Página inicial

Como atiçar a brasa

 


setembro 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            
Pesquise em
Como atiçar a brasa:

Arquivos:
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
janeiro 2012
dezembro 2011
novembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
março 2011
fevereiro 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
agosto 2010
julho 2010
junho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
julho 2004
junho 2004
maio 2004
As últimas:
 

setembro 24, 2018

Novo Paço das Artes ocupará atual garagem do casarão Nhô Nhô Magalhães por João Perassolo, Folha de S. Paulo

Novo Paço das Artes ocupará atual garagem do casarão Nhô Nhô Magalhães

Matéria de João Perassolo originalmente publicada no jornal Folha de S. Paulo em 20 de setembro de 2018.

Espaço expositivo, a ser inaugurado em 2019, fica colado ao shopping Pátio Higienópolis

O novo Paço das Artes ocupará o espaço que funcionava como a garagem do casarão Nhonhô Magalhães, em Higienópolis.

A área, atualmente um grande vazio de 800 metros quadrados com janelas que dão para a área externa do shopping Pátio Higienópolis, é uma parte não tombada pelo patrimônio histórico da mansão construída para o barão do café Carlos Leôncio Magalhães no final da década de 1930.

O imóvel, que fica na esquina da avenida Higienópolis com a rua Albuquerque Lins, foi tombado em 1994 pelo Conpresp, o órgão municipal de preservação.

A ser inaugurado em meados do ano que vem, o espaço expositivo fica em uma espécie de subsolo deste casarão de arquitetura inspirada em palacetes franceses do século 19.

É cerca de 200 metros quadrados menor do que a galeria que a instituição tinha na sua antiga sede na Cidade Universitária, da qual foi despejada em março de 2016.

“Do jeito que está hoje, o espaço é pouco flexível para receber mostras de arte: o teto é muito baixo e há a questão da iluminação”, diz Regina Ponte, coordenadora da Unidade de Preservação de Patrimônio Museológico, órgão vinculado à Secretaria da Cultura do Estado.

O Paço das Artes recebeu o imóvel desta forma do shopping Pátio Higienópolis, que comprou o casarão de 2.500 metros quadrados —divididos em cinco pavimentos— em 2005 e começou a reformá-lo quatro anos mais tarde.

Diante deste cenário, a organização social que administra o Paço contratou o escritório do arquiteto Alvaro Razuk, especializado em desenvolver projetos museográficos, para uma nova remodelação da área.

De acordo com Daniel Winnik, da equipe de Razuk, a ideia é aumentar o pé-direito e ter opções de controle de iluminação —com ou sem luz natural, de acordo com o que as exposições demandarem. O projeto está em fase de finalização.

Além da galeria para as mostras, de uso exclusivo do Paço, a instituição vai dividir com o shopping a utilização de um anfiteatro que comporta 50 pessoas sentadas, no piso acima da garagem.

Regina Ponte diz que nem uma loja nem um café estão previstos, já que a nova sede ficará ao lado de um centro de compras que já oferece esses serviços.

Desde que deixou o Instituto Butantan, em 2016, o Paço das Artes, uma das principais instituições no circuito de arte contemporânea nacional, ocupa provisoriamente uma área dentro do Museu da Imagem e do Som, na avenida Europa.

A mostra inaugural será uma individual da artista Regina Silveira, um dos nomes mais relevantes do cenário inspirada por Iberê Camargo e Marcel Duchamp.

Posted by Patricia Canetti at 7:39 PM