Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


junho 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
Pesquise no blog:
Arquivos:
junho 2018
maio 2018
abril 2018
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
dezembro 2015
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
setembro 2012
agosto 2012
junho 2012
abril 2012
março 2012
fevereiro 2012
novembro 2011
setembro 2011
agosto 2011
junho 2011
maio 2011
março 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
junho 2010
fevereiro 2010
janeiro 2010
dezembro 2009
novembro 2009
maio 2009
março 2009
janeiro 2009
novembro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
maio 2008
abril 2008
fevereiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
agosto 2007
junho 2007
maio 2007
março 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
junho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
janeiro 2005
dezembro 2004
novembro 2004
outubro 2004
setembro 2004
agosto 2004
junho 2004
maio 2004
abril 2004
março 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

junho 6, 2018

Performance de Nuno Ramos e Eduardo Climachauska na Anita Schwartz, Rio de Janeiro

Nuno Ramos e Eduardo Climachauska fazem performance durante seis horas seguidas, no último dia da exposição “5 + 5”, na Anita Schwartz Galeria, na Gávea, Rio de Janeiro

Os artistas Nuno Ramos e Eduardo Climachauska apresentarão a performance inédita "Cassandra 1", no próximo dia 9 de junho de 2018, das 12h às 18h, na Anita Schwartz Galeria de Arte. A ação dos dois artistas encerra a exposição “5 + 5”, que reuniu desde 4 de abril último trabalhos dos dois artistas e de mais quatro duplas: Arthur Chaves/Cadu, Estela Sokol/Marcelo Cipis, Luiza Baldan/Lenora de Barros, e Rochelle Costi/Fernando Limberger.

Na performance, Nuno Ramos e Eduardo Climachauska lerão integralmente, da primeira à última palavra, a edição do dia do jornal "O Globo". Os dois estarão de costas para o público, e de frente para as paredes da galeria, microfonados, de modo a serem ouvidos. Entre eles estará um relógio usado em campeonatos de xadrez, também com o som amplificado. A cada vez que surgir uma palavra que remeta ao sentido de tempo ou duração, a leitura será interrompida e o relógio acionado.

Nuno Ramos (1960, São Paulo) e Eduardo Climachauska (1958, São Paulo) são amigos e parceiros de longa data, e já compuseram juntos dez músicas e realizaram três filmes: “Iluminai os terreiros” (2007), “Casco” (2004) e “Para Nelson – Luz Negra” e “Duas Horas” (2002), os dois primeiros com o cineasta Gustavo Moura.

Na exposição “5 + 5”, Nuno Ramos (1960, São Paulo) está com os trabalhos “Algo mais espantoso ainda/ Na noite seguinte eu vou matá-la” (2006), uma escultura em mármore, cobre, vidro soprado, vaselina e vaselina líquida, e o desenho “Rocha de Gritos 28” (2017), em vários materiais sobre papel. Eduardo Climachauska mostra um conjunto de quatro caixas compostas por chumbo e mármore.

Nuno Ramos fala sobre Climachauska: “Gosto de uma mistura perfeita de imaginação e rigor formal. Além do que, acho que o trabalho do Clima é um desses tesouros da arte brasileira, subdimensionado, ainda a ser descoberto. Quem achar, verá”.

Posted by Patricia Canetti at 9:30 AM