Página inicial

Arte em Circulação

 


março 2018
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
Pesquise em
arte em circulação:

Arquivos:
março 2018
fevereiro 2018
janeiro 2018
dezembro 2017
novembro 2017
outubro 2017
setembro 2017
agosto 2017
julho 2017
junho 2017
maio 2017
abril 2017
março 2017
fevereiro 2017
janeiro 2017
dezembro 2016
novembro 2016
outubro 2016
setembro 2016
agosto 2016
julho 2016
junho 2016
maio 2016
abril 2016
março 2016
fevereiro 2016
janeiro 2016
novembro 2015
outubro 2015
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
junho 2015
maio 2015
abril 2015
março 2015
fevereiro 2015
janeiro 2015
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
agosto 2014
julho 2014
junho 2014
maio 2014
abril 2014
março 2014
fevereiro 2014
janeiro 2014
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013
março 2013
fevereiro 2013
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012
julho 2012
junho 2012
maio 2012
março 2012
fevereiro 2012
dezembro 2011
outubro 2011
setembro 2011
agosto 2011
julho 2011
junho 2011
maio 2011
abril 2011
janeiro 2011
dezembro 2010
novembro 2010
outubro 2010
setembro 2010
julho 2010
maio 2010
abril 2010
março 2010
dezembro 2009
novembro 2009
outubro 2009
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
setembro 2008
maio 2008
abril 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
setembro 2006
agosto 2006
julho 2006
maio 2006
abril 2006
março 2006
fevereiro 2006
janeiro 2006
dezembro 2005
novembro 2005
outubro 2005
setembro 2005
agosto 2005
julho 2005
junho 2005
maio 2005
abril 2005
março 2005
fevereiro 2005
novembro 2004
junho 2004
abril 2004
março 2004
fevereiro 2004
janeiro 2004
dezembro 2003
novembro 2003
outubro 2003
setembro 2003
agosto 2003
As últimas:
 

março 12, 2018

Esse Obscuro Objeto do Desejo por Philip Larratt-Smith

Esse Obscuro Objeto do Desejo

PHILIP LARRATT-SMITH

Esse Obscuro Objeto do Desejo explora as interseções entre abstração, percepção, desejo e memória através do trabalho de oito artistas que compartilham um interesse na morfologia do desejo: Miroslaw Balka, Tacita Dean, Iran do Espírito Santo, Félix González-Torres, Douglas Gordon, Roni Horn, Rivane Neuenschwander, Wolfgang Tillmans. O desejo produz uma ansiedade desenfreada, não menos poderosa por falta de um objeto específico. Às vezes, não sabemos o que queremos. Às vezes, o que queremos é instável e variável, ou opaco e elíptico, como uma forma que paira à beira do nosso campo de visão sem que possamos colocá-la em foco. Afinidades tênues e diferenças mínimas tornam-se importantes. Dúvida e ambiguidade são a moeda do reino.

A exposição leva seu título a partir do filme homônimo de Luis Buñuel de 1977, no qual um protagonista de meia-idade é repetidamente seduzido, frustrado e abandonado por uma mulher misteriosa e imprevisível. A personagem principal é desempenhada por duas atrizes de aparências e temperamentos contrastantes. A súbita passagem entre elas em cenas alternadas serve para reforçar a ambivalência e a confusão do protagonista. Minha proposta é tomar essa concepção poética como instrumento de organização do projeto, montando exposições concomitantes em São Paulo e no Rio de Janeiro. Desta forma, a exposição – assim como acontece nas obras e no próprio trabalho curatorial – se tornará uma forma emparelhada. Será impossível ver a mostra por completo de uma só vez, assim como há algo na natureza da mulher do filme, o objeto do desejo, que sempre escapa do alcance do protagonista.

Philip Larratt-Smith


That Obscure Object of Desire explores the intersections between abstraction, perception, desire, and memory through the work of eight artists who share an interest in the morphology of desire: Miroslaw Balka, Tacita Dean, Iran do Espírito Santo, Félix González-Torres, Douglas Gordon, Roni Horn, Rivane Neuenschwander, Wolfgang Tillmans. Desire breeds an unfocussed anxiety, which is no less powerful for lacking a specific object. Sometimes we do not know what we want. Sometimes what we want is unstable and changing, or opaque and elliptical, like a shape that hovers at the edge of one’s field of vision without ever fully coming into focus. Tenuous affinities and minimal differences become all important. Doubt and ambiguity are the coin of the realm.

The exhibition takes its title from Luis Buñuel’s 1977 film of the same name, in which the middle-aged protagonist is repeatedly seduced, frustrated, and abandoned by a mysterious and unpredictable woman. The female lead is played by two actresses of contrasting appearances and temperaments. The sudden slippage between them in alternate scenes serves to reinforce the protagonist’s ambivalence and confusion. My proposal is to take this poetic conceit as the organizing device of the project by staging concurrent exhibitions in the São Paulo and Rio de Janeiro galleries. In this way, like many of the works in the checklist, the exhibition itself, as a curatorial work, will become a paired form. It will be impossible to see the entire exhibition at once, just as there is something in the woman’s nature, the object of desire, that forever eludes the protagonist’s grasp.

Philip Larratt-Smith

Posted by Patricia Canetti at 11:03 AM