Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


junho 2020
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        
Pesquise no blog:
Arquivos:
junho 2020
maio 2020
abril 2020
março 2020
fevereiro 2020
janeiro 2020
dezembro 2019
novembro 2019
outubro 2019
setembro 2019
agosto 2019
julho 2019
junho 2019
maio 2019
abril 2019
março 2019
fevereiro 2019
janeiro 2019
dezembro 2018
novembro 2018
outubro 2018
setembro 2018
agosto 2018
julho 2018
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

abril 16, 2020

Dentro / Inside - Nara Roesler apresenta coletiva online

Cao Guimarães, Rivane Neuenschwander, O Inquilino (The Tenant), 2010 - Digital HD

A Galeria Nara Roesler apresenta 'Dentro', uma exposição virtual composta por obras diferentes, agrupadas sob o denominador comum de dentro / interior - apresentamos artistas que, através de sua prática, se envolveram formal ou conceitualmente com a questão da interioridade.

Mostra Online
11 a 25 de abril de 2020
Dentro / Inside
Alexandre Arrechea, Brígida Baltar, Cao Guimarães, Cao Guimarães & Rivane Neuenschwander, Cristina Canale, Daniel Senise, Fabio Miguez, Lucia Koch, Raul Mourão, Virginia de Medeiros

[scroll down for English version]

A imagem emblemática da seleção curatorial é um gesto monumental e poético de Carlito Carvalhosa: Era assim quando cheguei aqui (2006), uma instalação na qual um molde do famoso Pão de Açúcar do Rio de Janeiro - tantas vezes pintado por artistas viajantes nos séculos XIX e XX - entrou no interior do museu como uma imagem espelhada, invertida e dissecada.

Toda imagem nesta exposição virtual sinaliza um interior, referente a uma atividade ou um estado de interioridade: um local de abrigo com uma visão externa (Lucia Koch), uma bolha que viaja por um caminho interior (Cao Guimarães e Rivane Neueschwander), um abajur feito de música (Cao Guimarães), um concerto de piano para ninguém, que um gato esfinge escuta (Cristina Canale), um jogo de sombras, a sombra de uma figura em cima da mesa (Brígida Baltar), um corpo protegido por um escudo , murado atrás de um fragmento arquitetônico (Alexandre Arrechea), uma imensa galeria sem visitantes com pinturas como janelas escuras (Daniel Senise), os restos de uma visão renascentista depois que todas as suas figuras foram apagadas (Fabio Miguez), uma casa - nossa casa suspensa - (Raul Mourão), o retrato de uma mulher militante, lutando por moradia, em seu abrigo temporário cercado por suas plantas nos olhando intensamente (Virginia de Medeiros).

A primeira seleção curatorial virtual da Galeria Nara Roesler, 'Dentro' (disponível on-line na sala de exibição Artsy da galeria e em seu site galerianararoesler.art), procura maximizar seu espaço virtual montando obras disponíveis para venda e outras já em coleções particulares, mediante a condição de que condensem um único conceito, uma palavra, uma chave conceitual, reduzindo a curadoria a um gesto seletivo mínimo, à construção de uma única série: nessa série simples e linear, tudo funciona, incorpora uma intensidade diferente e compartilha uma intensidade (neste caso: a do interior); cada um se transformando através do efeito da vizinhança, tornando-se um eco ou ressoando com os trabalhos que o precedem ou sucedem.

Com isso, 'Dentro' segue minuciosamente o conceito de série de transformações: qualquer trabalho, como qualquer máscara - como sugerido pelo antropólogo Claude Levi-Strauss - implica outro ao lado, real ou virtual, que o transforma em algo diferente. A 'minima moralia' da curadoria: um espaço onde todos os trabalhos, através da vizinhança, se transformam e são lidos em sucessão, como um haicai, como um breve poema, em quarentena.


Galeria Nara Roesler presents 'Inside', a virtual exhibition composed of dissimilar works, grouped under the common denominator of the inside/interior - we present artists who have, through their practice, engaged either formally or conceptually with the question of interiority.

The emblematic image of the curatorial selection is a monumental and poetic gesture by Carlito Carvalhosa: It was like this when I got here (2006), an installation in which a cast of Rio de Janeiro's famous Sugarloaf - so often painted by traveling artists during the nineteenth and twentieth century - entered the interior of the museum as a mirrored, inverted and dissected image.

Every image in this virtual exhibition signals an interior, referring to an activity or a state of interiority: a place of shelter with an outward view (Lucia Koch), a bubble that travels along an inside path (Cao Guimarães and Rivane Neueschwander), a lamp made of music (Cao Guimarães), a piano concert for no one, which a sphynx cat listens to (Cristina Canale), a shadow play, the shadow of a figure setting the table (Brígida Baltar), a body protected by a shield, walled behind an architectural fragment (Alexandre Arrechea), an immense gallery without visitors with paintings as dark windows (Daniel Senise), the remnants of a Renaissance view once all its figures have been erased (Fabio Miguez), a house - our home suspended - (Raul Mourão), the portrait of a militant woman, fighting for housing, in her temporary shelter surrounded by her plants staring at us intensely (Virginia de Medeiros).

Galeria Nara Roesler's first virtual curatorial selection, 'Inside' (available online on the gallery's Artsy viewing room and on its website galerianararoesler.art), seeks to maximize its virtual space by assembling works available for sale and others already in private collections, upon the condition that they condense a single concept, a word, a conceptual key, thus reducing curatorship to a minimal selective gesture, to the construction of a sole series: within this simple, linear seriality all works both, embody a different intensity and share a common intensity (in this case: that of the interior); each one transforming through the effect of vicinity, becoming an echo, or resonating with the works that precede or succeed it.

With this, 'Inside' minutely follows the concept of series of transformations: any work, like any mask - as suggested by anthropologist Claude Levi-Strauss - implies another beside it, real or virtual, that transforms it into something different. The 'Minima moralia' of curation: a space where all works, through vicinity, transform themselves and are read in succession, like a Haiku, as a brief poem, in quarantine.

Posted by Patricia Canetti at 12:25 PM