Página inicial

Blog do Canal

o weblog do canal contemporâneo
 


junho 2015
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        
Pesquise no blog:
Arquivos:
As últimas:
 

março 14, 2013

Marina Saleme - Figurantes na Galeria Luisa Strina, São Paulo

Marina Saleme - Figurantes, Galeria Luisa Strina, São Paulo, SP - 20/02/2013 a 16/03/2013

[Scroll down to read in english]

A Galeria Luisa Strina tem o prazer de apresentar a quinta exposição individual, da artista Marina Saleme.

Marina Saleme (1958, São Paulo) vive e trabalha em São Paulo. Para a quinta exposição individual de Marina Saleme na Galeria Luisa Strina, Saleme irá apresentar uma série de desenhos, pinturas e fotografias que tem trabalhado desde 2009.

A idéia de apagamento na obra de Marina Saleme é constante. As imagens são construídas pela negação e resgate. Através da alternância de diversas camadas de desenho e mancha, Saleme vai construindo a ausência e presença das formas, por meio da sobreposição.

Para esta exposição, a artista desenvolveu 3 séries de fotos, 150 pinturas e desenhos, de pequeno formato (40x 30 cm, cada), "Garotas" (As descabeladas), 2009-2011, que evocam situações limite (perda, abandono, paixão e morte) a dialética da imagem, pela sua aparição e anulação das figuras.
As imagens de Saleme operam através da freqüente deslocalização e alternância de foco em situações que se repetem em inumeras telas, questionando a relação entre a real existência e, importância dos fatos.

As três séries "Dança", "Sweet Home", e "Passeio", são fotos feitas com celular - cenas insólitas, com paisagens e seres suspeitos, evidenciando um objeto deslocado, vazio de certezas, quase invisível ou transparente; como as figuras apagadas das pinturas - um figurante.

Das exposições de Marina Saleme destacam-se: exposição individual "Liquid Paper, Galeria Luisa Strina, São Paulo (2009); e as exposições coletivas "O Colecionador de Sonhos", Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto (2011); Liquid paper, Rhys-Mendes, Belo Horizonte (2009); MAM 60, OCA, São Paulo, (2008); Poéticas da Natureza, Museu de Arte Contemporânea, São Paulo, (2008), Arte Contemporânea, Aquisições recentes, Pinacoteca do Estado de São Paulo, (2008); "Contadores", Estação Pinacoteca, 2006, Paço Imperial (Rio de Janeiro, 1997).


Marina Saleme - Figurantes, Galeria Luisa Strina, São Paulo, SP - 20/02/2013 a 16/03/2013

Galeria Luisa Strina is pleased to present its fifth solo show by Marina Saleme.

Marina Saleme (1958, São Paulo) lives and works in São Paulo. For Marina Saleme's fifth solo show at Galeria Luisa Strina, the artist is presenting a series of drawings, paintings and photographs she has been working on since 2009.

The idea of erasure is a constant in Marina Saleme's work. The images are constructed by a process of negation and recovery. Through the alternation of different layers of drawing and color fields, Saleme has been constructing the absence and presence of forms by means of superposition.

For this exhibition, the artist has created 3 series of photos and 150 small-format (40 x 30 cm each) paintings and drawings entitled Garotas (As descabeladas) [Girls (The Disheveled)], 2009?2011, which evoke borderline situations (loss, abandonment, passion and death) involving the dialectics of the image, through the apparition and annulment of the figures.

Saleme's images operate through the frequent displacement and alternation of focus in situations that are repeated on countless canvases, questioning the relation between the real existence and importance of the facts.

The three series Dança [Dance], Sweet Home, and Passeio [Leisure Outing] are photographs taken with a cell phone presenting unusual scenes with doubtful beings and landscapes, displaying a displaced, nearly invisible or transparent subject similar to the erased figures in the paintings ? an insignificant character, like a filmmaking "extra."

Marina Saleme's exhibitions have most notably included the solo show Liquid Paper at Galeria Luisa Strina, São Paulo (2009) and the group shows O Colecionador de Sonhos, Instituto Figueiredo Ferraz, Ribeirão Preto (2011); Liquid Paper, Rhys-Mendes, Belo Horizonte (2009); MAM 60, OCA, São Paulo, (2008); Poéticas da Natureza, Museu de Arte Contemporânea, São Paulo, (2008); Arte Contemporânea, Aquisições recentes, Pinacoteca do Estado de São Paulo, (2008); and Contadores, Estação Pinacoteca, 2006. Paço Imperial (Rio de Janeiro, 1997).

Posted by Patricia Canetti at 7:05 PM