetti at 11:36 AM | Comentários(1)
Comments

participação no seminario

Posted by: Ivonete Santos de Oliveira at fevereiro 28, 2013 2:35 AM
Post a comment









Remember personal info?