Página inicial

Cursos e Seminários

 


novembro 2013
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise em
Cursos e Seminários:

Arquivos:
As últimas:
 

julho 12, 2012

História da Arte Contemporânea - De Leonardo ao Digital no Instituto Cervantes, São Paulo

Arte Contemporânea - De Leonardo ao Digital

Coordenação: Daniela Bousso e Lucia Santaella

O curso tem uma abordagem inovadora para as múltiplas facetas da arte contemporânea: parte da inserção histórica e expressões clássicas para fazer relações imediatas com a cena atual. Num dia, por exemplo, conversa-se sobre Leonardo da Vinci e as novas mídias. No outro, a arte moderna de Oiticica e Lygia Clark é relacionada ao transcinema e a transformações sociais provocadas pelo ativismo artístico. No total, são 36 horas em 12 encontros semanais, com certificado de participação.

5 de setembro a 28 de novembro, quartas-feiras, 18h30-21h30

Condições de matrícula:
À vista: R$ 460
Em 2 cheques de R$ 240
Ou 4 cheques de R$ 125

Inscrições pessoalmente no Instituto Cervantes nos dias 15 e 16 de Agosto, quarta e quinta-feira, 17-20h
Vagas limitadas

Instituto Cervantes
Av. Paulista 2439, Metrô Consolação, São Paulo - SP
11-3897-9609
deleonardoaodigital@gmail.com
Informações: www.facebook.com/DeLeonardoAoDigital, http://twitter.com/leonardigital
Ementa do curso

Lúcia Santaella e Daniela Bousso coordenam a série de aulas com especialistas em arte contemporânea no Instituto Cervantes entre setembro e novembro

Duas das maiores especialistas na cena artística contemporânea estão juntas novamente para compartilhar o conhecimento acumulado em décadas de carreira e fazer provocações sobre estética, conceitos, mercado e intersecções da arte durante os próximos 3 meses. O curso História da Arte Contemporânea - De Leonardo ao Digital começa em setembro, no Instituto Cervantes, em São Paulo, com vagas limitadas.

O curso tem uma abordagem inovadora para as múltiplas facetas da arte contemporânea: parte da inserção histórica e expressões clássicas para fazer relações imediatas com a cena atual. Num dia, por exemplo, conversa-se sobre Leonardo da Vinci e as novas mídias. No outro, a arte moderna de Oiticica e Lygia Clark é relacionada ao transcinema e a transformações sociais provocadas pelo ativismo artístico. No total, são 36 horas em 12 encontros semanais, com certificado de participação.

Além do conteúdo programático previsto (disponível em http://bit.ly/KNioH0), duas aulas do curso serão incursões críticas pela SP-Foto e pela 30ª Bienal das Arte de São Paulo, eventos previstos para o segundo semestre de 2012. Os participantes poderão exercitar o olhar e aplicar as inferências às próprias obras, comentadas pelos professores.

Esta é a terceira edição do curso, que começou como uma experiência no Museu da Imagem e do Som (MIS), na época em que a instituição era coordenada por Daniela Bousso. Dali adquiriu vida própria, ganhou apoio do Instituto Cervantes e cativou mais e mais turmas.

SOBRE AS COORDENADORAS

Lucia Santaella é pesquisadora e professora titular da PUC-SP com doutoramento em Teoria Literária, em 1973, e livre-docência em Ciências da Comunicação na ECA/USP, em 1993. Coordena o programa de pós-graduação em Tecnologias da Inteligência e Design Digital na PUC-SP. Autora de dezenas de livros teóricos de comunicação, cultura e semiótica, entre eles “Cultura das Mídias” (1992), “Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura” (2003) e “Linguagens líquidas na era da mobilidade” (2007). Recebeu os prêmios Jabuti (2002, 2009, 2011), o prêmio Sergio Motta (2005) e o prêmio Luis Beltrão (2010).

Daniela Bousso é historiadora, crítica e curadora de arte contemporânea e novas mídias. Foi diretora do Paço das Artes (1997-2011) e do Museu da Imagem e do Som (MIS) (2007-2011) de São Paulo, responsável em 2007 pelo reposicionamento da instituição. Graduou-se em Artes Plásticas pela FAAP em 1980 com doutoramento em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, quando publicou a tese “Metacorpos: a trajetória da subjetividade ao longo de um século” (2006). Foi curadora de dezenas de exposições, como “Interconnect @ between attention and immersion” (ZKM, Karlsruhe, Alemanha, 2006) e "Pipilotti Rist” (Paço das Artes e MIS, 2009). Recebeu dois prêmios Apca: curadoria revelação (1992) e melhor programação - Paço das Artes (2004).

Posted by Cecília Bedê at 6:15 PM